SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
1
                  Simulado de Língua Portuguesa – SEMEC 2011 – 5º ANO

  Nome:................................................................................................................

  Escola:...............................................................................................................

  Professora:.........................................................................................................

    Leia o texto a seguir para responder as questões de 1 a 3.
                            Que delícia!
                          Comida gostosa,
                         Ai que coisa louca,
                          Que só de pensar
                        Me dá água na boca!
                            Batata assada,
                         Com manteiga e sal
                          Derrete na boca –
                          Prazer sem igual!
                          Domingo cai bem
                           A macarronada,
                         No sábado – hum!
                           Lá vai feijoada.
     Fonte: BELINKY, Tatiana. Um caldeirão de poemas. São Paulo:
              Companhia das letrinhas, 2007. (adaptação)

1. No poema, a palavra sal rima com
(A) igual.
(B) manteiga.
(C) panqueca.
(D) macarronada.

2. Em “Prazer sem igual!”, o ponto de exclamação reforça a ideia de
(A) alerta.
(B) desejo.
(C) tristeza.
(D) espanto.

3. As comidas citadas no texto
(A) possuem baixas calorias.
(B) favorecem o emagrecimento.
(C) são indicadas para pessoas obesas.
(D) favorecem a obesidade quando consumidas em excesso.
2


     Leia o texto para responder as questões 4 e 5 .Continho
      Era uma vez um menino triste, magro e barrigudinho, do sertão de
Pernambuco. Na soalheira danada de meio-dia, ele estava sentado na
poeira
do caminho, imaginando bobagem, quando passou um gordo vigário a
cavalo:
- Você aí, menino, para onde vai essa estrada?
- Ela não vai, não; nós é que vamos nela.
- Engraçadinho duma figa! Como você se chama?
- Eu não me chamo, não; os outros é que me chamam de Zé.
Fonte: CAMPOS, Paulo Mendes. Para gostar de ler: crônicas.São Paulo:
Ática, [200-].


4. A frase a seguir que apresenta a fala de Zé é
(A) – Você aí, menino?
(B) – Ela não vai, não.
(C) Como você se chama?
(D) Para onde vai essa estrada?

5. Observe as características físicas do menino. Pode-se dizer que
(A) ele é criança.
(B) ele faz dieta.
(C) ele ainda a pé.
(D) ele é magro porque no nordeste não há alimento.
Leia o texto para responder as questões 6 e 7.
Por cada indivíduo que morre em acidentes de trabalho, a sociedade e a
economia nacional ficam mais pobres, uma vez que se perde uma unidade
produtiva. Mesmo assim, continua a morrer-se muito em Portugal por acidentes
de trabalho. O quadro que se segue foi construída com base nos números da
Inspeção Geral do Trabalho.
                  Acidentes de trabalho mortais entre 2001-2004
3




Fonte: Disponível
em:http://www.sinfic.pt/SinficNewsletter/Dossier2.AcidentesMortais2001-
2004.html (com cortes)

6. De acordo com o quadro, o maior e o menor número de acidentes de
trabalho mortais ocorreram nos meses de
(A) julho de 2004 e dezembro de 2004.
(B) maio de 2003 e dezembro de 2003.
(C) junho de 2001 e dezembro de 2003.
(D) maio de 2002 e dezembro de 2004.

7. Entre 2001 e 2004, o número de acidentes de trabalho mortais
(A) estabilizou-se.
(B) vem diminuindo.
(C) vem aumentando.
(D) manteve a média.


6. De acordo com o quadro, o maior e o menor número de acidentes de
trabalho mortais ocorreram nos meses de
(A) julho de 2004 e dezembro de 2004.
(B) maio de 2003 e dezembro de 2003.
(C) junho de 2001 e dezembro de 2003.
(D) maio de 2002 e dezembro de 2004.

7. Entre 2001 e 2004, o número de acidentes de trabalho mortais
(A) estabilizou-se.
(B) vem diminuindo.
(C) vem aumentando.
(D) manteve a média.
4

                 o texto para responder as questões de 8 a 11.
        Chegam a 21 casos confirmados de gripe no Brasil; creche é
                          interditada em Campinas (SP)
                                                                     Do UOL Notícias
                                                                        Em São Paulo
      O Ministério da Saúde divulgou na noite desta segunda-feira (1º) que foi
confirmado mais um caso de gripe suína, a influenza A (H1N1), no Brasil. Apaciente
é de Campinas (SP). Com isso, chega a 21 o total de casosconfirmados no país.
      Esta nova paciente, que está internada e passa bem, teve contatopróximo com
uma pessoa que pegou a gripe no exterior. Ela trabalha em umacreche que atende a
30 crianças. Todos, incluindo crianças e funcionários dolocal, bem como seus
contatos próximos, estão sendo monitorados pelasautoridades de saúde, segundo
nota do ministério.
      Por medida de precaução, o Ministério da Saúde afirma que asatividades da
creche em questão foram suspensas por dez dias, período demanifestação dos
sintomas da doença.
      Dos casos confirmados até agora, sete foram de transmissão autóctone
(dentro do território nacional), causados por contato com pacientes vindos do
]exterior. Os casos suspeitos no país são 21 e outros 369 já foram descartados.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, há 17.410 casosconfirmados de
influenza A (H1N1) em 62 países, e 115 pessoas morreram.
Fonte: UOL Notícias Cotidiano. 01/06/2009 - 21h08. Disponível em:
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/06/01/ult7403u81.jhtm. Acesso em: maio de 2009.




8. A creche foi fechada por dez dias porque
(A) uma funcionária ficou doente e, assim, deixou de ir ao trabalho.
(B) as crianças manifestaram os sintomas da doença e, desse modo, deveriam
ficar em casa.
(C) no dia 1 de junho, foi confirmado mais um caso de gripe suína; e a paciente
era funcionária da creche.
(D) a Organização Mundial de Saúde confirmou muitos casos de influenza A e,
além disso, a morte de pessoas.

9. O texto “Chegam a 21 casos confirmados de gripe no Brasil; creche é
interditada em Campinas (SP)” serve para
(A) descrever a nova gripe.
(B) fazer uma crítica ao Ministério da Saúde.
(C) informar o número de pessoas infectadas pela gripe.
(D) discutir os casos confirmados da nova gripe no Brasil.


10. A paciente de Campinas pegou a gripe porque
(A) foi para uma creche.
(B) viajou para o exterior.
(C) trabalha com infectados pela gripe.
(D) teve contato com uma pessoa do exterior.
5

11. A gripe suína é transmitida
(A) pelo contato com o porco.
(B) pelo vírus Influenza tipo A.
(C) quando se come carne de porco.
(D) quando se viaja para uma fazenda.

12. Leia o texto a seguir retirado da página de um dicionário. Observe quantas
pessoas são responsáveis pela organização desse tipo de livro.




Fonte: FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. MiniAurélio Dicionário da Língua
Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007. (adaptado)

Nessa edição do minidicionário, Leda Elias Cunha é
(A) a produtora gráfica.
(B) a revisora de textos.
(C) a gerente de produção.
(D) a diagramadora de textos.
6


Leia o texto a seguir para responder as questões 13 e 14.
Pesquisa revela por que o alho é bom para o coração
     Cientistas americanos descobriram por que o alho faz bem para
asaúde. Até hoje os benefícios do condimento só haviam sido detectados
porcorrelação estatística - quem consumia mais alho tinha menos
problemascardiovasculares -, mas ninguém fazia a menor ideia de como a
coisa operava.
     Isso acaba de mudar. Cientistas descobriram que o segredo do alho
está
no que resta de sua digestão e é processado pelas células do sangue.Esse
resto, nos glóbulos vermelhos, é convertido em sulfeto dehidrogênio
(fórmula química 2HS), composto que serve como uma espécie
demensageiro químico no sistema vascular - relaxando vasos e ampliando
o fluxosangüíneo.
     Embora o sulfeto de hidrogênio seja tóxico em grandes quantidades,
em
pequenas amostras, sua presença é fundamental no organismo. Os
pesquisadores especulam que o consumo de alho ajude a ampliarnosso
suprimento natural de sulfeto de hidrogênio.
     A equipe de pesquisadores trabalhou com extratos obtidos a partir
dealho comprado em supermercado e os misturou, em pequenas
quantidades, auma cultura de glóbulos vermelhos humanos. As células,
em resposta,começaram a emitir 2HS.
                Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL150597-5603,00-
PESQUISA+REVELA+POR+QUE+O+ALHO+E+BOM+PARA+O+CORACAO.html. Acesso em:
                                                      2007. (adaptado e com cortes)


13. O texto foi escrito para
(A) informar uma descoberta científica ao leitor.
(B) negar os benefícios do alho para a saúde humana.
(C) indicar o uso do alho para pessoas com problemas de saúde.
(D) listar as vantagens do consumo do alho em dietas alimentares.

14. “Embora o sulfeto de hidrogênio seja tóxico em grandes quantidades,
em
pequenas amostras, sua presença é fundamental no organismo”. A
expressão
destacada se refere
(A) às células.
(B) ao organismo.
(C) aos glóbulos vermelhos.
7

(D) ao sulfeto de hidrogênio.

Leia a notícia a seguir para responder as questões de 15 e 16.
Garoto de 4 anos cai em buraco de 6 metros no interior de SP
       Menino foi resgatado após uma hora da queda; buraco foi aberto para
aconstrução de um salão de beleza SÃO PAULO - Após uma hora de trabalho, os
bombeiros conseguiram resgatar, na tarde de quarta-feira, 31, o menino Leonardo
Mangino, de 4 anos, que caiu em um buraco de construção, com 6 metros de
profundidade e 30 cm de diâmetro, no bairro Quintino Facci I, em Ribeirão Preto,
no interior paulista.
       De acordo com a EPTV, o garoto pedalava sua bicicleta ao lado da mãena Rua
Aristides Gonçalves, quando desapareceu. A mãe, Paula RobertaMangino, contou
que não percebeu nada diferente. "Quando vi, ele não estavamais ao meu lado e
entrei em desespero", disse. Ela lembrou que chamava pelo garoto e nada de
resposta. "De repente ouvi um choro muito longe e agachei. Foi aí que percebi que
ele tinha caído n buraco", contou Paula.
       Após a chegada de 17 bombeiros, uma corda foi lançada para dentro doburaco
na tentativa de pegar o garoto. Apenas uma hora depois é que ele conseguiu
entender que deveria prender a corda nas mãozinhas e levantar osbraços. Desta
forma foi retirado e levado à Unidade Médica do Quintino II, semsofrer qualquer
arranhão.
Fonte:   O     Estado    de    S.    Paulo.   Cad.     Cidades,    1/11/2007.     Disponível   em:
http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid73993,0.htm. Acesso em: 2007. (com cortes)

15. A demora do resgate de Leonardo foi porque
(A) o buraco era fundo.
(B) os bombeiros custaram a chegar.
(C) a mãe ouviu um choro que vinha de longe.
(D) ele teve dificuldade para entender o que os bombeiros lhe pediam.

16. A informação do texto que contraria a ideia sugerida pelo título é:
(A) o menino ficou agachado no buraco.
(B) o filho de dona Paula chorou no buraco.
(C) o Corpo de Bombeiros resgatou Leonardo.
(D) o garoto saiu do buraco sem sofrer ferimentos.
8
Leia a tirinha e responda.




17. O Cascão ganhou o concurso de mentiras porque
(A) é o campeão do futebol.
(B) comeu mais que a Magali.
(C) é o melhor amigo da Mônica.
(D) disse para os amigos que tomou banho.
18. Leia o texto a seguir.


                              Fases da Lua
     As fases da Lua são causadas pelas posições relativas da Terra, da
Lua e do Sol. A Lua orbita a Terra em média em 27 dias 7 horas 43
minutos. O Sol sempre ilumina a metade da Lua na direção do Sol (exceto
durante um eclipse lunar, quando a Lua passa pela sombra da Terra).
Quando o Sol e Lua estão em lados opostos da Terra, a Lua aparece cheia
para nós, um disco brilhante e redondo. Quando a Lua está entre a Terra e
o Sol, ela aparece escura, a Lua nova. No período intermediário, parece
crescer até cheia, e então decresce até a próxima lua cheia. A borda da
sombra (o terminador) é sempre curva, sendo uma vista obliqua de um
círculo, que dá à Lua sua forma crescente ou minguante.
Fonte:                UFRGS.                Disponível              em:
http://astro.if.ufrgs.br/moon/moon.htm. Acesso em: junho,
2009.
18- O texto Fases da Lua foi retirado de
(A) um jornal semanal.
(B) um livro de astronomia.
(C) um folheto sobre horóscopo.
(D) um site sobre astros celestes.
9



              Leia o texto a seguir e responda as questões 19 a 21.
                                    ABC Paulista
      ABC Paulista é o conjunto de quatro cidades na região metropolitana de São
Paulo, do qual fazem parte Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do
Sul e Diadema. A interligação praticamente ininterrupta dessa região, onde moram
cerca de 1,5 milhão de pessoas, teve início no final da década de 1950, quando as
primeiras grandes montadoras de automóveis chegaram ao país, abrindo milhares
de oportunidades de emprego. Pessoas de todas as partes do país, particularmente
do Nordeste, correram para a região. Formou-se ali uma mão-de-obra altamente
especializada e com um padrão de vida que, se não podia ser considerado de
Primeiro Mundo, era bem superior ao do restante da população brasileira. Também
era alto o grau de consciência política da região, onde o regime militar foi
abertamente desafiado nas grandes greves das décadas de 1970 e 1980.
Fonte: Enciclopédia Microsoft Encarta. Verbete ABC Paulista.1993-2001 Microsoft Corporation.
(com cortes)

19. Pessoas de várias partes do país foram habitar a região do ABC Paulista
(A) depois do agrupamento das quatro cidades.
(B) no período de greves, durante as décadas de 1970 e 1980.
(C) quando milhares de oportunidades de emprego foram abertas.
(D) no momento em que o regime militar foi abertamente desafiado.

20. O ABC Paulista é um conjunto de
(A) pessoas de todas as partes do país.
(B) grandes montadoras de automóveis.
(C) mão-de-obra altamente especializada.
(D) cidades da região metropolitana de São Paulo.

21. Leia a frase a seguir retirada do texto ABC Paulista. “Pessoas de todas as
partes do país, particularmente doNordeste, correram para a região”.
A expressão que completa a palavra destacada é
(A) de Diadema.
(B) de Santo André.
(C) do ABC Paulista.
(D) de São Caetano do Sul.

22. Observe as palavras “cartas”, “carteira” e “carteiro”, nos dois primeiros
quadrinhos da tirinha a seguir.
10




                                                                   Fonte:
DAVIS, Jim. Garfield. Disponível em:
http://www.tirinhas.com/garfield.php?ano=01&mes=01&dia=01.
22- As palavras da Língua Portuguesa podem derivar de outras já
existentes.Assim, é possível dizer que a palavra carteiro deriva de:
(A) carta.(B) cartão.(C) cartaz.(D) carteira.
Leia os quadrinhos a seguir e responda o que se pede.




                                                                   Fonte:
SOUSA, Maurício. Chico Bento. Disponível
em:http://www.monica.com.br/cookpage/cookpage.cgi?!pag=comics/tiri
nhas/tira309. Acesso em: 2007.
23. Se a fala do personagem do segundo quadrinho fosse reescrita,
conforme
manda as regras gramaticais, da norma culta, o trecho ficaria assim:
(A) O meu pai só tem um boi, mas ele tá inteirinho.
(B) O meu pai só tem um boi, mas ele está inteirinho.
(C) O meu pai só tem um boi, mais ele está interinho.
(D) O meu pai só tem um boi, mais ele está inteirinho.

24. O humor no quadrinho é identificado pelo fato de revelar
11
(A) a riqueza de um dos pais.
(B) a pobreza de um dos pais.
(C) a ingenuidade do Chico Bento.
(D) a agressividade de Chico Bento.

                Leia o texto para responder as questões 25 e 26.
                         Canção de garoaMario Quintana
                              Em cima de meu telhado,
                                  Pirulinlulinlulin,
                              Um anjo, todo molhado,
                                Soluça no seu flautim.
                                 O relógio vai bater:
                             As molas rangem sem fim.
                                 O retrato na parede
                               Fica olhando para mim.
                            E chove sem saber por quê...
                              E tudo foi sempre assim!
                                Parece que vou sofrer:
                                  Pirulinlulinlulin...
  Fonte: QUINTANA, Mario. 80 anos de poesia. São Paulo: Globo, 2008. (Coleção MarioQuintana) 25.
       Identifique as rimas presentes no poema Canção de Garoa.



(A) lulin / bater.
(B) solução / seu.
(C) sofrer / parece.
(D) telhado / molhado.

26. A Canção de Garoa retrata
(A) pureza.
(B) tristeza.
(C) agitação.
(D) religiosidade.

        Leia o texto para responder as questões 27, 28 e 29.
                  O rato do campo e o rato da cidade
     Um rato do campo convidou um rato da cidade para jantar. Serviu-
lheprodutos do campo: figo, uva e castanhas. Ao ver a pobreza de seu
anfitrião orato da cidade convidou-o para ir viver com ele. Tendo-o levado
para o celeirode um homem rico, ofereceu-lhe todo tipo de carne, peixes e
até mesmo doces.Nisso, apareceu o fiscal. Os ratos, desnorteados, fugiram
na hora. O rato do
campo disse então ao rato da cidade.
12

- É assim, que consegues teu alimento; eu tenho o prazer de conseguir
omeu livremente e tranquilo.
Fonte: ESOPO. Fábulas de Esopo. 1 ed. Porto Alegre: L&PM Pocket 1997.
p.49.

27. No jantar, o rato do campo ofereceu ao rato da cidade
(A) figos, doces e uvas.
(B) carnes, doces e figos.
(C) figo, uva e castanhas.
(D) carne, peixes e castanhas.

28. No texto, a palavra ANFITRIÃO se refere
(A) ao fiscal.
(B) ao homem rico.
(C) ao rato da cidade.
(D) ao rato do campo.

29. O texto O rato do campo e o rato da cidade serve para
(A) discutir uma situação financeira.
(B) transmitir um ensinamento ao leitor.
(C) informar sobre a situação da cidade e do campo.
(D) recomendar os alimentos naturais que devemos consumir.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSilvânia Silveira
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOMara Sueli
 
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTALSIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTALCristina Brandão
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoMary Alvarenga
 
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdfAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdfAndré Moraes
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Mary Alvarenga
 
Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )Cidinha Paulo
 

Mais procurados (20)

AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 3...
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 3...AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 3...
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 3...
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
 
Simulacro de Matemática - 5° ano - Prova Brasil
Simulacro de Matemática  -  5° ano - Prova BrasilSimulacro de Matemática  -  5° ano - Prova Brasil
Simulacro de Matemática - 5° ano - Prova Brasil
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
 
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTALSIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
SIMULADO 4º ANO FUNDAMENTAL
 
Simulado 11 (matemática 5º ano) blog do prof. Warles
Simulado 11 (matemática 5º ano)   blog do prof. WarlesSimulado 11 (matemática 5º ano)   blog do prof. Warles
Simulado 11 (matemática 5º ano) blog do prof. Warles
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
 
D20 (5º ano mat.)
D20  (5º ano   mat.)D20  (5º ano   mat.)
D20 (5º ano mat.)
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 5º ANO DO E.F. 1
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
 
D14 (5º ano mat.)
D14  (5º ano   mat.)D14  (5º ano   mat.)
D14 (5º ano mat.)
 
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdfAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
 
Avaliação de Matemática - Quinto Ano
Avaliação de  Matemática - Quinto AnoAvaliação de  Matemática - Quinto Ano
Avaliação de Matemática - Quinto Ano
 
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE MATEMÁTICA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1
 
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4º BIMEST...
 
D8 (5º ano mat.)
D8 (5º ano   mat.)D8 (5º ano   mat.)
D8 (5º ano mat.)
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos
 
Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)
 
Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )Simulado 08 (port. 5º ano )
Simulado 08 (port. 5º ano )
 

Destaque

Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoSilvânia Silveira
 
Prova da 6 série 2 simulado revisada a
Prova da 6 série 2 simulado revisada aProva da 6 série 2 simulado revisada a
Prova da 6 série 2 simulado revisada aWashington Rocha
 
Avaliação de Matemática e Português - 5º ano
Avaliação de Matemática e Português - 5º anoAvaliação de Matemática e Português - 5º ano
Avaliação de Matemática e Português - 5º anoCristhianeGuimaraes
 
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre  Português e Matemática.Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre  Português e Matemática.
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.Mary Alvarenga
 
SARESP 2010 - Relatório Pedagógico LP
SARESP 2010 - Relatório Pedagógico LPSARESP 2010 - Relatório Pedagógico LP
SARESP 2010 - Relatório Pedagógico LPAlex Santos
 
5º ano 1º ativ. de redação
5º ano   1º ativ. de redação 5º ano   1º ativ. de redação
5º ano 1º ativ. de redação rosemereporto
 
EXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMG
EXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMGEXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMG
EXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMGdavincipatos
 
Exercícios de História Império – Primeiro Reinado
Exercícios de História Império – Primeiro ReinadoExercícios de História Império – Primeiro Reinado
Exercícios de História Império – Primeiro ReinadoJesrayne Nascimento
 
Simulados de matemática 5º ano PROEB
Simulados de matemática 5º ano PROEBSimulados de matemática 5º ano PROEB
Simulados de matemática 5º ano PROEBSilvânia Silveira
 
Oficina para elaboração de itens do SPAECE
Oficina para elaboração de itens do SPAECEOficina para elaboração de itens do SPAECE
Oficina para elaboração de itens do SPAECERomario_Silva
 
Aulão preparatório para o spaece sli
Aulão preparatório para o spaece sliAulão preparatório para o spaece sli
Aulão preparatório para o spaece sliJota Sousa
 
Simulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonialSimulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonialRicardo Jorge
 
Simulado B para o 4º e 5º ano
Simulado B para o 4º e 5º anoSimulado B para o 4º e 5º ano
Simulado B para o 4º e 5º anopedagogicosjdelrei
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 

Destaque (20)

Prova do sesi
Prova do sesiProva do sesi
Prova do sesi
 
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
 
Prova da 6 série 2 simulado revisada a
Prova da 6 série 2 simulado revisada aProva da 6 série 2 simulado revisada a
Prova da 6 série 2 simulado revisada a
 
Avaliação de Matemática e Português - 5º ano
Avaliação de Matemática e Português - 5º anoAvaliação de Matemática e Português - 5º ano
Avaliação de Matemática e Português - 5º ano
 
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre  Português e Matemática.Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre  Português e Matemática.
Projeto interdisciplinar: Traçando saberes entre Português e Matemática.
 
SARESP 2010 - Relatório Pedagógico LP
SARESP 2010 - Relatório Pedagógico LPSARESP 2010 - Relatório Pedagógico LP
SARESP 2010 - Relatório Pedagógico LP
 
5º ano 1º ativ. de redação
5º ano   1º ativ. de redação 5º ano   1º ativ. de redação
5º ano 1º ativ. de redação
 
Questão hist republica hi
Questão hist republica hiQuestão hist republica hi
Questão hist republica hi
 
EXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMG
EXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMGEXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMG
EXERCÍCIOS COM GABARITO - THIAGO PMMG
 
ERA VARGAS
ERA VARGASERA VARGAS
ERA VARGAS
 
Exercícios de História Império – Primeiro Reinado
Exercícios de História Império – Primeiro ReinadoExercícios de História Império – Primeiro Reinado
Exercícios de História Império – Primeiro Reinado
 
Prova de historia 3 ano
Prova de historia 3 anoProva de historia 3 ano
Prova de historia 3 ano
 
Simulados de matemática 5º ano PROEB
Simulados de matemática 5º ano PROEBSimulados de matemática 5º ano PROEB
Simulados de matemática 5º ano PROEB
 
Oficina para elaboração de itens do SPAECE
Oficina para elaboração de itens do SPAECEOficina para elaboração de itens do SPAECE
Oficina para elaboração de itens do SPAECE
 
Apresentação spaece alterado 2º
Apresentação spaece   alterado 2ºApresentação spaece   alterado 2º
Apresentação spaece alterado 2º
 
Aulão preparatório para o spaece sli
Aulão preparatório para o spaece sliAulão preparatório para o spaece sli
Aulão preparatório para o spaece sli
 
Simulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonialSimulado de história do brasil colonial
Simulado de história do brasil colonial
 
5 simulado 5º ano
5 simulado 5º ano5 simulado 5º ano
5 simulado 5º ano
 
Simulado B para o 4º e 5º ano
Simulado B para o 4º e 5º anoSimulado B para o 4º e 5º ano
Simulado B para o 4º e 5º ano
 
Simulado de português 5º ano spaece 2014
Simulado de português 5º ano  spaece 2014Simulado de português 5º ano  spaece 2014
Simulado de português 5º ano spaece 2014
 

Semelhante a Simulado 5º ano

1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abril1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abrilDavid Oliveira
 
1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abril1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abrilDavid Oliveira
 
Simuladão 2013 l.port.
Simuladão 2013   l.port.Simuladão 2013   l.port.
Simuladão 2013 l.port.smece4e5
 
Prova objetiva - Téc. Administrativo - IFCE
Prova objetiva - Téc. Administrativo - IFCEProva objetiva - Téc. Administrativo - IFCE
Prova objetiva - Téc. Administrativo - IFCEjoaovitor403032
 
Aula de inglês 4 ano sobre familia ensino fundamental
Aula de inglês 4 ano sobre familia  ensino fundamentalAula de inglês 4 ano sobre familia  ensino fundamental
Aula de inglês 4 ano sobre familia ensino fundamentalssuser784e30
 
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdf
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdfTJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdf
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdfAlessandroOkumura
 
III AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptx
III AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptxIII AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptx
III AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptxLIDIADASILVASANTOS
 
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.Antônio Fernandes
 
A teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedes
A teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedesA teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedes
A teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedesorganoclorado911
 
Simulado Atualize - 19 de maio
Simulado Atualize - 19 de maioSimulado Atualize - 19 de maio
Simulado Atualize - 19 de maioLuizMarquesJr
 
AULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANO
AULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANOAULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANO
AULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANOAnderson Feliciano
 
Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014FalaGalera
 
Avaliacao diagnostica lp 9 ef
Avaliacao diagnostica lp 9 efAvaliacao diagnostica lp 9 ef
Avaliacao diagnostica lp 9 efMarcia Oliveira
 
Avaliacao saepe 2013_lingua_portuguesa
Avaliacao saepe 2013_lingua_portuguesaAvaliacao saepe 2013_lingua_portuguesa
Avaliacao saepe 2013_lingua_portuguesaDilzaAraujo
 
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.Antônio Fernandes
 

Semelhante a Simulado 5º ano (20)

Folhear 3 abril-jun._2020
Folhear 3 abril-jun._2020Folhear 3 abril-jun._2020
Folhear 3 abril-jun._2020
 
1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abril1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abril
 
1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abril1 atividade de ingles 1 ano a abril
1 atividade de ingles 1 ano a abril
 
Simuladão 2013 l.port.
Simuladão 2013   l.port.Simuladão 2013   l.port.
Simuladão 2013 l.port.
 
Prova objetiva - Téc. Administrativo - IFCE
Prova objetiva - Téc. Administrativo - IFCEProva objetiva - Téc. Administrativo - IFCE
Prova objetiva - Téc. Administrativo - IFCE
 
Aula de inglês 4 ano sobre familia ensino fundamental
Aula de inglês 4 ano sobre familia  ensino fundamentalAula de inglês 4 ano sobre familia  ensino fundamental
Aula de inglês 4 ano sobre familia ensino fundamental
 
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdf
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdfTJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdf
TJ-SP - Escrevente Técnico Judiciário - Simulado Gratuito 00.pdf
 
III AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptx
III AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptxIII AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptx
III AULÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA.pptx
 
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 9º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
 
A teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedes
A teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedesA teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedes
A teoria do genocidio apocaliptico iminente 1ed - eric campos bastos guedes
 
Prova portugues simuladospaece_1serie
Prova portugues simuladospaece_1serieProva portugues simuladospaece_1serie
Prova portugues simuladospaece_1serie
 
Simulado Atualize - 19 de maio
Simulado Atualize - 19 de maioSimulado Atualize - 19 de maio
Simulado Atualize - 19 de maio
 
Prova lp 3º ano cii_completo
Prova lp 3º ano cii_completoProva lp 3º ano cii_completo
Prova lp 3º ano cii_completo
 
AULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANO
AULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANOAULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANO
AULÃO ENEM 2012 - PROFESSOR ANDERSON FELICIANO
 
Obb 1
Obb 1Obb 1
Obb 1
 
Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014Jornal Pedro Américo setembro 2014
Jornal Pedro Américo setembro 2014
 
Avaliacao diagnostica lp 9 ef
Avaliacao diagnostica lp 9 efAvaliacao diagnostica lp 9 ef
Avaliacao diagnostica lp 9 ef
 
Avaliacao saepe 2013_lingua_portuguesa
Avaliacao saepe 2013_lingua_portuguesaAvaliacao saepe 2013_lingua_portuguesa
Avaliacao saepe 2013_lingua_portuguesa
 
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
SIMULADO UNIFICADO ESCOLA CORNÉLIA. 8º ANO. DOCUMENTO PÚBLICO.
 
Nat soc 3ª
Nat soc 3ªNat soc 3ª
Nat soc 3ª
 

Mais de Cida Carvalho

Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01
Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01
Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01Cida Carvalho
 
4º ano aval. diag. mat.
4º ano   aval. diag. mat.4º ano   aval. diag. mat.
4º ano aval. diag. mat.Cida Carvalho
 
5º aval. diag. port.
5º aval. diag. port.5º aval. diag. port.
5º aval. diag. port.Cida Carvalho
 
5º ano aval. diag. mat.
5º ano   aval. diag. mat.5º ano   aval. diag. mat.
5º ano aval. diag. mat.Cida Carvalho
 
4º ano aval. diag. port.
4º ano   aval. diag. port.4º ano   aval. diag. port.
4º ano aval. diag. port.Cida Carvalho
 
3º ano aval. diag. port.
3º ano aval. diag. port.3º ano aval. diag. port.
3º ano aval. diag. port.Cida Carvalho
 
3º ano aval. diag. mat.
3º ano   aval. diag. mat.3º ano   aval. diag. mat.
3º ano aval. diag. mat.Cida Carvalho
 
2º ano avaliação diagnóstica matemática
2º ano  avaliação diagnóstica matemática2º ano  avaliação diagnóstica matemática
2º ano avaliação diagnóstica matemáticaCida Carvalho
 
2º ano avaliação diagnóstica portugues
2º ano   avaliação diagnóstica portugues2º ano   avaliação diagnóstica portugues
2º ano avaliação diagnóstica portuguesCida Carvalho
 

Mais de Cida Carvalho (20)

covid 19
covid 19covid 19
covid 19
 
Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01
Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01
Caderno de-problemas-pdf-141202160050-conversion-gate01
 
4º ano aval. diag. mat.
4º ano   aval. diag. mat.4º ano   aval. diag. mat.
4º ano aval. diag. mat.
 
5º aval. diag. port.
5º aval. diag. port.5º aval. diag. port.
5º aval. diag. port.
 
5º ano aval. diag. mat.
5º ano   aval. diag. mat.5º ano   aval. diag. mat.
5º ano aval. diag. mat.
 
4º ano aval. diag. port.
4º ano   aval. diag. port.4º ano   aval. diag. port.
4º ano aval. diag. port.
 
3º ano aval. diag. port.
3º ano aval. diag. port.3º ano aval. diag. port.
3º ano aval. diag. port.
 
3º ano aval. diag. mat.
3º ano   aval. diag. mat.3º ano   aval. diag. mat.
3º ano aval. diag. mat.
 
2º ano avaliação diagnóstica matemática
2º ano  avaliação diagnóstica matemática2º ano  avaliação diagnóstica matemática
2º ano avaliação diagnóstica matemática
 
2º ano avaliação diagnóstica portugues
2º ano   avaliação diagnóstica portugues2º ano   avaliação diagnóstica portugues
2º ano avaliação diagnóstica portugues
 
4 simulado 5º ano
4 simulado 5º ano4 simulado 5º ano
4 simulado 5º ano
 
3 simulado 5º ano
3 simulado 5º ano3 simulado 5º ano
3 simulado 5º ano
 
2 simulado 5º ano
2 simulado 5º ano2 simulado 5º ano
2 simulado 5º ano
 
1 simulado 5º ano
1 simulado 5º ano1 simulado 5º ano
1 simulado 5º ano
 
Ficha de leitura
Ficha de leituraFicha de leitura
Ficha de leitura
 
5º ano
5º ano5º ano
5º ano
 
4º ano
4º ano4º ano
4º ano
 
3ºano
3ºano3ºano
3ºano
 
2º ano
2º ano2º ano
2º ano
 
1ºano
1ºano1ºano
1ºano
 

Simulado 5º ano

  • 1. 1 Simulado de Língua Portuguesa – SEMEC 2011 – 5º ANO Nome:................................................................................................................ Escola:............................................................................................................... Professora:......................................................................................................... Leia o texto a seguir para responder as questões de 1 a 3. Que delícia! Comida gostosa, Ai que coisa louca, Que só de pensar Me dá água na boca! Batata assada, Com manteiga e sal Derrete na boca – Prazer sem igual! Domingo cai bem A macarronada, No sábado – hum! Lá vai feijoada. Fonte: BELINKY, Tatiana. Um caldeirão de poemas. São Paulo: Companhia das letrinhas, 2007. (adaptação) 1. No poema, a palavra sal rima com (A) igual. (B) manteiga. (C) panqueca. (D) macarronada. 2. Em “Prazer sem igual!”, o ponto de exclamação reforça a ideia de (A) alerta. (B) desejo. (C) tristeza. (D) espanto. 3. As comidas citadas no texto (A) possuem baixas calorias. (B) favorecem o emagrecimento. (C) são indicadas para pessoas obesas. (D) favorecem a obesidade quando consumidas em excesso.
  • 2. 2 Leia o texto para responder as questões 4 e 5 .Continho Era uma vez um menino triste, magro e barrigudinho, do sertão de Pernambuco. Na soalheira danada de meio-dia, ele estava sentado na poeira do caminho, imaginando bobagem, quando passou um gordo vigário a cavalo: - Você aí, menino, para onde vai essa estrada? - Ela não vai, não; nós é que vamos nela. - Engraçadinho duma figa! Como você se chama? - Eu não me chamo, não; os outros é que me chamam de Zé. Fonte: CAMPOS, Paulo Mendes. Para gostar de ler: crônicas.São Paulo: Ática, [200-]. 4. A frase a seguir que apresenta a fala de Zé é (A) – Você aí, menino? (B) – Ela não vai, não. (C) Como você se chama? (D) Para onde vai essa estrada? 5. Observe as características físicas do menino. Pode-se dizer que (A) ele é criança. (B) ele faz dieta. (C) ele ainda a pé. (D) ele é magro porque no nordeste não há alimento. Leia o texto para responder as questões 6 e 7. Por cada indivíduo que morre em acidentes de trabalho, a sociedade e a economia nacional ficam mais pobres, uma vez que se perde uma unidade produtiva. Mesmo assim, continua a morrer-se muito em Portugal por acidentes de trabalho. O quadro que se segue foi construída com base nos números da Inspeção Geral do Trabalho. Acidentes de trabalho mortais entre 2001-2004
  • 3. 3 Fonte: Disponível em:http://www.sinfic.pt/SinficNewsletter/Dossier2.AcidentesMortais2001- 2004.html (com cortes) 6. De acordo com o quadro, o maior e o menor número de acidentes de trabalho mortais ocorreram nos meses de (A) julho de 2004 e dezembro de 2004. (B) maio de 2003 e dezembro de 2003. (C) junho de 2001 e dezembro de 2003. (D) maio de 2002 e dezembro de 2004. 7. Entre 2001 e 2004, o número de acidentes de trabalho mortais (A) estabilizou-se. (B) vem diminuindo. (C) vem aumentando. (D) manteve a média. 6. De acordo com o quadro, o maior e o menor número de acidentes de trabalho mortais ocorreram nos meses de (A) julho de 2004 e dezembro de 2004. (B) maio de 2003 e dezembro de 2003. (C) junho de 2001 e dezembro de 2003. (D) maio de 2002 e dezembro de 2004. 7. Entre 2001 e 2004, o número de acidentes de trabalho mortais (A) estabilizou-se. (B) vem diminuindo. (C) vem aumentando. (D) manteve a média.
  • 4. 4 o texto para responder as questões de 8 a 11. Chegam a 21 casos confirmados de gripe no Brasil; creche é interditada em Campinas (SP) Do UOL Notícias Em São Paulo O Ministério da Saúde divulgou na noite desta segunda-feira (1º) que foi confirmado mais um caso de gripe suína, a influenza A (H1N1), no Brasil. Apaciente é de Campinas (SP). Com isso, chega a 21 o total de casosconfirmados no país. Esta nova paciente, que está internada e passa bem, teve contatopróximo com uma pessoa que pegou a gripe no exterior. Ela trabalha em umacreche que atende a 30 crianças. Todos, incluindo crianças e funcionários dolocal, bem como seus contatos próximos, estão sendo monitorados pelasautoridades de saúde, segundo nota do ministério. Por medida de precaução, o Ministério da Saúde afirma que asatividades da creche em questão foram suspensas por dez dias, período demanifestação dos sintomas da doença. Dos casos confirmados até agora, sete foram de transmissão autóctone (dentro do território nacional), causados por contato com pacientes vindos do ]exterior. Os casos suspeitos no país são 21 e outros 369 já foram descartados. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, há 17.410 casosconfirmados de influenza A (H1N1) em 62 países, e 115 pessoas morreram. Fonte: UOL Notícias Cotidiano. 01/06/2009 - 21h08. Disponível em: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/06/01/ult7403u81.jhtm. Acesso em: maio de 2009. 8. A creche foi fechada por dez dias porque (A) uma funcionária ficou doente e, assim, deixou de ir ao trabalho. (B) as crianças manifestaram os sintomas da doença e, desse modo, deveriam ficar em casa. (C) no dia 1 de junho, foi confirmado mais um caso de gripe suína; e a paciente era funcionária da creche. (D) a Organização Mundial de Saúde confirmou muitos casos de influenza A e, além disso, a morte de pessoas. 9. O texto “Chegam a 21 casos confirmados de gripe no Brasil; creche é interditada em Campinas (SP)” serve para (A) descrever a nova gripe. (B) fazer uma crítica ao Ministério da Saúde. (C) informar o número de pessoas infectadas pela gripe. (D) discutir os casos confirmados da nova gripe no Brasil. 10. A paciente de Campinas pegou a gripe porque (A) foi para uma creche. (B) viajou para o exterior. (C) trabalha com infectados pela gripe. (D) teve contato com uma pessoa do exterior.
  • 5. 5 11. A gripe suína é transmitida (A) pelo contato com o porco. (B) pelo vírus Influenza tipo A. (C) quando se come carne de porco. (D) quando se viaja para uma fazenda. 12. Leia o texto a seguir retirado da página de um dicionário. Observe quantas pessoas são responsáveis pela organização desse tipo de livro. Fonte: FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. MiniAurélio Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007. (adaptado) Nessa edição do minidicionário, Leda Elias Cunha é (A) a produtora gráfica. (B) a revisora de textos. (C) a gerente de produção. (D) a diagramadora de textos.
  • 6. 6 Leia o texto a seguir para responder as questões 13 e 14. Pesquisa revela por que o alho é bom para o coração Cientistas americanos descobriram por que o alho faz bem para asaúde. Até hoje os benefícios do condimento só haviam sido detectados porcorrelação estatística - quem consumia mais alho tinha menos problemascardiovasculares -, mas ninguém fazia a menor ideia de como a coisa operava. Isso acaba de mudar. Cientistas descobriram que o segredo do alho está no que resta de sua digestão e é processado pelas células do sangue.Esse resto, nos glóbulos vermelhos, é convertido em sulfeto dehidrogênio (fórmula química 2HS), composto que serve como uma espécie demensageiro químico no sistema vascular - relaxando vasos e ampliando o fluxosangüíneo. Embora o sulfeto de hidrogênio seja tóxico em grandes quantidades, em pequenas amostras, sua presença é fundamental no organismo. Os pesquisadores especulam que o consumo de alho ajude a ampliarnosso suprimento natural de sulfeto de hidrogênio. A equipe de pesquisadores trabalhou com extratos obtidos a partir dealho comprado em supermercado e os misturou, em pequenas quantidades, auma cultura de glóbulos vermelhos humanos. As células, em resposta,começaram a emitir 2HS. Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL150597-5603,00- PESQUISA+REVELA+POR+QUE+O+ALHO+E+BOM+PARA+O+CORACAO.html. Acesso em: 2007. (adaptado e com cortes) 13. O texto foi escrito para (A) informar uma descoberta científica ao leitor. (B) negar os benefícios do alho para a saúde humana. (C) indicar o uso do alho para pessoas com problemas de saúde. (D) listar as vantagens do consumo do alho em dietas alimentares. 14. “Embora o sulfeto de hidrogênio seja tóxico em grandes quantidades, em pequenas amostras, sua presença é fundamental no organismo”. A expressão destacada se refere (A) às células. (B) ao organismo. (C) aos glóbulos vermelhos.
  • 7. 7 (D) ao sulfeto de hidrogênio. Leia a notícia a seguir para responder as questões de 15 e 16. Garoto de 4 anos cai em buraco de 6 metros no interior de SP Menino foi resgatado após uma hora da queda; buraco foi aberto para aconstrução de um salão de beleza SÃO PAULO - Após uma hora de trabalho, os bombeiros conseguiram resgatar, na tarde de quarta-feira, 31, o menino Leonardo Mangino, de 4 anos, que caiu em um buraco de construção, com 6 metros de profundidade e 30 cm de diâmetro, no bairro Quintino Facci I, em Ribeirão Preto, no interior paulista. De acordo com a EPTV, o garoto pedalava sua bicicleta ao lado da mãena Rua Aristides Gonçalves, quando desapareceu. A mãe, Paula RobertaMangino, contou que não percebeu nada diferente. "Quando vi, ele não estavamais ao meu lado e entrei em desespero", disse. Ela lembrou que chamava pelo garoto e nada de resposta. "De repente ouvi um choro muito longe e agachei. Foi aí que percebi que ele tinha caído n buraco", contou Paula. Após a chegada de 17 bombeiros, uma corda foi lançada para dentro doburaco na tentativa de pegar o garoto. Apenas uma hora depois é que ele conseguiu entender que deveria prender a corda nas mãozinhas e levantar osbraços. Desta forma foi retirado e levado à Unidade Médica do Quintino II, semsofrer qualquer arranhão. Fonte: O Estado de S. Paulo. Cad. Cidades, 1/11/2007. Disponível em: http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid73993,0.htm. Acesso em: 2007. (com cortes) 15. A demora do resgate de Leonardo foi porque (A) o buraco era fundo. (B) os bombeiros custaram a chegar. (C) a mãe ouviu um choro que vinha de longe. (D) ele teve dificuldade para entender o que os bombeiros lhe pediam. 16. A informação do texto que contraria a ideia sugerida pelo título é: (A) o menino ficou agachado no buraco. (B) o filho de dona Paula chorou no buraco. (C) o Corpo de Bombeiros resgatou Leonardo. (D) o garoto saiu do buraco sem sofrer ferimentos.
  • 8. 8 Leia a tirinha e responda. 17. O Cascão ganhou o concurso de mentiras porque (A) é o campeão do futebol. (B) comeu mais que a Magali. (C) é o melhor amigo da Mônica. (D) disse para os amigos que tomou banho. 18. Leia o texto a seguir. Fases da Lua As fases da Lua são causadas pelas posições relativas da Terra, da Lua e do Sol. A Lua orbita a Terra em média em 27 dias 7 horas 43 minutos. O Sol sempre ilumina a metade da Lua na direção do Sol (exceto durante um eclipse lunar, quando a Lua passa pela sombra da Terra). Quando o Sol e Lua estão em lados opostos da Terra, a Lua aparece cheia para nós, um disco brilhante e redondo. Quando a Lua está entre a Terra e o Sol, ela aparece escura, a Lua nova. No período intermediário, parece crescer até cheia, e então decresce até a próxima lua cheia. A borda da sombra (o terminador) é sempre curva, sendo uma vista obliqua de um círculo, que dá à Lua sua forma crescente ou minguante. Fonte: UFRGS. Disponível em: http://astro.if.ufrgs.br/moon/moon.htm. Acesso em: junho, 2009. 18- O texto Fases da Lua foi retirado de (A) um jornal semanal. (B) um livro de astronomia. (C) um folheto sobre horóscopo. (D) um site sobre astros celestes.
  • 9. 9 Leia o texto a seguir e responda as questões 19 a 21. ABC Paulista ABC Paulista é o conjunto de quatro cidades na região metropolitana de São Paulo, do qual fazem parte Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e Diadema. A interligação praticamente ininterrupta dessa região, onde moram cerca de 1,5 milhão de pessoas, teve início no final da década de 1950, quando as primeiras grandes montadoras de automóveis chegaram ao país, abrindo milhares de oportunidades de emprego. Pessoas de todas as partes do país, particularmente do Nordeste, correram para a região. Formou-se ali uma mão-de-obra altamente especializada e com um padrão de vida que, se não podia ser considerado de Primeiro Mundo, era bem superior ao do restante da população brasileira. Também era alto o grau de consciência política da região, onde o regime militar foi abertamente desafiado nas grandes greves das décadas de 1970 e 1980. Fonte: Enciclopédia Microsoft Encarta. Verbete ABC Paulista.1993-2001 Microsoft Corporation. (com cortes) 19. Pessoas de várias partes do país foram habitar a região do ABC Paulista (A) depois do agrupamento das quatro cidades. (B) no período de greves, durante as décadas de 1970 e 1980. (C) quando milhares de oportunidades de emprego foram abertas. (D) no momento em que o regime militar foi abertamente desafiado. 20. O ABC Paulista é um conjunto de (A) pessoas de todas as partes do país. (B) grandes montadoras de automóveis. (C) mão-de-obra altamente especializada. (D) cidades da região metropolitana de São Paulo. 21. Leia a frase a seguir retirada do texto ABC Paulista. “Pessoas de todas as partes do país, particularmente doNordeste, correram para a região”. A expressão que completa a palavra destacada é (A) de Diadema. (B) de Santo André. (C) do ABC Paulista. (D) de São Caetano do Sul. 22. Observe as palavras “cartas”, “carteira” e “carteiro”, nos dois primeiros quadrinhos da tirinha a seguir.
  • 10. 10 Fonte: DAVIS, Jim. Garfield. Disponível em: http://www.tirinhas.com/garfield.php?ano=01&mes=01&dia=01. 22- As palavras da Língua Portuguesa podem derivar de outras já existentes.Assim, é possível dizer que a palavra carteiro deriva de: (A) carta.(B) cartão.(C) cartaz.(D) carteira. Leia os quadrinhos a seguir e responda o que se pede. Fonte: SOUSA, Maurício. Chico Bento. Disponível em:http://www.monica.com.br/cookpage/cookpage.cgi?!pag=comics/tiri nhas/tira309. Acesso em: 2007. 23. Se a fala do personagem do segundo quadrinho fosse reescrita, conforme manda as regras gramaticais, da norma culta, o trecho ficaria assim: (A) O meu pai só tem um boi, mas ele tá inteirinho. (B) O meu pai só tem um boi, mas ele está inteirinho. (C) O meu pai só tem um boi, mais ele está interinho. (D) O meu pai só tem um boi, mais ele está inteirinho. 24. O humor no quadrinho é identificado pelo fato de revelar
  • 11. 11 (A) a riqueza de um dos pais. (B) a pobreza de um dos pais. (C) a ingenuidade do Chico Bento. (D) a agressividade de Chico Bento. Leia o texto para responder as questões 25 e 26. Canção de garoaMario Quintana Em cima de meu telhado, Pirulinlulinlulin, Um anjo, todo molhado, Soluça no seu flautim. O relógio vai bater: As molas rangem sem fim. O retrato na parede Fica olhando para mim. E chove sem saber por quê... E tudo foi sempre assim! Parece que vou sofrer: Pirulinlulinlulin... Fonte: QUINTANA, Mario. 80 anos de poesia. São Paulo: Globo, 2008. (Coleção MarioQuintana) 25. Identifique as rimas presentes no poema Canção de Garoa. (A) lulin / bater. (B) solução / seu. (C) sofrer / parece. (D) telhado / molhado. 26. A Canção de Garoa retrata (A) pureza. (B) tristeza. (C) agitação. (D) religiosidade. Leia o texto para responder as questões 27, 28 e 29. O rato do campo e o rato da cidade Um rato do campo convidou um rato da cidade para jantar. Serviu- lheprodutos do campo: figo, uva e castanhas. Ao ver a pobreza de seu anfitrião orato da cidade convidou-o para ir viver com ele. Tendo-o levado para o celeirode um homem rico, ofereceu-lhe todo tipo de carne, peixes e até mesmo doces.Nisso, apareceu o fiscal. Os ratos, desnorteados, fugiram na hora. O rato do campo disse então ao rato da cidade.
  • 12. 12 - É assim, que consegues teu alimento; eu tenho o prazer de conseguir omeu livremente e tranquilo. Fonte: ESOPO. Fábulas de Esopo. 1 ed. Porto Alegre: L&PM Pocket 1997. p.49. 27. No jantar, o rato do campo ofereceu ao rato da cidade (A) figos, doces e uvas. (B) carnes, doces e figos. (C) figo, uva e castanhas. (D) carne, peixes e castanhas. 28. No texto, a palavra ANFITRIÃO se refere (A) ao fiscal. (B) ao homem rico. (C) ao rato da cidade. (D) ao rato do campo. 29. O texto O rato do campo e o rato da cidade serve para (A) discutir uma situação financeira. (B) transmitir um ensinamento ao leitor. (C) informar sobre a situação da cidade e do campo. (D) recomendar os alimentos naturais que devemos consumir.