SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
Projetos e pesquisas:

Como escrever um artigo original




             Walter Lilenbaum
      Universidade Federal Fluminense
Evolução Acadêmica

   Graduação




     Iniciação
     Científica




PÓS-GRADUAÇÃO
INICIAÇÃO CIENTÍFICA

    Estimular o envolvimento de estudantes de
  graduação em projetos de pesquisa

   Introduzi-los   no   domínio   da   metodologia
  científica

   Qualificar quadros para os programas de pós-
  graduação

    Aprimorar o processo formativo de profissionais
  para os diferentes setores
PÓS-GRADUAÇÃO
 1. Lato sensu:

    Cursos de especialização, aperfeiçoamento ou MBA
    Direcionados à atuação e atualização profissional
    Carga horária de 360 horas




2. Stricto sensu:
  Cursos voltados para formação científica, acadêmica e de pesquisa
  Níveis de mestrado e doutorado
  Mestrado tem a duração recomendada de 2 anos
  Doutorado têm a duração média de 4 anos
ÓRGÃOS NACIONAIS DE FOMENTO À PESQUISA


            Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


      Trabalha para expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu
                        (mestrado e doutorado) no Brasil



Principais atividades:


1. Avaliação da pós-graduação stricto sensu
2. Acesso e divulgação da produção científica
3. Investimentos na formação de recursos de alto nível no país e exterior
4. Promoção da cooperação científica internacional
ÓRGÃOS NACIONAIS DE FOMENTO À PESQUISA
           Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico



    Agência do Ministério da Ciência e Tecnologia destinada ao fomento da
  pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a
                                   pesquisa no país.




Oferece várias modalidades de bolsas e apoio aos alunos do ensino médio,
graduação, pós-graduação, recém-doutores e pesquisadores já experientes. As
bolsas são divididas em duas categorias principais: bolsas individuais no país e
no exterior, e bolsas por quota.
ÓRGÃOS DE FOMENTO À PESQUISA ESTADUAIS




        Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do RJ




       Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de SP




        Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de MG
Etapas da construção de um projeto

1.Identificação do problema


 •Coerência com suas linhas de pesquisa
 •Viabilidade do projeto
 •Existe mesmo um problema?




2.Avaliação da literatura pertinente



 Sites especializados:
3.Composição da equipe de trabalho:

•Equipe multidisciplinar
•Objetivos comuns
•Coordenador experiente
•“Brain storms”




 4.Formulação de metas e objetivos, com cronograma


 •Clara descrição das etapas a serem desenvolvidas
 •Responsável por cada etapa
 •Prazos para cada etapa
 •Previsão para imprevistos!!
5.Cálculo de custos e fontes de financiamento
•Calcular em reais e dólares cada etapa
•Lembre-se das taxas!!!
•Junte Notas Fiscais!
•Evitar o desperdício




6.Projeto piloto em condições controladas
•   Evita desperdício de material
•   Permite familiarização da equipe com as técnicas
•   Permite correções de rumo
•   Resultados preliminares podem ser submetidos á apreciação
7.Início da colheita de amostras

•Colher TODAS as amostras de cada animal no mesmo dia
•Anotar TUDO!!!
•Procurar prever cada imprevisto
•Amostras em excesso: nunca é demais
•Planejar o armazenamento adequado
•Cuidado com a identificação!




8.Processamento de amostras

•Deve ser realizada no menor tempo possível
•Agrupar as amostras para serem testadas
•Armazenar dados crus
9.Reuniões para análise dos dados

•Os dados crus devem ser interpretados
         de acordo com a literatura
•Instruções do fabricante
•Momento ideal para boas idéias




  10. Comunicações em congressos

  •Permitem início do trabalho de escrita do artigo
  •Divulgação para publico de outras áreas
  •Sugestões de outros pesquisadores
11. Redação de artigos científicos

•Short Communication ou Original Article?
•Ser CONCISO!
•Resultados claros
•ESTATÍSTICA APROPRIADA
•Argumentos com progressão lógica
•A parte mais importante é a Discussão
•Qual sua contribuição?


 12. Submissão ás revistas pertinentes

 •Revista Nacional ou Internacional?
 •Qual o escopo da revista?
 •A publicação é paga?
 •Tempo para publicação
 •Qualis
Perguntas freqüentes:

Como surgem as idéias sobre o que pesquisar?

Como escolher membros para sua equipe?

 Tipos de publicações e Qualis

 Como desenvolver e consolidar uma linha de pesquisa
 Como redigir um artigo?

Como eu sei que estou no caminho certo?
Prof. Walter Lilenbaum
 mipwalt@vm.uff.br
 Tel. (21) 2629-2435




     Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Projetos e pesquisas: Como escrever um artigo original by comma

O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado
O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e DoutoradoO Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado
O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e DoutoradoManoel Mendonca
 
Projetos_e_Relatorios passo inicial de elaboração
Projetos_e_Relatorios passo inicial de elaboraçãoProjetos_e_Relatorios passo inicial de elaboração
Projetos_e_Relatorios passo inicial de elaboraçãothiago barbosa da silva
 
Cópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptx
Cópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptxCópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptx
Cópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptxDirceGrein
 
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos CientíficosMetodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos CientíficosHamilton Nobrega
 
Minicurso - Pré-projeto Descomplicado
Minicurso - Pré-projeto DescomplicadoMinicurso - Pré-projeto Descomplicado
Minicurso - Pré-projeto DescomplicadoDiogo Pereira
 
Bolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario Dantas
Bolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario DantasBolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario Dantas
Bolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario Dantasuriank
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientificapaulocsm
 
Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...
Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...
Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...Flávia Galindo
 
Ciência sem Fronteiras
Ciência sem FronteirasCiência sem Fronteiras
Ciência sem FronteirasConfap
 
SEMINARIO DE PESQUISA
SEMINARIO DE PESQUISA SEMINARIO DE PESQUISA
SEMINARIO DE PESQUISA Karlla Costa
 
Como fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escrito
Como fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escritoComo fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escrito
Como fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escritoINAbiblioteca
 
Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...
Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...
Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...Roberto C. S. Pacheco
 
Como realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho CientíficoComo realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho Científicoligasmedicas
 
FAEME METODOLOGIA CIENTÍFICA
FAEME METODOLOGIA CIENTÍFICAFAEME METODOLOGIA CIENTÍFICA
FAEME METODOLOGIA CIENTÍFICAUFMA e UEMA
 

Semelhante a Projetos e pesquisas: Como escrever um artigo original by comma (20)

Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento
Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento
 
O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado
O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e DoutoradoO Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado
O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado
 
Atividade científica
Atividade científicaAtividade científica
Atividade científica
 
Projetos_e_Relatorios passo inicial de elaboração
Projetos_e_Relatorios passo inicial de elaboraçãoProjetos_e_Relatorios passo inicial de elaboração
Projetos_e_Relatorios passo inicial de elaboração
 
Cópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptx
Cópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptxCópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptx
Cópia de TUTORIAL plataforma brasil.pptx
 
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos CientíficosMetodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
Metodologia e Regras de Apresentação de Trabalhos Científicos
 
Minicurso - Pré-projeto Descomplicado
Minicurso - Pré-projeto DescomplicadoMinicurso - Pré-projeto Descomplicado
Minicurso - Pré-projeto Descomplicado
 
Bolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario Dantas
Bolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario DantasBolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario Dantas
Bolsas de Pós-Graduação - Prof. Mario Dantas
 
O Que é Pesquisa
O Que é PesquisaO Que é Pesquisa
O Que é Pesquisa
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientifica
 
Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...
Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...
Open Day do PPGE-UFRRJ - Programa de Pós Graduação em Gestão e Estratégia da ...
 
Ciência sem Fronteiras
Ciência sem FronteirasCiência sem Fronteiras
Ciência sem Fronteiras
 
Apresentacao pet 2016.1.ppt
Apresentacao pet 2016.1.pptApresentacao pet 2016.1.ppt
Apresentacao pet 2016.1.ppt
 
SEMINARIO DE PESQUISA
SEMINARIO DE PESQUISA SEMINARIO DE PESQUISA
SEMINARIO DE PESQUISA
 
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 PROPPi - Resultados
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 PROPPi - ResultadosEncontro de Gestores UFF - Set/2013 PROPPi - Resultados
Encontro de Gestores UFF - Set/2013 PROPPi - Resultados
 
Como fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escrito
Como fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escritoComo fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escrito
Como fazer? uma pesquisal documental e apresentar um trabalho escrito
 
Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...
Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...
Interdisciplinaridade e a Modalidade Profissional no sistema nacional de pós ...
 
Como realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho CientíficoComo realizar um Trabalho Científico
Como realizar um Trabalho Científico
 
Produzir gêneros acadêmicos cesp
Produzir gêneros acadêmicos   cespProduzir gêneros acadêmicos   cesp
Produzir gêneros acadêmicos cesp
 
FAEME METODOLOGIA CIENTÍFICA
FAEME METODOLOGIA CIENTÍFICAFAEME METODOLOGIA CIENTÍFICA
FAEME METODOLOGIA CIENTÍFICA
 

Mais de Thiago Petra

Redes e Conectivismo
Redes e ConectivismoRedes e Conectivismo
Redes e ConectivismoThiago Petra
 
Formulário para relato de experiência
Formulário para relato de experiênciaFormulário para relato de experiência
Formulário para relato de experiênciaThiago Petra
 
Mídia social na saúde: um workshop para estudantes
Mídia social na saúde: um workshop para estudantesMídia social na saúde: um workshop para estudantes
Mídia social na saúde: um workshop para estudantesThiago Petra
 
Educação a distância
Educação a distânciaEducação a distância
Educação a distânciaThiago Petra
 
ÉTICA EM PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS
ÉTICA EM  PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS ÉTICA EM  PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS
ÉTICA EM PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS Thiago Petra
 
Ética em experimentação animal
Ética em  experimentação animal Ética em  experimentação animal
Ética em experimentação animal Thiago Petra
 
Desafios da Pesquisa Clínica no Brasil
Desafios da Pesquisa Clínica no BrasilDesafios da Pesquisa Clínica no Brasil
Desafios da Pesquisa Clínica no BrasilThiago Petra
 
projetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivo
projetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivoprojetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivo
projetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivoThiago Petra
 
A pesquisa na uff e os programas da proppi
A pesquisa na uff e os programas da proppiA pesquisa na uff e os programas da proppi
A pesquisa na uff e os programas da proppiThiago Petra
 
Fontes de financiamento
Fontes de financiamentoFontes de financiamento
Fontes de financiamentoThiago Petra
 
Novo Edital Fopesq 2010
Novo Edital Fopesq 2010Novo Edital Fopesq 2010
Novo Edital Fopesq 2010Thiago Petra
 
Apresentacao Enprop
Apresentacao EnpropApresentacao Enprop
Apresentacao EnpropThiago Petra
 
Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222Thiago Petra
 
Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222Thiago Petra
 
Reuniao De Pro Reitores
Reuniao De Pro ReitoresReuniao De Pro Reitores
Reuniao De Pro ReitoresThiago Petra
 

Mais de Thiago Petra (20)

Guia do Aluno
Guia do AlunoGuia do Aluno
Guia do Aluno
 
Redes e Conectivismo
Redes e ConectivismoRedes e Conectivismo
Redes e Conectivismo
 
Formulário para relato de experiência
Formulário para relato de experiênciaFormulário para relato de experiência
Formulário para relato de experiência
 
Paul Watzlawick
Paul WatzlawickPaul Watzlawick
Paul Watzlawick
 
Mídia social na saúde: um workshop para estudantes
Mídia social na saúde: um workshop para estudantesMídia social na saúde: um workshop para estudantes
Mídia social na saúde: um workshop para estudantes
 
Educação a distância
Educação a distânciaEducação a distância
Educação a distância
 
Mídia Radical
Mídia RadicalMídia Radical
Mídia Radical
 
ÉTICA EM PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS
ÉTICA EM  PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS ÉTICA EM  PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS
ÉTICA EM PUBLICAÇÕES CIENTÍFICAS
 
Ética em experimentação animal
Ética em  experimentação animal Ética em  experimentação animal
Ética em experimentação animal
 
Desafios da Pesquisa Clínica no Brasil
Desafios da Pesquisa Clínica no BrasilDesafios da Pesquisa Clínica no Brasil
Desafios da Pesquisa Clínica no Brasil
 
projetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivo
projetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivoprojetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivo
projetos_final1 (1)Elaborando um projeto de pesquisa competitivo
 
A pesquisa na uff e os programas da proppi
A pesquisa na uff e os programas da proppiA pesquisa na uff e os programas da proppi
A pesquisa na uff e os programas da proppi
 
Fontes de financiamento
Fontes de financiamentoFontes de financiamento
Fontes de financiamento
 
Novo Edital Fopesq 2010
Novo Edital Fopesq 2010Novo Edital Fopesq 2010
Novo Edital Fopesq 2010
 
Relatorio Proppi
Relatorio ProppiRelatorio Proppi
Relatorio Proppi
 
Apresentacao Enprop
Apresentacao EnpropApresentacao Enprop
Apresentacao Enprop
 
Inauguração
InauguraçãoInauguração
Inauguração
 
Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222
 
Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222Reuniao De Pro Reitores22222
Reuniao De Pro Reitores22222
 
Reuniao De Pro Reitores
Reuniao De Pro ReitoresReuniao De Pro Reitores
Reuniao De Pro Reitores
 

Último

Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBAline Santana
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASBCRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
CRÔNICAS DE UMA TURMA - TURMA DE 9ºANO - EASB
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 

Projetos e pesquisas: Como escrever um artigo original by comma

  • 1. Projetos e pesquisas: Como escrever um artigo original Walter Lilenbaum Universidade Federal Fluminense
  • 2. Evolução Acadêmica Graduação Iniciação Científica PÓS-GRADUAÇÃO
  • 3. INICIAÇÃO CIENTÍFICA Estimular o envolvimento de estudantes de graduação em projetos de pesquisa Introduzi-los no domínio da metodologia científica Qualificar quadros para os programas de pós- graduação Aprimorar o processo formativo de profissionais para os diferentes setores
  • 4. PÓS-GRADUAÇÃO 1. Lato sensu: Cursos de especialização, aperfeiçoamento ou MBA Direcionados à atuação e atualização profissional Carga horária de 360 horas 2. Stricto sensu: Cursos voltados para formação científica, acadêmica e de pesquisa Níveis de mestrado e doutorado Mestrado tem a duração recomendada de 2 anos Doutorado têm a duração média de 4 anos
  • 5. ÓRGÃOS NACIONAIS DE FOMENTO À PESQUISA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Trabalha para expansão e consolidação da pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) no Brasil Principais atividades: 1. Avaliação da pós-graduação stricto sensu 2. Acesso e divulgação da produção científica 3. Investimentos na formação de recursos de alto nível no país e exterior 4. Promoção da cooperação científica internacional
  • 6. ÓRGÃOS NACIONAIS DE FOMENTO À PESQUISA Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Agência do Ministério da Ciência e Tecnologia destinada ao fomento da pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no país. Oferece várias modalidades de bolsas e apoio aos alunos do ensino médio, graduação, pós-graduação, recém-doutores e pesquisadores já experientes. As bolsas são divididas em duas categorias principais: bolsas individuais no país e no exterior, e bolsas por quota.
  • 7. ÓRGÃOS DE FOMENTO À PESQUISA ESTADUAIS Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do RJ Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de SP Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de MG
  • 8.
  • 9. Etapas da construção de um projeto 1.Identificação do problema •Coerência com suas linhas de pesquisa •Viabilidade do projeto •Existe mesmo um problema? 2.Avaliação da literatura pertinente Sites especializados:
  • 10. 3.Composição da equipe de trabalho: •Equipe multidisciplinar •Objetivos comuns •Coordenador experiente •“Brain storms” 4.Formulação de metas e objetivos, com cronograma •Clara descrição das etapas a serem desenvolvidas •Responsável por cada etapa •Prazos para cada etapa •Previsão para imprevistos!!
  • 11. 5.Cálculo de custos e fontes de financiamento •Calcular em reais e dólares cada etapa •Lembre-se das taxas!!! •Junte Notas Fiscais! •Evitar o desperdício 6.Projeto piloto em condições controladas • Evita desperdício de material • Permite familiarização da equipe com as técnicas • Permite correções de rumo • Resultados preliminares podem ser submetidos á apreciação
  • 12. 7.Início da colheita de amostras •Colher TODAS as amostras de cada animal no mesmo dia •Anotar TUDO!!! •Procurar prever cada imprevisto •Amostras em excesso: nunca é demais •Planejar o armazenamento adequado •Cuidado com a identificação! 8.Processamento de amostras •Deve ser realizada no menor tempo possível •Agrupar as amostras para serem testadas •Armazenar dados crus
  • 13. 9.Reuniões para análise dos dados •Os dados crus devem ser interpretados de acordo com a literatura •Instruções do fabricante •Momento ideal para boas idéias 10. Comunicações em congressos •Permitem início do trabalho de escrita do artigo •Divulgação para publico de outras áreas •Sugestões de outros pesquisadores
  • 14. 11. Redação de artigos científicos •Short Communication ou Original Article? •Ser CONCISO! •Resultados claros •ESTATÍSTICA APROPRIADA •Argumentos com progressão lógica •A parte mais importante é a Discussão •Qual sua contribuição? 12. Submissão ás revistas pertinentes •Revista Nacional ou Internacional? •Qual o escopo da revista? •A publicação é paga? •Tempo para publicação •Qualis
  • 15. Perguntas freqüentes: Como surgem as idéias sobre o que pesquisar? Como escolher membros para sua equipe? Tipos de publicações e Qualis Como desenvolver e consolidar uma linha de pesquisa Como redigir um artigo? Como eu sei que estou no caminho certo?
  • 16. Prof. Walter Lilenbaum mipwalt@vm.uff.br Tel. (21) 2629-2435 Obrigado!