SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Baixar para ler offline
Os benefícios do WMS para
obter vantagens competitivas
SAMUEL GONSALES
COPYRIGHT
Copyright © 2017 Samuel Gonsales
Todos os direitos reservados
Nenhuma parte dessa publicação pode ser reproduzi-
da ou transmitida, em qualquer forma ou em qualquer
meio-eletrônico, mecânico, fotocópia, gravação ou de
outra forma sem a permissão prévia do autor.
INTRODUÇÃO
Os processos logísticos e de suprimentos estão cada vez mais
complexos devido ao grande volume de operações:
– A diversidade de modalidades;
– As diversas origens dos processos;
– A velocidade em que se precisam atender as demandas;
– A globalização e a proximidade que os fabricantes e
fornecedores têm hoje com os consumidores finais, vide por
exemplo, a expansão dos fabricantes e fornecedores nas redes
sociais.
Este e-book tem o propósito de apresentar alguns dos possíveis
benefícios do WMS - Warehouse Management System -
e assim colaborar para que as organizações possam criar
soluçõesaosdesafiosdearmazenagem,localizaçãoeexpedição
de mercadorias, gerando com isso vantagens competitivas em
seu mercado, agilizando a tomada de decisões e melhorando
o nível de serviço prestado ao cliente.
3
SUMÁRIO
4
CAPÍTULO
1
Conceito
CAPÍTULO
2
Processos Logísticos
CAPÍTULO
3
Armazenamento e
automatização
Pág. 05
Pág. 07
Pág. 13
CAPÍTULO
4
Sistemas ERP e WMS
Pág. 21
CAPÍTULO
5
Conclusão
Pág. 26
Conceito
CAPÍTULO
1
6
CONCEITO
WMS é a sigla para Warehouse Management System que em
português é Sistema de Gerenciamento de Armazém. O WMS é
uma ferramenta para o gerenciamento de estoques, armazéns
ou depósitos, equipamentos e pessoas.
O uso de um bom WMS aumenta a produtividade e diminui o
custo em todos os processos de centros de distribuição, desde
o recebimento de produtos até sua expedição.
OssistemasWMSsãoumapartemuitoimportantedacadeiade
suprimentos, pois ajudam com a rotação dirigida de estoques,
com diretivas inteligentes de picking, consolidação automática
para maximizar o uso do espaço nos armazéns.
Ele também dirige e otimiza o armazenamento baseado em
informações obtidas em tempo real sobre o status do uso de
prateleiras, de quais itens tem a maior rotação, dentre outras
funcionalidades.
Algumas das principais funcionalidades de um WMS são:
– Conferência das mercadorias (entrada);
– Recebimento;
– Armazenagem;
– Movimentação;
– Reabastecimento;
– Separação;
– Expedição;
– Inventários.
PROCESSOS LOGÍSTICOSCAPÍTULO
2
8
Processo Logístico Clássico
Uma década atrás, o consumidor final aceitava aguardar
semanas para receber sua compra, desde que houvesse
alguma vantagem como preço e/ou qualidade excepcional por
exemplo, hoje, especialmente com o advento das operações
comerciais oriundas da internet (e-commerce) o grande
diferencial, além do preço e qualidade, é a velocidade na
entrega. Os grandes varejistas já se adaptaram a essa realidade
e atualmente realizam entregas muito rápidas, em alguns casos
a entrega ocorre no mesmo dia da compra ou em 24 horas.
Exemplo do processo logístico clássico
Matéria Prima
Outros Materiais
Processamento
Matéria Prima
Produção
Distribuição
Varejo
Consumidores
Exemplo da nova proposta de mercado para o Processo
Logístico – incluindo venda direta ao consumidor, sem
distribuidores e varejistas.
Comaevoluçãodasoperaçõeslogísticashouveoencurtamento
dasoperaçõesmercantis,especialmenteporquecomoadvento
dos e-Commerces e empresas Omnichannel foi possível às
indústrias venderem diretamente aos consumidores.
Além disso, novas propostas e modelos surgiram, como o
Cross Docking e o Drop Shipping, que mudam sensivelmente
os processos padrões da logística clássica.
Nova proposta de mercado para o
Processo Logístico
9
Matéria Prima
Outros Materiais
Processamento
Matéria Prima
Produção
e-Commerce
Consumidores
Cross docking é o processo utilizado na distribuição de produtos com alto índice de
giro – esses produtos não chegam a ser estocados, apenas transitam no armazém
indo do recebimento para a separação e despacho, sem passar pelo processo de
armazenamento de forma a maximizar o uso do espaço do armazém.
Drop Shipping é o modelo de gestão de estoques na qual o lojista vende produtos
dos quais não tem estoques, mas que tem facilidades para comprar de parceiros
e revender, sendo que as mercadorias serão entregues aos consumidores
diretamente do fornecedor.
Armazém e operações realizadas no
WMS
10
O WMS ou Sistema de Gerenciamento de Armazéns surgiu da
necessidade de gerar melhorarias nos processos de um centro
de distribuição ou armazém. Trata-se de uma tecnologia
utilizadaparaintegrareprocessarasinformaçõesdelocalização
das mercadorias, controlar a utilização da capacidade de mão-
de-obra, planejar detalhada e minuciosamente os níveis de
estoque, gerenciar processos de inventário, explorar ainda
mais tecnologias móveis relativas a códigos de barras e RFID
como coletores de dados para dinamizar as operações, emitir
relatórios para auxiliar no gerenciamento do armazém, dentre
tantas outras funcionalidades.
Um dos pilares do WMS é a redução de custos e melhoria
na operação visando a otimização de todas as atividades
operacionais e administrativas.
Exemplo do armazém
11
O WMS integra a cadeia de suprimentos- SCM – Supply Chain
Management - e atende procedimentos de:
• Rotação dirigida de estoques;
• Sequenciamento de atividades operacionais;
• Diretivas inteligentes de picking;
	 Picking é a atividade responsável pela correta coleta dos produtos
	 e quantidades na área de armazenagem.
• Consolidação automática de saldos de estoque;
• Processo de inventário;
• Recebimento de materiais;
• Separação de pedidos;
• Transferências de estoque;
• FIFO;
	 First in first out – em português PEPS – primeiro que entra é o
	 primeiro que sai.
• Cross-docking;
Ilustraçãodeusodoespaçodoarmazém
12
UmadaspremissasdoWMSéapriorizaçãodeumadeterminada
tarefa em função da disponibilidade de um funcionário,
integrando tanto a informação da localização das mercadorias
que precisam ser consideradas no armazenamento, ou no
despacho como a localização do funcionário no armazém.
Desta forma o WMS aumenta a produtividade e ajuda na
percepção da necessidade de aumento ou diminuição do
quadro de funcionários em relação às tarefas que precisam ser
realizadas no armazém.
Ilustração de localização do funcionário no armazém
ARMAZENAMENTO E
AUTOMATIZAÇÃO
CAPÍTULO
3
Mapeamento de um Armazém
Logístico
14
Através da utilização de um WMS é possível:
• �stabelecer vantagens competitivas;
• �bter ganho na produtividade;
• �conomia de tempo nas operações de armazenamento;
• �espacho, embarque, desembarque, transporte e
estocagem de mercadoria;
• �ontrolar o estoque de produtos no armazém,
conhecendo detalhadamente onde está localizado cada
item, pallet, volume, lote, caixa, peça, SKU* ou Número de
Série em particular.
(*) SKU – Stock Keeping Unit – em português “Unidade de Manutenção de
Estoque” – designa os diferentes itens do estoque normalmente associado
a um código identificador.
Rua B
Vestuário
Vestuário
Vestuário
Vestuário
Vestuário
Vestuário
Vestuário
Vestuário
Calçados
Calçados
Calçados
Calçados
Higiene
Higiene
Higiene
Escritório
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Chocolate
Chocolate
Bolacha
Bala
Cama Cama
CamaCama
Cama Cama
Mesa
Banho Banho Banho
BanhoBanhoBanho
Mesa Mesa
Bala Bala Bala Bala
Bolacha Bolacha Bolacha Bolacha
Chocolate Chocolate Chocolate Chocolate
Chocolate Chocolate Chocolate Chocolate
Medicamentos
Medicamentos
Veterinários
Veterinários
Peixes
Peixes
Peixes
Frango
Frango
Frango
Frango
Frango
Frango
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Alimentos
Escritório
Escritório
Rua C
RuaA
Ilustração de mapeamento de um armazén logístico
Processo automatizado com WMS
15
Processo de Recebimento
• Agendamento de mercadorias que
serão recebidas no armazém;
• Prioridade de desembarque das
mercadorias;
• Automação do processo de portaria;
• Automação do processo de
conferência com códigos de barras e
RFID;
• Gerenciamento do pátio de veículos;
• Características como peso, cubagem
e padrão de embalagem;
• Redução do tempo perdido com
esperas;
• Integração e captura das informações
das notas fiscais dos fornecedores;
• Controle de qualidade dos produtos
que estão sendo recebidos;
• Emissão de etiquetas de códigos de
barras ou aproveitamento das etiquetas
decódigosdebarrasdofornecedorpara
pallets, volumes, lotes, caixas, peças ou
número de série;
• Cross-docking.
Destacamos abaixo alguns dos principais benefícios suportados
por um WMS, segmentando os benefícios por processos de
negócio, a saber:
Processo automatizado com WMS
16
• Definição dos endereços dos produtos a serem armazenados,
tais como: zona, rua, rotatividade, família, grupo ou categoria
de produtos;
• Identificação da entrada no estoque em tempo real;
• Controle do armazenamento de um mesmo item em mais de
um local do armazém;
• Controle de diferentes estruturas de armazenamento;
• Automação do processo de armazenamento usando códigos
de barras e RFID;
• Controle automático da necessidade de abastecimento das
áreas de picking.
Ilustração de armazenamento
Processo de Armazenamento
• Integração e captura dos pedidos de clientes oriundos de
sistemas ERP;
• Gerenciamento das atividades de separação pendentes;
• Automação do processo de separação usando códigos de
barras e RFID;
• Integração com diferentes tipos de dispositivos periféricos
comoesteiras,balanças,sensoreseequipamentosautomáticos
de movimentação;
• Processos de picking por onda e colméia para agilizar a
separação das mercadorias.
Processo automatizado com WMS
17
Ilustração de Picking
Processo de Picking
Processo automatizado com WMS
18
• Definição de linhas e postos de trabalho na linha de
produção/manufatura;
• Rastreamento de produtos utilizados no processo de
fabricação;
• Controle do suprimento automático da linha de produção/
manufatura;
• Controle da impressão e da aplicação de etiquetas de
códigos de barras na linha de produção/manufatura.
Ilustraçãodelinhadeprodução
Processo de Linha de Produção
Processo automatizado com WMS
19
• Controle da expedição;
• Emissão de listas de conteúdo;
• Emissão de Notas Fiscais - integrado ao ERP;
• Automação do processo de conferência utilizando códigos de
barras e RFID;
• Gerenciamento do cancelamento de pedidos e o retorno de
mercadorias para o estoque;
• Decomposição do pedido em grupos de itens que exijam
tipos diferentes de separação e processamento;
• Eliminação de erros de expedição;
• Escolha simultânea de pedidos de clientes da mesma
região, de forma que cheguem no ponto de embarque e
conseqüentemente no caminhão ao mesmo tempo.
Ilustração de expedição
Processo de Expedição
Processo automatizado com WMS
• Apoio ao processo de inventário geral e rotativo;
• Monitoramento dos recursos operacionais;
• Apontamento da produtividade operacional;
• Redução dos custos de perda de mercadorias por vencimento
da validade ou perda desconhecida;
• Redução dos lead times de processamento de pedidos;
• Possibilidade de gerar solicitações de reposição que serão
disparadas automaticamente ao departamento de compras ou
diretamente aos fornecedores;
• Possibilidade de criar rotas inteligentes de separação;
• Se integrado com um ERP evita redundância de cadastros;
• Melhoria no cumprimento dos prazos de entrega de pedidos
estabelecidos com os clientes;
• Estimativas de cubagem e peso dos pedidos de múltiplos
clientes;
• Sugestão de quantidades de reposição no momento certo,
em conformidade com regras específicas estabelecidas na
parametrização do WMS.
20
Processo Gerencial
Processo Gerencial
Sistemas ERP e WMS
CAPÍTULO
4
Sistemas ERP integrados a WMS
Diante de um cenário complexo e dinâmico, as organizações
perceberam que seus Sistemas Integrados de Gestão (ERP) não
dispunham de mecanismos eficientes para o gerenciamento
específico de seus armazéns e centros de distribuição,
organizando e orientando a empresa sobre a forma mais
eficiente de separar e despachar um pedido, otimizar a
alocação dos espaços, planejar e organizar o recebimento de
mercadorias, gerir a capacidade de seus recursos para entregar
os pedidos com a velocidade demandada pelo mercado.
Da busca por um software que atendesse essas lacunas
deixadas pelos sistemas ERP legados e/ou tradicionais surgiu a
opção de integrá-los com os sistemas WMS.
21
?
Sistemas ERP integrados a WMS
Como os sistemas ERP são a espinha dorsal das organizações
e muitas empresas já usavam ERPs quando decidiram
adotar um WMS, foi necessário realizar a integração de
diversas funcionalidades desses sistemas. Como nenhum
dos dois sistemas nasceu com a premissa de integração,
é de conhecimento geral que muitos dos casos que foram
feitos são precários ou usam tecnologias obsoletas. Abaixo
desdobraremos um pouco mais sobre sistemas ERP integrados
com WMS.
Os principais pontos de integração são:
- Enviar os cadastros de produtos do sistema ERP para o
WMS;
- Sincronizar os saldos de estoques do sistema ERP com o
WMS;
- Enviar as ordens de compra do sistema ERP para que o
WMS possa realizar o recebimento das mercadorias;
- Enviar do sistema ERP para o WMS os pedidos de venda
que precisam ser separados;
- Receber do WMS no ERP a confirmação dos pedidos de
venda que foram separados parcial ou total;
- Realizar o faturamento do pedido de venda no ERP e
enviar a confirmação do faturamento para o WMS realizar
as operações de packing e despacho das mercadorias.
Pode ocorrer a necessidade de ter mais pontos de integração,
variando de acordo com os processos de cada negócio.
22
Sistemas ERP integrados a WMS
É importante ressaltar que toda integração de software
evidencia esforços para:
- Analisar os processos e particularidades que precisam
ser integrados;
- O desenvolvimento (programação) da integração;
- A homologação da integração em ambiente de testes;
- Inserir a integração em ambiente de produção com o
devido acompanhamento;
- Fazer a manutenção e eventuais evoluções da integração.
Nesse sentido, fica evidente que integrar o ERP e o WMS não
é um processo simples e precisa ser tratado como um projeto
dada as complexidades e o viés estratégico envolvidos na
questão.
Quando as empresas simplificam demais esse projeto,
tendem a colher infortúnios de uma integração precária e ter
ocorrências de rupturas de estoques com maior frequencia.
23
Sistemas ERP com WMS nativo
Existe uma alternativa para aquelas empresas que não querem
integrar o sistema ERP legado e/ou tradicional com um WMS
de mercado. A opção é adotar um sistema ERP idealizado para
Omnichannel que já tenha um WMS embutido nativamente
como uma das funcionalidades do sistema.
Além de ser um único software que independe de integrações
morosas e ineficientes ter o WMS nativamente no ERP traz os
seguintes benefícios:
- A empresa evita os pontos de integração mencionados
anteriormente;
- A chance de rupturas de estoques é minimizada;
- A consistência das transações é maior, pois o estoque é
administrado pelo ERP que invoca, de forma nativa e sem
integrações, as ações relativas ao WMS;
- O custo-benefício de lidar com apenas um software e
apenas um fornecedor;
- O custo de manter um software que não depende de
integrações e que, portanto, tem menos pontos de
atenção;
- A manutenção do sistema em alta disponibilidade é
maior;
Esses são apenas alguns benefícios, mas já são suficientes
para que as empresas compreendam que ter um ERP que tem
um WMS embutivo em seu Core é muito mais economico,
dinâmico, fluído e sinérgico.
24
Sistemas ERP com WMS nativo
Além das questões operacionais demonstradas acima, é
importante levar em consideração que a adoção de um
sistema ERP idealizado para Omnichannel e que conta com um
WMS embutido, ajudará a empresa na tomada de decisões
estratégicas.
Todas as decisões gerenciais oriundas do:
- volume de transações;
- do abastecimento dos estoques;
- da capacidade produtiva no processamento dos pedidos;
- da mão de obra necessária para garantir a capacidade
produtiva e a qualidade do trabalho;
- da necessidade de capital de giro para manter os níveis
de estoques;
- da rotação e giro dos estoques;
dentre tantas outras decisões estratégicas para o bom
andamento do negócio, são facilitadas quando juntamos
as competências de um bom WMS com as camadas de
planejamento e gestão nativas nos sistemas ERP.
Uma boa prática, nesse sentido, é que a empresa adote um
sistema ERP idealizado para a Omniera que tenha um bom
WMS já embutido em suas funcionalidades nativas.
25
CONCLUSÃO
Conclusão
Melhoria na gestão de estoques, armazém e
depósitos.
A adoção das melhores práticas demonstradas nesse e-book
ajudará as empresas na:
Garantir vantagens competitivas às organizações
em relação a seus concorrentes, criando
um diferencial competitivo que trará mais
assertividade.
Aumento no nível de serviço prestado aos
clientes e melhor utilização dos espaços físicos.
Aumento da eficiência operacional do negócio
utilizando WMS integrado ou nativo nos sistemas
ERP.
Redução de custos, melhorias significativas nas
operações de gerenciamento de armazéns e
centros de distribuição.
1
2
3
4
5 27
Samuel Gonsales é Especialista em Omnichannel, Sistema de Gestão
ERP e e-Commerce acumulando mais de 18 anos de experiência.
Vencedor do Prêmio e-Commerce Brasil 2015 – Melhor Profissional
de Operações.
Vencedor do Prêmio ABCOMM 2017 – Melhor Profissional de
e-Commerce.
Atua como Head de Produtos na Millennium Network, Diretor
de Operações e Logística na ABCOMM, Professor Universitário,
Palestrante em eventos de e-Commerce e TI e Articulista de diversos
portais e revistas.
O AUTOR
Samuel Gonsales

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide aula 2 -fundamentos de marketing
Slide  aula 2 -fundamentos de marketingSlide  aula 2 -fundamentos de marketing
Slide aula 2 -fundamentos de marketingProfessorRogerioSant
 
Nível de serviço logístico
Nível de serviço logísticoNível de serviço logístico
Nível de serviço logísticoRafael Rodrigues
 
Termos tecnicos logistica
Termos tecnicos logisticaTermos tecnicos logistica
Termos tecnicos logisticaadmcontabil
 
Introdução logistica
Introdução logisticaIntrodução logistica
Introdução logisticaJAILTONBORGES
 
Livro Logistica Empresarial
Livro Logistica EmpresarialLivro Logistica Empresarial
Livro Logistica EmpresarialAdeildo Caboclo
 
Atacarejo - Estudo de Mercado
Atacarejo - Estudo de MercadoAtacarejo - Estudo de Mercado
Atacarejo - Estudo de Mercadonova/sb
 
Aula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejoAula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejoCláudio Luís Faria
 
Poka yoke em serviços2 (1)
Poka yoke em serviços2 (1)Poka yoke em serviços2 (1)
Poka yoke em serviços2 (1)Alexandre Stasi
 
Indicadores performancecadeiadesuprimentos
Indicadores performancecadeiadesuprimentosIndicadores performancecadeiadesuprimentos
Indicadores performancecadeiadesuprimentosDora Machado Consultoria
 
Scrum Na Globo.Com - Estudo de caso
Scrum Na Globo.Com - Estudo de casoScrum Na Globo.Com - Estudo de caso
Scrum Na Globo.Com - Estudo de casoDanilo Bardusco
 
Sistema de informações logísticos
Sistema de informações logísticosSistema de informações logísticos
Sistema de informações logísticosJuarez Junior
 
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifadoOperações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifadoBenjamim Garcia Netto
 
Introdução a e-commerce
Introdução a e-commerceIntrodução a e-commerce
Introdução a e-commerceSimone Mura
 
Plano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavorPlano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavorKarlla Costa
 
Logística Empresarial - Módulo II
Logística Empresarial - Módulo IILogística Empresarial - Módulo II
Logística Empresarial - Módulo IIRafael Marser
 

Mais procurados (20)

Slide aula 2 -fundamentos de marketing
Slide  aula 2 -fundamentos de marketingSlide  aula 2 -fundamentos de marketing
Slide aula 2 -fundamentos de marketing
 
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICAAula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
 
Nível de serviço logístico
Nível de serviço logísticoNível de serviço logístico
Nível de serviço logístico
 
Termos tecnicos logistica
Termos tecnicos logisticaTermos tecnicos logistica
Termos tecnicos logistica
 
Logística empresarial
Logística empresarialLogística empresarial
Logística empresarial
 
Introdução logistica
Introdução logisticaIntrodução logistica
Introdução logistica
 
Livro Logistica Empresarial
Livro Logistica EmpresarialLivro Logistica Empresarial
Livro Logistica Empresarial
 
Atacarejo - Estudo de Mercado
Atacarejo - Estudo de MercadoAtacarejo - Estudo de Mercado
Atacarejo - Estudo de Mercado
 
Aula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejoAula 02 logística de atacado e varejo
Aula 02 logística de atacado e varejo
 
2 aula produtividade
2 aula produtividade2 aula produtividade
2 aula produtividade
 
Poka yoke em serviços2 (1)
Poka yoke em serviços2 (1)Poka yoke em serviços2 (1)
Poka yoke em serviços2 (1)
 
Indicadores performancecadeiadesuprimentos
Indicadores performancecadeiadesuprimentosIndicadores performancecadeiadesuprimentos
Indicadores performancecadeiadesuprimentos
 
Scrum Na Globo.Com - Estudo de caso
Scrum Na Globo.Com - Estudo de casoScrum Na Globo.Com - Estudo de caso
Scrum Na Globo.Com - Estudo de caso
 
Plano de produção 2012_01
Plano de produção 2012_01Plano de produção 2012_01
Plano de produção 2012_01
 
Sistema de informações logísticos
Sistema de informações logísticosSistema de informações logísticos
Sistema de informações logísticos
 
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifadoOperações e rotinas de trabalho do almoxarifado
Operações e rotinas de trabalho do almoxarifado
 
Introdução a e-commerce
Introdução a e-commerceIntrodução a e-commerce
Introdução a e-commerce
 
Plano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavorPlano de negócios endeavor
Plano de negócios endeavor
 
Logística Empresarial - Módulo II
Logística Empresarial - Módulo IILogística Empresarial - Módulo II
Logística Empresarial - Módulo II
 
Eficiência e eficácia
Eficiência e eficáciaEficiência e eficácia
Eficiência e eficácia
 

Semelhante a Os benefícios do WMS para obter vantagens competitivas

Apresentacao Mulltipla Distribuicao WMS
Apresentacao Mulltipla Distribuicao WMSApresentacao Mulltipla Distribuicao WMS
Apresentacao Mulltipla Distribuicao WMSClaudio Donetti
 
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de ArmazénsSistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de Armazénspraxated
 
A P R E S E N T AÇÃ O W M S
A P R E S E N T AÇÃ O    W M SA P R E S E N T AÇÃ O    W M S
A P R E S E N T AÇÃ O W M SKawasaki
 
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]E-Commerce Brasil
 
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Resumo geral logística   turma 04 aux. admResumo geral logística   turma 04 aux. adm
Resumo geral logística turma 04 aux. admMaximus Maylson
 
Aula 7 si_log_W
Aula 7 si_log_WAula 7 si_log_W
Aula 7 si_log_Wmifarias
 
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015Otimis Supply Chain
 
Curso Fundamentos de Logística
Curso Fundamentos de LogísticaCurso Fundamentos de Logística
Curso Fundamentos de LogísticaGrade TI
 
Tecnologia
TecnologiaTecnologia
Tecnologiamatreiro
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wmsAdilson Paradella
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wmsAdilson Paradella
 

Semelhante a Os benefícios do WMS para obter vantagens competitivas (20)

Apresentacao Mulltipla Distribuicao WMS
Apresentacao Mulltipla Distribuicao WMSApresentacao Mulltipla Distribuicao WMS
Apresentacao Mulltipla Distribuicao WMS
 
Material
MaterialMaterial
Material
 
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de ArmazénsSistemas de Automação para Gestão de Armazéns
Sistemas de Automação para Gestão de Armazéns
 
A P R E S E N T AÇÃ O W M S
A P R E S E N T AÇÃ O    W M SA P R E S E N T AÇÃ O    W M S
A P R E S E N T AÇÃ O W M S
 
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
Workshop - Gestão e Controle de Estoque para E-Commerce [E-Commerce Brasil]
 
07 wms - 2013
07   wms - 2013 07   wms - 2013
07 wms - 2013
 
Gestão de Armazéns
Gestão de ArmazénsGestão de Armazéns
Gestão de Armazéns
 
Wms
Wms Wms
Wms
 
wms.ppt
wms.pptwms.ppt
wms.ppt
 
Estocagem
EstocagemEstocagem
Estocagem
 
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
Resumo geral logística   turma 04 aux. admResumo geral logística   turma 04 aux. adm
Resumo geral logística turma 04 aux. adm
 
Aula 7 si_log_W
Aula 7 si_log_WAula 7 si_log_W
Aula 7 si_log_W
 
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
WMS - Apresentação da Otimis e do Sistema WMS Highjump - 2015
 
Curso Fundamentos de Logística
Curso Fundamentos de LogísticaCurso Fundamentos de Logística
Curso Fundamentos de Logística
 
Tecnologia
TecnologiaTecnologia
Tecnologia
 
W m s
W m sW m s
W m s
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
 
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
Aula 01  introdução, endereçamento e wmsAula 01  introdução, endereçamento e wms
Aula 01 introdução, endereçamento e wms
 
Microsiga Protheus WMS
Microsiga Protheus WMSMicrosiga Protheus WMS
Microsiga Protheus WMS
 
WMS - Warehouse Management System
WMS - Warehouse Management SystemWMS - Warehouse Management System
WMS - Warehouse Management System
 

Mais de E-commerce Brasil

Tags como instalar corretamente para ter performance na loja
Tags como instalar corretamente para ter performance na lojaTags como instalar corretamente para ter performance na loja
Tags como instalar corretamente para ter performance na lojaE-commerce Brasil
 
Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?
Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?
Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?E-commerce Brasil
 
Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor
Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor
Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor E-commerce Brasil
 
Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...
Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...
Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...E-commerce Brasil
 
Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...
Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...
Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...E-commerce Brasil
 
Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...
Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...
Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...E-commerce Brasil
 
Gestão financeira com tecnologia na prática
Gestão financeira com tecnologia na práticaGestão financeira com tecnologia na prática
Gestão financeira com tecnologia na práticaE-commerce Brasil
 
AI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commerces
AI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commercesAI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commerces
AI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commercesE-commerce Brasil
 
Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...
Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...
Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...E-commerce Brasil
 
Logística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu cliente
Logística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu clienteLogística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu cliente
Logística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu clienteE-commerce Brasil
 
Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...
Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...
Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...E-commerce Brasil
 
Gestão do chargeback com foco nos bons compradores
Gestão do chargeback com foco nos bons compradores Gestão do chargeback com foco nos bons compradores
Gestão do chargeback com foco nos bons compradores E-commerce Brasil
 
E-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannel
E-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannelE-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannel
E-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannelE-commerce Brasil
 
E-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerce
E-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerceE-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerce
E-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerceE-commerce Brasil
 
E-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerce
E-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerceE-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerce
E-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerceE-commerce Brasil
 
E-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerce
E-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerceE-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerce
E-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerceE-commerce Brasil
 
E-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerce
E-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerceE-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerce
E-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerceE-commerce Brasil
 
3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online
3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online
3ª Pesquisa Nacional do Varejo OnlineE-commerce Brasil
 
Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...
Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...
Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...E-commerce Brasil
 
Planejamento e gestão integrada de produtos no e-commerce
Planejamento e gestão integrada de produtos no e-commercePlanejamento e gestão integrada de produtos no e-commerce
Planejamento e gestão integrada de produtos no e-commerceE-commerce Brasil
 

Mais de E-commerce Brasil (20)

Tags como instalar corretamente para ter performance na loja
Tags como instalar corretamente para ter performance na lojaTags como instalar corretamente para ter performance na loja
Tags como instalar corretamente para ter performance na loja
 
Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?
Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?
Futuro: o que tem para hoje e para amanhã no marketplace?
 
Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor
Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor
Chatbots: estratégias e boas práticas para atender mais e melhor
 
Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...
Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...
Atendimento para e-commerce: aumente sua taxa de conversão e fidelize seus cl...
 
Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...
Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...
Atendimento: Como criar processos e estratégias para criar e manter boa reput...
 
Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...
Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...
Gestão financeira no marketplace: estratégias de precificação, taxas, fluxo d...
 
Gestão financeira com tecnologia na prática
Gestão financeira com tecnologia na práticaGestão financeira com tecnologia na prática
Gestão financeira com tecnologia na prática
 
AI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commerces
AI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commercesAI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commerces
AI, Machine Learning e BigData aplicado aos E-commerces
 
Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...
Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...
Pagamentos & a conversão nas vendas: onde e como isso pode melhorar na página...
 
Logística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu cliente
Logística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu clienteLogística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu cliente
Logística e tecnologia: melhorando a experiência de compra do seu cliente
 
Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...
Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...
Como escolher uma plataforma? Que conjunto de soluções você precisa avaliar p...
 
Gestão do chargeback com foco nos bons compradores
Gestão do chargeback com foco nos bons compradores Gestão do chargeback com foco nos bons compradores
Gestão do chargeback com foco nos bons compradores
 
E-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannel
E-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannelE-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannel
E-book: Vencendo a crise através de estratégias de multicanalidade e omnichannel
 
E-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerce
E-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerceE-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerce
E-book: Gestão de custos e formação de preços de venda no e-commerce
 
E-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerce
E-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerceE-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerce
E-book: Lições-chave para aumentar a rentabilidade de seu e-commerce
 
E-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerce
E-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerceE-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerce
E-book: impactos da partilha do ICMS no e-commerce
 
E-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerce
E-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerceE-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerce
E-book: a importância de planejar e gerenciar compras no e-commerce
 
3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online
3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online
3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online
 
Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...
Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...
Boas práticas para evitar operações de apreensão de perfumes e cosméticos con...
 
Planejamento e gestão integrada de produtos no e-commerce
Planejamento e gestão integrada de produtos no e-commercePlanejamento e gestão integrada de produtos no e-commerce
Planejamento e gestão integrada de produtos no e-commerce
 

Os benefícios do WMS para obter vantagens competitivas

  • 1. Os benefícios do WMS para obter vantagens competitivas SAMUEL GONSALES
  • 2. COPYRIGHT Copyright © 2017 Samuel Gonsales Todos os direitos reservados Nenhuma parte dessa publicação pode ser reproduzi- da ou transmitida, em qualquer forma ou em qualquer meio-eletrônico, mecânico, fotocópia, gravação ou de outra forma sem a permissão prévia do autor.
  • 3. INTRODUÇÃO Os processos logísticos e de suprimentos estão cada vez mais complexos devido ao grande volume de operações: – A diversidade de modalidades; – As diversas origens dos processos; – A velocidade em que se precisam atender as demandas; – A globalização e a proximidade que os fabricantes e fornecedores têm hoje com os consumidores finais, vide por exemplo, a expansão dos fabricantes e fornecedores nas redes sociais. Este e-book tem o propósito de apresentar alguns dos possíveis benefícios do WMS - Warehouse Management System - e assim colaborar para que as organizações possam criar soluçõesaosdesafiosdearmazenagem,localizaçãoeexpedição de mercadorias, gerando com isso vantagens competitivas em seu mercado, agilizando a tomada de decisões e melhorando o nível de serviço prestado ao cliente. 3
  • 4. SUMÁRIO 4 CAPÍTULO 1 Conceito CAPÍTULO 2 Processos Logísticos CAPÍTULO 3 Armazenamento e automatização Pág. 05 Pág. 07 Pág. 13 CAPÍTULO 4 Sistemas ERP e WMS Pág. 21 CAPÍTULO 5 Conclusão Pág. 26
  • 6. 6 CONCEITO WMS é a sigla para Warehouse Management System que em português é Sistema de Gerenciamento de Armazém. O WMS é uma ferramenta para o gerenciamento de estoques, armazéns ou depósitos, equipamentos e pessoas. O uso de um bom WMS aumenta a produtividade e diminui o custo em todos os processos de centros de distribuição, desde o recebimento de produtos até sua expedição. OssistemasWMSsãoumapartemuitoimportantedacadeiade suprimentos, pois ajudam com a rotação dirigida de estoques, com diretivas inteligentes de picking, consolidação automática para maximizar o uso do espaço nos armazéns. Ele também dirige e otimiza o armazenamento baseado em informações obtidas em tempo real sobre o status do uso de prateleiras, de quais itens tem a maior rotação, dentre outras funcionalidades. Algumas das principais funcionalidades de um WMS são: – Conferência das mercadorias (entrada); – Recebimento; – Armazenagem; – Movimentação; – Reabastecimento; – Separação; – Expedição; – Inventários.
  • 8. 8 Processo Logístico Clássico Uma década atrás, o consumidor final aceitava aguardar semanas para receber sua compra, desde que houvesse alguma vantagem como preço e/ou qualidade excepcional por exemplo, hoje, especialmente com o advento das operações comerciais oriundas da internet (e-commerce) o grande diferencial, além do preço e qualidade, é a velocidade na entrega. Os grandes varejistas já se adaptaram a essa realidade e atualmente realizam entregas muito rápidas, em alguns casos a entrega ocorre no mesmo dia da compra ou em 24 horas. Exemplo do processo logístico clássico Matéria Prima Outros Materiais Processamento Matéria Prima Produção Distribuição Varejo Consumidores
  • 9. Exemplo da nova proposta de mercado para o Processo Logístico – incluindo venda direta ao consumidor, sem distribuidores e varejistas. Comaevoluçãodasoperaçõeslogísticashouveoencurtamento dasoperaçõesmercantis,especialmenteporquecomoadvento dos e-Commerces e empresas Omnichannel foi possível às indústrias venderem diretamente aos consumidores. Além disso, novas propostas e modelos surgiram, como o Cross Docking e o Drop Shipping, que mudam sensivelmente os processos padrões da logística clássica. Nova proposta de mercado para o Processo Logístico 9 Matéria Prima Outros Materiais Processamento Matéria Prima Produção e-Commerce Consumidores Cross docking é o processo utilizado na distribuição de produtos com alto índice de giro – esses produtos não chegam a ser estocados, apenas transitam no armazém indo do recebimento para a separação e despacho, sem passar pelo processo de armazenamento de forma a maximizar o uso do espaço do armazém. Drop Shipping é o modelo de gestão de estoques na qual o lojista vende produtos dos quais não tem estoques, mas que tem facilidades para comprar de parceiros e revender, sendo que as mercadorias serão entregues aos consumidores diretamente do fornecedor.
  • 10. Armazém e operações realizadas no WMS 10 O WMS ou Sistema de Gerenciamento de Armazéns surgiu da necessidade de gerar melhorarias nos processos de um centro de distribuição ou armazém. Trata-se de uma tecnologia utilizadaparaintegrareprocessarasinformaçõesdelocalização das mercadorias, controlar a utilização da capacidade de mão- de-obra, planejar detalhada e minuciosamente os níveis de estoque, gerenciar processos de inventário, explorar ainda mais tecnologias móveis relativas a códigos de barras e RFID como coletores de dados para dinamizar as operações, emitir relatórios para auxiliar no gerenciamento do armazém, dentre tantas outras funcionalidades. Um dos pilares do WMS é a redução de custos e melhoria na operação visando a otimização de todas as atividades operacionais e administrativas. Exemplo do armazém
  • 11. 11 O WMS integra a cadeia de suprimentos- SCM – Supply Chain Management - e atende procedimentos de: • Rotação dirigida de estoques; • Sequenciamento de atividades operacionais; • Diretivas inteligentes de picking; Picking é a atividade responsável pela correta coleta dos produtos e quantidades na área de armazenagem. • Consolidação automática de saldos de estoque; • Processo de inventário; • Recebimento de materiais; • Separação de pedidos; • Transferências de estoque; • FIFO; First in first out – em português PEPS – primeiro que entra é o primeiro que sai. • Cross-docking; Ilustraçãodeusodoespaçodoarmazém
  • 12. 12 UmadaspremissasdoWMSéapriorizaçãodeumadeterminada tarefa em função da disponibilidade de um funcionário, integrando tanto a informação da localização das mercadorias que precisam ser consideradas no armazenamento, ou no despacho como a localização do funcionário no armazém. Desta forma o WMS aumenta a produtividade e ajuda na percepção da necessidade de aumento ou diminuição do quadro de funcionários em relação às tarefas que precisam ser realizadas no armazém. Ilustração de localização do funcionário no armazém
  • 14. Mapeamento de um Armazém Logístico 14 Através da utilização de um WMS é possível: • �stabelecer vantagens competitivas; • �bter ganho na produtividade; • �conomia de tempo nas operações de armazenamento; • �espacho, embarque, desembarque, transporte e estocagem de mercadoria; • �ontrolar o estoque de produtos no armazém, conhecendo detalhadamente onde está localizado cada item, pallet, volume, lote, caixa, peça, SKU* ou Número de Série em particular. (*) SKU – Stock Keeping Unit – em português “Unidade de Manutenção de Estoque” – designa os diferentes itens do estoque normalmente associado a um código identificador. Rua B Vestuário Vestuário Vestuário Vestuário Vestuário Vestuário Vestuário Vestuário Calçados Calçados Calçados Calçados Higiene Higiene Higiene Escritório Alimentos Alimentos Alimentos Alimentos Alimentos Alimentos Chocolate Chocolate Bolacha Bala Cama Cama CamaCama Cama Cama Mesa Banho Banho Banho BanhoBanhoBanho Mesa Mesa Bala Bala Bala Bala Bolacha Bolacha Bolacha Bolacha Chocolate Chocolate Chocolate Chocolate Chocolate Chocolate Chocolate Chocolate Medicamentos Medicamentos Veterinários Veterinários Peixes Peixes Peixes Frango Frango Frango Frango Frango Frango Alimentos Alimentos Alimentos Alimentos Alimentos Alimentos Escritório Escritório Rua C RuaA Ilustração de mapeamento de um armazén logístico
  • 15. Processo automatizado com WMS 15 Processo de Recebimento • Agendamento de mercadorias que serão recebidas no armazém; • Prioridade de desembarque das mercadorias; • Automação do processo de portaria; • Automação do processo de conferência com códigos de barras e RFID; • Gerenciamento do pátio de veículos; • Características como peso, cubagem e padrão de embalagem; • Redução do tempo perdido com esperas; • Integração e captura das informações das notas fiscais dos fornecedores; • Controle de qualidade dos produtos que estão sendo recebidos; • Emissão de etiquetas de códigos de barras ou aproveitamento das etiquetas decódigosdebarrasdofornecedorpara pallets, volumes, lotes, caixas, peças ou número de série; • Cross-docking. Destacamos abaixo alguns dos principais benefícios suportados por um WMS, segmentando os benefícios por processos de negócio, a saber:
  • 16. Processo automatizado com WMS 16 • Definição dos endereços dos produtos a serem armazenados, tais como: zona, rua, rotatividade, família, grupo ou categoria de produtos; • Identificação da entrada no estoque em tempo real; • Controle do armazenamento de um mesmo item em mais de um local do armazém; • Controle de diferentes estruturas de armazenamento; • Automação do processo de armazenamento usando códigos de barras e RFID; • Controle automático da necessidade de abastecimento das áreas de picking. Ilustração de armazenamento Processo de Armazenamento
  • 17. • Integração e captura dos pedidos de clientes oriundos de sistemas ERP; • Gerenciamento das atividades de separação pendentes; • Automação do processo de separação usando códigos de barras e RFID; • Integração com diferentes tipos de dispositivos periféricos comoesteiras,balanças,sensoreseequipamentosautomáticos de movimentação; • Processos de picking por onda e colméia para agilizar a separação das mercadorias. Processo automatizado com WMS 17 Ilustração de Picking Processo de Picking
  • 18. Processo automatizado com WMS 18 • Definição de linhas e postos de trabalho na linha de produção/manufatura; • Rastreamento de produtos utilizados no processo de fabricação; • Controle do suprimento automático da linha de produção/ manufatura; • Controle da impressão e da aplicação de etiquetas de códigos de barras na linha de produção/manufatura. Ilustraçãodelinhadeprodução Processo de Linha de Produção
  • 19. Processo automatizado com WMS 19 • Controle da expedição; • Emissão de listas de conteúdo; • Emissão de Notas Fiscais - integrado ao ERP; • Automação do processo de conferência utilizando códigos de barras e RFID; • Gerenciamento do cancelamento de pedidos e o retorno de mercadorias para o estoque; • Decomposição do pedido em grupos de itens que exijam tipos diferentes de separação e processamento; • Eliminação de erros de expedição; • Escolha simultânea de pedidos de clientes da mesma região, de forma que cheguem no ponto de embarque e conseqüentemente no caminhão ao mesmo tempo. Ilustração de expedição Processo de Expedição
  • 20. Processo automatizado com WMS • Apoio ao processo de inventário geral e rotativo; • Monitoramento dos recursos operacionais; • Apontamento da produtividade operacional; • Redução dos custos de perda de mercadorias por vencimento da validade ou perda desconhecida; • Redução dos lead times de processamento de pedidos; • Possibilidade de gerar solicitações de reposição que serão disparadas automaticamente ao departamento de compras ou diretamente aos fornecedores; • Possibilidade de criar rotas inteligentes de separação; • Se integrado com um ERP evita redundância de cadastros; • Melhoria no cumprimento dos prazos de entrega de pedidos estabelecidos com os clientes; • Estimativas de cubagem e peso dos pedidos de múltiplos clientes; • Sugestão de quantidades de reposição no momento certo, em conformidade com regras específicas estabelecidas na parametrização do WMS. 20 Processo Gerencial Processo Gerencial
  • 21. Sistemas ERP e WMS CAPÍTULO 4
  • 22. Sistemas ERP integrados a WMS Diante de um cenário complexo e dinâmico, as organizações perceberam que seus Sistemas Integrados de Gestão (ERP) não dispunham de mecanismos eficientes para o gerenciamento específico de seus armazéns e centros de distribuição, organizando e orientando a empresa sobre a forma mais eficiente de separar e despachar um pedido, otimizar a alocação dos espaços, planejar e organizar o recebimento de mercadorias, gerir a capacidade de seus recursos para entregar os pedidos com a velocidade demandada pelo mercado. Da busca por um software que atendesse essas lacunas deixadas pelos sistemas ERP legados e/ou tradicionais surgiu a opção de integrá-los com os sistemas WMS. 21 ?
  • 23. Sistemas ERP integrados a WMS Como os sistemas ERP são a espinha dorsal das organizações e muitas empresas já usavam ERPs quando decidiram adotar um WMS, foi necessário realizar a integração de diversas funcionalidades desses sistemas. Como nenhum dos dois sistemas nasceu com a premissa de integração, é de conhecimento geral que muitos dos casos que foram feitos são precários ou usam tecnologias obsoletas. Abaixo desdobraremos um pouco mais sobre sistemas ERP integrados com WMS. Os principais pontos de integração são: - Enviar os cadastros de produtos do sistema ERP para o WMS; - Sincronizar os saldos de estoques do sistema ERP com o WMS; - Enviar as ordens de compra do sistema ERP para que o WMS possa realizar o recebimento das mercadorias; - Enviar do sistema ERP para o WMS os pedidos de venda que precisam ser separados; - Receber do WMS no ERP a confirmação dos pedidos de venda que foram separados parcial ou total; - Realizar o faturamento do pedido de venda no ERP e enviar a confirmação do faturamento para o WMS realizar as operações de packing e despacho das mercadorias. Pode ocorrer a necessidade de ter mais pontos de integração, variando de acordo com os processos de cada negócio. 22
  • 24. Sistemas ERP integrados a WMS É importante ressaltar que toda integração de software evidencia esforços para: - Analisar os processos e particularidades que precisam ser integrados; - O desenvolvimento (programação) da integração; - A homologação da integração em ambiente de testes; - Inserir a integração em ambiente de produção com o devido acompanhamento; - Fazer a manutenção e eventuais evoluções da integração. Nesse sentido, fica evidente que integrar o ERP e o WMS não é um processo simples e precisa ser tratado como um projeto dada as complexidades e o viés estratégico envolvidos na questão. Quando as empresas simplificam demais esse projeto, tendem a colher infortúnios de uma integração precária e ter ocorrências de rupturas de estoques com maior frequencia. 23
  • 25. Sistemas ERP com WMS nativo Existe uma alternativa para aquelas empresas que não querem integrar o sistema ERP legado e/ou tradicional com um WMS de mercado. A opção é adotar um sistema ERP idealizado para Omnichannel que já tenha um WMS embutido nativamente como uma das funcionalidades do sistema. Além de ser um único software que independe de integrações morosas e ineficientes ter o WMS nativamente no ERP traz os seguintes benefícios: - A empresa evita os pontos de integração mencionados anteriormente; - A chance de rupturas de estoques é minimizada; - A consistência das transações é maior, pois o estoque é administrado pelo ERP que invoca, de forma nativa e sem integrações, as ações relativas ao WMS; - O custo-benefício de lidar com apenas um software e apenas um fornecedor; - O custo de manter um software que não depende de integrações e que, portanto, tem menos pontos de atenção; - A manutenção do sistema em alta disponibilidade é maior; Esses são apenas alguns benefícios, mas já são suficientes para que as empresas compreendam que ter um ERP que tem um WMS embutivo em seu Core é muito mais economico, dinâmico, fluído e sinérgico. 24
  • 26. Sistemas ERP com WMS nativo Além das questões operacionais demonstradas acima, é importante levar em consideração que a adoção de um sistema ERP idealizado para Omnichannel e que conta com um WMS embutido, ajudará a empresa na tomada de decisões estratégicas. Todas as decisões gerenciais oriundas do: - volume de transações; - do abastecimento dos estoques; - da capacidade produtiva no processamento dos pedidos; - da mão de obra necessária para garantir a capacidade produtiva e a qualidade do trabalho; - da necessidade de capital de giro para manter os níveis de estoques; - da rotação e giro dos estoques; dentre tantas outras decisões estratégicas para o bom andamento do negócio, são facilitadas quando juntamos as competências de um bom WMS com as camadas de planejamento e gestão nativas nos sistemas ERP. Uma boa prática, nesse sentido, é que a empresa adote um sistema ERP idealizado para a Omniera que tenha um bom WMS já embutido em suas funcionalidades nativas. 25
  • 28. Conclusão Melhoria na gestão de estoques, armazém e depósitos. A adoção das melhores práticas demonstradas nesse e-book ajudará as empresas na: Garantir vantagens competitivas às organizações em relação a seus concorrentes, criando um diferencial competitivo que trará mais assertividade. Aumento no nível de serviço prestado aos clientes e melhor utilização dos espaços físicos. Aumento da eficiência operacional do negócio utilizando WMS integrado ou nativo nos sistemas ERP. Redução de custos, melhorias significativas nas operações de gerenciamento de armazéns e centros de distribuição. 1 2 3 4 5 27
  • 29. Samuel Gonsales é Especialista em Omnichannel, Sistema de Gestão ERP e e-Commerce acumulando mais de 18 anos de experiência. Vencedor do Prêmio e-Commerce Brasil 2015 – Melhor Profissional de Operações. Vencedor do Prêmio ABCOMM 2017 – Melhor Profissional de e-Commerce. Atua como Head de Produtos na Millennium Network, Diretor de Operações e Logística na ABCOMM, Professor Universitário, Palestrante em eventos de e-Commerce e TI e Articulista de diversos portais e revistas. O AUTOR Samuel Gonsales