SlideShare uma empresa Scribd logo
 
Os Estados Unidos viveram, na época da Segunda Guerra Mundial, seus anos de ouro. Os filmes Hollywoodianos estavam no auge e os musicais tiveram, nesse período, seu apogeu. Na música, o maior destaque ficava para as grandes orquestras como as de Gleen Muller, Tomy Dorsey e Jimmy Dorsey; entre as vozes de maior realce, estavam as de Frank Sinatra e Bing Crosby. Com o avanço da tecnologia, principalmente no campo da comunicação, toda essa profusão de valores seria divulgada e aceita por vários recantos do mundo . Aqui no Brasil, a orquestração tomou um novo impulso, com a adaptação de arranjos modernos, numa constante busca de qualidade no nível americano.
Bossa Nova Bossa Nova  é um  subgênero musical  derivado do  samba  e com forte influência do  jazz   estadunidense , surgido no final da  década de 1950  no  Rio de Janeiro . De início, o termo era apenas relativo a um novo modo de  cantar  e tocar  samba  naquela época, ou seja, a uma reformulação estética dentro do moderno samba carioca urbano. Com o passar dos anos, a Bossa Nova tornar-se-ia um dos movimentos mais influentes da história da  música popular brasileira , conhecido em todo o mundo, e especialmente associado a  João Gilberto ,  Vinicius de Moraes ,  Antonio Carlos Jobim  e  Luiz Bonfá
Alguns críticos musicais destacam a grande influência que a cultura  americana  do Pós-Guerra, de músicos como  Stan Kenton , combinada ao  impressionismo  erudito, de  Debussy  e  Ravel , teve na bossa nova, especialmente do  cool jazz  e  bebop . Embora tenha influência de música estrangeira, possui elementos de  samba sincopado . Além disso, havia um fundamental inconformismo com o formato musical de época. Os cantores  Dick Farney  e  Lúcio Alves , que fizeram sucesso nos anos da década de 1950 com um jeito suave e minimalista (em oposição a cantores de grande potência sonora) também são considerados influências positivas sobre os garotos que fizeram a Bossa Nova.
Mudanças Em meados da década de 1960, o movimento apresentaria uma espécie de cisão ideológica, formada por  Marcos Valle ,  Dori Caymmi ,  Edu Lobo  e  Francis Hime  e estimulada pelo  Centro Popular de Cultura  da  UNE . Inspirada em uma visão popular e nacionalista, este grupo fez uma crítica das influências do jazz norte-americano na bossa nova e propôs sua reaproximação com compositores de morro, como o sambista  Zé Ketti . Um dos pilares da bossa,  Carlos Lyra , aderiu a esta corrente, assim como  Nara Leão , que promoveu parcerias com artistas do samba como  Cartola  e  Nelson Cavaquinho  e baião e xote nordestinos como  João do Vale . Nesta fase de releituras da bossa nova, foi lançado em  1966  o antológico LP " Os Afro-sambas ", de  Vinicius de Moraes  e  Baden Powell .
Fim do movimento, da bossa à MPB Um dos maiores expoentes da bossa nova comporia um dos marcos do fim do movimento. Em  1965 , Vinícius de Moraes compôs, com Edu Lobo,  Arrastão . A canção seria defendida por  Elis Regina  no  I  Festival de Música Popular Brasileira  (da extinta  TV Excelsior ), realizado no  Guarujá  naquele mesmo ano. Era o fim da bossa nova e o início do que se rotularia  MPB , gênero difuso que abarcaria diversas tendências da música brasileira até o início da  década de 1980  - época em que surgiu um  pop rock  nacional renovado. A MPB nascia com artistas novatos, da segunda geração da bossa nova, como  Geraldo Vandré ,  Edu Lobo  e  Chico Buarque de Holanda , que apareciam com freqüência em festivais de música popular. Bem-sucedidos como artistas, eles tinham pouco ou quase nada de bossa nova. Vencedoras do  II Festival de Música Popular Brasileira , realizado em  São Paulo  em  1966 ,  Disparada , de Geraldo, e  A Banda , de Chico, podem ser consideradas marcos desta ruptura e mutação da bossa em MPB.
O fim cronológico da bossa não significou a extinção estética do estilo. O movimento foi uma grande referência para gerações posteriores de artistas, do  jazz  (a partir do sucesso estrondoso da versão instrumental de  Desafinado  pela dupla  Stan Getz  e  Charlie Byrd ) a uma corrente  pós punk   britânica  (de artistas como  Style Council ,  Matt Bianco  e  Everything but the Girl ).
 
http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%BAsica_popular_brasileira

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jovem guarda
Jovem guardaJovem guarda
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
Fabio Salvari
 
Bossa Nova 8ªB
Bossa Nova   8ªBBossa Nova   8ªB
Bossa Nova 8ªB
cecilianoclaro
 
Seminário sobre a historia da música brasileira
Seminário sobre a historia da música brasileiraSeminário sobre a historia da música brasileira
Seminário sobre a historia da música brasileira
Jaiza Nobre
 
Estudando a MPB
Estudando a MPBEstudando a MPB
Estudando a MPB
Walner Mamede
 
Mpb 1958 1964 Bossa
Mpb 1958 1964 BossaMpb 1958 1964 Bossa
Mpb 1958 1964 Bossa
Claudio Sant Ana
 
A jovem guarda (dani)
A jovem guarda (dani)A jovem guarda (dani)
A jovem guarda (dani)
DalaDelane
 
Mpb
MpbMpb
Mpb
marreca
 
Jovem guarda trabalho
Jovem guarda trabalhoJovem guarda trabalho
Jovem guarda trabalho
zabelle_
 
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
Curso Livre Redação-Eliani Martins
 
Generos de musica
Generos de musicaGeneros de musica
Generos de musica
Luiz Botim de Souza
 
Música popular brasileira
Música popular brasileiraMúsica popular brasileira
Música popular brasileira
Taisson Wile
 
Mpb
MpbMpb
Rock Brasileiro
Rock BrasileiroRock Brasileiro
Rock Brasileiro
Regis Zanandrea
 
Origem dos Estilos de músicas do Brasil.
Origem dos Estilos de músicas do Brasil.Origem dos Estilos de músicas do Brasil.
Origem dos Estilos de músicas do Brasil.
fgamac
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
Italo Colares
 
Trabalho de Inglês Rock Anos 50
Trabalho de Inglês Rock Anos 50Trabalho de Inglês Rock Anos 50
Trabalho de Inglês Rock Anos 50
Emanuel Garcia
 
Rock no brasil dos anos 80 e 90
Rock no brasil dos anos 80 e 90Rock no brasil dos anos 80 e 90
Rock no brasil dos anos 80 e 90
Elô Ribeiro
 
Jovem Guarda Anos 60
Jovem Guarda Anos 60 Jovem Guarda Anos 60
Jovem Guarda Anos 60
Davi Campos
 
Historia do rock
Historia do rockHistoria do rock
Historia do rock
Julia Lima
 

Mais procurados (20)

Jovem guarda
Jovem guardaJovem guarda
Jovem guarda
 
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
CULTURA BRASILEIRA DE 50 A 80
 
Bossa Nova 8ªB
Bossa Nova   8ªBBossa Nova   8ªB
Bossa Nova 8ªB
 
Seminário sobre a historia da música brasileira
Seminário sobre a historia da música brasileiraSeminário sobre a historia da música brasileira
Seminário sobre a historia da música brasileira
 
Estudando a MPB
Estudando a MPBEstudando a MPB
Estudando a MPB
 
Mpb 1958 1964 Bossa
Mpb 1958 1964 BossaMpb 1958 1964 Bossa
Mpb 1958 1964 Bossa
 
A jovem guarda (dani)
A jovem guarda (dani)A jovem guarda (dani)
A jovem guarda (dani)
 
Mpb
MpbMpb
Mpb
 
Jovem guarda trabalho
Jovem guarda trabalhoJovem guarda trabalho
Jovem guarda trabalho
 
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
A cultura como campo de luta e interpretação social no Brasil do Século XX - ...
 
Generos de musica
Generos de musicaGeneros de musica
Generos de musica
 
Música popular brasileira
Música popular brasileiraMúsica popular brasileira
Música popular brasileira
 
Mpb
MpbMpb
Mpb
 
Rock Brasileiro
Rock BrasileiroRock Brasileiro
Rock Brasileiro
 
Origem dos Estilos de músicas do Brasil.
Origem dos Estilos de músicas do Brasil.Origem dos Estilos de músicas do Brasil.
Origem dos Estilos de músicas do Brasil.
 
Samba e a mpb
Samba e a mpbSamba e a mpb
Samba e a mpb
 
Trabalho de Inglês Rock Anos 50
Trabalho de Inglês Rock Anos 50Trabalho de Inglês Rock Anos 50
Trabalho de Inglês Rock Anos 50
 
Rock no brasil dos anos 80 e 90
Rock no brasil dos anos 80 e 90Rock no brasil dos anos 80 e 90
Rock no brasil dos anos 80 e 90
 
Jovem Guarda Anos 60
Jovem Guarda Anos 60 Jovem Guarda Anos 60
Jovem Guarda Anos 60
 
Historia do rock
Historia do rockHistoria do rock
Historia do rock
 

Semelhante a Apresentação t3004

Apresentação bossa nova
Apresentação   bossa novaApresentação   bossa nova
Apresentação bossa nova
TinaCriis
 
Música brasileira
Música brasileiraMúsica brasileira
Música brasileira
Di-Milhomem
 
Música brasileira
Música brasileiraMúsica brasileira
Música brasileira
Di-Milhomem
 
A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais
eercavalcanti
 
Musica urbana
Musica urbana Musica urbana
Musica urbana
Érica do Vale
 
Bossanova3
Bossanova3Bossanova3
Bossanova3
Elô Ribeiro
 
Música Brasil
Música BrasilMúsica Brasil
Cultura
CulturaCultura
Cronos rock
Cronos rockCronos rock
Cronos rock
Elvis Live
 
Cronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpbCronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpb
Medusa Fabula
 
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Gerson Francisco de Moraes
 
SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRASEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
Anselmo Costa
 
Música estilo musical
Música   estilo musicalMúsica   estilo musical
Música estilo musical
Jéssica Cristina
 
Bossa Nova
Bossa NovaBossa Nova
Bossa Nova
GuilhermeVillela4
 
B ossa nova
B ossa novaB ossa nova
B ossa nova
telodkaslk
 
Historia dos ritmos
Historia dos ritmosHistoria dos ritmos
Historia dos ritmos
uzina musical
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
Caroline Souza
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
Carlos Zaranza
 
Origem dos generos musicais
Origem dos generos musicaisOrigem dos generos musicais
Origem dos generos musicais
Eralda Cruz
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
VIVIAN TROMBINI
 

Semelhante a Apresentação t3004 (20)

Apresentação bossa nova
Apresentação   bossa novaApresentação   bossa nova
Apresentação bossa nova
 
Música brasileira
Música brasileiraMúsica brasileira
Música brasileira
 
Música brasileira
Música brasileiraMúsica brasileira
Música brasileira
 
A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais A Evolução dos Ritmos Musicais
A Evolução dos Ritmos Musicais
 
Musica urbana
Musica urbana Musica urbana
Musica urbana
 
Bossanova3
Bossanova3Bossanova3
Bossanova3
 
Música Brasil
Música BrasilMúsica Brasil
Música Brasil
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
Cronos rock
Cronos rockCronos rock
Cronos rock
 
Cronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpbCronos rock-pop-mpb
Cronos rock-pop-mpb
 
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
Juventude, música e protesto no Brasil ou Bossa Nova, Música de Protesto e Tr...
 
SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRASEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA
 
Música estilo musical
Música   estilo musicalMúsica   estilo musical
Música estilo musical
 
Bossa Nova
Bossa NovaBossa Nova
Bossa Nova
 
B ossa nova
B ossa novaB ossa nova
B ossa nova
 
Historia dos ritmos
Historia dos ritmosHistoria dos ritmos
Historia dos ritmos
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
Origem dos generos musicais
Origem dos generos musicaisOrigem dos generos musicais
Origem dos generos musicais
 
Musica brasileira
Musica brasileiraMusica brasileira
Musica brasileira
 

Mais de Manuel de Abreu

Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01
Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01
Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01
Manuel de Abreu
 
Divulgao1bparaalunosmabreu2014
Divulgao1bparaalunosmabreu2014Divulgao1bparaalunosmabreu2014
Divulgao1bparaalunosmabreu2014
Manuel de Abreu
 
Divulgação 3b para alunos mabreu
Divulgação 3b para alunos mabreuDivulgação 3b para alunos mabreu
Divulgação 3b para alunos mabreu
Manuel de Abreu
 
Divulgação para alunos mabreu
Divulgação para alunos mabreuDivulgação para alunos mabreu
Divulgação para alunos mabreu
Manuel de Abreu
 
Divulgação para alunos
Divulgação para alunos Divulgação para alunos
Divulgação para alunos
Manuel de Abreu
 
Slide saerjinho para divulgação[1]
Slide saerjinho para divulgação[1]Slide saerjinho para divulgação[1]
Slide saerjinho para divulgação[1]
Manuel de Abreu
 
Apresentação final
Apresentação finalApresentação final
Apresentação final
Manuel de Abreu
 
Pesquisa de ciências
Pesquisa de ciênciasPesquisa de ciências
Pesquisa de ciências
Manuel de Abreu
 
GESTÃO 2012 PROJETO VIDA
GESTÃO 2012 PROJETO VIDA GESTÃO 2012 PROJETO VIDA
GESTÃO 2012 PROJETO VIDA
Manuel de Abreu
 
Gestão 2012
Gestão 2012Gestão 2012
Gestão 2012
Manuel de Abreu
 
SAERJ 2012
SAERJ 2012SAERJ 2012
SAERJ 2012
Manuel de Abreu
 
Drogas blog da turma 2003
Drogas   blog da turma 2003Drogas   blog da turma 2003
Drogas blog da turma 2003
Manuel de Abreu
 
Apresentação estudantes niterói
Apresentação estudantes   niteróiApresentação estudantes   niterói
Apresentação estudantes niterói
Manuel de Abreu
 
Cartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºbCartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºb
Manuel de Abreu
 
Cartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºbCartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºb
Manuel de Abreu
 
Apresentação ideb
Apresentação idebApresentação ideb
Apresentação ideb
Manuel de Abreu
 
Turma 3002
Turma 3002Turma 3002
Turma 3002
Manuel de Abreu
 
Luany e mariana 1001
Luany e mariana   1001Luany e mariana   1001
Luany e mariana 1001
Manuel de Abreu
 
Saerjinho 2º bimestre alunos
Saerjinho 2º bimestre   alunosSaerjinho 2º bimestre   alunos
Saerjinho 2º bimestre alunos
Manuel de Abreu
 
Saerjinho 1º bimestre 2012
Saerjinho 1º bimestre 2012Saerjinho 1º bimestre 2012
Saerjinho 1º bimestre 2012
Manuel de Abreu
 

Mais de Manuel de Abreu (20)

Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01
Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01
Divulgao2bparaalunosmabreu2014 140324191321-phpapp01
 
Divulgao1bparaalunosmabreu2014
Divulgao1bparaalunosmabreu2014Divulgao1bparaalunosmabreu2014
Divulgao1bparaalunosmabreu2014
 
Divulgação 3b para alunos mabreu
Divulgação 3b para alunos mabreuDivulgação 3b para alunos mabreu
Divulgação 3b para alunos mabreu
 
Divulgação para alunos mabreu
Divulgação para alunos mabreuDivulgação para alunos mabreu
Divulgação para alunos mabreu
 
Divulgação para alunos
Divulgação para alunos Divulgação para alunos
Divulgação para alunos
 
Slide saerjinho para divulgação[1]
Slide saerjinho para divulgação[1]Slide saerjinho para divulgação[1]
Slide saerjinho para divulgação[1]
 
Apresentação final
Apresentação finalApresentação final
Apresentação final
 
Pesquisa de ciências
Pesquisa de ciênciasPesquisa de ciências
Pesquisa de ciências
 
GESTÃO 2012 PROJETO VIDA
GESTÃO 2012 PROJETO VIDA GESTÃO 2012 PROJETO VIDA
GESTÃO 2012 PROJETO VIDA
 
Gestão 2012
Gestão 2012Gestão 2012
Gestão 2012
 
SAERJ 2012
SAERJ 2012SAERJ 2012
SAERJ 2012
 
Drogas blog da turma 2003
Drogas   blog da turma 2003Drogas   blog da turma 2003
Drogas blog da turma 2003
 
Apresentação estudantes niterói
Apresentação estudantes   niteróiApresentação estudantes   niterói
Apresentação estudantes niterói
 
Cartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºbCartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºb
 
Cartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºbCartaz saerjinho 3ºb
Cartaz saerjinho 3ºb
 
Apresentação ideb
Apresentação idebApresentação ideb
Apresentação ideb
 
Turma 3002
Turma 3002Turma 3002
Turma 3002
 
Luany e mariana 1001
Luany e mariana   1001Luany e mariana   1001
Luany e mariana 1001
 
Saerjinho 2º bimestre alunos
Saerjinho 2º bimestre   alunosSaerjinho 2º bimestre   alunos
Saerjinho 2º bimestre alunos
 
Saerjinho 1º bimestre 2012
Saerjinho 1º bimestre 2012Saerjinho 1º bimestre 2012
Saerjinho 1º bimestre 2012
 

Último

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 

Apresentação t3004

  • 1.  
  • 2. Os Estados Unidos viveram, na época da Segunda Guerra Mundial, seus anos de ouro. Os filmes Hollywoodianos estavam no auge e os musicais tiveram, nesse período, seu apogeu. Na música, o maior destaque ficava para as grandes orquestras como as de Gleen Muller, Tomy Dorsey e Jimmy Dorsey; entre as vozes de maior realce, estavam as de Frank Sinatra e Bing Crosby. Com o avanço da tecnologia, principalmente no campo da comunicação, toda essa profusão de valores seria divulgada e aceita por vários recantos do mundo . Aqui no Brasil, a orquestração tomou um novo impulso, com a adaptação de arranjos modernos, numa constante busca de qualidade no nível americano.
  • 3. Bossa Nova Bossa Nova é um subgênero musical derivado do samba e com forte influência do jazz estadunidense , surgido no final da década de 1950 no Rio de Janeiro . De início, o termo era apenas relativo a um novo modo de cantar e tocar samba naquela época, ou seja, a uma reformulação estética dentro do moderno samba carioca urbano. Com o passar dos anos, a Bossa Nova tornar-se-ia um dos movimentos mais influentes da história da música popular brasileira , conhecido em todo o mundo, e especialmente associado a João Gilberto , Vinicius de Moraes , Antonio Carlos Jobim e Luiz Bonfá
  • 4. Alguns críticos musicais destacam a grande influência que a cultura americana do Pós-Guerra, de músicos como Stan Kenton , combinada ao impressionismo erudito, de Debussy e Ravel , teve na bossa nova, especialmente do cool jazz e bebop . Embora tenha influência de música estrangeira, possui elementos de samba sincopado . Além disso, havia um fundamental inconformismo com o formato musical de época. Os cantores Dick Farney e Lúcio Alves , que fizeram sucesso nos anos da década de 1950 com um jeito suave e minimalista (em oposição a cantores de grande potência sonora) também são considerados influências positivas sobre os garotos que fizeram a Bossa Nova.
  • 5. Mudanças Em meados da década de 1960, o movimento apresentaria uma espécie de cisão ideológica, formada por Marcos Valle , Dori Caymmi , Edu Lobo e Francis Hime e estimulada pelo Centro Popular de Cultura da UNE . Inspirada em uma visão popular e nacionalista, este grupo fez uma crítica das influências do jazz norte-americano na bossa nova e propôs sua reaproximação com compositores de morro, como o sambista Zé Ketti . Um dos pilares da bossa, Carlos Lyra , aderiu a esta corrente, assim como Nara Leão , que promoveu parcerias com artistas do samba como Cartola e Nelson Cavaquinho e baião e xote nordestinos como João do Vale . Nesta fase de releituras da bossa nova, foi lançado em 1966 o antológico LP " Os Afro-sambas ", de Vinicius de Moraes e Baden Powell .
  • 6. Fim do movimento, da bossa à MPB Um dos maiores expoentes da bossa nova comporia um dos marcos do fim do movimento. Em 1965 , Vinícius de Moraes compôs, com Edu Lobo, Arrastão . A canção seria defendida por Elis Regina no I Festival de Música Popular Brasileira (da extinta TV Excelsior ), realizado no Guarujá naquele mesmo ano. Era o fim da bossa nova e o início do que se rotularia MPB , gênero difuso que abarcaria diversas tendências da música brasileira até o início da década de 1980 - época em que surgiu um pop rock nacional renovado. A MPB nascia com artistas novatos, da segunda geração da bossa nova, como Geraldo Vandré , Edu Lobo e Chico Buarque de Holanda , que apareciam com freqüência em festivais de música popular. Bem-sucedidos como artistas, eles tinham pouco ou quase nada de bossa nova. Vencedoras do II Festival de Música Popular Brasileira , realizado em São Paulo em 1966 , Disparada , de Geraldo, e A Banda , de Chico, podem ser consideradas marcos desta ruptura e mutação da bossa em MPB.
  • 7. O fim cronológico da bossa não significou a extinção estética do estilo. O movimento foi uma grande referência para gerações posteriores de artistas, do jazz (a partir do sucesso estrondoso da versão instrumental de Desafinado pela dupla Stan Getz e Charlie Byrd ) a uma corrente pós punk britânica (de artistas como Style Council , Matt Bianco e Everything but the Girl ).
  • 8.