SlideShare uma empresa Scribd logo
WEBEMPREENDEDOR 
CURSO| Secretariado Integrado 
Prof. Moysés Simantob 
UNIP|UniversidadePaulista –04/04/2013
•Publicou“GuiaValorEconômicodeInovaçãonasEmpresas”,pelaeditoraGloboem2003 
•PublicaçõeseestudosOrganizaçõesInovadorasSustentáveis,falaemcongressosepalestrasparaSEBRAEnacional. 
•Juradoeconstituintenadefiniçãodoscritériosdeavaliaçãodoprêmio“AsEmpresasMaisInovadorasdoBrasil”,criadopelarevistaÉpocaNegóciosepublicadoem2009,comaparceiradaFGV,GreatPlaceToWorkeFundaçãoNacionaldaQualidadee,em2010,comaconsultoriaA.T.Kearney. 
•SuacarreiraacadêmicaestávinculadaàFGV,desde2002,comocofundadordoFórumdeInovaçãodaEscoladeAdministraçãodeEmpresasdeSãoPauloeautoreprofessordeváriasdisciplinasdeInovação,SustentabilidadeeEmpreendedorismo. Sobre| Moysés Simantob 
•AtualmenteéprofessorconvidadodecursosMBAincompanynaFGV,USPeUnisinos. 
•Emsuaempresadeassessoriadeinovaçãoestratégica,Simantobtemtrabalhadoparacompanhiaseinstituiçõescomo:BancoItaúUnibanco,BancoBTGpactualeGrupoSOLVI(EssencisAmbiental),BancodoBrasil,Wal-MartBrasil,FederaçãodaIndústriadoParaná,SEBRAESP,FederaçãodaindústriadeMinasGeraisentreoutros. 
•Suaespecialidadeestánapráticadainovaçãonomodelodegestãodasorganizações,oquesignificaalinharaspectosdeambiente, estratégia,estrutura,cultura,liderança, processosemétricasnadireçãodeumaorganizaçãomaisinovadora,colaborativaeinspiradapelodesenvolvimentosustentável. 
•Temassessoradolíderesdogovernodeórgãosdefomentoàinovaçãoeàcompetitividadeindustrial.
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
ecossitema
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
É preciso transformar a maneira de pensar
Rumo a um mundo de 7 bilhões de pessoas!
UNIP Webempreender  04-04-2013
7 bilhões é um desafio.
7 bilhões é uma oportunidade!
7 bilhões é uma chamada à ação.
7 bilhões é o começo.
7 bilhões exigirão mais 
do que uma inovação 
por mês.
Se olharmos ao nosso redor
DESAFIOS DA INOVAÇÃO ABERTA
UNIP Webempreender  04-04-2013
colaboração 
conexões 
confiança 
conceitos 
curiosidade 
capacidade 
Que é:
qualquerum pode 
web 1.0 
marc benioff, salesforce.com 
fazer 
transações 
amazon, google, eBay...
qualquerum pode 
web 2.0 
marc benioff, salesforce.com 
participar 
flickr, BLOGs, adsense...
qualquerum pode 
web 3.0 
marc benioff, salesforce.com 
amazonAWS, salesforce, yahoo pipes, 
google, microsoft, ning, myspace...
É preciso criar seupróprio 
radardetendências
UNIP Webempreender  04-04-2013
As vendas on-line atingiram o montante de R$ 22,5 bilhões no fechamento de 2012, um crescimento de 20% no comparativo com o ano anterior. 
Fonte: Relatório WebShoppersapoiado pela Câmara Brasileira de Comércio
Fonte: Relatório WebShoppersapoiado pela Câmara Brasileira de Comércio 
Espera-se que até dezembro o montante das vendas pela web chegue a R$ 28 bilhões e 50 milhões de compradores online.
Essesnúmerosmostramqueoe-commercenãoparadecrescereconquistaraconfiançadosconsumidoresvirtuais.Paraseterumaidéia,jápassamde42,2milhõesdepessoasquejátiverampelomenosumaexperiênciadecomprapelainternet.
Quem impulsiona 
a web?
Geração Y
Geração Y vai alterar os serviços financeiros? 
Uma parte ainda vive na casa dos pais, mas se observá-los de perto, e como eles interagem com o mundo ao seu redor, a Geração Y pode revelar o futuro das transações. 
Os consumidores da Geração Y devem conduzir o crescimento do canal móvel. 
Eles vivem conectados 24 horas por dia e 7 dias por semana, e tem sido fruto dodesenvolvimento dos Y que a tecnologia tem evoluído. Os Y são jovens entre 20 e 30 anos
Essa Geração não usa com tanta freqüência o cartão de crédito, geralmente fazem compras de valores baixos, onde eles não vêem a necessidade do uso do cartão. Evitam andar com eles na carteira para não fazerem compras compulsivas. 
A Geração Yse mostra bastante conservadora, quando o assunto é dinheiro. Planeja-se, poupae herda os costumes dos pais, principalmente no que diz respeito aos investimentos.
Mas isso 
é só 
o começo
OS USUÁRIOS DA INTERNET BRASILEIRA PASSARAM EM MÉDIA 36% DO TEMPO NAS REDES SOCIAISEM 2012. A AUDIÊNCIA DA INTERNET NO BRASIL É RELATIVAMENTE JOVEM, COM 18% DOS USUÁRIOS COM IDADES ENTRE 18-24 ANOS E 30% ENTRE 25-34. 
Fonte: IBOPE 2013
29% dos brasileiros entre 10 e 17 anos prefere falar com amigos, família ou colegas por meio da internet do que pessoalmente. 
Download de filmes e séries é outro hábito importante para 45% dos jovens paulistanos, contra 22% do público de todas as faixas etárias na região metropolitana de São Paulo. 
Fonte: Ibope (Outubro 2009)
UNIP Webempreender  04-04-2013
e as novidades estão…nas
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
ApadariabritânicaAlbionCafécomeçouausarumaparelhoconhecidocomoBakerTweet,queavisaemtemporeal–epeloTwitter–assimquesaiumpão,umbolo,nahora.
Twitter,FacebookeMySpaceredessociaisusadaspelasempresasparaganharemmaisfidelidadeetransparênciacomclientes,paraentenderasreaisnecessidadesdoseupúblicoetornandoidéiasdeseusclientesecolaboradoreseminsumosparaodesenvolvimentodeinovações. .
UNIP Webempreender  04-04-2013
Fonte: brainstorm9 
O My Starbucks Ideasé um projeto interativo daStarbucks 
que pede a ajuda dos clientes para definir o futuro da empresa. 
Através do site, qualquer um pode sugerir idéias, votar nas 
melhores e discutir com outros consumidores as melhores 
propostas. 
As idéias são organizadas em categorias, ranqueadas através da votação popular e acumulam pontos. Os comentários de cada proposta também são abertos, e muitas contam com uma participação massiva do público. 
A Starbucks colocou uma equipe chamada“Idea Partners”para se dedicar a análise das idéias. São funcionários de diversas áreas da empresa, incluindo Brad Stevens, vice- presidente de marketing, que decidem, comentam e respondem individualmente cada propostano blogdo projeto. 
A empresa obteve mais de 130 mil sugestões de como melhorar e, 700 já foram implantadas!
O website 3M Inovação foi desenhado com objetivo de apresentar cases, conceitos e materiais sobre criatividade, além da história da inovação no Brasil e no mundo.Dentro do espaço de downloads, os internautas terão à disposição uma lista de documentos, tais como os 10 mandamentos da inovação, a cultura de inovação da empresa e arquivos sobre inovação sustentável. 
Fonte: www.baguete.com.br
AIBMéumaempresaglobalcomquase400.000funcionáriosemcercade200paísesepelomenosumterçotrabalharemotamente.Comocolocarestamassadepessoasemcontato,trocandoidéiasecompartilhandoinformaçõeseexperiências? 
A solução é social computing! Os funcionários da IBM, no mundo todo usam ferramentas de redes sociais intensamente, como uma rede social interna chamada Beehive, mas além disso é comum o uso de redes externas, como Orkut, Face book, Linkedine Twitter. Atualmente existem mais de 10.000 blogs internos e cerca de 15.000 WikiCentral. 
JAM-brainstormingvirtual 
Osfuncionáriosparticiparamproativamentedadefiniçãodosvaloresdaempresaquesão: 
a)Dedicationtoeveryclient’ssuccess 
b)Innovationthatmatters,forourcompanyandtheworld 
c)Trustandresponsabilityinallrelationships. 
Fonte: IBM
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
Até aqui OK. 
mas, e se o mercado pra 
Webempreender for a 
base da pirâmide?
UNIP Webempreender  04-04-2013
PrahaladeHartargumentamqueparafazernegócioscom4bilhõesdepessoaspobresdomundo, querepresentam2/3dapopulaçãomundial, comreceitaabaixodeUS$1500/ano,serãonecessáriasinovaçõesradicaisemtecnologiaenomodelodenegóciosdasempresas. 
Oportunidade de negócios na Base da Pirâmide
inovação 
num mundo de 
bloqueios é preciso resgatar 
criatividade
K12 
Idade dogrupo testado 
Número daamostragem 
Anode aplicação do teste 
Porcentagem de assuntos de “altacriatividade” 
5 anos 
1.600crianças 
1973 
98% 
10 anos 
1.600 crianças 
1978 
30% 
15 anos 
1.600 crianças 
1983 
12% 
25 + anos 
280.000 adultos 
1985 
2% 
Estudo longitudinal de Land and Jarman entre 1968 -1985 
Reinventar a educação estimulando a criatividade
gibbons: modos de produção de conhecimento… 
•Modo 1 
–contexto acadêmico 
–barreiras disciplinares 
–homogeneidade de percepções 
–controle de qualidade e relevância pelos pares 
–estrutura e organização hierárquica e estática 
–responsabilidade interna 
–liberdade (acadêmica) e “desafio do conhecimento” 
•Modo 2 
–contexto daaplicação 
–multidisciplinaridade 
–heterogeneidadede percepções 
–qualidade e relevância definidosexternamente 
–organizaçõesad-hoce estruturasplanas 
–responsabilidadeexterna 
–usuários e interesses definem a agenda... 
http://www.intermedia.uio.no/konferanser/skikt-02/skikt-research-conferance.html
UNIP Webempreender  04-04-2013
Onde está uma oportunidade de negócios, hoje?
Micropagamentos= NanopagamentosCobrar barato, muito barato. 
A ideiaé simples: se não pode cobrar caro, arrume muitas pessoas para pagar pouco, como, por exemplo, pagar R$ 0,10 por um serviço ou bem na web.
Alguns Start-Upsno nicho dos Nanopagamentos
“90% dos usuários de internet no mundo não possuem cartão de crédito, e muitos têm medo de usá-los online. O mercado alcançado com os micropagamentospoderia ser até três vezes maior. Há um bom dinheiro em jogo” 
Eli Gurockda OneTouch
+ EXEMPLOS DISSO...
Apple anunciou que a App Store ultrapassou os 10 bilhões de downloads e agora a meta é chegar em 6 meses a 15 bilhões.
O sucesso da App Store, da Apple, provou que as pessoas estão dispostas a pagar pequenas quantias por bens digitais ou serviços na Web. Até o dia 26 de julhoa Apple® anunciou que seus consumidores fizeram mais de 5 bilhões de downloads de aplicativos, por preços entre U$ 0,99 e 4,99. 
A previsão é que em 2015 serão 25 bi apps baixados. AppStoreApple “uma fábrica de nanopagamentos” 
Fonte: http://latam.apple.com/pr/articulo/?id=1624&r=br 
Juniper Research,2010
Na China, as crianças podem adicionar créditos em suas contas do Tencent, via celular ou comprando em lojas reais, sistemas similares existem para usuários do japonês Mixie do coreano Cyworld.
Para que esse modelo de sucesso seja repetido nas redes sociais, é necessário 
um meio de pagamento eletrônico 
estável, confiável e fácil de usar. Redes Sociais e Plataforma de Pagamentos
e sua visão sobre Nanopagamentos 
Segundo o NiemanJournalismLab(www.niemanlab.org), projeto e blog da Universidade de Harvard, a Google está desenvolvendo uma nova plataforma própria de transação de pequenos valores monetários (nanopagamentos), que estará disponível no próximo ano. O sistema deverá ser uma extensão do Google Checkout, para no futuro: “a ideiaé viabilizar pagamentos de centavos até vários dólares ao agregar compras entre comerciantes. Trata-se de uma nova opção de monetização de conteúdo para sites de jornais, que passam por crise financeira sem precedentes.
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
A rede social permite que os usuários 
comprem créditos Facebookcom seus 
telefones celulares. 
Estão trabalhando com uma 
empresade soluções de pagamento 
móvel para prover este serviço. 
Os créditos podem ser usados para compra de bens virtuaisdentro do Facebook. Eles podem usar os créditos nas aplicações da rede, como comprar artefatos extras nos games. Facebook
E tudo isso pode ficar ainda melhor...
O número de usuários de serviços de pagamento móvel no mundo vai ultrapassar 108,6 milhões em 2010, o que representa um crescimento de 54,5% em relação ao ano passado, segundo Gartner. Para 2012 a previsão é superar os 190 milhões de usuários de pagamentos móveis. 
Pequenos varejistas certificados atuarão como agências bancárias; 
Depósitos via lojas; 
Tranferência de dinheiro via lojas; 
Enviar dinheiro por SMS para quem não é registrado no sistema; 
Pagamento de contas, taxis… 
Fonte: The Economist 
Como?
UNIP Webempreender  04-04-2013
Membros Zipcar podem rapidamente fazer uma reserva, escolhendoos carros que estão mais próximos de sua localização. 
O cliente vai até a localização do carroreservado e realiza seus Zipcardsna frente de um decalque especial que fica na janela. 
Somente após a validação do sistema que as portas são destravas e é permitido a ignição. 
O membro usa oautomóvel e o devolve para o mesmo local. 
Todas as informações são enviadas para os servidores do Zipcare para a conta do cliente que é automaticamentecobrado. 
At&t
O público-chave para empresas como a Zipcar, que domina o setor e conta com mais de 500 mil associados e 8.000 veículos, são os universitários, jovens famílias e casais em grandes cidades, onde transporte público é ruim e estacionamento caros e raros. 
A Zipcar está revolucionando as locações de veículos nos EUA fazendo o avesso da concorrência. (Istoé Dinheiro) 
A Prefeitura de Nova York adquiriu mais de 10 mil contratos do tipo da Zipcar e anunciou um acordo- piloto para poupar US$ 500 mil (R$ 843 mil) em quatro anos. Um estudo da consultoria britânica Frost & Sullivan citado pela revista "Economist" prevê que o mercado de compartilhamento movimentará US$ 6 bilhões (R$ 10,1 bilhões) e terá 10 milhões de usuários até 2016.
o que 
isso?! 
significa
Algumascoisaslevamtantotempo paramudarqueparecemser parasempre…
ENTÃO O RITMO DE MUDANÇAS PERMITE EMPREENDER CRIANDO NOVOS MODELOS DE NEGÓCIOS... COMO????
Liberdade!
Google
Facebook
e VOCÊ é oprogramador
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
Conectividade!
É Inteligência …
"uma capacidade mental bastante geral que, entre outras coisas, envolve a habilidade de raciocinar, planejar, resolver problemas, pensar de forma abstrata, compreender idéias complexas, aprender rápido e aprender com a experiência. Não é uma mera aprendizagem literária, uma habilidade estritamente acadêmica ou um talento para sair-se bem em provas. Ao contrário disso, o conceito refere-se a uma capacidade mais ampla e mais profunda de compreensão do mundo à sua volta -'pegar no ar', 'pegar' o sentido das coisas ou 'perceber'" 
"Mainstream Science on Intelligence"
UNIP Webempreender  04-04-2013
Lingüística:A palavra é o fundamental 
Visual-espacial: conseguir visualizá-la mesmo que não esteja impressa. 
Lógico-matemática:Talento para o raciocínio 
Corpóreo-cinestésica:O corpo é a ferramenta 
Interpessoal:É bom em se relacionar com as pessoas 
Intrapessoal:É o tipo de pessoa que se conhece muito bem 
Musical:Tem facilidade para identificar sons
UNIP Webempreender  04-04-2013
UNIP Webempreender  04-04-2013
BUSINESS BINGO Imprima o quadro abaixo antes de começar a reunião, seminário, conferência, etc. Sempre que ouvir a palavra ou expressão contida numa das casas, marque a mesma com um (X). Quando completar uma linha, coluna ou diagonal, grite "BINGO"! 
Testemunho de jogadores satisfeitos: "A reunião só tinha começado há 5 minutos quando ganhei!"; "A minha capacidade para escutar aumentou muito desde comecei a jogar o Business Bingo"; "A atmosfera da última reunião foi muito tensa porque 14 pessoas estavam à espera de preencher a 5ª casa"; "O diretor geral ficou surpreso ao ouvir oito pessoas gritando "BINGO", pela 3ª vez em uma hora"; "Agora, vou a todas as reuniões da minha organização, mesmo que não me convoquem".
COMO FALAR MUITO SEM DIZER NADA -EMBROMATION
Então 
Inteligência 
é…
www.moysessimantob.com.br
Webempreender 
com 
Inovação
...Inovar para... 
Para criar monopólios temporários,que a concorrência se encarregará de decretar o fim deles. 
Quanto mais próximo do monopólio, melhor. Trata-se de uma Estratégia Única: 
Fazer e vendero que a concorrência ainda não sabe fazer (sempre por pouco tempo). 
Inovar porquê e pra quê? 
Perpetuar 
Crescer 
Sobreviver
Brasil na encruzilhada entre China, índia e SE Asiático: líder ou seguidor? 
[ T-2 ] 
Da Imitação a Inovação 
LINSU KIM 
De país pobre e subdesenvolvido até o início da década de 1960, a Coréia do Sul passou a ser um dos mais avançados e prósperos do mundo. 
O aprendizado tecnológico e o progresso técnico endógeno são os fatores fundamentais dessa transformação. 
LINSU KIM 
India, SE Asia -Asian firms that previously used a fast follower strategy, similar to Brazil, are increasingly choosing the path of innovation leadership
Plataforma [ i_hub ] 
[estratégia] 
[alianças] 
[cultura] 
[métricas] 
[processo] 
[ambiente] 
[estrutura] 
[liderança] 
[ i_hub ]
O ambiente externo 
Até que ponto lemos o macro ambiente brasileiro com precisão? 
[ i_hub_C1 ]
O Ambiente de Negócios 
Ambiente Global 
•Economia 
•Tecnologia 
•Cultura 
Ambiente de Mercado 
•Consumidores 
•Competidores 
•Fornecedores 
Ambiente da Empresa 
•Produção 
•Distribuição 
•Comunicação 
Construção de cenários [de simples a complexos] 
[ i_hub_C1 ] 
SBDS –Prof. Júlio Figueiredo
Modelo 
Estratégico 
Capital 
Intelectual 
Perfil da 
Liderança 
Tecnologia e 
Sistemas de 
informação 
Conhecim 
ento e Ha 
bilidades 
Satisfação 
das Pessoas 
Compet 
ências 
Melhoria 
Contínua 
Políticas d 
e Incentivo 
Ambiente Or 
ganizacional 
Margens 
Vendas da 
Empresa 
Valor Ec 
onômico 
Conformid 
ade social 
Imagem 
pública 
Conform 
idade A 
mbiental 
Custo A 
mbiental 
Novos p 
rodutos 
Geração 
de Idéias 
Relacioname 
nto com Forn 
ecedores 
Conformidad 
e dos Produt 
os e Serviços 
Produti 
vidade 
Eficiência 
operacional 
Conformidad 
e dos Proces 
sos Críticos 
Flexibil 
idade 
Planejamento 
dos Processos 
Quali 
dade 
Valor Percebido 
pelo Mercado 
Custos da 
Empresa 
Relacionamento 
com Clientes 
Satisfação 
de Clientes 
<Produti 
vidade> 
<Custo A 
mbiental> 
<Capital 
Intelectual> 
<Relaciona 
mento com 
Clientes> 
Investim 
entos 
Recuperação de 
investimentos 
<Conformidade dos 
Produtos e Serviços> 
<Satisfação 
das Pessoas> 
Conformid 
ade da Co 
municação Conformida 
de do Preço 
Conformid 
ade da Di 
stribuição 
<Conformidade 
da Distribuição> 
Cultura Org 
anizacional 
<Modelo E 
stratégico> 
<Modelo E 
stratégico> 
INOVAÇÃO 
PROCESSOS 
PESSOAS 
FINANÇAS 
CLIENTES 
ORGANIZAÇÃO 
RESPONSABILIDADE 
[ i_hub_C1 ] 
As Variáveis  O ambiente da empresa 
SBDS – Prof. Júlio Figueiredo
Modelo 
Estratégico 
Capital 
Intelectual 
Perfil da 
Liderança 
Tecnologia e 
Sistemas de 
informação 
Conhecim 
ento e Ha 
bilidades 
Satisfação 
das Pessoas 
Compet 
ências 
Melhoria 
Contínua 
Políticas d 
e Incentivo 
Ambiente Or 
ganizacional 
Margens 
Vendas da 
Empresa 
Valor Ec 
onômico 
Conformid 
ade social 
Imagem 
pública 
Conform 
idade A 
mbiental 
Custo A 
mbiental 
Novos p 
rodutos 
Geração 
de Idéias 
Relacioname 
nto com Forn 
ecedores 
Conformidad 
e dos Produt 
os e Serviços 
Produti 
vidade 
Eficiência 
operacional 
Conformidad 
e dos Proces 
sos Críticos 
Flexibil 
idade 
Planejamento 
dos Processos 
Quali 
dade 
Valor Percebido 
pelo Mercado 
Custos da 
Empresa 
Relacionamento 
com Clientes 
Satisfação 
de Clientes 
<Produti 
vidade> 
<Custo A 
mbiental> 
<Capital 
Intelectual> 
<Relaciona 
mento com 
Clientes> 
Investim 
entos 
Recuperação de 
investimentos 
<Conformidade dos 
Produtos e Serviços> 
<Satisfação 
das Pessoas> 
Demanda de 
mercado 
Fornece 
dores 
Forneced 
ores de 
capital 
Atratividade 
do Mercado 
Estrutura 
Competitiva 
de Mercado 
Concorrente 
s no Mercado 
Mercado 
Potencial 
Relacionam 
ento com Int 
ermediários 
Geografia 
do Mercado 
Conformid 
ade da Co 
municação Conformida 
de do Preço 
Conformid 
ade da Di 
stribuição 
<Conformidade 
da Distribuição> 
Perfil do C 
onsumidor 
<Mercado 
Potencial> 
<Concorrentes 
no Mercado> 
Mercado 
Instalado 
Vendas dos 
Concorrentes 
Cultura Org 
anizacional 
<Modelo E 
stratégico> 
Espaço G 
eográfico 
<Modelo E 
stratégico> 
[ i_hub_C1 ] 
 O ambiente de mercado 
 O ambiente da empresa 
As Variáveis
Modelo 
Estratégico 
Capital 
Intelectual 
Perfil da 
Liderança 
Tecnologia e 
Sistemas de 
informação 
Conhecim 
ento e Ha 
bilidades 
Satisfação 
das Pessoas 
Compet 
ências 
Melhoria 
Contínua 
Políticas d 
e Incentivo 
Ambiente Or 
ganizacional 
Margens 
Vendas da 
Empresa 
Valor Ec 
onômico 
Conformid 
ade social 
Imagem 
pública 
Conform 
idade A 
mbiental 
Custo A 
mbiental 
Novos p 
rodutos 
Geração 
de Idéias 
Relacioname 
nto com Forn 
ecedores 
Conformidad 
e dos Produt 
os e Serviços 
Produti 
vidade 
Eficiência 
operacional 
Conformidad 
e dos Proces 
sos Críticos 
Flexibil 
idade 
Planejamento 
dos Processos 
Quali 
dade 
Valor Percebido 
pelo Mercado 
Custos da 
Empresa 
Relacionamento 
com Clientes 
Satisfação 
de Clientes 
<Produti 
vidade> 
<Custo A 
mbiental> 
<Capital 
Intelectual> 
<Relaciona 
mento com 
Clientes> 
Investim 
entos 
Recuperação de 
investimentos 
<Conformidade dos 
Produtos e Serviços> 
<Satisfação 
das Pessoas> 
Mercado de 
Capitais 
Demanda de 
mercado 
Fornece 
dores 
Forneced 
ores de 
capital 
Mudanças T 
ecnológicas 
Atratividade 
do Mercado 
Estrutura 
Competitiva 
de Mercado 
Concorrente 
s no Mercado 
Mercado 
Potencial 
Relacionam 
ento com Int 
ermediários 
Geografia 
do Mercado 
Uso dos 
Recursos 
Naturais 
Regulamen 
tações Inter 
nacionais 
Macro Estrutura 
Econômica 
Macro Estrutura 
Política 
Conformid 
ade da Co 
municação Conformida 
de do Preço 
Conformid 
ade da Di 
stribuição 
<Conformidade 
da Distribuição> 
Perfil do C 
onsumidor 
Estrutura Global 
da Demanda 
Educação 
da Força de 
Trabalho 
Difusão 
Tecnológica 
Macro 
Estrutura 
Social 
Organização 
Global da 
Produção 
Padrões 
Globais do 
Mercado 
Estrutura dos 
Mercados 
Globais 
Recursos 
Produtivos 
<Macro Estrutura 
Econômica> 
<Organizaçã 
o Global da 
Produção> 
<Macro Estrutura 
Econômica> 
<Recursos 
Produtivos> 
<Mudanças 
Tecnológicas> 
<Padrões Globais 
do Mercado> 
<Macro 
Estrutura 
Social> 
<Macro 
Estrutura 
Econômica> 
<Macro 
Estrutura 
Política> 
<Macro 
Estrutura 
Social> 
<Mercado 
Potencial> 
<Concorrentes 
no Mercado> 
Mercado 
Instalado 
Vendas dos 
Concorrentes 
Cultura Org 
anizacional 
<Modelo E 
stratégico> 
Espaço G 
eográfico 
<Modelo E 
stratégico> 
 O ambiente de mercado 
 O ambiente da empresa 
 O ambiente global 
[ i_hub_C1 ] 
As Variáveis
líderes inovadoresfaremos a ≠ pela ação de
Estagnação 
Caos 
Limite do Caos 
Mudança lenta e incremental 
Mudança rápida e radical 
Adequação 
“e isso exige que se trabalhe com o que é desconhecido, que se experimente mudar o status quo, onde o maior risco é o de não inovar.” 
Capra, Fritjof 
O Tao da Física 
Líderes inovadores arriscam um pouco mais…
EstratégiasSimilares 
EscalaVelocidade 
EficiênciaExperimentação 
DiligênciaImaginação 
ControleCriação 
AlinhamentoDiversidade 
HierarquiaNetwork 
Estratégias Diferentes
Número de opções 
Idéias 
Experimentos 
Empreendimentos(Ventures) 
Novos Negócios 
1,000 
100 
10 
1 
Incrementos de risco 
log 
Não há experiências sem sucesso, apenas experiências com resultados diferentes das expectativas. 
Onde o erronão se configure como umfracasso
HISTÓRIASDE SUCESSO...
BuscaPé 
O serviço é usado em mais de 100 grandes portais na América Latina como principal ferramenta de comparação de preços. 
Em 2009 o grupo Naspers comprou 91% das ações da companhia brasileira por US$ 342 milhões. 
iMúsica 
Portal de vendas de música, o iMúsica fechou o ano passado com vendas de 30 mil músicas na internet -e três milhões em um ano e meio de operações por celular. O iMúsica passou a fornecer músicas para as principais operadoras de celular do Brasil. A ideia de vender cartões pré-pagos de músicas para download começa a deslanchar.
Dotz 
A Dotz funciona como uma operadora de câmbio: uma loja de varejo compra determinada quantia em Dotz, que são distribuídas entre seus clientes. Depois de juntar uma determinada quantidade, o cliente pode trocar por prêmios. 
Aprex 
Os serviços online são calendário, lista de contatos, tarefas, disco virtual, blogs, enquetes, apresentações e e-mail marketing. 
Os concorrentes do Aprex são o Google, a Microsoft e Yahoo, as três maiores empresas de internet do mundo.
Boo-box 
O Boo-box, que associa imagens e palavras a sites de comércio eletrônico, foi destaque noTechCrunch, considerado a principal referência do ramo internacionalmente. 
Escola 24 Horas 
Reproduz na internet o ambiente escolar 24 horas por dia. O maior diferencial fica por conta do plantão de dúvidas, para alunos da educação infantil ao pré-vestibular.
Camiseteria 
O Camiseteria é um site que vende camisetas com estampas feitas pelos próprios usuários, que enviam pela internet e passam pelo crivo dos internautas em uma votação aberta. 
Apontador 
Você pode saber onde fica uma rua, traçar uma rota, verificar o trânsito e o clima. Além disso, pode marcar seus locais, como a residência ou o endereço do trabalho. Outro recurso é a possibilidade de marcações pessoais nas regiões escolhidas, como comércio, imóveis, educação, esporte, gastronomia, governo, saúde, serviços, transportes e turismo.
Arriscam com...
INOVAÇÃO
e 
Sustentabilidade!
GRAMEEN –DANONE: Um iogurte para todos
Intenção da Danone 
Naverdade,maisde40%denossonegócioestáemmercadosemdesenvolvimento. Nãoqueremosvendernossosprodutosapenasàspessoasabastadasdessespaíses.Gostaríamosdeencontrarmaneirasdeajudaraalimentarospobres.Fazpartedocompromissohistóricodanossaempresasersocialmenteinovadoraeestaremconstanteevolução,atitudequeremontaa35anosatrás,aotrabalhodemeupai, AntoineRiboud.Talvezessehistóricoesclareçaporqueeuochameiaestareunião, professorYunus.Nós,daDanone,achamosqueumhomemeumaorganizaçãoqueusaramacriatividadeparaajudartantospobrestalveztenhamumaidéiaparaapresentaraoGrupoDanone.“ 
Franck Riboud, presidente e diretor-geral do 
Grupo Danone
UmIogurtepara todos: Shokti Dói 
A cadeia de produção deste produto, permitiu a construção da indústria, o fornecimento do leite, a distribuição do produto e, melhor de tudo, promoveu o emprego local.
OsalimentosproduzidospelaGrameenDanonedeveriamsersaudáveiscomointuitodemelhoraradietadaspessoasquevivemnasáreasruraisdeBangladesh,emespecialascrianças,eoqueémaisimportante:aumpreçobaixo.
Nasce assim a base da Empresa Social 
É uma empresa projetada para atender a uma meta social. Nesse caso, a meta é melhorar a nutrição das famílias pobres nas aldeias de Bangladesh. Uma empresa social não paga nenhum dividendo. Vende produtos a preços que fazem dela um negócio autosustentável. Os proprietários da empresa podem receber de volta a quantia que investiram no negócio após um período; contudo, os investidores não recebem nenhum lucro na forma de dividendos. Em vez disso, qualquer lucro obtido permanece na empresa, a fim de financiar sua expansão, criar novos produtos ou serviços e trazer o bem ao mundo. 
M. Yunus
INOVAÇÃO
com 
EXPERIÊNCIA
Como fazer a geração playstation escrever, ler, raciocinar? 
A nova geração busca pela informação instantânea, eles absorvem as informações com a mesma rapidez que as trocacom as pessoas ao seu redor. 
O “Kindle”-leitor eletrônico de livros da Amazon.com –veio para revolucionar a leitura e fazer com que a nova geração volte a ler mais livros. 
E-book é moderno, funciona como uma espécie de prancheta digital, e pretende assumir seu espaço nas mentes e corações da geração Y . 
Fonte: http://hsm.updateordie.com/
E já vêm aí os vooks, livros que também incluem outros recursos, tais como: depoimentos de voz, clipes de vídeo, peças musicais entre outros. 
Fonte:www.almacarioca.net
E vem + novas experiências: Realidade Aumentada 
A realidade aumentada proporciona uma nova forma de visualizar imagens. O sistema reconhece imagens através de webcam e projeta sobre elas objetos em 3D ou até mesmo animações. 
A Ray Ban apostou neste negocio e no site você pode experimentar os modelos de óculos de sol como se estivesse na frente do espelho. 
Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/
AinovadoraT-MOBILE,empresaalemãdecelulares,revolucionousuascampanhaspublicitárias.Aempresareúnecentenasdepessoas,seusclientesnagrandemaioria,comointuitodeparticiparemdeseuscomerciais, noquechamamde“flashmob”, algocomouma“mobilizaçãorelâmpago”. 
Flash Mobs 
Fonte: www.moysessimantob.com.br
Pra encerrar, guarde isso: Cultura da IDEO é de mini-fracassos – ‘fracasse com freqüência para ter sucesso mais cedo.’
e VOCÊ ? está pronto parawebempreender?
DECÁLOGO DO EMPREENDEDORISMO 
1.Tomeumadecisãocorajosapordia 
2.Persistanoensaiodosonho–cadapedranocaminhoserviránaconstruçãodoseucastelo 
3.Duvidedetudo.Doseuslimites,doslimitesdosoutros,dassuasvirtudesedasvirtudesdooutros.Duvidaréaprenderamanteracuriosidadeacesa. 
4.Aprendacomosmaisjovensecomosmaisexperientes. 
5.Eduque-seomelhorquepuder,semparar,parasempre.Domineseutemaatétornar- seumexpert. 
6.Respeiteasregrasdomercado.Antesdevocênasceralguémjátinhadefinidoasregrasdojogo.Entenda-asparapodermuda-las. 
7.Formarumtimeexcepcionalé50%dosucesso 
8.Osoutros50%éparticiparderedesconhecimentoquetelevamalémdasfronteirasdasuainteligênciaedoseutime. 
9.Mova-semaisrápidoqueseuscompetidores,seelesforemmaisvelozes,siga-osbemdeperto. 
10.Sevocêprecisarcopiar,copie,massepuderinovar,inove.Inovarémaisdifícil,dámaistrabalho,porémtrazmaisretorno.
Moysés Simantob 
moyses.simantob@simantob.com.br 
http://twitter.com/moyses_simantob 
http://www.moysessimantob.com.br 
Tel: (11) 3297-0550 
(11) 3256-5977

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revolucões
 Revolucões Revolucões
Revolucões
Fábio Flatschart
 
Apresentação Gestão de Serviços - Coppead
Apresentação Gestão de Serviços - CoppeadApresentação Gestão de Serviços - Coppead
Apresentação Gestão de Serviços - Coppead
Rafael Ferrer
 
Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...
Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...
Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...
Dan Vitoriano
 
20091006 Redes Sociais Am Chamv2
20091006 Redes Sociais Am Chamv220091006 Redes Sociais Am Chamv2
20091006 Redes Sociais Am Chamv2
Guy Manuel
 
Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...
Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...
Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...
Trevisan Escola de Negócios
 
Ibope
IbopeIbope
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Fabricio A. Guilherme
 
Novas tendências em publicidade digital
Novas tendências em publicidade digitalNovas tendências em publicidade digital
Novas tendências em publicidade digital
Ricardo Moraleida
 
Profissões na Web - Palestra Unitau - TecnoParty
Profissões na Web - Palestra Unitau - TecnoPartyProfissões na Web - Palestra Unitau - TecnoParty
Profissões na Web - Palestra Unitau - TecnoParty
Diego Alexandre Santos Souza
 
Felipe Morais - Planejamento Digital Ebranding
Felipe Morais - Planejamento Digital EbrandingFelipe Morais - Planejamento Digital Ebranding
Felipe Morais - Planejamento Digital Ebranding
Guia-se Negócios pela Internet
 
Manufatura Interactive
Manufatura InteractiveManufatura Interactive
Manufatura Interactive
Carlos Oliveira
 
Digital1_aula01
Digital1_aula01Digital1_aula01
Digital1_aula01
Plínio Okamoto
 
Seminário E-commerce UFS
Seminário E-commerce UFSSeminário E-commerce UFS
Seminário E-commerce UFS
Sueli Bacelar
 
Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)
Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)
Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)
Paulo Milreu
 
Insider15
Insider15Insider15
Insider15
press.a.porter
 
2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio
2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio
2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio
Startups Rio Preto
 
02 sxsw guilherme gomide complete
02 sxsw guilherme gomide complete02 sxsw guilherme gomide complete
02 sxsw guilherme gomide complete
Mobile Marketing Association
 

Mais procurados (17)

Revolucões
 Revolucões Revolucões
Revolucões
 
Apresentação Gestão de Serviços - Coppead
Apresentação Gestão de Serviços - CoppeadApresentação Gestão de Serviços - Coppead
Apresentação Gestão de Serviços - Coppead
 
Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...
Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...
Planejamento estratégico de comunicação digital - Dados sobre internet e mobi...
 
20091006 Redes Sociais Am Chamv2
20091006 Redes Sociais Am Chamv220091006 Redes Sociais Am Chamv2
20091006 Redes Sociais Am Chamv2
 
Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...
Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...
Palestra "O papel dos jovens e das redes sociais na crise do mundo árabe" - M...
 
Ibope
IbopeIbope
Ibope
 
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
Social Media Week 2014 - O Potencial das Mídias Sociais Nas Micro e Pequenas ...
 
Novas tendências em publicidade digital
Novas tendências em publicidade digitalNovas tendências em publicidade digital
Novas tendências em publicidade digital
 
Profissões na Web - Palestra Unitau - TecnoParty
Profissões na Web - Palestra Unitau - TecnoPartyProfissões na Web - Palestra Unitau - TecnoParty
Profissões na Web - Palestra Unitau - TecnoParty
 
Felipe Morais - Planejamento Digital Ebranding
Felipe Morais - Planejamento Digital EbrandingFelipe Morais - Planejamento Digital Ebranding
Felipe Morais - Planejamento Digital Ebranding
 
Manufatura Interactive
Manufatura InteractiveManufatura Interactive
Manufatura Interactive
 
Digital1_aula01
Digital1_aula01Digital1_aula01
Digital1_aula01
 
Seminário E-commerce UFS
Seminário E-commerce UFSSeminário E-commerce UFS
Seminário E-commerce UFS
 
Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)
Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)
Palestra Web 2.0 - Estratégias e Ferramentas (FAP Tupã)
 
Insider15
Insider15Insider15
Insider15
 
2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio
2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio
2ª Desconferência | O Nascimento da Bloom Digital Research por Felipe Attílio
 
02 sxsw guilherme gomide complete
02 sxsw guilherme gomide complete02 sxsw guilherme gomide complete
02 sxsw guilherme gomide complete
 

Destaque

Downloads Guia Inovacao Empresas
Downloads Guia Inovacao EmpresasDownloads Guia Inovacao Empresas
Downloads Guia Inovacao Empresas
Fabricio Martins
 
Siemens curso 04_05_ppt
Siemens curso 04_05_pptSiemens curso 04_05_ppt
Siemens curso 04_05_ppt
kleber.torres
 
Alfa Tech (27 06-2013)
Alfa Tech (27 06-2013)Alfa Tech (27 06-2013)
Alfa Tech (27 06-2013)
SV_Partners
 
Petrobras ws ambiente 01.02
Petrobras ws ambiente 01.02Petrobras ws ambiente 01.02
Petrobras ws ambiente 01.02
kleber.torres
 
Brasoftware palestra 05_07_ppt
Brasoftware palestra 05_07_pptBrasoftware palestra 05_07_ppt
Brasoftware palestra 05_07_ppt
kleber.torres
 
Unicamp aula 08_06
Unicamp aula 08_06Unicamp aula 08_06
Unicamp aula 08_06
kleber.torres
 
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
SV_Partners
 
Wilson Sons - 06-01-2014
Wilson Sons - 06-01-2014Wilson Sons - 06-01-2014
Wilson Sons - 06-01-2014
SV_Partners
 

Destaque (8)

Downloads Guia Inovacao Empresas
Downloads Guia Inovacao EmpresasDownloads Guia Inovacao Empresas
Downloads Guia Inovacao Empresas
 
Siemens curso 04_05_ppt
Siemens curso 04_05_pptSiemens curso 04_05_ppt
Siemens curso 04_05_ppt
 
Alfa Tech (27 06-2013)
Alfa Tech (27 06-2013)Alfa Tech (27 06-2013)
Alfa Tech (27 06-2013)
 
Petrobras ws ambiente 01.02
Petrobras ws ambiente 01.02Petrobras ws ambiente 01.02
Petrobras ws ambiente 01.02
 
Brasoftware palestra 05_07_ppt
Brasoftware palestra 05_07_pptBrasoftware palestra 05_07_ppt
Brasoftware palestra 05_07_ppt
 
Unicamp aula 08_06
Unicamp aula 08_06Unicamp aula 08_06
Unicamp aula 08_06
 
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
Sebrae SP Escola Empreendedor 16-09-2014
 
Wilson Sons - 06-01-2014
Wilson Sons - 06-01-2014Wilson Sons - 06-01-2014
Wilson Sons - 06-01-2014
 

Semelhante a UNIP Webempreender 04-04-2013

Sebrae 10.09
Sebrae 10.09Sebrae 10.09
Sebrae 10.09
kleber.torres
 
Oportunidades empreendedorismo inovador
Oportunidades empreendedorismo inovadorOportunidades empreendedorismo inovador
Oportunidades empreendedorismo inovador
Geneceuda
 
Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14
Gustavo Gonzalez
 
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bemRedes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bem
Sandro Alencar Fernandes
 
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
Celso LS
 
Você sabe o que é Crowdsourcing?
Você sabe o que é Crowdsourcing?Você sabe o que é Crowdsourcing?
Você sabe o que é Crowdsourcing?
YouCreate
 
Palestra ped presencadigital
Palestra ped presencadigitalPalestra ped presencadigital
Palestra ped presencadigital
fmorais2309
 
O que o Setor Público Pode Aprender com o Setor Privado
O que o Setor Público Pode Aprender com o Setor PrivadoO que o Setor Público Pode Aprender com o Setor Privado
O que o Setor Público Pode Aprender com o Setor Privado
Nino Carvalho - Consultor e Professor
 
Marketing Digital e Comércio Eletrônico
Marketing Digital e Comércio EletrônicoMarketing Digital e Comércio Eletrônico
Marketing Digital e Comércio Eletrônico
Gustavo Gonzalez
 
Dez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anos
Dez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anosDez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anos
Dez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anos
Juliano Kimura
 
Palestra: Estratégias de E-commerce na Importação e Exportação
Palestra: Estratégias de E-commerce na Importação e ExportaçãoPalestra: Estratégias de E-commerce na Importação e Exportação
Palestra: Estratégias de E-commerce na Importação e Exportação
ABRACOMEX
 
Empreendedorismo Digital - versão 2
Empreendedorismo Digital - versão 2Empreendedorismo Digital - versão 2
Empreendedorismo Digital - versão 2
Lucas Augusto Carvalho
 
Palestra
PalestraPalestra
Apresentaçao BIG - Business Insights Group
Apresentaçao BIG - Business Insights GroupApresentaçao BIG - Business Insights Group
Apresentaçao BIG - Business Insights Group
Symnetics Business Transformation
 
Cmep out/2009
Cmep out/2009Cmep out/2009
Cmep out/2009
kleber.torres
 
Case Catho online
Case Catho onlineCase Catho online
Case Catho online
Claudio Martins Jr.
 
Catho online
Catho onlineCatho online
Catho online
Erica Sousa
 
Artigo: O marketing digital na era da revolução digital
Artigo: O marketing digital na era da revolução digitalArtigo: O marketing digital na era da revolução digital
Artigo: O marketing digital na era da revolução digital
Luis Claudio S. Peixoto
 
Trend report
Trend reportTrend report
Trend report
Pedro Medeiros
 
Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...
Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...
Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...
Alinne Fernandes
 

Semelhante a UNIP Webempreender 04-04-2013 (20)

Sebrae 10.09
Sebrae 10.09Sebrae 10.09
Sebrae 10.09
 
Oportunidades empreendedorismo inovador
Oportunidades empreendedorismo inovadorOportunidades empreendedorismo inovador
Oportunidades empreendedorismo inovador
 
Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14
Aula MBA Gestão e Negpocios turma 14
 
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bemRedes sociais  seguir, compartilhar e curtir o bem
Redes sociais seguir, compartilhar e curtir o bem
 
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
A era 4.0 - Revista Desenvolve SP 2018
 
Você sabe o que é Crowdsourcing?
Você sabe o que é Crowdsourcing?Você sabe o que é Crowdsourcing?
Você sabe o que é Crowdsourcing?
 
Palestra ped presencadigital
Palestra ped presencadigitalPalestra ped presencadigital
Palestra ped presencadigital
 
O que o Setor Público Pode Aprender com o Setor Privado
O que o Setor Público Pode Aprender com o Setor PrivadoO que o Setor Público Pode Aprender com o Setor Privado
O que o Setor Público Pode Aprender com o Setor Privado
 
Marketing Digital e Comércio Eletrônico
Marketing Digital e Comércio EletrônicoMarketing Digital e Comércio Eletrônico
Marketing Digital e Comércio Eletrônico
 
Dez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anos
Dez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anosDez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anos
Dez tendências que podem mudar nosso futuro nos próximos anos
 
Palestra: Estratégias de E-commerce na Importação e Exportação
Palestra: Estratégias de E-commerce na Importação e ExportaçãoPalestra: Estratégias de E-commerce na Importação e Exportação
Palestra: Estratégias de E-commerce na Importação e Exportação
 
Empreendedorismo Digital - versão 2
Empreendedorismo Digital - versão 2Empreendedorismo Digital - versão 2
Empreendedorismo Digital - versão 2
 
Palestra
PalestraPalestra
Palestra
 
Apresentaçao BIG - Business Insights Group
Apresentaçao BIG - Business Insights GroupApresentaçao BIG - Business Insights Group
Apresentaçao BIG - Business Insights Group
 
Cmep out/2009
Cmep out/2009Cmep out/2009
Cmep out/2009
 
Case Catho online
Case Catho onlineCase Catho online
Case Catho online
 
Catho online
Catho onlineCatho online
Catho online
 
Artigo: O marketing digital na era da revolução digital
Artigo: O marketing digital na era da revolução digitalArtigo: O marketing digital na era da revolução digital
Artigo: O marketing digital na era da revolução digital
 
Trend report
Trend reportTrend report
Trend report
 
Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...
Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...
Revolução digital - O que é tendência e o que já se tornou realidade no novo ...
 

UNIP Webempreender 04-04-2013

  • 1. WEBEMPREENDEDOR CURSO| Secretariado Integrado Prof. Moysés Simantob UNIP|UniversidadePaulista –04/04/2013
  • 2. •Publicou“GuiaValorEconômicodeInovaçãonasEmpresas”,pelaeditoraGloboem2003 •PublicaçõeseestudosOrganizaçõesInovadorasSustentáveis,falaemcongressosepalestrasparaSEBRAEnacional. •Juradoeconstituintenadefiniçãodoscritériosdeavaliaçãodoprêmio“AsEmpresasMaisInovadorasdoBrasil”,criadopelarevistaÉpocaNegóciosepublicadoem2009,comaparceiradaFGV,GreatPlaceToWorkeFundaçãoNacionaldaQualidadee,em2010,comaconsultoriaA.T.Kearney. •SuacarreiraacadêmicaestávinculadaàFGV,desde2002,comocofundadordoFórumdeInovaçãodaEscoladeAdministraçãodeEmpresasdeSãoPauloeautoreprofessordeváriasdisciplinasdeInovação,SustentabilidadeeEmpreendedorismo. Sobre| Moysés Simantob •AtualmenteéprofessorconvidadodecursosMBAincompanynaFGV,USPeUnisinos. •Emsuaempresadeassessoriadeinovaçãoestratégica,Simantobtemtrabalhadoparacompanhiaseinstituiçõescomo:BancoItaúUnibanco,BancoBTGpactualeGrupoSOLVI(EssencisAmbiental),BancodoBrasil,Wal-MartBrasil,FederaçãodaIndústriadoParaná,SEBRAESP,FederaçãodaindústriadeMinasGeraisentreoutros. •Suaespecialidadeestánapráticadainovaçãonomodelodegestãodasorganizações,oquesignificaalinharaspectosdeambiente, estratégia,estrutura,cultura,liderança, processosemétricasnadireçãodeumaorganizaçãomaisinovadora,colaborativaeinspiradapelodesenvolvimentosustentável. •Temassessoradolíderesdogovernodeórgãosdefomentoàinovaçãoeàcompetitividadeindustrial.
  • 10. É preciso transformar a maneira de pensar
  • 11. Rumo a um mundo de 7 bilhões de pessoas!
  • 13. 7 bilhões é um desafio.
  • 14. 7 bilhões é uma oportunidade!
  • 15. 7 bilhões é uma chamada à ação.
  • 16. 7 bilhões é o começo.
  • 17. 7 bilhões exigirão mais do que uma inovação por mês.
  • 18. Se olharmos ao nosso redor
  • 21. colaboração conexões confiança conceitos curiosidade capacidade Que é:
  • 22. qualquerum pode web 1.0 marc benioff, salesforce.com fazer transações amazon, google, eBay...
  • 23. qualquerum pode web 2.0 marc benioff, salesforce.com participar flickr, BLOGs, adsense...
  • 24. qualquerum pode web 3.0 marc benioff, salesforce.com amazonAWS, salesforce, yahoo pipes, google, microsoft, ning, myspace...
  • 25. É preciso criar seupróprio radardetendências
  • 27. As vendas on-line atingiram o montante de R$ 22,5 bilhões no fechamento de 2012, um crescimento de 20% no comparativo com o ano anterior. Fonte: Relatório WebShoppersapoiado pela Câmara Brasileira de Comércio
  • 28. Fonte: Relatório WebShoppersapoiado pela Câmara Brasileira de Comércio Espera-se que até dezembro o montante das vendas pela web chegue a R$ 28 bilhões e 50 milhões de compradores online.
  • 32. Geração Y vai alterar os serviços financeiros? Uma parte ainda vive na casa dos pais, mas se observá-los de perto, e como eles interagem com o mundo ao seu redor, a Geração Y pode revelar o futuro das transações. Os consumidores da Geração Y devem conduzir o crescimento do canal móvel. Eles vivem conectados 24 horas por dia e 7 dias por semana, e tem sido fruto dodesenvolvimento dos Y que a tecnologia tem evoluído. Os Y são jovens entre 20 e 30 anos
  • 33. Essa Geração não usa com tanta freqüência o cartão de crédito, geralmente fazem compras de valores baixos, onde eles não vêem a necessidade do uso do cartão. Evitam andar com eles na carteira para não fazerem compras compulsivas. A Geração Yse mostra bastante conservadora, quando o assunto é dinheiro. Planeja-se, poupae herda os costumes dos pais, principalmente no que diz respeito aos investimentos.
  • 34. Mas isso é só o começo
  • 35. OS USUÁRIOS DA INTERNET BRASILEIRA PASSARAM EM MÉDIA 36% DO TEMPO NAS REDES SOCIAISEM 2012. A AUDIÊNCIA DA INTERNET NO BRASIL É RELATIVAMENTE JOVEM, COM 18% DOS USUÁRIOS COM IDADES ENTRE 18-24 ANOS E 30% ENTRE 25-34. Fonte: IBOPE 2013
  • 36. 29% dos brasileiros entre 10 e 17 anos prefere falar com amigos, família ou colegas por meio da internet do que pessoalmente. Download de filmes e séries é outro hábito importante para 45% dos jovens paulistanos, contra 22% do público de todas as faixas etárias na região metropolitana de São Paulo. Fonte: Ibope (Outubro 2009)
  • 38. e as novidades estão…nas
  • 47. Fonte: brainstorm9 O My Starbucks Ideasé um projeto interativo daStarbucks que pede a ajuda dos clientes para definir o futuro da empresa. Através do site, qualquer um pode sugerir idéias, votar nas melhores e discutir com outros consumidores as melhores propostas. As idéias são organizadas em categorias, ranqueadas através da votação popular e acumulam pontos. Os comentários de cada proposta também são abertos, e muitas contam com uma participação massiva do público. A Starbucks colocou uma equipe chamada“Idea Partners”para se dedicar a análise das idéias. São funcionários de diversas áreas da empresa, incluindo Brad Stevens, vice- presidente de marketing, que decidem, comentam e respondem individualmente cada propostano blogdo projeto. A empresa obteve mais de 130 mil sugestões de como melhorar e, 700 já foram implantadas!
  • 48. O website 3M Inovação foi desenhado com objetivo de apresentar cases, conceitos e materiais sobre criatividade, além da história da inovação no Brasil e no mundo.Dentro do espaço de downloads, os internautas terão à disposição uma lista de documentos, tais como os 10 mandamentos da inovação, a cultura de inovação da empresa e arquivos sobre inovação sustentável. Fonte: www.baguete.com.br
  • 49. AIBMéumaempresaglobalcomquase400.000funcionáriosemcercade200paísesepelomenosumterçotrabalharemotamente.Comocolocarestamassadepessoasemcontato,trocandoidéiasecompartilhandoinformaçõeseexperiências? A solução é social computing! Os funcionários da IBM, no mundo todo usam ferramentas de redes sociais intensamente, como uma rede social interna chamada Beehive, mas além disso é comum o uso de redes externas, como Orkut, Face book, Linkedine Twitter. Atualmente existem mais de 10.000 blogs internos e cerca de 15.000 WikiCentral. JAM-brainstormingvirtual Osfuncionáriosparticiparamproativamentedadefiniçãodosvaloresdaempresaquesão: a)Dedicationtoeveryclient’ssuccess b)Innovationthatmatters,forourcompanyandtheworld c)Trustandresponsabilityinallrelationships. Fonte: IBM
  • 52. Até aqui OK. mas, e se o mercado pra Webempreender for a base da pirâmide?
  • 55. inovação num mundo de bloqueios é preciso resgatar criatividade
  • 56. K12 Idade dogrupo testado Número daamostragem Anode aplicação do teste Porcentagem de assuntos de “altacriatividade” 5 anos 1.600crianças 1973 98% 10 anos 1.600 crianças 1978 30% 15 anos 1.600 crianças 1983 12% 25 + anos 280.000 adultos 1985 2% Estudo longitudinal de Land and Jarman entre 1968 -1985 Reinventar a educação estimulando a criatividade
  • 57. gibbons: modos de produção de conhecimento… •Modo 1 –contexto acadêmico –barreiras disciplinares –homogeneidade de percepções –controle de qualidade e relevância pelos pares –estrutura e organização hierárquica e estática –responsabilidade interna –liberdade (acadêmica) e “desafio do conhecimento” •Modo 2 –contexto daaplicação –multidisciplinaridade –heterogeneidadede percepções –qualidade e relevância definidosexternamente –organizaçõesad-hoce estruturasplanas –responsabilidadeexterna –usuários e interesses definem a agenda... http://www.intermedia.uio.no/konferanser/skikt-02/skikt-research-conferance.html
  • 59. Onde está uma oportunidade de negócios, hoje?
  • 60. Micropagamentos= NanopagamentosCobrar barato, muito barato. A ideiaé simples: se não pode cobrar caro, arrume muitas pessoas para pagar pouco, como, por exemplo, pagar R$ 0,10 por um serviço ou bem na web.
  • 61. Alguns Start-Upsno nicho dos Nanopagamentos
  • 62. “90% dos usuários de internet no mundo não possuem cartão de crédito, e muitos têm medo de usá-los online. O mercado alcançado com os micropagamentospoderia ser até três vezes maior. Há um bom dinheiro em jogo” Eli Gurockda OneTouch
  • 64. Apple anunciou que a App Store ultrapassou os 10 bilhões de downloads e agora a meta é chegar em 6 meses a 15 bilhões.
  • 65. O sucesso da App Store, da Apple, provou que as pessoas estão dispostas a pagar pequenas quantias por bens digitais ou serviços na Web. Até o dia 26 de julhoa Apple® anunciou que seus consumidores fizeram mais de 5 bilhões de downloads de aplicativos, por preços entre U$ 0,99 e 4,99. A previsão é que em 2015 serão 25 bi apps baixados. AppStoreApple “uma fábrica de nanopagamentos” Fonte: http://latam.apple.com/pr/articulo/?id=1624&r=br Juniper Research,2010
  • 66. Na China, as crianças podem adicionar créditos em suas contas do Tencent, via celular ou comprando em lojas reais, sistemas similares existem para usuários do japonês Mixie do coreano Cyworld.
  • 67. Para que esse modelo de sucesso seja repetido nas redes sociais, é necessário um meio de pagamento eletrônico estável, confiável e fácil de usar. Redes Sociais e Plataforma de Pagamentos
  • 68. e sua visão sobre Nanopagamentos Segundo o NiemanJournalismLab(www.niemanlab.org), projeto e blog da Universidade de Harvard, a Google está desenvolvendo uma nova plataforma própria de transação de pequenos valores monetários (nanopagamentos), que estará disponível no próximo ano. O sistema deverá ser uma extensão do Google Checkout, para no futuro: “a ideiaé viabilizar pagamentos de centavos até vários dólares ao agregar compras entre comerciantes. Trata-se de uma nova opção de monetização de conteúdo para sites de jornais, que passam por crise financeira sem precedentes.
  • 71. A rede social permite que os usuários comprem créditos Facebookcom seus telefones celulares. Estão trabalhando com uma empresade soluções de pagamento móvel para prover este serviço. Os créditos podem ser usados para compra de bens virtuaisdentro do Facebook. Eles podem usar os créditos nas aplicações da rede, como comprar artefatos extras nos games. Facebook
  • 72. E tudo isso pode ficar ainda melhor...
  • 73. O número de usuários de serviços de pagamento móvel no mundo vai ultrapassar 108,6 milhões em 2010, o que representa um crescimento de 54,5% em relação ao ano passado, segundo Gartner. Para 2012 a previsão é superar os 190 milhões de usuários de pagamentos móveis. Pequenos varejistas certificados atuarão como agências bancárias; Depósitos via lojas; Tranferência de dinheiro via lojas; Enviar dinheiro por SMS para quem não é registrado no sistema; Pagamento de contas, taxis… Fonte: The Economist Como?
  • 75. Membros Zipcar podem rapidamente fazer uma reserva, escolhendoos carros que estão mais próximos de sua localização. O cliente vai até a localização do carroreservado e realiza seus Zipcardsna frente de um decalque especial que fica na janela. Somente após a validação do sistema que as portas são destravas e é permitido a ignição. O membro usa oautomóvel e o devolve para o mesmo local. Todas as informações são enviadas para os servidores do Zipcare para a conta do cliente que é automaticamentecobrado. At&t
  • 76. O público-chave para empresas como a Zipcar, que domina o setor e conta com mais de 500 mil associados e 8.000 veículos, são os universitários, jovens famílias e casais em grandes cidades, onde transporte público é ruim e estacionamento caros e raros. A Zipcar está revolucionando as locações de veículos nos EUA fazendo o avesso da concorrência. (Istoé Dinheiro) A Prefeitura de Nova York adquiriu mais de 10 mil contratos do tipo da Zipcar e anunciou um acordo- piloto para poupar US$ 500 mil (R$ 843 mil) em quatro anos. Um estudo da consultoria britânica Frost & Sullivan citado pela revista "Economist" prevê que o mercado de compartilhamento movimentará US$ 6 bilhões (R$ 10,1 bilhões) e terá 10 milhões de usuários até 2016.
  • 77. o que isso?! significa
  • 79. ENTÃO O RITMO DE MUDANÇAS PERMITE EMPREENDER CRIANDO NOVOS MODELOS DE NEGÓCIOS... COMO????
  • 83. e VOCÊ é oprogramador
  • 89. "uma capacidade mental bastante geral que, entre outras coisas, envolve a habilidade de raciocinar, planejar, resolver problemas, pensar de forma abstrata, compreender idéias complexas, aprender rápido e aprender com a experiência. Não é uma mera aprendizagem literária, uma habilidade estritamente acadêmica ou um talento para sair-se bem em provas. Ao contrário disso, o conceito refere-se a uma capacidade mais ampla e mais profunda de compreensão do mundo à sua volta -'pegar no ar', 'pegar' o sentido das coisas ou 'perceber'" "Mainstream Science on Intelligence"
  • 91. Lingüística:A palavra é o fundamental Visual-espacial: conseguir visualizá-la mesmo que não esteja impressa. Lógico-matemática:Talento para o raciocínio Corpóreo-cinestésica:O corpo é a ferramenta Interpessoal:É bom em se relacionar com as pessoas Intrapessoal:É o tipo de pessoa que se conhece muito bem Musical:Tem facilidade para identificar sons
  • 94. BUSINESS BINGO Imprima o quadro abaixo antes de começar a reunião, seminário, conferência, etc. Sempre que ouvir a palavra ou expressão contida numa das casas, marque a mesma com um (X). Quando completar uma linha, coluna ou diagonal, grite "BINGO"! Testemunho de jogadores satisfeitos: "A reunião só tinha começado há 5 minutos quando ganhei!"; "A minha capacidade para escutar aumentou muito desde comecei a jogar o Business Bingo"; "A atmosfera da última reunião foi muito tensa porque 14 pessoas estavam à espera de preencher a 5ª casa"; "O diretor geral ficou surpreso ao ouvir oito pessoas gritando "BINGO", pela 3ª vez em uma hora"; "Agora, vou a todas as reuniões da minha organização, mesmo que não me convoquem".
  • 95. COMO FALAR MUITO SEM DIZER NADA -EMBROMATION
  • 99. ...Inovar para... Para criar monopólios temporários,que a concorrência se encarregará de decretar o fim deles. Quanto mais próximo do monopólio, melhor. Trata-se de uma Estratégia Única: Fazer e vendero que a concorrência ainda não sabe fazer (sempre por pouco tempo). Inovar porquê e pra quê? Perpetuar Crescer Sobreviver
  • 100. Brasil na encruzilhada entre China, índia e SE Asiático: líder ou seguidor? [ T-2 ] Da Imitação a Inovação LINSU KIM De país pobre e subdesenvolvido até o início da década de 1960, a Coréia do Sul passou a ser um dos mais avançados e prósperos do mundo. O aprendizado tecnológico e o progresso técnico endógeno são os fatores fundamentais dessa transformação. LINSU KIM India, SE Asia -Asian firms that previously used a fast follower strategy, similar to Brazil, are increasingly choosing the path of innovation leadership
  • 101. Plataforma [ i_hub ] [estratégia] [alianças] [cultura] [métricas] [processo] [ambiente] [estrutura] [liderança] [ i_hub ]
  • 102. O ambiente externo Até que ponto lemos o macro ambiente brasileiro com precisão? [ i_hub_C1 ]
  • 103. O Ambiente de Negócios Ambiente Global •Economia •Tecnologia •Cultura Ambiente de Mercado •Consumidores •Competidores •Fornecedores Ambiente da Empresa •Produção •Distribuição •Comunicação Construção de cenários [de simples a complexos] [ i_hub_C1 ] SBDS –Prof. Júlio Figueiredo
  • 104. Modelo Estratégico Capital Intelectual Perfil da Liderança Tecnologia e Sistemas de informação Conhecim ento e Ha bilidades Satisfação das Pessoas Compet ências Melhoria Contínua Políticas d e Incentivo Ambiente Or ganizacional Margens Vendas da Empresa Valor Ec onômico Conformid ade social Imagem pública Conform idade A mbiental Custo A mbiental Novos p rodutos Geração de Idéias Relacioname nto com Forn ecedores Conformidad e dos Produt os e Serviços Produti vidade Eficiência operacional Conformidad e dos Proces sos Críticos Flexibil idade Planejamento dos Processos Quali dade Valor Percebido pelo Mercado Custos da Empresa Relacionamento com Clientes Satisfação de Clientes <Produti vidade> <Custo A mbiental> <Capital Intelectual> <Relaciona mento com Clientes> Investim entos Recuperação de investimentos <Conformidade dos Produtos e Serviços> <Satisfação das Pessoas> Conformid ade da Co municação Conformida de do Preço Conformid ade da Di stribuição <Conformidade da Distribuição> Cultura Org anizacional <Modelo E stratégico> <Modelo E stratégico> INOVAÇÃO PROCESSOS PESSOAS FINANÇAS CLIENTES ORGANIZAÇÃO RESPONSABILIDADE [ i_hub_C1 ] As Variáveis  O ambiente da empresa SBDS – Prof. Júlio Figueiredo
  • 105. Modelo Estratégico Capital Intelectual Perfil da Liderança Tecnologia e Sistemas de informação Conhecim ento e Ha bilidades Satisfação das Pessoas Compet ências Melhoria Contínua Políticas d e Incentivo Ambiente Or ganizacional Margens Vendas da Empresa Valor Ec onômico Conformid ade social Imagem pública Conform idade A mbiental Custo A mbiental Novos p rodutos Geração de Idéias Relacioname nto com Forn ecedores Conformidad e dos Produt os e Serviços Produti vidade Eficiência operacional Conformidad e dos Proces sos Críticos Flexibil idade Planejamento dos Processos Quali dade Valor Percebido pelo Mercado Custos da Empresa Relacionamento com Clientes Satisfação de Clientes <Produti vidade> <Custo A mbiental> <Capital Intelectual> <Relaciona mento com Clientes> Investim entos Recuperação de investimentos <Conformidade dos Produtos e Serviços> <Satisfação das Pessoas> Demanda de mercado Fornece dores Forneced ores de capital Atratividade do Mercado Estrutura Competitiva de Mercado Concorrente s no Mercado Mercado Potencial Relacionam ento com Int ermediários Geografia do Mercado Conformid ade da Co municação Conformida de do Preço Conformid ade da Di stribuição <Conformidade da Distribuição> Perfil do C onsumidor <Mercado Potencial> <Concorrentes no Mercado> Mercado Instalado Vendas dos Concorrentes Cultura Org anizacional <Modelo E stratégico> Espaço G eográfico <Modelo E stratégico> [ i_hub_C1 ]  O ambiente de mercado  O ambiente da empresa As Variáveis
  • 106. Modelo Estratégico Capital Intelectual Perfil da Liderança Tecnologia e Sistemas de informação Conhecim ento e Ha bilidades Satisfação das Pessoas Compet ências Melhoria Contínua Políticas d e Incentivo Ambiente Or ganizacional Margens Vendas da Empresa Valor Ec onômico Conformid ade social Imagem pública Conform idade A mbiental Custo A mbiental Novos p rodutos Geração de Idéias Relacioname nto com Forn ecedores Conformidad e dos Produt os e Serviços Produti vidade Eficiência operacional Conformidad e dos Proces sos Críticos Flexibil idade Planejamento dos Processos Quali dade Valor Percebido pelo Mercado Custos da Empresa Relacionamento com Clientes Satisfação de Clientes <Produti vidade> <Custo A mbiental> <Capital Intelectual> <Relaciona mento com Clientes> Investim entos Recuperação de investimentos <Conformidade dos Produtos e Serviços> <Satisfação das Pessoas> Mercado de Capitais Demanda de mercado Fornece dores Forneced ores de capital Mudanças T ecnológicas Atratividade do Mercado Estrutura Competitiva de Mercado Concorrente s no Mercado Mercado Potencial Relacionam ento com Int ermediários Geografia do Mercado Uso dos Recursos Naturais Regulamen tações Inter nacionais Macro Estrutura Econômica Macro Estrutura Política Conformid ade da Co municação Conformida de do Preço Conformid ade da Di stribuição <Conformidade da Distribuição> Perfil do C onsumidor Estrutura Global da Demanda Educação da Força de Trabalho Difusão Tecnológica Macro Estrutura Social Organização Global da Produção Padrões Globais do Mercado Estrutura dos Mercados Globais Recursos Produtivos <Macro Estrutura Econômica> <Organizaçã o Global da Produção> <Macro Estrutura Econômica> <Recursos Produtivos> <Mudanças Tecnológicas> <Padrões Globais do Mercado> <Macro Estrutura Social> <Macro Estrutura Econômica> <Macro Estrutura Política> <Macro Estrutura Social> <Mercado Potencial> <Concorrentes no Mercado> Mercado Instalado Vendas dos Concorrentes Cultura Org anizacional <Modelo E stratégico> Espaço G eográfico <Modelo E stratégico>  O ambiente de mercado  O ambiente da empresa  O ambiente global [ i_hub_C1 ] As Variáveis
  • 107. líderes inovadoresfaremos a ≠ pela ação de
  • 108. Estagnação Caos Limite do Caos Mudança lenta e incremental Mudança rápida e radical Adequação “e isso exige que se trabalhe com o que é desconhecido, que se experimente mudar o status quo, onde o maior risco é o de não inovar.” Capra, Fritjof O Tao da Física Líderes inovadores arriscam um pouco mais…
  • 109. EstratégiasSimilares EscalaVelocidade EficiênciaExperimentação DiligênciaImaginação ControleCriação AlinhamentoDiversidade HierarquiaNetwork Estratégias Diferentes
  • 110. Número de opções Idéias Experimentos Empreendimentos(Ventures) Novos Negócios 1,000 100 10 1 Incrementos de risco log Não há experiências sem sucesso, apenas experiências com resultados diferentes das expectativas. Onde o erronão se configure como umfracasso
  • 112. BuscaPé O serviço é usado em mais de 100 grandes portais na América Latina como principal ferramenta de comparação de preços. Em 2009 o grupo Naspers comprou 91% das ações da companhia brasileira por US$ 342 milhões. iMúsica Portal de vendas de música, o iMúsica fechou o ano passado com vendas de 30 mil músicas na internet -e três milhões em um ano e meio de operações por celular. O iMúsica passou a fornecer músicas para as principais operadoras de celular do Brasil. A ideia de vender cartões pré-pagos de músicas para download começa a deslanchar.
  • 113. Dotz A Dotz funciona como uma operadora de câmbio: uma loja de varejo compra determinada quantia em Dotz, que são distribuídas entre seus clientes. Depois de juntar uma determinada quantidade, o cliente pode trocar por prêmios. Aprex Os serviços online são calendário, lista de contatos, tarefas, disco virtual, blogs, enquetes, apresentações e e-mail marketing. Os concorrentes do Aprex são o Google, a Microsoft e Yahoo, as três maiores empresas de internet do mundo.
  • 114. Boo-box O Boo-box, que associa imagens e palavras a sites de comércio eletrônico, foi destaque noTechCrunch, considerado a principal referência do ramo internacionalmente. Escola 24 Horas Reproduz na internet o ambiente escolar 24 horas por dia. O maior diferencial fica por conta do plantão de dúvidas, para alunos da educação infantil ao pré-vestibular.
  • 115. Camiseteria O Camiseteria é um site que vende camisetas com estampas feitas pelos próprios usuários, que enviam pela internet e passam pelo crivo dos internautas em uma votação aberta. Apontador Você pode saber onde fica uma rua, traçar uma rota, verificar o trânsito e o clima. Além disso, pode marcar seus locais, como a residência ou o endereço do trabalho. Outro recurso é a possibilidade de marcações pessoais nas regiões escolhidas, como comércio, imóveis, educação, esporte, gastronomia, governo, saúde, serviços, transportes e turismo.
  • 119. GRAMEEN –DANONE: Um iogurte para todos
  • 120. Intenção da Danone Naverdade,maisde40%denossonegócioestáemmercadosemdesenvolvimento. Nãoqueremosvendernossosprodutosapenasàspessoasabastadasdessespaíses.Gostaríamosdeencontrarmaneirasdeajudaraalimentarospobres.Fazpartedocompromissohistóricodanossaempresasersocialmenteinovadoraeestaremconstanteevolução,atitudequeremontaa35anosatrás,aotrabalhodemeupai, AntoineRiboud.Talvezessehistóricoesclareçaporqueeuochameiaestareunião, professorYunus.Nós,daDanone,achamosqueumhomemeumaorganizaçãoqueusaramacriatividadeparaajudartantospobrestalveztenhamumaidéiaparaapresentaraoGrupoDanone.“ Franck Riboud, presidente e diretor-geral do Grupo Danone
  • 121. UmIogurtepara todos: Shokti Dói A cadeia de produção deste produto, permitiu a construção da indústria, o fornecimento do leite, a distribuição do produto e, melhor de tudo, promoveu o emprego local.
  • 123. Nasce assim a base da Empresa Social É uma empresa projetada para atender a uma meta social. Nesse caso, a meta é melhorar a nutrição das famílias pobres nas aldeias de Bangladesh. Uma empresa social não paga nenhum dividendo. Vende produtos a preços que fazem dela um negócio autosustentável. Os proprietários da empresa podem receber de volta a quantia que investiram no negócio após um período; contudo, os investidores não recebem nenhum lucro na forma de dividendos. Em vez disso, qualquer lucro obtido permanece na empresa, a fim de financiar sua expansão, criar novos produtos ou serviços e trazer o bem ao mundo. M. Yunus
  • 126. Como fazer a geração playstation escrever, ler, raciocinar? A nova geração busca pela informação instantânea, eles absorvem as informações com a mesma rapidez que as trocacom as pessoas ao seu redor. O “Kindle”-leitor eletrônico de livros da Amazon.com –veio para revolucionar a leitura e fazer com que a nova geração volte a ler mais livros. E-book é moderno, funciona como uma espécie de prancheta digital, e pretende assumir seu espaço nas mentes e corações da geração Y . Fonte: http://hsm.updateordie.com/
  • 127. E já vêm aí os vooks, livros que também incluem outros recursos, tais como: depoimentos de voz, clipes de vídeo, peças musicais entre outros. Fonte:www.almacarioca.net
  • 128. E vem + novas experiências: Realidade Aumentada A realidade aumentada proporciona uma nova forma de visualizar imagens. O sistema reconhece imagens através de webcam e projeta sobre elas objetos em 3D ou até mesmo animações. A Ray Ban apostou neste negocio e no site você pode experimentar os modelos de óculos de sol como se estivesse na frente do espelho. Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/
  • 130. Pra encerrar, guarde isso: Cultura da IDEO é de mini-fracassos – ‘fracasse com freqüência para ter sucesso mais cedo.’
  • 131. e VOCÊ ? está pronto parawebempreender?
  • 132. DECÁLOGO DO EMPREENDEDORISMO 1.Tomeumadecisãocorajosapordia 2.Persistanoensaiodosonho–cadapedranocaminhoserviránaconstruçãodoseucastelo 3.Duvidedetudo.Doseuslimites,doslimitesdosoutros,dassuasvirtudesedasvirtudesdooutros.Duvidaréaprenderamanteracuriosidadeacesa. 4.Aprendacomosmaisjovensecomosmaisexperientes. 5.Eduque-seomelhorquepuder,semparar,parasempre.Domineseutemaatétornar- seumexpert. 6.Respeiteasregrasdomercado.Antesdevocênasceralguémjátinhadefinidoasregrasdojogo.Entenda-asparapodermuda-las. 7.Formarumtimeexcepcionalé50%dosucesso 8.Osoutros50%éparticiparderedesconhecimentoquetelevamalémdasfronteirasdasuainteligênciaedoseutime. 9.Mova-semaisrápidoqueseuscompetidores,seelesforemmaisvelozes,siga-osbemdeperto. 10.Sevocêprecisarcopiar,copie,massepuderinovar,inove.Inovarémaisdifícil,dámaistrabalho,porémtrazmaisretorno.
  • 133. Moysés Simantob moyses.simantob@simantob.com.br http://twitter.com/moyses_simantob http://www.moysessimantob.com.br Tel: (11) 3297-0550 (11) 3256-5977