SlideShare uma empresa Scribd logo
PUBERDADEE
PUBERDADEE
ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA
M38 - GRUPO 3
HABILIDADES MÉDICAS
HABILIDADES MÉDICAS
TÓPICOS
TÓPICOS
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO PUBERDADE
PUBERDADE ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA CONSIDERANÇÕES
CONSIDERANÇÕES
FINAIS
FINAIS
TÓPICOS
TÓPICOS
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO PUBERDADE
PUBERDADE ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA CONSIDERANÇÕES
CONSIDERANÇÕES
FINAIS
FINAIS
Puberdade
x
Adolescência
PUBERDADE
PUBERDADE X
X ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA
X
X
A puberdade constitui uma parte
da adolescência caracterizada,
principalmente, pelo crescimento
físico, mudança da composição
corporal, eclosão hormonal,
evolução da maturação sexual.
A adolescência é um período de
transição entre infância e vida
adulta, caracterizado por
mudanças psicossociais.
TÓPICOS
TÓPICOS
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO PUBERDADE
PUBERDADE ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA CONSIDERANÇÕES
CONSIDERANÇÕES
FINAIS
FINAIS
Puberdade
x
Adolescência
Hormônios
Mudanças Físicas
HORMÔNIOS
HORMÔNIOS
HORMÔNIO FUNÇÃO
Tiroxina
Desenvolvimento do cérebro.
Taxa geral de crescimento.
Androgênio supra-renal
Desenvolvimento das características
sexuais secundárias (meninas)
Testosterona
Mudanças nas características sexuais
primárias e secundárias nos meninos.
Estradiol
Desenvolvimento do ciclo menstrual
e mamas.
GH
Taxa de maturação física;
estímulo para secreção de outras
glândulas envolvidas no processo da
puberdade.
MUDANÇASFÍSICAS
MUDANÇASFÍSICAS
TÓPICOS
TÓPICOS
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO PUBERDADE
PUBERDADE CONSIDERANÇÕES
CONSIDERANÇÕES
FINAIS
FINAIS
Puberdade
x
Adolescência
Hormônios
Mudanças Físicas
ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA
Introdução
Relacionamentos
Sexualidade
Crise de Identidade
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
A adolescência consiste em um período
de transição da infância para vida
adulta, onde se sofre inúmeras
mudanças emocionais, psicológicas,
sociais e físicas. Tais mudanças são
definidas por aspectos culturais,
sociais e temporais.
Existe uma enorme pluralidade de
abordagens no campo da psicologia
comportamental a respeito da
adolecência.
CONCEITOS BÁSICOS
CONCEITOS BÁSICOS
INTRUDUÇÃO-TÉORICOS
INTRUDUÇÃO-TÉORICOS
ANNA FREUD
ANNA FREUD
Em seu modelo de
desenvolvimento, coloca
os fatores sociais e
culturais, antes da
sexualidade. Enfatiza os
novos papeis e as tarefas
que a sociedade demanda
dos jovens.
O aumento dos impulsos
sexuais como consequência
da
maturação da puberdade
torna essa fase marcada
pela conduta imprevisível
dos adolescentes e pela
ambivalência na relação
com os pais e com a
sociedade.
ERIK ERIKSON
ERIK ERIKSON
A adolescência é estágio
das operações formais, um
momento de grande
importância para o
desenvolvimento
cognitivo-intelectual do
indivíduo, visto que este
é o momento que o jovem
está refletindo, ou seja,
levantando hipótese sobre
diversos tipos de
conhecimento.
JEAN PIAGET
JEAN PIAGET
CRISEDEIDADENTIDADE
CRISEDEIDADENTIDADE
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
Durante a adolescência o
jovem fica exposto aos
mais variáveis contextos:
amigos, escola, internet
etc, portanto os valores
familiares, antes únicos,
começam a ser
questionados e o
adolescente começa a
formar seus próprios
conceitos a respeito do
mundo e de si mesmo.
Durante o período da
adolescência há um
aumento significativo nas
habilidades cognitivas,
os adolescentes conseguem
formas pensamentos mais
abstratos, mas sem as
estruturas cognitivas
completamento formadas
esse período transitório
é marcado por
instabilidade.
AUTO-CONCEITO
AUTO-CONCEITO
A autoestima é,
normalmente, definida pelos
papeis de gênero. Enquanto
garotas procuram aprovação
por aparência e relações
interpessoais, garotos
procuram por meio de
esportes e o sentimento de
serem eficientes.
Nesse período a autoestima
é marcada, em ambos os
gêneros, pelo sentimento de
aceitação no seu grupo
AUTOESTIMA
AUTOESTIMA
RELACIONAMENTOS
RELACIONAMENTOS
FAMÍLIA
FAMÍLIA AMIGOS
AMIGOS
A adolescência é o período onde as
amizades se tornam mais relevantes
e os laços interpessoais mais
fortes, isso nasce da necessidade
de segurança e de participação
emocional com iguais, com pessoas
que estejam participando das mesmas
mudanças físicas e emocionais.
As amizades tendem a influenciar
mais nas decisões dos adolescentes
do que a própria família, visto que
esse tipo de relação é mais
compreensiva do que a familiar.
A família é, durante a infância, o
pilar social mais relevante de um
indivíduo. Contudo durante a
adolescência há um distanciamento,
visto que nesse período o jovem
está passando por um processo de
autodescoberta e de questionamento
e passa a procurar seguranças em
seus "iguais", adolescentes
passando pelo pelas mesmas
dificuldades.
Apesar disso, a família ainda molda
como esse adolescente vê o mundo e
se expressa.
SEXUALIDADE
SEXUALIDADE
DESELVOLVIMENTO
DESELVOLVIMENTO
SEXUAL
SEXUAL
RELACIONAMENTOS
RELACIONAMENTOS
AMOROSOS
AMOROSOS
Durante a adolescência o jovem começa a
desenvolver seus primeiros
relacionamentos amorosos significativos
e apesar do afastamento do núcleo
familiar nesse momento de descoberta,
muitas vezes os jovens procuram em seus
relacionamentos amorosos parceiros que
se assemelhem a relação que os seus pais
ou responsáveis possuem, pois eles são
seu ponto de referência. Além disso,
hoje eu dia, os jovens idealizam
relações como aquelas que consomem na
internet e no entretenimento.
Sexualidade e adolescência são duas
palavras que, quando estão juntas,
ainda são vistas com muito alarde por
pais e responsáveis. Contudo, o
experimentar sexual é completamente
normal e deve evoluir e se modificar
seguindo o amadurecimento de cada
idade.
Também é nesse período que o
adolescente começa a descobri sua
orientação sexual, através de
relacionamentos, e experiências ele
começa a determinar o foco da sua
atração.
TÓPICOS
TÓPICOS
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO PUBERDADE
PUBERDADE CONSIDERANÇÕES
CONSIDERANÇÕES
FINAIS
FINAIS
Puberdade
x
Adolescência
Abuso de Substâncias
Saúde Mental
Hormônios
Mudanças Físicas
ADOLESCÊNCIA
ADOLESCÊNCIA
Introdução
Relacionamentos
Sexualidade
Crise de Identidade
DROGAS
DROGAS
REAFIRMAÇÃO
REAFIRMAÇÃO
REPRODUÇÃO DE
REPRODUÇÃO DE
COMPORTAMENTO
COMPORTAMENTO
Muitas vezes os jovens são expostos
aos mais diversos tipos de drogas
desde terna idade, por meio de
pais, familiares e outros. Dessa
forma ao chegarem na adolescência
podem vir a reproduzir o que estão
acostumados a ver no seu dia a dia.
Quanto mais cedo se inicia o uso de
qualquer entorpecente, mas graves e
irreversíveis são os danos
cerebrais.
Como trabalhado anteriormente, a
adolescência é um período onde os
jovens buscam a aprovação de
terceiros e estão em um momento de
experimentação. Portanto, sem
orientação adequada os jovens podem
reproduzir estilos e comportamentos
nocivos de outras pessoas em uma
tentativa de se autoafirmar perante
seu grupo. Os entorpecentes pode
ser utilizado também como meio de
se tornar mais desinibido em suas
relações interpessoais.
SAÚDEMENTAL
SAÚDEMENTAL
Doenças mentais são uma das principais
causas de comorbidades e de incapacitação
durante a adolescência.
No que se refere aos fatores de risco
para problemas de saúde mental do
adolescente, violências física,
psicológica e sexual sofridas no ambiente
familiar constituem como fator de maior
gravidade, que pode provocar o surgimento
de psicopatologias, principalmente na fase
inicial da adolescência.
CONCEITOS BÁSICOS
CONCEITOS BÁSICOS
FONTES
FONTES
Psicologia Médica- Marcos Alfredo De
Marco,Parte V, Capítulo 15;
Psicologia do Desenvolvimento - Alessandra
Silva Xavier, Capítulo 2 e Capítulo 3;
Aspectos do desenvolvimento na idade escolar
e na adolescência - Rodrigues e Melchiori.
O Adolescente e a Competência Social:
Focando o Número de Amigos - Maria Marta da
Silva, Revista USP
1.
2.
3.
4.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
guestbacc08
 
Puberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra CristãPuberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra Cristã
Paloma Santos Matos
 
Sexualidade puberdade, métodos e DSTs
Sexualidade puberdade, métodos e DSTsSexualidade puberdade, métodos e DSTs
Sexualidade puberdade, métodos e DSTs
Walter Marques
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
Márcia Cafeland
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
Felipe Spessatto
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Thiago de Almeida
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
Ana Paula Ribeiro de Oliveira
 
Adolescência e puberdade
Adolescência e puberdadeAdolescência e puberdade
Adolescência e puberdade
mirian1967
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
Soraya Filipa
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Alinebrauna Brauna
 
Identidade adolescente
Identidade adolescenteIdentidade adolescente
Identidade adolescente
Viviane Pasqualeto
 
Adolescencia
AdolescenciaAdolescencia
Adolescencia
WAGNER OLIVEIRA
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
escola 2/3 Bernardino Machado
 
Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1
Patrícia Alvarenga Sá
 
Folheto Gravidez na adolescencia
Folheto Gravidez na adolescenciaFolheto Gravidez na adolescencia
Folheto Gravidez na adolescencia
Dessa Reis
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
Ana Paula Ribeiro da Fonseca Lopes
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
Raí Salazar
 
Adolescência e puberdade
Adolescência e puberdadeAdolescência e puberdade
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
LuisMagina
 
Puberdade, hormonios, reprodução
Puberdade, hormonios, reproduçãoPuberdade, hormonios, reprodução
Puberdade, hormonios, reprodução
kelymota
 

Mais procurados (20)

Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
Puberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra CristãPuberdade - Palestra Cristã
Puberdade - Palestra Cristã
 
Sexualidade puberdade, métodos e DSTs
Sexualidade puberdade, métodos e DSTsSexualidade puberdade, métodos e DSTs
Sexualidade puberdade, métodos e DSTs
 
Sexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e AprendizagemSexualidade e Aprendizagem
Sexualidade e Aprendizagem
 
Educaçao sexual
Educaçao sexualEducaçao sexual
Educaçao sexual
 
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
Como ensinar os conceitos de Sexo e de Sexualidade na escola?
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Adolescência e puberdade
Adolescência e puberdadeAdolescência e puberdade
Adolescência e puberdade
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
Slides sexualidade na adolescência (palestra infanto)
 
Identidade adolescente
Identidade adolescenteIdentidade adolescente
Identidade adolescente
 
Adolescencia
AdolescenciaAdolescencia
Adolescencia
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1Sexualidade e afetividade 1
Sexualidade e afetividade 1
 
Folheto Gravidez na adolescencia
Folheto Gravidez na adolescenciaFolheto Gravidez na adolescencia
Folheto Gravidez na adolescencia
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Adolescência e puberdade
Adolescência e puberdadeAdolescência e puberdade
Adolescência e puberdade
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Puberdade, hormonios, reprodução
Puberdade, hormonios, reproduçãoPuberdade, hormonios, reprodução
Puberdade, hormonios, reprodução
 

Semelhante a Puberdade e Adolescência - Slide

Bncc.pdf
Bncc.pdfBncc.pdf
Resumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptx
Resumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptxResumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptx
Resumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptx
BeatrizVieira226546
 
Adolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anosAdolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anos
Kleverson Gomes
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Kátia Martins
 
Desenvolvimento fisico e psíquico na adolescencia
Desenvolvimento fisico e psíquico na adolescenciaDesenvolvimento fisico e psíquico na adolescencia
Desenvolvimento fisico e psíquico na adolescencia
Mari Oldoni
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...
Guima2011
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
Aluisio Èvora
 
Crescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adulto
Crescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adultoCrescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adulto
Crescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adulto
Van Der Häägen Brazil
 
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certoDsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Viviane Pasqualeto
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Ana Alpuim
 
Adolescêni
AdolescêniAdolescêni
Adolescêni
Ana Alpuim
 
Crescimento e mudanças no 8°a
Crescimento  e mudanças no                            8°aCrescimento  e mudanças no                            8°a
Crescimento e mudanças no 8°a
Rosário Souza
 
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certoDsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Viviane Pasqualeto
 
Identidade Pessoal Personalidade
Identidade Pessoal   PersonalidadeIdentidade Pessoal   Personalidade
Identidade Pessoal Personalidade
Carlos Pessoa
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...
Guima2011
 
Adolescência
Adolescência Adolescência
Adolescência
Eliana Graça
 
As etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoaAs etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoa
jt7_9
 
7º ano reda cem - 7.15
7º ano   reda cem - 7.157º ano   reda cem - 7.15
7º ano reda cem - 7.15
MatheusMesquitaMelo
 
Adolescência parte I trabalho de psicologia
Adolescência parte I trabalho de psicologia Adolescência parte I trabalho de psicologia
Adolescência parte I trabalho de psicologia
Sara Avelinos
 
Escola secundaria com 3ªciclo do ensino
Escola secundaria com 3ªciclo do ensinoEscola secundaria com 3ªciclo do ensino
Escola secundaria com 3ªciclo do ensino
sextoD
 

Semelhante a Puberdade e Adolescência - Slide (20)

Bncc.pdf
Bncc.pdfBncc.pdf
Bncc.pdf
 
Resumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptx
Resumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptxResumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptx
Resumo sobre Psi_D.H_-_Adolescencia.pptx
 
Adolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anosAdolescência -> 15-16 anos
Adolescência -> 15-16 anos
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Desenvolvimento fisico e psíquico na adolescencia
Desenvolvimento fisico e psíquico na adolescenciaDesenvolvimento fisico e psíquico na adolescencia
Desenvolvimento fisico e psíquico na adolescencia
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...
 
Sexualidade
SexualidadeSexualidade
Sexualidade
 
Crescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adulto
Crescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adultoCrescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adulto
Crescer linear criança e desenvolvimento, criança não é apenas versão do adulto
 
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certoDsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Adolescêni
AdolescêniAdolescêni
Adolescêni
 
Crescimento e mudanças no 8°a
Crescimento  e mudanças no                            8°aCrescimento  e mudanças no                            8°a
Crescimento e mudanças no 8°a
 
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certoDsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
Dsenvolvimento psicossocial do adulto jovem certo
 
Identidade Pessoal Personalidade
Identidade Pessoal   PersonalidadeIdentidade Pessoal   Personalidade
Identidade Pessoal Personalidade
 
Infância...
Infância...Infância...
Infância...
 
Adolescência
Adolescência Adolescência
Adolescência
 
As etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoaAs etapas do desenvolvimento de uma pessoa
As etapas do desenvolvimento de uma pessoa
 
7º ano reda cem - 7.15
7º ano   reda cem - 7.157º ano   reda cem - 7.15
7º ano reda cem - 7.15
 
Adolescência parte I trabalho de psicologia
Adolescência parte I trabalho de psicologia Adolescência parte I trabalho de psicologia
Adolescência parte I trabalho de psicologia
 
Escola secundaria com 3ªciclo do ensino
Escola secundaria com 3ªciclo do ensinoEscola secundaria com 3ªciclo do ensino
Escola secundaria com 3ªciclo do ensino
 

Último

A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
walterjose20
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
Manuel Pacheco Vieira
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
BarbaraKelle
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Lenilson Souza
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de espaços    e equipamentoshigienização de espaços    e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
Manuel Pacheco Vieira
 
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Fabiano Pessanha
 
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasivaPrevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
ClarissaNiederuaer
 
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdfmapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
AdrianoPompiroCarval
 
TCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdf
TCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdfTCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdf
TCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdf
ozielgvsantos1
 

Último (9)

A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de espaços    e equipamentoshigienização de espaços    e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
 
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
Tecnicas-de-Instrumentacao-Cirurgica-Em-Cirurgia-Geral-e-Em-Videolaparoscopia...
 
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasivaPrevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
Prevenção/tratamento de Intercorrências na estética minimamente invasiva
 
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdfmapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
mapas-mentais---calculo-de-medicacoes_1-3.pdf
 
TCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdf
TCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdfTCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdf
TCC - ALINE PEREIRA BENITES - ABSENTEISMO-E-COVID-19.pdf
 

Puberdade e Adolescência - Slide

  • 1. PUBERDADEE PUBERDADEE ADOLESCÊNCIA ADOLESCÊNCIA M38 - GRUPO 3 HABILIDADES MÉDICAS HABILIDADES MÉDICAS
  • 3. TÓPICOS TÓPICOS INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO PUBERDADE PUBERDADE ADOLESCÊNCIA ADOLESCÊNCIA CONSIDERANÇÕES CONSIDERANÇÕES FINAIS FINAIS Puberdade x Adolescência
  • 4. PUBERDADE PUBERDADE X X ADOLESCÊNCIA ADOLESCÊNCIA X X A puberdade constitui uma parte da adolescência caracterizada, principalmente, pelo crescimento físico, mudança da composição corporal, eclosão hormonal, evolução da maturação sexual. A adolescência é um período de transição entre infância e vida adulta, caracterizado por mudanças psicossociais.
  • 5. TÓPICOS TÓPICOS INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO PUBERDADE PUBERDADE ADOLESCÊNCIA ADOLESCÊNCIA CONSIDERANÇÕES CONSIDERANÇÕES FINAIS FINAIS Puberdade x Adolescência Hormônios Mudanças Físicas
  • 6. HORMÔNIOS HORMÔNIOS HORMÔNIO FUNÇÃO Tiroxina Desenvolvimento do cérebro. Taxa geral de crescimento. Androgênio supra-renal Desenvolvimento das características sexuais secundárias (meninas) Testosterona Mudanças nas características sexuais primárias e secundárias nos meninos. Estradiol Desenvolvimento do ciclo menstrual e mamas. GH Taxa de maturação física; estímulo para secreção de outras glândulas envolvidas no processo da puberdade.
  • 9. INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO A adolescência consiste em um período de transição da infância para vida adulta, onde se sofre inúmeras mudanças emocionais, psicológicas, sociais e físicas. Tais mudanças são definidas por aspectos culturais, sociais e temporais. Existe uma enorme pluralidade de abordagens no campo da psicologia comportamental a respeito da adolecência. CONCEITOS BÁSICOS CONCEITOS BÁSICOS
  • 10. INTRUDUÇÃO-TÉORICOS INTRUDUÇÃO-TÉORICOS ANNA FREUD ANNA FREUD Em seu modelo de desenvolvimento, coloca os fatores sociais e culturais, antes da sexualidade. Enfatiza os novos papeis e as tarefas que a sociedade demanda dos jovens. O aumento dos impulsos sexuais como consequência da maturação da puberdade torna essa fase marcada pela conduta imprevisível dos adolescentes e pela ambivalência na relação com os pais e com a sociedade. ERIK ERIKSON ERIK ERIKSON A adolescência é estágio das operações formais, um momento de grande importância para o desenvolvimento cognitivo-intelectual do indivíduo, visto que este é o momento que o jovem está refletindo, ou seja, levantando hipótese sobre diversos tipos de conhecimento. JEAN PIAGET JEAN PIAGET
  • 11. CRISEDEIDADENTIDADE CRISEDEIDADENTIDADE INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO Durante a adolescência o jovem fica exposto aos mais variáveis contextos: amigos, escola, internet etc, portanto os valores familiares, antes únicos, começam a ser questionados e o adolescente começa a formar seus próprios conceitos a respeito do mundo e de si mesmo. Durante o período da adolescência há um aumento significativo nas habilidades cognitivas, os adolescentes conseguem formas pensamentos mais abstratos, mas sem as estruturas cognitivas completamento formadas esse período transitório é marcado por instabilidade. AUTO-CONCEITO AUTO-CONCEITO A autoestima é, normalmente, definida pelos papeis de gênero. Enquanto garotas procuram aprovação por aparência e relações interpessoais, garotos procuram por meio de esportes e o sentimento de serem eficientes. Nesse período a autoestima é marcada, em ambos os gêneros, pelo sentimento de aceitação no seu grupo AUTOESTIMA AUTOESTIMA
  • 12. RELACIONAMENTOS RELACIONAMENTOS FAMÍLIA FAMÍLIA AMIGOS AMIGOS A adolescência é o período onde as amizades se tornam mais relevantes e os laços interpessoais mais fortes, isso nasce da necessidade de segurança e de participação emocional com iguais, com pessoas que estejam participando das mesmas mudanças físicas e emocionais. As amizades tendem a influenciar mais nas decisões dos adolescentes do que a própria família, visto que esse tipo de relação é mais compreensiva do que a familiar. A família é, durante a infância, o pilar social mais relevante de um indivíduo. Contudo durante a adolescência há um distanciamento, visto que nesse período o jovem está passando por um processo de autodescoberta e de questionamento e passa a procurar seguranças em seus "iguais", adolescentes passando pelo pelas mesmas dificuldades. Apesar disso, a família ainda molda como esse adolescente vê o mundo e se expressa.
  • 13. SEXUALIDADE SEXUALIDADE DESELVOLVIMENTO DESELVOLVIMENTO SEXUAL SEXUAL RELACIONAMENTOS RELACIONAMENTOS AMOROSOS AMOROSOS Durante a adolescência o jovem começa a desenvolver seus primeiros relacionamentos amorosos significativos e apesar do afastamento do núcleo familiar nesse momento de descoberta, muitas vezes os jovens procuram em seus relacionamentos amorosos parceiros que se assemelhem a relação que os seus pais ou responsáveis possuem, pois eles são seu ponto de referência. Além disso, hoje eu dia, os jovens idealizam relações como aquelas que consomem na internet e no entretenimento. Sexualidade e adolescência são duas palavras que, quando estão juntas, ainda são vistas com muito alarde por pais e responsáveis. Contudo, o experimentar sexual é completamente normal e deve evoluir e se modificar seguindo o amadurecimento de cada idade. Também é nesse período que o adolescente começa a descobri sua orientação sexual, através de relacionamentos, e experiências ele começa a determinar o foco da sua atração.
  • 14. TÓPICOS TÓPICOS INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO PUBERDADE PUBERDADE CONSIDERANÇÕES CONSIDERANÇÕES FINAIS FINAIS Puberdade x Adolescência Abuso de Substâncias Saúde Mental Hormônios Mudanças Físicas ADOLESCÊNCIA ADOLESCÊNCIA Introdução Relacionamentos Sexualidade Crise de Identidade
  • 15. DROGAS DROGAS REAFIRMAÇÃO REAFIRMAÇÃO REPRODUÇÃO DE REPRODUÇÃO DE COMPORTAMENTO COMPORTAMENTO Muitas vezes os jovens são expostos aos mais diversos tipos de drogas desde terna idade, por meio de pais, familiares e outros. Dessa forma ao chegarem na adolescência podem vir a reproduzir o que estão acostumados a ver no seu dia a dia. Quanto mais cedo se inicia o uso de qualquer entorpecente, mas graves e irreversíveis são os danos cerebrais. Como trabalhado anteriormente, a adolescência é um período onde os jovens buscam a aprovação de terceiros e estão em um momento de experimentação. Portanto, sem orientação adequada os jovens podem reproduzir estilos e comportamentos nocivos de outras pessoas em uma tentativa de se autoafirmar perante seu grupo. Os entorpecentes pode ser utilizado também como meio de se tornar mais desinibido em suas relações interpessoais.
  • 16. SAÚDEMENTAL SAÚDEMENTAL Doenças mentais são uma das principais causas de comorbidades e de incapacitação durante a adolescência. No que se refere aos fatores de risco para problemas de saúde mental do adolescente, violências física, psicológica e sexual sofridas no ambiente familiar constituem como fator de maior gravidade, que pode provocar o surgimento de psicopatologias, principalmente na fase inicial da adolescência. CONCEITOS BÁSICOS CONCEITOS BÁSICOS
  • 17. FONTES FONTES Psicologia Médica- Marcos Alfredo De Marco,Parte V, Capítulo 15; Psicologia do Desenvolvimento - Alessandra Silva Xavier, Capítulo 2 e Capítulo 3; Aspectos do desenvolvimento na idade escolar e na adolescência - Rodrigues e Melchiori. O Adolescente e a Competência Social: Focando o Número de Amigos - Maria Marta da Silva, Revista USP 1. 2. 3. 4.