A Escola como Espaço de Inclusão DigitalEm nossos dias se tornou necessário entender que as tecnologias derede precisam fa...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO passado e o presenteTendo em vista o fato da escola não ter absorvido totalmente...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO presente e o futuroA interatividade que os alunos têm com as tecnologias são mai...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalFuturo ???Não se pode ignorar as tecnologias digitais, se os próprios alunos nãoig...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO uso da tecnologia nas escolas.Do controle de presença por cartão magnético ou bi...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO uso da tecnologia nas escolas.Cadastro dos dados pessoais dos profissionais;Cont...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO uso da tecnologia nas escolas.Controle de Matrículas e pré-matrículas;Comunicado...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalA evolução dos Sistemas de InformaçãoPartindo dos arcaicos SPT (Sistema de Process...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalOnde chegamos ?Vivemos um momento onde todas as tecnologias convergem para omesmo ...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalOnde vamos chegar ?Com a evolução da WEB como a WEB 2.0 e suas comunidades eserviç...
iWatch 2019 El futuro de laTecnologia (The Future Technology)https://www.youtube.com/watch?v=eDL2CCtkLjQ
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data - Uma nova panacéia ?Em 2016, 30% das empresas transformarão seus ativos ...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data - Uma nova panacéia ?“É preciso monetizar com a informação da internet da...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data – Um novo CRM ?O que diferencia o Big Data do Customer Relationship Manag...
Big Data como transformar umbando de dados em estratégia.https://www.youtube.com/watch?v=mPOQTskNEbk
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.As empresas mais bem-sucedidas na área de big data começ...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.Os softwares desenvolvidos pela empresa conseguem, por e...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.O software da Kosmix detecta, pela localização dos celul...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.Diariamente, os gerentes das lojas recebem relatórios qu...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.Foram as técnicas de Big Data que cruzaram informações d...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor público.Os governos serão e em muitos casos já são grandes usuár...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor público.A estatal brasileira usa softwares de big data que anali...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data na Educação ?Kroton e a Anhanguera Educacional, se unem e criam um gigant...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data na Educação ?“MOOC” (Massive Open Online Course) isto é, curso aberto onl...
A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data – E a privacidade ?Um dos maiores obstáculos para a consolidação do big d...
A Day Made of Glass 2 Same Day ExpandedCorning Vision (2012)https://www.youtube.com/watch?v=jZkHpNnXLB0A Day Made of Glass...
Iv encontro de gestores educacionais
Iv encontro de gestores educacionais
Iv encontro de gestores educacionais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Iv encontro de gestores educacionais

186 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
186
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Iv encontro de gestores educacionais

  1. 1. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalEm nossos dias se tornou necessário entender que as tecnologias derede precisam fazer parte do cotidiano escolar. A valorização doaprendizado através das mídias digitais, outras formas de pensar einteragir através de meios de comunicação e informação onde oaluno apropria-se das TICs (tecnologias de informação ecomunicação) é inevitável.Como parte do processo de aprendizagem, tais tecnologiasnecessitam ser apropriadas e entendidas pelos professores, quefazem um papel fundamental neste processo. Através de umainteração por parte dos professores com os recursos tecnológicos,eles acabam por interagir com a realidade que o aluno está inserido.
  2. 2. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO passado e o presenteTendo em vista o fato da escola não ter absorvido totalmente ascondições de usufruir de novas tecnologias, justifica em parte oensino tradicional que vem sendo aplicado, pois muitos professoresainda possuem esta visão na qual definem que inserir uma tecnologiaem sala de aula não complementaria a aprendizagem dos conteúdospropostos.Segundo Bonilla (2005), as concepções que temos sobre educaçãonão conseguem fugir da racionalidade que surgiu com a escrita, e érealmente desta forma que a maioria dos educadores repassam oconhecimento, ou seja, não conseguem abranger a racionalidade deque o pensamento da escrita e fala podem ser incorporados às novasformas de organização e produção do conhecimento que estãoemergindo com as tecnologias atuais.
  3. 3. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO presente e o futuroA interatividade que os alunos têm com as tecnologias são mais avançadasdo que as que seus professores ou pais têm acesso, uma vez que eles,alunos, nasceram na era da informação e muitos possuem maiorhabilidade em entender a linguagem virtual do que a textual, tratando-sede diferentes tecnologias digitais.Portanto, de novas linguagens que fazem parte do cotidiano dos alunos edas escolas. Isso não significa que a educação atual seja pior ouultrapassada, mas a realidade em que o aluno está imerso está mudando ea escola precisa acompanhar esta evolução.
  4. 4. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalFuturo ???Não se pode ignorar as tecnologias digitais, se os próprios alunos nãoignoram e elas estão amplamente acessíveis.Por exemplo, hoje em dia é difícil um estudante de ensinofundamental ou médio que não possua celular, então porque nãotentar inclui-lo em uma atividade de aula, uma vez que ele oferecemuitas possibilidades didáticas ?As tecnologias abrem um imenso leque de recursos didáticos paraeducadores. Muitas escolas, por enquanto, as proíbem.
  5. 5. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO uso da tecnologia nas escolas.Do controle de presença por cartão magnético ou biométrico;Aulas nos laboratórios de informática;Portais WEB de conteúdos pedagógicos e administrativos;Ambientes de aprendizado virtual (LMS) como o Moodle, VisualNet, e-Proinfo integrado entre outros;Robótica educativa;Softwares de autoria como o Everest, Visual Class, Clic, Hot Potatoes eo Imagine.
  6. 6. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO uso da tecnologia nas escolas.Cadastro dos dados pessoais dos profissionais;Controle de horas por professor;Controle de Licenças, pedidos de aposentadoria, seguindo aslegislações pertinentes;Controle de cargos e funções;Controle patrimonial (estrutura física);Controle de gêneros alimentícios (Merenda Escolar);
  7. 7. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalO uso da tecnologia nas escolas.Controle de Matrículas e pré-matrículas;Comunicador Interno (transferências de mensagens e arquivos);Requisição e controle de material de almoxarifado;Controle de verbas do PDDE;Material didático compatível;Entre outros recursos, resguardadas as características de ensinopúblico ou privado, escolas individuais ou redes de ensino.
  8. 8. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalA evolução dos Sistemas de InformaçãoPartindo dos arcaicos SPT (Sistema de Processamento de Transações)e SIT (Sistema de Informações Transacionais);Passando pelos MRP e MRPII (respectivamente nos anos 70 e 80especificamente para os setores da produção) chegando ao SCM(Supply Chain Management);Processando informações de Clientes e Perfis de Comportamento nosCRM (Customer RelationShip Management);Chegando aos ERPs (Enterprise Resource Planning) nos anos 90,
  9. 9. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalOnde chegamos ?Vivemos um momento onde todas as tecnologias convergem para omesmo ponto, o poder computacional na palma de nossas mãos, avelocidade da distribuição ou do “contágio” de informações, dadosou programas.O surgimento de novas necessidades como “estar conectado”, “existirno meio virtual”, ter contas das principais ferramentas das redessociais, como Orkut, Facebook, Tweeter, Instagram, Linkedin entreoutros.O uso da web ou WWW como ferramenta de mineração de dados,garimpo virtual e compartilhamento de conteúdos, ideias e ideais.
  10. 10. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalOnde vamos chegar ?Com a evolução da WEB como a WEB 2.0 e suas comunidades eserviços com os conteúdos colaborativos e/ou participativos somadosà Computação nas Nuvens;E a WEB 3.0 ou WEB Semântica ou ainda web de dados, a web comouma extensão e não como uma substituta da web atual, ou seja, umaestrutura que expande os princípios da web de documentos paradados.Atingiremos, ou melhor já somos atingidos pela nova onda datecnologia.
  11. 11. iWatch 2019 El futuro de laTecnologia (The Future Technology)https://www.youtube.com/watch?v=eDL2CCtkLjQ
  12. 12. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data - Uma nova panacéia ?Em 2016, 30% das empresas transformarão seus ativos de informaçãoem dinheiro;Big Data é uma solução procurando por um problema, afirma Gartner;Big data crescerá sete vezes mais do que o mercado de TICs;Big data:saiba quem serão os corretores da informação;HP lança o primeiro servidor do mercado desenvolvidoexclusivamente para Big Data;
  13. 13. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data - Uma nova panacéia ?“É preciso monetizar com a informação da internet das coisas”, afirmaVP da HP;Big Data:oferta de cientistas de dados não atenderá a demanda;Oracle faz compra de olho em Big Data;Cientista De Dados é a Profissão Do Futuro;O Big Data e a Transformação do Marketing;Como a Web 3.0, com base em Big Data,pode transformar a web.
  14. 14. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data – Um novo CRM ?O que diferencia o Big Data do Customer Relationship Management(CRM)?O big data é uma evolução desses sistemas mais antigos, com maisvelocidade e capacidade de processamento. As empresas conseguemanalisar um volume maior de dados praticamente em tempo real. Outrocomponente a ser considerado é a mobilidade, os smartphones permitemàs empresas saber não só quem somos , mas onde estamos, graças ao GPS.As informações estão chegando de forma mais estruturada. Até então eranecessária uma equipe de programadores para condensar as informaçõesdo mundo físico, como planilhas e relatórios. Agora as informações digitaischegam praticamente prontas para ser utilizadas.
  15. 15. Big Data como transformar umbando de dados em estratégia.https://www.youtube.com/watch?v=mPOQTskNEbk
  16. 16. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.As empresas mais bem-sucedidas na área de big data começaram comprojetos menores. A Amazon, por exemplo, oferecia na década de 90,produtos com base no histórico de compras de seus clientes. Atualmente,até o conteúdo postado em redes sociais é levado em conta.Até mesmo o setor financeiro, já altamente informatizado, está interessadona novidade. A empresa irlandesa Experian, especializada em serviços deanálise de crédito e marketing, e a Serasa Experian, unidade brasileira dogrupo, aplicou 7 milhões de dólares há dois anos em computadores queconseguiram acelerar 30 vezes a velocidade de processamento de dados.A americana Walmart, a maior varejista do mundo, é considerada umareferência por conseguir colher dados online para impulsionar as vendasde suas lojas físicas.
  17. 17. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.Os softwares desenvolvidos pela empresa conseguem, por exemplo,monitorar quando a discussão sobre o campeonato de futebol americano seintensifica na internet em diferentes cidades dos Estados Unidos. Sabendodisso, em questão de horas os gerentes de lojas dessas regiões passam aexpor nas vitrines produtos de determinados times.Hoje, o Walmart tem mais de 12 sistemas diferentes que processam,diariamente, cerca de 300 milhões de atualizações de internautas em redessociais, como o Facebook e o Twitter.A demanda interna por soluções de big data levou a varejista a criar em2011 a WalmartLabs, uma subsidiária de tecnologia que nasceu da comprada Kosmix, uma startup americana que ganhou fama em 2010 aodesenvolver um sistema que ajuda no gerenciamento de estoques dasvarejistas durante a black friday (sexta-feira negra), em novembro, principaldia de queima de estoques do varejo nos Estados Unidos.
  18. 18. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.O software da Kosmix detecta, pela localização dos celulares dos clientes, onúmero de pessoas em cada loja. Com essa informação, os estoques deunidades que estão com vendas em baixa são enviados para as que estãovendendo mais.A Lojas Renner, uma das maiores redes de vestuário do país, investiu em2010 em um sistema que comparava, em tempo real, as vendas de suas maisde 150 lojas. Com isso, foi possível identificar números fora do padrão.Nos dias em que as unidades localizadas em lugares frios vendiam muitoscasacos, os gerentes das lojas com desempenho abaixo da média recebiamum aviso do sistema para mudar a posição do produto na vitrine.Ao lançar uma coleção, a Renner posta fotos de algumas peças no Facebooke verifica a aceitação do público. Isso ajuda na hora de prever o estoquenecessário de cada produto.
  19. 19. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.Diariamente, os gerentes das lojas recebem relatórios que consolidamdados como a previsão do tempo e comentários em redes sociais. “Osoftware não ajuda só a reunir as informações. Também seleciona o que éconfiável”, afirmou o CIO (Chief Information Office) da Renner.O mercado antifraude para a Saúde Suplementar no Brasil em 2015 será, depelo menos R$24 bilhões. Debelar 1% deste problema, através de qualqueriniciativa significa minimizar perdas das operadoras e seguradoras de pelomenos R$ 240milhões/ano.Em meio à disputa para a presidência dos EUA em 2012, a campanha deObama registrou nada menos que 35 milhões de pessoas na fan page oficialdo Facebook, além de 26 milhões de seguidores no Twitter. Esses númerosrepresentam aproximadamente um terço da população total votante nopleito, que foi de quase 129 milhões de pessoas.
  20. 20. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor privado.Foram as técnicas de Big Data que cruzaram informações de entidades epessoas e enriqueceram o plano do futuro governo; além de criar formas deefetuar donativos de campanha em redes sociais e assegurar a absolutasegurança da informação para comitês e bancos de dados.A IBM aplicou 14 bilhões de dólares nos últimos cinco anos para comprar 24empresas de análise de dados. A americana EMC2, especializada emtecnologia de armazenamento, investiu recentemente 100 milhões dedólares em um centro de pesquisas no Rio de Janeiro.O objetivo é dar apoio a empresas do setor de petróleo e gás, como aPetrobras.
  21. 21. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor público.Os governos serão e em muitos casos já são grandes usuários de big data.Há casos exemplares na área de saúde e segurança.O governo de Singapura unificou seu sistema de saúde num centro degerenciamento de dados. As consultas médicas e os exames de todos oscidadãos ficam registrados num prontuário eletrônico atualizado em temporeal. Há até um programa de bonificação. Se um paciente segue otratamento à risca, ganha pontos que são revertidos em descontos deimpostos.No Brasil, a prefeitura do Rio de Janeiro tem um centro de controle deemergências que também usa big data. Um sistema cruza milhares deindicadores para determinar as ações da polícia e de outros servidorespúblicos.
  22. 22. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data no setor público.A estatal brasileira usa softwares de big data que analisam milhares dedados sobre o desempenho de suas máquinas e as condições dos poços. Emjunho, a Petrobras anunciou investimento de 15 milhões de reais em umsupercomputador para processar as informações colhidas na camada dopré-sal.
  23. 23. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data na Educação ?Kroton e a Anhanguera Educacional, se unem e criam um gigante no ensinoprivadoEntre as instituições que integram a rede Kroton estão Universidade Norte doParaná (Unopar), Faculdades Pitágoras, Unic (Universidade de Cuiabá), Unime(Universidade Metropolitana de Educação e Cultura). Já a rede Anhanguera édona da Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban) desde 2011.Segundo informações, as receitas brutas das duas companhias somaram R$ 4,3bilhões no ano passado, mais de 800 unidades de ensino superior e 810 escolasassociadas distribuídas por todos os estados brasileiros, com quase um milhãode alunos na educação superior, profissional, distância, básica e outrasatividades associadas. O valor de mercado delas está próximo de R$ 12 bilhões.Estamos no tempo do Big Data, mas será que nos encaminhamos para umagrande Educação?
  24. 24. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data na Educação ?“MOOC” (Massive Open Online Course) isto é, curso aberto online massivo, ouseja, para dezenas de milhares de alunos em cada classe ou turma.MOOC é um desenvolvimento recente na área de educação a distância, e umaprogressão dos ideais de educação aberta.O MOOC tem como raízes o movimento dos Recursos Educacionais Abertos edo Conectivismo. Mais recentemente, uma série de projetos de MOOC têmsurgido de forma independente, como Coursera , Udacity , e EDX.Em 2011 a Universidade Stanford lançou três cursos e, alcançando cada um100.000 cursistas dando início à Coursera. Posteriormente o Coursera anunciouparcerias com diversas universidades, incluindo a Universidade da Pensilvânia,Universidade de Princeton e Universidade de Michigan.MIT (Massachusetts Institute of Technology) com o MITx e a Universidade deHarvard com o EDX soluções gratuitas e livres para evitar a comercialização.
  25. 25. A Escola como Espaço de Inclusão DigitalBig Data – E a privacidade ?Um dos maiores obstáculos para a consolidação do big data diz respeito aodebate em torno da privacidade. Muitos dos dados processados sãoinformações pessoais disponibilizadas livremente na web por parte de seuscerca de 2 bilhões de usuários.O Facebook, que reúne quase 1 bilhão de pessoas, ganha dinheiro comquem não se importa em contar sua vida e seus hábitos em troca de umserviço de comunicação gratuito.Para muita gente, soa invasivo um supermercado ter acesso à localização deuma pessoa pelo GPS para poder enviar uma mensagem assim que ela entranuma loja.“Os riscos e os desafios do big data não vão superar as oportunidades”. Nos5 segundos que se leva para ler a frase acima, 144.000 posts e 17.000 fotossão publicados no Facebook.
  26. 26. A Day Made of Glass 2 Same Day ExpandedCorning Vision (2012)https://www.youtube.com/watch?v=jZkHpNnXLB0A Day Made of Glass... Made possible by Corning.(2011)https://www.youtube.com/watch?v=6Cf7IL_eZ38E

×