Odontoma Composto

5.540 visualizações

Publicada em

Apresntação de TCC UNICID

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.540
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Odontoma Composto

  1. 1. Características Clínicas e Radiográficas dos Odontomas Compostos<br />AUTOR: RODRIGO BAITELO MARINHO<br />Orientadora: Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli<br />São Paulo2009<br />
  2. 2. Resumo<br />É um tumor odontogênico benigno, composto de tecido de origem epitelial e mesenquimal, caracterizados por formação de tecidos dentários que apresentam diferentes estágios de diferenciação histológica e morfológica.<br />É um tumor odontongênico mais freqüente(67%) e normalmente interfere na erupção normal de dentes permanentes. <br />
  3. 3. Introdução <br />É considerado um distúrbio de desenvolvimento (hamartoma).<br />São assintomáticos e podem causar expansão da cortical óssea.<br />Etiologia: desconhecida<br />Acomete ambos os sexos na 2º década de vida, sendo mais comum na região anterior da maxila.<br />Diagnóstico: exames radiográficos de rotina<br />Tratamento: remoção cirúrgica<br />
  4. 4. ODONTOMA COMPOSTO<br />Imagem cedida pela Profª. Dulce Helena Cabelho Passarelli<br />
  5. 5. ODONTOMA COMPOSTO<br />Imagem cedida pela Profª. Dulce Helena Cabelho Passarelli<br />
  6. 6. Revisão de Literatura<br />
  7. 7. Reichart e Philipsen, em 2000:<br /><ul><li>O odontoma composto é uma malformação (hamartoma).
  8. 8. São assintomáticos e apresentam um conjunto de dentículos que encontra em uma cápsula fibrosa.
  9. 9. Etiologia: desconhecida
  10. 10. Acomete mais o sexo masculino e região anterior da maxila.
  11. 11. Diagnóstico: exames radiográficos ou falta de erupção na idade média de 17,2 anos.
  12. 12. Tratamento: cirúrgico.</li></li></ul><li>Boraks, em 2001, relata:<br /><ul><li>É um tumor benigno no qual os tecidos odontogênicos estão representados, através de várias estruturas semelhantes aos dentes.
  13. 13. Apresentam como vários dentículos de forma e tamanho variados tendo espaço periodontal, lâmina dura e muitas vezes polpa.
  14. 14. Etiologia: desconhecida
  15. 15. Diagnóstico: exames radiográficos
  16. 16. Tratamento: cirúrgico e prognóstico excelente.</li></li></ul><li>Cardoso et al, em 2003:<br /><ul><li>É um distúrbio de desenvolvimento.
  17. 17. Histologicamente: esmalte, dentina, polpa e cemento em um estroma de tecido conjuntivo fibroso, sendo toda massa envolta por uma cápsula fibrosa.
  18. 18. Etiologia: desconhecida.
  19. 19. Acomete mais o sexo feminino e localiza-se com freqüência na região anterior da maxila.
  20. 20. Radiograficamente: é constituído de 2 ou mais dentículos e apresenta-se como um conglomerado desordenado de zonas radiopacas, intermediadas de zonas radiolúcidas
  21. 21. Tratamento: cirúrgico com enucleação da lesão.</li></li></ul><li>Paiano et al, em 2006:<br /><ul><li>É um tumor odontogênico misto, de origem epitelial. Consideram-no ainda um hamartoma.
  22. 22. Histologicamente: revela a presença de esmalte, dentina, tecido pulpar e cemento.
  23. 23. Etiologia: desconhecida.
  24. 24. Não tem predileção por sexo e freqüente na segunda década de vida
  25. 25. Diagnóstico: através de exames radiográficos. A tomografia computadorizada apresenta-se grande importância como auxiliar no diagnóstico.
  26. 26. Radiograficamente: lesão radiopaca constituída de múltiplas estruturas semelhantes a dentes, envoltas por halo radiolúcido
  27. 27. Tratamento: enucleação da lesão com completa remoção da cápsula que o envolve.</li></li></ul><li>Júnior Lima et al, em 2009:<br /><ul><li>São hamartomas.
  28. 28. Histologicamente: apresenta esmalte, dentina, polpa e cemento em um estroma de tecido conjuntivo frouxo, sendo envolvido por uma cápsula fibrosa.
  29. 29. Apresentam crescimento lento e são assintomáticos.
  30. 30. Geralmente pequenos, mas podem ultrapassar o tamanho do dente e causar tumefação alveolar e conseqüente assimetria facial.
  31. 31. Acometem indivíduos na segunda década de vida sem predileção por sexo.
  32. 32. Diagnóstico: exames radiográficos.
  33. 33. Tratamento: remoção cirúrgica por excisão local.</li></li></ul><li>Discussão<br />
  34. 34. Reichart e Philipsen(2000); Cardoso et al(2003); Paiano et al(2006); Júnior Lima et al(2009); relataram que os odontomas são harmatomas(anomalias de desenvolvimento).<br />Boraks(2001); em contrapartida, sugere que os odontomas são tumores odontogênicos benignos mistos de origem epitelial.<br />
  35. 35. Imagem cedida pela Profª. Dulce Helena Cabelho Passarelli<br />
  36. 36. Imagem cedida pela Profª. Dulce Helena Cabelho Passarelli<br />
  37. 37. Imagens cedidas pela<br /> Profª. Dulce Helena Cabelho Passarelli<br />

×