O Design nas Pequenas e Médias Empresas (PME's)

834 visualizações

Publicada em

Conteúdo da palestra ministrada por Vicente Carvalho, sobre o processo de conscientização aos empresários do Design que ele e sua equipe fazem na Ócsso Design Estratégico.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
834
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Design nas Pequenas e Médias Empresas (PME's)

  1. 1. Quem sou eu? Goiânia Brasília Recife
  2. 2. O Designe as MPE’sPorque eles ainda parecem tão distantes?
  3. 3. Em todas as palestras só falam em Apple...
  4. 4. e do Karim Hashid......Ele é inegavelmente um ícone do design contemporâneo, mas lidamos no dia a dia com realidade muito diferente disso.
  5. 5. O Design no Brasil
  6. 6. O Design no Brasil No Brasil o termo “design” foi adotado no final do século XX, o que antes sempre era intitulado de “desenhista industrial”
  7. 7. Mas ele existe desde sempre.
  8. 8. Um dos grandes nomesresponsáveis pela difusão do design no Brasil.
  9. 9. Mas, então,o que é Design?
  10. 10. Design de Hair sobrancelha? CakeDesign? Design?
  11. 11. “logozinha”
  12. 12. marcagráficaHoje em dia, sabemosque marca é tudoaquilo que ajuda ocliente a formular umaopinião sobre produtoou empresa.
  13. 13. A marca é uma promessa.Um contrato não falado.
  14. 14. Esse processo de criar esse contrato não falado, é o que chamamos de BRANDING: http://vimeo.com/13229280
  15. 15. Para cada projeto, um processo:
  16. 16. Para começarmos esse processo, pensamos nos stakeholders, que do projeto em questão são: entidades clientes mídia marca funcio- nários parceiros fornece- dores investi- dores
  17. 17. Como a marca deve ser percebida?A essa indagação, chamamos de posicionamento, que deve ser: claro, único e certeiro.
  18. 18. > Hidratação Tagline:Em busca da real beleza
  19. 19. Posicionamento: > Água com baixo teor de sódio Tagline:Água leve
  20. 20. Posicionamento Via Green: “Logística e sustentabilidade integrados de forma inteligente e eficaz.”
  21. 21. Depois disso, buscamos a tagline: Um tagl um ine éman escla um tr a , rece sloga uma dor, n, uma afirm um emp ação resa de .
  22. 22. Alguns exemplos: Invent. Amo muito tudo isso. RedBull te dá asas...
  23. 23. Da Via Green:Logística e natureza caminhando juntos
  24. 24. Painel imagético
  25. 25. Simbologia da marca
  26. 26. Encontramos então no PATO, um dos poucos animais da natureza que voa, andae nada com competência, e que é dotado de perfeito senso de direção, essa peça do quebra cabeça para fechar a idéia do símbolo.
  27. 27. Como validar a promessa?
  28. 28. Através das manifestações da marca desde a papelaria...
  29. 29. À criação de um selo certificador de controle de carbono
  30. 30. Folder
  31. 31. Guia de Marca
  32. 32. Site
  33. 33. Os símbolos acionam a inteligência, a imaginaçãoe a emoção de maneira que nenhuma outra forma de aprendizagem consegue.
  34. 34. Identidade de marca
  35. 35. Identidade verbal Naming Scripts de Atendimento Tom de Voz Dicionário de Brand Book Marca Tag line Brand manifesto
  36. 36. Identidade visual Logotipo Design Linguagem Conceito Pontos de Visual tipográfico Contato Store Padrão Padrão Cromático Fotográfico
  37. 37. Que tal uma prova disso tudo?http://www.youtube.com/watch?v=lqgwRXvM4BM&feature=g-hist
  38. 38. E como lidar com o redesenho de uma marca existente? > Assim como pessoas, a marca de uma empresa também envelhece, muitas vezes envelhece bem.
  39. 39. >Mas algumas vezes envelhece de forma estranha ou fica com cara de ser algo que não é mais.
  40. 40. Alguns redesenhos sem sentido: > Seria uma montanha de gelatina?
  41. 41. > Aviãozinho de papel ? Que original...
  42. 42. >Por conta da mudança desastrosa, o CEO da empresa teve que voltar atrás e pedir desculpas aos consumidores.
  43. 43. Quando um símbolo aleatório não agrega em nada. >E ainda há a iminência de ser plágio.. ou um vetor de banco de imagens: ????
  44. 44. Mas, em compensação tivemos muitas boas mudanças: >
  45. 45. >A empresa precisavase consolidas comomarca única, mas nãopodia abandonar suascategorias de atuação
  46. 46. >Por ouvirem seus consumidores e usários,oficializaram a forma abreviada como todos jáfalavam o nome da companhia. Gênio!
  47. 47. > O símbolo da folha caindo traduz perfeitamente o posicionamento da empresa de apenas utilizar insumos que a natureza , em tese, descartaria.
  48. 48. Case Cliente: Medicina Ocular RondôniaRedesenho Marca
  49. 49. OftalmologiaÉ um ramo da medicina que investiga e trata asdoenças relacionadas com a visão e com os olhos eseus anexos. Especialidade médica que se dedica aoestudo e tratamento das doenças e erros de refraçãoapresentados pelo olho.Etimologicamente, a palavra provém do gregoophthalmós (olho) + logos (estudo), ou seja:estudo do olho.
  50. 50. A empresa Medicina OcularA empresa oferece serviços de tratamentosoftalmológicos, tais como:Serviços oftalmológicos, consulta, exames, lentesde contato e cirurgias oftalmológicas.Principalmente nas áreas de Catarata, Córnea(transplante de córnea, anel de ferrara, cirurgiarefrativa), Oculoplástica (Plástica daspálpebras), Estrabismo, Lentes de contato eem breve exames e cirurgia de retina.
  51. 51. Concorrentes indiretos Foi feita uma pesquisa com marcas do Brasil e fora do país, pra buscar entender como essas empresas se comunicam: Marcas que outras Marcas que usam o Marcas que estilizam o referências maisdesenho literal do olho símbolo do olho subjetivas do olho
  52. 52. Estudo dos símbolosSeparando apenas os símbolos, percebemos a grandeincidência do símbolo do olho, mas sem referência aotratamento feito ao olho, o que faz com que ele seja umsímbolo que poderia ser aplicado pra qualquer outra área. Com exceção desses símbolos, que tem uma identidade mais forte.
  53. 53. Estudo das coresAs maiores incidências de cores foram:
  54. 54. O olhar: o que ele diz sobre nós?
  55. 55. “A visão sempre foi para ohomem seu sentido maisaguçado. Sua porta mais abertapara perceber o mundo em suavolta. A visão é a janela da almahumana.”(...)Ela perguntava com o olharOnde se começa a procurarNesse mundo sem respostasAs respostas encontrar. (...)(Ela conversa com o olhar - Erasmo Carlos)“Quando fixo meu olhar sobre o outrem euo concebo, por probabilidade, em umcontexto, ele se refere a mim mesmo e aalguma outra coisa além dele próprio (olocal onde se encontra). Isto o faz sujeito,além de sua objetividade. Quando souolhado, é minha objetividade queprevalece. Ser uma coisa para o outrem,ou seja, para aquele que me olha, é aanulação da minha liberdade, porque ooutrem me envolve com seu olhar e merevela o meu ser-objeto.” O olhar segundo Jean-Paul Sartre
  56. 56. Painel deImagens deReferência
  57. 57. Além dessas imagens sobre os olhos, temos quevalorizar o que é de mais importante: o que nossos olhosnos proporcionam ver e sentir.
  58. 58. Para as propostas de marca, foram seguidos três caminhos: Tradicão Redesenho Inovação
  59. 59. Proposta 1TradiçãoOu seja, a proposta foi elaboradacom base em outras marcas queutilizam o símbolo do olho.
  60. 60. Proposta 1medicina ocular
  61. 61. Proposta 2RedesenhoOu seja, ter como a base, a marcaatual, e adequando-a a padrõestécnicos e contemporâneos.
  62. 62. Proposta 2medicina ocular
  63. 63. Proposta 3InovaçãoOu seja, romper com os padrõesatuais do segmento, criando novaspossibilidades de interpretação parao símbolo e, com isso, visibilidade àempresa.
  64. 64. Proposta 3
  65. 65. Panorama de propostas 3 1 2medicina ocular medicina ocular
  66. 66. Porque investirna marca?
  67. 67. Facilita a compra Facilita a venda para Facilita a construçãopara o consumidor a equipe de vendas de valor da marca área de atuação: locação de equipamentos para construção civil posicionamento: ajudar o cliente a fazer a locação para esses produtos, seja de que forma, sempre ajudar. naming: significa “ajudante” em inglês. marca: vestimos a camisa para ajudá-lo! tagline: uma mãozinha para sua obra!
  68. 68. O nosso foco nas MPE’s São os inovadores do cotidiano!Embalagem que fizemos para a Inovam, uma indústria deCastanha localizada no interior de Rondônia, que tem um grande potencial de negócios.
  69. 69. Dados MPE no BrasilAs MPEs no Brasil O que isso representa 20% R$ 700 bilhões do PIB
  70. 70. O que isso representa60% dos 56,4 milhões de empregos empregos
  71. 71. As MPEs no Brasil O que isso representa 99% 5,7 milhões de MPEs das MPE empresas MPE MPE MPE MPE MPE MPE MPE
  72. 72. Vamos parar de reclamar?Tanto nós designers como as empresas. http://www.youtube.com/watch?v=Z2ssoHzTFPI&feature=g-hist
  73. 73. Perguntas??! Meus contatos: /vicente.carvalho /ocsso vicente@ocsso.com.br www.razoesparaacreditar.com www.hypeness.com.br
  74. 74. BRIGADO!

×