SlideShare uma empresa Scribd logo
Recensão crítica
Imagem da
obra ou recurso
Referência bibliográfica da obra/recurso, seguindo a norma APA (American
Psychological Association): Apelido, N. (2015). Título do livro. Cidade: Editora. [ARIAL
11, CENTRADO]
TÍTULO DARECENSÃO: SUBTÍTULO FACULTATIVO [ARIAL 12, BOLD,
CENTRADO]
Nome do primeiro autor1
, Nome do segundo autor2
, etc. [Arial 11, itálico,
centrado, nomes separados por ,]
Nome professor(es) orientador(es)3
[Arial 11, itálico, centrado, nomes
separados por , – se for um artigo apresentado por um docente, esta parte
será retirada]
1
email@primeiro_autor, 2
email@segundo_autor, …, 3
email@professor_orientador
Neste tipo de artigo pode apresentar-se uma obra bibliográfica, ou parte dela (um ou
mais capítulos) ou ainda um recurso digital que sejam relevantes no contexto de uma
disciplina ou área científica e que tenham sido publicados nos últimos dois anos.
Podem fazer-se recensões críticas de documentos de várias tipologias, desde o
científico ao literário. O artigo deve ter entre 800 e 1000 palavras e não conter anexos.
Deve ser usada a letra Arial 11, com texto justificado e espaçamento 1.5 entre linhas,
podendo seguir o presente documento. O artigo não é paginado, nem são utilizados
cabeçalhos ou notas de rodapé. Devem evitar-se as abreviaturas e acrónimos e,
quando utilizados, devem ser definidos a primeira vez que se usam no texto.
Uma recensão é mais do que um resumo, pois além de sintetizar a obra/recurso faz a
avaliação dos seus pontos fortes e fracos. Na recensão procede-se ao enquadramento
Recensão crítica
ou estado da arte do tema dessa obra/recurso e podem estabelecer-se comparações
com outros autores ou obras. Não esquecer que, quando estamos a usar as ideias de
algum autor, introduzimos referências ao longo do texto, as quais podem ser citações
ou transcrições. As citações, em relação ao texto próprio, devem ocorrer em menor
proporcionalidade. O que distingue a citação da transcrição? Para Azevedo (2009),
numa citação utilizam-se as ideias de outra pessoa, embora a forma de redigir se
mantenha a do autor do artigo, como é o caso do exemplo que acabamos de
apresentar. Quanto à transcrição, além das ideias, também são aproveitadas as
palavras do autor que consultamos.
As transcrições podem ser longas ou curtas. Se for uma transcrição curta (com menos
de 40 palavras), esta insere-se no “texto, entre aspas, com indicação da página”
(Azevedo, 2009, p. 136), como acabamos de efetuar. Quando a transcrição é longa
fica situada num bloco separado do texto, com espaçamento simples (1 espaço),
avanço de 2 cm do lado esquerdo, letra Arial tamanho 10, sem aspas, do modo que a
seguir se apresenta:
Os quadros e figuras que não são do autor devem ser acompanhados pela
indicação da fonte e da página onde originalmente aparecem. Imediatamente
depois dos conteúdos do quadro e suas explicações integrantes ou logo depois do
título da figura, escreve-se, em nota, se se trata de transcrição ou adaptação.
(Azevedo, 2009, p. 138)
É importante lembrar que o artigo tem que ser uma contribuição original e inédita. Os
seus autores são responsáveis pelo respeito dos direitos de autor, quer no que
respeita a citações e transcrições, como também gráficos, figuras ou outros elementos
utilizados no texto.
Referências bibliográficas
Se no corpo da recensão tiverem sido feitas citações ou transcrições, no final do artigo
colocam-se as referências bibliográficas, apresentadas por ordem alfabética, sendo
que a primeira linha não tem indentação. As restantes linhas devem ter um avanço de
1,25 cm. Para referenciar, seguir as normas APA (American Psychological
Association). Só constarão nas referências bibliográficas as obras explicitadas no
decurso do artigo.
Exemplos: [Arial 11, espaçamento entre linhas de 1.5, justificado, espaçamento depois
dos parágrafos de 6 pontos]
Recensão crítica
Apelido, N. (s.d.). Título do texto/livro/artigo. Recuperado em 2016, fevereiro 3, de
http://endereço_completo_do_documento
Apelido, N., & Apelido, N. (2013). Título do livro. Cidade: Editora.
Apelido, N., & Apelido, N. (2015). Título do artigo. Nome da Revista, 18 (1), 13-25.
Azevedo, M. (2009). Teses, relatórios e trabalhos escolares. Lisboa: Universidade
Católica Editora.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Rosineia Oliveira dos Santos
 
Estrutura+do+ensaio
Estrutura+do+ensaioEstrutura+do+ensaio
Estrutura+do+ensaio
Adriele Leal
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)
Fernanda Câmara
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
rsaloes
 
Donald super e o desenvolvimento profissional
Donald super e o desenvolvimento profissionalDonald super e o desenvolvimento profissional
Donald super e o desenvolvimento profissional
psicologiaazambuja
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
Susana Sobrenome
 
Modelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em wordModelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em word
Mister B
 
Guiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevistaGuiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevista
bedjoaoii
 
Guião:Como elaborar um relatório
Guião:Como elaborar um  relatório Guião:Como elaborar um  relatório
Guião:Como elaborar um relatório
bedjoaoii
 
Projeto de pesquisa exemplo
Projeto de pesquisa   exemploProjeto de pesquisa   exemplo
Projeto de pesquisa exemplo
Felipe Pereira
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Vanda Sousa
 
Resenha crítica modelo
Resenha crítica   modeloResenha crítica   modelo
Resenha crítica modelo
taise_paz
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
José Antonio Ferreira da Silva
 
Resenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantesResenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantes
Jose Roberto Batista da Silva
 
Resenha acadêmica
Resenha acadêmicaResenha acadêmica
Resenha acadêmica
megainfoin
 
Testes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricosTestes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricos
Rosario Cação
 
Slides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmicaSlides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmica
RafaelBorges3
 
Atitudes - Psicologia
Atitudes - PsicologiaAtitudes - Psicologia
Atitudes - Psicologia
Sara Afonso
 
Normas da APA
Normas da APANormas da APA
Normas da APA
Hilma Khoury
 

Mais procurados (20)

Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
 
Estrutura+do+ensaio
Estrutura+do+ensaioEstrutura+do+ensaio
Estrutura+do+ensaio
 
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTAAULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
AULA 08 - RESENHA CRÍTICA - PRONTA
 
Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)Artigo cientifico (como fazer)
Artigo cientifico (como fazer)
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
 
Donald super e o desenvolvimento profissional
Donald super e o desenvolvimento profissionalDonald super e o desenvolvimento profissional
Donald super e o desenvolvimento profissional
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Modelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em wordModelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em word
 
Guiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevistaGuiao: Como fazer uma entrevista
Guiao: Como fazer uma entrevista
 
Guião:Como elaborar um relatório
Guião:Como elaborar um  relatório Guião:Como elaborar um  relatório
Guião:Como elaborar um relatório
 
Projeto de pesquisa exemplo
Projeto de pesquisa   exemploProjeto de pesquisa   exemplo
Projeto de pesquisa exemplo
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
 
Resenha crítica modelo
Resenha crítica   modeloResenha crítica   modelo
Resenha crítica modelo
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
 
Resenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantesResenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantes
 
Resenha acadêmica
Resenha acadêmicaResenha acadêmica
Resenha acadêmica
 
Testes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricosTestes parametricos e nao parametricos
Testes parametricos e nao parametricos
 
Slides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmicaSlides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmica
 
Atitudes - Psicologia
Atitudes - PsicologiaAtitudes - Psicologia
Atitudes - Psicologia
 
Normas da APA
Normas da APANormas da APA
Normas da APA
 

Semelhante a Modelo de artigo de recensao critica

Modelo de artigo de aula pratica, laboratorial ou de campo
Modelo de artigo de aula pratica, laboratorial ou de campoModelo de artigo de aula pratica, laboratorial ou de campo
Modelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientificoModelo de artigo cientifico
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Luís Antonio Pinheiro
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Biblioteca FEAUSP
 
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
AnaCarolinaVCSantos
 
guiatcc
guiatccguiatcc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
dyeisin
 
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENIMODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
cantaAcara
 
Modelo artigo
Modelo artigoModelo artigo
Modelo artigo
João Coelho
 
Artigo cientifico
Artigo cientificoArtigo cientifico
Artigo cientifico
ProfFernandaBraga
 
Artigo cientifico
Artigo cientificoArtigo cientifico
Artigo cientifico
ProfFernandaBraga
 
Comentário de leitura profa valva
Comentário de leitura   profa valvaComentário de leitura   profa valva
Comentário de leitura profa valva
Vania Valva
 
ABNT
ABNT ABNT
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
HELLEN CRISTINA
 
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
LuisCSIssufo
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
Adriano Medeiros
 

Semelhante a Modelo de artigo de recensao critica (20)

Modelo de artigo de aula pratica, laboratorial ou de campo
Modelo de artigo de aula pratica, laboratorial ou de campoModelo de artigo de aula pratica, laboratorial ou de campo
Modelo de artigo de aula pratica, laboratorial ou de campo
 
Modelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientificoModelo de artigo cientifico
Modelo de artigo cientifico
 
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
Como elaborar-um-artigo-modelo-2015
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
Elaboração de trabalhos acadêmicos: APA 6ª edição (2013) - VERSÃO DESATUALIZA...
 
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO RONI.doc
 
guiatcc
guiatccguiatcc
guiatcc
 
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.docMODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
MODELO-DE-ARTIGO-CIENTIFICO-2.doc
 
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENIMODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
MODELO DE ARTIGO CIENTIFICO DE TCC FAVENI
 
Modelo artigo
Modelo artigoModelo artigo
Modelo artigo
 
Artigo cientifico
Artigo cientificoArtigo cientifico
Artigo cientifico
 
Artigo cientifico
Artigo cientificoArtigo cientifico
Artigo cientifico
 
Comentário de leitura profa valva
Comentário de leitura   profa valvaComentário de leitura   profa valva
Comentário de leitura profa valva
 
ABNT
ABNT ABNT
ABNT
 
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM A  RTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM A RTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM AR   TIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM AR TIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM   ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdfCOMO ELABORAR UM    ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
COMO ELABORAR UM ARTIGO CIENTÍFICO.pdf
 
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
NORMAS PARA PRODUCAO E PUBLICACAO UNIROVUMA - CAPACITACAO DOCENTE II SEMESTRE...
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
 

Mais de Biblioteca da Escola E.B. 2,3/Secundária de Baião - Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil

Calendário escolar : Aulas previstas para 2019/2020
Calendário escolar : Aulas previstas para 2019/2020Calendário escolar : Aulas previstas para 2019/2020
Calendário escolar 2019/2020
Calendário escolar 2019/2020Calendário escolar 2019/2020
Ficha de exploração de um livro de banda desenhada
Ficha de exploração de um livro de banda desenhadaFicha de exploração de um livro de banda desenhada
Calendário escolar 2018/2019
Calendário escolar 2018/2019Calendário escolar 2018/2019
Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa
 Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa  Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa
Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa
Biblioteca da Escola E.B. 2,3/Secundária de Baião - Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil
 
Metas 11 ano
Metas 11 anoMetas 11 ano
Metas 10 ano
Metas 10 anoMetas 10 ano
Aulas previstas para o ano letivo 2017/2018
Aulas previstas para o ano letivo 2017/2018Aulas previstas para o ano letivo 2017/2018
Calendário escolar 2017/2018
Calendário escolar 2017/2018Calendário escolar 2017/2018
Programa da Semana da Leitura 2017
Programa da Semana da Leitura 2017Programa da Semana da Leitura 2017
Clube do Espaço e do Tempo
Clube do Espaço e do TempoClube do Espaço e do Tempo
Plano Anual de Atividades do Agrupamento
Plano Anual de Atividades do AgrupamentoPlano Anual de Atividades do Agrupamento
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Resultados do 2º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Resultados do 2º desafio do Clube do Espaço e do TempoResultados do 2º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Resultados do 1º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Resultados do 1º desafio do Clube do Espaço e do TempoResultados do 1º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Programa Jornadas Europeias do Patrimonio Cultural
Programa Jornadas Europeias do Patrimonio CulturalPrograma Jornadas Europeias do Patrimonio Cultural
Calendário escolar 2016/2017
Calendário escolar 2016/2017Calendário escolar 2016/2017
Resumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e Empenho
Resumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e EmpenhoResumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e Empenho
Resumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e Empenho
Biblioteca da Escola E.B. 2,3/Secundária de Baião - Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil
 
Voki - tutorial
Voki - tutorialVoki - tutorial

Mais de Biblioteca da Escola E.B. 2,3/Secundária de Baião - Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil (20)

Calendário escolar : Aulas previstas para 2019/2020
Calendário escolar : Aulas previstas para 2019/2020Calendário escolar : Aulas previstas para 2019/2020
Calendário escolar : Aulas previstas para 2019/2020
 
Calendário escolar 2019/2020
Calendário escolar 2019/2020Calendário escolar 2019/2020
Calendário escolar 2019/2020
 
Ficha de exploração de um livro de banda desenhada
Ficha de exploração de um livro de banda desenhadaFicha de exploração de um livro de banda desenhada
Ficha de exploração de um livro de banda desenhada
 
Calendário escolar 2018/2019
Calendário escolar 2018/2019Calendário escolar 2018/2019
Calendário escolar 2018/2019
 
Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa
 Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa  Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa
Resultados do 1º teste de qualificação no Campeonato de Língua Portuguesa
 
Metas 11 ano
Metas 11 anoMetas 11 ano
Metas 11 ano
 
Metas 10 ano
Metas 10 anoMetas 10 ano
Metas 10 ano
 
Aulas previstas para o ano letivo 2017/2018
Aulas previstas para o ano letivo 2017/2018Aulas previstas para o ano letivo 2017/2018
Aulas previstas para o ano letivo 2017/2018
 
Calendário escolar 2017/2018
Calendário escolar 2017/2018Calendário escolar 2017/2018
Calendário escolar 2017/2018
 
Programa da Semana da Leitura 2017
Programa da Semana da Leitura 2017Programa da Semana da Leitura 2017
Programa da Semana da Leitura 2017
 
Clube do Espaço e do Tempo
Clube do Espaço e do TempoClube do Espaço e do Tempo
Clube do Espaço e do Tempo
 
Plano Anual de Atividades do Agrupamento
Plano Anual de Atividades do AgrupamentoPlano Anual de Atividades do Agrupamento
Plano Anual de Atividades do Agrupamento
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
 
Resultados do 2º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Resultados do 2º desafio do Clube do Espaço e do TempoResultados do 2º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Resultados do 2º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
 
Resultados do 1º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Resultados do 1º desafio do Clube do Espaço e do TempoResultados do 1º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
Resultados do 1º desafio do Clube do Espaço e do Tempo
 
Programa Jornadas Europeias do Patrimonio Cultural
Programa Jornadas Europeias do Patrimonio CulturalPrograma Jornadas Europeias do Patrimonio Cultural
Programa Jornadas Europeias do Patrimonio Cultural
 
Calendário escolar 2016/2017
Calendário escolar 2016/2017Calendário escolar 2016/2017
Calendário escolar 2016/2017
 
Resumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e Empenho
Resumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e EmpenhoResumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e Empenho
Resumo do projeto GAME - Gerar Aprendizagem, Motivação e Empenho
 
Voki - tutorial
Voki - tutorialVoki - tutorial
Voki - tutorial
 

Último

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

Modelo de artigo de recensao critica

  • 1. Recensão crítica Imagem da obra ou recurso Referência bibliográfica da obra/recurso, seguindo a norma APA (American Psychological Association): Apelido, N. (2015). Título do livro. Cidade: Editora. [ARIAL 11, CENTRADO] TÍTULO DARECENSÃO: SUBTÍTULO FACULTATIVO [ARIAL 12, BOLD, CENTRADO] Nome do primeiro autor1 , Nome do segundo autor2 , etc. [Arial 11, itálico, centrado, nomes separados por ,] Nome professor(es) orientador(es)3 [Arial 11, itálico, centrado, nomes separados por , – se for um artigo apresentado por um docente, esta parte será retirada] 1 email@primeiro_autor, 2 email@segundo_autor, …, 3 email@professor_orientador Neste tipo de artigo pode apresentar-se uma obra bibliográfica, ou parte dela (um ou mais capítulos) ou ainda um recurso digital que sejam relevantes no contexto de uma disciplina ou área científica e que tenham sido publicados nos últimos dois anos. Podem fazer-se recensões críticas de documentos de várias tipologias, desde o científico ao literário. O artigo deve ter entre 800 e 1000 palavras e não conter anexos. Deve ser usada a letra Arial 11, com texto justificado e espaçamento 1.5 entre linhas, podendo seguir o presente documento. O artigo não é paginado, nem são utilizados cabeçalhos ou notas de rodapé. Devem evitar-se as abreviaturas e acrónimos e, quando utilizados, devem ser definidos a primeira vez que se usam no texto. Uma recensão é mais do que um resumo, pois além de sintetizar a obra/recurso faz a avaliação dos seus pontos fortes e fracos. Na recensão procede-se ao enquadramento
  • 2. Recensão crítica ou estado da arte do tema dessa obra/recurso e podem estabelecer-se comparações com outros autores ou obras. Não esquecer que, quando estamos a usar as ideias de algum autor, introduzimos referências ao longo do texto, as quais podem ser citações ou transcrições. As citações, em relação ao texto próprio, devem ocorrer em menor proporcionalidade. O que distingue a citação da transcrição? Para Azevedo (2009), numa citação utilizam-se as ideias de outra pessoa, embora a forma de redigir se mantenha a do autor do artigo, como é o caso do exemplo que acabamos de apresentar. Quanto à transcrição, além das ideias, também são aproveitadas as palavras do autor que consultamos. As transcrições podem ser longas ou curtas. Se for uma transcrição curta (com menos de 40 palavras), esta insere-se no “texto, entre aspas, com indicação da página” (Azevedo, 2009, p. 136), como acabamos de efetuar. Quando a transcrição é longa fica situada num bloco separado do texto, com espaçamento simples (1 espaço), avanço de 2 cm do lado esquerdo, letra Arial tamanho 10, sem aspas, do modo que a seguir se apresenta: Os quadros e figuras que não são do autor devem ser acompanhados pela indicação da fonte e da página onde originalmente aparecem. Imediatamente depois dos conteúdos do quadro e suas explicações integrantes ou logo depois do título da figura, escreve-se, em nota, se se trata de transcrição ou adaptação. (Azevedo, 2009, p. 138) É importante lembrar que o artigo tem que ser uma contribuição original e inédita. Os seus autores são responsáveis pelo respeito dos direitos de autor, quer no que respeita a citações e transcrições, como também gráficos, figuras ou outros elementos utilizados no texto. Referências bibliográficas Se no corpo da recensão tiverem sido feitas citações ou transcrições, no final do artigo colocam-se as referências bibliográficas, apresentadas por ordem alfabética, sendo que a primeira linha não tem indentação. As restantes linhas devem ter um avanço de 1,25 cm. Para referenciar, seguir as normas APA (American Psychological Association). Só constarão nas referências bibliográficas as obras explicitadas no decurso do artigo. Exemplos: [Arial 11, espaçamento entre linhas de 1.5, justificado, espaçamento depois dos parágrafos de 6 pontos]
  • 3. Recensão crítica Apelido, N. (s.d.). Título do texto/livro/artigo. Recuperado em 2016, fevereiro 3, de http://endereço_completo_do_documento Apelido, N., & Apelido, N. (2013). Título do livro. Cidade: Editora. Apelido, N., & Apelido, N. (2015). Título do artigo. Nome da Revista, 18 (1), 13-25. Azevedo, M. (2009). Teses, relatórios e trabalhos escolares. Lisboa: Universidade Católica Editora.