Principais aspectos históricos da educação brasileira

2.581 visualizações

Publicada em

Alguns destaques na História da Educação brasileira.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.581
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Principais aspectos históricos da educação brasileira

  1. 1. Principais aspectos históricos da Educação Brasileira.  1 - Inicio da Colônia 1.1 Os Jesuítas 1.2 As escolas de primeiras letras 1.3 O ensino secundário e superior 1.2 A expulsão dos Jesuítas (Reforma Pombalina)
  2. 2. Principais aspectos históricos da Educação Brasileira. ◦ 2 - Fim da colônia e Império 2.1 A independência e a Educação 2.2 O ensino primário 2.3 O ensino técnico-profissional e o ensino Normal 2.4 O ensino secundário e Superior 2.5 A herança do império
  3. 3. Principais aspectos históricos da Educação Brasileira.  3 - I ª República e a crise da Educação elitista  Princípios Educacionais  As reformas federais  As reformas estaduais da educação popular
  4. 4. Principais aspectos históricos da Educação Brasileira.  4 - A Educação Nova no Brasil  4.1 - A Revolução de 1930 e a educação – Com a revolução de 30, alguns dos reformadores educacionais ocupam cargos importantes na administração de ensino. Min. da Educação Francisco Campos.  4.2 - Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova  4.3 - Constituição de 1934 foi a primeira a incluir um capítulo especial sobre a Educação – função normativa para todo território nacional. O art. 5º estabeleceu que a união traçasse as Diretrizes da Educação Nacional.  4.4 - Os ensinos; PRIMÁRIO, 2 de janeiro de 1946(Decreto-Lei nº 8529). A primeira regulamentação Desta modalidade. O ensino SECUNDÁRIO sofre duas alterações, depois de 1827. (Decreto-Lei nº 18 890, de 18 de abril) e em 1942 ( Decreto-Lei nº. 4 244, de 9 de abril). Aqui destacava-se o conceito de terminalidade, atividade fim, formar para a sociedade. TÉCNICO –PROFISSIONAL, criação do SENAI e do SENAC em 1942 E 1946 respectivamente.. Quanto ao Ensino Superior sofre importantes modificações a partir da década de 30, com a criação das primeiras Universidades brasileiras que, supera-se a fase de caráter marcadamente profissional e ganha-se um caráter desinteressado, em relação, ao ponto de vista exclusivamente profissional.  ,
  5. 5. Principais aspectos históricos da Educação Brasileira. 5 - Ditadura militar  Lei - 4.024/61 – A primeira lei brasileira a estabelecer as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, em todos os níveis, do pré-primário ao superior, foi a Lei nº 4024, de 20 de dezembro de 1961. Chegou no congresso em 48 e foi discutida por treze anos.  Lei - 5692/71 – Os fins da Educação estabelecidas pela Lei nº 4024/61 foram mantidos.
  6. 6.  Lei -7044/82 - O princípio do então 2º Grau era a formação para o trabalho. A Lei 5.692/71 é modificada pela Lei 7044/82, entre outras alterações, transformou a qualificação para o trabalho em preparação para o trabalho (a critério do estabelecimento de ensino). O 2º grau profissionalizante esvaziou o então colegial público de formação geral, de boa qualidade acadêmica, com isso o setor público perdeu qualidade e não conseguiu preparar recursos humanos de nível técnico compatíveis com as demandas do mercado de trabalho. Principais aspectos históricos da Educação Brasileira.
  7. 7. Principais aspectos históricos da Educação Brasileira.  6 - Pós-ditadura até os dias de hoje  6.1 Abertura política com a volta dos exilados;  6.2 – Eclosão dos Movimentos populares, à saber; Movimento Nacional de Meninos e Meninas de rua, Pastoral do menor, MST, Pastoral Carcerária, Associações de Classe (sindicatos)...  6.3 – Congresso Constituinte de 1988

×