SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Paciente Oncológico
Da oncogênese ao Estadiamento
Dra. Juliana Neves
Definição de Câncer
• Ferreira et al. O câncer é consequência das
alterações moleculares, que modifica o
comportamento e a fisiologia celular.
O Processo da Oncogênese
• Atualmente a exposição à fatores que levem à
processos carcinogênicos, tem crescido
exponencialmente;
• A predisposição do individuo também é
considerada, porém as influencias do meio
externo são relevantes nos processos de
mutação celular.
• A especificidade dos cânceres está
diretamente relacionada a fatores como:
Sexo;
Idade;
Raça;
Predisposição Genética;
Exposição à carcinógenos ambientais.
A divisão do desenvolvimento
neoplásico
• Abrange 3 etapas:
Iniciação Promoção Progressão
• São necessários vários processos até a
formação da célula maligna;
• Quanto maior o número de mutações, maiores
os danos ao DNA;
• Maiores chances de erros passarem
despercebidos.
Apoptose
• Morte celular normal;
• Controla o número de células em um tecido;
• Genes anti-apoptóticos;
• Genes pró-apoptóticos;
A relação entre a proliferação celular e a taxa
de apoptose determinam à expansão das
células tumorais.
Angiogênese Tumoral
• Para alcançar maiores volumes, os tumores
necessitam de suprimento sanguíneo
constante, este suprimento é fornecido por
micro vasos a partir de células endoteliais que
estão próximas as células neoplásicas.
• O processo de Angiogênese não apenas se
relaciona com o crescimento tumoral, mas
também, com o desenvolvimento de
metástases, através da migração de células
neoplásicas na circulação sanguínea.
Oncogênese: Química, Física e
Biológica
• Química: Dividida em duas fases:
Iniciação dano ou mutação celular;
Promoção crescimento da célula
mutante, promovido por agentes químicos
(inflamações, hormônios, etc.)
• Física: Energia radiante, solar e ionizante;
• Biológica: A incorporação de vírus no DNA ou
RNA, a inativação dos antioncogenes celulares
pelas proteínas virais (imortalização da célula,
inibição da apoptose) ou ativação dos proto-
oncogenes (replicação celular).
Exemplo de vírus: HPV, EBV, HBV, HTLV1, etc.
Classificação de células
malignas e benignas
• De acordo com o comportamento biológico os
tumores são divididos em benignos e
malignos, quando não é possível estabelecer
esta diferença denomina-se tumores
limítrofes.
Características Benigno Maligno
Encapsulação Formam pseudocápsulas
fibrosas
Não permite a formação
de pseudocápsulas
Crescimento Lento e expansivo,
possui estroma
adequado e bom
suprimento vascular,
raramente apresenta
necrose ou hemorragia
Rápido e desorganizado,
infiltrativo, alta
multiplicação celular,
desproporcional entre o
parênquima tumoral e o
estroma
Morfologia Diferenciadas,
reproduzem o mesmo
aspecto original
Não reproduzem
características dos
tecidos originais
Antigenicidade Por serem diferenciadas
não produzem
antígenos
Podem apresentar
antígenos tumorais
Metástases Não apresentam Invasão e disseminação
Estadiamento dos Tumores
• As características do crescimento tumoral são
resultados de diversos eventos que possuem
uma ordem para progredir.
Âmbito
Molecular
Âmbito
Gênico
Âmbito
Cromossômico
Âmbito
Nuclear
Âmbito
Celular
Âmbito
Tecidual
Âmbito
Orgânico
Âmbito
Sistêmico
• A variação da velocidade a da intensidade no
crescimento tumoral, torna o estágio de
detecção do câncer variável;
• O sistema mais utilizado sobre o estágio
evolutivos em que uma neoplasia está sendo
diagnosticada é o TNM de classificação de
tumores malignos denominado estadiamento.
• É um sistema de classificação anatômica
utilizado para tumores sólidos, visa agrupar
pacientes por estágios clínicos, onde pacientes
no mesmo estágio apresentam prognóstico
semelhante, para isso considera-se 3 eventos
naturais no câncer:
Tamanho ou grau de extensão local;
Ausência ou presença de metástase para
linfonodos regionais;
Ausência ou presença de metástase à
distância.
Classificações
Estádio - 0 Carcinoma in situ
Estádio - 1 Invasão local inicial
Estádio - 2 Tumor primário limitado ou invasão linfática regional
mínima
Estádio - 3 Tumor local extenso ou invasão linfática regional extensa
Estádio - 4 Tumor localmente avançado com presença de metástases à
distância
Referências
• FERREIRA, FO. CASTRO, RM. Biologia da célula tumoral. 2ed. São Paulo:
Tecmedd, 2008.
• XAVIER, DS. Fisioterapia onco-funcional para a graduação: O papel do
fisioterapeuta no combate ao câncer. 1ed. Manaus: Clube de autores,
2011.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Oncologia básica
Oncologia básicaOncologia básica
Oncologia básica
 
Cancer colo do utero
Cancer colo do uteroCancer colo do utero
Cancer colo do utero
 
Cancer
CancerCancer
Cancer
 
Seminário de Oncologia
Seminário de Oncologia Seminário de Oncologia
Seminário de Oncologia
 
Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do Útero
 
Enfermagem em Quimioterapia
Enfermagem em QuimioterapiaEnfermagem em Quimioterapia
Enfermagem em Quimioterapia
 
Cancer de Estômago
Cancer de EstômagoCancer de Estômago
Cancer de Estômago
 
Câncer de mama
 Câncer de mama Câncer de mama
Câncer de mama
 
Cancer de Próstata
Cancer de PróstataCancer de Próstata
Cancer de Próstata
 
Aula Basica Oncologia
Aula Basica OncologiaAula Basica Oncologia
Aula Basica Oncologia
 
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo UterinoColeta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
Coleta e Indicações para o Exame Citopatológico do Colo Uterino
 
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de MamaPalestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
 
câncer
câncercâncer
câncer
 
cancer de mama
cancer de mamacancer de mama
cancer de mama
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
Câncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroCâncer de cólo de útero
Câncer de cólo de útero
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
 
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do ÚteroTudo sobre Câncer do Colo do Útero
Tudo sobre Câncer do Colo do Útero
 
10. quimioterápicos 20 e 21 maio
10. quimioterápicos 20 e 21 maio 10. quimioterápicos 20 e 21 maio
10. quimioterápicos 20 e 21 maio
 
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de AlmeidaLesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
 

Semelhante a Paciente oncológico

oncologia aula 1.pptx
oncologia aula 1.pptxoncologia aula 1.pptx
oncologia aula 1.pptxKarinyNayara1
 
As Bases genéticas do Câncer
As Bases genéticas do CâncerAs Bases genéticas do Câncer
As Bases genéticas do CâncerAmanda Gerardel
 
Genética do câncer 14.04.14
Genética do câncer 14.04.14Genética do câncer 14.04.14
Genética do câncer 14.04.14Rhomelio Anderson
 
Biologia molecular-do-cancer
Biologia molecular-do-cancerBiologia molecular-do-cancer
Biologia molecular-do-cancerCaroline Bezerra
 
Câncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celularCâncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celularLuane Carenina
 
Câncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celularCâncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celularLuane Carenina
 
Neoplasia trabalho pronto
Neoplasia trabalho prontoNeoplasia trabalho pronto
Neoplasia trabalho prontoFernanda Kokol
 
Neoplasia e reconstrução tecidual
Neoplasia e reconstrução tecidualNeoplasia e reconstrução tecidual
Neoplasia e reconstrução tecidualArnaldo Neto
 
Aula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológico
Aula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológicoAula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológico
Aula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológicoJaqueline Almeida
 
Aula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptx
Aula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptxAula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptx
Aula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptxRomuloHalley1
 
Artigo câncer causas, prevenção e tratamento
Artigo câncer   causas, prevenção e tratamentoArtigo câncer   causas, prevenção e tratamento
Artigo câncer causas, prevenção e tratamentoAline Silva
 
Repercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mamaRepercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mamaPedro Antonio
 
Apresentação t cc final
Apresentação t cc finalApresentação t cc final
Apresentação t cc finalPedro Antonio
 

Semelhante a Paciente oncológico (20)

oncologia aula 1.pptx
oncologia aula 1.pptxoncologia aula 1.pptx
oncologia aula 1.pptx
 
As Bases genéticas do Câncer
As Bases genéticas do CâncerAs Bases genéticas do Câncer
As Bases genéticas do Câncer
 
Genética do câncer 14.04.14
Genética do câncer 14.04.14Genética do câncer 14.04.14
Genética do câncer 14.04.14
 
Carcinogenese
CarcinogeneseCarcinogenese
Carcinogenese
 
Biologia molecular-do-cancer
Biologia molecular-do-cancerBiologia molecular-do-cancer
Biologia molecular-do-cancer
 
Câncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celularCâncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celular
 
Câncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celularCâncer e o ciclo celular
Câncer e o ciclo celular
 
Lesões genéticas no câncer.
Lesões genéticas no câncer.Lesões genéticas no câncer.
Lesões genéticas no câncer.
 
Neoplasia trabalho pronto
Neoplasia trabalho prontoNeoplasia trabalho pronto
Neoplasia trabalho pronto
 
câncer
 câncer câncer
câncer
 
Neoplasia e reconstrução tecidual
Neoplasia e reconstrução tecidualNeoplasia e reconstrução tecidual
Neoplasia e reconstrução tecidual
 
Câncer de Mama
Câncer de Mama Câncer de Mama
Câncer de Mama
 
Carcinogênese
CarcinogêneseCarcinogênese
Carcinogênese
 
Aula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológico
Aula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológicoAula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológico
Aula sobre Carcinoma – aspecto clínico e citológico
 
Genética dos tumores
Genética dos tumoresGenética dos tumores
Genética dos tumores
 
Aula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptx
Aula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptxAula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptx
Aula 6 EPIGENÉTICA NUTRIGENÉTICA E CARCINOGENESE.pptx
 
Artigo câncer causas, prevenção e tratamento
Artigo câncer   causas, prevenção e tratamentoArtigo câncer   causas, prevenção e tratamento
Artigo câncer causas, prevenção e tratamento
 
Repercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mamaRepercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mama
 
Apresentação t cc final
Apresentação t cc finalApresentação t cc final
Apresentação t cc final
 
Câncer colorretal.pptx
Câncer colorretal.pptxCâncer colorretal.pptx
Câncer colorretal.pptx
 

Mais de Iapes Ensino

Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)Iapes Ensino
 
Raio x pós graduação
Raio   x pós graduaçãoRaio   x pós graduação
Raio x pós graduaçãoIapes Ensino
 
Polineuropatia do paciente crítico
Polineuropatia do paciente críticoPolineuropatia do paciente crítico
Polineuropatia do paciente críticoIapes Ensino
 
A fisioterapia intensiva oncofuncional
A fisioterapia intensiva oncofuncional A fisioterapia intensiva oncofuncional
A fisioterapia intensiva oncofuncional Iapes Ensino
 
Preparatório cardio - Iapes
Preparatório cardio - IapesPreparatório cardio - Iapes
Preparatório cardio - IapesIapes Ensino
 
Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1
Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1
Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1Iapes Ensino
 
Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1
Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1
Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1Iapes Ensino
 
Revisão e questões resolvidas e comentadas neurologia
Revisão e questões resolvidas e comentadas neurologiaRevisão e questões resolvidas e comentadas neurologia
Revisão e questões resolvidas e comentadas neurologiaIapes Ensino
 

Mais de Iapes Ensino (8)

Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
Síndrome do desconforto respiratório agudo (sdra)
 
Raio x pós graduação
Raio   x pós graduaçãoRaio   x pós graduação
Raio x pós graduação
 
Polineuropatia do paciente crítico
Polineuropatia do paciente críticoPolineuropatia do paciente crítico
Polineuropatia do paciente crítico
 
A fisioterapia intensiva oncofuncional
A fisioterapia intensiva oncofuncional A fisioterapia intensiva oncofuncional
A fisioterapia intensiva oncofuncional
 
Preparatório cardio - Iapes
Preparatório cardio - IapesPreparatório cardio - Iapes
Preparatório cardio - Iapes
 
Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1
Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1
Questões comentadas aula neuro 2 - Dr. Daniel Xavier - Parte 1
 
Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1
Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1
Revisão e questões resolvidas e comentadas Dr Daniel Xavier - parte 1
 
Revisão e questões resolvidas e comentadas neurologia
Revisão e questões resolvidas e comentadas neurologiaRevisão e questões resolvidas e comentadas neurologia
Revisão e questões resolvidas e comentadas neurologia
 

Paciente oncológico

  • 1. Paciente Oncológico Da oncogênese ao Estadiamento Dra. Juliana Neves
  • 2. Definição de Câncer • Ferreira et al. O câncer é consequência das alterações moleculares, que modifica o comportamento e a fisiologia celular.
  • 3. O Processo da Oncogênese • Atualmente a exposição à fatores que levem à processos carcinogênicos, tem crescido exponencialmente; • A predisposição do individuo também é considerada, porém as influencias do meio externo são relevantes nos processos de mutação celular.
  • 4.
  • 5. • A especificidade dos cânceres está diretamente relacionada a fatores como: Sexo; Idade; Raça; Predisposição Genética; Exposição à carcinógenos ambientais.
  • 6. A divisão do desenvolvimento neoplásico • Abrange 3 etapas: Iniciação Promoção Progressão
  • 7.
  • 8. • São necessários vários processos até a formação da célula maligna; • Quanto maior o número de mutações, maiores os danos ao DNA; • Maiores chances de erros passarem despercebidos.
  • 9. Apoptose • Morte celular normal; • Controla o número de células em um tecido; • Genes anti-apoptóticos; • Genes pró-apoptóticos; A relação entre a proliferação celular e a taxa de apoptose determinam à expansão das células tumorais.
  • 10. Angiogênese Tumoral • Para alcançar maiores volumes, os tumores necessitam de suprimento sanguíneo constante, este suprimento é fornecido por micro vasos a partir de células endoteliais que estão próximas as células neoplásicas.
  • 11. • O processo de Angiogênese não apenas se relaciona com o crescimento tumoral, mas também, com o desenvolvimento de metástases, através da migração de células neoplásicas na circulação sanguínea.
  • 12. Oncogênese: Química, Física e Biológica • Química: Dividida em duas fases: Iniciação dano ou mutação celular; Promoção crescimento da célula mutante, promovido por agentes químicos (inflamações, hormônios, etc.) • Física: Energia radiante, solar e ionizante;
  • 13. • Biológica: A incorporação de vírus no DNA ou RNA, a inativação dos antioncogenes celulares pelas proteínas virais (imortalização da célula, inibição da apoptose) ou ativação dos proto- oncogenes (replicação celular). Exemplo de vírus: HPV, EBV, HBV, HTLV1, etc.
  • 15. • De acordo com o comportamento biológico os tumores são divididos em benignos e malignos, quando não é possível estabelecer esta diferença denomina-se tumores limítrofes.
  • 16. Características Benigno Maligno Encapsulação Formam pseudocápsulas fibrosas Não permite a formação de pseudocápsulas Crescimento Lento e expansivo, possui estroma adequado e bom suprimento vascular, raramente apresenta necrose ou hemorragia Rápido e desorganizado, infiltrativo, alta multiplicação celular, desproporcional entre o parênquima tumoral e o estroma Morfologia Diferenciadas, reproduzem o mesmo aspecto original Não reproduzem características dos tecidos originais Antigenicidade Por serem diferenciadas não produzem antígenos Podem apresentar antígenos tumorais Metástases Não apresentam Invasão e disseminação
  • 17. Estadiamento dos Tumores • As características do crescimento tumoral são resultados de diversos eventos que possuem uma ordem para progredir. Âmbito Molecular Âmbito Gênico Âmbito Cromossômico Âmbito Nuclear Âmbito Celular Âmbito Tecidual Âmbito Orgânico Âmbito Sistêmico
  • 18. • A variação da velocidade a da intensidade no crescimento tumoral, torna o estágio de detecção do câncer variável; • O sistema mais utilizado sobre o estágio evolutivos em que uma neoplasia está sendo diagnosticada é o TNM de classificação de tumores malignos denominado estadiamento.
  • 19. • É um sistema de classificação anatômica utilizado para tumores sólidos, visa agrupar pacientes por estágios clínicos, onde pacientes no mesmo estágio apresentam prognóstico semelhante, para isso considera-se 3 eventos naturais no câncer: Tamanho ou grau de extensão local; Ausência ou presença de metástase para linfonodos regionais; Ausência ou presença de metástase à distância.
  • 20. Classificações Estádio - 0 Carcinoma in situ Estádio - 1 Invasão local inicial Estádio - 2 Tumor primário limitado ou invasão linfática regional mínima Estádio - 3 Tumor local extenso ou invasão linfática regional extensa Estádio - 4 Tumor localmente avançado com presença de metástases à distância
  • 21. Referências • FERREIRA, FO. CASTRO, RM. Biologia da célula tumoral. 2ed. São Paulo: Tecmedd, 2008. • XAVIER, DS. Fisioterapia onco-funcional para a graduação: O papel do fisioterapeuta no combate ao câncer. 1ed. Manaus: Clube de autores, 2011.