Riscos geologicos - O caso das cheias do Rio Douro

4.282 visualizações

Publicada em

O caso das cheias do Rio Douro

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.282
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
141
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Riscos geologicos - O caso das cheias do Rio Douro

  1. 1. Caso das cheias do Rio Douro
  2. 2. Introdução Neste trabalho iremos falar nos riscos geológicos e ordenamento de território, onde iremos aprofundar os tipos de leito de cheia, significado de cheia, as cheias no Douro, medidas para controla-las, significado de barragem, vantagens e desvantagens das cheias ,e barragens no Douro.
  3. 3. Rio DouroComprimento 850kmNascente Serra de Urbião em Duruelo de la Sierra, Castela e Leão, EspanhaAltitude da nascente 2080mCaudal 710 m³/sFoz Oceano Atlântico na Foz do Douro, Porto, PortugalÁrea da bacia 97.603 km²Países Espanha Portugal
  4. 4. Leito de estiagem/seca Leito de estiagem/seca: a quantidade de água diminui, em consequência de uma época de seca prolongada, a precipitação escasseia e a evaporação aumenta, fazendo com que o caudal dos cursos de água diminua.
  5. 5. Leito aparente Leito aparente: terreno coberto por aguas, quando não influenciadas por cheias, inundações ou tempestades.
  6. 6. Leito de cheia Leito de cheia: o fluxo de água de um leito aumenta e sobe vários metros - ocorre em períodos do ano de concentrada precipitação, em que o rio transborda das suas margens, inundando as áreas próximas.
  7. 7. Significado de cheia Cheia é, geralmente, uma situação natural de transbordo de água do seu leito natural, provocadas geralmente por chuvas intensas e continuas.
  8. 8. Cheias históricas na Ribeira
  9. 9. Cheias históricas na Régua
  10. 10. Datas das Cheias 23.12.1909 03.01.1962 02.02.1825 21.02.1966 20.01.1853 23.12.1989 01.03.1978 07.02.1979 06.01.2001
  11. 11. Medidas para controlar as cheias Ordenar e controlar ações humanas em leito de cheia; Impedir a construção e a urbanização de possíveis zonas de cheia; Construir sistemas integrados de regularização dos cursos de água (barragens e canais), alargamento aprofundamento e remoção de obstáculos nos leitos dos rios.
  12. 12. Significado de barragem Uma barragem é uma barreira artificial, feita em cursos de água para a retenção de grandes quantidades de água. A sua utilização é sobretudo para abastecer água em zonas residenciais, agrícolas, industriais, produção de energia, ou regularização de um caudal.
  13. 13. Vantagens das barragens Armazenam água para abastecimento publico; Melhoram a produção agrícola; Geram energia hidroelétrica; Transformam rios em importantes vias de navegação.
  14. 14. Desvantagens das barragens Acarretam custos elevados; As terras situadas a jusante perdem a capacidade de rega; As praias deixam de ser alimentadas por sedimentos; Reduzem a quantidade de nutrientes chegados ao mar; Verifica-se a deterioração da qualidade da água a jusante.
  15. 15. Barragens do rio douro Cuerda del Pozo - Espanha Los Rábanos - Espanha San José - Espanha Villalcampo - Espanha Castro – Espanha Aldeadávila - Espanha Saucelle - Espanha Miranda - Portugal Picote - Portugal Bemposta - Portugal Pocinho - Portugal Valeira - Portugal Régua - Portugal Carrapatelo - Portugal Barragem de Crestuma/Lever - Portugal

×