Fernando pessoa

377 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Fernando pessoa

  1. 1. Fernando Pessoa
  2. 2. Biografia • Fernando Pessoa (1888-1935) nasceu em Lisboa, Portugal, no dia 13 de junho de 1888. Ficou órfão de pai aos 5 anos de idade. Seu padastro era o comandante João Miguel Rosa. Foi nomeado cônsul de Portugal em Durban, na África do Sul. Acompanhou a família para a África e lá recebeu educação inglesa. Estudou em colégio de freiras e na Durban High School.
  3. 3. • Em 1901 escreveu seus primeiros poemas em inglês(13 anos). Em 1902 a família volta para Lisboa. Em 1903 (15)Fernando volta sozinho para a África do Sul, onde submete-se a uma seleção para a Universidade do Cabo da Boa Esperança. Em 1905(17) de volta à Lisboa, matricula-se na Faculdade de Letras, onde fez um curso de Filosofia. Em 1907(19) abandona esse curso. Em 1912 (24)estreou como crítico literário.
  4. 4. • Fernando Pessoa foi vários poetas ao mesmo tempo. Tendo sido "plural" como se definiu, criou vários poetas, que conviviam nele. Cada um tem sua biografia e traços diferentes de personalidade. Os poetas não são pseudônimos e sim heterônimos, isto é indivíduos diferentes, cada qual com seu mundo próprio, representando o que angustiava ou encantava seu autor.
  5. 5. • Criou entre outros heterônimos, Alberto Caeiro da Silva, Álvaro de Campos,Ricardo Reis e Bernardo Soares. Campos tem um estilo associado ao do poeta norte-americano Walt Whitman.
  6. 6. • Em 1915, liderou um grupo de intelectuais, entre eles Mário de Sá Carneiro e Almada Negreiros. Fundou a revista Orfeu, onde publicou poemas que escandalizaram a sociedade conservadora da época. Os poemas "Ode Triunfal" e "Opiário", escritos por Álvaro de Campos, causaram reações violentas contra a revista. Fernando Pessoa foi chamado de louco.
  7. 7. • Autopsicografia • O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente. • E os que leem o que escreve, Na dor lida sentem bem, Não as duas que ele teve, Mas só a que eles não têm. • E assim nas calhas de roda Gira, a entreter a razão, Esse comboio de corda Que se chama coração.
  8. 8. • Análise formal: * 3 Quadras * Métrica: 5 ou 6 silabas métricas * Esquema rimático: ABAB - cruzada * Rima regular e rica Trabalho realizado por : Pedro Miguel 9ºC

×