Apresentação TCC Pesquisa, Conceito e Produto: Cachaça Raiz

11.914 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design, Negócios
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.914
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
73
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
405
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação TCC Pesquisa, Conceito e Produto: Cachaça Raiz

  1. 1. Istituto Europeo di DesignMaster Industrial DesignProjeto de Criação de Embalagem para a Cooperativade Produtores de Cachaça de São João da Boa VistaVicente CarvalhoFabiana MaruíOrientador: Marcelo FariasSão Paulo | 2009
  2. 2. ÍndiceObjetivo do projetoHistóricoO universo da cachaçaO mercadoConsumo e produçãoTendências de consumoConcorrentes diretosConcorrentes indiretosPerfil dos consumidores de cachaça artesanalImportância na embalagem no produtoOs rótulos contam a história da cachaçaEstratégiaAnálise SWOTDiretrizes e criaçãoEmbalagens do produto Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  3. 3. Objetivo do projetoDesenvolvimento de um blending de dezalambiques de São João da Boa Vista, para olançamento de uma única marca para o mercadoda Grande São Paulo. Com criação de marcae embalagem para esta nova marca, e umaestratégia de inserção neste mercado. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  4. 4. HistóricoCooperativa dos Produtores de Cachaça de SãoJoão da Boa Vista existe há 5 anos;Distribuição. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  5. 5. O Universoda cachaça Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  6. 6. História da Cachaça- Aguardente de cana surgiu ao acaso, atravésdas impurezas retiradas durante o processo defervura do caldo da cana na produção do açúcar,chamada de cagaça;- Consumo restrito aos escravos - estimulantepara aguentar o trabalho duro;- Mais tarde a cagaça ao ser destilada deu aorigem à cachaça;- Produção da Cachaça se inicia qdo chegam osprimeiros colonos no Brasil; Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  7. 7. História da Cachaça- Século XVI: produção é qualificada e se tornauma aguardente de consumo geral e nacional;- 1819: a cachaça é considerada uma bebidagenuinamente brasileira .Tornou-se nacionalcom os movimentos politicos em prol daindependência;- Século XX: a cachaça passa a ter grandeimportancia economica para o Brasil. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  8. 8. Processo de produção artesanal Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  9. 9. Processo de produção artesanal Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  10. 10. Processo de produção artesanal Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  11. 11. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  12. 12. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  13. 13. O mercado- Mercado mundial movimenta U$ 15 bilhões porano, mas o Brasil exporta apenas U$ 8,5 milhões dedólares;- Preço e forma de comercialização das cachaçasartesanal e industrial são diferentes;- Na Alemanha, é a bebida mais lembrada depoisda cerveja;- Diferença na forma de consumo. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  14. 14. Consumo e produção- Aguardente de cana é a terceirabebida mais consumida no mundo ea primeira no Brasil- 75% da produção é industrial e25% artesanal- Principais compradores:Alemanha, Paraguai, Itália, Uruguaie Portugal- Maiores produtores: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  15. 15. Consumo e produção 2% BA 2% PB 4% PR- Aguardente de cana é a terceira 8% GObebida mais consumida no mundo ea primeira no Brasil 8% MG 8% RJ- 75% da produção é industrial e 11% CE25% artesanal 12% PE- Principais compradores:Alemanha, Paraguai, Itália, Uruguaie Portugal 45% SP- Maiores produtores: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  16. 16. Tendências de Consumo- Consumidores de clase A e B;- Melhoria na imagem do produto(utilização de embalagem diferenciada);- Cachaças premium de R$ 100,00 a R$1000,00;- Presença em bares e restaurantessofisticados e em hotéis de luxo; Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  17. 17. Tendências de Consumo- Aumento de movimentação do Mercadodeve-se:1.Organização Setorial e incentivo à produçãode qualidade;2.Qualificação e padronização da produção3. Produto no exterior aumenta a percepção devalor no mercado interno;- 2003 a Cachaça foi reconhecida comodestilado exclusivo do Brasil. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  18. 18. Concorrentes diretos Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  19. 19. Cachaça Espírito de MinasProdutosGarrafas de 700ml, 750ml, 120ml, 50ml, copos com logo, mexedor, copo decerâmica com logo, pins, relógio, canetas, camisetas, chaveiro, canetas demadeira e bonés. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  20. 20. Cachaça Germana - A Cachaça da PalhaPremiaçãoHyatt Cachaça Awards Prata 2 – Cachaça Germana - em julho de 2005Hyatt Cachaça Awards Ouro 3 - Germana Heritage 10 anos - em julho de2005ProdutosGermana Heritage 750ml envelhecida 2 anos em bálsamo e 8 em carvalho,1L, 300ml, kit com 2 unidades 1l, kit com 3 unidades de 50ml, maleta com 1garrafa de 750ml e 4 taças, 700ml, personalização da garrafa com nome dapessoa ou logo da empresa. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  21. 21. Cachaça Chico MineiroAguardente de cana fermentada edestilada envelhecida. Graduaçãoalcoólica 44%vol. Conteúdo 700ml, vidro.Cachaça nacional fabricada em MinasGerais. Tem também a versão Prata e a de50ml. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  22. 22. Cachaça SeletaProdutosSeleta: Graduação alcoólica: 42,0% vol. Tempo dearmazenamento: Dois anos. Madeira: Umburana.Especialidade: É uma das mais vendidas do Brasil.Boazinha: Graduação alcoólica: 42,0% vol. Tempo dearmazenamento: Dois anos. Madeira: Bálsamo.Produção: Caldo de cana fermentado, destilado earmazenado por dois anos.Especialidade: Quem toma uma vez pede novamente.Saliboa: Graduação alcoólica: 45,5% vol. Tempo dearmazenamento: Dois anos. Madeira: Ipê-amarelo.Especialidade: Produzida para agradar apreciadoresexigentes. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  23. 23. Cachaça Sagatiba - A CachaçaProdutosPrêmiosA Sagatiba foi avaliada como uma das melhorescachaças do mundo pelo Beverage Testing Institute(BTI), de Chicago, um dos mais respeitadosinstitutos de análise de bebidas alcoólicas. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  24. 24. Cachaça Nega FulôProdutosNega Fulô - Envelhecida em tonéis de carvalho, ideal para ser consumidapura ou em caipirinhas, combina com petiscos como mandioca, bolinhode bacalhau, pastelzinho e bolinho de carne.Fulô Jequitibá - O Jequitibá é uma madeira neutra, que deixa a cachaçaperfeitamente redonda, destacando o sabor original e natural da cana.EHarmoniza muito bem com alguns pratos, como Ceviche, Casquinha deSiri, Filé de Salmão e Carne de Vitela com molho de limão.Fulô Pau Brasil - Pau-Brasil é uma madeiramarcante e que encarna plenamente oespírito do Brasil, resultando em uma cachaçaencorpada e requintada, com aromas debaunilha, damasco seco e castanha de caju. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  25. 25. Cachaça da TulhaProdutosCachaça da Tulha armazenada em tonéis de JequitibáCachaça da Tulha armazenada em Barris den Carvalho Edição única Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  26. 26. Concorrentes indiretosPara termos umpanorama geraldos concorrentes,pesquisamos tambémas marcas de cachaçasindustriais, e ainda debebidas destiladas emgeral, que são: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  27. 27. Perfil dos consumidores decachaça artesanalA cachaça industrial: classes C e D.Cachaça de alambique: classes A e B.O público pertencente às classes Ae B busca as cachaças artesanais poisreconhece como sendo um produtode qualidade e de maior valoragregado. É o público que frequentaas cachaçarias, que tem entre 30 e 50anos. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  28. 28. Importância da embalagem no produtoA embalagem de consumo adquiriu funções que vão muitoalém das iniciais armazenamento, proteção e transporte demercadorias. Sabe-se que a necessidade da embalagem começoua aparecer à medida que a vida do homem tornou-se maiscomplexa.Hoje, a embalagem agrega valores que a classificam como umaforma de Comunicação, uma vez que serve como suporte únicopara grande número de informações exigidas pelas legislaçõespertinentes, relativas ao peso líquido, nacionalidade daindústria, composição, validade, modo de usar, valor calórico,endereços e telefones para atendimento do consumidor.Segundo Mestriner, “a embalagem é uma ferramenta deMarketing sendo que nos produtos de consumo é também uminstrumento de comunicação que o produto dispõe, uma vez quea grande maioria dos produtos expostos nos supermercados nãotem qualquer apoio de comunicação ou propaganda.” Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  29. 29. Os rótulos contam a história dacachaçaOs rótulos e os acontecimentos socais, políticos eculturais do país.Representações de animais;Símbolos da cultura da cachaça;A figura feminina “Em meio a tantas variações, tamanho hoje é o número de cachaças, o objetivo dos rótulos continua sendo o de identificar as características do povo brasileiro, dotado de costumes próprios que se alteram de acordo com a região do país.” (Lúcia Carvalho Moreira Dias) Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  30. 30. EstratégiaFazer uma pesquisa junto aospotenciais consumidores, que englobaapreciadores da boa cachaça artesanal ecolecionadores dessas bebidas.Também jovens que já estãoconsumindo bebidas em bares,restaurante e baladas. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  31. 31. PesquisaA pesquisa foi feita em locais de São Paulo, em cachaçarias como o Clubda Cana, A Casa da Cachaça, baladas e bares da capital. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  32. 32. ConclusãoEm baladas e bares a marca da cachaça não é o principal motivo de escolhapois em balada pede-se o drink e não é especificada a cachaça, diferenteda vodka, e em bares pedem a dose, também não especificam a marca.O lugar onde é feita a escolha pela marca são nas cachaçarias e confrarias. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  33. 33. SoluçãoDividir a marca em linhas deprodutos, voltada para apreciadoresda cachaça e para os que a consomemocasionalmente. Uma linha premium eoutra mais comercial. Valorizando o fatodela ser produzida artesanalmente. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  34. 34. Análise SWOT - Pequena produção - Baixa produção - Genuinamente nacional - Foco em vários negócios (agricultura e cachaça) - Produção não agride a natureza - Baixos volumes de produçãoA análise SWOT nos - Os alambiques estão cooperados - Qualidade superior - Resistência a mudanças (tradição) - Processos de produção ultrapassados - Desnivelamento do produto nospermite ter uma visão - Produção cuidadosa - Estão se constituindo juridicamente alambiques - Investimentos em comunicação baixosgeral dos potenciais ou inexistentes - Imagem de produto populardo produto e osproblemas que devem sersolucionados. - Cooperativismo legalmente aceito - Exportações - Demanda interna estável - Consumo crescente - Padronização de produto industrial forçando - Crescente aceitação no exterior a padronização do produto artesanal - Hábito de consumo via caipirinha - Alguns consumidores ainda resistentes - Classes CD aumentaram base de consumo - Imagem da cachaça desassociada - Nova classe média emergente do produto artesanal e premium - Consumidor hedonista - Tributação do produto industrial é menor por litro - Consumidor de “luxo” - Marcas próprias do varejo - Consumo por formadores de opinião - Falta de aptidão do consumidor para reconhecer - Confrarias e cachaçarias qualidades sensoriais - Interesse do canal de distribuição pelo produto - Valor percebido baixo - Procura pela bebida natural Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  35. 35. Um movimento de resgate do prestígio dacaninha começa a amansar sua rejeição entre osbrasileiros. Americanos e europeus sedentos por - Pequena produção - Baixa produçãonovas descobertas em destilados vêm encantando - Genuinamente nacional - Produção não agride a natureza - Foco em vários negócios (agricultura e cachaça) - Baixos volumes de produçãocom a bebida. “Criou um ciclo virtuoso, de - Os alambiques estão cooperados - Qualidade superior - Resistência a mudanças (tradição) - Processos de produção ultrapassados - Desnivelamento do produto nosaprimoramento de qualidade, o que não poderia - Produção cuidadosa - Estão se constituindo juridicamente alambiques - Investimentos em comunicação baixosdeixar de abarcar as roupagens dos produtos”. ou inexistentes - Imagem de produto popularO efeito mais extremado disso tudo foi osurgimento das cachaças superpremium. - Cooperativismo legalmente aceito - Exportações - Demanda interna estável - Consumo crescente - Padronização de produto industrial forçando - Crescente aceitação no exterior a padronização do produto artesanal - Hábito de consumo via caipirinha - Alguns consumidores ainda resistentes - Classes CD aumentaram base de consumo - Imagem da cachaça desassociada - Nova classe média emergente do produto artesanal e premium - Consumidor hedonista - Tributação do produto industrial é menor por litro - Consumidor de “luxo” - Marcas próprias do varejo - Consumo por formadores de opinião - Falta de aptidão do consumidor para reconhecer - Confrarias e cachaçarias qualidades sensoriais - Interesse do canal de distribuição pelo produto - Valor percebido baixo - Procura pela bebida natural Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  36. 36. Diretrizes e Criação Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  37. 37. Diretrizes:Enumeramos os possíveis caminhos da diferenciação do produto: Conteúdos Conteúdos Conteúdos distintos com distintos comMesmo conteúdo distintos com embalagemcom embalagens embalagens embalagens iguais com igual com distintas distintas diferentes diferenciação no rótulo tampas Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  38. 38. Diretrizes:Enumeramos os possíveis caminhos da diferenciação do produto: Conteúdos Conteúdos Conteúdos distintos com distintos comMesmo conteúdo distintos com embalagemcom embalagens embalagens embalagens iguais com igual com distintas distintas diferentes diferenciação no rótulo tampas Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  39. 39. Criação da marca | Análise da marcas concorrentes | Levantamento dos nomes LOCAIS PESSOAS ADJETIVOS NÚMEROS ANIMAIS OUTROS- Cachaça da Tulha - Chico Mineiro - Enluarada - 51 - Pitú - Seleta (seleção) (ambiente da - Nega Fulô (apelido) - Fabulosa - 77 - Jacaré - Saliboa fazenda) -Velho Barreiro - Gostosa - 29 - Leão do Norte - Sagatiba (sagaz) - Germana - Anísio Santiago - Magnífica - 100 limite - Leitãozinho - Poesia (província) - Dona Carolina - Macia - 18 - Oncinha - Ypioca- Espírito de Minas - Dona Beija - Queridinha - 21 - Tatuzinho - DJ - Sabor Brasil - Getúlio Vargas - Preciosa - 101 - Tamanduá - Jamel - Serra Preta - Isaura - Velha - 22 - Camelo - Lua Cheia - Lisboa - Lorena - Nabunda - Paraty - Santa Maria - Salicana - Paraty Morena - Santa Rosa - Vamos Nessa - Paraíso - Velha do Morro - Whisk do Pobre - Samba Brasil Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  40. 40. BrainstormingO brainsformingfoi iniciado comitens que foramfrequentementecitados nas nossaspesquisas, ecom imagens ereferências quetínhamos, depoisagrupamos aspalavras por itens: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  41. 41. SENSAÇÃO Refrescância Embriaguez Calor Prazer NÚMEROBrainstorming Satisfação Sossego 51 Tranquili- MUSICALIDADE dade Arrepio ViolãoO brainsforming Queima Digestão Carnavalfoi iniciado com cheiro Cheiro deitens que foram madeira Choquefrequentementecitados nas nossas HÁBITOS DE CONSUMO LUGARpesquisas, e Feijoada Praia Piscinacom imagens e Churrasco ADJETIVO Com limão Fazenda ORIGEM Caipirinha Mato Geladareferências que Brasil Ressaca Enjôo Bêbado Campo Festa Gostosa Quentetínhamos, depois pé-de-cana Encher a cara Ficar doidão Porre PRODUÇÃO Folia Roça Forte Suaveagrupamos as Bebedeira Caipirinha álcool cana Interior Ambiente de bar Rústico Envelhecida Amigospalavras por itens: Limão Gelo palha trama Brasil Coisa do interior Ardido Copinho Mineira Lapada Mesa de madeira Pinga Sol Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  42. 42. Naming:Com essas palavras e imagens, surgiram 3 nomes, partindo dos itensapontados no brainstorming: ORIGEM MUSICALI- HÁBITOS DE DADE CONSUMO Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  43. 43. Naming:Com essas palavras e imagens, surgiram 3 nomes, partindo dos itensapontados no brainstorming: ORIGEM MUSICALI- HÁBITOS DE DADE CONSUMO RAIZ BATUQUE 1dose Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  44. 44. RAIZ BATUQUE 1dose O batuque era uma dança de Hábito típico do bar, A raiz carrega valores como origem africana, com palmas e base, apego às origens, é quando o cliente sapateado, em que se formava pede mais um copo associada a natureza, a uma roda com um solista nocostumes, é a base da árvore, de bebida, é algo centro. Esses costumes os escravos instantaneamente ou seja, sua sustentação. trouxeram para o Brasil, nas associado à cachaça. plantações de cana, e hoje o batuque está presente no samba e outros ritmos típicos do Brasil. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  45. 45. Conceito da marca Raiz: O nome Raiz foi escolhido por melhor expressar os valores que, estrategicamente, são importantes ter na marca. Os valores da marca são:Valores Da terra Força Nacional Única Sustentação Natural Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  46. 46. A marca:A marca surge com elementos muito fortes:A fonte em que está escrito o nome Raiz, aparece como se houvesse sido plantada.O elemento da raiz surge como uma extensão da letra Z, dando a idéia de continuidade.A cor marrom é uma associação imediata ao nome, e uma diferenciação mediantes as outrasmarcas.O nome “cachaça” vem junto com a marca, enaltecendo o valor do produto. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  47. 47. Embalagens doproduto Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  48. 48. Estratégia de design:As 4 estratégias clássicas Obter Entrar na vantagens de linguagem da posicionamento categoria em gôndolas Agregar Inovar imagem Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  49. 49. Estratégia de design:As 4 estratégias clássicas Obter Logística Entrar na vantagens de Verificar como diminuir o atrito linguagem da posicionamento categoria em gôndolas das garrafas , e possibilidades de reaproveitamento das caixas. Romper com Reaproveitamento de materiais a linguagem da categoria No processo de produção da cachaça, é produzida uma grande quantidade Agregar Inovar de bagaço de cana, que em alguns imagem alambiques são queimados, e em outros são jogados fora. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  50. 50. Estrutura da garrafa | Estudo de campoPesquisa sobre as formas de distribuição do produto, emsupermercados e em cachaçarias. Como se destacar em meio atantos outros produtos? Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  51. 51. Estrutura da garrafa | EstudoPara fazer a estrutura da garrafa, analisamos a estrutura dasconcorrentes e a aplicação de rótulos: Rótulo Marca Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  52. 52. Estrutura da garrafa | EstudoPara fazer a estrutura da garrafa, analisamos a estrutura dasconcorrentes e a aplicação de rótulos: A estruturas das garrafas diferenciam-se por: Tamanho, forma, tampas e rótulos. Rótulo Marca Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  53. 53. Conceito:Resgatamos o painel de imagens que já havíamos construído, e fizemosum painel semântico: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  54. 54. Conceito:Resgatamos o painel de imagens que já havíamos construído, e fizemosum painel semântico: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  55. 55. Longilínea Estrutura da raizAlambiques artesanais Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  56. 56. Desenhos vetorizados: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  57. 57. Desenhos vetorizados: Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  58. 58. Renderings: Garrafa para a Garrafa Garrafa Comercial Cachaça Premium intermediária Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  59. 59. Renderings: Garrafa Garrafa para a Garrafa Comercial intermediária Cachaça Premium Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  60. 60. Desenho Técnico: Alumínio Alumínio Cobre Cortiça O 62,2 O 62,2300,5 300,5 O 31 178,5 178,5 210 O 15,3 O 62,2 O 62,2 15 15 Vidro Vidro Vidro Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  61. 61. Embalagem PremiumA garrafa premium precisa ser acondicionada numa embalagem à alturade sua sofisticação, com um detalhe da faca que enaltece e enobrece odetalhe da garrafa. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  62. 62. TagFoi elaborado um tag, pra ser colocado junto às garrafas, contandosobre a origem da cachaça e sobre a reutilização do bagaço da canapara a confecção de fibra natural. 5,0 cm 8,0 cm Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  63. 63. Embalagem para transporte e exposição em gôndola A embalagem foi elaborada, visando o uso adequado do papelão, evitando desperdício de material. Foi projetada também para que a embalagem fosse viável tanto para o transporte quanto para a exposição nas gôndolas de venda. Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  64. 64. Embalagem para transporte e exposição em gôndola Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  65. 65. Faca para a embalagem cartonada Projeto de Criação de Embalagem | Master Industrial Design
  66. 66. “Rótulos são para arquivos, rótulos são para roupas. Rótulos não são para pessoas.” Martina Navratilova
  67. 67. “Rótulos são para arquivos, rótulos são para roupas. Rótulos não são para pessoas.” Martina Navratilova
  68. 68. Obrigado!

×