Fernando Pessoa - Ele mesmo

4.338 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.338
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fernando Pessoa - Ele mesmo

  1. 1. FERNANDO PESSOA
  2. 2. INFÂNCIA Escritor português, nasceu a 13 de Junho, numa casa do Largo deSão Carlos, em Lisboa. Aos cinco anos morreu-lhe o pai, vitimadopela tuberculose, e, no ano seguinte, o irmão, Jorge. Devido aosegundo casamento da mãe, em 1896, com o cônsul português emDurban, na África do Sul, viveu nesse país entre 1895 e 1905, aíseguindo, no Liceu de Durban, os estudos secundários.
  3. 3. RETORNO À LISBOADe regresso definitivo a Lisboa, em 1905, frequentou, por um períodobreve (1906-1907), o Curso Superior de Letras. Após uma tentativafalhada de montar uma tipografia e editora, «Empresa Íbis —Tipográfica e Editora», dedicou-se, a partir de 1908, e a tempo parcial,à tradução de correspondência estrangeira de várias casas comerciais,sendo o restante tempo dedicado à escrita e ao estudo de filosofia.
  4. 4. INFLUÊNCIA NO MODERNISMO Em 1915, com Mário de Sá-Carneiro (seu dilecto amigo, com oqual trocou intensa correspondência e cujas crises acompanhou deperto), Luís de Montalvor e outros poetas e artistas plásticos com osquais formou o grupo «Orpheu», lançou a revista Orpheu, marco domodernismo português.
  5. 5. INFLUÊNCIA NO PRESENCISMO A sua obra, que permaneceu maioritariamente inédita, foidifundida e valorizada pelo grupo da Presença. A partir de 1943, Luísde Montalvor deu início à edição das obras completas de FernandoPessoa, abrangendo os textos em poesia dos heterónimos e de Pessoaortónimo. Foram ainda sucessivamente editados escritos seus sobretemas de doutrina e crítica literárias, filosofia, política e páginasíntimas.
  6. 6. HETERÔNIMOS & OBRAS Entre estes, contam-se a organização dos volumes poéticos de Poesias (deFernando Pessoa), Poemas Dramáticos (de Fernando Pessoa), Poemas (de AlbertoCaeiro), Poesias (de Álvaro de Campos), Odes (de Ricardo Reis), Poesias Inéditas(de Fernando Pessoa, dois volumes), Quadras ao Gosto Popular (de FernandoPessoa), e os textos de prosa de Páginas Íntimas e de Auto-Interpretação, Páginas deEstética e de Teoria e Crítica Literárias, Textos Filosóficos, Sobre Portugal —Introdução ao Problema Nacional, Da República (1910-1935) e Ultimatum ePáginas de Sociologia Política.
  7. 7. SUA MORTE Em 1925, ocorreria a morte da mãe. Fernando Pessoa viria amorrer uma década depois, a 30 de Novembro de 1935 no Hospitalde S. Luís dos Franceses, onde foi internado com uma cólica hepática,causada provavelmente pelo consumo excessivo de álcool.
  8. 8. CRONOLOGIA 13 de junho de 1888 - Nasce em Lisboa, às 3 horas da tarde, Fernando Antônio Nogueira Pessoa.1896 - Parte para Durban, na África do Sul.1905 - Regressa a Lisboa1906 - Matricula-se no Curso Superior de Letras, em Lisboa1907 - Abandona o curso.1914 - Surge o mestre Alberto Caeiro. Fernando Pessoa passa a escrever poemas dos três heterônimos.1915 - Primeiro número da Revista "Orfeu". Pessoa "mata" Alberto Caeiro.1916 - Seu amigo Mário de Sá-Carneiro suicida-se.1924 - Surge a Revista "Atena", dirigida por Fernando Pessoa e Ruy Vaz.1926 - Fernando Pessoa requere patente de invenção de um Anuário Indicador Sintético, por Nomes e Outras Classificações,Consultável em Qualquer Língua. Dirige, com seu cunhado, a Revista de Comércio e Contabilidade.1927 - Passa a colaborar com a Revista "Presença".1934 - Aparece "Mensagem", seu único livro publicado.30 de novembro de 1935 - Morre em Lisboa, aos 47 anos.
  9. 9. PENSAMENTO “Querer não é poder. Quem pôde, quis antes de poder só depoisde poder. Quem quer nunca há-de poder, porque se perde emquerer.”
  10. 10. GRUPO Vitim, O Cara Mateus, O Garanhão Kevin, O Ninja Duduzinho, O Mala Yasmim, A Pensadora Fagundes, O Vacaiado

×