SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
O aprendiz de investigador
Apresentar os resultados de uma investigação.
Trabalho em texto
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
ensino secundário
 Trabalho em texto
 A estrutura de um trabalho em texto
 A mancha de texto
 A utilização de listas para organizar a informação
 Tipos especiais de textos
Ensaio argumentativo
Relatório
Relatório científico
sumário
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Trabalho cujo conteúdo é predominantemente apresentado em
texto, independentemente
 do formato (e-book, html, impresso ou manuscrito)
 do suporte (digital ou em papel)
(Redigir o texto é a última fase do
trabalho de pesquisa)
Trabalho em texto
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Mesmo com poucas páginas, um trabalho em texto deve ter:
 a introdução
 o desenvolvimento
 a conclusão
 a lista de referências bibliográficas
Um trabalho com títulos e subtítulos deve ter um sumário a
colocar no início, a seguir à capa.
A estrutura de um trabalho em texto
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
O objetivo é apresentar o tema do trabalho e o modo como foi
feito. Deve explicar-se:
 a importância e o interesse do tema e as razões que levaram à
exploração do mesmo.
 os objetivos a alcançar e as principais questões de investigação
que orientam a pesquisa.
 a estrutura da exploração do tema.
 as conclusões centrais da investigação.
A estrutura de um trabalho em texto
Introdução
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
É a parte central do trabalho e estará dividida no número de
capítulos e subcapítulos julgados necessários (devem ter títulos e
subtítulos adequados aos conteúdos).
 Redigir com cuidado, tendo como base os conhecimentos e as
informações recolhidas.
 Em alguns tipos de trabalho, a tua posição fundamentada sobre
os assuntos em discussão é essencial.
A estrutura de um trabalho em texto
Desenvolvimento
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
É a síntese final do trabalho e pode assumir a forma de resposta
ao problema levantado.
Pode incluir:
 Os aspetos centrais da posição que defendeste.
 As dificuldades que não conseguiste resolver.
 Pistas para trabalhos futuros.
A estrutura de um trabalho em texto
Conclusão
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
É a lista de documentos que consultaste para o trabalho e que
deve seguir-se à conclusão.
Para a sua elaboração segue as normas indicadas
no guia “Aprendiz de investigador. Direitos de
autor: citações e referências bibliográficas. Ensino
secundário”.
A estrutura de um trabalho em texto
Referências bibliográficas
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Glossário (opcional)
 Lista com definições de termos e/ou
palavras, cujo significado é importante para
a compreensão dos assuntos tratados no
trabalho.
Anexos (opcional)
 Secção onde podes inserir qualquer
documento e/ou texto que constitua um
complemento ou fundamento do trabalho.
A estrutura de um trabalho em texto
Glossário e Anexos
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
folhas lisas e em formato A4
A mancha de texto
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Letra:
• Arial
• Times New Roman
o mesmo tipo de letra
deve ser usado em
todo o trabalho
Num mundo marcado pela proliferação da
informação e por rápidas transformações tecnológicas,
torna-se cada vez mais importante que consigas
transformar a informação em conhecimento e mobilizá-
lo de forma útil e flexível.
Reconhecendo o papel crucial que o sistema
educativo deve desempenhar na preparação dos alunos
para esta realidade, as equipas das bibliotecas
escolares dos agrupamentos de escolas do concelho de
Cantanhede iniciaram a produção de um conjunto de
Guias de apoio ao trabalho autónomo dos alunos ao
nível das competências nas literacias da informação e
digital.
Estes Guias estão organizados por temáticas e
anos de escolaridade e têm por base a análise do
referencial de formação Aprender com Biblioteca
Escolar da RBE para os domínios das literacias da
informação e digital e das metas curriculares e de
aprendizagem.
Com estas publicações, pretendemos
disponibilizar-te ferramentas que te apoiem na
elaboração dos mais variados trabalhos escolares e
que te permitam, adquirir conhecimentos, de modo
consistente e gradualmente mais amplo, bem como
desenvolver hábitos de trabalho que serão fundamen-
margens entre 2 e 3 cm
mais larga para
permitir a
encadernação
pode aumentar
ligeiramente quando há
mudança de parágrafo
ou capítulo
espaçamento entre
linhas de “1,5 linhas”
A mancha de texto
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
1. A apresentação de um trabalho em texto
Por trabalho em texto entende-se um trabalho
cujo conteúdo é predominantemente apresentado
em texto, independentemente do formato (e-book,
html, impresso ou manuscrito) e do suporte (digital
ou em papel).
1.1. A estrutura de um trabalho em texto
Introdução
Tem por objetivo apresentar ao leitor o tema do
trabalho e o modo como este foi feito. Na introdução
deve explicar-se:
- a importância e o interesse do tema e as razões
que levaram à exploração do mesmo
- os objetivos a alcançar e as principais questões
de investigação que orientam a pesquisa
Tamanho entre 8 e 10
•letra Arial, tamanho 11
•letra Times New Roman,
tamanho 12
Títulos de livros,
filmes, poemas… em
itálico
Fig.1 Pesquisa com o Google
Títulos
Tamanho até 14
Podem ser realçados a
negrito ou sublinhado
Legendas
Corpo do trabalho
A utilização de listas para organizar a informação
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
O que se pretende
Alfabetados
a) b)
Numerados Marcas
Enunciar uma lista de elementos, sem os
destacar no texto
No correr do
texto
Separar visualmente os tópicos / lista do corpo
do texto
X X
Identificar várias etapas ou vários
procedimentos
X X
Apresentar uma sequência cronológica X X
Apresentar itens com graus de importância
crescente ou decrescente
X X
Apresentar uma lista sem qualquer ordem ou
hierarquia entre os vários elementos
X X
Por vezes é necessário apresentar a informação sob a forma de
listas de itens.
A seleção do tipo de lista a usar no teu trabalho, vai depender da
função que lhe queiras atribuir.
Exemplo 1
(Enunciar uma lista de elementos, sem os destacar no texto)
Para fazer o seu desenho, o João precisava: de uma
folha de papel, lápis de cor, canetas de feltro e de uma
borracha.
A utilização de listas para organizar a informação
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
dois pontos
vírgula
Exemplo 2
(Enunciar uma lista de elementos, sem os destacar no texto)
Para fazer o seu desenho, o João precisava: de uma
folha de papel; de lápis de cor; de canetas de feltro e de
uma borracha.
A utilização de listas para organizar a informação
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
dois pontos
ponto e vírgula
Exemplo 3
(Apresentar lista sem qualquer ordem ou hierarquia entre os vários
elementos, destacando-os do texto)
Para a disciplina de Desenho, os alunos devem adquirir
os materiais que constam da lista.
 Folhas de papel cavalinho.
 Lápis de cera e lápis de cor.
 Canetas de feltro.
 Borrachas.
A utilização de listas para organizar a informação
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
marcas
ponto final
ponto final
Exemplo 4
(Identificar várias etapas ou vários procedimentos, segundo uma ordem,
sem os destacar do texto)
Na aula, a professora deu-nos um conjunto de indica-
ções: (a) comprar os materiais necessários; (b) fazer um
esboço do desenho; (c) elaborar o trabalho.
A utilização de listas para organizar a informação
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
alfabetaçãodois pontos
Exemplo 5
(Apresentar itens com graus de importância segundo uma ordem,
destacando-os do texto)
Na aula, a professora apresentou-nos a sequência das
tarefas que devíamos fazer.
1. Verificar a lista de materiais necessários.
2. Comprar os materiais em falta.
3. Fazer um esboço do desenho.
4. Elaborar o trabalho.
A utilização de listas para organizar a informação
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
ponto final
ponto final
numeração
É um texto no qual vais apresentar o resultado da tua
investigação:
 discutindo e confrontando posições sobre um determinado
problema.
 assumindo, por vezes, uma posição pessoal, defendendo-a e
confrontando-a com outras posições.
Tipos especiais de textos
Ensaio argumentativo
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Introdução: referir com clareza o âmbito do ensaio.
 identificar e formular o problema que está na base do processo
de investigação.
 referir como vais investigar as respostas para o problema.
 mostrar o interesse da discussão do problema que desencadeou
a tua investigação.
 comprovar que o teu processo de investigação e a conclusão a
que chegaste são relevantes.
Tipos especiais de textos
Ensaio argumentativo
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Desenvolvimento:
 Explorar os argumentos que sustentam as várias posições.
 Analisar e justificar, um a um, os argumentos apresentados.
Conclusão: sumariar brevemente a argumentação desenvolvida.
Tipos especiais de textos
Ensaio argumentativo
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
É um texto expositivo e informativo no qual se apresenta por
escrito um acontecimento ou situação.
Relatório crítico descrevem-se uma atividade e os procedimentos
aplicados e discutem-se os resultados obtidos.
Relatório de síntese agrega-se a informação obtida em vários
processos de investigação.
Tipos especiais de textos
Relatório
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Introdução: descreve-se o que vai ser relatado, identificando-se os
objetivos e o assunto em análise.
Desenvolvimento: descreve-se o objeto de estudo e efetua-se uma
análise crítica dos dados.
Conclusão: efetua-se um balanço das atividades desenvolvidas e dos
resultados obtidos, podendo ainda apresentar-se
recomendações para futuras investigações.
Tipos especiais de textos
Relatório
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
A estrutura deve replicar a do processo de investigação científica:
objetivos, método, resultados e discussão dos resultados.
Introdução:
(a) enquadrar o problema em investigação no conhecimento
existente ou apenas enunciar o problema em estudo.
(b) realçar a importância científica da investigação, tendo em conta
a área onde se está a investigar.
(c) definir claramente os objetivos a alcançar.
Tipos especiais de textos
Relatório científico
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Desenvolvimento: identificar os materiais, a metodologia de
investigação e os procedimentos experimentais aplicados e
interpretar e discutir os resultados obtidos.
 Material: lista ou descrição do material e equipamento devidamente
identificado (disciplinas com componente experimental em laboratório).
 Métodos: descrição detalhada e explícita da metodologia aplicada.
 Resultados: apresentação dos resultados obtidos, nomeadamente sob
a forma de gráficos, tabelas e esquemas.
Tipos especiais de textos
Relatório científico
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Conclusão:
 síntese dos resultados obtidos, tendo por base o problema e os
objetivos enunciados na introdução.
 podem ainda apresentar-se outras linhas de investigação para
responder ao problema.
Tipos especiais de textos
Relatório científico
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
Lista de referências:
American Psychological Association. (2010). Publication manual of the Americam Psychological Association (6.ª ed.). Washington,
DC: APA.
Arco, A. R., Costa, A. S., Pinto, B. C., Martins, M., & Arriaga, M. T. (2010). Normas para a elaboração e apresentação de trabalhos.
Portalegre: Instituto Português de Portalegre. Disponível em
http://www.essp.pt/PDF/NormasRegulamentos/NormasElaboracaoTrabalhosEscritos.pdf
Escola Secundária José Belchior Viegas. (s/d). Técnicas de trabalho: elaborar relatórios. S. Brás de Alportel: ESJBV. Disponível em
http://www.rbe.min-edu.pt/news/newsletter3/como_elaborar_relatorios.pdf
Ver ainda as apresentações:
 Apresentar o resultado de uma investigação. Fazer uma boa apresentação oral
 Apresentar o resultado de uma investigação. Trabalho em texto: tabelas e figuras, capa, sumário e índice
 Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalhos com som e imagem: PowerPoint, Prezi ou filme
 Apresentar os resultados de uma investigação. Publicar em suporte digital
literaciascantanhede.blogspot.pt
Ficha técnica:
Título: O aprendiz de investigador. Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto. Ensino
secundário.
Autores: Graça Silva e Isabel Bernardo | Projeto Literacias na Escola: formar os parceiros da biblioteca
Fotos: Graça Silva, José Plácido e José Vieira
Bibliotecas Escolares dos Agrupamentos de Escolas do Concelho de Cantanhede, 2014
L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
O aprendiz de investigador. Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto. Ensino secundário. by Graça Silva e Isabel Bernardo, Projeto
Literacias na Escola: formar os parceiros da biblioteca is licensed under a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0
Internacional License.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como fazer um trabalho escrito 8º ano
Como fazer um trabalho escrito 8º anoComo fazer um trabalho escrito 8º ano
Como fazer um trabalho escrito 8º ano
Terceiro Calhau
 
Guião para a elaboração de trabalho escrito
Guião para a elaboração de trabalho escritoGuião para a elaboração de trabalho escrito
Guião para a elaboração de trabalho escrito
fbritol10
 
Como fazer um trabalho de pesquisa 2
Como fazer um trabalho de pesquisa 2Como fazer um trabalho de pesquisa 2
Como fazer um trabalho de pesquisa 2
madalenat
 
Como fazer um trabalho metodologia
Como fazer um trabalho metodologiaComo fazer um trabalho metodologia
Como fazer um trabalho metodologia
1000a
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
bibliotecaclorindoburnier
 

Mais procurados (20)

Normas trabalho slides_2013
Normas trabalho slides_2013Normas trabalho slides_2013
Normas trabalho slides_2013
 
Guião para elaborar um trabalho escolar
Guião para elaborar um trabalho escolarGuião para elaborar um trabalho escolar
Guião para elaborar um trabalho escolar
 
Como fazer um trabalho escrito 8º ano
Como fazer um trabalho escrito 8º anoComo fazer um trabalho escrito 8º ano
Como fazer um trabalho escrito 8º ano
 
Como fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escritoComo fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escrito
 
Regras para a realização de um trabalho escrito
Regras para a realização de um trabalho escritoRegras para a realização de um trabalho escrito
Regras para a realização de um trabalho escrito
 
Como realizar um Trabalho Escrito
Como realizar um Trabalho EscritoComo realizar um Trabalho Escrito
Como realizar um Trabalho Escrito
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos ABNT NBR 14724-2011 (atualizado 2016)
Elaboração de trabalhos acadêmicos ABNT NBR 14724-2011 (atualizado 2016)Elaboração de trabalhos acadêmicos ABNT NBR 14724-2011 (atualizado 2016)
Elaboração de trabalhos acadêmicos ABNT NBR 14724-2011 (atualizado 2016)
 
Projeto de pesquisa
Projeto de pesquisaProjeto de pesquisa
Projeto de pesquisa
 
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho EscolarComo Se Faz Um Trabalho Escolar
Como Se Faz Um Trabalho Escolar
 
Metodologia: como fazer um trabalho escrito
Metodologia: como fazer um trabalho escrito Metodologia: como fazer um trabalho escrito
Metodologia: como fazer um trabalho escrito
 
Estrutura do Trabalho Acadêmico Segundo a ABNT 14724/2011
Estrutura do Trabalho Acadêmico Segundo a ABNT 14724/2011Estrutura do Trabalho Acadêmico Segundo a ABNT 14724/2011
Estrutura do Trabalho Acadêmico Segundo a ABNT 14724/2011
 
Guião para a elaboração de trabalho escrito
Guião para a elaboração de trabalho escritoGuião para a elaboração de trabalho escrito
Guião para a elaboração de trabalho escrito
 
Formatação De Trabalhos
Formatação De TrabalhosFormatação De Trabalhos
Formatação De Trabalhos
 
Modulo4 estruturadotrabalho (1)
Modulo4 estruturadotrabalho (1)Modulo4 estruturadotrabalho (1)
Modulo4 estruturadotrabalho (1)
 
Normas abnt - Referências. figuras, sumário
Normas abnt - Referências. figuras, sumárioNormas abnt - Referências. figuras, sumário
Normas abnt - Referências. figuras, sumário
 
Como fazer um trabalho de pesquisa 2
Como fazer um trabalho de pesquisa 2Como fazer um trabalho de pesquisa 2
Como fazer um trabalho de pesquisa 2
 
Modelo para trabalho escrito CEF213
Modelo para trabalho escrito CEF213Modelo para trabalho escrito CEF213
Modelo para trabalho escrito CEF213
 
Como fazer um trabalho metodologia
Como fazer um trabalho metodologiaComo fazer um trabalho metodologia
Como fazer um trabalho metodologia
 
Como fazer um trabalho?
Como fazer um trabalho?Como fazer um trabalho?
Como fazer um trabalho?
 
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNTMetodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
Metodologia da pesquisa científica e normas da ABNT
 

Destaque

Curso de detetive particular
Curso de detetive particularCurso de detetive particular
Curso de detetive particular
Edison Gusmão
 
Newsletter 2º período 4
Newsletter 2º período 4Newsletter 2º período 4
Newsletter 2º período 4
manuelaborges
 
Traabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácidoTraabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácido
protecaocivil
 
Operação lava jato
Operação lava jatoOperação lava jato
Operação lava jato
Isabel Cabral
 
Ii. O Processo De InvestigaçãO
Ii. O Processo De InvestigaçãOIi. O Processo De InvestigaçãO
Ii. O Processo De InvestigaçãO
guest5b37db
 
Investigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres Caceres
Investigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres CaceresInvestigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres Caceres
Investigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres Caceres
Caceres16
 
Manual de procedimentos
Manual de procedimentosManual de procedimentos
Manual de procedimentos
escolaviva2014
 

Destaque (20)

O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...
 
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citaçõesO aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações
 
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Referências bibli...
 
O aprendiz de investigador: Apresentar os resultados de uma investigação. Pub...
O aprendiz de investigador: Apresentar os resultados de uma investigação. Pub...O aprendiz de investigador: Apresentar os resultados de uma investigação. Pub...
O aprendiz de investigador: Apresentar os resultados de uma investigação. Pub...
 
Curso de detetive particular
Curso de detetive particularCurso de detetive particular
Curso de detetive particular
 
Edição nº 01
Edição nº 01Edição nº 01
Edição nº 01
 
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...
 
Newsletter 2º período 4
Newsletter 2º período 4Newsletter 2º período 4
Newsletter 2º período 4
 
Traabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácidoTraabalho filipe plácido
Traabalho filipe plácido
 
Operação lava jato
Operação lava jatoOperação lava jato
Operação lava jato
 
Ii. O Processo De InvestigaçãO
Ii. O Processo De InvestigaçãOIi. O Processo De InvestigaçãO
Ii. O Processo De InvestigaçãO
 
É BOM SABER!!! INSTRUTOR ANDRE-ARMAS NÃO LETRAIS SPRAY DE PIMENTA ( VOCÊ SABI...
É BOM SABER!!! INSTRUTOR ANDRE-ARMAS NÃO LETRAIS SPRAY DE PIMENTA ( VOCÊ SABI...É BOM SABER!!! INSTRUTOR ANDRE-ARMAS NÃO LETRAIS SPRAY DE PIMENTA ( VOCÊ SABI...
É BOM SABER!!! INSTRUTOR ANDRE-ARMAS NÃO LETRAIS SPRAY DE PIMENTA ( VOCÊ SABI...
 
Psicanálise
PsicanálisePsicanálise
Psicanálise
 
Lava jato
Lava jatoLava jato
Lava jato
 
Fraudes Corporativas - Estudo de casos III: os maiores escandalos corporativo...
Fraudes Corporativas - Estudo de casos III: os maiores escandalos corporativo...Fraudes Corporativas - Estudo de casos III: os maiores escandalos corporativo...
Fraudes Corporativas - Estudo de casos III: os maiores escandalos corporativo...
 
Investigação de fraudes (ESTUDO DE CASO): A operação Lava-a-jato, 2015
Investigação de fraudes (ESTUDO DE CASO): A operação Lava-a-jato, 2015Investigação de fraudes (ESTUDO DE CASO): A operação Lava-a-jato, 2015
Investigação de fraudes (ESTUDO DE CASO): A operação Lava-a-jato, 2015
 
Investigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres Caceres
Investigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres CaceresInvestigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres Caceres
Investigacion Experimental-No experimental-Cuasiexperimental/ Andres Caceres
 
Biblioteca 1a
Biblioteca 1aBiblioteca 1a
Biblioteca 1a
 
Manual de procedimentos
Manual de procedimentosManual de procedimentos
Manual de procedimentos
 
Biblioteca de los angeles
Biblioteca de los angelesBiblioteca de los angeles
Biblioteca de los angeles
 

Semelhante a O aprendiz de investigador: Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto (Secundário)

O Planejamento De Artigos CientíFicos Ana Maria Torres Alvarez
O Planejamento De Artigos CientíFicos   Ana Maria Torres AlvarezO Planejamento De Artigos CientíFicos   Ana Maria Torres Alvarez
O Planejamento De Artigos CientíFicos Ana Maria Torres Alvarez
Renata Aquino
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisa
madalenat
 
Explicação do projeto
Explicação do projetoExplicação do projeto
Explicação do projeto
Lutero Ramos
 
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
JLMeneghetti
 
Relato de experiência(2)
Relato de experiência(2)Relato de experiência(2)
Relato de experiência(2)
Nerilda Dutra
 

Semelhante a O aprendiz de investigador: Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto (Secundário) (20)

Apresentar trabalhos em texto (1º CEB)
Apresentar trabalhos em texto (1º CEB)Apresentar trabalhos em texto (1º CEB)
Apresentar trabalhos em texto (1º CEB)
 
O Planejamento De Artigos CientíFicos Ana Maria Torres Alvarez
O Planejamento De Artigos CientíFicos   Ana Maria Torres AlvarezO Planejamento De Artigos CientíFicos   Ana Maria Torres Alvarez
O Planejamento De Artigos CientíFicos Ana Maria Torres Alvarez
 
Pi 2 2012 aula 21 fevereiro instruções de projeto
Pi 2 2012 aula 21 fevereiro   instruções de projetoPi 2 2012 aula 21 fevereiro   instruções de projeto
Pi 2 2012 aula 21 fevereiro instruções de projeto
 
Pesquisa e tratamento da informação o trabalho
Pesquisa e tratamento da informação o trabalhoPesquisa e tratamento da informação o trabalho
Pesquisa e tratamento da informação o trabalho
 
Guião como elaborar um trabalho escrito
Guião como elaborar um trabalho escritoGuião como elaborar um trabalho escrito
Guião como elaborar um trabalho escrito
 
Como faço um trabalho
Como faço um trabalhoComo faço um trabalho
Como faço um trabalho
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisa
 
Explicação do projeto
Explicação do projetoExplicação do projeto
Explicação do projeto
 
Modelo de trabalho escolar
Modelo de trabalho escolarModelo de trabalho escolar
Modelo de trabalho escolar
 
Guião para a construção de trabalhos
Guião para a construção de trabalhosGuião para a construção de trabalhos
Guião para a construção de trabalhos
 
Como.escrever.um.relatório
Como.escrever.um.relatórioComo.escrever.um.relatório
Como.escrever.um.relatório
 
Como fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escritoComo fazer um trabalho escrito
Como fazer um trabalho escrito
 
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusãoaula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
aula de tcc: estrutura da introdução e conclusão
 
Texto Cientifico
Texto CientificoTexto Cientifico
Texto Cientifico
 
Introdução aula 4
Introdução   aula 4Introdução   aula 4
Introdução aula 4
 
Como realizar um trabalho escrito formação literacia informação
Como realizar um trabalho escrito   formação literacia informaçãoComo realizar um trabalho escrito   formação literacia informação
Como realizar um trabalho escrito formação literacia informação
 
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
 
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
Como elaborar um_projeto_de_monografia_06_maio_2011
 
Relato de experiência(2)
Relato de experiência(2)Relato de experiência(2)
Relato de experiência(2)
 
Apresentação Trabalhos Acadêmicos- Ilane Ferreira.pdf
Apresentação  Trabalhos Acadêmicos- Ilane Ferreira.pdfApresentação  Trabalhos Acadêmicos- Ilane Ferreira.pdf
Apresentação Trabalhos Acadêmicos- Ilane Ferreira.pdf
 

Mais de ProjetoLiteracias

Mais de ProjetoLiteracias (19)

O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Livro (ensino básico | 1.ºCEB)
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Livro (ensino básico | 1.ºCEB)O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Livro (ensino básico | 1.ºCEB)
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Livro (ensino básico | 1.ºCEB)
 
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A imprensa (ensino básico)
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A imprensa (ensino básico)O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A imprensa (ensino básico)
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A imprensa (ensino básico)
 
O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (ensino básico)
O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (ensino básico)O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (ensino básico)
O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (ensino básico)
 
O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Publicações periódicas (1.º...
O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Publicações periódicas (1.º...O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Publicações periódicas (1.º...
O aprendiz de Investigador. Encontrar informação. Publicações periódicas (1.º...
 
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A CDU (1.ºCEB)
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A CDU  (1.ºCEB)O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A CDU  (1.ºCEB)
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. A CDU (1.ºCEB)
 
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (1ºCEB).
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (1ºCEB).O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (1ºCEB).
O aprendiz de investigador. Encontrar informação. Bibliotecas (1ºCEB).
 
O Aprendiz de Investigador: Criar um filme com o Movie Maker (Tutorial Litera...
O Aprendiz de Investigador: Criar um filme com o Movie Maker (Tutorial Litera...O Aprendiz de Investigador: Criar um filme com o Movie Maker (Tutorial Litera...
O Aprendiz de Investigador: Criar um filme com o Movie Maker (Tutorial Litera...
 
O Aprendiz de Investigador: Criação, edição e partilha de imagens com o Googl...
O Aprendiz de Investigador: Criação, edição e partilha de imagens com o Googl...O Aprendiz de Investigador: Criação, edição e partilha de imagens com o Googl...
O Aprendiz de Investigador: Criação, edição e partilha de imagens com o Googl...
 
O Aprendiz de Investigador: Criar uma storytelling com o StoryBird (Tutorial ...
O Aprendiz de Investigador: Criar uma storytelling com o StoryBird (Tutorial ...O Aprendiz de Investigador: Criar uma storytelling com o StoryBird (Tutorial ...
O Aprendiz de Investigador: Criar uma storytelling com o StoryBird (Tutorial ...
 
O Aprendiz de Investigador: Criar um podcast com o Audacity (Tutorial Literac...
O Aprendiz de Investigador: Criar um podcast com o Audacity (Tutorial Literac...O Aprendiz de Investigador: Criar um podcast com o Audacity (Tutorial Literac...
O Aprendiz de Investigador: Criar um podcast com o Audacity (Tutorial Literac...
 
O Aprendiz de Investigador: Mapas mentais. Usar o Popplet (Tutorial Literacia...
O Aprendiz de Investigador: Mapas mentais. Usar o Popplet (Tutorial Literacia...O Aprendiz de Investigador: Mapas mentais. Usar o Popplet (Tutorial Literacia...
O Aprendiz de Investigador: Mapas mentais. Usar o Popplet (Tutorial Literacia...
 
O aprendiz de investigador - Encontrar informação. A imprensa (Ensino Básico)
O aprendiz de investigador - Encontrar informação. A imprensa (Ensino Básico)O aprendiz de investigador - Encontrar informação. A imprensa (Ensino Básico)
O aprendiz de investigador - Encontrar informação. A imprensa (Ensino Básico)
 
1 ceb encontrar informação. p_periodica
1 ceb encontrar informação. p_periodica1 ceb encontrar informação. p_periodica
1 ceb encontrar informação. p_periodica
 
O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Identificar o li...
O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Identificar o li...O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Identificar o li...
O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Identificar o li...
 
O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Referências bibl...
O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Referências bibl...O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Referências bibl...
O aprendiz de investigador - Respeitar os direitos de autor. Referências bibl...
 
O aprendiz de investigador: Encontrar informação. Livro (1ºCEB)
O aprendiz de investigador: Encontrar informação. Livro (1ºCEB)O aprendiz de investigador: Encontrar informação. Livro (1ºCEB)
O aprendiz de investigador: Encontrar informação. Livro (1ºCEB)
 
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...
 
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. Os autores e o li...
 
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...
O aprendiz de investigador: Respeitar os direitos de autor. As citações (Ensi...
 

Último

APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
lbgsouza
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 

Último (20)

ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoasInsegurança nunca mais tem afeta pessoas
Insegurança nunca mais tem afeta pessoas
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 

O aprendiz de investigador: Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto (Secundário)

  • 1. O aprendiz de investigador Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a ensino secundário
  • 2.  Trabalho em texto  A estrutura de um trabalho em texto  A mancha de texto  A utilização de listas para organizar a informação  Tipos especiais de textos Ensaio argumentativo Relatório Relatório científico sumário L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 3. Trabalho cujo conteúdo é predominantemente apresentado em texto, independentemente  do formato (e-book, html, impresso ou manuscrito)  do suporte (digital ou em papel) (Redigir o texto é a última fase do trabalho de pesquisa) Trabalho em texto L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 4. Mesmo com poucas páginas, um trabalho em texto deve ter:  a introdução  o desenvolvimento  a conclusão  a lista de referências bibliográficas Um trabalho com títulos e subtítulos deve ter um sumário a colocar no início, a seguir à capa. A estrutura de um trabalho em texto L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 5. O objetivo é apresentar o tema do trabalho e o modo como foi feito. Deve explicar-se:  a importância e o interesse do tema e as razões que levaram à exploração do mesmo.  os objetivos a alcançar e as principais questões de investigação que orientam a pesquisa.  a estrutura da exploração do tema.  as conclusões centrais da investigação. A estrutura de um trabalho em texto Introdução L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 6. É a parte central do trabalho e estará dividida no número de capítulos e subcapítulos julgados necessários (devem ter títulos e subtítulos adequados aos conteúdos).  Redigir com cuidado, tendo como base os conhecimentos e as informações recolhidas.  Em alguns tipos de trabalho, a tua posição fundamentada sobre os assuntos em discussão é essencial. A estrutura de um trabalho em texto Desenvolvimento L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 7. É a síntese final do trabalho e pode assumir a forma de resposta ao problema levantado. Pode incluir:  Os aspetos centrais da posição que defendeste.  As dificuldades que não conseguiste resolver.  Pistas para trabalhos futuros. A estrutura de um trabalho em texto Conclusão L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 8. É a lista de documentos que consultaste para o trabalho e que deve seguir-se à conclusão. Para a sua elaboração segue as normas indicadas no guia “Aprendiz de investigador. Direitos de autor: citações e referências bibliográficas. Ensino secundário”. A estrutura de um trabalho em texto Referências bibliográficas L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 9. Glossário (opcional)  Lista com definições de termos e/ou palavras, cujo significado é importante para a compreensão dos assuntos tratados no trabalho. Anexos (opcional)  Secção onde podes inserir qualquer documento e/ou texto que constitua um complemento ou fundamento do trabalho. A estrutura de um trabalho em texto Glossário e Anexos L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 10. folhas lisas e em formato A4 A mancha de texto L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a Letra: • Arial • Times New Roman o mesmo tipo de letra deve ser usado em todo o trabalho Num mundo marcado pela proliferação da informação e por rápidas transformações tecnológicas, torna-se cada vez mais importante que consigas transformar a informação em conhecimento e mobilizá- lo de forma útil e flexível. Reconhecendo o papel crucial que o sistema educativo deve desempenhar na preparação dos alunos para esta realidade, as equipas das bibliotecas escolares dos agrupamentos de escolas do concelho de Cantanhede iniciaram a produção de um conjunto de Guias de apoio ao trabalho autónomo dos alunos ao nível das competências nas literacias da informação e digital. Estes Guias estão organizados por temáticas e anos de escolaridade e têm por base a análise do referencial de formação Aprender com Biblioteca Escolar da RBE para os domínios das literacias da informação e digital e das metas curriculares e de aprendizagem. Com estas publicações, pretendemos disponibilizar-te ferramentas que te apoiem na elaboração dos mais variados trabalhos escolares e que te permitam, adquirir conhecimentos, de modo consistente e gradualmente mais amplo, bem como desenvolver hábitos de trabalho que serão fundamen- margens entre 2 e 3 cm mais larga para permitir a encadernação pode aumentar ligeiramente quando há mudança de parágrafo ou capítulo espaçamento entre linhas de “1,5 linhas”
  • 11. A mancha de texto L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a 1. A apresentação de um trabalho em texto Por trabalho em texto entende-se um trabalho cujo conteúdo é predominantemente apresentado em texto, independentemente do formato (e-book, html, impresso ou manuscrito) e do suporte (digital ou em papel). 1.1. A estrutura de um trabalho em texto Introdução Tem por objetivo apresentar ao leitor o tema do trabalho e o modo como este foi feito. Na introdução deve explicar-se: - a importância e o interesse do tema e as razões que levaram à exploração do mesmo - os objetivos a alcançar e as principais questões de investigação que orientam a pesquisa Tamanho entre 8 e 10 •letra Arial, tamanho 11 •letra Times New Roman, tamanho 12 Títulos de livros, filmes, poemas… em itálico Fig.1 Pesquisa com o Google Títulos Tamanho até 14 Podem ser realçados a negrito ou sublinhado Legendas Corpo do trabalho
  • 12. A utilização de listas para organizar a informação L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a O que se pretende Alfabetados a) b) Numerados Marcas Enunciar uma lista de elementos, sem os destacar no texto No correr do texto Separar visualmente os tópicos / lista do corpo do texto X X Identificar várias etapas ou vários procedimentos X X Apresentar uma sequência cronológica X X Apresentar itens com graus de importância crescente ou decrescente X X Apresentar uma lista sem qualquer ordem ou hierarquia entre os vários elementos X X Por vezes é necessário apresentar a informação sob a forma de listas de itens. A seleção do tipo de lista a usar no teu trabalho, vai depender da função que lhe queiras atribuir.
  • 13. Exemplo 1 (Enunciar uma lista de elementos, sem os destacar no texto) Para fazer o seu desenho, o João precisava: de uma folha de papel, lápis de cor, canetas de feltro e de uma borracha. A utilização de listas para organizar a informação L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a dois pontos vírgula
  • 14. Exemplo 2 (Enunciar uma lista de elementos, sem os destacar no texto) Para fazer o seu desenho, o João precisava: de uma folha de papel; de lápis de cor; de canetas de feltro e de uma borracha. A utilização de listas para organizar a informação L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a dois pontos ponto e vírgula
  • 15. Exemplo 3 (Apresentar lista sem qualquer ordem ou hierarquia entre os vários elementos, destacando-os do texto) Para a disciplina de Desenho, os alunos devem adquirir os materiais que constam da lista.  Folhas de papel cavalinho.  Lápis de cera e lápis de cor.  Canetas de feltro.  Borrachas. A utilização de listas para organizar a informação L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a marcas ponto final ponto final
  • 16. Exemplo 4 (Identificar várias etapas ou vários procedimentos, segundo uma ordem, sem os destacar do texto) Na aula, a professora deu-nos um conjunto de indica- ções: (a) comprar os materiais necessários; (b) fazer um esboço do desenho; (c) elaborar o trabalho. A utilização de listas para organizar a informação L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a alfabetaçãodois pontos
  • 17. Exemplo 5 (Apresentar itens com graus de importância segundo uma ordem, destacando-os do texto) Na aula, a professora apresentou-nos a sequência das tarefas que devíamos fazer. 1. Verificar a lista de materiais necessários. 2. Comprar os materiais em falta. 3. Fazer um esboço do desenho. 4. Elaborar o trabalho. A utilização de listas para organizar a informação L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a ponto final ponto final numeração
  • 18. É um texto no qual vais apresentar o resultado da tua investigação:  discutindo e confrontando posições sobre um determinado problema.  assumindo, por vezes, uma posição pessoal, defendendo-a e confrontando-a com outras posições. Tipos especiais de textos Ensaio argumentativo L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 19. Introdução: referir com clareza o âmbito do ensaio.  identificar e formular o problema que está na base do processo de investigação.  referir como vais investigar as respostas para o problema.  mostrar o interesse da discussão do problema que desencadeou a tua investigação.  comprovar que o teu processo de investigação e a conclusão a que chegaste são relevantes. Tipos especiais de textos Ensaio argumentativo L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 20. Desenvolvimento:  Explorar os argumentos que sustentam as várias posições.  Analisar e justificar, um a um, os argumentos apresentados. Conclusão: sumariar brevemente a argumentação desenvolvida. Tipos especiais de textos Ensaio argumentativo L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 21. É um texto expositivo e informativo no qual se apresenta por escrito um acontecimento ou situação. Relatório crítico descrevem-se uma atividade e os procedimentos aplicados e discutem-se os resultados obtidos. Relatório de síntese agrega-se a informação obtida em vários processos de investigação. Tipos especiais de textos Relatório L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 22. Introdução: descreve-se o que vai ser relatado, identificando-se os objetivos e o assunto em análise. Desenvolvimento: descreve-se o objeto de estudo e efetua-se uma análise crítica dos dados. Conclusão: efetua-se um balanço das atividades desenvolvidas e dos resultados obtidos, podendo ainda apresentar-se recomendações para futuras investigações. Tipos especiais de textos Relatório L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 23. A estrutura deve replicar a do processo de investigação científica: objetivos, método, resultados e discussão dos resultados. Introdução: (a) enquadrar o problema em investigação no conhecimento existente ou apenas enunciar o problema em estudo. (b) realçar a importância científica da investigação, tendo em conta a área onde se está a investigar. (c) definir claramente os objetivos a alcançar. Tipos especiais de textos Relatório científico L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 24. Desenvolvimento: identificar os materiais, a metodologia de investigação e os procedimentos experimentais aplicados e interpretar e discutir os resultados obtidos.  Material: lista ou descrição do material e equipamento devidamente identificado (disciplinas com componente experimental em laboratório).  Métodos: descrição detalhada e explícita da metodologia aplicada.  Resultados: apresentação dos resultados obtidos, nomeadamente sob a forma de gráficos, tabelas e esquemas. Tipos especiais de textos Relatório científico L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 25. Conclusão:  síntese dos resultados obtidos, tendo por base o problema e os objetivos enunciados na introdução.  podem ainda apresentar-se outras linhas de investigação para responder ao problema. Tipos especiais de textos Relatório científico L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a
  • 26. L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a Lista de referências: American Psychological Association. (2010). Publication manual of the Americam Psychological Association (6.ª ed.). Washington, DC: APA. Arco, A. R., Costa, A. S., Pinto, B. C., Martins, M., & Arriaga, M. T. (2010). Normas para a elaboração e apresentação de trabalhos. Portalegre: Instituto Português de Portalegre. Disponível em http://www.essp.pt/PDF/NormasRegulamentos/NormasElaboracaoTrabalhosEscritos.pdf Escola Secundária José Belchior Viegas. (s/d). Técnicas de trabalho: elaborar relatórios. S. Brás de Alportel: ESJBV. Disponível em http://www.rbe.min-edu.pt/news/newsletter3/como_elaborar_relatorios.pdf Ver ainda as apresentações:  Apresentar o resultado de uma investigação. Fazer uma boa apresentação oral  Apresentar o resultado de uma investigação. Trabalho em texto: tabelas e figuras, capa, sumário e índice  Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalhos com som e imagem: PowerPoint, Prezi ou filme  Apresentar os resultados de uma investigação. Publicar em suporte digital literaciascantanhede.blogspot.pt
  • 27. Ficha técnica: Título: O aprendiz de investigador. Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto. Ensino secundário. Autores: Graça Silva e Isabel Bernardo | Projeto Literacias na Escola: formar os parceiros da biblioteca Fotos: Graça Silva, José Plácido e José Vieira Bibliotecas Escolares dos Agrupamentos de Escolas do Concelho de Cantanhede, 2014 L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a O aprendiz de investigador. Apresentar os resultados de uma investigação. Trabalho em texto. Ensino secundário. by Graça Silva e Isabel Bernardo, Projeto Literacias na Escola: formar os parceiros da biblioteca is licensed under a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional License.