SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCOLA MUNICIPAL NEIL FIORAVANTI- CAIC
PROJETO 3º BIMESTRE - 2015
Professora: Celia Moura Okiyama
PERÍODO: Vespertino TURMA: 2º F.
Área de conhecimento: LEITURA, LITERATURA E PRODUÇÃO TEXTUAL.
TRABALHANDO O FOLCLORE REGIONAL
Objetivo Geral:
 Apresentar a leitura literária como poderosa fonte de formação de
sensibilidades e de ampliação de nossa visão de mundo, culturalmente
valorizada.
Objetivos específicos:
 Proporcionar momentos sobre o mundo encantado do folclore.
 Ampliar a visão dos alunos, possibilitando análise e reflexão critica de
conhecimentos folclóricos.
 Aprofundar a ideia de o folclore não é só no mês de agosto.
 Construir conhecimentos na interação com o outro e com o meio.
 Conhecer o conceito de folclore e os elementos mais característicos do
folclore brasileiro;
 Reconhecer manifestações folclóricas em diversas áreas da cultura:
artesanato, literatura, música, dança, brinquedos, etc.;
Eixos que serão abordados:
 Oralidade
 Apreciação pela literatura infantil enquanto manifestação cultural,
histórica e artística.
 Reflexão sobre a importância da oralidade nas diferentes instâncias de
participação social e a valorização de textos que fazem parte da cultura
nacional, regional na modalidade oral.Ex: canções infantis, trava-língua
e lendas.
 Prática de Leitura
 Leitura de textos apoiados na linguagem visual e verbal;
 Letras de músicas e de textos da tradição oral (parlendas,
quadrinhas);
 Uso de diversas estratégias de leitura
 Compartilhar leitura
 Comunicar opiniões
 Assistir filmes produzidos a partir de textos literários.
 Produção de texto
 Escrita como produções culturais, históricas e artísticas;
 Leitura e escrita de textos memorizados: parlendas, cantigas;
 Produção de textos modificados (inicio ou final).
 Produção coletiva de textos: permite aprendizado sobre a língua
e compartilhar entre si o que sabem sobre a língua.
 Análise e reflexão sobre a língua
 Caracterização e reflexão sobre os gêneros e suportes textuais
 Aspectos sociodiscursivos
 Reflexão sobre o uso de recursos linguísticos: são usados em
função de gênero adotado para produção de gênero.
 Pistas linguísticas dadas para compreensão do texto.
 Capacidade de ler em voz alta com fluência em diferentes
situações;
PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS
AS AÇÕES QUE SERÃO REALIZADAS
Serão explorados o conceito de folclore através de textos e como é a nossa
cultura. Apresentar parodia cantigas de roda e brincadeiras folclóricas e
questionar quais são que eles já conheciam.
Pesquisar na sala de tecnologia sobre a cultura de nossa cidade, quais são as
mais populares.
Pesquisar com familiares sobre alguma lenda ou mitos
Leitura Compartilhada de advinhas
Pesquisa de adivinhas com os parentes;
Confecção de um livro com adivinhas;
Leitura Compartilhada Parlendas;
Roda de conversa sobre parlendas- levantamento dos conhecimentos prévios;
Ordenação da parlenda lida em texto fatiado;
Pesquisa de parlendas;
Remontar a parlenda pesquisada por meio de recortes de jornais e revistas;
Complementação de parlendas com palavras faltosas e marca palavras que
terminem ou iniciem-se por determinada letras ou silaba;
Observação de rimas, brincando com o ritmo rápido ou devagar, bem como
escrever rimas com palavras selecionadas das parlendas;
Extrair palavras dentro de outras nas parlendas como: soldado = sol + dado
ASSISTIR O FILME NO AUDITÓRIO:
Serão exploradas através de pequenos filmes as lendas do folclore (Saci, o
Boto Rosa, curupira e Iara)
Serão exploradas músicas através de pequenos filmes.
Serão exploradas as danças regionais de Mato Grosso do Sul como (Engenho
de Maromba, Sarandi, Chupim entre outras).
ENTREGA DA PRODUÇÃO DE TEXTO, CORREÇÃO E LEITURA
 Será entregue o texto com uma música folclórica em seguida cada
aluno faça a leitura.
 A música será explorada uma de cada vez
 A leitura será realizada na biblioteca ou em algum lugar que estimule o
gosto pela leitura o aluno.
 Depois da leitura serão realizadas as produções;
 O professor irá utilizar a sala de tecnologia para leva-los a pesquisar
sobre o folclore da região e explorar os jogos.
 Serão feitas algumas brincadeiras folclóricas Ex. (a caixa mágica que
os alunos irão em algum lugar possa ficar em roda e caixa passar em
mão a mão será explorado com as músicas e quando as caixas
estiverem passando a música vai parar e o aluno ira abrir a caixa e
pegar papel que nele estará escrito as parlendas ou trava-língua para
que façam a leitura).
 Explicar as brincadeiras folclóricas mais populares (esconde-esconde,
soltar pipa, etc)
AVALIAÇÃO
Serão avaliados através do domínio afetivo das observações realizadas no
decorrer das aulas, por meio da participação dos alunos e desenvolvimento da
atividade proposta dos alunos e desenvolvimento da atividade proposta em
sala.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1
SimoneHelenDrumond
 
Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"
Graça Sousa
 
Projeto sobre cores
Projeto sobre coresProjeto sobre cores
Sequência didática meio ambiente nível i
Sequência didática meio ambiente  nível iSequência didática meio ambiente  nível i
Sequência didática meio ambiente nível i
josivaldopassos
 
Projeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhosProjeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhos
sandramirandan
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
Graça Sousa
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
Soraia Rufino
 
Planejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumondPlanejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Projeto festa junina
Projeto festa juninaProjeto festa junina
Projeto festa junina
Vaniacalmeida
 
Livro projeto gato xadrez 1
Livro projeto gato xadrez 1Livro projeto gato xadrez 1
Livro projeto gato xadrez 1
Giselda morais rodrigues do
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
GERALDOGOMESDEBARROS
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
janainasantosborba
 
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumondAtividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro)
Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro) Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro)
Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro)
joice221
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidos
SimoneHelenDrumond
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
Iolanda Sá
 
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Fichas de Avaliação  Ed. InfantilFichas de Avaliação  Ed. Infantil
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Alinemmoliveira
 
Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestre
heliane
 
Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)
SimoneHelenDrumond
 
Rotinas semanais maternal 2º bim
Rotinas semanais maternal   2º bimRotinas semanais maternal   2º bim
Rotinas semanais maternal 2º bim
josivaldopassos
 

Mais procurados (20)

Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1Plano de folclorico   infantil 3 de simone drumond1
Plano de folclorico infantil 3 de simone drumond1
 
Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"Projeto "Quem sou eu"
Projeto "Quem sou eu"
 
Projeto sobre cores
Projeto sobre coresProjeto sobre cores
Projeto sobre cores
 
Sequência didática meio ambiente nível i
Sequência didática meio ambiente  nível iSequência didática meio ambiente  nível i
Sequência didática meio ambiente nível i
 
Projeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhosProjeto os três porquinhos
Projeto os três porquinhos
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
 
Planejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumondPlanejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumond
 
Projeto festa junina
Projeto festa juninaProjeto festa junina
Projeto festa junina
 
Livro projeto gato xadrez 1
Livro projeto gato xadrez 1Livro projeto gato xadrez 1
Livro projeto gato xadrez 1
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
 
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumondAtividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
 
Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro)
Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro) Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro)
Brinquedo e brincadeiras na educação infantil ( Joice Ribeiro)
 
Planejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidosPlanejamento os cinco sentidos
Planejamento os cinco sentidos
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
 
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Fichas de Avaliação  Ed. InfantilFichas de Avaliação  Ed. Infantil
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
 
Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestre
 
Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)
 
Rotinas semanais maternal 2º bim
Rotinas semanais maternal   2º bimRotinas semanais maternal   2º bim
Rotinas semanais maternal 2º bim
 

Destaque

Projeto Folclore
Projeto FolcloreProjeto Folclore
Projeto Folclore
guest406c5bc
 
Atividades de lingua portuguesa g 2
Atividades de lingua portuguesa g 2Atividades de lingua portuguesa g 2
Atividades de lingua portuguesa g 2
Atividades Diversas Cláudia
 
Divertindo e aprendendo com a parlenda
Divertindo e aprendendo com a parlendaDivertindo e aprendendo com a parlenda
Divertindo e aprendendo com a parlenda
Jacqueline Xavier Gomes Vieira
 
Avaliação lp 9º ano
Avaliação lp 9º anoAvaliação lp 9º ano
Avaliação lp 9º ano
Marcia Oliveira
 
Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.
Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.
Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.
Mara Sueli
 
Atividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposa
Atividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposaAtividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposa
Atividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposa
Roseli Aparecida Tavares
 
Parlendas e trava-línguas
Parlendas e trava-línguasParlendas e trava-línguas
Parlendas e trava-línguas
Alessandraars
 
Plano de ensino ciências
Plano de ensino   ciênciasPlano de ensino   ciências
Plano de ensino ciências
simonclark
 
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIAParlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
Maria Élia David de Assis Ferreira
 
Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.
Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.
Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.
Dinapaes
 
Parlendas
ParlendasParlendas
Parlendas
Luciane tonete
 
Leitura e Produção Textual
Leitura e Produção TextualLeitura e Produção Textual
Leitura e Produção Textual
Ewerton Gindri
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
Eleúzia Lins Silva
 
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixosFasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Celismara Seleguin
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textos
Marcos Ataide
 

Destaque (15)

Projeto Folclore
Projeto FolcloreProjeto Folclore
Projeto Folclore
 
Atividades de lingua portuguesa g 2
Atividades de lingua portuguesa g 2Atividades de lingua portuguesa g 2
Atividades de lingua portuguesa g 2
 
Divertindo e aprendendo com a parlenda
Divertindo e aprendendo com a parlendaDivertindo e aprendendo com a parlenda
Divertindo e aprendendo com a parlenda
 
Avaliação lp 9º ano
Avaliação lp 9º anoAvaliação lp 9º ano
Avaliação lp 9º ano
 
Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.
Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.
Caderno2.reforcoescolar2.0.1.3.
 
Atividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposa
Atividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposaAtividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposa
Atividades de leitura e escrita , interpretação O galo e a raposa
 
Parlendas e trava-línguas
Parlendas e trava-línguasParlendas e trava-línguas
Parlendas e trava-línguas
 
Plano de ensino ciências
Plano de ensino   ciênciasPlano de ensino   ciências
Plano de ensino ciências
 
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIAParlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
Parlendas: O MACACO FOI À FEIRA E MACACA SOFIA
 
Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.
Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.
Projeto Reescrevendo Fábulas e Lendas: Pequenos Leitores, Futuros Escritores.
 
Parlendas
ParlendasParlendas
Parlendas
 
Leitura e Produção Textual
Leitura e Produção TextualLeitura e Produção Textual
Leitura e Produção Textual
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
 
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixosFasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
Fasc. 1 sugestões de atividades dos 5 eixos
 
Leitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textosLeitura e interpretacao_de_textos
Leitura e interpretacao_de_textos
 

Semelhante a Projeto 3 bimestre 2º ano f

Folclore
FolcloreFolclore
Folclore
nayara_brasil
 
Folclore
FolcloreFolclore
Folclore
nayara_brasil
 
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire   Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Cirlei Santos
 
Projeto folclore ii
Projeto folclore iiProjeto folclore ii
Projeto folclore ii
mcibien
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Fernando
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Fernando
 
Modelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em DiversidadeModelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em Diversidade
Nonata50
 
Como trabalhar literatura infantil
Como trabalhar literatura infantilComo trabalhar literatura infantil
Como trabalhar literatura infantil
Vanessa Ferraz
 
Literatura de cordel
Literatura de cordelLiteratura de cordel
Literatura de cordel
Sandra68
 
Projeto Folclore
Projeto FolcloreProjeto Folclore
Projeto Folclore
denise ibarra
 
Apresentação sd 2016.2
Apresentação sd 2016.2Apresentação sd 2016.2
Apresentação sd 2016.2
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
SimoneHelenDrumond
 
dia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docxdia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docx
martasacramento5
 
Roteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesa
Roteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesaRoteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesa
Roteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesa
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernosCaderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
valdirnicioli1
 
Oficinas ECOHVALE
Oficinas ECOHVALEOficinas ECOHVALE
Oficinas ECOHVALE
Instituto Uka
 
Oficinas ecohvale
Oficinas ecohvaleOficinas ecohvale
Oficinas ecohvale
Instituto Uka
 
Sequência didática 2016.2
Sequência didática   2016.2Sequência didática   2016.2
Sequência didática 2016.2
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Oficina: A arte de contar histórias na biblioteca
Oficina: A arte de contar histórias na bibliotecaOficina: A arte de contar histórias na biblioteca
Oficina: A arte de contar histórias na biblioteca
Tatyanne Valdez
 
folclore
folclorefolclore
folclore
bentacosta
 

Semelhante a Projeto 3 bimestre 2º ano f (20)

Folclore
FolcloreFolclore
Folclore
 
Folclore
FolcloreFolclore
Folclore
 
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire   Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
 
Projeto folclore ii
Projeto folclore iiProjeto folclore ii
Projeto folclore ii
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
 
Modelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em DiversidadeModelo de projeto em Diversidade
Modelo de projeto em Diversidade
 
Como trabalhar literatura infantil
Como trabalhar literatura infantilComo trabalhar literatura infantil
Como trabalhar literatura infantil
 
Literatura de cordel
Literatura de cordelLiteratura de cordel
Literatura de cordel
 
Projeto Folclore
Projeto FolcloreProjeto Folclore
Projeto Folclore
 
Apresentação sd 2016.2
Apresentação sd 2016.2Apresentação sd 2016.2
Apresentação sd 2016.2
 
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
PROJETO RELEITURA DOS CLÁSSICOS INFANTIS - “A aprendizagem numa perspectiva l...
 
dia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docxdia do livro - planejamento.docx
dia do livro - planejamento.docx
 
Roteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesa
Roteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesaRoteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesa
Roteiro de Leitura -Literaturas brasileira e portuguesa
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernosCaderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
 
Oficinas ECOHVALE
Oficinas ECOHVALEOficinas ECOHVALE
Oficinas ECOHVALE
 
Oficinas ecohvale
Oficinas ecohvaleOficinas ecohvale
Oficinas ecohvale
 
Sequência didática 2016.2
Sequência didática   2016.2Sequência didática   2016.2
Sequência didática 2016.2
 
Oficina: A arte de contar histórias na biblioteca
Oficina: A arte de contar histórias na bibliotecaOficina: A arte de contar histórias na biblioteca
Oficina: A arte de contar histórias na biblioteca
 
folclore
folclorefolclore
folclore
 

Último

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 

Projeto 3 bimestre 2º ano f

  • 1. ESCOLA MUNICIPAL NEIL FIORAVANTI- CAIC PROJETO 3º BIMESTRE - 2015 Professora: Celia Moura Okiyama PERÍODO: Vespertino TURMA: 2º F. Área de conhecimento: LEITURA, LITERATURA E PRODUÇÃO TEXTUAL. TRABALHANDO O FOLCLORE REGIONAL Objetivo Geral:  Apresentar a leitura literária como poderosa fonte de formação de sensibilidades e de ampliação de nossa visão de mundo, culturalmente valorizada. Objetivos específicos:  Proporcionar momentos sobre o mundo encantado do folclore.  Ampliar a visão dos alunos, possibilitando análise e reflexão critica de conhecimentos folclóricos.  Aprofundar a ideia de o folclore não é só no mês de agosto.  Construir conhecimentos na interação com o outro e com o meio.  Conhecer o conceito de folclore e os elementos mais característicos do folclore brasileiro;  Reconhecer manifestações folclóricas em diversas áreas da cultura: artesanato, literatura, música, dança, brinquedos, etc.; Eixos que serão abordados:  Oralidade  Apreciação pela literatura infantil enquanto manifestação cultural, histórica e artística.  Reflexão sobre a importância da oralidade nas diferentes instâncias de participação social e a valorização de textos que fazem parte da cultura
  • 2. nacional, regional na modalidade oral.Ex: canções infantis, trava-língua e lendas.  Prática de Leitura  Leitura de textos apoiados na linguagem visual e verbal;  Letras de músicas e de textos da tradição oral (parlendas, quadrinhas);  Uso de diversas estratégias de leitura  Compartilhar leitura  Comunicar opiniões  Assistir filmes produzidos a partir de textos literários.  Produção de texto  Escrita como produções culturais, históricas e artísticas;  Leitura e escrita de textos memorizados: parlendas, cantigas;  Produção de textos modificados (inicio ou final).  Produção coletiva de textos: permite aprendizado sobre a língua e compartilhar entre si o que sabem sobre a língua.  Análise e reflexão sobre a língua  Caracterização e reflexão sobre os gêneros e suportes textuais  Aspectos sociodiscursivos  Reflexão sobre o uso de recursos linguísticos: são usados em função de gênero adotado para produção de gênero.  Pistas linguísticas dadas para compreensão do texto.  Capacidade de ler em voz alta com fluência em diferentes situações; PROCEDIMENTOS METODOLOGICOS AS AÇÕES QUE SERÃO REALIZADAS
  • 3. Serão explorados o conceito de folclore através de textos e como é a nossa cultura. Apresentar parodia cantigas de roda e brincadeiras folclóricas e questionar quais são que eles já conheciam. Pesquisar na sala de tecnologia sobre a cultura de nossa cidade, quais são as mais populares. Pesquisar com familiares sobre alguma lenda ou mitos Leitura Compartilhada de advinhas Pesquisa de adivinhas com os parentes; Confecção de um livro com adivinhas; Leitura Compartilhada Parlendas; Roda de conversa sobre parlendas- levantamento dos conhecimentos prévios; Ordenação da parlenda lida em texto fatiado; Pesquisa de parlendas; Remontar a parlenda pesquisada por meio de recortes de jornais e revistas; Complementação de parlendas com palavras faltosas e marca palavras que terminem ou iniciem-se por determinada letras ou silaba; Observação de rimas, brincando com o ritmo rápido ou devagar, bem como escrever rimas com palavras selecionadas das parlendas; Extrair palavras dentro de outras nas parlendas como: soldado = sol + dado ASSISTIR O FILME NO AUDITÓRIO: Serão exploradas através de pequenos filmes as lendas do folclore (Saci, o Boto Rosa, curupira e Iara) Serão exploradas músicas através de pequenos filmes. Serão exploradas as danças regionais de Mato Grosso do Sul como (Engenho de Maromba, Sarandi, Chupim entre outras). ENTREGA DA PRODUÇÃO DE TEXTO, CORREÇÃO E LEITURA  Será entregue o texto com uma música folclórica em seguida cada aluno faça a leitura.  A música será explorada uma de cada vez  A leitura será realizada na biblioteca ou em algum lugar que estimule o gosto pela leitura o aluno.  Depois da leitura serão realizadas as produções;
  • 4.  O professor irá utilizar a sala de tecnologia para leva-los a pesquisar sobre o folclore da região e explorar os jogos.  Serão feitas algumas brincadeiras folclóricas Ex. (a caixa mágica que os alunos irão em algum lugar possa ficar em roda e caixa passar em mão a mão será explorado com as músicas e quando as caixas estiverem passando a música vai parar e o aluno ira abrir a caixa e pegar papel que nele estará escrito as parlendas ou trava-língua para que façam a leitura).  Explicar as brincadeiras folclóricas mais populares (esconde-esconde, soltar pipa, etc) AVALIAÇÃO Serão avaliados através do domínio afetivo das observações realizadas no decorrer das aulas, por meio da participação dos alunos e desenvolvimento da atividade proposta dos alunos e desenvolvimento da atividade proposta em sala.