TROPICALISMO
Contexto Histórico•A explosão da Era do Rádio, sobremodo através da poderosa rádioNacional, do Rio de Janeiro,•O nasciment...
•A Guerra Fria – disputa entre as superpotências dos EstadosUnidos e da União Soviética – alimentava conflitos na AméricaL...
•greves    operárias   e   as   manifestaçõesestudantis•repressão policial•aumento das guerrilhas rural e urbana•Em 13 de ...
Os tropicalistas deram um histórico passo à frente no meio musicalbrasileiro. A música brasileira pós-Bossa Nova e a defin...
Sincrético e inovador, aberto e                            incorporador,     o    Tropicalismo                            ...
Irreverente, a Tropicália transformou os critérios de gostovigentes, não só quanto à música e à política, mas também àmora...
Ligação entre o Tropicalismo e a Literatura                     Brasileira“A atitude tropicalista de incorporar o nacional...
Para os tropicalistas, entender a cultura de massas era tãoimportante quanto entender as massas revolucionárias.
Tropicalismo
Tropicalismo
Tropicalismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tropicalismo

4.333 visualizações

Publicada em

Aula sobre Tropicalismo, voltada para o 3º ano do Ensino Médio. Nela faz-se uma ponte entre a Antropofagia Oswasldiana, passando pela Concretismo, Bossa Nova, Tropicalismo até chegar a Arnaldo Antunes e Chico Scince.

Publicada em: Educação
1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
267
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
296
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tropicalismo

  1. 1. TROPICALISMO
  2. 2. Contexto Histórico•A explosão da Era do Rádio, sobremodo através da poderosa rádioNacional, do Rio de Janeiro,•O nascimento da tevê com a TV Tupi, de Assis Chateaubriand, emSão Paulo, no ano de 1950•A criação da Companhia Cinematográfica Vera Cruz, ainda em SãoPaulo, no ano de 1949•O triunfo da Bossa Nova, a partir de 1958, no Rio de Janeiro, sob abatuta genial de Tom Jobim e com as decisivas participações de JoãoGilberto, como intérprete, e a de Vinícius de Moraes, como letristadas canções.•A emergência do Cinema Novo - estética brasileira decinematografia, que buscava mostrar o país sob ângulorealista, crítico e com formas inovadoras de filmagem e montagem•A criação por jovens artistas e intelectuais, em sua maioriaestudantes, - durante o governo João Goulart - do CPC (CentroPopular de Cultura) da U.N.E.
  3. 3. •A Guerra Fria – disputa entre as superpotências dos EstadosUnidos e da União Soviética – alimentava conflitos na AméricaLatina e no País.•Em 1959, a Revolução Cubana transforma Fidel Castro e CheGuevara em heróis internacionais e atiça a pressão do blococapitalista sobre os países do terceiro mundo•o presidente João Goulart (Jango) propõe uma série de reformasde base para atenuar o grave problema da desigualdade social eas pressões políticas que vinha sofrendo dos movimentos deesquerda•formou-se um movimento da direita política e de parte dasociedade, que preconizavam uma modernização conservadora•Até 1968, intelectuais e movimentos de esquerda podiam agirlivremente, com pequenos problemas com a censura.
  4. 4. •greves operárias e as manifestaçõesestudantis•repressão policial•aumento das guerrilhas rural e urbana•Em 13 de dezembro, Ato Institucional Nº 5decretou o fim das liberdades civis e deexpressão1968
  5. 5. Os tropicalistas deram um histórico passo à frente no meio musicalbrasileiro. A música brasileira pós-Bossa Nova e a definição da“qualidade musical” no País estavam cada vez mais dominadaspelas posições tradicionais ou nacionalistas de movimentos ligadosà esquerda.Contra essas tendências, o grupo baiano e seus colaboradoresprocuram universalizar a linguagem da MPB, incorporandoelementos da cultura jovem mundial, como o rock, a psicodelia e aguitarra elétrica.o Tropicalismo renovou radicalmente a letra de música. Letristas epoetas, Torquato Neto e Capinan compuseram com Gilberto Gil eCaetano Veloso trabalhos cuja complexidade e qualidade forammarcantes para diferentes gerações.
  6. 6. Sincrético e inovador, aberto e incorporador, o Tropicalismo misturou rock mais bossa nova, mais samba, mais rumba, mais bolero, mais baião. Sua atuação quebrou as rígidas barreiras que permaneciam no País.Pop x folclore. Alta cultura x cultura de massas. Tradição xvanguarda. Essa ruptura estratégica aprofundou o contato comformas populares ao mesmo tempo em que assumiu atitudesexperimentais para a época.
  7. 7. Irreverente, a Tropicália transformou os critérios de gostovigentes, não só quanto à música e à política, mas também àmoral e ao comportamento, ao corpo, ao sexo e ao vestuário.A contracultura hippie foi assimilada, com a adoção da modados cabelos longos encaracolados e das roupasescandalosamente coloridas.
  8. 8. Ligação entre o Tropicalismo e a Literatura Brasileira“A atitude tropicalista de incorporar o nacional e o estrangeiro, oerudito e o popular, e de tentar conciliar tradições diferentes, émantida pelos compositores baianos que fizeram atropicália, como Caetano Veloso, Gilberto Gil e Tom Zé”.Os diálogos com obras literárias como as de Oswald de Andradeou dos poetas concretistas elevaram algumas composiçõestropicalistas ao status de poesia. Suas canções compunham umquadro crítico e complexo do País – uma conjunçãodo Brasil arcaico e suas tradições, do Brasil modernoe sua cultura de massa e até de um Brasil futurista,com astronautas e discos voadores.
  9. 9. Para os tropicalistas, entender a cultura de massas era tãoimportante quanto entender as massas revolucionárias.

×