SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
A cultura consumista e sua influência nas relações
antropológicas
 “nada é bastante para quem considera pouco o que é suficiente”.
EPICURO
 “nenhum homem deve possuir mais bens do que precisa para viver; o resto, por
direito, pertence ao Estado”
BENJAMIM FRANKLIN
 “tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes”
(I TM 6:8)
 Sociedade de consumo
O cartaz expressa o American Way of Live,
enquanto a população carece de recursos
durante a crise
 A maximização da
produção de lixo
 “A manipulação [do capital] é um processo que atravessa todas as
relações humanas. Por isso, o pensamento de direita tem
galvanizado tantas atenções e tem obtido tanto apoio ao redor do
mundo. Com a derrota soviética no leste europeu, não se vê uma
perspectiva à esquerda. E a única alternativa que está posta para
muitas pessoas é ditadura, é a direita. [...] O culpado é sempre o
imigrante, o culpado é o ocidente, o islã. Sempre uma busca por um
bode expiatório. É impressionante como essa faceta da história se
repete”
 Por que consumimos?
desejo? necessidade? instinto? pressão?
 O consumo é um sistema simbólico que articula coisas e seres humanos e, como
tal, uma forma privilegiada de ler o mundo que nos cerca. Através dele a cultura
expressa princípios, estilos de vida, ideais, categorias, identidades sociais e
projetos coletivos.
 D. Miller (1987), Material Culture and Mass Consumption , fornece uma teoria
geral do consumo, reconhecendo-o como uma categoria chave da Modernidade.
 Reutilizou conceitos que Hegel e Marx haviam utilizado, mas invertendo-lhe a
respectiva leitura em vários pontos e contextualizando o consumo em termos de
objetificação da cultura.
 A mídia
 Vlogs
 Exclusão social
• O consumidor consciente sabe que pode ser um agente transformador da
sociedade por meio do seu ato de consumo.
1. Planeja suas compras.
2. Avalia os impactos de seu consumo .
3. Consume apenas o necessário
4. Separa seu lixo e contribui para a economia de recursos naturais,
5. Usa crédito conscientemente.
6. Conhece e valoriza as práticas de responsabilidade social das empresas.
7. Não compra produtos piratas ou contrabandeados.
8. Contribui para a melhoria de produtos e serviços.
9. Cobra dos políticos.
10. Reflete sobre seus valores .
 "A marca da cultura de consumo é a
redução do ‘ser’ para ‘ter’.”
John Piper
ANDRIA MARTINS,
HAIFA FRANCO,
ISABEL VITÓRIA,
THALIA NOVAES,
MONALIZA ARAÚJO,
VENÂNCIO SÁ

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Professor
 
Origem geografia
Origem geografiaOrigem geografia
Origem geografia
edsonluz
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 ano
Over Lane
 
Globalização e sociedade de consumo
Globalização e sociedade de consumoGlobalização e sociedade de consumo
Globalização e sociedade de consumo
fernandesrafael
 
Relação sociedade natureza
Relação sociedade naturezaRelação sociedade natureza
Relação sociedade natureza
wilson mousinho
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
Alison Nunes
 
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofiaDinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Severina Maria Vieira
 

Mais procurados (20)

Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiais
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Origem geografia
Origem geografiaOrigem geografia
Origem geografia
 
Paisagem
PaisagemPaisagem
Paisagem
 
Democracia 2 ano
Democracia 2 anoDemocracia 2 ano
Democracia 2 ano
 
Globalização e sociedade de consumo
Globalização e sociedade de consumoGlobalização e sociedade de consumo
Globalização e sociedade de consumo
 
Relação sociedade natureza
Relação sociedade naturezaRelação sociedade natureza
Relação sociedade natureza
 
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOSINTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
INTRODUÇÃO AOS DIREITOS HUMANOS
 
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e MoralSlides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
Slides da aula de Filosofia (João Luís) sobre Ética e Moral
 
O CONCEITO DE ESTADO - Prof. Noe Assunção
O CONCEITO DE ESTADO - Prof. Noe AssunçãoO CONCEITO DE ESTADO - Prof. Noe Assunção
O CONCEITO DE ESTADO - Prof. Noe Assunção
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Os modos de produção
Os modos de produçãoOs modos de produção
Os modos de produção
 
O mundo do trabalho
O mundo do trabalhoO mundo do trabalho
O mundo do trabalho
 
A sociedade de consumo
A sociedade de consumoA sociedade de consumo
A sociedade de consumo
 
Trabalho e Sociedade
Trabalho e SociedadeTrabalho e Sociedade
Trabalho e Sociedade
 
Introdução à Sociologia
Introdução à SociologiaIntrodução à Sociologia
Introdução à Sociologia
 
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofiaDinâmica para aula de sociologia e filosofia
Dinâmica para aula de sociologia e filosofia
 
Espaço rural e urbano
Espaço rural e urbanoEspaço rural e urbano
Espaço rural e urbano
 

Semelhante a O capitalismo e a sociedade do consumo

Crise ambiental x consumo
Crise ambiental x consumo Crise ambiental x consumo
Crise ambiental x consumo
Marcia Marques
 

Semelhante a O capitalismo e a sociedade do consumo (20)

Seminário Consumo e Cidadania: os novos consumidores e os desafios para garan...
Seminário Consumo e Cidadania: os novos consumidores e os desafios para garan...Seminário Consumo e Cidadania: os novos consumidores e os desafios para garan...
Seminário Consumo e Cidadania: os novos consumidores e os desafios para garan...
 
Leituras Sobre Consumo
Leituras Sobre ConsumoLeituras Sobre Consumo
Leituras Sobre Consumo
 
Sociogia o ambiente-riscos e incertezas.
Sociogia o ambiente-riscos e incertezas.Sociogia o ambiente-riscos e incertezas.
Sociogia o ambiente-riscos e incertezas.
 
Design gráfico
Design  gráficoDesign  gráfico
Design gráfico
 
C.C.T.T. de Matemática - Consumismo.
C.C.T.T. de Matemática - Consumismo.C.C.T.T. de Matemática - Consumismo.
C.C.T.T. de Matemática - Consumismo.
 
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron IsherwoodO mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
 
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron IsherwoodO mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
O mundo dos bens Mary Douglas e Baron Isherwood
 
O consumismo e_o_capitalismo
O consumismo e_o_capitalismoO consumismo e_o_capitalismo
O consumismo e_o_capitalismo
 
Sociedade do consumo
Sociedade do consumoSociedade do consumo
Sociedade do consumo
 
Multiculturalismo e a sociologia
Multiculturalismo e a sociologiaMulticulturalismo e a sociologia
Multiculturalismo e a sociologia
 
Consumo Crítico: Novas Práticas Para o Exercício da Cidadania
Consumo Crítico: Novas Práticas Para o Exercício da CidadaniaConsumo Crítico: Novas Práticas Para o Exercício da Cidadania
Consumo Crítico: Novas Práticas Para o Exercício da Cidadania
 
Outro capitalismo
Outro capitalismoOutro capitalismo
Outro capitalismo
 
6 aula A iIndústria cultural e o consumismo.pptx
6  aula A iIndústria cultural e o consumismo.pptx6  aula A iIndústria cultural e o consumismo.pptx
6 aula A iIndústria cultural e o consumismo.pptx
 
Consumo e ambiente
Consumo e ambienteConsumo e ambiente
Consumo e ambiente
 
Aula 2. fundamentos da teologia apostolica.
Aula 2. fundamentos da teologia apostolica.Aula 2. fundamentos da teologia apostolica.
Aula 2. fundamentos da teologia apostolica.
 
Lista número 01 para o redação descomplicada
Lista número 01 para o redação descomplicadaLista número 01 para o redação descomplicada
Lista número 01 para o redação descomplicada
 
Antropologia e Sociologia do consumo (Aula 1)
Antropologia e Sociologia do consumo (Aula 1) Antropologia e Sociologia do consumo (Aula 1)
Antropologia e Sociologia do consumo (Aula 1)
 
Crise ambiental x consumo 1
Crise ambiental x consumo 1Crise ambiental x consumo 1
Crise ambiental x consumo 1
 
Crise ambiental x consumo
Crise ambiental x consumo Crise ambiental x consumo
Crise ambiental x consumo
 
Sociologia v
Sociologia vSociologia v
Sociologia v
 

Mais de Isabel Vitória

Introdução aos Processos
Introdução aos ProcessosIntrodução aos Processos
Introdução aos Processos
Isabel Vitória
 

Mais de Isabel Vitória (19)

Cinética Química
Cinética QuímicaCinética Química
Cinética Química
 
Revolta da vacina
Revolta da vacinaRevolta da vacina
Revolta da vacina
 
Artigo papel da mulher na sociedade
Artigo papel da mulher na sociedadeArtigo papel da mulher na sociedade
Artigo papel da mulher na sociedade
 
A mulher e o mercado de trabalho
A mulher e o mercado de trabalhoA mulher e o mercado de trabalho
A mulher e o mercado de trabalho
 
Psicanálise e a interpretação dos sonhos
Psicanálise e a interpretação dos sonhosPsicanálise e a interpretação dos sonhos
Psicanálise e a interpretação dos sonhos
 
Triggers
TriggersTriggers
Triggers
 
Autora Contemporânea : Carolina Maria de Jesus
Autora Contemporânea : Carolina Maria de Jesus Autora Contemporânea : Carolina Maria de Jesus
Autora Contemporânea : Carolina Maria de Jesus
 
O petróleo
O petróleoO petróleo
O petróleo
 
Domínio morfoclimático [recuperado]
Domínio morfoclimático [recuperado]Domínio morfoclimático [recuperado]
Domínio morfoclimático [recuperado]
 
Topologia de redes
Topologia de redesTopologia de redes
Topologia de redes
 
Interferencia, interferencia com a luz
Interferencia, interferencia com a luzInterferencia, interferencia com a luz
Interferencia, interferencia com a luz
 
Industria cultural
Industria culturalIndustria cultural
Industria cultural
 
Sexo e poder
Sexo e poderSexo e poder
Sexo e poder
 
Conceito de Lugar na Geografia
Conceito de Lugar na GeografiaConceito de Lugar na Geografia
Conceito de Lugar na Geografia
 
Taoismo
TaoismoTaoismo
Taoismo
 
Difusão do futebol
Difusão do futebolDifusão do futebol
Difusão do futebol
 
Introdução aos Processos
Introdução aos ProcessosIntrodução aos Processos
Introdução aos Processos
 
Aditivos Quimicos
Aditivos QuimicosAditivos Quimicos
Aditivos Quimicos
 
Vamos dar uma espiadinha
Vamos dar uma espiadinhaVamos dar uma espiadinha
Vamos dar uma espiadinha
 

Último

clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 

Último (20)

Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdfDiálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
Diálogo Crátilo de Platão sócrates daspdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 

O capitalismo e a sociedade do consumo

  • 1. A cultura consumista e sua influência nas relações antropológicas
  • 2.  “nada é bastante para quem considera pouco o que é suficiente”. EPICURO  “nenhum homem deve possuir mais bens do que precisa para viver; o resto, por direito, pertence ao Estado” BENJAMIM FRANKLIN  “tendo sustento e com que nos vestir, estejamos contentes” (I TM 6:8)
  • 3.  Sociedade de consumo O cartaz expressa o American Way of Live, enquanto a população carece de recursos durante a crise  A maximização da produção de lixo
  • 4.  “A manipulação [do capital] é um processo que atravessa todas as relações humanas. Por isso, o pensamento de direita tem galvanizado tantas atenções e tem obtido tanto apoio ao redor do mundo. Com a derrota soviética no leste europeu, não se vê uma perspectiva à esquerda. E a única alternativa que está posta para muitas pessoas é ditadura, é a direita. [...] O culpado é sempre o imigrante, o culpado é o ocidente, o islã. Sempre uma busca por um bode expiatório. É impressionante como essa faceta da história se repete”
  • 5.
  • 6.  Por que consumimos? desejo? necessidade? instinto? pressão?  O consumo é um sistema simbólico que articula coisas e seres humanos e, como tal, uma forma privilegiada de ler o mundo que nos cerca. Através dele a cultura expressa princípios, estilos de vida, ideais, categorias, identidades sociais e projetos coletivos.
  • 7.  D. Miller (1987), Material Culture and Mass Consumption , fornece uma teoria geral do consumo, reconhecendo-o como uma categoria chave da Modernidade.  Reutilizou conceitos que Hegel e Marx haviam utilizado, mas invertendo-lhe a respectiva leitura em vários pontos e contextualizando o consumo em termos de objetificação da cultura.
  • 8.
  • 9.  A mídia  Vlogs  Exclusão social
  • 10.
  • 11. • O consumidor consciente sabe que pode ser um agente transformador da sociedade por meio do seu ato de consumo.
  • 12. 1. Planeja suas compras. 2. Avalia os impactos de seu consumo . 3. Consume apenas o necessário 4. Separa seu lixo e contribui para a economia de recursos naturais, 5. Usa crédito conscientemente. 6. Conhece e valoriza as práticas de responsabilidade social das empresas. 7. Não compra produtos piratas ou contrabandeados. 8. Contribui para a melhoria de produtos e serviços. 9. Cobra dos políticos. 10. Reflete sobre seus valores .
  • 13.  "A marca da cultura de consumo é a redução do ‘ser’ para ‘ter’.” John Piper ANDRIA MARTINS, HAIFA FRANCO, ISABEL VITÓRIA, THALIA NOVAES, MONALIZA ARAÚJO, VENÂNCIO SÁ