SlideShare uma empresa Scribd logo
O Tabernáculo
No tempo de Moisés, havia uma obra a fazer. Construir o tabernáculo como centro da verdadeira adoração na nação de Israel.  Israelitas qualificados foram convidados para contribuírem com seu tempo e seus talentos para a obra de construção.  E todos foram convidados a contribuírem com seus bens materiais.  O resultado foi uma enorme contribuição, muito mais do que o necessário.   Êxodo 35:10, 20-29; 36:4-7.
Suas contribuições eram uma expressão de fé em Jeová e uma demonstração de apoio dado ao objectivo do tabernáculo — a verdadeira adoração.
Em 1512 AEC, no primeiro dia do mês de Nisã (ou Abibe), junto ao monte Sinai, foi inaugurado o tabernáculo ou “tenda de reunião”.
Estava completamente erguido, com toda a sua mobília e utensílios instalados. Sob a direcção de Jeová, o sacerdócio foi investido naquele dia, com Moisés por mediador, e a execução de todos os serviços de investidura levou sete dias. No oitavo dia, os sacerdotes começaram a executar suas funções oficiais. Êxodo 40
 
Santo Candelabro Santíssimo O Tabernáculo Mesa Altar do incenso Arca do Pacto com Querubins Bacia Altar de Oferta Queimada
100 côvados  (44,50 metros) 50 côvados  (22,20 metros) 20 côvados  (8,90 metros) 5 côvados  (2,20 metros) 30 côvados  (13,40 metros) 10 côvados  (4,50 metros) 10 côvados  (4,50 metros) Valores de conversão aproximada (baseados no  it – E vol. 2 , págs. 1058-9) Dimensões
LADO OESTE LADO NORTE LADO ESTE LADO SUL Montanhas do Sinai O Tabernáculo O Pátio Bacia de Cobre Altar de Sacrifícios Entrada do Santo Santíssimo Santo Tenda com quatro diferentes Coberturas Cortinados de  Linho Fino Portão do Pátio Reposteiro á entrada Colunas e seus pedestais Pinos e ligações de prata
1ª cobertura - 10 panos de tenda com querubins 2ª cobertura - 11 panos de tenda de pêlos de cabra 3ª cobertura – feita de peles de carneiros 4ª cobertura – feita de peles de focas Êxodo 26:1-14
Armações de painel em madeira de Acácia Segundo nota de referência da TNM: “‘Armações de painel’, em vez de tábuas, as quais teriam sido de madeira sólida, e, por isso, difíceis de manejar, por causa do seu tamanho e de seu peso. Êxodo 26:15-30
Altar e oferta queimada
Entrada do Santo
Santo
Altar do Incenso
Entrada do Santíssimo
Arca do Pacto
O Lugar Santo Hebreus 9:2 O Santíssimo Hebreus 9:3 Entrada do  Tabernáculo Coluna de Acácia  Êxodo 26:37 Reposteiro  Êxodo 26:36 Cortina com Querubins  Êxodo 26:31 Coluna de Acácia  Êxodo 26:32 O Candelabro Mesa dos pães da proposição Arca do Pacto Altar do Incenso Escora de esquina  Êxodo 26:23 Trancas de madeira  Êxodo 26:26 Trancas do meio  Êxodo 26:28 Espigas  Êxodo 26:17 Pedestais de encaixe em prata  Êxodo 26:19 Armação de painel  Êxodo 26:15
Acampamento Judá Issacar Zebulão Dã Moisés e Arão Rubem Simeão Gade Coate Tabernáculo Efraim Merari Gérson Manassés Benjamim Aser Naftali Merari, Gérson e Coate da tribo de Levi, encarregados do tabernáculo e seus utensílios A SUL – 151 450 Rubem (46 500), Simeão (59 300) e  Gade (45 650) A ESTE – 186 400 Judá (74 600), Issacar (54 400) e  Zebulão (57 400) A OESTE – 108 100 Efraim (40 500), Manassés  (32 200) e Benjamim (35 400) A NORTE – 157 600 Dã (62 700), Aser (41 500) e Naftali (53 400) Total de 603 550 Israelitas Recenseamento 2 anos após o êxodo, dos homens de 20 anos para cima. Não foram incluídos os Levitas (não tiveram herança na Terra Prometida) Números 1-3 N
traduzido e adaptado de Théo Truschel por  大卫 好 的 学习 你们 都 !!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Gesiel Oliveira
 
(01) apresentação aula 1 a bíblia
(01) apresentação aula 1 a bíblia(01) apresentação aula 1 a bíblia
(01) apresentação aula 1 a bíblia
GlauciaSlides
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
70 SEMANAS DE DANIEL
70 SEMANAS DE DANIEL70 SEMANAS DE DANIEL
70 SEMANAS DE DANIEL
ESTUDANTETEOLOGIA
 
Atos
AtosAtos
O Tabernáculo
O TabernáculoO Tabernáculo
O Tabernáculo
Alberto Simonton
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)
Jonas Martins Olímpio
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Éder Tomé
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
Respirando Deus
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
Moisés Sampaio
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
Respirando Deus
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Lição 03 - A Oferta de Manjares
Lição 03 - A Oferta de ManjaresLição 03 - A Oferta de Manjares
Lição 03 - A Oferta de Manjares
Éder Tomé
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
RODRIGO FERREIRA
 

Mais procurados (20)

Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza OliveiraPentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
Pentateuco (lições 1 e 2) - EETAD - Pr Gesiel de Souza Oliveira
 
(01) apresentação aula 1 a bíblia
(01) apresentação aula 1 a bíblia(01) apresentação aula 1 a bíblia
(01) apresentação aula 1 a bíblia
 
2. introdução ao novo testamento
2.  introdução ao novo testamento2.  introdução ao novo testamento
2. introdução ao novo testamento
 
70 SEMANAS DE DANIEL
70 SEMANAS DE DANIEL70 SEMANAS DE DANIEL
70 SEMANAS DE DANIEL
 
Atos
AtosAtos
Atos
 
O Tabernáculo
O TabernáculoO Tabernáculo
O Tabernáculo
 
10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué10. O Livro de Josué
10. O Livro de Josué
 
Apocalipse
ApocalipseApocalipse
Apocalipse
 
Panorama do novo testamento
Panorama do novo testamentoPanorama do novo testamento
Panorama do novo testamento
 
O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)O Tabernáculo (apostila)
O Tabernáculo (apostila)
 
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito SantoLição 10 - As manifestações do Espírito Santo
Lição 10 - As manifestações do Espírito Santo
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
 
Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1Evangelhos sinóticos aula1
Evangelhos sinóticos aula1
 
Panorama do AT - Êxodo
Panorama do AT -  ÊxodoPanorama do AT -  Êxodo
Panorama do AT - Êxodo
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
 
45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias45. o profeta malaquias
45. o profeta malaquias
 
5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas5. O Evangelho de Lucas
5. O Evangelho de Lucas
 
4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos4. O Evangelho Segundo Marcos
4. O Evangelho Segundo Marcos
 
Lição 03 - A Oferta de Manjares
Lição 03 - A Oferta de ManjaresLição 03 - A Oferta de Manjares
Lição 03 - A Oferta de Manjares
 
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
20º AULA - A BATALHA DO ARMAGEDOM
 

Semelhante a Tabernáculo

Slide li c ao 7 o lugar santo
Slide li c ao 7 o lugar santoSlide li c ao 7 o lugar santo
Slide li c ao 7 o lugar santo
Vilma Longuini
 
1º Trimestre 2014 Lição 9 Um lugar de adoração no deserto
1º Trimestre 2014 Lição 9  Um lugar de adoração no deserto1º Trimestre 2014 Lição 9  Um lugar de adoração no deserto
1º Trimestre 2014 Lição 9 Um lugar de adoração no deserto
Anderson Silva
 
A Tenda e o Templo
A Tenda e o TemploA Tenda e o Templo
A Tenda e o Templo
aylanj
 
Entrando no tabernáculo
Entrando no tabernáculoEntrando no tabernáculo
Entrando no tabernáculo
Pastora Marilene Fernandes
 
Lição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar SantoLição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar Santo
Hamilton Souza
 
037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015
037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015
037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015
Rachel V.
 
Princípios do culto a Deus
Princípios do culto a DeusPrincípios do culto a Deus
Princípios do culto a Deus
Meire Soares Magalhães
 
Exodo 25
Exodo  25Exodo  25
Li a oo 9 - a arca da alianca
Li a oo 9 - a arca da alianca Li a oo 9 - a arca da alianca
Li a oo 9 - a arca da alianca
Vilma Longuini
 
TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)
TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)
TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Lição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar SantoLição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar Santo
Éder Tomé
 
Estrutura do santuário
Estrutura do santuárioEstrutura do santuário
Estrutura do santuário
José Santos
 
Um lugar de adoração a deus no deserto
Um lugar de adoração a deus no desertoUm lugar de adoração a deus no deserto
Um lugar de adoração a deus no deserto
pralucianaevangelista
 
Livro de Numeros.pptx
Livro de Numeros.pptxLivro de Numeros.pptx
Livro de Numeros.pptx
JaquelineSantosBasto
 
licao12.ppt
licao12.pptlicao12.ppt
licao12.ppt
Herbert de Carvalho
 
Licao12
Licao12Licao12
Licao12
Está Escrito
 
PENTATEUCO - Aula 05
PENTATEUCO - Aula 05PENTATEUCO - Aula 05
PENTATEUCO - Aula 05
Pastor W. Costa
 
Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01
Pr Neto
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Moisés Sampaio
 
Lição 3 - Entrando no Tabernáculo: o Pátio
Lição 3 - Entrando no Tabernáculo: o PátioLição 3 - Entrando no Tabernáculo: o Pátio
Lição 3 - Entrando no Tabernáculo: o Pátio
Hamilton Souza
 

Semelhante a Tabernáculo (20)

Slide li c ao 7 o lugar santo
Slide li c ao 7 o lugar santoSlide li c ao 7 o lugar santo
Slide li c ao 7 o lugar santo
 
1º Trimestre 2014 Lição 9 Um lugar de adoração no deserto
1º Trimestre 2014 Lição 9  Um lugar de adoração no deserto1º Trimestre 2014 Lição 9  Um lugar de adoração no deserto
1º Trimestre 2014 Lição 9 Um lugar de adoração no deserto
 
A Tenda e o Templo
A Tenda e o TemploA Tenda e o Templo
A Tenda e o Templo
 
Entrando no tabernáculo
Entrando no tabernáculoEntrando no tabernáculo
Entrando no tabernáculo
 
Lição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar SantoLição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar Santo
 
037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015
037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015
037 2015 - lendo biblia sagrada em 1 ano - 06-02-2015
 
Princípios do culto a Deus
Princípios do culto a DeusPrincípios do culto a Deus
Princípios do culto a Deus
 
Exodo 25
Exodo  25Exodo  25
Exodo 25
 
Li a oo 9 - a arca da alianca
Li a oo 9 - a arca da alianca Li a oo 9 - a arca da alianca
Li a oo 9 - a arca da alianca
 
TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)
TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)
TIPOLOGIA BÍBLICA (AULA 05 - MÉDIO CETADEB)
 
Lição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar SantoLição 7 - O Lugar Santo
Lição 7 - O Lugar Santo
 
Estrutura do santuário
Estrutura do santuárioEstrutura do santuário
Estrutura do santuário
 
Um lugar de adoração a deus no deserto
Um lugar de adoração a deus no desertoUm lugar de adoração a deus no deserto
Um lugar de adoração a deus no deserto
 
Livro de Numeros.pptx
Livro de Numeros.pptxLivro de Numeros.pptx
Livro de Numeros.pptx
 
licao12.ppt
licao12.pptlicao12.ppt
licao12.ppt
 
Licao12
Licao12Licao12
Licao12
 
PENTATEUCO - Aula 05
PENTATEUCO - Aula 05PENTATEUCO - Aula 05
PENTATEUCO - Aula 05
 
Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01Tabernáculo_PARTE_01
Tabernáculo_PARTE_01
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
 
Lição 3 - Entrando no Tabernáculo: o Pátio
Lição 3 - Entrando no Tabernáculo: o PátioLição 3 - Entrando no Tabernáculo: o Pátio
Lição 3 - Entrando no Tabernáculo: o Pátio
 

Tabernáculo

  • 2. No tempo de Moisés, havia uma obra a fazer. Construir o tabernáculo como centro da verdadeira adoração na nação de Israel. Israelitas qualificados foram convidados para contribuírem com seu tempo e seus talentos para a obra de construção. E todos foram convidados a contribuírem com seus bens materiais. O resultado foi uma enorme contribuição, muito mais do que o necessário. Êxodo 35:10, 20-29; 36:4-7.
  • 3. Suas contribuições eram uma expressão de fé em Jeová e uma demonstração de apoio dado ao objectivo do tabernáculo — a verdadeira adoração.
  • 4. Em 1512 AEC, no primeiro dia do mês de Nisã (ou Abibe), junto ao monte Sinai, foi inaugurado o tabernáculo ou “tenda de reunião”.
  • 5. Estava completamente erguido, com toda a sua mobília e utensílios instalados. Sob a direcção de Jeová, o sacerdócio foi investido naquele dia, com Moisés por mediador, e a execução de todos os serviços de investidura levou sete dias. No oitavo dia, os sacerdotes começaram a executar suas funções oficiais. Êxodo 40
  • 6.  
  • 7. Santo Candelabro Santíssimo O Tabernáculo Mesa Altar do incenso Arca do Pacto com Querubins Bacia Altar de Oferta Queimada
  • 8. 100 côvados (44,50 metros) 50 côvados (22,20 metros) 20 côvados (8,90 metros) 5 côvados (2,20 metros) 30 côvados (13,40 metros) 10 côvados (4,50 metros) 10 côvados (4,50 metros) Valores de conversão aproximada (baseados no it – E vol. 2 , págs. 1058-9) Dimensões
  • 9. LADO OESTE LADO NORTE LADO ESTE LADO SUL Montanhas do Sinai O Tabernáculo O Pátio Bacia de Cobre Altar de Sacrifícios Entrada do Santo Santíssimo Santo Tenda com quatro diferentes Coberturas Cortinados de Linho Fino Portão do Pátio Reposteiro á entrada Colunas e seus pedestais Pinos e ligações de prata
  • 10. 1ª cobertura - 10 panos de tenda com querubins 2ª cobertura - 11 panos de tenda de pêlos de cabra 3ª cobertura – feita de peles de carneiros 4ª cobertura – feita de peles de focas Êxodo 26:1-14
  • 11. Armações de painel em madeira de Acácia Segundo nota de referência da TNM: “‘Armações de painel’, em vez de tábuas, as quais teriam sido de madeira sólida, e, por isso, difíceis de manejar, por causa do seu tamanho e de seu peso. Êxodo 26:15-30
  • 12. Altar e oferta queimada
  • 14. Santo
  • 18. O Lugar Santo Hebreus 9:2 O Santíssimo Hebreus 9:3 Entrada do Tabernáculo Coluna de Acácia Êxodo 26:37 Reposteiro Êxodo 26:36 Cortina com Querubins Êxodo 26:31 Coluna de Acácia Êxodo 26:32 O Candelabro Mesa dos pães da proposição Arca do Pacto Altar do Incenso Escora de esquina Êxodo 26:23 Trancas de madeira Êxodo 26:26 Trancas do meio Êxodo 26:28 Espigas Êxodo 26:17 Pedestais de encaixe em prata Êxodo 26:19 Armação de painel Êxodo 26:15
  • 19. Acampamento Judá Issacar Zebulão Dã Moisés e Arão Rubem Simeão Gade Coate Tabernáculo Efraim Merari Gérson Manassés Benjamim Aser Naftali Merari, Gérson e Coate da tribo de Levi, encarregados do tabernáculo e seus utensílios A SUL – 151 450 Rubem (46 500), Simeão (59 300) e Gade (45 650) A ESTE – 186 400 Judá (74 600), Issacar (54 400) e Zebulão (57 400) A OESTE – 108 100 Efraim (40 500), Manassés (32 200) e Benjamim (35 400) A NORTE – 157 600 Dã (62 700), Aser (41 500) e Naftali (53 400) Total de 603 550 Israelitas Recenseamento 2 anos após o êxodo, dos homens de 20 anos para cima. Não foram incluídos os Levitas (não tiveram herança na Terra Prometida) Números 1-3 N
  • 20. traduzido e adaptado de Théo Truschel por 大卫 好 的 学习 你们 都 !!