Caso cli nico tcc1

326 visualizações

Publicada em

hiperdontia: relato de caso com 10 elementos supranumerários

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
326
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caso cli nico tcc1

  1. 1. HIPERDONTIA: RELATO DE CASO COM 10 ELEMENTOS SUPRANUMERÁRIOS UNIVERSIDADE NILTON LINS CURSO: ODONTOLOGIA ALUNA: ELIANA DA SILVA BATISTA Revista Bahiana de Odontologia. 2013 out;4(2):138-146 AUTORES: Thiago Felippe Oliveira de Macedo ; Maysa Nogueira de Barros Melo; Fabio de Freitas Pereira Freire (et. al.)
  2. 2. Hiperdontia ou dentes supranumerários  Alteração do número de unidades dentárias, pode ser Uni ou bilateral, único ou múltiplos;  1 a 3%, associada a hereditariedade, síndromes meio ambiente e alterações sistêmicas (Corrêa, 2009; Sholapurkar, 2010; Neville, 2009; Buggenhout, 2008; Yague,2009).  Predominância masculina de 2:1 e classificados em mesiodentes, distomolar, paramolar , rudimentar e suplementar;  Diagnóstico, exame radiográfico panorâmicas e periapicais (Guedes,2010; Azenha,2007; Coelho, 2011; Candeiro,2009). INTRODUÇÃO
  3. 3. • Relatar um caso raro de dez unidades dentárias supranumerárias em um paciente não sindrômico e discutir a respeito do mais adequado tratamento OBJETIVO
  4. 4. • Gênero masculino, 19 anos, melanoderma, não sindrômico. • Ao exame clinico:  padrão facial dólicofacial e classe II esquelético. RELATO DE CASO Figura 1 – Norma frontal
  5. 5. • Exame clínico: Presença de duas unidades dentárias supranumerárias na região das unidades 33 e 34, ausência das unidades 35 e 45, apinhamento dentário, oclusão classe III em primeiros molares bilateral e mordida aberta na região de canino bilateral. RELATO DE CASO Figura 2 - Intra-oral – Norma Frontal
  6. 6. Oito unidades inclusas (01 na região da unidade 18 e 01 na região da unidade 28 (4º molares), 04 na região da unidade 34 e 02 na região da unidade 44) e dois elementos presentes na cavidade oral na região das unidades 14 e 24. RELATO DE CASO Figura 3- Radiografia Panorâmica dos Maxilares
  7. 7. Exodontia das dez unidades supranumerárias • Os quatro terceiros molares e as unidades 34 e 44 inclusas sob anestesia geral. Realizou-se anestesia infiltrativa terminal com Lidocaína 2% com epinefrina1:200.00 em fundo de vestíbulo na região de molares superiores e bloqueio dos nervos alveolar inferior, bucal e mentoniano. RELATO DE CASO
  8. 8. • Incisão em envelope na região de superiores e ao longo de toda a arcada inferior, seguida de descolamento mucoperiosteal, osteotomia com broca esférica multilaminada nº 08. Irrigação com soro fisiológico 0,9% e sutura com Monocryl 4.0. RELATO DE CASO Figura 4 -Trans-cirúrgico
  9. 9. RELATO DE CASO Figura 5 - Unidades extraídas
  10. 10. No 10º dia pós-operatório, cicatrização completa dos tecidos moles ao exame físico. RELATO DE CASO Figura 6- Radiografia Panorâmica Final
  11. 11. • Caso raro de Hiperdontia por não estar associado a síndrome. O tratamento cirúrgico é unânime, com controversas referente ao momento ideal da intervenção cirúrgica, logo após o total desenvolvimento das raízes dentárias(Almeida, 2010; Reis,2006). • Quanto à não intervenção cirúrgica precoce dos supranumerários, na ausência de patologias como cistos, tumores, interferência no irrompimento ou na formação normal dos dentes adjacentes, prejuízo no desenvolvimento fisiológico da erupção, bem como tratamento ortodôntico previsto (Reis,2006). DISCUSSÃO
  12. 12. • Aguardar a intervenção cirúrgica dos supranumerários, pois quanto menor for a raiz menor será a osteotomia, Os riscos de lesão de estruturas nobres são as mesmas, independe do momento em que opta pela exodontia (Almeida, 2010). Recomenda-se a remoção cirúrgica dos supranumerários (Candeiro, 2009; Almeida, 2010). • Importante o exame clínico e radiográfico e tomografias (Correa, 2009; Sholapurkar, 2010; Almeida, 2010), o diagnóstico e tratamento adequado, tem objetivo de prevenir impactação de dentes permanentes, apinhamento dental, má oclusão, erupção retardada, DATM, rotação dentária, desenvolvimento de patologias orais, entre outros (Corrêa, 2009; Coelho, 2011; Candeiro, 2009; Almeida, 2010). DISCUSSÃO
  13. 13. • Em paciente não sindrômico é raro a ocorrência de dentes supranumerário. • É importante reconhecer e o diagnostico precoce de dentes supranumerários, atenção quanto a sua prevalência, localização e tratamento adequado para obtenção da estética, oclusão e função dentária. Exames por imagem como as radiografias panorâmicas. CONCLUSÃO
  14. 14. •Obrigada!!!

×