SlideShare uma empresa Scribd logo
ATOS DOS
APÓSTOLOS
EBD - ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA – 2024 – 1º SEMESTRE
Facilitadores: José Luiz Rissoto e Francisco Tudela
10:07
1
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA
10:07
2
NOSSA DECLARAÇÃO DE IDENTIDADE:
“Ser uma igreja bíblica que faz discípulos de Jesus;
e os ajuda a crescer na direção de Deus (PA), da Igreja
(PD) e do Mundo (PF):
transformando pessoas, sociedade e cultura através da
proclamação do Evangelho de Jesus Cristo.”
1ª AULA
• OBJETIVOS DA DISCIPLINA, METODOLOGIA
PARA ESTUDÁ-LA E PLANEJAMENTO.
• INTRODUÇÃO AO LIVRO DE ATOS DOS
APÓSTOLOS
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
3
EMENTA DA DISCIPLINA ATOS DOS APÓSTOLOS
• Estudo da mensagem central de Atos, seu
propósito e síntese do livro.
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
4
At 1.8
“Mas receberão poder quando o
Espírito Santo descer sobre vocês, e
serão minhas testemunhas em
Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria,
e até os confins da terra".”
.
A FINALIDADE DO CRISTÃO É REALIZAR OS PROPÓSITOS DE DEUS.
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
5
Mt 28.18-20:
“...Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto,
vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em
nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a
obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre
com vocês, até o fim dos tempos.”
Missão: é o propósito da existência de algo; é o que fazemos para alcançar a visão
Visão: é quem queremos ser no futuro, é o resultado da missão.
Valores: (princípios e crenças): ter a Bíblia como única regra de conduta e fé.
MISSÃO: FAZER DISCÍPULOS DE JESUS E PROMOVER O SEU CRESCIMENTO:
PARA O ALTO - PA– em direção a Deus
PARA DENTRO – PD- em direção uns dos outros
PARA FORA – PF-em direção aos perdidos e necessitados
OBJETIVOS GERAIS DA DISCIPLINA
LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
6
Deus Cristão Mundo
CRESCER
Para o Alto - PA
Compreender que Deus é o
Senhor da história da igreja.
Para Dentro – PD
Interagir com os demais
membros da igreja a partir dos
estudos da igreja primitiva
Para Fora – PF
Pregar o Evangelho inspirando-
se nas pregações de Pedro e
Paulo.
Palavra, Adoração e Oração
Missão do cristão para com Deus!
Comunhão e Serviço Evangelização e Compaixão
Missão do cristão para com os irmãos! Missão do cristão para com o mundo!
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
7
CONCEITUAIS
PROCEDIMENTAIS
1. Saber como se deu o avanço do Evangelho.
2. Conhecer as dificuldades para evangelizar o mundo daquela época.
3. Identificar os fundamentos teológicos da Boa Nova.
4. Aprender a lidar com as ações do Espírito Santo quando nos dirigem de
modo não conforme com nossa vontade.
1. Desenvolver habilidades de leitura, compreensão e interpretação de textos
bíblicos.
2. Refletir sobre os principais temas desenvolvidos nas pregações de Pedro e
Paulo por meio de questões propostas.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
8
PESSOA
 Exercitar a aplicação dos princípios bíblicos no cotidiano.
SOCIEDADE
 Aproveitar as oportunidades para pregar o Evangelho com confiança e
de modo claro e acolhedor.
CULTURA
 Publicar sua interpretação das questões propostas
 Engajar membros da igreja no conteúdo da disciplina por meio de
enquetes. (Missões indoor).
INTERDISCIPLINARIDADE BUSCADA NESTE CURSO
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
9
ATOS DOS APÓSTOLOS
EVANGELHOS
SINÓTICOS
HISTÓRIA DO
CRISTIANISMO
EVANGELISMO
TEOLOGIA
PLANEJAMENTO SEMANAL: 5ª feira (20h) online / Domingo (9h ) presencial
10:07
10
Quinta Dom Conteúdo programático
15/2 18/2 1 Apresentação: objetivos, metodologia e planejamento. Introdução ao livro de Atos dos Apóstolos
22/02 25/02 2 Cap 1 a 2 - A ascensão de Jesus ao céu; A vinda do Espírito Santo no dia de pentecoste; Pedro se dirige à multidão (73) F
29/02 03/03 3 Cap 3 a 5 – Pedro prega no Templo; Pedro e João diante do Sinédrio; Os cristãos repartem os seus bens; Os apóstolos são perseguidos (104) R
07/03 10/03 4 Cap 6 a 8.1 – A escolha dos sete diáconos; A prisão e morte de Estevão (76) F
14/03 17/03 5 Cap 8.2 a 10.23 – A perseguição e a dispersão da igreja; Felipe em Samaria e Etiópia; Conversão de Saulo; Saulo em Damasco e em Jerusalém; A visão de Pedro (105). R
21/03 24/03 6 Cap 10.24 a 13.3 – A igreja em Antioquia; Pedro é liberto da prisão; A morte de Herodes; A missão de Barnabé e Saulo (83) F
28/03 31/03 Emenda de feriado (Páscoa)
04/04 07/04 7 Cap. 13.4 – 14.28 – Barnabé e Saulo em Chipre; em Antioquia da Pisídia; em Icônio; em Listra e Derbi; Retorno para Antioquia da Síria. (77) R
11/04 14/04 8 Cap 15 – O concílio de Jerusalém; (35) F
18/04 21/04 9 Cap 16 a 17 – Discórdia entre Paulo e Barnabé; Timóteo se une a Paulo e Silas; Paulo e Silas na prisão; Paulo e Silas em Tessalônica; em Bereia, em Atenas (80) R
25/04 28/04 10 Cap. 18.1 a 20.38 – Priscila, Áquila e Apolo; Paulo em Éfeso; Paulo viaja pela Macedônia e pela Grécia; Paulo despede-se dos presbíteros de Éfeso (107) F
02/05 05/05 11 Cap. 21 a 23 – Paulo a caminho de Jerusalém; A prisão de Paulo; Paulo diante do sinédrio; A conspiração para matar Paulo; Paulo é transferido para Cesaréia. (105) R
09/05 12/05 Dia das mães
16/05 19/05 12 Cap. 24 a 26 – O julgamento de Paulo diante de Félix; Julgamento de Paulo diante de Festo; Paulo diante de Agripa. (86) F
23/05 26/05 13 Cap. 27 e 28 – Viagem de Paulo para Roma; A tempestade; O naufrágio; Paulo na ilha de Malta; A chegada à Roma; A pregação de Paulo sob custódia em Roma (73) R
30/05 02/06 Emenda de feriado (corpos Christis)
06/06 09/06 14 Projeto missionário indoor – Enquete: 1) De que somos salvos? 2) Como tomar consciência da vontade de Deus? Entregar um folheto com as respostas F
13/06 16/06 Reserva técnica
20/6 23/6 Reserva técnica
27.06 30.06 Confraternização – resultado da avaliação
AUTORIA:
• O livro de Atos não indica quem é seu autor,
assim como o Evangelho de Lucas.
• Lucas é citado em Col 4.14 e Fl 23:
• Embora seu nome não seja citado há um
consenso de que Lucas é o autor
DATA DA ESCRITA:
• O livro termina com o relato da libertação de
Paulo em Roma no ano 63.
• Não cita o incêndio de Roma em 65, nem a queda
de Jerusalém em 70.
• A ausência da menção desses eventos sugere que
o livro foi escrito no ano 64 d.C.
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
11
Col. 4.14
“Lucas, o médico amado, e Demas,
enviam saudações.”
Filemom 23,24
“Epafras, meu companheiro de prisão
por causa de Cristo Jesus, envia-lhe
saudações, assim como também
Marcos, Aristarco, Demas e Lucas,
meus cooperadores”
12
CRONOLOGIA DO LIVRO DE ATOS
1.A Ascensão de Jesus 33 d.C.
2. A Escolha de Matias 33 d.C.
3. A Descida do Espírito Santo 33 d.C.
4. A igreja iniciada com poder 33 d.C.
5. A instituição dos diáconos entre 33/34 d.C.
6. Estevão é executado 35 d.C.
7. A Primeira perseguição da igreja 35 d.C.
8. Filipe prega em Samaria 35 d.C.
9. A Conversão de Saulo 35 d.C.
10. A Conversão de Cornélio 38 d.C.
11. Paulo vai para Arábia entre 35-38 d.C.
12. Paulo visita Jerusalém 38 d.C.
13. Paulo prega Síria e na Cilícia 40 d.C.
14. Paulo e Barnabé em Antioquia 43 d.C.
15. Chamados cristãos pela 1ª vez 44 d.C.
16. Paulo visita Jerusalém na fome 44 d.C.
17. A execução de Tiago (o apóstolo) 44 d.C.
18. A morte Herodes (Agripa I) 44 d.C.
19. 1ª viagem de Paulo 45-48 d.C.
20. Conferência em Jerusalém 49 d.C.
21. 2ª viagem de Paulo 49-52 d.C. – 1 e 2 Ts
22. 3ª viagem de Paulo 52-58 d.C.– Gl/ 1e2Co/
Rm
23. Nero imperador de Roma 54-68 d.C.
24. Paulo é preso em Roma 58 d.C.
25. Paulo perante Sinédrio 58 d.C.
26. Paulo preso em Cesaréia 58-60 d.C.
27. Paulo perante Festo apela para César 60 d.C.
28. Paulo discursa perante o rei Agripa 60 d.C.
29. Paulo enviado para Roma 60-61 d.C.
30. Paulo chega em Roma na primavera 61 d.C.
31. Paulo na prisão domiciliar em Roma
61-62 d.C – Fil /Col /Ef /Fp
CONTEXTO POLÍTICO DA ÉPOCA
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
13
• Escrito no ano 64 d.C., durante o reinado do imperador romano Nero.
• Nesta época, o Império Romano era uma potência mundial que controlava grande parte do
mundo conhecido.
• A Palestina tinha 2 milhões de habitantes, sendo a metade de judeus e os demais eram
uma mistura de povos e culturas.
• A cultura romana era politeísta e tolerante com a diversidade religiosa.
• Na Judéia a aristocracia e os sacerdotes aceitavam o domínio romano, os primeiros por
obterem vantagens comerciais e os segundos por manterem o monopólio da religião,
porém uma parte do povo não aceitava este domínio: os zelotes.
• Do hebraico qanna: “zeloso”ou “devoto”, Finéias foi seu inspirador (Nm 25.10-13).
• Extremistas eram chamados de “sicários”, usavam uma adaga (sicca) nas
guerrilhas.
INTRODUÇÃO
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
14
• O livro de Atos dos Apóstolos é o quinto livro do NT e narra
a história da igreja primitiva, desde a ascensão de Jesus até
a prisão domiciliar de Paulo em Roma, nos informando
sobre seus líderes, seus desafios e suas conquistas.
• Atos encerra os Evangelhos e dá sequência às Epístolas; é a
ponte que liga a vida de Cristo crucificado com o Cristo vivo
apresentado nelas, além de ser o elo entre o judaísmo e o
cristianismo.
• Atos é o maior livro sobre missões. Detalha na primeira
metade o ministério de Pedro e na outra metade o de
Paulo
• Como destaque observaremos que os romanos são
descritos como defensores da fé cristã e protetores de seus
evangelistas.
PROPÓSITOS E DESTINATÁRIO DO LIVRO DE ATOS
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
15
• Descrever as concepções que Lucas tinha do
cristianismo para que Teófilo pudesse entendê-lo
como a verdadeira forma de judaísmo. (Lc 1.1-4 e
At 1.1-2)
• Mostrar que o cristianismo não era um ramo
herético do Judaísmo, nem uma organização
política, nem era contrário ao Império Romano.
• Informar que no cristianismo a ação da igreja se
dá por intermédio do Espírito Santo. Devido a esta
ênfase há quem o chame de Atos do Espírito
Santo.
Lc 1.1-4 “Muitos já se dedicaram a
elaborar um relato dos fatos que se
cumpriram entre nós, conforme nos
foram transmitidos por aqueles que
desde o início foram testemunhas
oculares e servos da palavra. Eu
mesmo investiguei tudo
cuidadosamente, desde o começo, e
decidi escrever-te um relato
ordenado, ó excelentíssimo Teófilo,
para que tenhas a certeza das coisas
que te foram ensinadas.”
At 1.1-2 “Em meu livro anterior,
Teófilo, escrevi a respeito de tudo o
que Jesus começou a fazer e a
ensinar, até o dia em que foi elevado
ao céu, depois de ter dado instruções
por meio do Espírito Santo aos
QUEM ERA LUCAS?
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
16
• Lucas, o Evangelista, foi um dos quatro evangelistas do Novo
Testamento.
• Autor do terceiro evangelho, que trata do que Jesus começou a
fazer e ensinar, e do livro Atos dos Apóstolos, que trata do que
Jesus continuou a fazer e ensinar por meio dos apóstolos no poder
do ES.
• Lucas era um gentio, ou seja, não era judeu.
• Natural de Antioquia, na Síria, era médico de profissão.
• Converteu-se ao cristianismo e tornou-se um companheiro de
Paulo em suas viagens missionárias, por pelo menos 15 anos.
• Especula-se que morreu no ano 84 d.C., em Tebas, na Grécia.
• Lucas é o padroeiro dos médicos, artistas e vidraceiros.
QUEM ERA PEDRO?
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
17
• Simão era pescador, nascido em Betsaida no ano 1 d.C.,
casado, pois há um relato de Jesus ter curado sua sogra
(Mt 8.14,15); morava em Cafarnaum, filho de Jonas e
tinha um irmão, o também apóstolo André.
• Simão e André eram "empresários" da pesca e tinham
sua própria frota de barcos, em sociedade
com Tiago, João e o pai destes, Zebedeu. (Lc 5.1-11)
• Simão foi levado pelo seu irmão para conhecer Jesus
(Jo 1.41-42)
• Alguns historiadores o associam a um grupo contra o
domínio de Roma, os Zelotes, mas em Lc 6.13-16 fica
evidente que Simão o Zelote é distinto de Simão o
Pedro.
Jo 1.41-42 “O primeiro que ele
encontrou foi Simão, o seu irmão, e
lhe disse:
― Achamos o Messias — que quer
dizer “Cristo”. 42Então, ele o levou a
Jesus.
Jesus olhou para ele e disse:
― Você é Simão, filho de João. Será
chamado Cefas — que, traduzido, é
“Pedro”.
Lc 6.13-16 “Ao amanhecer, chamou
seus discípulos e escolheu doze
deles, a quem também designou
como apóstolos: Simão, a quem deu
o nome de Pedro; seu irmão André;
Tiago; João; Filipe;
Bartolomeu; Mateus; Tomé; Tiago,
filho de Alfeu; Simão, chamado
zelote; Judas, filho de Tiago; e Judas
Iscariotes, que veio a ser o traidor.”
QUEM ERA PEDRO? cont.
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
18
• Segundo Lc 5.1-11 Simão teria conhecido Jesus quando este lhe pediu que
utilizasse uma das suas barcas, para poder pregar a uma multidão que queria ouvi-
lo.
• No final da pregação, Jesus disse a Simão que fosse pescar de novo com as redes
em águas mais profundas, Simão respondeu que tentara em vão pescar durante
toda a noite, mas, atendeu ao pedido e o resultado foi uma enorme pescaria.
• Simão pede que Jesus se afaste dele já que era um pecador, Jesus diz para segui-lo
e que o tornaria um "pescador de homens".
• De personalidade forte era impetuoso e impulsivo, mas, também leal e dedicado.
Durante a crucificação de Jesus, Pedro negou conhecê-lo por três vezes, mas se
arrependeu e foi restaurado por Jesus.
• Escreveu duas cartas: 1ª Pedro e 2ª Pedro.
• Segundo a tradição Pedro foi martirizado em Roma no ano 67 d.C., no reinado de
Nero.
Pedro com Jesus Cristo, em pintura de Eero Järnefelt
QUEM ERA PAULO?
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
19
• Judeu da tribo de Benjamim, nasceu em Tarso, Cilícia, cidade
helenizada e importante centro romano da Ásia Menor (hoje
a Turquia) onde se falava o grego e talvez latim na escola,
citado pela 1ª vez pelo seu nome hebraico, Saulo, em At 7.58,
(deriva do rei Saul) e significa “aquele que foi conseguido por
meio de orações”.
• Fabricante de tendas, At 18.3, tinha uma irmã e um sobrinho
em Jerusalém, At23,16, e 2 parentes em Roma,16.7 “Saúdem
Andrônico e Júnias, meus parentes...”;
• Nasceu entre os anos 5 e 10 dC, uns 15 anos depois de Jesus
• O pai, judeu, comprou ou recebeu a cidadania romana, e
Paulo utilizou desse direito por nascimento.
Reconstituição facial de Paulo feita
pelos especialistas do LKARenânia
do Norte-Vestfália, Alemanha.
QUEM ERA PAULO? cont.
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS
10:07
20
• Talvez solteiro
1Co 7.8 “Aos solteiros e às viúvas, digo que seria melhor que ficassem como eu”;
• Talvez casado
1Co 9.5 “Não temos o direito de levar conosco nas viagens uma mulher cristã, como fazem os
outros apóstolos e os irmãos do Senhor e Pedro?”.
• Outras informações:
• Fp 3.5,6 “circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo de Israel, à tribo de
Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à lei, fariseu; quanto ao zelo, perseguidor da igreja;
quanto à justiça que há na lei, irrepreensível.
• Com 30 anos foi batizado por Ananias At 9.18 “... Levantando-se, foi batizado”
• Teve como professor Atenodoro, amigo do imperador Augusto, e utilizou citações desse
educador na estruturação de alguns versículos:
• Atenodoro: “Para toda criatura, a sua consciência é Deus”
• Paulo: 2Co 1.12 “A nossa consciência dá testemunho de que nos temos conduzido no
mundo...de acordo com a graça de Deus.”
QUEM ERA PAULO? cont.
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
21
• Outras informações
• Jovem, foi para Jerusalém na escola do rabino (aquele que
ensina) Gamaliel, o mais famoso da época (At 22.3 ” Fui
instruído rigorosamente por Gamaliel...”).
• Tornou-se fariseu, um especialista rigoroso e irrepreensível no
cumprimento da Lei.
• Além de conhecer bem a sua religião (o que pode ser
comprovado pelas muitas citações ao AT), conhecia a filosofia e
as religiões gregas do seu tempo, dominava o grego e o latim e
o método da retórica.
• Introduziu um estilo literário mais rico – Sêneca, seu
contemporâneo, usava 250 palavras nos textos, Paulo mais de
350.
QUEM ERA ESTÊVÃO?
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
22
• At 6.2-5 “...Não é certo negligenciarmos o ministério da palavra de Deus, a fim de
servir as mesas. Irmãos, escolham entre vocês sete homens...Então escolheram
Estêvão...Filipe, Prócoro, Nicanor, Timom, Pármenas e Nicolau...”
• Estêvão foi um dos 7 primeiros diáconos, logo após a morte e Ressurreição de Jesus.
• Judeu helenista, nascido na cidade de Corinto, província de Acaia, dominada pelos
romanos, converteu-se e se tornou um dos líderes da igreja em Jerusalém.
• 6.9,10 “... começaram a discutir com Estêvão, mas não podiam resistir à sabedoria e
ao Espírito com que ele falava.”
• Pregador eloquente, defendia a fé cristã com coragem e determinação, e mesmo
diante da oposição dos judeus, muitos se convertiam ao cristianismo.
• Não há nenhuma imagem conhecida dele, e as obras de arte que o retratam são
apenas interpretações artísticas.
O QUE É O CRISTIANISMO
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
23
• O Cristianismo (do grego Xριστός, "Christós", messias, ungido, do heb. ‫משיח‬
"Mashiach") se iniciou como uma seita judaica, classificada como uma religião
abraãmica, monoteísta, centrada na vida e ensinos de Jesus de Nazaré, tal como
apresentados no Novo Testamento.
• O cristianismo se caracteriza por encontrar na pessoa de Jesus o caminho para Deus
e crê que:
1. Deus é o criador do universo e nele intervém.
2. O homem está afastado de Deus por replicar o pecado de Adão e Eva, isto é,
querer ser o deus de sua vida.
3. Jesus é o Cristo, Filho de Deus, Deus feito humano, que pagou pelos pecados do
homem.
4. Quando Jesus voltar e estabelecer uma nova terra, o homem estará salvo do
julgamento de Deus e de Sua ira.
O livro de Atos é um registro histórico que responde às perguntas:
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
24
1. Como Jesus, um homem desconhecido, em 3 anos se tornou tão conhecido?
2. Como homens simples e sem instrução (4.13 “Vendo a coragem de Pedro e de João, e
percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e
reconheceram que eles haviam estado com Jesus.”) se tornaram poderosas testemunhas
de Jesus?
3. Como a igreja surgiu e se espalhou pelo império romano em apenas 30 anos?
4. Como uma religião que se iniciou no meio judaico com pouco mais de 120 crentes (1.15
“Naqueles dias Pedro levantou-se entre os irmãos, um grupo de cerca de cento e vinte
pessoas,...”) acabou se tornando a religião do mundo?
O PLANO REVELADO A ABRAÃO 2000 ANOS ANTES, OU SEJA, A PROMESSA DE QUE DEUS CRIARIA
UMA FAMÍLIA MUNDIAL HAVIA COMEÇADO.
At 1.14,15 “Todos eles se reuniam sempre em oração...um grupo de cerca de cento
e vinte pessoas,”
ASSIM COMEÇA A HISTÓRIA DA IGREJA.
Instruções para entendimento das aulas:
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
25
1. Como teremos apenas 1h de estudo, faremos o estudo panorâmico do livro Atos dos
Apóstolos com a técnica de leitura dinâmica “scanning”, que consiste em correr os
olhos pelo texto para identificar palavras-chave.
2. Assim não apresentaremos todos os versículos, apenas os que selecionamos como os
mais importantes, segundo a nossa ótica, e que Deus nos dê sabedoria para isso.
3. Não leremos todo o versículo, “pularemos” alguns
trechos, procurando não extrair o texto do contexto em
que ele está, não que eles sejam menos importantes,
mesmo porque tratam da palavra de Deus para nós, mas
porque nosso tempo de aula é pouco para muita leitura.
4. Caso você ache relevante um trecho que não foi lido
anote-o e ao final comente conosco.
Instruções para entendimento das aulas:
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
26
1. Muitos buscam soluções apressadas para conhecer a Bíblia.
2. Alguns querem apontamentos fáceis que resumam os ensinamentos
da Bíblia e os capacitem a aplicá-los com pouco esforço.
3. Jesus critica a postura de querer reduzir o cristianismo a um
conjunto de regulamentos facilmente memorizados, que sejam bons
para tudo e para todos.
Mt 15.9b “...seus ensinamentos não passam de regras ensinadas
por homens”.
Ânimo, são só 28 capítulos e 1067
versículos, que não devem ser apenas
lidos, mas, entendidos.
Lição de casa:
Rever o estudo de hoje
2. Ler At 1,2 (73 versículos)
BIBLIOGRAFIA
1. Bíblia NVI – Editora Vida – 2000
2. Comentário Bíblico do professor – Lawrence Richards – 3ª Ed. Vida - SP
3. Comentário Bíblico Moody – Charles F Pfieffer – Ed. Batista Regular,2017
4. Comentário Bíblico Popular - MacDonald, Willian, SP, Ed. Mundo Cristão, 2008
5. Comentário Bíblico NVI -. BRUCCE, F. F, SP, Ed. Vida, 1ª edição, 2008
6. Atos dos Apóstolos: Texto e Comentário, por F. F. Bruce (Editora Cultura Cristã)
7. Atos dos Apóstolos: Uma Perspectiva Pastoral, por Hernandes Dias Lopes (Ed. Hagnos)
8. Atos dos Apóstolos: A Missão do Espírito Santo, por Luiz Sayão (Ed. Vida Nova)
9. Atos dos Apóstolos: Uma História da Igreja, por Augustus Nicodemus Lopes (Ed. Cultura Cristã)
10.Atos dos Apóstolos: Um Estudo Bíblico, por Hernandes Dias Lopes (Ed. Hagnos)
11.Bible Project
12.Reflexões extraídas da World Wide Web
13.ROTA 66, Rádio Transmundial, Sayão, Luiz, https://www.rtmbrasil.org.br/radio/programas/rota-
66/pagina/1>.
14.Esta apresentação está disponível no site: www.escolabiblicavirtual.com.br
ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07
28

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7   Evangelização: A missão máxima da igrejaLição 7   Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
Wander Sousa
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
Felipe Mamud
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
faculdadeteologica
 
Módulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide online
Módulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide onlineMódulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide online
Módulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide online
Luiz Siles
 
Sagrado Magistério da Igreja Católica
Sagrado Magistério da Igreja Católica Sagrado Magistério da Igreja Católica
Sagrado Magistério da Igreja Católica
Gleicy Laranjeira - Consultora de Marketing Digital
 
Planejando a igreja local
Planejando a igreja localPlanejando a igreja local
Planejando a igreja local
Gilson Barbosa
 
Conceito Básico sobre Missões
Conceito Básico sobre MissõesConceito Básico sobre Missões
Conceito Básico sobre Missões
Armando Martins
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
Respirando Deus
 
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMOTREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
igrejafecrista
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
npmscampos
 
Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
Respirando Deus
 
OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
ALTAIR GERMANO
 
GestãO Da Ebd
GestãO Da EbdGestãO Da Ebd
GestãO Da Ebd
Wemerson Marinho
 
10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja
Jefferson Evangelista
 
Apostila missiologia
Apostila missiologiaApostila missiologia
Apostila missiologia
Bernadetecebs .
 
Itinerários do processo da iniciação a vida cristã
Itinerários do processo da iniciação a vida cristãItinerários do processo da iniciação a vida cristã
Itinerários do processo da iniciação a vida cristã
lomes
 
Curso de evangelismo
Curso de evangelismoCurso de evangelismo
Curso de evangelismo
adnacoes
 
Diretório Nacinal de Catequese
Diretório Nacinal de CatequeseDiretório Nacinal de Catequese
Diretório Nacinal de Catequese
Uéliton Duque
 
A família e a escola dominical
A família e a escola dominicalA família e a escola dominical
A família e a escola dominical
Moisés Sampaio
 

Mais procurados (20)

Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7   Evangelização: A missão máxima da igrejaLição 7   Evangelização: A missão máxima da igreja
Lição 7 Evangelização: A missão máxima da igreja
 
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica DominicalEBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
EBD - A importância da Escola Bíblica Dominical
 
7 teologia da missão
7 teologia da missão7 teologia da missão
7 teologia da missão
 
Módulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide online
Módulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide onlineMódulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide online
Módulo ii treinamento prático para evangelização urbano no dia do ide online
 
Sagrado Magistério da Igreja Católica
Sagrado Magistério da Igreja Católica Sagrado Magistério da Igreja Católica
Sagrado Magistério da Igreja Católica
 
Planejando a igreja local
Planejando a igreja localPlanejando a igreja local
Planejando a igreja local
 
Conceito Básico sobre Missões
Conceito Básico sobre MissõesConceito Básico sobre Missões
Conceito Básico sobre Missões
 
Panorama do NT - Introdução
Panorama do NT - IntroduçãoPanorama do NT - Introdução
Panorama do NT - Introdução
 
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMOTREINAMENTO PARA EVANGELISMO
TREINAMENTO PARA EVANGELISMO
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
Aula 2 cânon bíblico
Aula 2   cânon bíblicoAula 2   cânon bíblico
Aula 2 cânon bíblico
 
Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
 
OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
OS DESAFIOS ATUAIS DA ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
 
GestãO Da Ebd
GestãO Da EbdGestãO Da Ebd
GestãO Da Ebd
 
10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja10º Aula de História da Igreja
10º Aula de História da Igreja
 
Apostila missiologia
Apostila missiologiaApostila missiologia
Apostila missiologia
 
Itinerários do processo da iniciação a vida cristã
Itinerários do processo da iniciação a vida cristãItinerários do processo da iniciação a vida cristã
Itinerários do processo da iniciação a vida cristã
 
Curso de evangelismo
Curso de evangelismoCurso de evangelismo
Curso de evangelismo
 
Diretório Nacinal de Catequese
Diretório Nacinal de CatequeseDiretório Nacinal de Catequese
Diretório Nacinal de Catequese
 
A família e a escola dominical
A família e a escola dominicalA família e a escola dominical
A família e a escola dominical
 

Semelhante a Estudo do livro bíblico de Atos dos Apóstolos

ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdfATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
EduardadaRochaCunhaM
 
O ministério de apóstolo
O ministério de apóstoloO ministério de apóstolo
O ministério de apóstolo
Adenísio dos Reis
 
30 atos
30 atos30 atos
30 atos
PIB Penha
 
Atos introdução
Atos   introduçãoAtos   introdução
Atos introdução
Márcio Pereira
 
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja ApostólicaAula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Adriano Pascoa
 
atos
atosatos
Atos dos apostolos
Atos dos apostolos Atos dos apostolos
Atos dos apostolos
LUCAS CANAVARRO
 
Aula 1 A Igreja Apostólica
Aula 1 A Igreja ApostólicaAula 1 A Igreja Apostólica
Aula 1 A Igreja Apostólica
Marcia oliveira
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Paulo vida e_obra
Paulo vida e_obraPaulo vida e_obra
Paulo vida e_obra
ricardosantista
 
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolosConhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Pastor Paulo Francisco
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
AlexandreFrana33
 
Lição 06 - O Ministerio dos Apóstolos
Lição 06 - O Ministerio dos ApóstolosLição 06 - O Ministerio dos Apóstolos
Lição 06 - O Ministerio dos Apóstolos
Ismael Isidio
 
Lição 06 - O ministério dos Apóstolos
Lição 06 - O ministério dos ApóstolosLição 06 - O ministério dos Apóstolos
Lição 06 - O ministério dos Apóstolos
Ismael Isidio
 
Filipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textos
Filipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textosFilipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textos
Filipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textos
Gerson G. Ramos
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
Respirando Deus
 
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
Andre Nascimento
 
Lição 7 Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...
Lição 7  Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...Lição 7  Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...
Lição 7 Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...
Sergio Silva
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
Faetef Faetef
 
Lição_01.pptx
Lição_01.pptxLição_01.pptx
Lição_01.pptx
ssuserae7cb3
 

Semelhante a Estudo do livro bíblico de Atos dos Apóstolos (20)

ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdfATOS DOS APSTOLOS  ATUALIZADO Reparado.pdf
ATOS DOS APSTOLOS ATUALIZADO Reparado.pdf
 
O ministério de apóstolo
O ministério de apóstoloO ministério de apóstolo
O ministério de apóstolo
 
30 atos
30 atos30 atos
30 atos
 
Atos introdução
Atos   introduçãoAtos   introdução
Atos introdução
 
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja ApostólicaAula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica
 
atos
atosatos
atos
 
Atos dos apostolos
Atos dos apostolos Atos dos apostolos
Atos dos apostolos
 
Aula 1 A Igreja Apostólica
Aula 1 A Igreja ApostólicaAula 1 A Igreja Apostólica
Aula 1 A Igreja Apostólica
 
7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos7. atos dos apóstolos
7. atos dos apóstolos
 
Paulo vida e_obra
Paulo vida e_obraPaulo vida e_obra
Paulo vida e_obra
 
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolosConhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
Conhecendo a igreja primitiva através de atos dos apóstolos
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Lição 06 - O Ministerio dos Apóstolos
Lição 06 - O Ministerio dos ApóstolosLição 06 - O Ministerio dos Apóstolos
Lição 06 - O Ministerio dos Apóstolos
 
Lição 06 - O ministério dos Apóstolos
Lição 06 - O ministério dos ApóstolosLição 06 - O ministério dos Apóstolos
Lição 06 - O ministério dos Apóstolos
 
Filipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textos
Filipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textosFilipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textos
Filipe como missionário_Liç_Orig_1032015 + textos
 
Panorama do NT - Atos
Panorama do NT - AtosPanorama do NT - Atos
Panorama do NT - Atos
 
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
EBD Revista Palavra e Vida (CB Fluminense) - Aula 1
 
Lição 7 Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...
Lição 7  Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...Lição 7  Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...
Lição 7 Catolicismo - 2º Quadrimestre 2012 - EBD - Religiões e Religiosidade...
 
Epistolas paulinas
Epistolas paulinasEpistolas paulinas
Epistolas paulinas
 
Lição_01.pptx
Lição_01.pptxLição_01.pptx
Lição_01.pptx
 

Último

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 

Último (10)

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 

Estudo do livro bíblico de Atos dos Apóstolos

  • 1. ATOS DOS APÓSTOLOS EBD - ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA – 2024 – 1º SEMESTRE Facilitadores: José Luiz Rissoto e Francisco Tudela 10:07 1
  • 2. ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA 10:07 2 NOSSA DECLARAÇÃO DE IDENTIDADE: “Ser uma igreja bíblica que faz discípulos de Jesus; e os ajuda a crescer na direção de Deus (PA), da Igreja (PD) e do Mundo (PF): transformando pessoas, sociedade e cultura através da proclamação do Evangelho de Jesus Cristo.”
  • 3. 1ª AULA • OBJETIVOS DA DISCIPLINA, METODOLOGIA PARA ESTUDÁ-LA E PLANEJAMENTO. • INTRODUÇÃO AO LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 3
  • 4. EMENTA DA DISCIPLINA ATOS DOS APÓSTOLOS • Estudo da mensagem central de Atos, seu propósito e síntese do livro. ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 4 At 1.8 “Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra".” .
  • 5. A FINALIDADE DO CRISTÃO É REALIZAR OS PROPÓSITOS DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 5 Mt 28.18-20: “...Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos.” Missão: é o propósito da existência de algo; é o que fazemos para alcançar a visão Visão: é quem queremos ser no futuro, é o resultado da missão. Valores: (princípios e crenças): ter a Bíblia como única regra de conduta e fé. MISSÃO: FAZER DISCÍPULOS DE JESUS E PROMOVER O SEU CRESCIMENTO: PARA O ALTO - PA– em direção a Deus PARA DENTRO – PD- em direção uns dos outros PARA FORA – PF-em direção aos perdidos e necessitados
  • 6. OBJETIVOS GERAIS DA DISCIPLINA LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 6 Deus Cristão Mundo CRESCER Para o Alto - PA Compreender que Deus é o Senhor da história da igreja. Para Dentro – PD Interagir com os demais membros da igreja a partir dos estudos da igreja primitiva Para Fora – PF Pregar o Evangelho inspirando- se nas pregações de Pedro e Paulo. Palavra, Adoração e Oração Missão do cristão para com Deus! Comunhão e Serviço Evangelização e Compaixão Missão do cristão para com os irmãos! Missão do cristão para com o mundo!
  • 7. OBJETIVOS ESPECÍFICOS ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 7 CONCEITUAIS PROCEDIMENTAIS 1. Saber como se deu o avanço do Evangelho. 2. Conhecer as dificuldades para evangelizar o mundo daquela época. 3. Identificar os fundamentos teológicos da Boa Nova. 4. Aprender a lidar com as ações do Espírito Santo quando nos dirigem de modo não conforme com nossa vontade. 1. Desenvolver habilidades de leitura, compreensão e interpretação de textos bíblicos. 2. Refletir sobre os principais temas desenvolvidos nas pregações de Pedro e Paulo por meio de questões propostas.
  • 8. OBJETIVOS ESPECÍFICOS ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 8 PESSOA  Exercitar a aplicação dos princípios bíblicos no cotidiano. SOCIEDADE  Aproveitar as oportunidades para pregar o Evangelho com confiança e de modo claro e acolhedor. CULTURA  Publicar sua interpretação das questões propostas  Engajar membros da igreja no conteúdo da disciplina por meio de enquetes. (Missões indoor).
  • 9. INTERDISCIPLINARIDADE BUSCADA NESTE CURSO ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 9 ATOS DOS APÓSTOLOS EVANGELHOS SINÓTICOS HISTÓRIA DO CRISTIANISMO EVANGELISMO TEOLOGIA
  • 10. PLANEJAMENTO SEMANAL: 5ª feira (20h) online / Domingo (9h ) presencial 10:07 10 Quinta Dom Conteúdo programático 15/2 18/2 1 Apresentação: objetivos, metodologia e planejamento. Introdução ao livro de Atos dos Apóstolos 22/02 25/02 2 Cap 1 a 2 - A ascensão de Jesus ao céu; A vinda do Espírito Santo no dia de pentecoste; Pedro se dirige à multidão (73) F 29/02 03/03 3 Cap 3 a 5 – Pedro prega no Templo; Pedro e João diante do Sinédrio; Os cristãos repartem os seus bens; Os apóstolos são perseguidos (104) R 07/03 10/03 4 Cap 6 a 8.1 – A escolha dos sete diáconos; A prisão e morte de Estevão (76) F 14/03 17/03 5 Cap 8.2 a 10.23 – A perseguição e a dispersão da igreja; Felipe em Samaria e Etiópia; Conversão de Saulo; Saulo em Damasco e em Jerusalém; A visão de Pedro (105). R 21/03 24/03 6 Cap 10.24 a 13.3 – A igreja em Antioquia; Pedro é liberto da prisão; A morte de Herodes; A missão de Barnabé e Saulo (83) F 28/03 31/03 Emenda de feriado (Páscoa) 04/04 07/04 7 Cap. 13.4 – 14.28 – Barnabé e Saulo em Chipre; em Antioquia da Pisídia; em Icônio; em Listra e Derbi; Retorno para Antioquia da Síria. (77) R 11/04 14/04 8 Cap 15 – O concílio de Jerusalém; (35) F 18/04 21/04 9 Cap 16 a 17 – Discórdia entre Paulo e Barnabé; Timóteo se une a Paulo e Silas; Paulo e Silas na prisão; Paulo e Silas em Tessalônica; em Bereia, em Atenas (80) R 25/04 28/04 10 Cap. 18.1 a 20.38 – Priscila, Áquila e Apolo; Paulo em Éfeso; Paulo viaja pela Macedônia e pela Grécia; Paulo despede-se dos presbíteros de Éfeso (107) F 02/05 05/05 11 Cap. 21 a 23 – Paulo a caminho de Jerusalém; A prisão de Paulo; Paulo diante do sinédrio; A conspiração para matar Paulo; Paulo é transferido para Cesaréia. (105) R 09/05 12/05 Dia das mães 16/05 19/05 12 Cap. 24 a 26 – O julgamento de Paulo diante de Félix; Julgamento de Paulo diante de Festo; Paulo diante de Agripa. (86) F 23/05 26/05 13 Cap. 27 e 28 – Viagem de Paulo para Roma; A tempestade; O naufrágio; Paulo na ilha de Malta; A chegada à Roma; A pregação de Paulo sob custódia em Roma (73) R 30/05 02/06 Emenda de feriado (corpos Christis) 06/06 09/06 14 Projeto missionário indoor – Enquete: 1) De que somos salvos? 2) Como tomar consciência da vontade de Deus? Entregar um folheto com as respostas F 13/06 16/06 Reserva técnica 20/6 23/6 Reserva técnica 27.06 30.06 Confraternização – resultado da avaliação
  • 11. AUTORIA: • O livro de Atos não indica quem é seu autor, assim como o Evangelho de Lucas. • Lucas é citado em Col 4.14 e Fl 23: • Embora seu nome não seja citado há um consenso de que Lucas é o autor DATA DA ESCRITA: • O livro termina com o relato da libertação de Paulo em Roma no ano 63. • Não cita o incêndio de Roma em 65, nem a queda de Jerusalém em 70. • A ausência da menção desses eventos sugere que o livro foi escrito no ano 64 d.C. ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 11 Col. 4.14 “Lucas, o médico amado, e Demas, enviam saudações.” Filemom 23,24 “Epafras, meu companheiro de prisão por causa de Cristo Jesus, envia-lhe saudações, assim como também Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores”
  • 12. 12 CRONOLOGIA DO LIVRO DE ATOS 1.A Ascensão de Jesus 33 d.C. 2. A Escolha de Matias 33 d.C. 3. A Descida do Espírito Santo 33 d.C. 4. A igreja iniciada com poder 33 d.C. 5. A instituição dos diáconos entre 33/34 d.C. 6. Estevão é executado 35 d.C. 7. A Primeira perseguição da igreja 35 d.C. 8. Filipe prega em Samaria 35 d.C. 9. A Conversão de Saulo 35 d.C. 10. A Conversão de Cornélio 38 d.C. 11. Paulo vai para Arábia entre 35-38 d.C. 12. Paulo visita Jerusalém 38 d.C. 13. Paulo prega Síria e na Cilícia 40 d.C. 14. Paulo e Barnabé em Antioquia 43 d.C. 15. Chamados cristãos pela 1ª vez 44 d.C. 16. Paulo visita Jerusalém na fome 44 d.C. 17. A execução de Tiago (o apóstolo) 44 d.C. 18. A morte Herodes (Agripa I) 44 d.C. 19. 1ª viagem de Paulo 45-48 d.C. 20. Conferência em Jerusalém 49 d.C. 21. 2ª viagem de Paulo 49-52 d.C. – 1 e 2 Ts 22. 3ª viagem de Paulo 52-58 d.C.– Gl/ 1e2Co/ Rm 23. Nero imperador de Roma 54-68 d.C. 24. Paulo é preso em Roma 58 d.C. 25. Paulo perante Sinédrio 58 d.C. 26. Paulo preso em Cesaréia 58-60 d.C. 27. Paulo perante Festo apela para César 60 d.C. 28. Paulo discursa perante o rei Agripa 60 d.C. 29. Paulo enviado para Roma 60-61 d.C. 30. Paulo chega em Roma na primavera 61 d.C. 31. Paulo na prisão domiciliar em Roma 61-62 d.C – Fil /Col /Ef /Fp
  • 13. CONTEXTO POLÍTICO DA ÉPOCA ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 13 • Escrito no ano 64 d.C., durante o reinado do imperador romano Nero. • Nesta época, o Império Romano era uma potência mundial que controlava grande parte do mundo conhecido. • A Palestina tinha 2 milhões de habitantes, sendo a metade de judeus e os demais eram uma mistura de povos e culturas. • A cultura romana era politeísta e tolerante com a diversidade religiosa. • Na Judéia a aristocracia e os sacerdotes aceitavam o domínio romano, os primeiros por obterem vantagens comerciais e os segundos por manterem o monopólio da religião, porém uma parte do povo não aceitava este domínio: os zelotes. • Do hebraico qanna: “zeloso”ou “devoto”, Finéias foi seu inspirador (Nm 25.10-13). • Extremistas eram chamados de “sicários”, usavam uma adaga (sicca) nas guerrilhas.
  • 14. INTRODUÇÃO ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 14 • O livro de Atos dos Apóstolos é o quinto livro do NT e narra a história da igreja primitiva, desde a ascensão de Jesus até a prisão domiciliar de Paulo em Roma, nos informando sobre seus líderes, seus desafios e suas conquistas. • Atos encerra os Evangelhos e dá sequência às Epístolas; é a ponte que liga a vida de Cristo crucificado com o Cristo vivo apresentado nelas, além de ser o elo entre o judaísmo e o cristianismo. • Atos é o maior livro sobre missões. Detalha na primeira metade o ministério de Pedro e na outra metade o de Paulo • Como destaque observaremos que os romanos são descritos como defensores da fé cristã e protetores de seus evangelistas.
  • 15. PROPÓSITOS E DESTINATÁRIO DO LIVRO DE ATOS ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 15 • Descrever as concepções que Lucas tinha do cristianismo para que Teófilo pudesse entendê-lo como a verdadeira forma de judaísmo. (Lc 1.1-4 e At 1.1-2) • Mostrar que o cristianismo não era um ramo herético do Judaísmo, nem uma organização política, nem era contrário ao Império Romano. • Informar que no cristianismo a ação da igreja se dá por intermédio do Espírito Santo. Devido a esta ênfase há quem o chame de Atos do Espírito Santo. Lc 1.1-4 “Muitos já se dedicaram a elaborar um relato dos fatos que se cumpriram entre nós, conforme nos foram transmitidos por aqueles que desde o início foram testemunhas oculares e servos da palavra. Eu mesmo investiguei tudo cuidadosamente, desde o começo, e decidi escrever-te um relato ordenado, ó excelentíssimo Teófilo, para que tenhas a certeza das coisas que te foram ensinadas.” At 1.1-2 “Em meu livro anterior, Teófilo, escrevi a respeito de tudo o que Jesus começou a fazer e a ensinar, até o dia em que foi elevado ao céu, depois de ter dado instruções por meio do Espírito Santo aos
  • 16. QUEM ERA LUCAS? ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 16 • Lucas, o Evangelista, foi um dos quatro evangelistas do Novo Testamento. • Autor do terceiro evangelho, que trata do que Jesus começou a fazer e ensinar, e do livro Atos dos Apóstolos, que trata do que Jesus continuou a fazer e ensinar por meio dos apóstolos no poder do ES. • Lucas era um gentio, ou seja, não era judeu. • Natural de Antioquia, na Síria, era médico de profissão. • Converteu-se ao cristianismo e tornou-se um companheiro de Paulo em suas viagens missionárias, por pelo menos 15 anos. • Especula-se que morreu no ano 84 d.C., em Tebas, na Grécia. • Lucas é o padroeiro dos médicos, artistas e vidraceiros.
  • 17. QUEM ERA PEDRO? ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 17 • Simão era pescador, nascido em Betsaida no ano 1 d.C., casado, pois há um relato de Jesus ter curado sua sogra (Mt 8.14,15); morava em Cafarnaum, filho de Jonas e tinha um irmão, o também apóstolo André. • Simão e André eram "empresários" da pesca e tinham sua própria frota de barcos, em sociedade com Tiago, João e o pai destes, Zebedeu. (Lc 5.1-11) • Simão foi levado pelo seu irmão para conhecer Jesus (Jo 1.41-42) • Alguns historiadores o associam a um grupo contra o domínio de Roma, os Zelotes, mas em Lc 6.13-16 fica evidente que Simão o Zelote é distinto de Simão o Pedro. Jo 1.41-42 “O primeiro que ele encontrou foi Simão, o seu irmão, e lhe disse: ― Achamos o Messias — que quer dizer “Cristo”. 42Então, ele o levou a Jesus. Jesus olhou para ele e disse: ― Você é Simão, filho de João. Será chamado Cefas — que, traduzido, é “Pedro”. Lc 6.13-16 “Ao amanhecer, chamou seus discípulos e escolheu doze deles, a quem também designou como apóstolos: Simão, a quem deu o nome de Pedro; seu irmão André; Tiago; João; Filipe; Bartolomeu; Mateus; Tomé; Tiago, filho de Alfeu; Simão, chamado zelote; Judas, filho de Tiago; e Judas Iscariotes, que veio a ser o traidor.”
  • 18. QUEM ERA PEDRO? cont. ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 18 • Segundo Lc 5.1-11 Simão teria conhecido Jesus quando este lhe pediu que utilizasse uma das suas barcas, para poder pregar a uma multidão que queria ouvi- lo. • No final da pregação, Jesus disse a Simão que fosse pescar de novo com as redes em águas mais profundas, Simão respondeu que tentara em vão pescar durante toda a noite, mas, atendeu ao pedido e o resultado foi uma enorme pescaria. • Simão pede que Jesus se afaste dele já que era um pecador, Jesus diz para segui-lo e que o tornaria um "pescador de homens". • De personalidade forte era impetuoso e impulsivo, mas, também leal e dedicado. Durante a crucificação de Jesus, Pedro negou conhecê-lo por três vezes, mas se arrependeu e foi restaurado por Jesus. • Escreveu duas cartas: 1ª Pedro e 2ª Pedro. • Segundo a tradição Pedro foi martirizado em Roma no ano 67 d.C., no reinado de Nero. Pedro com Jesus Cristo, em pintura de Eero Järnefelt
  • 19. QUEM ERA PAULO? ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 19 • Judeu da tribo de Benjamim, nasceu em Tarso, Cilícia, cidade helenizada e importante centro romano da Ásia Menor (hoje a Turquia) onde se falava o grego e talvez latim na escola, citado pela 1ª vez pelo seu nome hebraico, Saulo, em At 7.58, (deriva do rei Saul) e significa “aquele que foi conseguido por meio de orações”. • Fabricante de tendas, At 18.3, tinha uma irmã e um sobrinho em Jerusalém, At23,16, e 2 parentes em Roma,16.7 “Saúdem Andrônico e Júnias, meus parentes...”; • Nasceu entre os anos 5 e 10 dC, uns 15 anos depois de Jesus • O pai, judeu, comprou ou recebeu a cidadania romana, e Paulo utilizou desse direito por nascimento. Reconstituição facial de Paulo feita pelos especialistas do LKARenânia do Norte-Vestfália, Alemanha.
  • 20. QUEM ERA PAULO? cont. ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 20 • Talvez solteiro 1Co 7.8 “Aos solteiros e às viúvas, digo que seria melhor que ficassem como eu”; • Talvez casado 1Co 9.5 “Não temos o direito de levar conosco nas viagens uma mulher cristã, como fazem os outros apóstolos e os irmãos do Senhor e Pedro?”. • Outras informações: • Fp 3.5,6 “circuncidado no oitavo dia de vida, pertencente ao povo de Israel, à tribo de Benjamim, verdadeiro hebreu; quanto à lei, fariseu; quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível. • Com 30 anos foi batizado por Ananias At 9.18 “... Levantando-se, foi batizado” • Teve como professor Atenodoro, amigo do imperador Augusto, e utilizou citações desse educador na estruturação de alguns versículos: • Atenodoro: “Para toda criatura, a sua consciência é Deus” • Paulo: 2Co 1.12 “A nossa consciência dá testemunho de que nos temos conduzido no mundo...de acordo com a graça de Deus.”
  • 21. QUEM ERA PAULO? cont. ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 21 • Outras informações • Jovem, foi para Jerusalém na escola do rabino (aquele que ensina) Gamaliel, o mais famoso da época (At 22.3 ” Fui instruído rigorosamente por Gamaliel...”). • Tornou-se fariseu, um especialista rigoroso e irrepreensível no cumprimento da Lei. • Além de conhecer bem a sua religião (o que pode ser comprovado pelas muitas citações ao AT), conhecia a filosofia e as religiões gregas do seu tempo, dominava o grego e o latim e o método da retórica. • Introduziu um estilo literário mais rico – Sêneca, seu contemporâneo, usava 250 palavras nos textos, Paulo mais de 350.
  • 22. QUEM ERA ESTÊVÃO? ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 22 • At 6.2-5 “...Não é certo negligenciarmos o ministério da palavra de Deus, a fim de servir as mesas. Irmãos, escolham entre vocês sete homens...Então escolheram Estêvão...Filipe, Prócoro, Nicanor, Timom, Pármenas e Nicolau...” • Estêvão foi um dos 7 primeiros diáconos, logo após a morte e Ressurreição de Jesus. • Judeu helenista, nascido na cidade de Corinto, província de Acaia, dominada pelos romanos, converteu-se e se tornou um dos líderes da igreja em Jerusalém. • 6.9,10 “... começaram a discutir com Estêvão, mas não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que ele falava.” • Pregador eloquente, defendia a fé cristã com coragem e determinação, e mesmo diante da oposição dos judeus, muitos se convertiam ao cristianismo. • Não há nenhuma imagem conhecida dele, e as obras de arte que o retratam são apenas interpretações artísticas.
  • 23. O QUE É O CRISTIANISMO ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 23 • O Cristianismo (do grego Xριστός, "Christós", messias, ungido, do heb. ‫משיח‬ "Mashiach") se iniciou como uma seita judaica, classificada como uma religião abraãmica, monoteísta, centrada na vida e ensinos de Jesus de Nazaré, tal como apresentados no Novo Testamento. • O cristianismo se caracteriza por encontrar na pessoa de Jesus o caminho para Deus e crê que: 1. Deus é o criador do universo e nele intervém. 2. O homem está afastado de Deus por replicar o pecado de Adão e Eva, isto é, querer ser o deus de sua vida. 3. Jesus é o Cristo, Filho de Deus, Deus feito humano, que pagou pelos pecados do homem. 4. Quando Jesus voltar e estabelecer uma nova terra, o homem estará salvo do julgamento de Deus e de Sua ira.
  • 24. O livro de Atos é um registro histórico que responde às perguntas: ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 24 1. Como Jesus, um homem desconhecido, em 3 anos se tornou tão conhecido? 2. Como homens simples e sem instrução (4.13 “Vendo a coragem de Pedro e de João, e percebendo que eram homens comuns e sem instrução, ficaram admirados e reconheceram que eles haviam estado com Jesus.”) se tornaram poderosas testemunhas de Jesus? 3. Como a igreja surgiu e se espalhou pelo império romano em apenas 30 anos? 4. Como uma religião que se iniciou no meio judaico com pouco mais de 120 crentes (1.15 “Naqueles dias Pedro levantou-se entre os irmãos, um grupo de cerca de cento e vinte pessoas,...”) acabou se tornando a religião do mundo? O PLANO REVELADO A ABRAÃO 2000 ANOS ANTES, OU SEJA, A PROMESSA DE QUE DEUS CRIARIA UMA FAMÍLIA MUNDIAL HAVIA COMEÇADO. At 1.14,15 “Todos eles se reuniam sempre em oração...um grupo de cerca de cento e vinte pessoas,” ASSIM COMEÇA A HISTÓRIA DA IGREJA.
  • 25. Instruções para entendimento das aulas: ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 25 1. Como teremos apenas 1h de estudo, faremos o estudo panorâmico do livro Atos dos Apóstolos com a técnica de leitura dinâmica “scanning”, que consiste em correr os olhos pelo texto para identificar palavras-chave. 2. Assim não apresentaremos todos os versículos, apenas os que selecionamos como os mais importantes, segundo a nossa ótica, e que Deus nos dê sabedoria para isso. 3. Não leremos todo o versículo, “pularemos” alguns trechos, procurando não extrair o texto do contexto em que ele está, não que eles sejam menos importantes, mesmo porque tratam da palavra de Deus para nós, mas porque nosso tempo de aula é pouco para muita leitura. 4. Caso você ache relevante um trecho que não foi lido anote-o e ao final comente conosco.
  • 26. Instruções para entendimento das aulas: ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 26 1. Muitos buscam soluções apressadas para conhecer a Bíblia. 2. Alguns querem apontamentos fáceis que resumam os ensinamentos da Bíblia e os capacitem a aplicá-los com pouco esforço. 3. Jesus critica a postura de querer reduzir o cristianismo a um conjunto de regulamentos facilmente memorizados, que sejam bons para tudo e para todos. Mt 15.9b “...seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens”. Ânimo, são só 28 capítulos e 1067 versículos, que não devem ser apenas lidos, mas, entendidos. Lição de casa: Rever o estudo de hoje 2. Ler At 1,2 (73 versículos)
  • 27.
  • 28. BIBLIOGRAFIA 1. Bíblia NVI – Editora Vida – 2000 2. Comentário Bíblico do professor – Lawrence Richards – 3ª Ed. Vida - SP 3. Comentário Bíblico Moody – Charles F Pfieffer – Ed. Batista Regular,2017 4. Comentário Bíblico Popular - MacDonald, Willian, SP, Ed. Mundo Cristão, 2008 5. Comentário Bíblico NVI -. BRUCCE, F. F, SP, Ed. Vida, 1ª edição, 2008 6. Atos dos Apóstolos: Texto e Comentário, por F. F. Bruce (Editora Cultura Cristã) 7. Atos dos Apóstolos: Uma Perspectiva Pastoral, por Hernandes Dias Lopes (Ed. Hagnos) 8. Atos dos Apóstolos: A Missão do Espírito Santo, por Luiz Sayão (Ed. Vida Nova) 9. Atos dos Apóstolos: Uma História da Igreja, por Augustus Nicodemus Lopes (Ed. Cultura Cristã) 10.Atos dos Apóstolos: Um Estudo Bíblico, por Hernandes Dias Lopes (Ed. Hagnos) 11.Bible Project 12.Reflexões extraídas da World Wide Web 13.ROTA 66, Rádio Transmundial, Sayão, Luiz, https://www.rtmbrasil.org.br/radio/programas/rota- 66/pagina/1>. 14.Esta apresentação está disponível no site: www.escolabiblicavirtual.com.br ESCOLA BÍBLICA DISCIPULADORA - ATOS 10:07 28

Notas do Editor

  1. Saulo: Significa "aquele que foi muito desejado", "o que foi pedido insistentemente" ou "aquele que foi conseguido através de orações". O nome masculino Saulo possui uma forte ligação religiosa. Na antiguidade, era comum batizar os filhos que haviam sido ansiosamente desejados ou que acreditavam ser frutos de um milagre com o nome de Saulo. Isso acontecia, pois um dos significados mais especiais associados a este nome é: "aquele que foi conseguido através de orações".
  2. 2Co 1.12 (NAA) - Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência de que com simplicidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria humana, mas na graça divina, temos vivido no mundo, especialmente em relação a vocês. 2Co 1.12 – (NTLH) É disto que temos orgulho: a nossa consciência nos afirma que a nossa maneira de viver no mundo, e especialmente em relação a vocês, tem sido dirigida pela franqueza e sinceridade que Deus nos dá e também pelo poder da sua graça e não pela sabedoria humana.
  3. FILOSOFIA•RETÓRICA - a arte da eloquência, a arte de bem argumentar; arte da palavra.
  4. Quem eram os judeus helenistas? Como bem explica a BJ, os “helenistas” eram os judeus que, vivendo fora da Palestina, haviam adotado elementos de cultura grega, dispondo até mesmo de sinagogas particulares em Jerusalém, nas quais mesmo a Bíblia era lida em grego (Bíblia de Jerusalém [BJ], p.
  5. O que significa o Cristo de Deus? Jesus é chamado Cristo na Bíblia porque ele é o salvador prometido por Deus. Cristo não era o nome próprio de Jesus; era uma indicação de sua função, sua missão. Cristo significa “ungido”. Cristo é a versão grega da palavra hebraica “Messias” (João 1:41).
  6. At.1 14-Todos eles se dedicavam unânimes à oração, com as mulheres, entre elas Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele. 15Naqueles dias, Pedro levantou‑se entre os irmãos, um grupo de cerca de cento e vinte pessoas.