SlideShare uma empresa Scribd logo
ESTANESLAU KLEIN
 GERENTE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL




ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS



 SUSTENTAR 2012
SAMARCO



Clique na imagem abaixo e assista ao vídeo




Acesse o Relatório de Sustentabilidade 2012: www.samarcoqueagentefaz.com.br
QUEM SOMOS


             Somos a Samarco. Uma empresa
             fornecedora de minério de ferro
             de alta qualidade para a indústria
             siderúrgica mundial.

             Acreditamos na perenidade do
             nosso negócio e trabalhamos com
             o objetivo de buscar resultados
             superiores que sejam sustentáveis
             e que contribuam para o
             desenvolvimento do País, dos
             nossos acionistas, clientes,
             empregados, fornecedores e das
             comunidades com as quais nos
             relacionamos.

             Nossos acionistas:
NOSSA MISSÃO




Somos uma empresa brasileira,
fornecedora de minério de ferro de
alta qualidade para a indústria
siderúrgica mundial.

Buscamos contribuir para melhorar as
condições de vida e bem-estar das
pessoas e para o desenvolvimento
social, econômico e ambiental, por
meio da utilização responsável dos
recursos naturais e da construção de
relacionamentos duradouros baseados
na geração de valor.
VISÃO



        Ser a empresa de mineração líder em
        pelotização e reconhecida como uma
        organização de classe mundial.
NOSSOS VALORES




                 A VIDA é nossa maior riqueza


        RESPEITO E JUSTIÇA norteiam as nossas relações


            Atuamos com AUTONOMIA RESPONSÁVEL


        Os RESULTADOS são premissas para o crescimento


     EXCELÊNCIA EMPRESARIAL: nosso caminho passa por aqui


          A ÉTICA preserva e fortalece nossas relações


        SUSTENTABILIDADE: garantia de nossa perenidade
NOSSOS NÚMEROS




                                       2009   2010   2011
                      Empregados       1987   2061   2359

            Vendas de pelotas (MT)     16,0   21,5   21,7

                            Finos      1,5     1,9    0,8

             Total (Pelotas + Finos)   17,6   23,4   22,5

    Faturamento Bruto (US$ Milhões)    1436   3614   4269
MAPA STAKEHOLDERS
ÁREA DE INFLUÊNCIA



A atuação da Samarco abrange as localidades vizinhas a suas operações e a suas
linhas de mineroduto. São 29 municípios, 81 comunidades e mais de 840 mil
pessoas ligadas às operações da empresa.



  MINAS GERAIS




                                                 ESPÍRITO SANTO
ENGAJAMENTO DE
STAKEHOLDERS




VALOR                   ESPAÇO DE GERAÇÃO                                                  VALOR
COMERCIAL              DE VALOR DA EMPRESA                                                 SOCIAL

  Vendas                Espaço de geração de
                        Valor compartilhado                                    Cultura
  Logística
                         econômico e social                               Expectativas
  Tecnologia
                                                                               Diálogo
  Licenças
                                                                      Emprego e Renda
  Pessoas                                                                   Confiança
  Qualidade                                                             Oportunidades
                              PONTOS DE
  Comunicação                 INTERAÇÃO                               Desenvolvimento
  Compras                                                                       Acesso
  Produção
  P&D

MENTALIDADE           A co-criação de valor expõe as                      MENTALIDADE DOS
DAS EMPRESAS      desconexões entre a mentalidade das                       STAKEHOLDERS
                 empresas e a mentalidade das diversas
                    partes interessadas nos pontos de
                     interação empresa – sociedade.

                                                                  Convergência de interesses empresa-sociedade
                                                         FONTE: Adaptado de Prahalad e Ramaswamy (2004, p.57)
MODELO DE
       SUSTENTABILIDADE




 Empresas e líderes de empresas    Servindo como              Empreendedorismo              O setor privado busca equilibrar
    que atuam como exemplos e                                                               todos os três pilares de
       cujas atitudes e decisões    exemplo                         responsável             sustentabilidade tendo a ética
comprovam isso. Mentalidade de                                                              como valor básico: justiça social e
coerência entre discurso e ação.                                                            desenvolvimento; prosperidade
                                                      Construindo                           econômica, e equilíbrio ecológico

                                                       confiança

Sociedade, governos, empresas                                                              Ecoeficiência e uma produção mais
    e concorrentes integrados,                                                             limpa contribuindo para aumentar o
       trabalhando juntos para                                                             valor do negócio através do consumo
         desenvolver uma nova                                                              menor de materiais e energia, e da
perspectiva do futuro de forma                                                             redução de emissões. Isto é válido
colaborativa, norteados por um     Rede de colaboração                  Inovação e         para todas as áreas da empresa: desde
 único objetivo: convergência!                                                             a comercialização e desenvolvimento
                                   mútua                                 tecnologia        de produto, até a fabricação e
                                                                                           distribuição. Visa três amplos
                                                                                           objetivos:
                                     A sociedade é que manda: a sociedade vai exigir       1- Reduzir o consumo de recursos
                                    uma participação no processo decisório interno das     2- Reduzir o impacto sobre a natureza
                                                                                           3- Aumentar o valor do produto ou
                                      empresas a fim de influenciar sua estratégia e       serviço
                                          planos operacionais para garantir valor
                                     compartilhado, equidade, e a existência de um
                                         “licenciamento social” para a operação e
                                                  crescimento da empresa



                                                                                         Fonte: Samarco – Modelo de Sustentabilidade
GERÊNCIA DE
DESENVOLVIMENTO SOCIAL




    Desenvolver soluções sob a perspectiva da
    sustentabilidade que gerem valor para o negócio e
    contribua para a transformação social positiva da
    área de influência.
GERÊNCIA DE
DESENVOLVIMENTO SOCIAL




                                        PROCESSO                 FOCO
GESTÃO DE CONTEÚDO E INFORMAÇÃO




                                   GESTÃO DE IMPACTOS E




                                                                                O DESENVOLVIMENTO
                                                                EMPRESA
                                  RISCOS SOCIOECONÔMICOS




                                        +                      +



                                                                                  CONTRIBUIR COM

                                                                                    SUSTENTÁVEL
                                      DIÁLOGO SOCIAL           SOCIEDADE




                                        =
                                   INVESTIMENTO SOCIAL
                                                               =
                                                           SOLUÇÕES CONJUNTAS
PROGRAMA DE VOLUNTARIADO
    DIA V


A Samarco incentiva seus empregados a participarem de ações de
engajamento comunitário, para o qual contribuem
voluntariamente, robustecendo os valores que permeiam a visão
de sustentabilidade da empresa.

Participação de empregados diretos, empregados de contratadas,
familiares e amigos.


DIA 2012

MUNICÍPIOS ATENDIDOS EM MINAS GERAIS
11 (Ouro Preto, Mariana, Catas Altas, Matipó, Espera Feliz, Alvinópolis,
Abre Campo, Barra Longa, Ponte Nova, Santa Bárbara e Belo Horizonte)

MUNICÍPIOS ATENDIDOS NO ESPÍRITO SANTO
10 (Anchieta, Guarapari, Jerônimo Monteiro, Cachoeiro de Itapemirim,
Piúma, Vitória, Serra, Cariacica, Vila Velha e Muniz Freire)

TOTAL DE VOLUNTÁRIOS
Cerca de 3.500 (MG e ES)

NÚMERO DE COMITÊS: 139 (MG e ES)

TOTAL DE PESSOAS BENEFICIADAS PELAS AÇÕES
Cerca de 60 mil (MG e ES)
ÍNDICE DE SATISFAÇÃO
          DAS COMUNIDADES (ISC)



Objetivo: Ouvir as percepções das comunidades e avaliar a qualidade do relacionamento com a empresa.



 




Atributos: (1) Agilidade no atendimento às dúvidas e questões da comunidade; (2) Frequência do contato que a comunidade mantém com a empresa; (3) Facilidade da
comunidade em falar com a empresa; (4) Envolvimento da comunidade nas atividades realizadas pela empresa; (5) Tratamento das manifestações feitas pela
comunidade; (6) Atenção que a empresa dá as questões levantadas pela comunidade; (7) Facilidade de acesso a informações sobre a Samarco; (8) Formas de
comunicação da empresa com a comunidade; (9) Qualidade das informações recebidas; (10) Facilidade de entendimento das informações passadas pela Samarco; (11)
Preocupação da empresa com o desenvolvimento da comunidade; (12) Relação de parceria da Samarco com a associação de moradores
RESGATE HISTÓRICO
DAS COMUNIDADES




     •   Valorização da cultura local
     •   Fortalecimento das comunidades e senso de pertencimento
     •   Incentivo ao Protagonismo Juvenil
     •   Criação de um canal de diálogo com um novo público
     •   Capacitação de jovens
ESTANESLAU KLEIN
 GERENTE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL




ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS



 SUSTENTAR 2012
Sustentar stan 23- 05-12 final

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Excelencia em Servicos e Transferencia de Conhecimento
Excelencia em Servicos e Transferencia de ConhecimentoExcelencia em Servicos e Transferencia de Conhecimento
Excelencia em Servicos e Transferencia de Conhecimento
Jose Claudio Terra
 
Revista Visão Ampla 1ª edição
Revista Visão Ampla 1ª ediçãoRevista Visão Ampla 1ª edição
Revista Visão Ampla 1ª edição
Ampla Energia S.A.
 
Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH
Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CHProposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH
Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH
CHCONSULTING
 
Aula 2 ucam meier 2013.1 rsa conceituacao
Aula 2 ucam meier 2013.1   rsa conceituacaoAula 2 ucam meier 2013.1   rsa conceituacao
Aula 2 ucam meier 2013.1 rsa conceituacao
Angelo Peres
 
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova
 
111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1
111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1
111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1
carla_madeira
 
E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner...
 E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner... E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner...
E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner...
DOM Strategy Partners
 
Matéria na HSM sobre a TOTVS
Matéria na HSM sobre a TOTVSMatéria na HSM sobre a TOTVS
Matéria na HSM sobre a TOTVS
aajo
 
Liderando em uma_economia_conectada
Liderando em uma_economia_conectadaLiderando em uma_economia_conectada
Liderando em uma_economia_conectada
David Campos
 
Sustentabilidade no Mercado Imobiliário
Sustentabilidade no Mercado ImobiliárioSustentabilidade no Mercado Imobiliário
Sustentabilidade no Mercado Imobiliário
tana bassi
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digitalAmbiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Aula 2 15 maio
Aula 2 15 maioAula 2 15 maio
Aula 2 15 maio
Anabela Mesquita
 

Mais procurados (13)

Excelencia em Servicos e Transferencia de Conhecimento
Excelencia em Servicos e Transferencia de ConhecimentoExcelencia em Servicos e Transferencia de Conhecimento
Excelencia em Servicos e Transferencia de Conhecimento
 
Revista Visão Ampla 1ª edição
Revista Visão Ampla 1ª ediçãoRevista Visão Ampla 1ª edição
Revista Visão Ampla 1ª edição
 
Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH
Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CHProposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH
Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH
 
Aula 2 ucam meier 2013.1 rsa conceituacao
Aula 2 ucam meier 2013.1   rsa conceituacaoAula 2 ucam meier 2013.1   rsa conceituacao
Aula 2 ucam meier 2013.1 rsa conceituacao
 
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
Dianova Rumo à Sustentabilidade Jobshop Economia 2009
 
111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1
111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1
111119.win.lp.catálogo de formação publico.v1
 
E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner...
 E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner... E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner...
E-Book Sustentabilidade na Competitividade dos Negócios DOM Strategy Partner...
 
Matéria na HSM sobre a TOTVS
Matéria na HSM sobre a TOTVSMatéria na HSM sobre a TOTVS
Matéria na HSM sobre a TOTVS
 
Liderando em uma_economia_conectada
Liderando em uma_economia_conectadaLiderando em uma_economia_conectada
Liderando em uma_economia_conectada
 
Sustentabilidade no Mercado Imobiliário
Sustentabilidade no Mercado ImobiliárioSustentabilidade no Mercado Imobiliário
Sustentabilidade no Mercado Imobiliário
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digitalAmbiente de trabalho do futuro e a transformação digital
Ambiente de trabalho do futuro e a transformação digital
 
Aula 2 15 maio
Aula 2 15 maioAula 2 15 maio
Aula 2 15 maio
 

Semelhante a Sustentar stan 23- 05-12 final

Gestão Estratégica e Responsável - Dialogus Consultoria
Gestão Estratégica e Responsável - Dialogus ConsultoriaGestão Estratégica e Responsável - Dialogus Consultoria
Gestão Estratégica e Responsável - Dialogus Consultoria
Dialogus Consultoria
 
Instrumentos de Comunicação Empresarial
Instrumentos de Comunicação EmpresarialInstrumentos de Comunicação Empresarial
Instrumentos de Comunicação Empresarial
Barra Sustentável
 
Semana do administrador ufsc 2011
Semana do administrador ufsc 2011Semana do administrador ufsc 2011
Semana do administrador ufsc 2011
Paulo Bastos
 
E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...
E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...
E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...
DOM Strategy Partners
 
Sandro marques 14 30
Sandro marques 14 30Sandro marques 14 30
Sandro marques 14 30
forumsustentar
 
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Dialogus Consultoria
 
Responsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus Consultoria
Responsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus ConsultoriaResponsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus Consultoria
Responsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus Consultoria
Dialogus Consultoria
 
Responsabilidade Social e Ética no Marketing
Responsabilidade Social e Ética no MarketingResponsabilidade Social e Ética no Marketing
Responsabilidade Social e Ética no Marketing
Nicholas Gimenes
 
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Dianova
 
Gestão para o que nao se mede
Gestão para o que nao se medeGestão para o que nao se mede
Gestão para o que nao se mede
Patricia Riccelli Galante de Sá
 
Cibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntos
Cibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntosCibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntos
Cibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntos
Karen Reis
 
SAUTlink - Supplier Chain Network
SAUTlink - Supplier Chain NetworkSAUTlink - Supplier Chain Network
SAUTlink - Supplier Chain Network
Sautlink
 
CPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto Rodrigues
CPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto RodriguesCPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto Rodrigues
CPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto Rodrigues
CPFL RI
 
Perfil Institucional Instituto AEC
Perfil Institucional Instituto AECPerfil Institucional Instituto AEC
Perfil Institucional Instituto AEC
institutoacao
 
E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011
E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011
E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011
DOM Strategy Partners
 
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
E-Consulting Corp.
 
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
DOM Strategy Partners
 
Atividade 04 gerdau
Atividade 04   gerdauAtividade 04   gerdau
Atividade 04 gerdau
Leonardo Augusto Augusto Dias
 
Manual conduta apadiv3
Manual conduta apadiv3Manual conduta apadiv3
Manual conduta apadiv3
Bruno Joka
 
Storybeats sustentabilidade+storytelling pt
Storybeats sustentabilidade+storytelling ptStorybeats sustentabilidade+storytelling pt
Storybeats sustentabilidade+storytelling pt
LUKSO Story & Strategy
 

Semelhante a Sustentar stan 23- 05-12 final (20)

Gestão Estratégica e Responsável - Dialogus Consultoria
Gestão Estratégica e Responsável - Dialogus ConsultoriaGestão Estratégica e Responsável - Dialogus Consultoria
Gestão Estratégica e Responsável - Dialogus Consultoria
 
Instrumentos de Comunicação Empresarial
Instrumentos de Comunicação EmpresarialInstrumentos de Comunicação Empresarial
Instrumentos de Comunicação Empresarial
 
Semana do administrador ufsc 2011
Semana do administrador ufsc 2011Semana do administrador ufsc 2011
Semana do administrador ufsc 2011
 
E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...
E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...
E-Book Sustentabilidade como Vetor de Inovação nos Negócios DOM Strategy Part...
 
Sandro marques 14 30
Sandro marques 14 30Sandro marques 14 30
Sandro marques 14 30
 
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
Os Retornos da Responsabilidade Social - Dialogus Consultoria
 
Responsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus Consultoria
Responsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus ConsultoriaResponsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus Consultoria
Responsabilidade Social para Pequenas e Médias Empresas - Dialogus Consultoria
 
Responsabilidade Social e Ética no Marketing
Responsabilidade Social e Ética no MarketingResponsabilidade Social e Ética no Marketing
Responsabilidade Social e Ética no Marketing
 
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
Conferencia Empreendedorismo Audax 2009
 
Gestão para o que nao se mede
Gestão para o que nao se medeGestão para o que nao se mede
Gestão para o que nao se mede
 
Cibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntos
Cibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntosCibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntos
Cibernegócios para fornecer e aproximar relacionaemntos
 
SAUTlink - Supplier Chain Network
SAUTlink - Supplier Chain NetworkSAUTlink - Supplier Chain Network
SAUTlink - Supplier Chain Network
 
CPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto Rodrigues
CPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto RodriguesCPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto Rodrigues
CPFL Energia Gerando Valor Contínuo - Sr. Augusto Rodrigues
 
Perfil Institucional Instituto AEC
Perfil Institucional Instituto AECPerfil Institucional Instituto AEC
Perfil Institucional Instituto AEC
 
E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011
E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011
E-Book Estratégia e Inovação DOM Strategy Partners 2011
 
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010 Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
Apresentação Valor da Sustentabilidade E-Consulting Corp. 2010
 
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010 Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
Apresentação Metodologias Valor da Sustentabilidade DOM Strategy Partners 2010
 
Atividade 04 gerdau
Atividade 04   gerdauAtividade 04   gerdau
Atividade 04 gerdau
 
Manual conduta apadiv3
Manual conduta apadiv3Manual conduta apadiv3
Manual conduta apadiv3
 
Storybeats sustentabilidade+storytelling pt
Storybeats sustentabilidade+storytelling ptStorybeats sustentabilidade+storytelling pt
Storybeats sustentabilidade+storytelling pt
 

Mais de forumsustentar

Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo PedronMinas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
forumsustentar
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
forumsustentar
 
Metas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda BorgerMetas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda Borger
forumsustentar
 
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela BarataSustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
forumsustentar
 
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio BoechatObjetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
forumsustentar
 
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
forumsustentar
 
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
forumsustentar
 
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
forumsustentar
 
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris BrownParceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
forumsustentar
 
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille BellierObjetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
forumsustentar
 
Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon
forumsustentar
 
Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim
forumsustentar
 
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...
forumsustentar
 
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
forumsustentar
 
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
forumsustentar
 
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
forumsustentar
 
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
forumsustentar
 
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
forumsustentar
 
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
forumsustentar
 
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
forumsustentar
 

Mais de forumsustentar (20)

Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo PedronMinas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
Minas Gerais e os Objetivos do Milênio - Ronaldo Pedron
 
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
PANGEA Capital - Equilíbrio em Estrategia Ambiental - Roberto Strumpf
 
Metas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda BorgerMetas do Milênio - Fernanda Borger
Metas do Milênio - Fernanda Borger
 
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela BarataSustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
Sustentabilidade na Vereda - Izabela Barata
 
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio BoechatObjetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável - Claudio Boechat
 
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
ODM: Erradicar a extrema pobreza e a fome - Rogerio Ruchel
 
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
Brasil, Brasis: Vetores de Transformação - Luciana Aguiar
 
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
Programa Dignidade - FDC - Izabela Mello
 
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris BrownParceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
Parceria entre Universidade do Kansas e Projeto Bichos do Pantanal - Chris Brown
 
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille BellierObjetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
Objetivos do Milênio e do Desenvolvimento Sustentável - Cyrille Bellier
 
Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon Invepar - Claudia Jeunon
Invepar - Claudia Jeunon
 
Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim Fundação Vale - Andreia Rabetim
Fundação Vale - Andreia Rabetim
 
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL:  UMA AGENDA URGENTE E DE  IMPORTANC...
OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: UMA AGENDA URGENTE E DE IMPORTANC...
 
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas - ISA
 
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
Case: Projeto Bichos do Pantanal Bacia do alto Rio Paraguai - Claumir Muniz
 
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
O Rio Paraopeba e o programa HELP - Breno Carone
 
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
SERVIÇOS AMBIENTAIS E A VALORAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS - Albano Araújo
 
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
Sustentabilidade Ambiental em Escolas Infantis
 
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL - Weber Coutinho
 
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
A Energia Solar em Belo Horizonte Estudo de Caso: Aquecimento Solar e Geração...
 

Sustentar stan 23- 05-12 final

  • 1. ESTANESLAU KLEIN GERENTE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS SUSTENTAR 2012
  • 2. SAMARCO Clique na imagem abaixo e assista ao vídeo Acesse o Relatório de Sustentabilidade 2012: www.samarcoqueagentefaz.com.br
  • 3. QUEM SOMOS Somos a Samarco. Uma empresa fornecedora de minério de ferro de alta qualidade para a indústria siderúrgica mundial. Acreditamos na perenidade do nosso negócio e trabalhamos com o objetivo de buscar resultados superiores que sejam sustentáveis e que contribuam para o desenvolvimento do País, dos nossos acionistas, clientes, empregados, fornecedores e das comunidades com as quais nos relacionamos. Nossos acionistas:
  • 4. NOSSA MISSÃO Somos uma empresa brasileira, fornecedora de minério de ferro de alta qualidade para a indústria siderúrgica mundial. Buscamos contribuir para melhorar as condições de vida e bem-estar das pessoas e para o desenvolvimento social, econômico e ambiental, por meio da utilização responsável dos recursos naturais e da construção de relacionamentos duradouros baseados na geração de valor.
  • 5. VISÃO Ser a empresa de mineração líder em pelotização e reconhecida como uma organização de classe mundial.
  • 6. NOSSOS VALORES A VIDA é nossa maior riqueza RESPEITO E JUSTIÇA norteiam as nossas relações Atuamos com AUTONOMIA RESPONSÁVEL Os RESULTADOS são premissas para o crescimento EXCELÊNCIA EMPRESARIAL: nosso caminho passa por aqui A ÉTICA preserva e fortalece nossas relações SUSTENTABILIDADE: garantia de nossa perenidade
  • 7. NOSSOS NÚMEROS 2009 2010 2011 Empregados 1987 2061 2359 Vendas de pelotas (MT) 16,0 21,5 21,7 Finos 1,5 1,9 0,8 Total (Pelotas + Finos) 17,6 23,4 22,5 Faturamento Bruto (US$ Milhões) 1436 3614 4269
  • 9. ÁREA DE INFLUÊNCIA A atuação da Samarco abrange as localidades vizinhas a suas operações e a suas linhas de mineroduto. São 29 municípios, 81 comunidades e mais de 840 mil pessoas ligadas às operações da empresa. MINAS GERAIS ESPÍRITO SANTO
  • 10. ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS VALOR ESPAÇO DE GERAÇÃO VALOR COMERCIAL DE VALOR DA EMPRESA SOCIAL Vendas Espaço de geração de Valor compartilhado Cultura Logística econômico e social Expectativas Tecnologia Diálogo Licenças Emprego e Renda Pessoas Confiança Qualidade Oportunidades PONTOS DE Comunicação INTERAÇÃO Desenvolvimento Compras Acesso Produção P&D MENTALIDADE A co-criação de valor expõe as MENTALIDADE DOS DAS EMPRESAS desconexões entre a mentalidade das STAKEHOLDERS empresas e a mentalidade das diversas partes interessadas nos pontos de interação empresa – sociedade. Convergência de interesses empresa-sociedade FONTE: Adaptado de Prahalad e Ramaswamy (2004, p.57)
  • 11. MODELO DE SUSTENTABILIDADE Empresas e líderes de empresas Servindo como Empreendedorismo O setor privado busca equilibrar que atuam como exemplos e todos os três pilares de cujas atitudes e decisões exemplo responsável sustentabilidade tendo a ética comprovam isso. Mentalidade de como valor básico: justiça social e coerência entre discurso e ação. desenvolvimento; prosperidade Construindo econômica, e equilíbrio ecológico confiança Sociedade, governos, empresas Ecoeficiência e uma produção mais e concorrentes integrados, limpa contribuindo para aumentar o trabalhando juntos para valor do negócio através do consumo desenvolver uma nova menor de materiais e energia, e da perspectiva do futuro de forma redução de emissões. Isto é válido colaborativa, norteados por um Rede de colaboração Inovação e para todas as áreas da empresa: desde único objetivo: convergência! a comercialização e desenvolvimento mútua tecnologia de produto, até a fabricação e distribuição. Visa três amplos objetivos: A sociedade é que manda: a sociedade vai exigir 1- Reduzir o consumo de recursos uma participação no processo decisório interno das 2- Reduzir o impacto sobre a natureza 3- Aumentar o valor do produto ou empresas a fim de influenciar sua estratégia e serviço planos operacionais para garantir valor compartilhado, equidade, e a existência de um “licenciamento social” para a operação e crescimento da empresa Fonte: Samarco – Modelo de Sustentabilidade
  • 12. GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Desenvolver soluções sob a perspectiva da sustentabilidade que gerem valor para o negócio e contribua para a transformação social positiva da área de influência.
  • 13. GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL PROCESSO FOCO GESTÃO DE CONTEÚDO E INFORMAÇÃO GESTÃO DE IMPACTOS E O DESENVOLVIMENTO EMPRESA RISCOS SOCIOECONÔMICOS + + CONTRIBUIR COM SUSTENTÁVEL DIÁLOGO SOCIAL SOCIEDADE = INVESTIMENTO SOCIAL = SOLUÇÕES CONJUNTAS
  • 14. PROGRAMA DE VOLUNTARIADO DIA V A Samarco incentiva seus empregados a participarem de ações de engajamento comunitário, para o qual contribuem voluntariamente, robustecendo os valores que permeiam a visão de sustentabilidade da empresa. Participação de empregados diretos, empregados de contratadas, familiares e amigos. DIA 2012 MUNICÍPIOS ATENDIDOS EM MINAS GERAIS 11 (Ouro Preto, Mariana, Catas Altas, Matipó, Espera Feliz, Alvinópolis, Abre Campo, Barra Longa, Ponte Nova, Santa Bárbara e Belo Horizonte) MUNICÍPIOS ATENDIDOS NO ESPÍRITO SANTO 10 (Anchieta, Guarapari, Jerônimo Monteiro, Cachoeiro de Itapemirim, Piúma, Vitória, Serra, Cariacica, Vila Velha e Muniz Freire) TOTAL DE VOLUNTÁRIOS Cerca de 3.500 (MG e ES) NÚMERO DE COMITÊS: 139 (MG e ES) TOTAL DE PESSOAS BENEFICIADAS PELAS AÇÕES Cerca de 60 mil (MG e ES)
  • 15. ÍNDICE DE SATISFAÇÃO DAS COMUNIDADES (ISC) Objetivo: Ouvir as percepções das comunidades e avaliar a qualidade do relacionamento com a empresa.   Atributos: (1) Agilidade no atendimento às dúvidas e questões da comunidade; (2) Frequência do contato que a comunidade mantém com a empresa; (3) Facilidade da comunidade em falar com a empresa; (4) Envolvimento da comunidade nas atividades realizadas pela empresa; (5) Tratamento das manifestações feitas pela comunidade; (6) Atenção que a empresa dá as questões levantadas pela comunidade; (7) Facilidade de acesso a informações sobre a Samarco; (8) Formas de comunicação da empresa com a comunidade; (9) Qualidade das informações recebidas; (10) Facilidade de entendimento das informações passadas pela Samarco; (11) Preocupação da empresa com o desenvolvimento da comunidade; (12) Relação de parceria da Samarco com a associação de moradores
  • 16. RESGATE HISTÓRICO DAS COMUNIDADES • Valorização da cultura local • Fortalecimento das comunidades e senso de pertencimento • Incentivo ao Protagonismo Juvenil • Criação de um canal de diálogo com um novo público • Capacitação de jovens
  • 17. ESTANESLAU KLEIN GERENTE DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS SUSTENTAR 2012

Notas do Editor

  1. TADEU Valores: representam os princípios que norteiam todas as suas ações. Normalmente, os valores compõem-se de regras morais que simbolizam os atos de seus fundadores, administradores e colaboradores em geral.
  2. Dentro do mapa estratégico da Samarco temos a perspectiva de “Responsabilidade Sócioambiental” que se desdobra no objetivo estratégico “promover o desenvolvimento sustentável”, tendo como um dos seus fatores críticos de sucesso a “gestão do relacionamento com as partes interessadas”.