SlideShare uma empresa Scribd logo
Petroquímica é a remoção de quaisquer produtos químicos ou combustíveis
fósseis. Estes incluem combustíveis fósseis, como purificados metano , o butano ,
o propano , o combustível , o querosene , o diesel , combustível de aviação e
pesticidas , herbicidas , fertilizantes e outros itens, como plástico, o asfalto ou
fibras sintéticas.
A indústria petroquímica é dedicado a obtenção de petróleo químicos e gases
associados. Petroquímicos incluem todas as substâncias químicas deles
derivados. A indústria petroquímica moderno data do final do século XIX . A
maioria dos produtos petroquímicos são fabricados a partir de um número
relativamente pequeno de hidrocarbonetos, incluindo metano, etano, propano,
butano e aromáticos derivados do benzeno, entre outros.
A petroquímica, portanto, fornece o conhecimento e mecanismos para a extração
de produtos químicos a partir de combustíveis fósseis. Gasolina, gasóleo,
querosene, o propano, o butano e o metano são alguns dos combustíveis fósseis
que permitem o desenvolvimento de produtos petroquímicos.
Essa ciência também permite a produção de fertilizantes, pesticidas e herbicidas,
betume obtenção e fibras sintéticas e fabricação de vários plásticos. Luvas,
esboços e pinturas, entre muitos outros itens de uso diário são parte da produção
petroquímica.
Os processos para a produção de produtos petroquímicos são realizadas nas
refinarias e envolvem alterações físicas e químicas dos hidrocarbonetos. O
processo básico que divide o petróleo e gás natural em vários compostos mais
leves, conhecidos como fissuras (as moléculas são divididas).
A combinação de entradas de base petroquímica e químicas permitem obter
diferentes produtos petroquímicos intermediários, tais como as resinas baseadas
em metanol (utilizados no fabrico de materiais de borracha e plásticos,
detergentes e lubrificantes), poliuretanos (utilizados no fabrico de colchões e de
plástico) e acetaldeído (derivado em perfumes, aromas e outros).
A indústria petroquímica requer medidas de segurança significativas para evitar
danos ambientais e seus processos são de impacto ambiental potencialmente
poluidoras.
Parte 2
Do latim petrolĕum que, por sua vez, deriva de um vocábulo grego que significa
“óleo de rocha”, o petróleo é um líquido natural oleaginoso que é formado por uma
mistura de hidrocarbonetos. Obtém-se a partir de camadas geológicas, sejam
estas continentais ou marítimas.
O petróleo é inflamável e, a partir de diversos processos de destilação e refinação,
permite produzir nafta, gasóleo, querosene e outros produtos utilizados para fins
energéticos.
O petróleo é uma fonte de energia não renovável: isto significa que, uma vez que
se esgotar, já não poderá ser obtido sob nenhuma circunstância. Segundo as
estatísticas, se mantivermos o atual ritmo de extração e se não forem encontrados
novas reservas, as reservas mundiais de petróleo esgotarão em menos de
cinquenta anos.
Embora isso representaria uma grave problema para a Humanidade, o que é certo
é que o petróleo é um material contaminante (a sua combustão produz CO2, por
exemplo) e difícil de limpar, uma vez que é insolúvel na água.
Algumas características do petróleo:
- Cor (variado entre:preto,marrom,vermelho,verde);
- Densidade;
- Viscosidade;
-Teor de impurezas;
- Composição entre leves e pesados;
A base química do petróleo pode ser:
- Parafina: Produz óleo lubrificante, óleo diesel, e querosene de boa qualidade.
- Naftênica: Predominam os ciclos alcanos, produz gasolina de boa qualidade
- Aromática: Produz aromáticos e solventes de boa qualidade
- Mista
Parte 3
Destilação Primária
A destilação é o processo básico de separação do petróleo. Consiste na
evaporação, em seguida a condensação devido a ação de pressão e temperatura
sobre os componentes do óleo cru (petróleo), baseado na diferença dos pontos de
ebulição.
A primeira etapa do refino, consiste na destilação fracionada que é feita na
Unidade de Destilação Atmosférica, por onde passa todo o óleo cru a ser refinado.
O óleo préaquecido penetra na coluna ou torre de fracionamento que possui uma
série de pratos. O petróleo aquecido sobe pela coluna e à medida que vai
passando pelos pratos sofre condensação, separando-se em diversas frações.
Algumas frações obtidas nesse processo incluem a gasolina, o óleo diesel, o
querosene, o óleo lubrificante, o piche usado em pavimentação asfáltica,
parafinas, como as usadas nas velas, a nafta e o gasóleo.
Bibliografia:
Livro:Conheça o petróleo;
Autor (a): Jucy Neiva 3° Edição 1986 Pag 120 e 121
http://conceito.de/petroquimica#ixzz3QcPnPG9O Acessado em: 02/02/2015 as
17:44
http://petroleofontedeenergia.blogspot.com.br/ Acessado em 02/02/2015 as 17: 55
http://outraspalavras.net/brasil/jogo-bruto-em-torno-do-pre-sal/ Acessado em
02/02/2015 as 18:08
http://jornalggn.com.br/categoria/petroleo Acessado em 02/02/2015 as 18:15
17:44
http://petroleofontedeenergia.blogspot.com.br/ Acessado em 02/02/2015 as 17: 55
http://outraspalavras.net/brasil/jogo-bruto-em-torno-do-pre-sal/ Acessado em
02/02/2015 as 18:08
http://jornalggn.com.br/categoria/petroleo Acessado em 02/02/2015 as 18:15

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de gas e petroleo
Apostila de gas e petroleoApostila de gas e petroleo
Apostila de gas e petroleo
Adriano Silva
 
Petróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e DerivadosPetróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e Derivados
Kelly Ruas
 
Aula petroleo-2010
Aula petroleo-2010Aula petroleo-2010
Querosene e parafina
Querosene e parafinaQuerosene e parafina
Querosene e parafina
Odilon Voss
 
Base da refinação de petróleo
Base da refinação de petróleoBase da refinação de petróleo
Base da refinação de petróleo
JoaoSandoval
 
Gasolina x Álcool
Gasolina x ÁlcoolGasolina x Álcool
Gasolina x Álcool
wddan
 
Parte ii técnico
Parte ii  técnicoParte ii  técnico
Parte ii técnico
Kellecampos Kelle Campos
 
Hidrocarbonetos - Marco Aurélio
Hidrocarbonetos - Marco AurélioHidrocarbonetos - Marco Aurélio
Hidrocarbonetos - Marco Aurélio
Turma Olímpica
 
Trabalho sobre petróleo
Trabalho sobre petróleoTrabalho sobre petróleo
Trabalho sobre petróleo
Eduardo Chaves
 
O que é octanagem
O que é octanagemO que é octanagem
O que é octanagem
Roberto Emery-Trindade
 
Estudo do metano
Estudo do metanoEstudo do metano
Estudo do metano
Manuel Vicente
 
Processo de Refinação e Derivados do Petróleo
Processo de Refinação e Derivados do PetróleoProcesso de Refinação e Derivados do Petróleo
Processo de Refinação e Derivados do Petróleo
Kaíne Colodetti
 
Pronae aula 12
Pronae aula 12Pronae aula 12
Pronae aula 12
Nuno Miguel Martins
 
O PetróLeo
O PetróLeoO PetróLeo
O PetróLeo
tomalmeida182
 
Petróleo e seus derivados
Petróleo e seus derivadosPetróleo e seus derivados
Petróleo e seus derivados
arthuremilioholdefer
 
Coque
CoqueCoque
Petroleo hidrocarbonetos
Petroleo hidrocarbonetosPetroleo hidrocarbonetos
Petroleo hidrocarbonetos
Karol Maia
 
134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno
134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno
134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno
Ivan Paulino
 
Aula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros Anp
Aula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros AnpAula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros Anp
Aula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros Anp
Bruno Silva
 
11 aula refino do petróleo
11  aula refino do petróleo11  aula refino do petróleo
11 aula refino do petróleo
Homero Alves de Lima
 

Mais procurados (20)

Apostila de gas e petroleo
Apostila de gas e petroleoApostila de gas e petroleo
Apostila de gas e petroleo
 
Petróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e DerivadosPetróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e Derivados
 
Aula petroleo-2010
Aula petroleo-2010Aula petroleo-2010
Aula petroleo-2010
 
Querosene e parafina
Querosene e parafinaQuerosene e parafina
Querosene e parafina
 
Base da refinação de petróleo
Base da refinação de petróleoBase da refinação de petróleo
Base da refinação de petróleo
 
Gasolina x Álcool
Gasolina x ÁlcoolGasolina x Álcool
Gasolina x Álcool
 
Parte ii técnico
Parte ii  técnicoParte ii  técnico
Parte ii técnico
 
Hidrocarbonetos - Marco Aurélio
Hidrocarbonetos - Marco AurélioHidrocarbonetos - Marco Aurélio
Hidrocarbonetos - Marco Aurélio
 
Trabalho sobre petróleo
Trabalho sobre petróleoTrabalho sobre petróleo
Trabalho sobre petróleo
 
O que é octanagem
O que é octanagemO que é octanagem
O que é octanagem
 
Estudo do metano
Estudo do metanoEstudo do metano
Estudo do metano
 
Processo de Refinação e Derivados do Petróleo
Processo de Refinação e Derivados do PetróleoProcesso de Refinação e Derivados do Petróleo
Processo de Refinação e Derivados do Petróleo
 
Pronae aula 12
Pronae aula 12Pronae aula 12
Pronae aula 12
 
O PetróLeo
O PetróLeoO PetróLeo
O PetróLeo
 
Petróleo e seus derivados
Petróleo e seus derivadosPetróleo e seus derivados
Petróleo e seus derivados
 
Coque
CoqueCoque
Coque
 
Petroleo hidrocarbonetos
Petroleo hidrocarbonetosPetroleo hidrocarbonetos
Petroleo hidrocarbonetos
 
134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno
134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno
134745039 propeno-n-buteno-e-isobuteno
 
Aula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros Anp
Aula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros AnpAula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros Anp
Aula 2 GeraçãO Do PetróLeo E Sistemas PetrolíFeros Anp
 
11 aula refino do petróleo
11  aula refino do petróleo11  aula refino do petróleo
11 aula refino do petróleo
 

Semelhante a Petrquimica

ahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdf
ahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdfahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdf
ahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdf
AntonioMarcos839221
 
A historia do petroleo e do gas natural 1
A historia do petroleo e do gas natural 1A historia do petroleo e do gas natural 1
A historia do petroleo e do gas natural 1
Aninha Felix Vieira Dias
 
Do petróleo ao PET
Do petróleo ao PETDo petróleo ao PET
Do petróleo ao PET
Gabriela Farias
 
Aulas 03 e 04 fontes de hidrocarbonetos e combustão - pré
Aulas 03 e 04   fontes de hidrocarbonetos e combustão - préAulas 03 e 04   fontes de hidrocarbonetos e combustão - pré
Aulas 03 e 04 fontes de hidrocarbonetos e combustão - pré
Alpha Colégio e Vestibulares
 
04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx
04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx
04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx
cunhadealmeidap
 
Petróleo e Combustão
Petróleo e Combustão Petróleo e Combustão
Petróleo e Combustão
alinesantana1422
 
Fundamentos de Petroquimica-Anotações.ppt
Fundamentos de Petroquimica-Anotações.pptFundamentos de Petroquimica-Anotações.ppt
Fundamentos de Petroquimica-Anotações.ppt
REAL
 
aula sobre o processo de Refinação de Petróleo.ppt
aula sobre o processo de Refinação de Petróleo.pptaula sobre o processo de Refinação de Petróleo.ppt
aula sobre o processo de Refinação de Petróleo.ppt
laisciriaco
 
Aula De Quimica Organica Petroleo 2
Aula De Quimica Organica   Petroleo 2Aula De Quimica Organica   Petroleo 2
Aula De Quimica Organica Petroleo 2
socorro06
 
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
Mari Rodrigues
 
Petroleo aula ppt.
Petroleo   aula ppt.Petroleo   aula ppt.
Petroleo aula ppt.
segundocol
 
Petroleo aula ppt.
Petroleo   aula ppt.Petroleo   aula ppt.
Petroleo aula ppt.
JulianaGimenes
 
"Somos Físicos" Derivados do Petróleo
"Somos Físicos" Derivados do Petróleo"Somos Físicos" Derivados do Petróleo
"Somos Físicos" Derivados do Petróleo
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Aual tématica petróleo
Aual tématica petróleoAual tématica petróleo
Aual tématica petróleo
PriscilaUFGD
 
Petróleo
PetróleoPetróleo
Petróleo
Renata Oliveira
 
Petroleo 3a2
Petroleo 3a2Petroleo 3a2
Petroleo 3a2
EEB Francisco Mazzola
 
Processos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos Plásticos
Processos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos PlásticosProcessos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos Plásticos
Processos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos Plásticos
Franklin Oliveira
 
Petróleo
PetróleoPetróleo
6 refino-de-petrc3b3leo
6 refino-de-petrc3b3leo6 refino-de-petrc3b3leo
6 refino-de-petrc3b3leo
Nairo Carimo Ussumane
 
Opu operações-unitárias.pptxn
Opu operações-unitárias.pptxnOpu operações-unitárias.pptxn
Opu operações-unitárias.pptxn
Cristyan Ribeiro
 

Semelhante a Petrquimica (20)

ahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdf
ahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdfahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdf
ahistoriadopetroleoedogasnatural1-160202232020.pdf
 
A historia do petroleo e do gas natural 1
A historia do petroleo e do gas natural 1A historia do petroleo e do gas natural 1
A historia do petroleo e do gas natural 1
 
Do petróleo ao PET
Do petróleo ao PETDo petróleo ao PET
Do petróleo ao PET
 
Aulas 03 e 04 fontes de hidrocarbonetos e combustão - pré
Aulas 03 e 04   fontes de hidrocarbonetos e combustão - préAulas 03 e 04   fontes de hidrocarbonetos e combustão - pré
Aulas 03 e 04 fontes de hidrocarbonetos e combustão - pré
 
04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx
04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx
04aulapetrleo-150523224110-lva1-app6891.pptx
 
Petróleo e Combustão
Petróleo e Combustão Petróleo e Combustão
Petróleo e Combustão
 
Fundamentos de Petroquimica-Anotações.ppt
Fundamentos de Petroquimica-Anotações.pptFundamentos de Petroquimica-Anotações.ppt
Fundamentos de Petroquimica-Anotações.ppt
 
aula sobre o processo de Refinação de Petróleo.ppt
aula sobre o processo de Refinação de Petróleo.pptaula sobre o processo de Refinação de Petróleo.ppt
aula sobre o processo de Refinação de Petróleo.ppt
 
Aula De Quimica Organica Petroleo 2
Aula De Quimica Organica   Petroleo 2Aula De Quimica Organica   Petroleo 2
Aula De Quimica Organica Petroleo 2
 
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
Polímeros, Polissacarídeos e Proteínas
 
Petroleo aula ppt.
Petroleo   aula ppt.Petroleo   aula ppt.
Petroleo aula ppt.
 
Petroleo aula ppt.
Petroleo   aula ppt.Petroleo   aula ppt.
Petroleo aula ppt.
 
"Somos Físicos" Derivados do Petróleo
"Somos Físicos" Derivados do Petróleo"Somos Físicos" Derivados do Petróleo
"Somos Físicos" Derivados do Petróleo
 
Aual tématica petróleo
Aual tématica petróleoAual tématica petróleo
Aual tématica petróleo
 
Petróleo
PetróleoPetróleo
Petróleo
 
Petroleo 3a2
Petroleo 3a2Petroleo 3a2
Petroleo 3a2
 
Processos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos Plásticos
Processos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos PlásticosProcessos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos Plásticos
Processos Industriais e Sustentabilidade: Indústria dos Plásticos
 
Petróleo
PetróleoPetróleo
Petróleo
 
6 refino-de-petrc3b3leo
6 refino-de-petrc3b3leo6 refino-de-petrc3b3leo
6 refino-de-petrc3b3leo
 
Opu operações-unitárias.pptxn
Opu operações-unitárias.pptxnOpu operações-unitárias.pptxn
Opu operações-unitárias.pptxn
 

Mais de Cristyan Ribeiro

Separação magnetica 1
Separação magnetica 1Separação magnetica 1
Separação magnetica 1
Cristyan Ribeiro
 
Separação magnetica2
Separação magnetica2Separação magnetica2
Separação magnetica2
Cristyan Ribeiro
 
Separação magnetica1
Separação magnetica1Separação magnetica1
Separação magnetica1
Cristyan Ribeiro
 
Separação de misturas sublimação
Separação de misturas sublimaçãoSeparação de misturas sublimação
Separação de misturas sublimação
Cristyan Ribeiro
 
Senai2
Senai2Senai2
Senai2
Senai2Senai2
Senai mario amato
Senai mario amatoSenai mario amato
Senai mario amato
Cristyan Ribeiro
 
Reposição de conteúdo bruno luz 2 qa
Reposição de conteúdo bruno luz 2 qaReposição de conteúdo bruno luz 2 qa
Reposição de conteúdo bruno luz 2 qa
Cristyan Ribeiro
 
DESTILAÇÃO ALCOOL
DESTILAÇÃO ALCOOLDESTILAÇÃO ALCOOL
DESTILAÇÃO ALCOOL
Cristyan Ribeiro
 
OPU
OPUOPU
Peneiramento
PeneiramentoPeneiramento
Peneiramento
Cristyan Ribeiro
 
Opu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separaçãoOpu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separação
Cristyan Ribeiro
 
Opu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separaçãoOpu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separação
Cristyan Ribeiro
 
Opu
OpuOpu
Opu transformações mecânicas dos plásticos
Opu   transformações mecânicas dos plásticosOpu   transformações mecânicas dos plásticos
Opu transformações mecânicas dos plásticos
Cristyan Ribeiro
 
Framaceutica (2)
Framaceutica (2)Framaceutica (2)
Framaceutica (2)
Cristyan Ribeiro
 
Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-
Cristyan Ribeiro
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
Filtração
Cristyan Ribeiro
 
Cosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qaCosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qa
Cristyan Ribeiro
 
Cosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qaCosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qa
Cristyan Ribeiro
 

Mais de Cristyan Ribeiro (20)

Separação magnetica 1
Separação magnetica 1Separação magnetica 1
Separação magnetica 1
 
Separação magnetica2
Separação magnetica2Separação magnetica2
Separação magnetica2
 
Separação magnetica1
Separação magnetica1Separação magnetica1
Separação magnetica1
 
Separação de misturas sublimação
Separação de misturas sublimaçãoSeparação de misturas sublimação
Separação de misturas sublimação
 
Senai2
Senai2Senai2
Senai2
 
Senai2
Senai2Senai2
Senai2
 
Senai mario amato
Senai mario amatoSenai mario amato
Senai mario amato
 
Reposição de conteúdo bruno luz 2 qa
Reposição de conteúdo bruno luz 2 qaReposição de conteúdo bruno luz 2 qa
Reposição de conteúdo bruno luz 2 qa
 
DESTILAÇÃO ALCOOL
DESTILAÇÃO ALCOOLDESTILAÇÃO ALCOOL
DESTILAÇÃO ALCOOL
 
OPU
OPUOPU
OPU
 
Peneiramento
PeneiramentoPeneiramento
Peneiramento
 
Opu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separaçãoOpu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separação
 
Opu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separaçãoOpu tipos-de-separação
Opu tipos-de-separação
 
Opu
OpuOpu
Opu
 
Opu transformações mecânicas dos plásticos
Opu   transformações mecânicas dos plásticosOpu   transformações mecânicas dos plásticos
Opu transformações mecânicas dos plásticos
 
Framaceutica (2)
Framaceutica (2)Framaceutica (2)
Framaceutica (2)
 
Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-Filtração 2 qa-
Filtração 2 qa-
 
Filtração
FiltraçãoFiltração
Filtração
 
Cosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qaCosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qa
 
Cosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qaCosméticos 2 qa
Cosméticos 2 qa
 

Último

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 

Último (20)

escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 

Petrquimica

  • 1. Petroquímica é a remoção de quaisquer produtos químicos ou combustíveis fósseis. Estes incluem combustíveis fósseis, como purificados metano , o butano , o propano , o combustível , o querosene , o diesel , combustível de aviação e pesticidas , herbicidas , fertilizantes e outros itens, como plástico, o asfalto ou fibras sintéticas. A indústria petroquímica é dedicado a obtenção de petróleo químicos e gases associados. Petroquímicos incluem todas as substâncias químicas deles derivados. A indústria petroquímica moderno data do final do século XIX . A maioria dos produtos petroquímicos são fabricados a partir de um número relativamente pequeno de hidrocarbonetos, incluindo metano, etano, propano, butano e aromáticos derivados do benzeno, entre outros. A petroquímica, portanto, fornece o conhecimento e mecanismos para a extração de produtos químicos a partir de combustíveis fósseis. Gasolina, gasóleo, querosene, o propano, o butano e o metano são alguns dos combustíveis fósseis que permitem o desenvolvimento de produtos petroquímicos. Essa ciência também permite a produção de fertilizantes, pesticidas e herbicidas, betume obtenção e fibras sintéticas e fabricação de vários plásticos. Luvas, esboços e pinturas, entre muitos outros itens de uso diário são parte da produção petroquímica. Os processos para a produção de produtos petroquímicos são realizadas nas refinarias e envolvem alterações físicas e químicas dos hidrocarbonetos. O processo básico que divide o petróleo e gás natural em vários compostos mais leves, conhecidos como fissuras (as moléculas são divididas). A combinação de entradas de base petroquímica e químicas permitem obter diferentes produtos petroquímicos intermediários, tais como as resinas baseadas
  • 2. em metanol (utilizados no fabrico de materiais de borracha e plásticos, detergentes e lubrificantes), poliuretanos (utilizados no fabrico de colchões e de plástico) e acetaldeído (derivado em perfumes, aromas e outros). A indústria petroquímica requer medidas de segurança significativas para evitar danos ambientais e seus processos são de impacto ambiental potencialmente poluidoras. Parte 2
  • 3. Do latim petrolĕum que, por sua vez, deriva de um vocábulo grego que significa “óleo de rocha”, o petróleo é um líquido natural oleaginoso que é formado por uma mistura de hidrocarbonetos. Obtém-se a partir de camadas geológicas, sejam estas continentais ou marítimas. O petróleo é inflamável e, a partir de diversos processos de destilação e refinação, permite produzir nafta, gasóleo, querosene e outros produtos utilizados para fins energéticos. O petróleo é uma fonte de energia não renovável: isto significa que, uma vez que se esgotar, já não poderá ser obtido sob nenhuma circunstância. Segundo as estatísticas, se mantivermos o atual ritmo de extração e se não forem encontrados novas reservas, as reservas mundiais de petróleo esgotarão em menos de cinquenta anos. Embora isso representaria uma grave problema para a Humanidade, o que é certo é que o petróleo é um material contaminante (a sua combustão produz CO2, por exemplo) e difícil de limpar, uma vez que é insolúvel na água. Algumas características do petróleo:
  • 4. - Cor (variado entre:preto,marrom,vermelho,verde); - Densidade; - Viscosidade; -Teor de impurezas; - Composição entre leves e pesados; A base química do petróleo pode ser: - Parafina: Produz óleo lubrificante, óleo diesel, e querosene de boa qualidade. - Naftênica: Predominam os ciclos alcanos, produz gasolina de boa qualidade - Aromática: Produz aromáticos e solventes de boa qualidade - Mista
  • 5. Parte 3 Destilação Primária A destilação é o processo básico de separação do petróleo. Consiste na evaporação, em seguida a condensação devido a ação de pressão e temperatura sobre os componentes do óleo cru (petróleo), baseado na diferença dos pontos de ebulição. A primeira etapa do refino, consiste na destilação fracionada que é feita na Unidade de Destilação Atmosférica, por onde passa todo o óleo cru a ser refinado. O óleo préaquecido penetra na coluna ou torre de fracionamento que possui uma série de pratos. O petróleo aquecido sobe pela coluna e à medida que vai passando pelos pratos sofre condensação, separando-se em diversas frações. Algumas frações obtidas nesse processo incluem a gasolina, o óleo diesel, o querosene, o óleo lubrificante, o piche usado em pavimentação asfáltica, parafinas, como as usadas nas velas, a nafta e o gasóleo. Bibliografia: Livro:Conheça o petróleo; Autor (a): Jucy Neiva 3° Edição 1986 Pag 120 e 121 http://conceito.de/petroquimica#ixzz3QcPnPG9O Acessado em: 02/02/2015 as
  • 6. 17:44 http://petroleofontedeenergia.blogspot.com.br/ Acessado em 02/02/2015 as 17: 55 http://outraspalavras.net/brasil/jogo-bruto-em-torno-do-pre-sal/ Acessado em 02/02/2015 as 18:08 http://jornalggn.com.br/categoria/petroleo Acessado em 02/02/2015 as 18:15
  • 7. 17:44 http://petroleofontedeenergia.blogspot.com.br/ Acessado em 02/02/2015 as 17: 55 http://outraspalavras.net/brasil/jogo-bruto-em-torno-do-pre-sal/ Acessado em 02/02/2015 as 18:08 http://jornalggn.com.br/categoria/petroleo Acessado em 02/02/2015 as 18:15