Colonização Espanhola

51.942 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
4 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
51.942
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
277
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
593
Comentários
4
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Colonização Espanhola

  1. 1. Colonização Espanhola
  2. 2. A colonização espanhola na América <ul><li>Começou com a chegada de Cristóvão Colombo às Américas em 1492 . Colombo procurava um novo caminho para as Índias e convenceu-se de que o encontrara. Ele foi feito governador dos novos territórios e fez várias outras viagens através do Oceano Atlântico . Enriqueceu com o trabalho de escravos nativos, que obrigou a minar ouro , e também tentou vender escravos na Espanha . Apesar de ser geralmente visto como um excelente navegador, era fraco como administrador e foi destituído do governo em 1500 . </li></ul><ul><li>A chegada dos espanhóis à América insere-se no contexto da expansão marítima européia. A colonização levou a Espanha a fazer incursões no novo continente, dominando e destruindo culturas indígenas, como a dos incas e dos astecas , em busca de metais preciosos encontrados e explorados em grande quantidade pelos conquistadores, que se utilizavam para tanto da mão-de-obra servil indígena. </li></ul>
  3. 3. Descobrimentos Marítimos
  4. 4. Descobrimento e Conquista <ul><li>Em 1492, Cristóvão Colombo &quot;descobriu&quot; a América. As terras encontradas foram disputadas entre Portugal e Espanha . Para controlar a disputa entre esses países, o papa espanhol Alexandre VI propôs a Bula Intercaetera , dividindo o Oceano Atlântico por um meridiano. Mas, com o meridiano, Portugal só teria direito as terras africanas. </li></ul><ul><li>A Coroa portuguesa pressionou para mudarem o acordo e foi assinado o Tratado de Tordesilhas , dividindo o continente entre os dois países. Mas os outros países europeus não concordaram com isso e fundaram colônias na América. </li></ul><ul><li>A Conquista da América espanhola aconteceu de forma exploratória e eles ocupavam o espaço, apropriando-se de suas riquezas.Os espanhóis dizimaram as populações indígenas, impondo sua cultura, língua e religião. </li></ul>
  5. 5. Colônias Espanholas <ul><li>Colônias Espanholas </li></ul><ul><li>As áreas nas Américas sob controle Espanhol incluíam a maior parte da América do Sul , do Norte e Central , </li></ul><ul><li>Os primeiros anos viram uma luta entre os Conquistadores e a autoridade real. Os Conquistadores eram geralmente nobres empobrecidos que queriam adquirir terra e trabalhadores ( Encomienda ) que eles não poderiam ter na Europa. </li></ul><ul><li>Caribe </li></ul><ul><li>A Espanha reivindicou todas as ilhas nas Caraíbas apesar deles não terem colonizados todas. Possuíam colônias nas Antilhas de Barlavento e de Soutavento e: </li></ul><ul><li>Antígua e Barbuda </li></ul><ul><li>Cuba </li></ul><ul><li>Hispaniola , a atual República Dominicana e Haiti </li></ul><ul><li>Jamaica </li></ul><ul><li>Porto Rico </li></ul><ul><li>Butão </li></ul>
  6. 6. <ul><li>América Central </li></ul><ul><li>Costa Rica </li></ul><ul><li>El Salvador </li></ul><ul><li>Guatemala - Fundada pelos espanhóis em 1523, </li></ul><ul><li>Honduras </li></ul><ul><li>Nicarágua - Fundada em 1524 por Hernandez de Cordoba </li></ul><ul><li>Esses países tornaram-se independentes da Espanha em 1821 durante a Guerra de Independência do México. </li></ul><ul><li>Panamá - Como parte da Colômbia, tornou-se independente em 1819 . </li></ul><ul><li>América do Norte </li></ul><ul><li>México </li></ul><ul><li>América do Sul </li></ul><ul><li>Bolívia </li></ul><ul><li>Peru </li></ul><ul><li>Equador </li></ul><ul><li>Paraguai </li></ul><ul><li>Uruguai ( Espanha estava disputando com Portugal </li></ul><ul><li>Colômbia </li></ul><ul><li>Chile </li></ul><ul><li>Argentina </li></ul><ul><li>Venezuela </li></ul>
  7. 7. Colônias Espanholas na América do SUL
  8. 8. Espanha na América <ul><li>México </li></ul><ul><li>Os astecas acreditavam que os conquistadores espanhóis eram enviados dos deuses (de acordo com os estudiosos ortodoxos), tendo oferecido pouca resistência aos seus avanços. (Ironicamente, Cortés não menciona este episódio nas suas cartas ao Rei Carlos V de Espanha .) </li></ul><ul><li>Após uma importante batalha em 1519, na qual as forças espanholas foram derrotadas e obrigadas a bater em retirada, os espanhóis reagruparam-se fora do Vale do México . Passados oito meses estavam de regresso, tendo ao seu lado um contingente ainda maior de nativos seus aliados. Por esta altura a varíola , trazida pelos espanhóis, havia dizimado a população asteca, reduzindo drasticamente a capacidade de combate das forças astecas. A capital Tenochtitlan foi sitiada, tendo este facto conduzido à derrota total dos astecas em 1521 . Apesar das suas armas de metal, cavalos, canhões e milhares aliados indígenas, os espanhóis levaram sete meses inteiros para conseguir a capitulação dos astecas. Tratou-se de um dos mais longos cercos continuados da história mundial. </li></ul><ul><li>Foram três os principais factores contribuintes para a vitória espanhola. Em primeiro lugar, os espanhóis possuíam tecnologia militar superior, incluindo armas de fogo , bestas , armas de ferro e aço e cavalos . Outros aliados dos espanhóis foram as várias doenças do Velho Mundo que haviam levado com eles (principalmente a varíola), para as quais os nativos não tinham qualquer imunidade e que acabariam por tornar-se pandémicas , dizimando uma grande parte da população nativa. Por último, os espanhóis conseguiram fazer seus aliados vários povos sob o domínio do Império Asteca que viam os espanhóis como o meio de se libertarem do poder asteca, destacando-se de entre eles os tlaxcaltecas . </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Uma vez dominada a região central do continente os espanhóis se voltaram para a América do Sul. Nessa empreitada, destacou-se a expedição comandada por Francisco Pizarro, um militar de ascendência nobre submeteu o poderoso império Inca. A disputa pelo trono entre os irmãos Huáscar e Atahualpa, líderes incas facilitaram sua ação. </li></ul><ul><li>Quando Pizarro chegou à região, em 1532, Atahualpa já havia derrotado o irmão. Instalando em Cajamarca, tentava controlar o império. Com a chegada dos invasores, saiu da cidade com a corte e cerca de 30 mil soldados, aceitando encontrar-se com Pizarro, em missão de Paz. Mas este distribuiu soldados no local do encontro, com o objetivo de surpreender e capturar o imperador. </li></ul><ul><li>A um grito de Pizarro, os espanhóis atiraram-se sobre a multidão. Prenderam o imperador e mataram quase todos seus acompanhantes. Em troca da libertação de Atahualpa, exigiram um quarto cheio de ouro e dois cheios de prata. </li></ul><ul><li>O império se mobilizou. Estatuetas de deuses e adornos foram derretidos. Em alguns meses, os aposentos estavam cheios. Pizarro separou as partes do rei, da igreja, dos soldados, e a maior, para si. Só a liteira do Inca, seu troféu de general, pesava 83 kg de ouro puro. Condenado à morte, Atahualpa teve a cabeça estraçalhada por um torniquete de ferro. </li></ul>
  10. 10. Independência das Colônias Espanholas na América do Sul <ul><li>Em 1816 e 1825 , a maior parte da América do Sul espanhola se tornou independente, sob a liderança de Simón Bolívar e José de San Martín , e conseqüentemente dividiu-se em países : Venezuela , Colômbia , Equador , Peru , Bolívia , Chile , Argentina , Paraguai e Uruguai . O Brasil se tornou independente de Portugal em 1822 . A Guiana Inglesa se tornou Guiana independente em 1966 , Suriname , colônia holandesa, teve sua independência em 1975 , mas a Guiana Francesa ainda continua sob domínio francês . </li></ul><ul><li>O continente permaneceu politicamente independente na maior parte do século XIX , principalmente graças à doutrina Monroe , que evitou a expansão européia . Ao mesmo tempo, recebeu cerca de 15 milhões de imigrantes provenientes da Europa , e sofreu influências culturais e ideológicas tanto dos Estados Unidos quanto da Europa . </li></ul>

×