SlideShare uma empresa Scribd logo
E.M.E.F. Vinícius de Moraes
                                   Língua Portuguesa
                            Profª. Ms. Vanessa O. D. Pires




            Reforma Ortográfica da
              Língua Portuguesa


Gravataí,Junho de 2009.
História
• A Língua Portuguesa já passou por
  várias mudanças ao longo dos
  tempos, e é natural que isso
  ocorra;
• Com as reformas na língua, as
  regras ficam cada vez mais
  simples.
• A reforma ortográfica altera
  somente a ORTOGRAFIA da língua,
  ou seja, o jeito de escrevê-la;
• A pronúncia das palavras não foi
  alterada!!!
O atual acordo ortográfico
• Foi elaborado em 1990
• Foi ratificado pelo Brasil em 2004
• O objetivo é unificar a ortografia da LP
• Todos os países da CPLP (Comunidade
  dos Países de Língua Portuguesa)
  passam a adotar a mesma ortografia.
• A última reforma ortográfica no Brasil
  aconteceu em 1971.
Comunidade dos Países de Língua
      Portuguesa (CPLP)
•   O presidente Lula assinou o Decreto
    do novo acordo na Academia Brasileira
    de Letras (ABL), no dia 29 de
    setembro de 2008, centenário de
    falecimento de Machado de Assis;
•   O atual acordo entrou em vigor no
    Brasil em 1º de janeiro de 2009;
MUDANÇAS
• No Brasil, apenas 0,5% das palavras
  sofreram alterações com as novas
  regras;
• Em Portugual as mudanças foram
  maiores, 1,6% das palavras mudaram;
Período de adaptação
• Mesmo entrando em vigor em janeiro de 2009, os
  falantes do idioma terão até dezembro de 2012 para
  se adaptarem à nova escrita;
• Nesse período, as duas normas ortográficas poderão
  ser usadas e aceitas como corretas nos exames
  escolares, vestibulares, concursos públicos e demais
  meios escritos;
• a partir de 2010 os alunos de 1º a 5º ano do Ensino
  Fundamental receberão os livros dentro da nova
  norma;
• as turmas de 6º a 9º ano e de Ensino Médio
  receberão os livros, respectivamente, em 2011 e
  2012.
Aspectos Positivos

• redução dos custos de produção e
  adaptação de livros;
• facilitação na aprendizagem da língua
  pelos estrangeiros;
• simplificação de algumas regras
  ortográficas.
Aspectos Negativos

• Todos que já possuem interiorizadas as
  normas gramaticais, terão de aprender
  as novas regras;
• Surgimento de dúvidas;
• Adaptação de documentos e
  publicações.
O QUE MUDOU COM A
     REFORMA
  ORTOGRÁFICA???
Principais mudanças


          •   Alfabeto
           • Trema
•   Regras de acentuação gráfica
        • Uso do hífen
      • Letras maiúsculas
o ALFABETO passará a ter 26 letras.


              k       w y
abcdefghij lmnopqrstuv x z
TREMA

a TREMA deixará de existir, a não ser em
nomes próprios e seus derivados.

    conseqüência
    consequência
                            Müller
file:///D:/Vanessa/AULAS/trema.jpg
o ACENTO CIRCUNFLEXO não se usará mais:
1. nas terceiras pessoas do plural do presente
do indicativo ou do subjuntivo dos verbos "crer",
"dar", "ler", "ver" e seus derivados.


     crêem               vêem
     creem               veem
              dêem                lêem
              deem                leem
o ACENTO CIRCUNFLEXO não se usará mais:
 2. em palavras terminadas em hiato "oo".



          enjôo           vôo
          enjoo           voo
o ACENTO AGUDO não se usará mais:
1. em ditongos abertos “éi” e “ói” -
paroxítonas:

   assembléia        idéia
   assembleia        ideia
         jibóia      heróica
         jiboia      heroica
o ACENTO AGUDO não se usará mais:
2. nas palavras paroxítonas, com "i" e "u"
tônicos depois de ditongo:


          feiúra
          feiura          baiúca
                          baiuca
o    ACENTO      AGUDO      não     se    usará mais:
3. nas formas verbais rizotônicas (que têm o acento
tônico na raiz) no “u” tônico precedido de “g” ou “q”
e seguido de “e” ou “i” - gúe; gúi; qúe...


      averigúe                     argúem
       (averiguar)                 (arg(ü/u)ir)
     averigue                      arguem
                     apazigúe
                     (apaziguar)
                     apazigue
file:///D:/Vanessa/blog_materiais/85264267.jpg




Verbos como esses admitem dupla
 pronúncia, sendo legítimas também
 formas como:
Averígue, enxágue, delínque.
Acento diferencial
Não se usa mais o acento que diferenciava os pares:
• pára (v. parar)/para = para
• péla(s) (v. pelar)/pela(s) = pela
• pêlo(s) (pelos do gato)/pelo(s) = pelo
• pólo(s) (Pólo Norte)/polo(s) (ia polo caminho) =
polo
• pêra (fruta)/pera (ela foi pera rua) = pera
Permanece o acento diferencial em:
• pôde/pode para o verbo poder
  Pôde é a forma do passado
Minha mãe não pôde estudar quando era jovem.

  Pode é a forma do presente
Agora que criou os filhos ela pode voltar a estudar.

• pôr/por. Pôr é verbo. Por é preposição.
• singular X plural dos verbos ter e vir, assim como de seus
  derivados (manter, deter, reter, conter, convir, intervir,
  advir etc.).
   – Ele tem / Eles têm
   – Ele vem / Eles vêm
   – Ele mantém / Eles mantêm
   – A ele convém / a eles convêm
• É facultativo o uso do acento
  circunflexo para diferenciar as palavras
  forma/fôrma. Em alguns casos, o uso
  do acento deixa a frase mais clara.
  Qual é a forma da fôrma do bolo?
                            file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/forma.jpg
HÍFEN
file:///D:/Vanessa/blog_materiais/88158160.jpg




              O                                     hífen é um sinal gráfico mal
                                                 sistematizado na ortografia da língua
                                                 portuguesa, cujas regras o atual acordo
                                                 tentou organizar, de modo a tornar seu
                                                 uso mais racional e simples, alterando
                                                 algumas das anteriores.
CASOS EM QUE   NÃO SE DEVE USAR O
                HÍFEN:
o HÍFEN não se usará mais:
1. quando o segundo elemento começar com s ou
r, ao invés do hífen essas letras serão duplicadas.



  anti-semita               contra-regra
  antissemita               contrarregra
Exceção:    só não muda quando os primeiros
elementos terminam com r.


          hiper-requintado
           inter-resistente
            super-revista
o HÍFEN não se usará mais:
2. quando o primeiro elemento termina em
vogal e o segundo elemento começa com
uma vogal diferente.

    extra-escolar     auto-estrada
    extraescolar      autoestrada
Não se deve usar o hífen em certas
 palavras que perderam a noção de
            composição:
Girassol, madressilva, paraquedas,
             pontapé.
CASOS EM QUE O USO DO HÍFEN   É
        MANTIDO...
Com os prefixos, em geral, usa-se hífen diante de
  palavra iniciada por “h”:
Co-herdeiro, anti-higiênico; super-homem.
                                   file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/superman_04.gif




Exceção: mantêm-se nos prefixos des e in, quando
  o segundo elemento perde o “h” inicial:
  desabilitar, inumano, inábil.
Quando o prefixo termina por letra – vogal
    ou consoante – idêntica à que inicia o
             segundo elemento:
 Inter-racial, micro-ônibus; micro-ondas;
     anti-inflamatório; super-revista...
Usa-se SEMPRE com os prefixos além,
  aquém, ex, pós, pré, vice, recém, sem:

Ex-diretor, pós-graduação, recém-casado,
                sem-terra...
file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/indio%20tupi.bmp




                                                       Deve-se usar o hífen com os
                                                          sufixos de origem tupi-
                                                                  guarani:



                                                       Sabiá-guaçu; anajá-mirim;
                                                             tamanduá-açu...
Para ligar duas ou mais palavras que
  ocasionalmente se combinam, formando
  não propriamente vocábulos, mas
  encadeamentos vocabulares:

 Eixo Rio-São Paulo; rodovia Rio-Bahia.
Letras maiúsculas

Uso obrigatório em: nomes próprios de pessoas,
  lugares, instituições, seres mitológicos, nomes
  de    festas,     pontos     cardeais,    siglas,
  abreviaturas e títulos de periódicos.
Uso facultativo em: domínios do saber
  (matemática),           títulos        (doutor),
  categorizações de logradouros públicos (rua),
  templos (igreja) e edifícios (edifício
  Cruzeiro).
Todas as regras são claras?

Ainda há algumas dúvidas a
                                   file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/volp.jpg




  respeito do Acordo Ortográfico
  atual. No Brasil a obra que
  listará todas as palavras e
  casos que sofrerão mudanças
  será o Vocabulário Ortográfico
  (VOLP) da Academia Brasileira
  de Letras.
Bibliografia


•     Guia do acordo ortográfico – Editora
                    Moderna
    • Novo acordo ortográfico da Língua
      Portuguesa: Questões para além da
            escrita. EdiPucrs, 2009.
TESTE
1) Quantos países no mundo
     falam português?
          a)Sete
          b) Oito
         c) Nove
2) Quando aconteceu a última
reforma ortográfica no Brasil?
        a) Em 1943
        b) Em 1945
        c) Em 1971
3) Qual o principal argumento
  para a reforma ortográfica do
           português?
a) As palavras acabam tendo significados
   diferentes em cada país, provocando
   desentendimentos
b) Das línguas mais faladas no mundo, o
   português é a única que não é
   unificada
c) A necessidade de simplificar a escrita
   em todos esses países
4) Como fica a palavra pára-
   quedas com a reforma
       ortográfica?
     a)Pára-quedas
     b)Paraquedas
     c)Páraquedas
5) Como fica a palavra pré-
  história com a reforma
       ortográfica?

       a)Pré-história
      b) Pre-história
      c) Préhistória
6) As letras y, w e k voltam com
     a reforma ortográfica:

b) apenas para palavras estrangeiras
• para palavras onde o fonema couber
   como kayake
d) para palavras estrangeiras e
   onomatopéias
7) Qual dessas palavras vai estar
incorreta após reforma ortográfica?
          a) Frequente
            • Ideia
            • Facto
8) Como fica a terceira pessoa
do presente do verbo parar com
          a reforma?
          a) Ele pára
          b) Ele para
    c) Ele para ou ele pára
9) Qual dessas palavras vai estar
correta após a reforma ortográfica?

          b) Inconseqüente
               • Voo
         d) Contra-reforma
10) Se o assunto for "mudanças na economia
         mundial", a grafia correta será:

a) política econômica
• política económica

•     política econômica ou política
     económica
Gabaritos
   1)b
   2)c
   3)b
   4)b
   5)a
   6)a
   7)c
   8)b
   9)b
   10)c

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula de fonema
Aula de fonemaAula de fonema
Aula de fonema
Adriana Virgens
 
Exemplos de artigo de opinião
Exemplos de artigo de opiniãoExemplos de artigo de opinião
Exemplos de artigo de opinião
Leandro Rodrigues
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
Jaciara Mota
 
Dígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantalDígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantal
Rosana Mayer
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
Andreia Berto
 
Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?
Jaiza Nobre
 
Preposicao[1]
Preposicao[1]Preposicao[1]
Língua espanhola
Língua espanholaLíngua espanhola
Língua espanhola
Heber Soares
 
Figuras de linguagem exercícios
Figuras de linguagem   exercíciosFiguras de linguagem   exercícios
Figuras de linguagem exercícios
NAPNE
 
Trabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoTrabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoSandoval Vitor
 
Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009
Pitnews65
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Cynthia Funchal
 
Texto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdf
Texto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdfTexto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdf
Texto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdf
Fabrícia Martins
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
Aline Alves
 
2 acentuação gráfica
2  acentuação gráfica2  acentuação gráfica
2 acentuação gráfica
Sadrak Silva
 
Hifen
HifenHifen
BittenCursos Sintaxe - Agente da Passiva
BittenCursos   Sintaxe - Agente da PassivaBittenCursos   Sintaxe - Agente da Passiva
BittenCursos Sintaxe - Agente da Passiva
Nélson Bittencourt
 
Uso da crase
Uso da crase Uso da crase
Uso da crase
sandra
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
Flaviacristina74
 
Bingo e Baralho Inglês
Bingo e Baralho InglêsBingo e Baralho Inglês
Bingo e Baralho Inglês
Adilson P Motta Motta
 

Mais procurados (20)

Aula de fonema
Aula de fonemaAula de fonema
Aula de fonema
 
Exemplos de artigo de opinião
Exemplos de artigo de opiniãoExemplos de artigo de opinião
Exemplos de artigo de opinião
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 
Dígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantalDígrafo e encontro consonantal
Dígrafo e encontro consonantal
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
 
Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?Crase: Como Usar?
Crase: Como Usar?
 
Preposicao[1]
Preposicao[1]Preposicao[1]
Preposicao[1]
 
Língua espanhola
Língua espanholaLíngua espanhola
Língua espanhola
 
Figuras de linguagem exercícios
Figuras de linguagem   exercíciosFiguras de linguagem   exercícios
Figuras de linguagem exercícios
 
Trabalho de português: Artigo
Trabalho de português: ArtigoTrabalho de português: Artigo
Trabalho de português: Artigo
 
Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009Prova 2 Em Simulado I 2009
Prova 2 Em Simulado I 2009
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Texto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdf
Texto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdfTexto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdf
Texto-de-reflexão-vamos-falar-de-autoestima-na-adolescência.pdf
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
 
2 acentuação gráfica
2  acentuação gráfica2  acentuação gráfica
2 acentuação gráfica
 
Hifen
HifenHifen
Hifen
 
BittenCursos Sintaxe - Agente da Passiva
BittenCursos   Sintaxe - Agente da PassivaBittenCursos   Sintaxe - Agente da Passiva
BittenCursos Sintaxe - Agente da Passiva
 
Uso da crase
Uso da crase Uso da crase
Uso da crase
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
 
Bingo e Baralho Inglês
Bingo e Baralho InglêsBingo e Baralho Inglês
Bingo e Baralho Inglês
 

Semelhante a Reformaortografica 2009 Vanessa

Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
Escolanelda
 
Novo acordo
Novo acordoNovo acordo
Novo acordo
Amelia Barros
 
Oficina ana
Oficina anaOficina ana
Oficina ana
Ana Cristina sousa
 
Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]
Deivison Candinho
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
katiaourives
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
katiaourives
 
Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)
Sonia Beth
 
Acordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesaAcordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesa
Priscila Vila Verde
 
Nova reforma ortográfica
Nova reforma ortográficaNova reforma ortográfica
Nova reforma ortográfica
thiagofilipec_07
 
Reforma OrtográFica
Reforma OrtográFicaReforma OrtográFica
Reforma OrtográFica
guest5a4e95d
 
Reforma OrtográFica
Reforma OrtográFicaReforma OrtográFica
Reforma OrtográFica
guest5a4e95d
 
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].pptREFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
PatrciaMonteiro61
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
Eliane Sapiraim Durão
 
Reforma ortográfica adalzira
Reforma ortográfica  adalziraReforma ortográfica  adalzira
Reforma ortográfica adalzira
Adalziraaguinafabiana
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
Adalziraaguinafabiana
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
mfmpafatima
 
Língua portuguesa 1
Língua portuguesa 1Língua portuguesa 1
Língua portuguesa 1
Fabioarslonga
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
hlemmur
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
hlemmur
 
Guia prático nova ortografia
Guia prático   nova ortografiaGuia prático   nova ortografia
Guia prático nova ortografia
Patricia Fernandes
 

Semelhante a Reformaortografica 2009 Vanessa (20)

Novo Acordo Ortográfico
Novo Acordo OrtográficoNovo Acordo Ortográfico
Novo Acordo Ortográfico
 
Novo acordo
Novo acordoNovo acordo
Novo acordo
 
Oficina ana
Oficina anaOficina ana
Oficina ana
 
Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]Novo acordo ortográfico[1]
Novo acordo ortográfico[1]
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)Regras ortograficas (1)
Regras ortograficas (1)
 
Acordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesaAcordo ortográfico da língua portuguesa
Acordo ortográfico da língua portuguesa
 
Nova reforma ortográfica
Nova reforma ortográficaNova reforma ortográfica
Nova reforma ortográfica
 
Reforma OrtográFica
Reforma OrtográFicaReforma OrtográFica
Reforma OrtográFica
 
Reforma OrtográFica
Reforma OrtográFicaReforma OrtográFica
Reforma OrtográFica
 
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].pptREFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
REFORMA_ORTOGRAFICA[1].ppt
 
Novo acordo ortográfico
Novo acordo ortográficoNovo acordo ortográfico
Novo acordo ortográfico
 
Reforma ortográfica adalzira
Reforma ortográfica  adalziraReforma ortográfica  adalzira
Reforma ortográfica adalzira
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
 
Reforma ortográfica
Reforma ortográficaReforma ortográfica
Reforma ortográfica
 
Língua portuguesa 1
Língua portuguesa 1Língua portuguesa 1
Língua portuguesa 1
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Nova ortografia
Nova ortografiaNova ortografia
Nova ortografia
 
Guia prático nova ortografia
Guia prático   nova ortografiaGuia prático   nova ortografia
Guia prático nova ortografia
 

Mais de Vanessa Dagostim

Alfabeto em Espanhol Material didático __
Alfabeto em Espanhol Material didático __Alfabeto em Espanhol Material didático __
Alfabeto em Espanhol Material didático __
Vanessa Dagostim
 
Saludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdf
Saludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdfSaludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdf
Saludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdf
Vanessa Dagostim
 
Introd ensinolinguaportsurdos t2
Introd ensinolinguaportsurdos t2Introd ensinolinguaportsurdos t2
Introd ensinolinguaportsurdos t2
Vanessa Dagostim
 
Adjectives, Comparatives And Superlatives 1
Adjectives, Comparatives And Superlatives  1Adjectives, Comparatives And Superlatives  1
Adjectives, Comparatives And Superlatives 1
Vanessa Dagostim
 
Adjectives2
Adjectives2Adjectives2
Adjectives2
Vanessa Dagostim
 
Adjectives1
Adjectives1Adjectives1
Adjectives1
Vanessa Dagostim
 
Nova Ortografia Turma Monica[1]
Nova Ortografia Turma Monica[1]Nova Ortografia Turma Monica[1]
Nova Ortografia Turma Monica[1]
Vanessa Dagostim
 
Reforma Scritta
Reforma ScrittaReforma Scritta
Reforma Scritta
Vanessa Dagostim
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
Vanessa Dagostim
 
PDF Ensino de LPS
PDF Ensino de LPSPDF Ensino de LPS
PDF Ensino de LPS
Vanessa Dagostim
 
Vygostski E A Zdp
Vygostski E A ZdpVygostski E A Zdp
Vygostski E A Zdp
Vanessa Dagostim
 
Vygotsky 1
Vygotsky 1Vygotsky 1
Vygotsky 1
Vanessa Dagostim
 
Vygotsky 2
Vygotsky 2Vygotsky 2
Vygotsky 2
Vanessa Dagostim
 
Vygotsky 3
Vygotsky 3Vygotsky 3
Vygotsky 3
Vanessa Dagostim
 
Lei Nº 7365[1].93 Diretores
Lei Nº 7365[1].93   DiretoresLei Nº 7365[1].93   Diretores
Lei Nº 7365[1].93 Diretores
Vanessa Dagostim
 
Decret[1]. 11295.95 Diretores
Decret[1]. 11295.95   DiretoresDecret[1]. 11295.95   Diretores
Decret[1]. 11295.95 Diretores
Vanessa Dagostim
 
Educação de Surdos
Educação de SurdosEducação de Surdos
Educação de Surdos
Vanessa Dagostim
 
O Ensino de LPS
O Ensino de LPSO Ensino de LPS
O Ensino de LPS
Vanessa Dagostim
 
Auto-narrativas
Auto-narrativasAuto-narrativas
Auto-narrativas
Vanessa Dagostim
 
Professores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panorama
Professores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panoramaProfessores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panorama
Professores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panorama
Vanessa Dagostim
 

Mais de Vanessa Dagostim (20)

Alfabeto em Espanhol Material didático __
Alfabeto em Espanhol Material didático __Alfabeto em Espanhol Material didático __
Alfabeto em Espanhol Material didático __
 
Saludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdf
Saludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdfSaludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdf
Saludos-y-despedidas-en-espanol-ejercicios-pdf.pdf
 
Introd ensinolinguaportsurdos t2
Introd ensinolinguaportsurdos t2Introd ensinolinguaportsurdos t2
Introd ensinolinguaportsurdos t2
 
Adjectives, Comparatives And Superlatives 1
Adjectives, Comparatives And Superlatives  1Adjectives, Comparatives And Superlatives  1
Adjectives, Comparatives And Superlatives 1
 
Adjectives2
Adjectives2Adjectives2
Adjectives2
 
Adjectives1
Adjectives1Adjectives1
Adjectives1
 
Nova Ortografia Turma Monica[1]
Nova Ortografia Turma Monica[1]Nova Ortografia Turma Monica[1]
Nova Ortografia Turma Monica[1]
 
Reforma Scritta
Reforma ScrittaReforma Scritta
Reforma Scritta
 
Substantivo
SubstantivoSubstantivo
Substantivo
 
PDF Ensino de LPS
PDF Ensino de LPSPDF Ensino de LPS
PDF Ensino de LPS
 
Vygostski E A Zdp
Vygostski E A ZdpVygostski E A Zdp
Vygostski E A Zdp
 
Vygotsky 1
Vygotsky 1Vygotsky 1
Vygotsky 1
 
Vygotsky 2
Vygotsky 2Vygotsky 2
Vygotsky 2
 
Vygotsky 3
Vygotsky 3Vygotsky 3
Vygotsky 3
 
Lei Nº 7365[1].93 Diretores
Lei Nº 7365[1].93   DiretoresLei Nº 7365[1].93   Diretores
Lei Nº 7365[1].93 Diretores
 
Decret[1]. 11295.95 Diretores
Decret[1]. 11295.95   DiretoresDecret[1]. 11295.95   Diretores
Decret[1]. 11295.95 Diretores
 
Educação de Surdos
Educação de SurdosEducação de Surdos
Educação de Surdos
 
O Ensino de LPS
O Ensino de LPSO Ensino de LPS
O Ensino de LPS
 
Auto-narrativas
Auto-narrativasAuto-narrativas
Auto-narrativas
 
Professores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panorama
Professores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panoramaProfessores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panorama
Professores Investigando Suas PróPrias PráTicas:um panorama
 

Reformaortografica 2009 Vanessa

  • 1. E.M.E.F. Vinícius de Moraes Língua Portuguesa Profª. Ms. Vanessa O. D. Pires Reforma Ortográfica da Língua Portuguesa Gravataí,Junho de 2009.
  • 2. História • A Língua Portuguesa já passou por várias mudanças ao longo dos tempos, e é natural que isso ocorra; • Com as reformas na língua, as regras ficam cada vez mais simples. • A reforma ortográfica altera somente a ORTOGRAFIA da língua, ou seja, o jeito de escrevê-la; • A pronúncia das palavras não foi alterada!!!
  • 3. O atual acordo ortográfico • Foi elaborado em 1990 • Foi ratificado pelo Brasil em 2004 • O objetivo é unificar a ortografia da LP • Todos os países da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) passam a adotar a mesma ortografia. • A última reforma ortográfica no Brasil aconteceu em 1971.
  • 4. Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)
  • 5. O presidente Lula assinou o Decreto do novo acordo na Academia Brasileira de Letras (ABL), no dia 29 de setembro de 2008, centenário de falecimento de Machado de Assis; • O atual acordo entrou em vigor no Brasil em 1º de janeiro de 2009;
  • 6. MUDANÇAS • No Brasil, apenas 0,5% das palavras sofreram alterações com as novas regras; • Em Portugual as mudanças foram maiores, 1,6% das palavras mudaram;
  • 7. Período de adaptação • Mesmo entrando em vigor em janeiro de 2009, os falantes do idioma terão até dezembro de 2012 para se adaptarem à nova escrita; • Nesse período, as duas normas ortográficas poderão ser usadas e aceitas como corretas nos exames escolares, vestibulares, concursos públicos e demais meios escritos; • a partir de 2010 os alunos de 1º a 5º ano do Ensino Fundamental receberão os livros dentro da nova norma; • as turmas de 6º a 9º ano e de Ensino Médio receberão os livros, respectivamente, em 2011 e 2012.
  • 8. Aspectos Positivos • redução dos custos de produção e adaptação de livros; • facilitação na aprendizagem da língua pelos estrangeiros; • simplificação de algumas regras ortográficas.
  • 9. Aspectos Negativos • Todos que já possuem interiorizadas as normas gramaticais, terão de aprender as novas regras; • Surgimento de dúvidas; • Adaptação de documentos e publicações.
  • 10. O QUE MUDOU COM A REFORMA ORTOGRÁFICA???
  • 11. Principais mudanças • Alfabeto • Trema • Regras de acentuação gráfica • Uso do hífen • Letras maiúsculas
  • 12. o ALFABETO passará a ter 26 letras. k w y abcdefghij lmnopqrstuv x z
  • 13. TREMA a TREMA deixará de existir, a não ser em nomes próprios e seus derivados. conseqüência consequência Müller
  • 15. o ACENTO CIRCUNFLEXO não se usará mais: 1. nas terceiras pessoas do plural do presente do indicativo ou do subjuntivo dos verbos "crer", "dar", "ler", "ver" e seus derivados. crêem vêem creem veem dêem lêem deem leem
  • 16. o ACENTO CIRCUNFLEXO não se usará mais: 2. em palavras terminadas em hiato "oo". enjôo vôo enjoo voo
  • 17. o ACENTO AGUDO não se usará mais: 1. em ditongos abertos “éi” e “ói” - paroxítonas: assembléia idéia assembleia ideia jibóia heróica jiboia heroica
  • 18. o ACENTO AGUDO não se usará mais: 2. nas palavras paroxítonas, com "i" e "u" tônicos depois de ditongo: feiúra feiura baiúca baiuca
  • 19. o ACENTO AGUDO não se usará mais: 3. nas formas verbais rizotônicas (que têm o acento tônico na raiz) no “u” tônico precedido de “g” ou “q” e seguido de “e” ou “i” - gúe; gúi; qúe... averigúe argúem (averiguar) (arg(ü/u)ir) averigue arguem apazigúe (apaziguar) apazigue
  • 20. file:///D:/Vanessa/blog_materiais/85264267.jpg Verbos como esses admitem dupla pronúncia, sendo legítimas também formas como: Averígue, enxágue, delínque.
  • 21. Acento diferencial Não se usa mais o acento que diferenciava os pares: • pára (v. parar)/para = para • péla(s) (v. pelar)/pela(s) = pela • pêlo(s) (pelos do gato)/pelo(s) = pelo • pólo(s) (Pólo Norte)/polo(s) (ia polo caminho) = polo • pêra (fruta)/pera (ela foi pera rua) = pera
  • 22. Permanece o acento diferencial em: • pôde/pode para o verbo poder Pôde é a forma do passado Minha mãe não pôde estudar quando era jovem. Pode é a forma do presente Agora que criou os filhos ela pode voltar a estudar. • pôr/por. Pôr é verbo. Por é preposição. • singular X plural dos verbos ter e vir, assim como de seus derivados (manter, deter, reter, conter, convir, intervir, advir etc.). – Ele tem / Eles têm – Ele vem / Eles vêm – Ele mantém / Eles mantêm – A ele convém / a eles convêm
  • 23. • É facultativo o uso do acento circunflexo para diferenciar as palavras forma/fôrma. Em alguns casos, o uso do acento deixa a frase mais clara. Qual é a forma da fôrma do bolo? file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/forma.jpg
  • 24. HÍFEN file:///D:/Vanessa/blog_materiais/88158160.jpg O hífen é um sinal gráfico mal sistematizado na ortografia da língua portuguesa, cujas regras o atual acordo tentou organizar, de modo a tornar seu uso mais racional e simples, alterando algumas das anteriores.
  • 25. CASOS EM QUE NÃO SE DEVE USAR O HÍFEN:
  • 26. o HÍFEN não se usará mais: 1. quando o segundo elemento começar com s ou r, ao invés do hífen essas letras serão duplicadas. anti-semita contra-regra antissemita contrarregra
  • 27. Exceção: só não muda quando os primeiros elementos terminam com r. hiper-requintado inter-resistente super-revista
  • 28. o HÍFEN não se usará mais: 2. quando o primeiro elemento termina em vogal e o segundo elemento começa com uma vogal diferente. extra-escolar auto-estrada extraescolar autoestrada
  • 29. Não se deve usar o hífen em certas palavras que perderam a noção de composição: Girassol, madressilva, paraquedas, pontapé.
  • 30. CASOS EM QUE O USO DO HÍFEN É MANTIDO...
  • 31. Com os prefixos, em geral, usa-se hífen diante de palavra iniciada por “h”: Co-herdeiro, anti-higiênico; super-homem. file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/superman_04.gif Exceção: mantêm-se nos prefixos des e in, quando o segundo elemento perde o “h” inicial: desabilitar, inumano, inábil.
  • 32. Quando o prefixo termina por letra – vogal ou consoante – idêntica à que inicia o segundo elemento: Inter-racial, micro-ônibus; micro-ondas; anti-inflamatório; super-revista...
  • 33. Usa-se SEMPRE com os prefixos além, aquém, ex, pós, pré, vice, recém, sem: Ex-diretor, pós-graduação, recém-casado, sem-terra...
  • 34. file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/indio%20tupi.bmp Deve-se usar o hífen com os sufixos de origem tupi- guarani: Sabiá-guaçu; anajá-mirim; tamanduá-açu...
  • 35. Para ligar duas ou mais palavras que ocasionalmente se combinam, formando não propriamente vocábulos, mas encadeamentos vocabulares: Eixo Rio-São Paulo; rodovia Rio-Bahia.
  • 36. Letras maiúsculas Uso obrigatório em: nomes próprios de pessoas, lugares, instituições, seres mitológicos, nomes de festas, pontos cardeais, siglas, abreviaturas e títulos de periódicos. Uso facultativo em: domínios do saber (matemática), títulos (doutor), categorizações de logradouros públicos (rua), templos (igreja) e edifícios (edifício Cruzeiro).
  • 37. Todas as regras são claras? Ainda há algumas dúvidas a file:///D:/Minhas%20imagens/imagens/volp.jpg respeito do Acordo Ortográfico atual. No Brasil a obra que listará todas as palavras e casos que sofrerão mudanças será o Vocabulário Ortográfico (VOLP) da Academia Brasileira de Letras.
  • 38. Bibliografia • Guia do acordo ortográfico – Editora Moderna • Novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa: Questões para além da escrita. EdiPucrs, 2009.
  • 39. TESTE
  • 40. 1) Quantos países no mundo falam português? a)Sete b) Oito c) Nove
  • 41. 2) Quando aconteceu a última reforma ortográfica no Brasil? a) Em 1943 b) Em 1945 c) Em 1971
  • 42. 3) Qual o principal argumento para a reforma ortográfica do português? a) As palavras acabam tendo significados diferentes em cada país, provocando desentendimentos b) Das línguas mais faladas no mundo, o português é a única que não é unificada c) A necessidade de simplificar a escrita em todos esses países
  • 43. 4) Como fica a palavra pára- quedas com a reforma ortográfica? a)Pára-quedas b)Paraquedas c)Páraquedas
  • 44. 5) Como fica a palavra pré- história com a reforma ortográfica? a)Pré-história b) Pre-história c) Préhistória
  • 45. 6) As letras y, w e k voltam com a reforma ortográfica: b) apenas para palavras estrangeiras • para palavras onde o fonema couber como kayake d) para palavras estrangeiras e onomatopéias
  • 46. 7) Qual dessas palavras vai estar incorreta após reforma ortográfica? a) Frequente • Ideia • Facto
  • 47. 8) Como fica a terceira pessoa do presente do verbo parar com a reforma? a) Ele pára b) Ele para c) Ele para ou ele pára
  • 48. 9) Qual dessas palavras vai estar correta após a reforma ortográfica? b) Inconseqüente • Voo d) Contra-reforma
  • 49. 10) Se o assunto for "mudanças na economia mundial", a grafia correta será: a) política econômica • política económica • política econômica ou política económica
  • 50. Gabaritos 1)b 2)c 3)b 4)b 5)a 6)a 7)c 8)b 9)b 10)c