SlideShare uma empresa Scribd logo
PAPO CABEÇA
• AS DIFERENÇAS ENTRE AS PESSOAS TORNAM A VIDA MAIS
DIVERTIDA OU MAIS CHATA? O QUE VOCÊ ACHA?
• QUE MUDANÇAS OCORREM COM AS PESSOAS NA
ADOLESCÊNCIA?
• VOCÊ CONCORDA QUE ADOLESCENCIA É UMA FASE CHEIA
DE INCERTEZAS E DÚVIDAS? JUSTIFIQUE.
• COMO AADOLESCENCIA É RETRATADA NOS MEIOS DE
COMUNICAÇÃO, NOS FILMES E NA TV? VOCÊ CONCORDA
COM ESSA VISÃO?
Por que o título da matéria
compara a puberdade com a
primavera?
Puberdade não é sinônimo de adolescência. A
adolescência é o período da vida que vai dos 10 aos
20 anos. Começa com a puberdade, mas continua até
à maturidade física e mental, acarretando mudanças
fisiológicas e psicossociais.
Por sua vez, a puberdade está inserida na
adolescência, que é a fase em que ocorrem todas as
transformações físicas e fisiológicas características
do período.
PERÍODO DE
MUDANÇAS
• Puberdade Masculina
• Nos meninos, a puberdade tem início um pouco mais tarde que nas meninas, entre os 9 e
os 13 anos. Os testículos aumentam a produção de testosterona, que estimula o
crescimento do genitais e dos pelos do corpo.
• As principais características da puberdade nos meninos são:
• Aumento do volume dos testículos, que passa de 3 para 4 ml, podendo chegar aos 25 ml
no final da puberdade;
• Crescimento do pênis a partir da metade da puberdade. Nesse período, pode surgir a
polução noturna, ou seja, a ejaculação involuntária durante o sono;
• Pubarca masculina (crescimento dos pelos pubianos);
• Alteração da voz;
• Presença de acne (espinhas);
• Cheiro de suor;
• Aumento da oleosidade no cabelo e na pele.
• A puberdade precoce masculina caracteriza-se pelo crescimento dos testículos ou do
pênis antes dos 9 anos de idade. A ausência de puberdade depois dos 14 anos indica
retardo puberal. Ambos os casos necessitam de uma avaliação médica.
• Puberdade Feminina
• O início da puberdade nas meninas ocorre entre os 8 e os 13 anos de idade. Os
ovários aumentam a produção de estrogênio, que estimula o crescimentos dos
genitais e das mamas.
• As meninas apresentam o estirão puberal de crescimento no início da puberdade,
enquanto que os meninos só irão apresentá-lo no final da puberdade.
• Os primeiros sinais e características da puberdade nas meninas, são:
• O primeiro sinal é o aparecimento do broto mamário (telarca), um nódulo na
região da aréola da mama, um pouco dolorido ao toque;
• Surgimento dos pelos pubianos (pubarca);
• Crescimento de pelos nas axilas, geralmente um ano após os pubianos;
• Cheiro de suor;
• Ocorrência da primeira menstruação (menarca).
• A puberdade precoce feminina ocorre quando o broto mamário surge antes dos 8
anos. Se for depois dos 13 anos, é sinal de retardo puberal. Nas duas situações, a
menina deve ser avaliada por um médico.
8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides infanto completo
Slides infanto completoSlides infanto completo
Slides infanto completo
Alinebrauna Brauna
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Leonardo Kaplan
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
César Milani
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Leonardo Kaplan
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
Fatima Comiotto
 
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Lucas Fontes
 
Aula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - SexualidadeAula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - Sexualidade
Leonardo Kaplan
 
Células
CélulasCélulas
Células
Cláudia Moura
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
Matheus Faria do Valle
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Bruno Djvan Ramos Barbosa
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
Aulas Biologia
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
pedropereiraeu
 
Metodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos speMetodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos spe
Alinebrauna Brauna
 
As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)
Ewerton Marinho
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
César Milani
 
Ciclo menstrual
Ciclo menstrualCiclo menstrual
Ciclo menstrual
Gladyanny Veras
 
Puberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;dPuberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;d
Monica Alves
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
Rebeca Vale
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
César Milani
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
 

Mais procurados (20)

Slides infanto completo
Slides infanto completoSlides infanto completo
Slides infanto completo
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema SolarAula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
Aula 6º ano - O Universo e o Sistema Solar
 
Reprodução
ReproduçãoReprodução
Reprodução
 
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
 
Aula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - SexualidadeAula 8º ano - Sexualidade
Aula 8º ano - Sexualidade
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Reprodução assexuada e sexuada
Reprodução assexuada  e sexuadaReprodução assexuada  e sexuada
Reprodução assexuada e sexuada
 
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
Sistema Reprodutor Masculino e Feminino
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Puberdade
PuberdadePuberdade
Puberdade
 
Metodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos speMetodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos spe
 
As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)As rochas (Ciências 6º ano)
As rochas (Ciências 6º ano)
 
Aulão a origem da vida
Aulão a origem da vidaAulão a origem da vida
Aulão a origem da vida
 
Ciclo menstrual
Ciclo menstrualCiclo menstrual
Ciclo menstrual
 
Puberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;dPuberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;d
 
II. 1 As células
II. 1 As célulasII. 1 As células
II. 1 As células
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
 

Semelhante a 8 ano puberdade e adolescência

Adolescência
Adolescência Adolescência
Adolescência
Espaço Emrc
 
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
JlioCsar374
 
David ptie
David ptieDavid ptie
David ptie
joaofranco1994
 
Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2
luis97filipe
 
Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)
Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)
Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)
jmabp4
 
A puberdade - Enfa. Helena Pinto
A puberdade - Enfa. Helena PintoA puberdade - Enfa. Helena Pinto
A puberdade - Enfa. Helena Pinto
jmabp4
 
Afinal O Que Se Passa Comigo I
Afinal O Que Se Passa Comigo IAfinal O Que Se Passa Comigo I
Afinal O Que Se Passa Comigo I
Nelson Ramalhoto
 
afinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdf
afinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdfafinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdf
afinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdf
joao sobral
 
Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02
Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02
Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02
Pelo Siro
 
Puberdade alterações físicas.pdf
Puberdade alterações físicas.pdfPuberdade alterações físicas.pdf
Puberdade alterações físicas.pdf
MarcosAntniodeSouzaS1
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
gustavo antunes
 
Sinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.QSinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.Q
Melissa Matos
 
Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
isabelalexandrapinto
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
Paulo Gomes
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
gustavo antunes
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
David Alcantara
 
Puberdade.pptx
Puberdade.pptxPuberdade.pptx
Puberdade.pptx
MAXSUELOLIVEIRA11
 
Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.
Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.
Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.
Hugo Silva
 
TransmissãO Da Vida 1
TransmissãO Da Vida  1TransmissãO Da Vida  1
TransmissãO Da Vida 1
clvr
 
Transmissão da Vida - Parte I
Transmissão da Vida - Parte ITransmissão da Vida - Parte I
Transmissão da Vida - Parte I
clvr
 

Semelhante a 8 ano puberdade e adolescência (20)

Adolescência
Adolescência Adolescência
Adolescência
 
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
42586_14c3e97323306f3620b21286f2b5287c.p
 
David ptie
David ptieDavid ptie
David ptie
 
Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2Puberdade powerpoint 2
Puberdade powerpoint 2
 
Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)
Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)
Apresentação puberdade (Enf. Helena Pinto)
 
A puberdade - Enfa. Helena Pinto
A puberdade - Enfa. Helena PintoA puberdade - Enfa. Helena Pinto
A puberdade - Enfa. Helena Pinto
 
Afinal O Que Se Passa Comigo I
Afinal O Que Se Passa Comigo IAfinal O Que Se Passa Comigo I
Afinal O Que Se Passa Comigo I
 
afinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdf
afinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdfafinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdf
afinaloquesepassacomigo-i-090505091514-phpapp01.pdf
 
Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02
Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02
Transmissodavida 1-091111102803-phpapp02
 
Puberdade alterações físicas.pdf
Puberdade alterações físicas.pdfPuberdade alterações físicas.pdf
Puberdade alterações físicas.pdf
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
 
Sinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.QSinais da Adolescência - F.Q
Sinais da Adolescência - F.Q
 
Sistema reprodutor
Sistema reprodutorSistema reprodutor
Sistema reprodutor
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
A adolescencia
A adolescenciaA adolescencia
A adolescencia
 
Adolescência
AdolescênciaAdolescência
Adolescência
 
Puberdade.pptx
Puberdade.pptxPuberdade.pptx
Puberdade.pptx
 
Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.
Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.
Introdução a sexualidade e as mudanças na puberdade.
 
TransmissãO Da Vida 1
TransmissãO Da Vida  1TransmissãO Da Vida  1
TransmissãO Da Vida 1
 
Transmissão da Vida - Parte I
Transmissão da Vida - Parte ITransmissão da Vida - Parte I
Transmissão da Vida - Parte I
 

Último

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 

Último (20)

Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 

8 ano puberdade e adolescência

  • 1.
  • 2. PAPO CABEÇA • AS DIFERENÇAS ENTRE AS PESSOAS TORNAM A VIDA MAIS DIVERTIDA OU MAIS CHATA? O QUE VOCÊ ACHA? • QUE MUDANÇAS OCORREM COM AS PESSOAS NA ADOLESCÊNCIA? • VOCÊ CONCORDA QUE ADOLESCENCIA É UMA FASE CHEIA DE INCERTEZAS E DÚVIDAS? JUSTIFIQUE. • COMO AADOLESCENCIA É RETRATADA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO, NOS FILMES E NA TV? VOCÊ CONCORDA COM ESSA VISÃO?
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6. Por que o título da matéria compara a puberdade com a primavera?
  • 7. Puberdade não é sinônimo de adolescência. A adolescência é o período da vida que vai dos 10 aos 20 anos. Começa com a puberdade, mas continua até à maturidade física e mental, acarretando mudanças fisiológicas e psicossociais. Por sua vez, a puberdade está inserida na adolescência, que é a fase em que ocorrem todas as transformações físicas e fisiológicas características do período.
  • 8.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14. • Puberdade Masculina • Nos meninos, a puberdade tem início um pouco mais tarde que nas meninas, entre os 9 e os 13 anos. Os testículos aumentam a produção de testosterona, que estimula o crescimento do genitais e dos pelos do corpo. • As principais características da puberdade nos meninos são: • Aumento do volume dos testículos, que passa de 3 para 4 ml, podendo chegar aos 25 ml no final da puberdade; • Crescimento do pênis a partir da metade da puberdade. Nesse período, pode surgir a polução noturna, ou seja, a ejaculação involuntária durante o sono; • Pubarca masculina (crescimento dos pelos pubianos); • Alteração da voz; • Presença de acne (espinhas); • Cheiro de suor; • Aumento da oleosidade no cabelo e na pele. • A puberdade precoce masculina caracteriza-se pelo crescimento dos testículos ou do pênis antes dos 9 anos de idade. A ausência de puberdade depois dos 14 anos indica retardo puberal. Ambos os casos necessitam de uma avaliação médica.
  • 15.
  • 16. • Puberdade Feminina • O início da puberdade nas meninas ocorre entre os 8 e os 13 anos de idade. Os ovários aumentam a produção de estrogênio, que estimula o crescimentos dos genitais e das mamas. • As meninas apresentam o estirão puberal de crescimento no início da puberdade, enquanto que os meninos só irão apresentá-lo no final da puberdade. • Os primeiros sinais e características da puberdade nas meninas, são: • O primeiro sinal é o aparecimento do broto mamário (telarca), um nódulo na região da aréola da mama, um pouco dolorido ao toque; • Surgimento dos pelos pubianos (pubarca); • Crescimento de pelos nas axilas, geralmente um ano após os pubianos; • Cheiro de suor; • Ocorrência da primeira menstruação (menarca). • A puberdade precoce feminina ocorre quando o broto mamário surge antes dos 8 anos. Se for depois dos 13 anos, é sinal de retardo puberal. Nas duas situações, a menina deve ser avaliada por um médico.