SlideShare uma empresa Scribd logo
– O MONGE E O EXECUTIVO –
UMA HISTÓRIA SOBRE A ESSÊNCIA DA LIDERANÇA
Integrantes do Grupo:
Alexandre Rodrigues
Amanda Cristina
Eduarda Santos
Jaise dos Santos
José Everaldo
Luiz Gustavo
REFLEXÃO – Capítulo 1
“Estar no poder é como ser uma dama. Se tiver que lembrar às pessoas que
você é, você não é.”
Margareth Thatcher
Primeira mulher a ocupar o cargo de Primeiro-Ministro do Reino Unido, seu
governo durou 11 anos, sendo de 1979 a 1990
John Daily – Narrador e personagem
• Executivo super ocupado.
• Gerente geral de uma grande indústria de vidro plano
• Casado com Rachel há 18 anos, ela psicóloga.
• Dois filhos.
• Formado em Administração de Empresas.
• No trabalho é responsável na gestão de quinhentos funcionários e
100 milhões de dólares em faturamento anual.
• Bom salário e autonomia.
• Bens: apartamento na cidade e casa à beira do lago, onde navegavam
em barco e vela ou que percorriam de jet ski. Havia 2 carros novos e
poupança respeitável.
• Benefícios: os dois tiravam duas férias por ano.
John Daily – Narrador e personagem
• A família estava se desestruturando.
• Rachel se sentia infeliz, seu filho Jonh estava cada vez mais malcriado
e agressivo com a mãe, se opunha a tudo que os pais falavam e por
fim colocou um brinco na orelha. Só não foi expulso de casa pelo pai
pois a mãe interviu. Enfim, seu relacionamento também com o filho
não estava saudável.
• Sara também estava diferente, cada vez mais distante dele. Rachel
sugeria conversar com ela, mas Jonh não tinha coragem de abrir os
seus sentimentos com a filha.
• No trabalho, Jonh, estava com a moral baixa perante seus superiores,
pois alguns funcionários horistas faziam campanha para que um
sindicato os representasse, a empresa venceu a eleição, mas mesmo
assim a diretoria relatou problemas no gerenciamento de Jonh.
John Daily – Narrador e personagem
• A gerente de R.H o “ajuda” sugerindo que ele revisse seu estilo de
liderança, ele fica irritado profundamente!
• Ele crê que ela é cheia de teorias e ele só se preocupa com resultados
financeiros.
• Até o time de beisebol que treinava há 6 anos estava contra ele, os pais
diziam que os filhos não estavam se divertindo, mesmo eles ganhando
diversos jogos.
• Tudo isso mexeu com o seu EGO.
• Antes era um sujeito despreocupado, do tipo “feliz”, mas agora estava
preocupado com praticamente tudo!
• Tudo e todos o aborreciam com qualquer coisa, e isto o estava irritando,
porém seu orgulho não o deixava compartilhar seus sentimentos com
outras pessoas, ele conseguia enganar a todos, exceto uma, Rachel sua
esposa.
John Daily – Narrador e personagem
• Ela sugere que ele converse com o pastor da igreja, e mesmo um
pouco relutante, ele vai.
• O pastor sugere que ele participe por uma semana em um retiro em
um mosteiro cristão chamado João da Cruz.
• Lá vivia 33 frades, com a seguinte premissa de vida nos últimos 1400
anos - oração, trabalho e silêncio.
• Mas o que realmente o interessou foi que um dos frades era o
lendário Len Hoffman, um ex-executivo de uma das maiores
empresas dos Estados Unidos.
• E mesmo relutante, ele foi!
Mosteiro
• Naquela semana, os participantes eram 3 homens e 3 mulheres.
• Jonh, que vocês já conhecem.
• Lee – pastor da igreja batista.
• Greg – jovem sargento do exército.
• Teresa – diretora de uma escola pública.
• Chris – treinadora de um time de basquete.
• Kim – enfermeira-chefe de um hospital.
• Denominador comum: Todos exerciam papel de liderança, todos
são responsáveis por outras pessoas.
• Rotina diária:
• 5 cerimônias religiosas, iniciando as 05:30.
• 4 horas de aulas sobre liderança, com pequenos intervalos.
• Horas vagas para ler, passear, conversar com os guias espirituais.
• Não tinha acesso a clausura, área destinada as refeições e descanso dos frades.
Len Hoffman – Professor de Liderança
• Formado em Administração de Empresas.
• Se alistou no exército logo após o ataque a Pearl Harbor, e após pouco
tempo se tornou comandante na marinha, foi condecorado antes da
baixa no final da guerra.
• Conhecido no mundo dos negócios como o homem que tira empresas
da beira do colapso em negócios de sucesso.
• Vários empregados, companheiros na marinha e nos negócios foram
entrevistados para um artigo na Fortune e falavam com afeição e
amor à Hoffman, todos se referiam a sua “alegria de viver”. O autor
da revista concluiu, Len Hoffman “parecia ter descoberto o segredo
da vida bem-sucedida”, sem acrescentar o que seria.
• Hoffman, se demite e desaparece aos 66 anos, no auge da sua
carreira, misteriosamente.
Primeiros Ensinamentos de Len Hoffman
• Ouvir – um dos mais enfatizados
• Gerência é diferente de liderança – “você gerencia coisas e lidera
pessoas”.
• Definição de liderança: É a habilidade de influenciar pessoas para
trabalharem entusiasticamente visando atingir objetivos
identificados como sendo para o bem comum.
• Palavras chave da definição acima:
• Habilidade – algo que se aprende
• Influência – envolver as pessoas “do pescoço para cima”. Através da
autoridade, que é diferente de poder. Poder, não é necessário cérebro ou
coragem para a exercer, porém autoridade é necessário um conjunto de
habilidades.
• Poder força alguém a executar algo, mesmo até contra a sua vontade.
• Autoridade, alguém a executar algo por boa vontade por causa de sua influência pessoal.
Ensinamentos de Len Hoffman
Poder Autoridade
Pode ser vendido e comprado, dado e tomado. Diz quem você é como pessoa, seu caráter e a
influência que exerce sobre as pessoas.
As pessoas podem ser colocadas em cargo de poder
por serem amigas, parentes, porque herdaram
dinheiro e poder.
As pessoas podem ser hábeis em autoridade, e
mesmo assim não possuir cargo de poder algum.
Situações típicas de PODER: Situações típicas de AUTORIDADE:
“Faça isso ou será demitido” “Vou fazer isso porque Bill PEDIU.”
“Leve o lixo para fora filho, senão irá apanhar”
Resumindo: “Faça isso senão ...”
“Vou fazer isso porque mamãe me PEDIU.”
Sempre há uma punição se não cumprir o que é
MANDADO.
Não há punição por não fazer
Tem prazo de validade, pois há corrosão nos
relacionamentos.
Não tem prazo de validade. Os relacionamento se
mantem saudáveis.
Há momentos que o líder deve recorrer ao poder, seja na demissão de um mal funcionário ou para colocar
limites em sua casa, porém saiba, deve recorrer pois a autoridade foi quebrada, ou pior, pelo líder não possuir
autoridade.
Ensinamentos de Len Hoffman
• Lista de qualidade essenciais para o desenvolvimento de autoridade,
que Hoffman trabalhou com os participantes durante a semana.
• Honestidade, confiabilidade
• Bom exemplo
• Cuidado
• Compromisso
• Bom ouvinte
• Conquistar a confiança das pessoas
• Tratar as pessoas com respeito
• Encorajar as pessoas
• Ter atitude positiva e entusiástica
• Gostar das pessoas
Ensinamentos de Len Hoffman
• Sempre haverá duas dinâmicas em jogo, quando somos lideres:
• A tarefa e o relacionamento.
• É comum o líder perder o equilíbrio.
Sintomas ao focar em:
Tarefa Relacionamento
Rebeliões
Má qualidade de trabalho
Baixa confiança
Pessoas se transferirem ou se
demitirem
Baixo compromisso
Liderança deixa de ser segura, e pode
ser questionada.
Chave da liderança: executar as tarefas enquanto se constroem relacionamentos
Ensinamentos de Len Hoffman
• Conceito de liderança pode ser defeituoso nas empresas, quando a
tarefa é colocada acima do relacionamento. Exemplo:
• O melhor operador de retroescavadeiras, pode ser um péssimo líder dos
operadores de retroescavadeiras.
• Isso ocorre com frequência nas empresas, pessoas focadas na tarefa
são geralmente promovidas a cargos de liderança. E isso um curto
prazo prejudica a empresa e a pessoa promovida.
Ensinamentos de Len Hoffman
• Necessário um relacionamento saudável com todos os stakeholders.
• Clientes
• Fornecedores
• Funcionários
• Acionistas
• População local
• E isso significa:
• Satisfazer as necessidades de cada envolvido acima com sua empresa.
Ensinamentos de Len Hoffman
• A necessidade de alguns pode ser dinheiro.
• Porém, segundo o autor, em pesquisa realizada nos EUA, o quesito
dinheiro estava em 4º lugar. Antes dele vinham:
• Tratamento digno e respeitoso.
• Capacidade para contribuir para o sucesso da organização
• Sentimento real de participação
Ensinamentos de Len Hoffman
• Chave de um relacionamento bem sucedido.
CONFIANÇA
“Se você não mudar a direção, terminará exatamente onde partiu”
Antigo Provérbio Chinês.
REFLEXÃO – Capítulo 2
Ensinamentos de Len Hoffman
• Nova fase.
• Desafiando velhos paradigmas, não deixar que tornem-se verdades absolutas.
• Definição de paradigmas: padrões psicológicos, modelos ou mapas que usamos
para navegar na vida. Ou seja, a maneira que vemos o mundo. Cada um vê de um
jeito.
Exemplos:
Velho Paradigma Novo Paradigma
Invencibilidade dos EUA Concorrência Global
Administração centralizada Administração descentralizada
Gerenciamento Liderança
Evitar e temer mudanças A mudança é uma constante
Está razoável Defeito zero
E quais os paradigmas predominantes na administração de uma organização?
Ensinamentos de Len Hoffman
Presidente
General
Vice-Presidentes
Coronéis
Gerentes Intermediários
Capitães e Tenentes
Supervisores
Sargentos
Empregados (associados)
Soldados (tropas)
Cliente
Inimigo
Estilo Piramidal de
Administração
(Velho Paradigma) Herdado de
Séculos de Guerra
e Monarquias
Ensinamentos de Len Hoffman
Presidente
General
Vice-Presidentes
Coronéis
Gerentes Intermediários
Capitães e Tenentes
Supervisores
Sargentos
Empregados (associados)
Soldados (tropas)
Cliente
Inimigo
Poder de cima para baixo Olhar de baixo para cima
Todos querem
agradar seu
superior na
melhor das
intenções,
porém ninguém
pensa no cliente
Ensinamentos de Len Hoffman
Presidente
General
Vice-Presidentes
Coronéis
Gerentes Intermediários
Capitães e Tenentes
Supervisores
Sargentos
Empregados (associados)
Soldados (tropas)
Cliente
Inimigo
Olhar de baixo para cima
Todos querem
agradar seu
superior na
melhor das
intenções,
porém ninguém
pensa no cliente
Desta forma, o
pensamento
geral da
organização é:
“Se o chefe
estiver feliz, a
vida é boa”.
Ensinamentos de Len Hoffman
Presidente
Vice-Presidentes
Gerentes Intermediários
Supervisores
Empregados (associados)
Cliente
Apenas
invertendo a
pirâmide, o
cliente vira o
foco da
organização
Identificar necessidades
Identificar necessidades
Identificar necessidades
Identificar necessidades
Identificar necessidades
Ensinamentos de Len Hoffman
Presidente
Vice-Presidentes
Gerentes Intermediários
Supervisores
Empregados (associados)
Cliente
Apenas
invertendo a
pirâmide, o
cliente vira o
foco da
organização
Suprir Necessidades
Suprir Necessidades
Suprir Necessidades
Suprir Necessidades
Suprir Necessidades
Ensinamentos de Len Hoffman
Presidente
Vice-Presidentes
Gerentes Intermediários
Supervisores
Empregados (associados)
Cliente
Apenas
invertendo a
pirâmide, o
cliente vira o
foco da
organização
Remover Obstáculos
Remover Obstáculos
Remover Obstáculos
Remover Obstáculos
Remover Obstáculos
Ensinamentos de Len Hoffman
Presidente
Vice-Presidentes
Gerentes Intermediários
Supervisores
Empregados (associados)
Cliente
Sendo assim, o
papel do líder
passa de “ser
servido” para
“servir”.
Ensinamentos de Len Hoffman
Comparativo importante sobre o ensinamento de “servir”.
• 1º Identificar as necessidades
• 2º Satisfazer as necessidades
• Consequência >>> Servir seus empregados
ISSO É DIFERENTE DE IDENTIFICAR E SATISFAZER AS VONTADES DAS
PESSOAS, POIS ISSO SIGNIFICA SER ESCRAVOS DELAS.
Ensinamentos de Len Hoffman
Vontade
Não considera as consequências físicas ou psicológicas daquilo que deseja.
Ex: Empregado de base ter vontade de ganhar R$ 20.000,00 na sua função,
isso levaria a empresa a falência, levando em consideração que todos os
funcionários daquele nível hierárquico também ganhassem a mesma
quantia.
Necessidade
Legítima exigência física ou psicológica para o bem-estar do ser humano.
Ex: Operador de retroescavadeira ter um bom equipamento para trabalhar
(necessidade física)
Ensinamentos de Len Hoffman
Quais são as necessidades das pessoas que lidero?
Hierarquia de
Necessidades
Humanas,
de Abraham Maslow
Ensinamentos de Len Hoffman
Quais são as necessidades das pessoas que lidero?
Qual o modelo de
liderança para suprir
as necessidades das
pessoas?
“Quem quiser ser líder deve ser primeiro servidor. Se você quiser liderar,
deve servir.”
Jesus Cristo
REFLEXÃO – Capítulo 3
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo A liderança que se exerce a longo prazo,
suportando o teste do tempo, deve ser construída
sobre autoridade.
Lembrete: Definição de Autoridade
Capacidade de levar as pessoas a realizarem sua
vontade de bom grado, por causa de sua influência
pessoal.
E sobre o que se constrói a Autoridade???
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo
Exemplos:
Jesus Cristo
Gandhi
Martin Luther King
Madre Teresa de Calcutá
Sua mãe (na maioria dos casos)
Serviço e Sacrifício
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo
E no que se baseia o Serviço e Sacrifício???
Serviço e Sacrifício
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo
Amor no sentido de comportamento e não
como um sentimento.
Serviço e Sacrifício
Amor
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo
E como tudo começa?
A amor é construído sobre o que?
Serviço e Sacrifício
Amor
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo
Boas intenções sem coloca-las em práticas são iguais a NADA.
Portanto, VONTADE é exatamente o oposto.
INTENÇÕES + AÇÕES = VONTADE
Serviço e Sacrifício
Amor
Vontade
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
Liderança
Modelo copiado de
Jesus Cristo
Só quando nossas ações estiverem de acordo
com as nossas intenções é que nos
tornaremos pessoas harmoniosas e líderes
coerentes.
Serviço e Sacrifício
Amor
Vontade
Ensinamentos de Len Hoffman
Autoridade
LiderançaRESUMO
A liderança começa com a VONTADE, que é
nossa escolha de comportamento, o AMOR,
isto é, sentir as necessidades legítimas
daqueles que lideramos, para atende-las
precisamos nos dispor a SERVIR e até mesmo
nos SACRIFICAR, quando isso ocorre
exercemos AUTORIDADE ou influência, e
quando exercemos autoridade ganhamos o
direito de sermos chamados de líderes.
Quem é o maior líder?
Aquele que serviu mais.
Serviço e Sacrifício
Amor
Vontade
“Não tenho necessariamente que gostar de meus jogadores e sócios, mas como
líder devo amá-los. O amor é lealdade, o amor é trabalho de equipe, o amor é
respeito a dignidade e a individualidade. Esta é a força de qualquer
organização.”
Vince Lombardi
REFLEXÃO – Capítulo 4
Primeiro treinador vencedor do
Super Bowl. Após seu falecimento
em 1970 o nome deste torneio foi
rebatizado com o nome dele,
passando a se chamar Vince
Lombardi Trophy, até hoje.
Ensinamentos de Len Hoffman
Neste capítulo o Assunto tratado é:
Amor e Liderança
Perguntas típicas:
Como amar nossos inimigos?
Como amar Adolf Hitler?
Amor na liderança não trata de sentimento, e sim de ação.
E como exemplo, o monge citou características do AMOR que ele quer
ensinar, O AMOR AGAPÉ, que é um verbo que descreve como nos
comportamos, e não como nos sentimos.
Ensinamentos de Len Hoffman
Características de Amor Agapé O quer dizer?
Paciência Mostrar autocontrole
Bondade Dar atenção, apreciação e incentivo
Humildade Ser autêntico e sem pretensão ou arrogância
Respeito Tratar os outros como pessoas importantes
Abnegação Satisfazer as necessidades dos outros
Perdão Desistir de ressentimento quando prejudicado
Honestidade Ser livre de engano
Compromisso Sustentar suas escolhas
Resultados:
Serviço e Sacrifício
Pôr de lado suas vontades e necessidades;
Buscar o maior bem para os outros
Neste capítulo o Assunto tratado é:
Amor e Liderança
“Homens e mulheres desejam fazer um bom trabalho. Se lhes for dado o
ambiente adequado, eles o farão.”
Bill Hewlett
Fundador, Hewlett-Packard
Famosa HP
REFLEXÃO – Capítulo 5
Ensinamentos de Len Hoffman
Neste capítulo o Assunto tratado é:
Ambiente de Trabalho
Começa com a metáfora de plantar um jardim!
O processo é simples:
- Localizar um local que receba bastante sol
- Trabalhar no solo para preparar um plantio
- Plantar as sementes
- Regar
- Adubar
- Livrar as pragas
- Capinar de tempos em tempos
E qual a consequência disso tudo?
Ensinamentos de Len Hoffman
Um lindo jardimcom crescimento
das plantas, e tão logo a vinda das flores e
frutos!
Portanto, o que foi feito?
Apenas preparamos o ambiente para que o
jardim desse bons frutos.
Assim também é nas organizações, criando
um ambiente saudável para seres humanos
crescerem e terem sucesso.
Ensinamentos de Len Hoffman
Para que chegue a hora da colheita no ambiente
de trabalho é necessário se atentar as contas
bancárias relacionais, pois tudo que o líder faz envia
uma mensagem.
Nos ensina a importância de manter saudável o
equilíbrio dos relacionamentos com as pessoas
importantes de nossa vida, inclusive das que
lideramos. As retiradas e depósitos ocorrem nestas
contas imaginárias através de nossos
comportamentos. Quando conhecemos uma
pessoa, o saldo é zero.
Ensinamentos de Len Hoffman
Pode ser uma analogia de feedback positivo
(depósitos) e negativo (retiradas).
O livro menciona um artigo que afirma que para cada
retirada são necessários 4 depósitos.
Ilustra porque devemos elogiar uma pessoa em
público e nunca puni-las em público.
A ESCOLHA
Capítulo 6
Ensinamentos de Len Hoffman
Neste capítulo temos a definição de que disciplina tem
o objetivo de ensinar a fazer o que não é natural, e
consequentemente tornar o não natural em um
hábito, e tais habilidades geram comportamentos
ligados a liderança.
Existem 4 estágios necessários para adquirir novos
hábitos ou habilidades.
1 – Inconsciente e Sem habilidade
2 – Consciente e Sem Habilidade
3 – Consciente e Habilidoso
4 – Inconsciente e Habilidoso
Ensinamentos de Len HoffmanOutro ensinamento do capítulo 6.
Um professor uma vez falou: “Eu não posso obrigar
vocês a fazerem o dever de casa”, e continuou, “Há
apenas duas coisas que todos são obrigados, a
morrer e a pagar impostos”.
Mas este professor não disse toda a verdade, há
pessoas que optam por não pagar impostos, e vivem
nas florestas, não tem nem dinheiro e vivem do
cultivo da terra.
Portanto, há somente duas coisas na vida que temos
que fazer.
São elas, Morrer e Fazer escolhas.
Capítulo 7 – A RECOMPENSA
“Para cada esforço disciplinado há uma retribuição múltipla.”
Jim Rohn
Mentor do fundador da Herbalife
Ensinamentos de Len Hoffman
Visto tudo que um líder precisar ser, a pergunta final do livro é a seguinte.
Estabelecer influência, prestar atenção as pessoas, amar, doar-se aos outros, elogiar,
reconhecer ao próximo, a disciplina para aprender novas práticas e comportamentos.
Valerá a pena?
Em resposta, o autor relata um estudo sociológico feito a partir de uma pesquisa com
cem pessoas de mais de 90 anos.
A pergunta era simples. “Se você tivesse que viver sua vida outra vez, o que faria de
maneira de diferente?
Neste capítulo o Assunto tratado é:
Qual o resultado de todo o esforço?
O livro termina com a seguinte frase:
“Uma jornada de duzentos quilômetros começa um simples passo”
Provérbio Chinês
James C. Hunter
BIOGRAFIA DO AUTOR
Nasceu em 1955, em Detroit, EUA.
Palestrante, Professor, Escritor e consultor chefe da J.
D Associados, uma empresa de consultoria de
relações de trabalho e treinamento.
Tem mais de 20 anos de experiência em R.H.
Mora nos EUA, em Michigan com a esposa e filhos.
Tem clientes como a Nestlé, American Express e
McDonald´s.
Por hoje é isso!
E que venha a arguição!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Aula   chefia e liderança - 24.04.2010Aula   chefia e liderança - 24.04.2010
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Michel Moreira
 
Liderança
LiderançaLiderança
Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"
Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"
Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"
CompanyWeb
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Prof. Randes Enes, M.Sc.
 
Como tornar-se um lider
Como tornar-se um liderComo tornar-se um lider
Como tornar-se um lider
Alexsandro Rebello Bonatto
 
Liderança e seus princípios
Liderança e seus princípiosLiderança e seus princípios
Liderança e seus princípios
eliasgoncalves
 
Aula de chefia e liderança
Aula de chefia e liderança Aula de chefia e liderança
Aula de chefia e liderança
Aderivaldo Cardoso
 
Trabalho Desafio Empreendedor 04082010
Trabalho Desafio Empreendedor 04082010Trabalho Desafio Empreendedor 04082010
Trabalho Desafio Empreendedor 04082010
Thiago Thomaz
 
O que é ser um lider
O que é ser um liderO que é ser um lider
O que é ser um lider
Ramon Gimenez
 
O Papel Do Novo LíDer
O Papel Do Novo LíDerO Papel Do Novo LíDer
O Papel Do Novo LíDer
tati_spazziano
 
Lideranca
LiderancaLideranca
PrincíPios De LiderançA
PrincíPios De LiderançAPrincíPios De LiderançA
PrincíPios De LiderançA
Messias Matusse
 
Treinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - EmbaliTreinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - Embali
Milton Henrique do Couto Neto
 
Aula 1 - Liderança.pptx
Aula 1 - Liderança.pptxAula 1 - Liderança.pptx
Aula 1 - Liderança.pptx
Professor Cristiano Barreto
 
Competências de liderança
Competências de liderançaCompetências de liderança
Competências de liderança
Jose Soares Lara
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança de equipes
Liderança de equipesLiderança de equipes
Liderança de equipes
Alessandro Lunardon
 
1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação
Volas
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
Hesau Monteiro
 
Liderança na atualidade
Liderança na atualidadeLiderança na atualidade
Liderança na atualidade
Conceição Moraes
 

Mais procurados (20)

Aula chefia e liderança - 24.04.2010
Aula   chefia e liderança - 24.04.2010Aula   chefia e liderança - 24.04.2010
Aula chefia e liderança - 24.04.2010
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"
Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"
Lideranca em 7 passos | Resumo do livro "O Monge e o Executivo"
 
Gestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. RandesGestão e Liderança_Prof. Randes
Gestão e Liderança_Prof. Randes
 
Como tornar-se um lider
Como tornar-se um liderComo tornar-se um lider
Como tornar-se um lider
 
Liderança e seus princípios
Liderança e seus princípiosLiderança e seus princípios
Liderança e seus princípios
 
Aula de chefia e liderança
Aula de chefia e liderança Aula de chefia e liderança
Aula de chefia e liderança
 
Trabalho Desafio Empreendedor 04082010
Trabalho Desafio Empreendedor 04082010Trabalho Desafio Empreendedor 04082010
Trabalho Desafio Empreendedor 04082010
 
O que é ser um lider
O que é ser um liderO que é ser um lider
O que é ser um lider
 
O Papel Do Novo LíDer
O Papel Do Novo LíDerO Papel Do Novo LíDer
O Papel Do Novo LíDer
 
Lideranca
LiderancaLideranca
Lideranca
 
PrincíPios De LiderançA
PrincíPios De LiderançAPrincíPios De LiderançA
PrincíPios De LiderançA
 
Treinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - EmbaliTreinamento Liderança - Embali
Treinamento Liderança - Embali
 
Aula 1 - Liderança.pptx
Aula 1 - Liderança.pptxAula 1 - Liderança.pptx
Aula 1 - Liderança.pptx
 
Competências de liderança
Competências de liderançaCompetências de liderança
Competências de liderança
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Liderança de equipes
Liderança de equipesLiderança de equipes
Liderança de equipes
 
1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação1302710679 liderança e_motivação
1302710679 liderança e_motivação
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Liderança na atualidade
Liderança na atualidadeLiderança na atualidade
Liderança na atualidade
 

Semelhante a Resumo do livro - O monge e o executivo - uma história sobre a essência da liderança James C. Hunter

o-monge-e-o-executivo[1].pdf
o-monge-e-o-executivo[1].pdfo-monge-e-o-executivo[1].pdf
o-monge-e-o-executivo[1].pdf
MARIAJUCILEIAROCHAGO
 
Marketing do Monge
Marketing do Monge Marketing do Monge
Marketing do Monge
Fábio Mesquita
 
4 estilos de liderança
4 estilos de liderança4 estilos de liderança
4 estilos de liderança
Leandro Dakel Cunha
 
Eduardo alves o monge e o executivo paper
Eduardo alves o monge e o executivo paperEduardo alves o monge e o executivo paper
Eduardo alves o monge e o executivo paper
Eduardo Ribeiro
 
Uma historia sobre_a_essencia_da__lideranca
Uma historia sobre_a_essencia_da__liderancaUma historia sobre_a_essencia_da__lideranca
Uma historia sobre_a_essencia_da__lideranca
Adroaldo Dallabrida
 
Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01
Universidade Unesa
 
Liderança em educação pdf
Liderança em educação pdfLiderança em educação pdf
Liderança em educação pdf
Rosângela Gonçalves
 
Empresas feitas para vencer jim collins - resenha
Empresas feitas para vencer   jim collins - resenhaEmpresas feitas para vencer   jim collins - resenha
Empresas feitas para vencer jim collins - resenha
Ramires Dörr Flesch
 
O Monge e o Executivo - Lições de Liderança
O Monge e o Executivo - Lições de LiderançaO Monge e o Executivo - Lições de Liderança
O Monge e o Executivo - Lições de Liderança
Deomari Fragoso
 
Continuação da resenha o monge e o executivo
Continuação da resenha o monge e o executivoContinuação da resenha o monge e o executivo
Continuação da resenha o monge e o executivo
Thaís Souza
 
Lideranca
LiderancaLideranca
Liderança | chefias
Liderança | chefiasLiderança | chefias
O monge e o executivo
O monge e o executivoO monge e o executivo
O monge e o executivo
Musicah
 
Palestra liderança e trabalho em equipe
Palestra liderança e trabalho em equipePalestra liderança e trabalho em equipe
Palestra liderança e trabalho em equipe
Marcely Santos
 
Treinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio Pereira
Treinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio PereiraTreinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio Pereira
Treinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio Pereira
Hélder Emiliano de Souza
 
A essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptxA essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptx
VanildaCapinam
 
Apostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderança
Apostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderançaApostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderança
Apostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderança
Andre Nascimento
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
mauricio souza
 
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR  OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR  OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...
Jazon Pereira
 
inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2
Marcus Pimenta
 

Semelhante a Resumo do livro - O monge e o executivo - uma história sobre a essência da liderança James C. Hunter (20)

o-monge-e-o-executivo[1].pdf
o-monge-e-o-executivo[1].pdfo-monge-e-o-executivo[1].pdf
o-monge-e-o-executivo[1].pdf
 
Marketing do Monge
Marketing do Monge Marketing do Monge
Marketing do Monge
 
4 estilos de liderança
4 estilos de liderança4 estilos de liderança
4 estilos de liderança
 
Eduardo alves o monge e o executivo paper
Eduardo alves o monge e o executivo paperEduardo alves o monge e o executivo paper
Eduardo alves o monge e o executivo paper
 
Uma historia sobre_a_essencia_da__lideranca
Uma historia sobre_a_essencia_da__liderancaUma historia sobre_a_essencia_da__lideranca
Uma historia sobre_a_essencia_da__lideranca
 
Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01
 
Liderança em educação pdf
Liderança em educação pdfLiderança em educação pdf
Liderança em educação pdf
 
Empresas feitas para vencer jim collins - resenha
Empresas feitas para vencer   jim collins - resenhaEmpresas feitas para vencer   jim collins - resenha
Empresas feitas para vencer jim collins - resenha
 
O Monge e o Executivo - Lições de Liderança
O Monge e o Executivo - Lições de LiderançaO Monge e o Executivo - Lições de Liderança
O Monge e o Executivo - Lições de Liderança
 
Continuação da resenha o monge e o executivo
Continuação da resenha o monge e o executivoContinuação da resenha o monge e o executivo
Continuação da resenha o monge e o executivo
 
Lideranca
LiderancaLideranca
Lideranca
 
Liderança | chefias
Liderança | chefiasLiderança | chefias
Liderança | chefias
 
O monge e o executivo
O monge e o executivoO monge e o executivo
O monge e o executivo
 
Palestra liderança e trabalho em equipe
Palestra liderança e trabalho em equipePalestra liderança e trabalho em equipe
Palestra liderança e trabalho em equipe
 
Treinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio Pereira
Treinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio PereiraTreinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio Pereira
Treinamento de liderança desenvolvido por Jorge Antonio Pereira
 
A essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptxA essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptx
 
Apostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderança
Apostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderançaApostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderança
Apostila liderança PGs - 1. Conceitos básicos de liderança
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR  OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR  OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERAN...
 
inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2inMBA - Tema Liderança - Aula 2
inMBA - Tema Liderança - Aula 2
 

Resumo do livro - O monge e o executivo - uma história sobre a essência da liderança James C. Hunter

  • 1. – O MONGE E O EXECUTIVO – UMA HISTÓRIA SOBRE A ESSÊNCIA DA LIDERANÇA Integrantes do Grupo: Alexandre Rodrigues Amanda Cristina Eduarda Santos Jaise dos Santos José Everaldo Luiz Gustavo
  • 2. REFLEXÃO – Capítulo 1 “Estar no poder é como ser uma dama. Se tiver que lembrar às pessoas que você é, você não é.” Margareth Thatcher Primeira mulher a ocupar o cargo de Primeiro-Ministro do Reino Unido, seu governo durou 11 anos, sendo de 1979 a 1990
  • 3. John Daily – Narrador e personagem • Executivo super ocupado. • Gerente geral de uma grande indústria de vidro plano • Casado com Rachel há 18 anos, ela psicóloga. • Dois filhos. • Formado em Administração de Empresas. • No trabalho é responsável na gestão de quinhentos funcionários e 100 milhões de dólares em faturamento anual. • Bom salário e autonomia. • Bens: apartamento na cidade e casa à beira do lago, onde navegavam em barco e vela ou que percorriam de jet ski. Havia 2 carros novos e poupança respeitável. • Benefícios: os dois tiravam duas férias por ano.
  • 4. John Daily – Narrador e personagem • A família estava se desestruturando. • Rachel se sentia infeliz, seu filho Jonh estava cada vez mais malcriado e agressivo com a mãe, se opunha a tudo que os pais falavam e por fim colocou um brinco na orelha. Só não foi expulso de casa pelo pai pois a mãe interviu. Enfim, seu relacionamento também com o filho não estava saudável. • Sara também estava diferente, cada vez mais distante dele. Rachel sugeria conversar com ela, mas Jonh não tinha coragem de abrir os seus sentimentos com a filha. • No trabalho, Jonh, estava com a moral baixa perante seus superiores, pois alguns funcionários horistas faziam campanha para que um sindicato os representasse, a empresa venceu a eleição, mas mesmo assim a diretoria relatou problemas no gerenciamento de Jonh.
  • 5. John Daily – Narrador e personagem • A gerente de R.H o “ajuda” sugerindo que ele revisse seu estilo de liderança, ele fica irritado profundamente! • Ele crê que ela é cheia de teorias e ele só se preocupa com resultados financeiros. • Até o time de beisebol que treinava há 6 anos estava contra ele, os pais diziam que os filhos não estavam se divertindo, mesmo eles ganhando diversos jogos. • Tudo isso mexeu com o seu EGO. • Antes era um sujeito despreocupado, do tipo “feliz”, mas agora estava preocupado com praticamente tudo! • Tudo e todos o aborreciam com qualquer coisa, e isto o estava irritando, porém seu orgulho não o deixava compartilhar seus sentimentos com outras pessoas, ele conseguia enganar a todos, exceto uma, Rachel sua esposa.
  • 6. John Daily – Narrador e personagem • Ela sugere que ele converse com o pastor da igreja, e mesmo um pouco relutante, ele vai. • O pastor sugere que ele participe por uma semana em um retiro em um mosteiro cristão chamado João da Cruz. • Lá vivia 33 frades, com a seguinte premissa de vida nos últimos 1400 anos - oração, trabalho e silêncio. • Mas o que realmente o interessou foi que um dos frades era o lendário Len Hoffman, um ex-executivo de uma das maiores empresas dos Estados Unidos. • E mesmo relutante, ele foi!
  • 7. Mosteiro • Naquela semana, os participantes eram 3 homens e 3 mulheres. • Jonh, que vocês já conhecem. • Lee – pastor da igreja batista. • Greg – jovem sargento do exército. • Teresa – diretora de uma escola pública. • Chris – treinadora de um time de basquete. • Kim – enfermeira-chefe de um hospital. • Denominador comum: Todos exerciam papel de liderança, todos são responsáveis por outras pessoas. • Rotina diária: • 5 cerimônias religiosas, iniciando as 05:30. • 4 horas de aulas sobre liderança, com pequenos intervalos. • Horas vagas para ler, passear, conversar com os guias espirituais. • Não tinha acesso a clausura, área destinada as refeições e descanso dos frades.
  • 8. Len Hoffman – Professor de Liderança • Formado em Administração de Empresas. • Se alistou no exército logo após o ataque a Pearl Harbor, e após pouco tempo se tornou comandante na marinha, foi condecorado antes da baixa no final da guerra. • Conhecido no mundo dos negócios como o homem que tira empresas da beira do colapso em negócios de sucesso. • Vários empregados, companheiros na marinha e nos negócios foram entrevistados para um artigo na Fortune e falavam com afeição e amor à Hoffman, todos se referiam a sua “alegria de viver”. O autor da revista concluiu, Len Hoffman “parecia ter descoberto o segredo da vida bem-sucedida”, sem acrescentar o que seria. • Hoffman, se demite e desaparece aos 66 anos, no auge da sua carreira, misteriosamente.
  • 9. Primeiros Ensinamentos de Len Hoffman • Ouvir – um dos mais enfatizados • Gerência é diferente de liderança – “você gerencia coisas e lidera pessoas”. • Definição de liderança: É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir objetivos identificados como sendo para o bem comum. • Palavras chave da definição acima: • Habilidade – algo que se aprende • Influência – envolver as pessoas “do pescoço para cima”. Através da autoridade, que é diferente de poder. Poder, não é necessário cérebro ou coragem para a exercer, porém autoridade é necessário um conjunto de habilidades. • Poder força alguém a executar algo, mesmo até contra a sua vontade. • Autoridade, alguém a executar algo por boa vontade por causa de sua influência pessoal.
  • 10. Ensinamentos de Len Hoffman Poder Autoridade Pode ser vendido e comprado, dado e tomado. Diz quem você é como pessoa, seu caráter e a influência que exerce sobre as pessoas. As pessoas podem ser colocadas em cargo de poder por serem amigas, parentes, porque herdaram dinheiro e poder. As pessoas podem ser hábeis em autoridade, e mesmo assim não possuir cargo de poder algum. Situações típicas de PODER: Situações típicas de AUTORIDADE: “Faça isso ou será demitido” “Vou fazer isso porque Bill PEDIU.” “Leve o lixo para fora filho, senão irá apanhar” Resumindo: “Faça isso senão ...” “Vou fazer isso porque mamãe me PEDIU.” Sempre há uma punição se não cumprir o que é MANDADO. Não há punição por não fazer Tem prazo de validade, pois há corrosão nos relacionamentos. Não tem prazo de validade. Os relacionamento se mantem saudáveis. Há momentos que o líder deve recorrer ao poder, seja na demissão de um mal funcionário ou para colocar limites em sua casa, porém saiba, deve recorrer pois a autoridade foi quebrada, ou pior, pelo líder não possuir autoridade.
  • 11. Ensinamentos de Len Hoffman • Lista de qualidade essenciais para o desenvolvimento de autoridade, que Hoffman trabalhou com os participantes durante a semana. • Honestidade, confiabilidade • Bom exemplo • Cuidado • Compromisso • Bom ouvinte • Conquistar a confiança das pessoas • Tratar as pessoas com respeito • Encorajar as pessoas • Ter atitude positiva e entusiástica • Gostar das pessoas
  • 12. Ensinamentos de Len Hoffman • Sempre haverá duas dinâmicas em jogo, quando somos lideres: • A tarefa e o relacionamento. • É comum o líder perder o equilíbrio. Sintomas ao focar em: Tarefa Relacionamento Rebeliões Má qualidade de trabalho Baixa confiança Pessoas se transferirem ou se demitirem Baixo compromisso Liderança deixa de ser segura, e pode ser questionada. Chave da liderança: executar as tarefas enquanto se constroem relacionamentos
  • 13. Ensinamentos de Len Hoffman • Conceito de liderança pode ser defeituoso nas empresas, quando a tarefa é colocada acima do relacionamento. Exemplo: • O melhor operador de retroescavadeiras, pode ser um péssimo líder dos operadores de retroescavadeiras. • Isso ocorre com frequência nas empresas, pessoas focadas na tarefa são geralmente promovidas a cargos de liderança. E isso um curto prazo prejudica a empresa e a pessoa promovida.
  • 14. Ensinamentos de Len Hoffman • Necessário um relacionamento saudável com todos os stakeholders. • Clientes • Fornecedores • Funcionários • Acionistas • População local • E isso significa: • Satisfazer as necessidades de cada envolvido acima com sua empresa.
  • 15. Ensinamentos de Len Hoffman • A necessidade de alguns pode ser dinheiro. • Porém, segundo o autor, em pesquisa realizada nos EUA, o quesito dinheiro estava em 4º lugar. Antes dele vinham: • Tratamento digno e respeitoso. • Capacidade para contribuir para o sucesso da organização • Sentimento real de participação
  • 16. Ensinamentos de Len Hoffman • Chave de um relacionamento bem sucedido. CONFIANÇA
  • 17. “Se você não mudar a direção, terminará exatamente onde partiu” Antigo Provérbio Chinês. REFLEXÃO – Capítulo 2
  • 18. Ensinamentos de Len Hoffman • Nova fase. • Desafiando velhos paradigmas, não deixar que tornem-se verdades absolutas. • Definição de paradigmas: padrões psicológicos, modelos ou mapas que usamos para navegar na vida. Ou seja, a maneira que vemos o mundo. Cada um vê de um jeito. Exemplos: Velho Paradigma Novo Paradigma Invencibilidade dos EUA Concorrência Global Administração centralizada Administração descentralizada Gerenciamento Liderança Evitar e temer mudanças A mudança é uma constante Está razoável Defeito zero E quais os paradigmas predominantes na administração de uma organização?
  • 19. Ensinamentos de Len Hoffman Presidente General Vice-Presidentes Coronéis Gerentes Intermediários Capitães e Tenentes Supervisores Sargentos Empregados (associados) Soldados (tropas) Cliente Inimigo Estilo Piramidal de Administração (Velho Paradigma) Herdado de Séculos de Guerra e Monarquias
  • 20. Ensinamentos de Len Hoffman Presidente General Vice-Presidentes Coronéis Gerentes Intermediários Capitães e Tenentes Supervisores Sargentos Empregados (associados) Soldados (tropas) Cliente Inimigo Poder de cima para baixo Olhar de baixo para cima Todos querem agradar seu superior na melhor das intenções, porém ninguém pensa no cliente
  • 21. Ensinamentos de Len Hoffman Presidente General Vice-Presidentes Coronéis Gerentes Intermediários Capitães e Tenentes Supervisores Sargentos Empregados (associados) Soldados (tropas) Cliente Inimigo Olhar de baixo para cima Todos querem agradar seu superior na melhor das intenções, porém ninguém pensa no cliente Desta forma, o pensamento geral da organização é: “Se o chefe estiver feliz, a vida é boa”.
  • 22. Ensinamentos de Len Hoffman Presidente Vice-Presidentes Gerentes Intermediários Supervisores Empregados (associados) Cliente Apenas invertendo a pirâmide, o cliente vira o foco da organização Identificar necessidades Identificar necessidades Identificar necessidades Identificar necessidades Identificar necessidades
  • 23. Ensinamentos de Len Hoffman Presidente Vice-Presidentes Gerentes Intermediários Supervisores Empregados (associados) Cliente Apenas invertendo a pirâmide, o cliente vira o foco da organização Suprir Necessidades Suprir Necessidades Suprir Necessidades Suprir Necessidades Suprir Necessidades
  • 24. Ensinamentos de Len Hoffman Presidente Vice-Presidentes Gerentes Intermediários Supervisores Empregados (associados) Cliente Apenas invertendo a pirâmide, o cliente vira o foco da organização Remover Obstáculos Remover Obstáculos Remover Obstáculos Remover Obstáculos Remover Obstáculos
  • 25. Ensinamentos de Len Hoffman Presidente Vice-Presidentes Gerentes Intermediários Supervisores Empregados (associados) Cliente Sendo assim, o papel do líder passa de “ser servido” para “servir”.
  • 26. Ensinamentos de Len Hoffman Comparativo importante sobre o ensinamento de “servir”. • 1º Identificar as necessidades • 2º Satisfazer as necessidades • Consequência >>> Servir seus empregados ISSO É DIFERENTE DE IDENTIFICAR E SATISFAZER AS VONTADES DAS PESSOAS, POIS ISSO SIGNIFICA SER ESCRAVOS DELAS.
  • 27. Ensinamentos de Len Hoffman Vontade Não considera as consequências físicas ou psicológicas daquilo que deseja. Ex: Empregado de base ter vontade de ganhar R$ 20.000,00 na sua função, isso levaria a empresa a falência, levando em consideração que todos os funcionários daquele nível hierárquico também ganhassem a mesma quantia. Necessidade Legítima exigência física ou psicológica para o bem-estar do ser humano. Ex: Operador de retroescavadeira ter um bom equipamento para trabalhar (necessidade física)
  • 28. Ensinamentos de Len Hoffman Quais são as necessidades das pessoas que lidero? Hierarquia de Necessidades Humanas, de Abraham Maslow
  • 29. Ensinamentos de Len Hoffman Quais são as necessidades das pessoas que lidero? Qual o modelo de liderança para suprir as necessidades das pessoas?
  • 30. “Quem quiser ser líder deve ser primeiro servidor. Se você quiser liderar, deve servir.” Jesus Cristo REFLEXÃO – Capítulo 3
  • 31. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo
  • 32. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo A liderança que se exerce a longo prazo, suportando o teste do tempo, deve ser construída sobre autoridade. Lembrete: Definição de Autoridade Capacidade de levar as pessoas a realizarem sua vontade de bom grado, por causa de sua influência pessoal. E sobre o que se constrói a Autoridade???
  • 33. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo Exemplos: Jesus Cristo Gandhi Martin Luther King Madre Teresa de Calcutá Sua mãe (na maioria dos casos) Serviço e Sacrifício
  • 34. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo E no que se baseia o Serviço e Sacrifício??? Serviço e Sacrifício
  • 35. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo Amor no sentido de comportamento e não como um sentimento. Serviço e Sacrifício Amor
  • 36. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo E como tudo começa? A amor é construído sobre o que? Serviço e Sacrifício Amor
  • 37. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo Boas intenções sem coloca-las em práticas são iguais a NADA. Portanto, VONTADE é exatamente o oposto. INTENÇÕES + AÇÕES = VONTADE Serviço e Sacrifício Amor Vontade
  • 38. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade Liderança Modelo copiado de Jesus Cristo Só quando nossas ações estiverem de acordo com as nossas intenções é que nos tornaremos pessoas harmoniosas e líderes coerentes. Serviço e Sacrifício Amor Vontade
  • 39. Ensinamentos de Len Hoffman Autoridade LiderançaRESUMO A liderança começa com a VONTADE, que é nossa escolha de comportamento, o AMOR, isto é, sentir as necessidades legítimas daqueles que lideramos, para atende-las precisamos nos dispor a SERVIR e até mesmo nos SACRIFICAR, quando isso ocorre exercemos AUTORIDADE ou influência, e quando exercemos autoridade ganhamos o direito de sermos chamados de líderes. Quem é o maior líder? Aquele que serviu mais. Serviço e Sacrifício Amor Vontade
  • 40. “Não tenho necessariamente que gostar de meus jogadores e sócios, mas como líder devo amá-los. O amor é lealdade, o amor é trabalho de equipe, o amor é respeito a dignidade e a individualidade. Esta é a força de qualquer organização.” Vince Lombardi REFLEXÃO – Capítulo 4 Primeiro treinador vencedor do Super Bowl. Após seu falecimento em 1970 o nome deste torneio foi rebatizado com o nome dele, passando a se chamar Vince Lombardi Trophy, até hoje.
  • 41. Ensinamentos de Len Hoffman Neste capítulo o Assunto tratado é: Amor e Liderança Perguntas típicas: Como amar nossos inimigos? Como amar Adolf Hitler? Amor na liderança não trata de sentimento, e sim de ação. E como exemplo, o monge citou características do AMOR que ele quer ensinar, O AMOR AGAPÉ, que é um verbo que descreve como nos comportamos, e não como nos sentimos.
  • 42. Ensinamentos de Len Hoffman Características de Amor Agapé O quer dizer? Paciência Mostrar autocontrole Bondade Dar atenção, apreciação e incentivo Humildade Ser autêntico e sem pretensão ou arrogância Respeito Tratar os outros como pessoas importantes Abnegação Satisfazer as necessidades dos outros Perdão Desistir de ressentimento quando prejudicado Honestidade Ser livre de engano Compromisso Sustentar suas escolhas Resultados: Serviço e Sacrifício Pôr de lado suas vontades e necessidades; Buscar o maior bem para os outros Neste capítulo o Assunto tratado é: Amor e Liderança
  • 43. “Homens e mulheres desejam fazer um bom trabalho. Se lhes for dado o ambiente adequado, eles o farão.” Bill Hewlett Fundador, Hewlett-Packard Famosa HP REFLEXÃO – Capítulo 5
  • 44. Ensinamentos de Len Hoffman Neste capítulo o Assunto tratado é: Ambiente de Trabalho Começa com a metáfora de plantar um jardim! O processo é simples: - Localizar um local que receba bastante sol - Trabalhar no solo para preparar um plantio - Plantar as sementes - Regar - Adubar - Livrar as pragas - Capinar de tempos em tempos E qual a consequência disso tudo?
  • 45. Ensinamentos de Len Hoffman Um lindo jardimcom crescimento das plantas, e tão logo a vinda das flores e frutos! Portanto, o que foi feito? Apenas preparamos o ambiente para que o jardim desse bons frutos. Assim também é nas organizações, criando um ambiente saudável para seres humanos crescerem e terem sucesso.
  • 46. Ensinamentos de Len Hoffman Para que chegue a hora da colheita no ambiente de trabalho é necessário se atentar as contas bancárias relacionais, pois tudo que o líder faz envia uma mensagem. Nos ensina a importância de manter saudável o equilíbrio dos relacionamentos com as pessoas importantes de nossa vida, inclusive das que lideramos. As retiradas e depósitos ocorrem nestas contas imaginárias através de nossos comportamentos. Quando conhecemos uma pessoa, o saldo é zero.
  • 47. Ensinamentos de Len Hoffman Pode ser uma analogia de feedback positivo (depósitos) e negativo (retiradas). O livro menciona um artigo que afirma que para cada retirada são necessários 4 depósitos. Ilustra porque devemos elogiar uma pessoa em público e nunca puni-las em público.
  • 49. Ensinamentos de Len Hoffman Neste capítulo temos a definição de que disciplina tem o objetivo de ensinar a fazer o que não é natural, e consequentemente tornar o não natural em um hábito, e tais habilidades geram comportamentos ligados a liderança. Existem 4 estágios necessários para adquirir novos hábitos ou habilidades. 1 – Inconsciente e Sem habilidade 2 – Consciente e Sem Habilidade 3 – Consciente e Habilidoso 4 – Inconsciente e Habilidoso
  • 50. Ensinamentos de Len HoffmanOutro ensinamento do capítulo 6. Um professor uma vez falou: “Eu não posso obrigar vocês a fazerem o dever de casa”, e continuou, “Há apenas duas coisas que todos são obrigados, a morrer e a pagar impostos”. Mas este professor não disse toda a verdade, há pessoas que optam por não pagar impostos, e vivem nas florestas, não tem nem dinheiro e vivem do cultivo da terra. Portanto, há somente duas coisas na vida que temos que fazer. São elas, Morrer e Fazer escolhas.
  • 51. Capítulo 7 – A RECOMPENSA “Para cada esforço disciplinado há uma retribuição múltipla.” Jim Rohn Mentor do fundador da Herbalife
  • 52. Ensinamentos de Len Hoffman Visto tudo que um líder precisar ser, a pergunta final do livro é a seguinte. Estabelecer influência, prestar atenção as pessoas, amar, doar-se aos outros, elogiar, reconhecer ao próximo, a disciplina para aprender novas práticas e comportamentos. Valerá a pena? Em resposta, o autor relata um estudo sociológico feito a partir de uma pesquisa com cem pessoas de mais de 90 anos. A pergunta era simples. “Se você tivesse que viver sua vida outra vez, o que faria de maneira de diferente? Neste capítulo o Assunto tratado é: Qual o resultado de todo o esforço?
  • 53. O livro termina com a seguinte frase: “Uma jornada de duzentos quilômetros começa um simples passo” Provérbio Chinês
  • 54. James C. Hunter BIOGRAFIA DO AUTOR Nasceu em 1955, em Detroit, EUA. Palestrante, Professor, Escritor e consultor chefe da J. D Associados, uma empresa de consultoria de relações de trabalho e treinamento. Tem mais de 20 anos de experiência em R.H. Mora nos EUA, em Michigan com a esposa e filhos. Tem clientes como a Nestlé, American Express e McDonald´s.
  • 55.
  • 56. Por hoje é isso! E que venha a arguição!