SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
ESCOLA ESTADUALAMBULATÓRIO PADRE DEHON
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO:
APRENDENDO E ENSINANDO COM AS TICs.
Profº: Antônio Soares
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
Considerações Iniciais
Minha participação aqui vai se desdobrar em
dois momentos a saber:
I – O QUE VENHA A SER A EAD?
II – COMO É QUE O ALUNO APRENDE?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
Considerações Iniciais
“Só desperta paixão de aprender
quem tem paixão de ensinar”
Paulo Freire
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
Considerações Iniciais
I – O QUE VENHA A SER A EAD?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
Ead é uma forma de ensino que possibilita a auto –aprendizagem,
com a mediação de recursos didáticos sistematicamente
organizados, apresentados em diferentes suportes de informação
utilizados isoladamente ou combinados, e veiculados pelos diversos
meios de comunicação. Educação a distancia processo de ensino-
aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos
estão separados espacial e/ ou temporalmente.
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
I – O QUE VENHA A SER A EAD?
O Moodle é uma plataforma de aprendizagem a
distância baseada em software livre. É um acrônimo de
Modular Object-Oriented Dynamic Learning
Environment (ambiente modular de aprendizagem
dinâmica orientada a objetos).
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
I – O QUE VENHA A SER A EAD?
 É um site que organiza espaços e materiais para professores e
alunos atuarem (www.moodle.ufersa.br);
 AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem
 LMS – Sistema de Gerência de Aprendizagem;
 CMS – Sistema de Gerência de Cursos;
 É uma ferramenta que pode ser utilizada pelas escolas e pelos
professores;
 Permite estender a sala de aula para fora da escola;
 Permite a disponibilização de conteúdos;
 Fomenta a interação e diálogo;
 Elimina o isolacionamento tradicional da formação a distância;
 Propicia a criação e comunidades de aprendizagens.
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
M
C
E
R
A
MOTIVADO
COMUNICAÇÃO
ESTRATÉGIA DE
ENSINO
RECURSOS DE ENSINO
AFETIVIDADE
N
E
P
D2
T
Narrações e
Ilustrações
Exposição ou
preleção
Perguntas e
respostas
Discussão/debates
Dramatização
Tempestade
cerebral
Recursos dos Tics
Recursos Visuais
Recursos de áudio  Rádio,TV,fantoches etc.
 Recursos visuais não – projetáveis:
Quadros,Flanelógrafos;papelógrafos(char-paper)cavaletes;maquetes etc
 Recursos visuais projetáveis: Projetores de filmes; Retroprojetores(lâminas,
transparência); Datashow; lousas digitais e outros equipamentos.
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
 Tecnologia da informação e comunicação (TIC) pode
ser definida como um conjunto de recursos
tecnológicos, utilizados de forma integrada, com um
objetivo comum.
 Criações como o e-mail, o chat, os fóruns, a agenda
de grupo online, comunidades virtuais, blogs entre
outros, revolucionaram os relacionamentos humanos
O QUE SÃO TIC´s?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? O QUE SÃO TIC´s?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
Objetos de Aprendizagens
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
 Objetos de aprendizagem (AO) são recursos digitais
modulares, usados para apoiar a aprendizagem
presencial e à distancia;
 Qualquer recurso digital que possa ser reutilizado e
auxilie na aprendizagem.
 Pode conter simples elementos como um
texto,vídeos,se um hipertextos, um curso aplicativo ou
até mesmo uma animação com áudio e recursos mais
complexos.
O QUE SÃO OBJETOS DE APRENDIZAGEM?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
REPOSITÓRIOS
 Eles funcionam como biblioteca públicas ou banco de dados da
WEB, que possuem um acervo de objetos de aprendizagem
digitalizáveis ou não – digitais, catalogados e disponibilizados para
consulta.
 Os dados dos objetos referentes à catalogação são denominados de
metadados,e descrevem todas as características dos objetos.
 Baseados nessas informações, os objetos de aprendizagem são
armazenados e encontrados com maior facilidade quando
procurados.
 Eles surgiram da necessidade de se ter um local específico de
armazenamento desses materiais, por existir um enorme número
de objetos disponíveis e difíceis de serem localizados.
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
REPOSITÓRIOS
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
REPOSITÓRIOS
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
REPOSITÓRIOS
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
REPOSITÓRIOS
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
Outros Sites que indico
 Banco Internacional de Objetos Educacionais
 Portal do Professor
 TV Escola
 Domínio público
Ministério da Educação – MEC
Curtas na Escola
Porta Curtas Petrobrás
Youtube para Professores
Rádio Escola Brasil
Criador de Webquest Brasil
Safernet – Segurança na internet
Governo eletrônico
Cetic.br
Escolabr
Proinfo MEC
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
Blogs que merecem ser visitados
Blogosfera Marli
Tecnologias e Educação
Bloguinfo
Grupo de Pesquisa: LEIA
(FABICO/UFRGS)
Educ@conTic
Tecnologias na Educação
Blogstórias Essenciais
Blogando Idéias
Lousa Digital
O mundo encantado de Cecília
Meireles
Boteco Escola
Oficina de educação
Palavra aberta
Su Gutierrez
Andréa Toledo
Quimilokos
Rafael Nink
Social Media
Vivência Pedagógica
Bibliofototeca
Gibiteca
Leitura e Escrita na escola
Aprendizagem Digital
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
A AFETIVIDADE
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
“ Não se pode falar de Educação sem amor”
Paulo Freire
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
A AFETIVIDADE
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
A AFETIVIDADE
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
A AFETIVIDADE
TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
Aprendendo e Ensinando com as Tics
“A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran)
Conclusão

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Tecnologias na educação (aprendendo e ensinando com as tics)

Teoria pedagógica
Teoria pedagógicaTeoria pedagógica
Teoria pedagógicaEdna M
 
Teoria pedagógica
Teoria pedagógicaTeoria pedagógica
Teoria pedagógicaEdna M
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humbertoelianabraungorl
 
Gre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeúGre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeúMascleide Lima
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideIsrael serique
 
Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...
Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...
Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...Vanessa Fumes
 
Tecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saber
Tecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saberTecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saber
Tecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saberRodrigo Corrêa
 
Tecnologia, Educação e Professor
Tecnologia, Educação e ProfessorTecnologia, Educação e Professor
Tecnologia, Educação e Professorncorrea17
 
tecologia e esola - Eduardo Chaves
tecologia e esola - Eduardo Chavestecologia e esola - Eduardo Chaves
tecologia e esola - Eduardo Chavesgandhiferrari
 
Santina todendi
Santina todendiSantina todendi
Santina todendiequipetics
 
Trabalho sociedade da informação - Júnior e Renato
Trabalho sociedade da informação - Júnior e RenatoTrabalho sociedade da informação - Júnior e Renato
Trabalho sociedade da informação - Júnior e RenatoRenatoUEMG
 
Bases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdf
Bases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdfBases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdf
Bases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdfjessicaeklewerton
 

Semelhante a Tecnologias na educação (aprendendo e ensinando com as tics) (20)

Teoria pedagógica
Teoria pedagógicaTeoria pedagógica
Teoria pedagógica
 
Teoria pedagógica
Teoria pedagógicaTeoria pedagógica
Teoria pedagógica
 
O Ensino e a Aprendizagem no Mundo das Tecnologias Digitais
O Ensino e a Aprendizagem no Mundo das Tecnologias DigitaisO Ensino e a Aprendizagem no Mundo das Tecnologias Digitais
O Ensino e a Aprendizagem no Mundo das Tecnologias Digitais
 
Escolas conectadas
Escolas conectadasEscolas conectadas
Escolas conectadas
 
Escolas conectadas
Escolas conectadasEscolas conectadas
Escolas conectadas
 
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar   eliana, alexsandra, humbertoTexto preliminar   eliana, alexsandra, humberto
Texto preliminar eliana, alexsandra, humberto
 
3º encontro A escola diante deste novo
3º encontro  A escola diante deste novo3º encontro  A escola diante deste novo
3º encontro A escola diante deste novo
 
Gre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeúGre – sertão do alto pajeú
Gre – sertão do alto pajeú
 
Novas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slideNovas tecnologias cap 3 slide
Novas tecnologias cap 3 slide
 
Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...
Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...
Teoria Racional Tecnológica no contexto da Cibercultura Uff informatica educa...
 
Tecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saber
Tecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saberTecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saber
Tecnologia nas escolas: a mudança necessária para a construção do novo saber
 
Tecnologia, Educação e Professor
Tecnologia, Educação e ProfessorTecnologia, Educação e Professor
Tecnologia, Educação e Professor
 
tecologia e esola - Eduardo Chaves
tecologia e esola - Eduardo Chavestecologia e esola - Eduardo Chaves
tecologia e esola - Eduardo Chaves
 
Apresentacao projetocurso
Apresentacao projetocursoApresentacao projetocurso
Apresentacao projetocurso
 
Apresentacao projetocurso
Apresentacao projetocursoApresentacao projetocurso
Apresentacao projetocurso
 
Santina todendi
Santina todendiSantina todendi
Santina todendi
 
Trabalho sociedade da informação - Júnior e Renato
Trabalho sociedade da informação - Júnior e RenatoTrabalho sociedade da informação - Júnior e Renato
Trabalho sociedade da informação - Júnior e Renato
 
Tarefa semana 2
Tarefa semana 2Tarefa semana 2
Tarefa semana 2
 
Blog pedagógico
Blog pedagógicoBlog pedagógico
Blog pedagógico
 
Bases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdf
Bases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdfBases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdf
Bases Teóricas e Abordagens Inovadoras.pdf
 

Mais de Antonio Filho

Por que crer na bíblia(01)
Por que crer na bíblia(01)Por que crer na bíblia(01)
Por que crer na bíblia(01)Antonio Filho
 
A realidade do inferno.
A realidade do inferno.A realidade do inferno.
A realidade do inferno.Antonio Filho
 
Exposições bíblicas e temáticas
Exposições bíblicas e temáticasExposições bíblicas e temáticas
Exposições bíblicas e temáticasAntonio Filho
 
A importância de conhecer a deus.
A importância de conhecer a deus.A importância de conhecer a deus.
A importância de conhecer a deus.Antonio Filho
 
O caráter inclusivo da expressão “em cristo”
O caráter inclusivo da expressão “em cristo”O caráter inclusivo da expressão “em cristo”
O caráter inclusivo da expressão “em cristo”Antonio Filho
 
Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017
Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017
Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017Antonio Filho
 
Lição 12(o mundo vindouro)2017
Lição 12(o mundo vindouro)2017Lição 12(o mundo vindouro)2017
Lição 12(o mundo vindouro)2017Antonio Filho
 
Aula( a segunda vinda de cristo)2017
Aula( a segunda vinda de cristo)2017Aula( a segunda vinda de cristo)2017
Aula( a segunda vinda de cristo)2017Antonio Filho
 
Princípios para vida
Princípios para vidaPrincípios para vida
Princípios para vidaAntonio Filho
 
A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)Antonio Filho
 
A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)Antonio Filho
 
Inferno – destino eterno dos ímpios
Inferno – destino eterno dos ímpiosInferno – destino eterno dos ímpios
Inferno – destino eterno dos ímpiosAntonio Filho
 
Lição 07 (ebd)2017
Lição 07 (ebd)2017Lição 07 (ebd)2017
Lição 07 (ebd)2017Antonio Filho
 
Aula(sistema de numeração) 6º ano
Aula(sistema de numeração) 6º anoAula(sistema de numeração) 6º ano
Aula(sistema de numeração) 6º anoAntonio Filho
 
Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)
Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)
Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)Antonio Filho
 
Para que serve a religião
Para que serve a religiãoPara que serve a religião
Para que serve a religiãoAntonio Filho
 
O verdadeiro sentido da páscoa (2)
O verdadeiro sentido da páscoa (2)O verdadeiro sentido da páscoa (2)
O verdadeiro sentido da páscoa (2)Antonio Filho
 
A historia e importancia da ebd(plenária – 01)
A historia e importancia da ebd(plenária – 01)A historia e importancia da ebd(plenária – 01)
A historia e importancia da ebd(plenária – 01)Antonio Filho
 

Mais de Antonio Filho (20)

Por que crer na bíblia(01)
Por que crer na bíblia(01)Por que crer na bíblia(01)
Por que crer na bíblia(01)
 
A realidade do inferno.
A realidade do inferno.A realidade do inferno.
A realidade do inferno.
 
Exposições bíblicas e temáticas
Exposições bíblicas e temáticasExposições bíblicas e temáticas
Exposições bíblicas e temáticas
 
A importância de conhecer a deus.
A importância de conhecer a deus.A importância de conhecer a deus.
A importância de conhecer a deus.
 
O caráter inclusivo da expressão “em cristo”
O caráter inclusivo da expressão “em cristo”O caráter inclusivo da expressão “em cristo”
O caráter inclusivo da expressão “em cristo”
 
Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017
Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017
Lição 13 (sobre a família e a sua natureza)ebd 2017
 
Lição 12(o mundo vindouro)2017
Lição 12(o mundo vindouro)2017Lição 12(o mundo vindouro)2017
Lição 12(o mundo vindouro)2017
 
Aula( a segunda vinda de cristo)2017
Aula( a segunda vinda de cristo)2017Aula( a segunda vinda de cristo)2017
Aula( a segunda vinda de cristo)2017
 
Princípios para vida
Princípios para vidaPrincípios para vida
Princípios para vida
 
Cultivar virtudes
Cultivar virtudesCultivar virtudes
Cultivar virtudes
 
A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)
 
A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)A importancia de conhecer a deus (2)
A importancia de conhecer a deus (2)
 
Inferno – destino eterno dos ímpios
Inferno – destino eterno dos ímpiosInferno – destino eterno dos ímpios
Inferno – destino eterno dos ímpios
 
A igreja de cristo
A igreja de cristoA igreja de cristo
A igreja de cristo
 
Lição 07 (ebd)2017
Lição 07 (ebd)2017Lição 07 (ebd)2017
Lição 07 (ebd)2017
 
Aula(sistema de numeração) 6º ano
Aula(sistema de numeração) 6º anoAula(sistema de numeração) 6º ano
Aula(sistema de numeração) 6º ano
 
Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)
Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)
Aula(a importancia de (ere)introdução) (3)
 
Para que serve a religião
Para que serve a religiãoPara que serve a religião
Para que serve a religião
 
O verdadeiro sentido da páscoa (2)
O verdadeiro sentido da páscoa (2)O verdadeiro sentido da páscoa (2)
O verdadeiro sentido da páscoa (2)
 
A historia e importancia da ebd(plenária – 01)
A historia e importancia da ebd(plenária – 01)A historia e importancia da ebd(plenária – 01)
A historia e importancia da ebd(plenária – 01)
 

Último

SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 

Último (20)

SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 

Tecnologias na educação (aprendendo e ensinando com as tics)

  • 1. ESCOLA ESTADUALAMBULATÓRIO PADRE DEHON TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: APRENDENDO E ENSINANDO COM AS TICs. Profº: Antônio Soares
  • 2. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) Considerações Iniciais Minha participação aqui vai se desdobrar em dois momentos a saber: I – O QUE VENHA A SER A EAD? II – COMO É QUE O ALUNO APRENDE?
  • 3. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) Considerações Iniciais
  • 4. “Só desperta paixão de aprender quem tem paixão de ensinar” Paulo Freire TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) Considerações Iniciais
  • 5. I – O QUE VENHA A SER A EAD? TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) Ead é uma forma de ensino que possibilita a auto –aprendizagem, com a mediação de recursos didáticos sistematicamente organizados, apresentados em diferentes suportes de informação utilizados isoladamente ou combinados, e veiculados pelos diversos meios de comunicação. Educação a distancia processo de ensino- aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ ou temporalmente.
  • 6. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) I – O QUE VENHA A SER A EAD? O Moodle é uma plataforma de aprendizagem a distância baseada em software livre. É um acrônimo de Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (ambiente modular de aprendizagem dinâmica orientada a objetos).
  • 7. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) I – O QUE VENHA A SER A EAD?  É um site que organiza espaços e materiais para professores e alunos atuarem (www.moodle.ufersa.br);  AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem  LMS – Sistema de Gerência de Aprendizagem;  CMS – Sistema de Gerência de Cursos;  É uma ferramenta que pode ser utilizada pelas escolas e pelos professores;  Permite estender a sala de aula para fora da escola;  Permite a disponibilização de conteúdos;  Fomenta a interação e diálogo;  Elimina o isolacionamento tradicional da formação a distância;  Propicia a criação e comunidades de aprendizagens.
  • 8. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) M C E R A MOTIVADO COMUNICAÇÃO ESTRATÉGIA DE ENSINO RECURSOS DE ENSINO AFETIVIDADE N E P D2 T Narrações e Ilustrações Exposição ou preleção Perguntas e respostas Discussão/debates Dramatização Tempestade cerebral Recursos dos Tics Recursos Visuais Recursos de áudio  Rádio,TV,fantoches etc.  Recursos visuais não – projetáveis: Quadros,Flanelógrafos;papelógrafos(char-paper)cavaletes;maquetes etc  Recursos visuais projetáveis: Projetores de filmes; Retroprojetores(lâminas, transparência); Datashow; lousas digitais e outros equipamentos. II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
  • 9. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?  Tecnologia da informação e comunicação (TIC) pode ser definida como um conjunto de recursos tecnológicos, utilizados de forma integrada, com um objetivo comum.  Criações como o e-mail, o chat, os fóruns, a agenda de grupo online, comunidades virtuais, blogs entre outros, revolucionaram os relacionamentos humanos O QUE SÃO TIC´s?
  • 10. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? O QUE SÃO TIC´s?
  • 11. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
  • 12. Objetos de Aprendizagens TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
  • 13. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?  Objetos de aprendizagem (AO) são recursos digitais modulares, usados para apoiar a aprendizagem presencial e à distancia;  Qualquer recurso digital que possa ser reutilizado e auxilie na aprendizagem.  Pode conter simples elementos como um texto,vídeos,se um hipertextos, um curso aplicativo ou até mesmo uma animação com áudio e recursos mais complexos. O QUE SÃO OBJETOS DE APRENDIZAGEM?
  • 14. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? REPOSITÓRIOS  Eles funcionam como biblioteca públicas ou banco de dados da WEB, que possuem um acervo de objetos de aprendizagem digitalizáveis ou não – digitais, catalogados e disponibilizados para consulta.  Os dados dos objetos referentes à catalogação são denominados de metadados,e descrevem todas as características dos objetos.  Baseados nessas informações, os objetos de aprendizagem são armazenados e encontrados com maior facilidade quando procurados.  Eles surgiram da necessidade de se ter um local específico de armazenamento desses materiais, por existir um enorme número de objetos disponíveis e difíceis de serem localizados.
  • 15. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? REPOSITÓRIOS
  • 16. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? REPOSITÓRIOS
  • 17. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? REPOSITÓRIOS
  • 18. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? REPOSITÓRIOS
  • 19. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) Outros Sites que indico  Banco Internacional de Objetos Educacionais  Portal do Professor  TV Escola  Domínio público Ministério da Educação – MEC Curtas na Escola Porta Curtas Petrobrás Youtube para Professores Rádio Escola Brasil Criador de Webquest Brasil Safernet – Segurança na internet Governo eletrônico Cetic.br Escolabr Proinfo MEC II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
  • 20. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) Blogs que merecem ser visitados Blogosfera Marli Tecnologias e Educação Bloguinfo Grupo de Pesquisa: LEIA (FABICO/UFRGS) Educ@conTic Tecnologias na Educação Blogstórias Essenciais Blogando Idéias Lousa Digital O mundo encantado de Cecília Meireles Boteco Escola Oficina de educação Palavra aberta Su Gutierrez Andréa Toledo Quimilokos Rafael Nink Social Media Vivência Pedagógica Bibliofototeca Gibiteca Leitura e Escrita na escola Aprendizagem Digital
  • 21. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) A AFETIVIDADE II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
  • 22. “ Não se pode falar de Educação sem amor” Paulo Freire TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) A AFETIVIDADE II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
  • 23. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) A AFETIVIDADE II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE?
  • 24. II – COMO É QUE MEU ALUNO APRENDE? TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) A AFETIVIDADE
  • 25. TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO Aprendendo e Ensinando com as Tics “A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos”. (José M. Moran) Conclusão