SlideShare uma empresa Scribd logo
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                    REVOLUÇÃO INGLESA

• Definição: movimento político, militar e religioso que destruiu o
  absolutismo na Inglaterra instalando naquele país a primeira
  monarquia parlamentar da história;

• Quando: século XVII;

• Antecedentes/causas:
   – Atritos entre os reis (dinastia STUART) e o parlamento.




iair@pop.com.br                                             Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                   REVOLUÇÃO INGLESA
• Jaime I (1603 – 1625):
   – Apoio ao rei: senhores feudais, igreja anglicana e alta
     burguesia.
   – Apoio ao parlamento: pequena e média burguesia, gentry
     (nobreza mercantil) e puritanos (calvinistas ingleses).
   – Perseguições a católicos e puritanos.
   – Aumento de impostos.
   – Dissolução do parlamento (1614 – 1622).


                                        JAIME I




iair@pop.com.br                                          Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                    REVOLUÇÃO INGLESA
• Carlos I (1625 – 1649):
   – Apesar de jurar o “Bill of Rights” (Petição dos Direitos), o
     rei novamente aumenta os impostos e fecha o parlamento.
   – Tentativa de impor o anglicanismo na Escócia (revolta).
   – Guerra Civil (1642 – 1649):
       ANGLICANOS (monarquistas, chamados
       de “Cavaleiros”, apoiando o rei) X
       PURITANOS (forças contrárias ao rei,
       representadas pelo parlamento, chamados de
       “Cabeças Redondas”).
   – Puritanos vencem e Carlos I é decapitado
                                                        CARLOS I



iair@pop.com.br                                              Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                    REVOLUÇÃO INGLESA
• A República de Cromwell (1649 – 1660):

   –Ditadura pró-burguesia puritana (calvinista);

   –Repressão a opositores externos (Escócia e
   Irlanda) e internos (Levellers – niveladores e
   Diggers – escavadores);
                                                    CROMWELL
   – Criação dos Atos de Navegação (1650) – somente navios
     ingleses transportariam mercadorias inglesas ou de outros
     países para a Inglaterra. Em caso de venda para a Inglaterra só
     navios do país de origem do produto estariam autorizados a
     entrar na Inglaterra:


iair@pop.com.br                                             Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                  REVOLUÇÃO INGLESA
             OS ATOS DE NAVEGAÇÃO




iair@pop.com.br                       Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                   REVOLUÇÃO INGLESA
      Guerra contra a Holanda (1652 – 1654).
      Vitória da Inglaterra (supremacia naval).
      Desenvolvimento da marinha e do capitalismo inglês.

   – Oliver Cromwell nomeia-se Lorde Protetor da Inglaterra
     (1653).

   – Após a morte de Oliver (1658), seu filho, Ricardo Cromwell
     assume o poder, porém, sem a habilidade e carisma do pai,
     enfrenta nova guerra civil no país, que acaba com a sua derrota
     e recoloca os monarquistas no poder.



iair@pop.com.br                                            Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                  REVOLUÇÃO INGLESA
• A Restauração STUART (1660 – 1688):



   – Carlos II (1660 – 1685).
      Anglicano, pró-católicos.
      Aproximação com a França.                 CARLOS II

      Parlamento cria o HABEAS CORPUS e exclui católicos de
        cargos.
      Parlamento é novamente fechado pelo rei (1683)




iair@pop.com.br                                     Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                  REVOLUÇÃO INGLESA
   – Jaime II (1683 – 1688).
      Católico.
      Tentativa de restabelecer o absolutismo.
      Apoiado por Luís XIV (FRA).
      Parlamento temeroso com a restituição do
      catolicismo oferece a coroa a Guilherme de
      Orange (HOL), casado com Maria Stuart,
      filha mais velha de Jaime II. Em troca, pedia
      o parlamento livre e a manutenção do
      anglicanismo.
                                           GUILHERME DE ORANGE


iair@pop.com.br                                       Prof. Iair
A CRISE DO ANTIGO REGIME
                  REVOLUÇÃO INGLESA
• A Revolução Gloriosa (1688):
   – Revolução burguesa.
   – 1689: Guilherme de Orange acata ao Bill of Rights
     (Declaração dos Direitos).
   – Parlamento decidiria sobre impostos, garantia a propriedade
     privada, as liberdades individuais e divide o poder.
   – Fim do absolutismo na Inglaterra.
   – Burguesia assume o poder por meio do parlamento (Monarquia
     Parlamentar).
   – Rei reina, mas não governa.
   – Implantação do liberalismo.


iair@pop.com.br                                         Prof. Iair

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Brasil colonial: O processo de independência
Brasil colonial:   O processo de independênciaBrasil colonial:   O processo de independência
Brasil colonial: O processo de independência
Edenilson Morais
 
Roma
RomaRoma
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
Edenilson Morais
 
As Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. Medeiros
As Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. MedeirosAs Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. Medeiros
As Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. Medeiros
João Medeiros
 
Independência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholasIndependência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholas
Fatima Freitas
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
Fatima Freitas
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
Janayna Lira
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
luizmourao23
 
A Revolução Inglesa
A Revolução InglesaA Revolução Inglesa
A Revolução Inglesa
Paulo Alexandre
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
Paulo Alexandre
 
Período regencial no Brasil
Período regencial no BrasilPeríodo regencial no Brasil
Período regencial no Brasil
Edenilson Morais
 
Baixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof IairBaixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof Iair
Tricia Carnevale
 
Brasil colônia
Brasil colôniaBrasil colônia
Brasil colônia
Edenilson Morais
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
Edenilson Morais
 
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASILEMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
Isabel Aguiar
 
8 2º reinado
8  2º reinado8  2º reinado
8 2º reinado
José Augusto Fiorin
 
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)
Isaquel Silva
 
Reforma
ReformaReforma
Reforma
luizmourao23
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
luizmourao23
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
Janayna Lira
 

Mais procurados (20)

Brasil colonial: O processo de independência
Brasil colonial:   O processo de independênciaBrasil colonial:   O processo de independência
Brasil colonial: O processo de independência
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
 
As Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. Medeiros
As Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. MedeirosAs Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. Medeiros
As Revoluções Inglesas do Século XVII - Prof. Medeiros
 
Independência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholasIndependência das colônias espanholas
Independência das colônias espanholas
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
A Revolução Inglesa
A Revolução InglesaA Revolução Inglesa
A Revolução Inglesa
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
Período regencial no Brasil
Período regencial no BrasilPeríodo regencial no Brasil
Período regencial no Brasil
 
Baixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof IairBaixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof Iair
 
Brasil colônia
Brasil colôniaBrasil colônia
Brasil colônia
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
 
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASILEMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL
 
8 2º reinado
8  2º reinado8  2º reinado
8 2º reinado
 
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)
 
Reforma
ReformaReforma
Reforma
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
 

Destaque

Revolução inglesa 2º. ano
Revolução inglesa   2º. anoRevolução inglesa   2º. ano
Revolução inglesa 2º. ano
Fatima Freitas
 
1 antigo regime e revolução inglesa
1  antigo regime e revolução inglesa1  antigo regime e revolução inglesa
1 antigo regime e revolução inglesa
Marilia Pimentel
 
Resumo revoluçoes inglesas
Resumo   revoluçoes inglesasResumo   revoluçoes inglesas
Resumo revoluçoes inglesas
Claudenilson da Silva
 
Revolução inglesa 8 ano
Revolução inglesa   8 anoRevolução inglesa   8 ano
Revolução inglesa 8 ano
Alcidon Cunha
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
Gilmar Rodrigues
 
Rev gloriosa inglesa
Rev gloriosa inglesaRev gloriosa inglesa
Rev gloriosa inglesa
davincipatos
 
Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)
Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)
Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)
Alberto Carvalho Wyatt
 
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
Antigo Regime
Isabella Silva
 
Revolução Gloriosa
Revolução GloriosaRevolução Gloriosa
Revolução Gloriosa
thiagohelmer
 
A era das revoluções - Eric Hobsbawm
A era das revoluções - Eric HobsbawmA era das revoluções - Eric Hobsbawm
A era das revoluções - Eric Hobsbawm
Isah Lopes
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
Darlan Campos
 
O Antigo Regime E O Mercantilismo
O Antigo Regime E O MercantilismoO Antigo Regime E O Mercantilismo
O Antigo Regime E O Mercantilismo
crie_historia8
 
O Poder Absoluto
O Poder AbsolutoO Poder Absoluto
O Poder Absoluto
crie_historia8
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
Historia2000
 
Revolucao Inglesa
Revolucao InglesaRevolucao Inglesa
Revolucao Inglesa
LianaSuzuki
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Cleiton Cunha
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
Luisa Jesus
 
Exercícios - história
Exercícios - históriaExercícios - história
Exercícios - história
Isabella Silva
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
Wilton Moretto
 

Destaque (20)

Revolução inglesa 2º. ano
Revolução inglesa   2º. anoRevolução inglesa   2º. ano
Revolução inglesa 2º. ano
 
1 antigo regime e revolução inglesa
1  antigo regime e revolução inglesa1  antigo regime e revolução inglesa
1 antigo regime e revolução inglesa
 
Resumo revoluçoes inglesas
Resumo   revoluçoes inglesasResumo   revoluçoes inglesas
Resumo revoluçoes inglesas
 
Revolução inglesa 8 ano
Revolução inglesa   8 anoRevolução inglesa   8 ano
Revolução inglesa 8 ano
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
 
Rev gloriosa inglesa
Rev gloriosa inglesaRev gloriosa inglesa
Rev gloriosa inglesa
 
Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)
Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)
Revolução Gloriosa (Parlamentarismo)
 
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
Antigo Regime
 
Revolução Gloriosa
Revolução GloriosaRevolução Gloriosa
Revolução Gloriosa
 
A era das revoluções - Eric Hobsbawm
A era das revoluções - Eric HobsbawmA era das revoluções - Eric Hobsbawm
A era das revoluções - Eric Hobsbawm
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
 
O Antigo Regime E O Mercantilismo
O Antigo Regime E O MercantilismoO Antigo Regime E O Mercantilismo
O Antigo Regime E O Mercantilismo
 
O Poder Absoluto
O Poder AbsolutoO Poder Absoluto
O Poder Absoluto
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
 
Revolucao Inglesa
Revolucao InglesaRevolucao Inglesa
Revolucao Inglesa
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
 
Exercícios - história
Exercícios - históriaExercícios - história
Exercícios - história
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 
Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)Formação das monarquias nacionais (faag)
Formação das monarquias nacionais (faag)
 

Semelhante a Revolucao inglesa (1)

Revolucao inglesa
Revolucao inglesaRevolucao inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa
Darlan Campos
 
Revolução Inglesa
Revolução InglesaRevolução Inglesa
Revolução Inglesa
joana71
 
Revolucao Inglesa Ii
Revolucao Inglesa IiRevolucao Inglesa Ii
Revolucao Inglesa Ii
secretaria estadual de educação
 
9
99
Revolucao inglesa.filé
Revolucao inglesa.filéRevolucao inglesa.filé
Revolucao inglesa.filé
mundica broda
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
profceleri
 
Resumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesasResumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesas
Claudenilson da Silva
 
Revolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.pptRevolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.ppt
dmflores21
 
revolução Inglesa segunda parte.ppt
revolução Inglesa segunda parte.pptrevolução Inglesa segunda parte.ppt
revolução Inglesa segunda parte.ppt
Elizeu filho
 
revolução Inglesa.ppt
revolução Inglesa.pptrevolução Inglesa.ppt
revolução Inglesa.ppt
Elizeu filho
 
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.pptRevoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
VinciusKusma
 
[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa
7 de Setembro
 
Guerra Civil Inglesa
Guerra Civil Inglesa Guerra Civil Inglesa
Guerra Civil Inglesa
Thiago Bro
 
Inglaterra nos séculos XVII e XVIII
Inglaterra nos séculos XVII e XVIIIInglaterra nos séculos XVII e XVIII
Inglaterra nos séculos XVII e XVIII
Elton Zanoni
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
Marco Aurélio Gondim
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
Thamires Bragança
 
2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf
2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf
2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf
PollyanaRibeiroFerra
 
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
margaridabotanica
 

Semelhante a Revolucao inglesa (1) (20)

Revolucao inglesa
Revolucao inglesaRevolucao inglesa
Revolucao inglesa
 
12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa12. aula de história geral - revolução inglesa
12. aula de história geral - revolução inglesa
 
Revolução Inglesa
Revolução InglesaRevolução Inglesa
Revolução Inglesa
 
Revolucao Inglesa Ii
Revolucao Inglesa IiRevolucao Inglesa Ii
Revolucao Inglesa Ii
 
9
99
9
 
Revolucao inglesa.filé
Revolucao inglesa.filéRevolucao inglesa.filé
Revolucao inglesa.filé
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
Resumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesasResumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesas
 
Revolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.pptRevolucaoinglesa.ppt
Revolucaoinglesa.ppt
 
revolução Inglesa segunda parte.ppt
revolução Inglesa segunda parte.pptrevolução Inglesa segunda parte.ppt
revolução Inglesa segunda parte.ppt
 
revolução Inglesa.ppt
revolução Inglesa.pptrevolução Inglesa.ppt
revolução Inglesa.ppt
 
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.pptRevoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
Revoluções inglesas e surgimento do pensamento liberal.ppt
 
[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa[c7s] Revolução Inglesa
[c7s] Revolução Inglesa
 
Guerra Civil Inglesa
Guerra Civil Inglesa Guerra Civil Inglesa
Guerra Civil Inglesa
 
Inglaterra nos séculos XVII e XVIII
Inglaterra nos séculos XVII e XVIIIInglaterra nos séculos XVII e XVIII
Inglaterra nos séculos XVII e XVIII
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
História Geral - Idade Moderna - Revolução Inglesa [www.gondim.net]
 
Revolução inglesa
Revolução inglesaRevolução inglesa
Revolução inglesa
 
2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf
2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf
2ª Série - As Revoluções Inglesas (1).pdf
 
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
2 - SLIDE - REVOLUÇÕES INGLESAS - 2º ANO .pdf
 

Mais de Norma Almeida

Revolucoes
RevolucoesRevolucoes
Revolucoes
Norma Almeida
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
Norma Almeida
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Norma Almeida
 
áFrica
áFricaáFrica
áFrica
Norma Almeida
 
Populismo na america-latina
Populismo na america-latinaPopulismo na america-latina
Populismo na america-latina
Norma Almeida
 
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Norma Almeida
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
Norma Almeida
 
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfricaO processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
Norma Almeida
 
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Norma Almeida
 
Rumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalRumos de um mundo global
Rumos de um mundo global
Norma Almeida
 
Arte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóSArte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóS
Norma Almeida
 
Religiosidade
ReligiosidadeReligiosidade
Religiosidade
Norma Almeida
 
íNdios
íNdiosíNdios
íNdios
Norma Almeida
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
Norma Almeida
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
Norma Almeida
 
éTica X Educacao
éTica X EducacaoéTica X Educacao
éTica X Educacao
Norma Almeida
 
Cultura Afro
Cultura AfroCultura Afro
Cultura Afro
Norma Almeida
 
Paradigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional EmergenteParadigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional Emergente
Norma Almeida
 
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAoEm Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Norma Almeida
 

Mais de Norma Almeida (19)

Revolucoes
RevolucoesRevolucoes
Revolucoes
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
áFrica
áFricaáFrica
áFrica
 
Populismo na america-latina
Populismo na america-latinaPopulismo na america-latina
Populismo na america-latina
 
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)Orientemedio parte1 170520101843 (2)
Orientemedio parte1 170520101843 (2)
 
Oriente médio
Oriente médioOriente médio
Oriente médio
 
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfricaO processo de descolonização da ásia e da áfrica
O processo de descolonização da ásia e da áfrica
 
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xxHaiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
Haiti,cuba,chile,nicarágua e colômbia no século xx
 
Rumos de um mundo global
Rumos de um mundo globalRumos de um mundo global
Rumos de um mundo global
 
Arte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóSArte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóS
 
Religiosidade
ReligiosidadeReligiosidade
Religiosidade
 
íNdios
íNdiosíNdios
íNdios
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
 
Graffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De RuaGraffite Como Arte De Rua
Graffite Como Arte De Rua
 
éTica X Educacao
éTica X EducacaoéTica X Educacao
éTica X Educacao
 
Cultura Afro
Cultura AfroCultura Afro
Cultura Afro
 
Paradigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional EmergenteParadigma Educacional Emergente
Paradigma Educacional Emergente
 
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAoEm Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
Em Busca De Um Novo Paradigma Na EducaçAo
 

Revolucao inglesa (1)

  • 1. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA • Definição: movimento político, militar e religioso que destruiu o absolutismo na Inglaterra instalando naquele país a primeira monarquia parlamentar da história; • Quando: século XVII; • Antecedentes/causas: – Atritos entre os reis (dinastia STUART) e o parlamento. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 2. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA • Jaime I (1603 – 1625): – Apoio ao rei: senhores feudais, igreja anglicana e alta burguesia. – Apoio ao parlamento: pequena e média burguesia, gentry (nobreza mercantil) e puritanos (calvinistas ingleses). – Perseguições a católicos e puritanos. – Aumento de impostos. – Dissolução do parlamento (1614 – 1622). JAIME I iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 3. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA • Carlos I (1625 – 1649): – Apesar de jurar o “Bill of Rights” (Petição dos Direitos), o rei novamente aumenta os impostos e fecha o parlamento. – Tentativa de impor o anglicanismo na Escócia (revolta). – Guerra Civil (1642 – 1649): ANGLICANOS (monarquistas, chamados de “Cavaleiros”, apoiando o rei) X PURITANOS (forças contrárias ao rei, representadas pelo parlamento, chamados de “Cabeças Redondas”). – Puritanos vencem e Carlos I é decapitado CARLOS I iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 4. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA • A República de Cromwell (1649 – 1660): –Ditadura pró-burguesia puritana (calvinista); –Repressão a opositores externos (Escócia e Irlanda) e internos (Levellers – niveladores e Diggers – escavadores); CROMWELL – Criação dos Atos de Navegação (1650) – somente navios ingleses transportariam mercadorias inglesas ou de outros países para a Inglaterra. Em caso de venda para a Inglaterra só navios do país de origem do produto estariam autorizados a entrar na Inglaterra: iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 5. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA OS ATOS DE NAVEGAÇÃO iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 6. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA Guerra contra a Holanda (1652 – 1654). Vitória da Inglaterra (supremacia naval). Desenvolvimento da marinha e do capitalismo inglês. – Oliver Cromwell nomeia-se Lorde Protetor da Inglaterra (1653). – Após a morte de Oliver (1658), seu filho, Ricardo Cromwell assume o poder, porém, sem a habilidade e carisma do pai, enfrenta nova guerra civil no país, que acaba com a sua derrota e recoloca os monarquistas no poder. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 7. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA • A Restauração STUART (1660 – 1688): – Carlos II (1660 – 1685). Anglicano, pró-católicos. Aproximação com a França. CARLOS II Parlamento cria o HABEAS CORPUS e exclui católicos de cargos. Parlamento é novamente fechado pelo rei (1683) iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 8. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA – Jaime II (1683 – 1688). Católico. Tentativa de restabelecer o absolutismo. Apoiado por Luís XIV (FRA). Parlamento temeroso com a restituição do catolicismo oferece a coroa a Guilherme de Orange (HOL), casado com Maria Stuart, filha mais velha de Jaime II. Em troca, pedia o parlamento livre e a manutenção do anglicanismo. GUILHERME DE ORANGE iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 9. A CRISE DO ANTIGO REGIME REVOLUÇÃO INGLESA • A Revolução Gloriosa (1688): – Revolução burguesa. – 1689: Guilherme de Orange acata ao Bill of Rights (Declaração dos Direitos). – Parlamento decidiria sobre impostos, garantia a propriedade privada, as liberdades individuais e divide o poder. – Fim do absolutismo na Inglaterra. – Burguesia assume o poder por meio do parlamento (Monarquia Parlamentar). – Rei reina, mas não governa. – Implantação do liberalismo. iair@pop.com.br Prof. Iair