SlideShare uma empresa Scribd logo
O que é
Dependência Química?
O que são Drogas?
Segundo a organização mundial de saúde (OMS), droga é qualquer
substância que, introduzida no organismo, interfere no seu funcionamento.
Consequentemente, tanto é droga a maconha quanto a aspirina e o
antibiótico; tanto o álcool quanto a cocaína; tanto o cigarro quanto LSD;
tanto o cafezinho quanto o lança perfume.
O que varia é como atua no organismo de cada indivíduo, bem como a
finalidade, pois, quando a droga é empregada com finalidade terapêutica,
ela passa a denominar-se medicamento.
Quando sua finalidade está relacionada ao prazer, são denominadas como
drogas de abuso, pois há tendência a repetição do uso dessa substância.
Desenvolvimento de tolerância:
A Organização Mundial da Saúde define tolerância como "a necessidade de
doses crescentes da substância psicoativa para alcançar efeitos
originalmente produzidos por doses mais baixas." A partir do surgimento da
tolerância o indivíduo passa a sentir o efeito da droga em menor escala. Isso
poderá levá-lo a aumentar sua dose habitual, para que consiga as mesmas
sensações que o consumo da droga lhe proporcionava anteriormente.
Síndrome de Abstinência:
Os sintomas de abstinência são a evidência mais palpável da presença da
dependência. Eles se caracterizam pela presença de sintomas físicos e
psíquicos de desconforto frente à redução ou interrupção do consumo de
drogas. Quase todas as drogas são capazes de desencadear sintomas de
abstinência. A intensidade dos sintomas é progressiva. Inicialmente são
predominantemente psíquicos: fissura pela droga, ansiedade, sintomas
depressivos (desânimo, lentificação...), irritação, piora da concentração e
insônia. Na medida em que a dependência aumenta, aumenta também a
magnitude dos sintomas. Entre os sedativos podem surgir sintomas físicos, tais
como tremor, suor difuso, palpitações cardíacas, aumento da temperatura
do corpo, náuseas e vômitos, podendo chegar até a quadros de confusão
mental (delirium).
A Dependência é uma Doença ou uma
Opção?
Sartre um filósofo muito importante afirmou certa vez: "o homem está
condenado a ser livre." Ele quis dizer que o homem é naturalmente livre, mas
essa liberdade o condena a tomar decisões, fazer escolhas, opções pelo
resto da vida. Quanto mais escolhas fazemos e nos responsabilizamos por
elas, mais livres seremos. Quando mais culpamos os outros por nossas escolhas
erradas, menos autônomos e mais dependentes do outro ficamos.
Aqueles que decidem consumir uma droga estão fazendo uma opção, uma
escolha. É claro que muitos fatores contribuíram para que tal escolha se
desse (a simples curiosidade, a influência de amigos, a vontade de buscar
um jeito novo de divertir, as angústias da vida...). Mas, a escolha, no final, foi
da pessoa.
Continuar usando drogas também é uma opção, mas cada vez menos... Isso
porque o organismo vai se adaptando à presença da droga. Vai havendo
modificações no cérebro. Quando o indivíduo fica sem a droga, passa a se
sentir muito mal, desconfortável, irritado, deprimido, ansioso. O dependente
acha que o único alívio possível é a continuidade do consumo. Conforme a
dependência vai se instalando, a pessoa passa a abrir mão de coisas que
antes eram muito importantes para ela. É o momento em que aparecem as
brigas e discussões com a família, a piora no desempenho escolar, a venda
de objetos para comprar drogas. Tudo passa a girar em torno do consumo
de drogas.
A partir desse ponto, o indivíduo não consegue mais ficar sem usar drogas.
Não há mais OPÇÃO: o indivíduo não escolhe se vai usar drogas ou não. A
doença lhe tirou essa liberdade. QUALQUER DOENÇA PSÍQUICA CONSISTE
ACIMA DE TUDO NA PERDA DA LIBERDADE DE ESCOLHA. Portanto, a
dependência não é uma opção. É uma condição patológica (uma doença)
que tira a liberdade do indivíduo de optar!
Perceber a presença da doença e se responsabilizar pelo tratamento é o
primeiro passo em direção à recuperação. É preciso escolher a mudança e
buscar ajuda para efetiva-la. Não resolve olhar o passado para achar um
culpado. Não existem culpados pela situação. Mas pode haver pessoas
comprometidas com o tratamento (o próprio dependente, sua família, os
amigos, os profissionais da saúde). Afinal, se temos que estar condenados a
alguma coisa nesse mundo, que seja apenas à liberdade!
Bibliografia
Site Álcool e Drogas sem Distorção (www.einstein.br/alcooledrogas) / NEAD -
Núcleo Einstein de Álcool e Drogas do Hospital Israelita Albert Einstein

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogasPalestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogas
Prefeitura Municipal de Bandeirantes,PR
 
Dependência química conceitos
Dependência química conceitosDependência química conceitos
Dependência química conceitos
Gabriela Haack
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
Potencial Empresário
 
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativaTranstornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Aroldo Gavioli
 
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDEDROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
Zelton Alves Oliveira
 
Palestra drogas escolas
Palestra drogas   escolasPalestra drogas   escolas
Palestra drogas escolas
Edson Demarch
 
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
RASC EAD
 
Drogas
DrogasDrogas
Palestra sobre o alcoolismo
Palestra sobre o alcoolismoPalestra sobre o alcoolismo
Palestra sobre o alcoolismo
José Victor Rabelo
 
O que é dependência química conceitos fundamentais
O que é dependência química conceitos fundamentaisO que é dependência química conceitos fundamentais
O que é dependência química conceitos fundamentais
Ricardo Alexandre
 
Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010
Alinebrauna Brauna
 
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIADROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
Fernanda Marinho
 
Psicopatologia do abuso de substâncias 1
Psicopatologia do abuso de substâncias 1Psicopatologia do abuso de substâncias 1
Psicopatologia do abuso de substâncias 1
Caio Maximino
 
As drogas na adolescência
As drogas na adolescênciaAs drogas na adolescência
As drogas na adolescência
LaraBuffelli
 
Apresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na Sociedade
Apresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na SociedadeApresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na Sociedade
Apresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na Sociedade
juliogoomes01
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
Ericka Vanessa Andrade
 
Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
ariadnemonitoria
 
Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)
Alinebrauna Brauna
 
Alcoolismo
AlcoolismoAlcoolismo
Alcoolismo
tocha_turma9a
 
Palestras sobre drogas
Palestras sobre drogasPalestras sobre drogas
Palestras sobre drogas
Otacilio Fraga
 

Mais procurados (20)

Palestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogasPalestra prevencao drogas
Palestra prevencao drogas
 
Dependência química conceitos
Dependência química conceitosDependência química conceitos
Dependência química conceitos
 
Seminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e DrogasSeminario Alcool e Drogas
Seminario Alcool e Drogas
 
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativaTranstornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
Transtornos mentais e comportamentais devido ao uso de substância psicoativa
 
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDEDROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
DROGAS E SUAS CONSEQUÊNCIAS-SLIDE
 
Palestra drogas escolas
Palestra drogas   escolasPalestra drogas   escolas
Palestra drogas escolas
 
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
Prevenção ao uso de drogas - Aula 1
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Palestra sobre o alcoolismo
Palestra sobre o alcoolismoPalestra sobre o alcoolismo
Palestra sobre o alcoolismo
 
O que é dependência química conceitos fundamentais
O que é dependência química conceitos fundamentaisO que é dependência química conceitos fundamentais
O que é dependência química conceitos fundamentais
 
Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010Palestra sobre drogas atual 2010
Palestra sobre drogas atual 2010
 
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIADROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
DROGAS NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA
 
Psicopatologia do abuso de substâncias 1
Psicopatologia do abuso de substâncias 1Psicopatologia do abuso de substâncias 1
Psicopatologia do abuso de substâncias 1
 
As drogas na adolescência
As drogas na adolescênciaAs drogas na adolescência
As drogas na adolescência
 
Apresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na Sociedade
Apresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na SociedadeApresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na Sociedade
Apresentação sobre as Drogas: O que é, exemplos e Efeitos na Sociedade
 
Slide sobre drogas
Slide sobre drogasSlide sobre drogas
Slide sobre drogas
 
Adolescentes e drogas
Adolescentes e drogasAdolescentes e drogas
Adolescentes e drogas
 
Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)Alcoolismo (3)
Alcoolismo (3)
 
Alcoolismo
AlcoolismoAlcoolismo
Alcoolismo
 
Palestras sobre drogas
Palestras sobre drogasPalestras sobre drogas
Palestras sobre drogas
 

Destaque

Aula 10 - Dependência Química
Aula 10  - Dependência QuímicaAula 10  - Dependência Química
Aula 10 - Dependência Química
Sergio Lima Dias Junior
 
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica VivaDependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Clínica Terapêutica Viva
 
Dependência Química
Dependência QuímicaDependência Química
Dependência Química
Grupo Recanto
 
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Vida Mental Consultoria de Saúde Mental e Nutricional
 
Dependência química comorbidades gabriela
Dependência química comorbidades gabrielaDependência química comorbidades gabriela
Dependência química comorbidades gabriela
Gabriela Haack
 
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
Roberto C. Mayer
 
SAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICASAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
Centro Universitário Ages
 
Drogas & saúde mental
Drogas & saúde mentalDrogas & saúde mental
Drogas & saúde mental
kmillaalves
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - Obsessão
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - ObsessãoMocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - Obsessão
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - Obsessão
Sergio Lima Dias Junior
 
Motivação no tratamento da dependência química
Motivação no tratamento da dependência químicaMotivação no tratamento da dependência química
Motivação no tratamento da dependência química
Vida Mental Consultoria de Saúde Mental e Nutricional
 
Droga um problema social
Droga um problema socialDroga um problema social
Droga um problema social
Fer Nanda
 
Consumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem Social
Consumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem SocialConsumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem Social
Consumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem Social
Vanessa Ruffatto Gregoviski
 
Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...
Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...
Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...
RenanMF
 
Pastoral sobriedade
Pastoral sobriedadePastoral sobriedade
Pastoral sobriedade
Luiz Vicente Gargiulo
 
Dependências
DependênciasDependências
SOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICASOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
Jonathan Coelho
 
Vícios e pensamentos.
Vícios e pensamentos.Vícios e pensamentos.
Vícios e pensamentos.
Dr. Walter Cury
 
Superação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de Menezes
Superação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de MenezesSuperação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de Menezes
Superação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de Menezes
Dr. Walter Cury
 
Vicios e obsessões.
Vicios  e obsessões.Vicios  e obsessões.
Vicios e obsessões.
Dr. Walter Cury
 
Recaida
RecaidaRecaida

Destaque (20)

Aula 10 - Dependência Química
Aula 10  - Dependência QuímicaAula 10  - Dependência Química
Aula 10 - Dependência Química
 
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica VivaDependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
Dependencia Quimica - Planos de Tratamento Clínica Viva
 
Dependência Química
Dependência QuímicaDependência Química
Dependência Química
 
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
Como Aplicar Técnicas de Dinâmicas de Grupo para Dependentes Químicos?
 
Dependência química comorbidades gabriela
Dependência química comorbidades gabrielaDependência química comorbidades gabriela
Dependência química comorbidades gabriela
 
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
2016-08-31 Comorbidades e a Dependência Química
 
SAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICASAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SAÚDE MENTAL E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
 
Drogas & saúde mental
Drogas & saúde mentalDrogas & saúde mental
Drogas & saúde mental
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - Obsessão
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - ObsessãoMocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - Obsessão
Mocidade Espírita Chico Xavier - Aula 9 - Obsessão
 
Motivação no tratamento da dependência química
Motivação no tratamento da dependência químicaMotivação no tratamento da dependência química
Motivação no tratamento da dependência química
 
Droga um problema social
Droga um problema socialDroga um problema social
Droga um problema social
 
Consumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem Social
Consumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem SocialConsumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem Social
Consumo de Álcool por Universitários e Aprendizagem Social
 
Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...
Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...
Novas políticas sobre drogas no Paraná: um diálogo entre o direito, a psicolo...
 
Pastoral sobriedade
Pastoral sobriedadePastoral sobriedade
Pastoral sobriedade
 
Dependências
DependênciasDependências
Dependências
 
SOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICASOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
SOCIOLOGIA DROGAS E DEPENDÊNCIA QUÍMICA
 
Vícios e pensamentos.
Vícios e pensamentos.Vícios e pensamentos.
Vícios e pensamentos.
 
Superação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de Menezes
Superação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de MenezesSuperação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de Menezes
Superação, saúde mental e física, espiritismo, André Luiz, Bezerra de Menezes
 
Vicios e obsessões.
Vicios  e obsessões.Vicios  e obsessões.
Vicios e obsessões.
 
Recaida
RecaidaRecaida
Recaida
 

Semelhante a Dependencia quimica

Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
saudefieb
 
dependencia-quimica-160217163618 (1).pptx
dependencia-quimica-160217163618 (1).pptxdependencia-quimica-160217163618 (1).pptx
dependencia-quimica-160217163618 (1).pptx
MillaCorreia1
 
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
Mario Mariorui
 
Drogas
DrogasDrogas
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
Mario Mariorui
 
Drogas sil e camila
Drogas sil e camilaDrogas sil e camila
Drogas sil e camila
-
 
Drogas e Medicamentos.pptx
Drogas e Medicamentos.pptxDrogas e Medicamentos.pptx
Drogas e Medicamentos.pptx
PriscilaBiggi1
 
Drogas
DrogasDrogas
Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Toxico
ToxicoToxico
A prevencao de_drogas
A prevencao de_drogasA prevencao de_drogas
A prevencao de_drogas
Mariana Alves
 
A prevenção de_drogas
A prevenção de_drogasA prevenção de_drogas
Drogas
DrogasDrogas
Toxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 frToxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 fr
paulo cunha
 
SETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptx
SETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptxSETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptx
SETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptx
JOSIVALDO ALVES DE AQUINO
 
Drogas - Pesquisa em Área de Projecto
Drogas - Pesquisa em Área de ProjectoDrogas - Pesquisa em Área de Projecto
Drogas - Pesquisa em Área de Projecto
Maria Olinda Mineiro
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na Sociedade
Olga Graça
 
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na Sociedade
Olga Graça
 
drogas
 drogas drogas
drogas
Tomás Nini
 

Semelhante a Dependencia quimica (20)

Cartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogasCartilha sobre drogas
Cartilha sobre drogas
 
dependencia-quimica-160217163618 (1).pptx
dependencia-quimica-160217163618 (1).pptxdependencia-quimica-160217163618 (1).pptx
dependencia-quimica-160217163618 (1).pptx
 
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Europa sem drogas
Europa sem drogasEuropa sem drogas
Europa sem drogas
 
Drogas sil e camila
Drogas sil e camilaDrogas sil e camila
Drogas sil e camila
 
Drogas e Medicamentos.pptx
Drogas e Medicamentos.pptxDrogas e Medicamentos.pptx
Drogas e Medicamentos.pptx
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)Diga não ás drogas (2)
Diga não ás drogas (2)
 
Toxico
ToxicoToxico
Toxico
 
A prevencao de_drogas
A prevencao de_drogasA prevencao de_drogas
A prevencao de_drogas
 
A prevenção de_drogas
A prevenção de_drogasA prevenção de_drogas
A prevenção de_drogas
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Toxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 frToxicodependencia11 fr
Toxicodependencia11 fr
 
SETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptx
SETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptxSETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptx
SETEMBRO AMARELO Drogas e Suicídio.pptx
 
Drogas - Pesquisa em Área de Projecto
Drogas - Pesquisa em Área de ProjectoDrogas - Pesquisa em Área de Projecto
Drogas - Pesquisa em Área de Projecto
 
Drogas
DrogasDrogas
Drogas
 
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na Sociedade
 
Drogas na Sociedade
Drogas na SociedadeDrogas na Sociedade
Drogas na Sociedade
 
drogas
 drogas drogas
drogas
 

Último

PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
marcos oliveira
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
FredPaixaoeSilva
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
ALEXANDRODECASTRODOS
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 

Último (20)

PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 

Dependencia quimica

  • 2. O que são Drogas? Segundo a organização mundial de saúde (OMS), droga é qualquer substância que, introduzida no organismo, interfere no seu funcionamento. Consequentemente, tanto é droga a maconha quanto a aspirina e o antibiótico; tanto o álcool quanto a cocaína; tanto o cigarro quanto LSD; tanto o cafezinho quanto o lança perfume. O que varia é como atua no organismo de cada indivíduo, bem como a finalidade, pois, quando a droga é empregada com finalidade terapêutica, ela passa a denominar-se medicamento. Quando sua finalidade está relacionada ao prazer, são denominadas como drogas de abuso, pois há tendência a repetição do uso dessa substância.
  • 3. Desenvolvimento de tolerância: A Organização Mundial da Saúde define tolerância como "a necessidade de doses crescentes da substância psicoativa para alcançar efeitos originalmente produzidos por doses mais baixas." A partir do surgimento da tolerância o indivíduo passa a sentir o efeito da droga em menor escala. Isso poderá levá-lo a aumentar sua dose habitual, para que consiga as mesmas sensações que o consumo da droga lhe proporcionava anteriormente.
  • 4. Síndrome de Abstinência: Os sintomas de abstinência são a evidência mais palpável da presença da dependência. Eles se caracterizam pela presença de sintomas físicos e psíquicos de desconforto frente à redução ou interrupção do consumo de drogas. Quase todas as drogas são capazes de desencadear sintomas de abstinência. A intensidade dos sintomas é progressiva. Inicialmente são predominantemente psíquicos: fissura pela droga, ansiedade, sintomas depressivos (desânimo, lentificação...), irritação, piora da concentração e insônia. Na medida em que a dependência aumenta, aumenta também a magnitude dos sintomas. Entre os sedativos podem surgir sintomas físicos, tais como tremor, suor difuso, palpitações cardíacas, aumento da temperatura do corpo, náuseas e vômitos, podendo chegar até a quadros de confusão mental (delirium).
  • 5. A Dependência é uma Doença ou uma Opção? Sartre um filósofo muito importante afirmou certa vez: "o homem está condenado a ser livre." Ele quis dizer que o homem é naturalmente livre, mas essa liberdade o condena a tomar decisões, fazer escolhas, opções pelo resto da vida. Quanto mais escolhas fazemos e nos responsabilizamos por elas, mais livres seremos. Quando mais culpamos os outros por nossas escolhas erradas, menos autônomos e mais dependentes do outro ficamos.
  • 6. Aqueles que decidem consumir uma droga estão fazendo uma opção, uma escolha. É claro que muitos fatores contribuíram para que tal escolha se desse (a simples curiosidade, a influência de amigos, a vontade de buscar um jeito novo de divertir, as angústias da vida...). Mas, a escolha, no final, foi da pessoa. Continuar usando drogas também é uma opção, mas cada vez menos... Isso porque o organismo vai se adaptando à presença da droga. Vai havendo modificações no cérebro. Quando o indivíduo fica sem a droga, passa a se sentir muito mal, desconfortável, irritado, deprimido, ansioso. O dependente acha que o único alívio possível é a continuidade do consumo. Conforme a dependência vai se instalando, a pessoa passa a abrir mão de coisas que antes eram muito importantes para ela. É o momento em que aparecem as brigas e discussões com a família, a piora no desempenho escolar, a venda de objetos para comprar drogas. Tudo passa a girar em torno do consumo de drogas.
  • 7. A partir desse ponto, o indivíduo não consegue mais ficar sem usar drogas. Não há mais OPÇÃO: o indivíduo não escolhe se vai usar drogas ou não. A doença lhe tirou essa liberdade. QUALQUER DOENÇA PSÍQUICA CONSISTE ACIMA DE TUDO NA PERDA DA LIBERDADE DE ESCOLHA. Portanto, a dependência não é uma opção. É uma condição patológica (uma doença) que tira a liberdade do indivíduo de optar! Perceber a presença da doença e se responsabilizar pelo tratamento é o primeiro passo em direção à recuperação. É preciso escolher a mudança e buscar ajuda para efetiva-la. Não resolve olhar o passado para achar um culpado. Não existem culpados pela situação. Mas pode haver pessoas comprometidas com o tratamento (o próprio dependente, sua família, os amigos, os profissionais da saúde). Afinal, se temos que estar condenados a alguma coisa nesse mundo, que seja apenas à liberdade!
  • 8. Bibliografia Site Álcool e Drogas sem Distorção (www.einstein.br/alcooledrogas) / NEAD - Núcleo Einstein de Álcool e Drogas do Hospital Israelita Albert Einstein