Rede e Conectivismo
Por Thiago Petra
Rede
O que são redes
Redes são compostos por nós e conexões. São
nós que se comunicam, que interagem.
Isso é uma rede?
E isso?
Isso também?
Rede Social
Rede social seria a conexão de pessoas umas
com as outras, correto? Nesse sentido,
a sociedade sempre foi
uma ...
O que rola
O que temos hoje é a Internet potencializando a
formação de redes, diminuindo barreiras
entre as conexões. Pess...
Web 2.0 e os portais de Redes sociais
Web 2.0: termo popular para designar o que seria uma
segunda geração de serviços na ...
Web 2.0 e os portais de Redes sociais
“Nós definimos sites de redes sociais como serviços oferecidos na
Internet que permi...
Observando linhas e pontos. Mas olhe bem!
Sobre os três gráficos
Como podemos ver, os gráficos unem os mesmos pontos,
mas de diferentes maneiras. Essas disposições ...
Redes são conexões
Se redes são conexões, quanto mais centralizada for a
relação entre os nós, menor é a conexão.
Se redes...
Redes são estruturas fixas?
Duncan Watts (2009), "redes reais representam populações
de componentes individuais que estão ...
Como podemos observar as redes
Conectivismo
George Siemens
Stephen Downes
Como eu vejo o Mundo
Perspectiva Conectivista, por S. Downes
MEU CÉREBRO
Neurônios e
conexões
neurais
O MUNDO
Pessoas, coi...
O Conectivismo
Na sua essência, o conectivismo é a tese de que o
conhecimento é distribuído através de uma rede de
conexõe...
O Conectivismo
O conectivismo surge como uma teoria de aprendizagem
alternativa às teorias mais "tradicionais" na criação ...
Uma ideia da sala de aula Conectivista
Grupo
UNIDADE
COORDENAÇÃO
FECHADO
DISTRIBUTIVO
Sala de Aula Uma visão
Líderes Colaboração
Licenças Senhas
Broadcast Estrel...
Pontos importantes
Autonomia: O educando assume a responsabilidade pela
administração da sua aprendizagem e utilize as fer...
De acordo com Siemens, o conhecimento é distribuído
através de uma rede de informação e pode ser armazenado
em uma varieda...
A tecnologia desempenha papel-chave:
1 - Tem um trabalho importante na criação e na exibição de
padrões
2 - Aumenta e refo...
Existe consenso?
Para Siemens: é uma questão da superação das teorias tradicionais
(behavorismo, cognitivismo e construtiv...
Para Siemens
● Como ocorre a Aprendizagem?
o Distribúido numa rede, social, tecnologicamente potenciado,
reconhecer e inte...
Obrigado!
Thiago Petra
thiagopetra.midia@gmail.com
@thiagopetra
Redes e Conectivismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Redes e Conectivismo

671 visualizações

Publicada em

PPT sobre o conceito de redes, a partir da perspectiva teórica da ciência das redes; e sobre o conceito de conectivismo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
671
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
165
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Redes e Conectivismo

  1. 1. Rede e Conectivismo Por Thiago Petra
  2. 2. Rede
  3. 3. O que são redes Redes são compostos por nós e conexões. São nós que se comunicam, que interagem.
  4. 4. Isso é uma rede?
  5. 5. E isso?
  6. 6. Isso também?
  7. 7. Rede Social Rede social seria a conexão de pessoas umas com as outras, correto? Nesse sentido, a sociedade sempre foi uma rede, mesmo sem a internet.
  8. 8. O que rola O que temos hoje é a Internet potencializando a formação de redes, diminuindo barreiras entre as conexões. Pessoas do mundo todo formam redes. Internet = entre redes IP = Internet Protocol = transmissão de bits
  9. 9. Web 2.0 e os portais de Redes sociais Web 2.0: termo popular para designar o que seria uma segunda geração de serviços na internet. ● Internet como plataforma ● Interface acessível para participação do usuário. Qualquer pessoa pode montar seu espaço de comunicação. ● Tag, não taxonomia (o usuário organiza o próprio conteúdo) ● Colaboração
  10. 10. Web 2.0 e os portais de Redes sociais “Nós definimos sites de redes sociais como serviços oferecidos na Internet que permitem aos indivíduos (1) construir um perfil público ou semipúblico dentro de um sistema limitado, (2) articular uma lista de outros usuários com quem eles compartilham uma conexão, e (3) ver e percorrer sua lista de conexões e aquelas criadas por outros usuários dentro do sistema. A natureza e nomenclatura dessas conexões varia de site para site” (BOYD; ELLISON, 2007) BOYD, Danah.; ELLISON, Nicole. Social network sites: definition, history, and scholarship. Journal of Computer-Mediated Communication, [S.l.], v. 13, 2007. Disponível em: <http://jcmc.indiana.edu/vol13/issue1/boyd.ellison.html>
  11. 11. Observando linhas e pontos. Mas olhe bem!
  12. 12. Sobre os três gráficos Como podemos ver, os gráficos unem os mesmos pontos, mas de diferentes maneiras. Essas disposições descrevem 3 formas possíveis de organização de uma rede: centralizada, descentralizada e distribuída Reflexão: Como a informação se distribui nesses gráficos? Como a comunicação acontece?
  13. 13. Redes são conexões Se redes são conexões, quanto mais centralizada for a relação entre os nós, menor é a conexão. Se redes são ambientes de interação, quanto mais centralizada, menos interação ela possui. Podemos chamar de redes sociais as redes mais distribuídas que centralizadas. Segundo Augusto de Franco, redes centralizadas são hierarquias.
  14. 14. Redes são estruturas fixas? Duncan Watts (2009), "redes reais representam populações de componentes individuais que estão fazendo algo na realidade - gerando energia, enviando dados ou até tomando decisões" Isso significa que redes provocam interações, são dinâmicas, e isso afeta o comportamento individual de cada componente ou do coletivo. Redes precisam ser vistas como algo em movimento.
  15. 15. Como podemos observar as redes
  16. 16. Conectivismo
  17. 17. George Siemens Stephen Downes
  18. 18. Como eu vejo o Mundo Perspectiva Conectivista, por S. Downes MEU CÉREBRO Neurônios e conexões neurais O MUNDO Pessoas, coisas, ideias, conceitos, tudo conectado uns nos outros PERCERPÇÃO E COMUNICAÇÃO O mundo fala para mim e eu falo para o mundo
  19. 19. O Conectivismo Na sua essência, o conectivismo é a tese de que o conhecimento é distribuído através de uma rede de conexões e, portanto, que a aprendizagem consiste na capacidade de construir e percorrer essas redes, desenvolvendo a reflexão. O aluno é autônomo.
  20. 20. O Conectivismo O conectivismo surge como uma teoria de aprendizagem alternativa às teorias mais "tradicionais" na criação de ambientes instrucionais. Ela está inserida num contexto de abundância, de formação de redes, de mudanças rápidas, de diversas fontes de informação e perspectivas. Da necessidade de encontrar uma maneira de filtrar, ao mesmo tempo em que se é ubiquo.
  21. 21. Uma ideia da sala de aula Conectivista
  22. 22. Grupo UNIDADE COORDENAÇÃO FECHADO DISTRIBUTIVO Sala de Aula Uma visão Líderes Colaboração Licenças Senhas Broadcast Estrelas e Gurus Poder AVA Rede DIVERSIDADE AUTONOMIA ABERTO CONECTIVO Sala de Aula Uma visão Cooperação Valor mútuo Conexão Pontes Conversação Distribuído Democrático PLE Paredes
  23. 23. Pontos importantes Autonomia: O educando assume a responsabilidade pela administração da sua aprendizagem e utilize as ferramentas de mídia se dando margem a outros estudos. Emergência: Relação de baixo pra cima. A aprendizagem está na emergência de como percebemos padrões e conectividade. A nossa "percepção" de uma relação causal entre dois eventos é mais uma questão de "costume e hábito" do que é de observação.
  24. 24. De acordo com Siemens, o conhecimento é distribuído através de uma rede de informação e pode ser armazenado em uma variedade de formatos digitais. O nosso conhecimento reside nas conexões que criamos, seja com outras pessoas, seja com fontes de informação, como bases de dados. A tecnologia faz parte da nossa distribuição de cognição e conhecimento. A tecnologia
  25. 25. A tecnologia desempenha papel-chave: 1 - Tem um trabalho importante na criação e na exibição de padrões 2 - Aumenta e reforça a nossa capacidade cognitiva 3 - Apresenta informações em formatos mais acessíveis (fáceis), como os motores de busca A tecnologia
  26. 26. Existe consenso? Para Siemens: é uma questão da superação das teorias tradicionais (behavorismo, cognitivismo e construtivismo) Para outros: Para alguns atores, as questões levantadas pelo conectivismo estão inseridas nas outras teorias de aprendizagem. Outra crítica é sobre a aprendizagem poder residir em dispositivos não humanos. Plon Verhagen acredita que o conectivismo seria melhor classificada como uma perspectiva pedagógica.
  27. 27. Para Siemens ● Como ocorre a Aprendizagem? o Distribúido numa rede, social, tecnologicamente potenciado, reconhecer e interpretar padrões ● Fatores de influência: o Diversidade na rede ● Qual é o papel da memória? o Padrões adaptativos, representativos do estado atual, existente nas redes ● Como ocorre a transferência? o Conexão com os nós ● Tipos de aprendizagem melhor explicados o Aprendizagem complexa, núcleo que muda rapidamente, diversas fontes de conhecimento.
  28. 28. Obrigado! Thiago Petra thiagopetra.midia@gmail.com @thiagopetra

×