Pensamentos de Jim Collins

27.032 visualizações

Publicada em

Um breve apanhado das idéias, pensamentos, frases e provocações de Jim Collins, sucessor legítimo de Peter Drucker, o maior teórico dos negócios em todos os tempos.

Publicada em: Negócios, Educação
1 comentário
15 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
27.032
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.531
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
562
Comentários
1
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pensamentos de Jim Collins

  1. 1. Pensamentos que movem as organizações do futuro - Jim Collins- Collins-
  2. 2. Jim Collins Uma placa na porta do escritório do americano Jim Collins, autor dos clássicos livros ‘Feitas para Durar’ e ‘Empresas Feitas para Vencer’, deixa claro para o visitante que aquele não é um ambiente de trabalho comum. Em vez de uma tabuleta com seu nome, lê-se a expressão "Chimp Works", algo como "chimpanzé trabalhando". Collins, definitivamente, não é um chimpanzé - embora ache que é um sujeito curioso, assim como os macacos. A irreverência das boas-vindas é um dos sinais de informalidade daquele que é considerado hoje o sucessor legítimo de Peter Drucker, o maior teórico dos negócios em todos os tempos.
  3. 3. A Liderança Nível 5 Segundo Jim Collins, há nas empresas hoje três tipos de líderes: os maus, os bons e os excelentes. Os maus obviamente não deveriam existir, pois logo que identificados, deveriam ser retirados do cargo. Os bons são os que fazem seu trabalho, não ajudam muito, mas também não atrapalham. Seguem dia após dia fazendo não mais do que a obrigação. E existem os líderes excelentes – indivíduos que aliam uma tremenda humildade com uma enorme determinação profissional. São líderes que não medem esforços, fazendo o que precisa ser feito para o aprimoramento contínuo da instituição que representam.
  4. 4. A Liderança Nível 5 Em seu ‘Empresas Feitas para Vencer’, Jim Collins classificou os líderes empresariais em cinco níveis: • Nível 5 – Líder Excelente Constrói excelência através da humildade pessoal e determinação profissional. • Nível 4 – Líder Eficiente Tem um alto grau de comprometimento. Tem visão e estimula seus funcionários a produzirem mais. • Nível 3 – Gerente Competente Organiza pessoas e recursos para que os resultados sejam atingidos. • Nível 2 – Membro da Equipe que Contribui Contribui com a sua capacidade individual para que o grupo cresça e seja capaz de alcançar seus objetivos. • Nível 1 – Indivíduo Altamente Capaz Contribui individualmente, através de seu talento, conhecimento e bons hábitos de trabalho.
  5. 5. Cinco perguntas rápidas para descobrir se você é um líder do nível 5: 1. Qual é sua maior motivação: ajudar a construir uma organização excelente ou sua própria carreira? 2. O que você prefere: fama, fortuna e/ou poder? Ou construir, criar e contribuir? 3. Quando um projeto é um sucesso, você diz ‘eu’ ou ‘nós’? 4. Quando o projeto é falho, de quem é a culpa? 5. Você está servindo de mentor a alguém que vai substituí-lo?
  6. 6. Empresas Feitas para Vencer Good to great, do original em inglês, tem como missão responder a pergunta: o que faz uma empresa deixar de ser uma empresa boa para se tornar uma empresa excelente? Para respondê-la, o autor convocou uma equipe de pesquisadores que se debruçaram sobre números de diversas empresas de capital aberto que tenham crescido muito mais do que a média de mercado e do que suas concorrentes diretas num período de tempo extenso, de mais de 15 anos. As empresas teriam que ser de capital aberto por conta do acesso aos dados. E o período tinha que ser extenso para não ser obra do acaso, ou seja, fruto do trabalho de um CEO inspirado, por exemplo. Os resultados obtidos pelos pesquisadores foram compilados em seis princípios que foram o que o autor chamou de volante do crescimento.
  7. 7. Seis Princípios Básicos Os seis princípios são divididos em três segmentos: pessoas disciplinadas, pensamento disciplinado e ação disciplinada. No primeiro está o princípio de ter um líder nível 5 e de ter as pessoas certas no barco, escolhendo primeiro a equipe e depois o que elas vão fazer.
  8. 8. Seis Princípios Básicos Em pensamento disciplinado está o princípio de enfrentar a verdade nua e crua, ou seja, não ficar fantasiando nem elaborando programas milagrosos para fugir dos fatos (e isso acontece muito, pelo que mostra a pesquisa). O outro princípio deste segmento é o que ele chamou de conceito do porco-espinho, que vem a ser a interseção entre aquilo que a equipe da empresa ama fazer, aquilo que a empresa é boa o suficiente para fazer e aquilo que move o motor econômico da empresa. Por fim, na ação disciplinada temos a importância da cultura da disciplina e do uso da tecnologia como um acelerador (e não como uma finalidade).
  9. 9. Como as Poderosas Caem O mais recente livro de Jim Collins mostra como algumas das mais bem-sucedidas empresas dos Estados Unidos fracassaram – e quais são as cinco fases dessas quedas. 1. Excesso de Confiança Originado pelo Sucesso Empresas poderosas e bem-sucedidas correm o risco de se tornar arrogantes demais. O primeiro passo do declínio é justamente acreditar que o sucesso passado é garantia de um futuro igualmente brilhante. 2. Busca Indisciplinada pelo Crescimento É consequência direta do primeiro estágio. Companhias cegas pelo próprio sucesso buscam crescer a qualquer custo – muitas vezes deixando de lado justamente os fundamentos que as levaram ao topo.
  10. 10. Como as Poderosas Caem 3. Negação do Risco Quando os sinais de que alguma coisa não vai bem começam a aparecer, as empresas em declínio simplesmente os ignoram – ou culpam o mercado, a concorrência e até o azar em vez de procurar entender o porquê dos problemas. 4. Corrida pela Salvação No momento em que a crise pela qual passa a empresa pode ser percebida por todos, a companhia busca uma “bala de prata” que possa salvá-la da ruína – uma fusão mágica ou um novo presidente contratado no mercado a peso de ouro. 5. Irrelevância ou Morte Quanto mais tempo uma empresa fica no quarto estágio, mais difícil a sua recuperação. Nesta fase, seu vigor financeiro acabou, suas principais lideranças já debandaram e não há nenhuma estratégia de recuperação à vista. Só lhe resta ser adquirida ou fechar as portas.
  11. 11. “A crise obriga as empresas a ter foco. A prosperidade, não.” Jim Collins
  12. 12. Fontes: http://fatorw.com/resenhas/empresas-feitas-para-vencer-de-jim-collins/ http://portalexame.abril.com.br/revista/exame/edicoes/0946/gestao/crise-obriga- empresas-ter-foco-prosperidade-nao-479413.html http://carreiras.empregos.com.br/carreira/favoritos/colunistas/raul/180705- lider_excelente.shtm
  13. 13. IMPACTO nas decisões ... gerando IMPACTO nos resultados.
  14. 14. Formas de contato FOCAL Marketing Ltda Av. Loureiro da Silva, 2001 / Salas 705 e 706 90.050-240 – Porto Alegre/RS Tel: (51) – 3023-5150 www.focal.com.br focal@focal.com.br O que fazemos Visão A FOCAL Pesquisas criada em 1997, focada em Queremos ser a melhor empresa de soluções mercadológicas, onde cientificamente pesquisa de mercado do Brasil, associamos pesquisas de mercado a processos reconhecida pelos seus métodos ou demais ferramentas da administração e científicos e pela sua capacidade de gestão empresarial. solução. Dispomos das mais diversas soluções, Missão englobadas em três grandes áreas de negócio: Criar um futuro melhor para cada cliente Área de Pesquisa, Área de Assessoria Princípios Mercadológica e Central de Inteligência. Trabalho em equipe Com isto buscamos unir pontos: a sua Inovação empresa com os resultados que você espera. Resultados aplicáveis Sigilo Ciência

×