SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
O Microscópio Óptico Composto
Page  2
A História do Microscópio
 Robert Hooke, estudioso inglês, foi o primeiro (em 1665) a observar
células. Para tal valeu-se de um rudimentar microscópio, idealizado anos
antes por um outro estudioso, Anthony Van Leeuwenhoeck.
 Hooke observou cortes finos de cortiça, que se
apresentavam ao microscópio com um aspecto
similar a pequenos favos de mel empilhados.
A cada um destes favos Hooke atribuiu a
designação de cellulae (células).
Page  3
Cerca de dez anos mais tarde o próprio Leeuwenhoeck
observou pequenos seres vivos, que designou por
“protozoários”, aos quais mais tarde foi dada a
designação de bactérias.
A História do Microscópio
Page  4
Page  5
O MICROSCÓPIO ÓPTICO
Page  6
O MICROSCÓPIO ÓPTICO
Serve para ampliar um objecto.
Funciona com um conjunto de lentes
(ocular e objectiva) que ampliam a
imagem.
A Iluminação é natural ou artificial.
É constituído por uma parte mecânica
que suporta e permite controlar uma
parte óptica que amplia as imagens.
Page  7
MICROSCÓPIO - CONSTITUIÇÃO
Ocular
Canhão
Revólver
ObjectivasBraço
Platina
Fonte luminosa
Diafragma
Pé ou base
Parafuso macromético
Parafuso micromético
Pinças
Condensador
Page  8
Oculares
Ampliam a imagem
fornecida pelo sistema
de objectivas.
Page  9
Canhão ou tubo
Serve de
suporte ao
sistema ocular
Page  10
Braço
Serve de
suporte à
platina e ao
revólver.
Page  11
Revólver
Serve de suporte às
objectivas e permite
a sua mudança.
Page  12
Objectivas
Amplia a imagem
do objecto que está
a ser observado.
Page  13
Platina
Serve de suporte à
preparação a observar.
Tem uma abertura na
pane central (janela da
platina).
Page  14
Condensador
Distribui regularmente no
campo da preparação a
luz que atravessa o
diafragma
Page  15
Diafragma
Regula a intensidade da
luz captada pelo
espelho e que incide na
preparação.
Page  16
Fonte de Luz
Page  17
Parafusos Macrométrico e
Micrométrico
Permite movimentos (de
maior ou menor amplitude)
de aproximação ou
afastamento entre a
preparação e as objectivas.
Page  18
Base ou pé
Constitui a base
de suporte de
todos os
elementos do
microscópio.
Page  19
 Transportá-lo com ambas as mãos, apoiando a base
numa delas e segurando o braço com a outra.
 Ao colocá-lo sobre a mesa, mantê-lo a alguma
distância do bordo.
 Evitar molhá-lo ao usar preparações temporárias.
 As lentes são peças muito caras. Para as limpar, deve
usar a flanela que normalmente acompanha o
aparelho.
 Após a utilização, encaixar a objectiva de menor
ampliação alinhada com a ocular.
Cuidados a ter com o Microscópio
Page  20
CARACTERÍSTICAS DA IMAGEM
Antes
Depois
Ampliada
Simétrica
Invertida
Virtual
Page  21
OBSERVAÇÕES AO M.O.C.
Diatomáceas
Ameba
Volvox
Ovo em
desenvolvimento
Protozoários Raiz de um cabelo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Óptica - O olho humano
Óptica - O olho humanoÓptica - O olho humano
Óptica - O olho humanoGabriela G.
 
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energiaHugo Martins
 
Membrana PlasmáTica
Membrana PlasmáTicaMembrana PlasmáTica
Membrana PlasmáTicaNuno Correia
 
Atividade experimental: imagem ao MOC
Atividade experimental: imagem ao MOCAtividade experimental: imagem ao MOC
Atividade experimental: imagem ao MOCAndreiaSofiaVieiraRe
 
Como utilizar o microscópio
Como utilizar o microscópioComo utilizar o microscópio
Como utilizar o microscópio00367p
 
Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue   Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue Maria Freitas
 
Constituição do Microscópio Ótico Composto
Constituição do Microscópio Ótico CompostoConstituição do Microscópio Ótico Composto
Constituição do Microscópio Ótico CompostoJoão Gomes
 
Psicologia: cérebro
Psicologia: cérebroPsicologia: cérebro
Psicologia: cérebrodavidaaduarte
 
Relatório da aula experimental cn células da cebola
Relatório da aula experimental cn células da cebolaRelatório da aula experimental cn células da cebola
Relatório da aula experimental cn células da cebolaAntónio Morais
 
História da descoberta do hidrogénio
História da descoberta do hidrogénioHistória da descoberta do hidrogénio
História da descoberta do hidrogénioCPG1996
 
Apostila de Anatomia e fisiologia
Apostila de Anatomia e fisiologiaApostila de Anatomia e fisiologia
Apostila de Anatomia e fisiologiaGreicy Kapisch
 
Vanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I ModernismoVanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I ModernismoCarlos Vieira
 
Ilusão de ótica
Ilusão de óticaIlusão de ótica
Ilusão de óticaleiladb
 
Movimentos transmembranares
Movimentos transmembranaresMovimentos transmembranares
Movimentos transmembranaresmargaridabt
 

Mais procurados (20)

Aula linguagem audiovisual 02
Aula linguagem audiovisual 02Aula linguagem audiovisual 02
Aula linguagem audiovisual 02
 
Lei de lavoisier
Lei de lavoisierLei de lavoisier
Lei de lavoisier
 
Óptica - O olho humano
Óptica - O olho humanoÓptica - O olho humano
Óptica - O olho humano
 
O olho humano, 9º ano
O olho humano, 9º anoO olho humano, 9º ano
O olho humano, 9º ano
 
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia(8) biologia e geologia   10º ano - obtenção de energia
(8) biologia e geologia 10º ano - obtenção de energia
 
Membrana PlasmáTica
Membrana PlasmáTicaMembrana PlasmáTica
Membrana PlasmáTica
 
Atividade experimental: imagem ao MOC
Atividade experimental: imagem ao MOCAtividade experimental: imagem ao MOC
Atividade experimental: imagem ao MOC
 
Como utilizar o microscópio
Como utilizar o microscópioComo utilizar o microscópio
Como utilizar o microscópio
 
Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue   Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue
 
Microscópio Óptico
Microscópio Óptico Microscópio Óptico
Microscópio Óptico
 
Constituição do Microscópio Ótico Composto
Constituição do Microscópio Ótico CompostoConstituição do Microscópio Ótico Composto
Constituição do Microscópio Ótico Composto
 
Psicologia: cérebro
Psicologia: cérebroPsicologia: cérebro
Psicologia: cérebro
 
Relatório da aula experimental cn células da cebola
Relatório da aula experimental cn células da cebolaRelatório da aula experimental cn células da cebola
Relatório da aula experimental cn células da cebola
 
Visão
VisãoVisão
Visão
 
História da descoberta do hidrogénio
História da descoberta do hidrogénioHistória da descoberta do hidrogénio
História da descoberta do hidrogénio
 
Apostila de Anatomia e fisiologia
Apostila de Anatomia e fisiologiaApostila de Anatomia e fisiologia
Apostila de Anatomia e fisiologia
 
Luneta
LunetaLuneta
Luneta
 
Vanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I ModernismoVanguardas Europeias - I Modernismo
Vanguardas Europeias - I Modernismo
 
Ilusão de ótica
Ilusão de óticaIlusão de ótica
Ilusão de ótica
 
Movimentos transmembranares
Movimentos transmembranaresMovimentos transmembranares
Movimentos transmembranares
 

Destaque

ReproduçãO Nos Animais
ReproduçãO Nos AnimaisReproduçãO Nos Animais
ReproduçãO Nos Animaisilda
 
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas PlantasInfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantasvisiense
 
InfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento Dos
InfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento DosInfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento Dos
InfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento Dosvisiense
 
Teste reprodução animal
Teste reprodução animalTeste reprodução animal
Teste reprodução animalmarcommendes
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivosshaleny
 
Correção da Ficha de Avalição 2
Correção da Ficha de Avalição 2Correção da Ficha de Avalição 2
Correção da Ficha de Avalição 2sofiasimao
 
5 a importância da água-ar
5 a importância da água-ar5 a importância da água-ar
5 a importância da água-armarcommendes
 
Teste microc, celula, class 5º 12 13
Teste microc, celula, class  5º 12 13Teste microc, celula, class  5º 12 13
Teste microc, celula, class 5º 12 13marcommendes
 
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º períodoResumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º períodoAcima da Média
 

Destaque (14)

Raiz e caule
Raiz e cauleRaiz e caule
Raiz e caule
 
ReproduçãO Nos Animais
ReproduçãO Nos AnimaisReproduçãO Nos Animais
ReproduçãO Nos Animais
 
A raiz
A raizA raiz
A raiz
 
Metamorfoses
MetamorfosesMetamorfoses
Metamorfoses
 
Flor
FlorFlor
Flor
 
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas PlantasInfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
InfluêNcia Dos Factores Do Meio Nas Plantas
 
InfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento Dos
InfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento DosInfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento Dos
InfluêNcia Dos Factores Do Meio No Comportamento Dos
 
Teste reprodução animal
Teste reprodução animalTeste reprodução animal
Teste reprodução animal
 
Teste plantas
Teste plantasTeste plantas
Teste plantas
 
Classificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres VivosClassificação dos Seres Vivos
Classificação dos Seres Vivos
 
Correção da Ficha de Avalição 2
Correção da Ficha de Avalição 2Correção da Ficha de Avalição 2
Correção da Ficha de Avalição 2
 
5 a importância da água-ar
5 a importância da água-ar5 a importância da água-ar
5 a importância da água-ar
 
Teste microc, celula, class 5º 12 13
Teste microc, celula, class  5º 12 13Teste microc, celula, class  5º 12 13
Teste microc, celula, class 5º 12 13
 
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º períodoResumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
Resumos de ciências 5º ano 1º teste 1º período
 

Semelhante a Microscópio

Aula sobre a historia doMicroscopio.pptx
Aula sobre a historia doMicroscopio.pptxAula sobre a historia doMicroscopio.pptx
Aula sobre a historia doMicroscopio.pptxwilbiologia
 
o Microscopio
o Microscopioo Microscopio
o Microscopiogtaroca
 
microscpioptico-110617062545-phpapp01.pdf
microscpioptico-110617062545-phpapp01.pdfmicroscpioptico-110617062545-phpapp01.pdf
microscpioptico-110617062545-phpapp01.pdfLuisFelipeFerreirada3
 
Microscópio óptico
Microscópio ópticoMicroscópio óptico
Microscópio ópticodavidjpereira
 
Microscópio.pdf
Microscópio.pdfMicroscópio.pdf
Microscópio.pdfrickriordan
 
5 microscópio
5   microscópio5   microscópio
5 microscópioPelo Siro
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
MicroscopiaCatir
 
Microscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria CelularMicroscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria CelularTânia Reis
 
4 moc - constituição e história.
4   moc - constituição e história.4   moc - constituição e história.
4 moc - constituição e história.Mina Covas
 
17417 biologia celular_1_aula_01_volume_01
17417 biologia celular_1_aula_01_volume_0117417 biologia celular_1_aula_01_volume_01
17417 biologia celular_1_aula_01_volume_01helonasc
 
4º trabalho cn - 7º c - carina
4º   trabalho  cn - 7º c - carina4º   trabalho  cn - 7º c - carina
4º trabalho cn - 7º c - carinaduartejanuario
 
4º trabalho cn - 7º c - carina
4º   trabalho  cn - 7º c - carina4º   trabalho  cn - 7º c - carina
4º trabalho cn - 7º c - carinaduartejanuario
 

Semelhante a Microscópio (20)

Aula sobre a historia doMicroscopio.pptx
Aula sobre a historia doMicroscopio.pptxAula sobre a historia doMicroscopio.pptx
Aula sobre a historia doMicroscopio.pptx
 
o Microscopio
o Microscopioo Microscopio
o Microscopio
 
microscpioptico-110617062545-phpapp01.pdf
microscpioptico-110617062545-phpapp01.pdfmicroscpioptico-110617062545-phpapp01.pdf
microscpioptico-110617062545-phpapp01.pdf
 
Microscópio óptico
Microscópio ópticoMicroscópio óptico
Microscópio óptico
 
Microscópio.pdf
Microscópio.pdfMicroscópio.pdf
Microscópio.pdf
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
 
5 microscópio
5   microscópio5   microscópio
5 microscópio
 
Microscopia
MicroscopiaMicroscopia
Microscopia
 
Microscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria CelularMicroscopia E Teoria Celular
Microscopia E Teoria Celular
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
 
A célula pp[1]
A célula pp[1]A célula pp[1]
A célula pp[1]
 
Moc
MocMoc
Moc
 
O microscópio
O microscópioO microscópio
O microscópio
 
Moc
MocMoc
Moc
 
4 moc - constituição e história.
4   moc - constituição e história.4   moc - constituição e história.
4 moc - constituição e história.
 
17417 biologia celular_1_aula_01_volume_01
17417 biologia celular_1_aula_01_volume_0117417 biologia celular_1_aula_01_volume_01
17417 biologia celular_1_aula_01_volume_01
 
Microscópio (2)
Microscópio (2)Microscópio (2)
Microscópio (2)
 
4º trabalho cn - 7º c - carina
4º   trabalho  cn - 7º c - carina4º   trabalho  cn - 7º c - carina
4º trabalho cn - 7º c - carina
 
4º trabalho cn - 7º c - carina
4º   trabalho  cn - 7º c - carina4º   trabalho  cn - 7º c - carina
4º trabalho cn - 7º c - carina
 
Microscopio
MicroscopioMicroscopio
Microscopio
 

Mais de marcommendes

Atmosfera, litosfera, hidrosfera
Atmosfera, litosfera, hidrosferaAtmosfera, litosfera, hidrosfera
Atmosfera, litosfera, hidrosferamarcommendes
 
Exemplo testemat5º 2ºp
Exemplo testemat5º  2ºpExemplo testemat5º  2ºp
Exemplo testemat5º 2ºpmarcommendes
 
Exame mat6º revisões; preparação
Exame mat6º revisões; preparaçãoExame mat6º revisões; preparação
Exame mat6º revisões; preparaçãomarcommendes
 
âNgulos mat5º revisões
âNgulos mat5º revisõesâNgulos mat5º revisões
âNgulos mat5º revisõesmarcommendes
 
2ºteste mat5º exemplo
2ºteste mat5º exemplo2ºteste mat5º exemplo
2ºteste mat5º exemplomarcommendes
 
Mat5º teste exemplo frações
Mat5º teste exemplo fraçõesMat5º teste exemplo frações
Mat5º teste exemplo fraçõesmarcommendes
 
Ficha revisões frações mat5º
Ficha revisões frações mat5ºFicha revisões frações mat5º
Ficha revisões frações mat5ºmarcommendes
 
Tipos de frações e números mistos
Tipos de frações e números mistosTipos de frações e números mistos
Tipos de frações e números mistosmarcommendes
 
Arredondamentos mat5º
Arredondamentos mat5ºArredondamentos mat5º
Arredondamentos mat5ºmarcommendes
 
Teste mat5º nº(s) naturais2
Teste mat5º nº(s) naturais2Teste mat5º nº(s) naturais2
Teste mat5º nº(s) naturais2marcommendes
 
Teste mat5º nº(s) naturais
Teste mat5º nº(s) naturaisTeste mat5º nº(s) naturais
Teste mat5º nº(s) naturaismarcommendes
 
2ºteste 1ºp sist.digestivo e respiratório
2ºteste  1ºp sist.digestivo e respiratório2ºteste  1ºp sist.digestivo e respiratório
2ºteste 1ºp sist.digestivo e respiratóriomarcommendes
 
1.2 diversidade dos animais - locomoção - ficha informativa
1.2   diversidade dos animais - locomoção -  ficha informativa1.2   diversidade dos animais - locomoção -  ficha informativa
1.2 diversidade dos animais - locomoção - ficha informativamarcommendes
 
Construção triângulos
Construção triângulosConstrução triângulos
Construção triângulosmarcommendes
 
Triângulos 5ºmat
Triângulos 5ºmatTriângulos 5ºmat
Triângulos 5ºmatmarcommendes
 
Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)marcommendes
 
Teste números naturais
Teste   números naturaisTeste   números naturais
Teste números naturaismarcommendes
 

Mais de marcommendes (20)

Atmosfera, litosfera, hidrosfera
Atmosfera, litosfera, hidrosferaAtmosfera, litosfera, hidrosfera
Atmosfera, litosfera, hidrosfera
 
Exemplo testemat5º 2ºp
Exemplo testemat5º  2ºpExemplo testemat5º  2ºp
Exemplo testemat5º 2ºp
 
Exame mat6º revisões; preparação
Exame mat6º revisões; preparaçãoExame mat6º revisões; preparação
Exame mat6º revisões; preparação
 
âNgulos mat5º revisões
âNgulos mat5º revisõesâNgulos mat5º revisões
âNgulos mat5º revisões
 
2ºteste mat5º exemplo
2ºteste mat5º exemplo2ºteste mat5º exemplo
2ºteste mat5º exemplo
 
Mat5º teste exemplo frações
Mat5º teste exemplo fraçõesMat5º teste exemplo frações
Mat5º teste exemplo frações
 
Ficha revisões frações mat5º
Ficha revisões frações mat5ºFicha revisões frações mat5º
Ficha revisões frações mat5º
 
Tipos de frações e números mistos
Tipos de frações e números mistosTipos de frações e números mistos
Tipos de frações e números mistos
 
Arredondamentos mat5º
Arredondamentos mat5ºArredondamentos mat5º
Arredondamentos mat5º
 
Teste mat5º nº(s) naturais2
Teste mat5º nº(s) naturais2Teste mat5º nº(s) naturais2
Teste mat5º nº(s) naturais2
 
Mat fichaaval
Mat fichaavalMat fichaaval
Mat fichaaval
 
Teste mat5º nº(s) naturais
Teste mat5º nº(s) naturaisTeste mat5º nº(s) naturais
Teste mat5º nº(s) naturais
 
Teste plantas 6º
Teste plantas 6ºTeste plantas 6º
Teste plantas 6º
 
2ºteste 1ºp sist.digestivo e respiratório
2ºteste  1ºp sist.digestivo e respiratório2ºteste  1ºp sist.digestivo e respiratório
2ºteste 1ºp sist.digestivo e respiratório
 
Teste ângulos
Teste ângulosTeste ângulos
Teste ângulos
 
1.2 diversidade dos animais - locomoção - ficha informativa
1.2   diversidade dos animais - locomoção -  ficha informativa1.2   diversidade dos animais - locomoção -  ficha informativa
1.2 diversidade dos animais - locomoção - ficha informativa
 
Construção triângulos
Construção triângulosConstrução triângulos
Construção triângulos
 
Triângulos 5ºmat
Triângulos 5ºmatTriângulos 5ºmat
Triângulos 5ºmat
 
Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)Ficha avaliação(exemplo)
Ficha avaliação(exemplo)
 
Teste números naturais
Teste   números naturaisTeste   números naturais
Teste números naturais
 

Microscópio

  • 2. Page  2 A História do Microscópio  Robert Hooke, estudioso inglês, foi o primeiro (em 1665) a observar células. Para tal valeu-se de um rudimentar microscópio, idealizado anos antes por um outro estudioso, Anthony Van Leeuwenhoeck.  Hooke observou cortes finos de cortiça, que se apresentavam ao microscópio com um aspecto similar a pequenos favos de mel empilhados. A cada um destes favos Hooke atribuiu a designação de cellulae (células).
  • 3. Page  3 Cerca de dez anos mais tarde o próprio Leeuwenhoeck observou pequenos seres vivos, que designou por “protozoários”, aos quais mais tarde foi dada a designação de bactérias. A História do Microscópio
  • 5. Page  5 O MICROSCÓPIO ÓPTICO
  • 6. Page  6 O MICROSCÓPIO ÓPTICO Serve para ampliar um objecto. Funciona com um conjunto de lentes (ocular e objectiva) que ampliam a imagem. A Iluminação é natural ou artificial. É constituído por uma parte mecânica que suporta e permite controlar uma parte óptica que amplia as imagens.
  • 7. Page  7 MICROSCÓPIO - CONSTITUIÇÃO Ocular Canhão Revólver ObjectivasBraço Platina Fonte luminosa Diafragma Pé ou base Parafuso macromético Parafuso micromético Pinças Condensador
  • 8. Page  8 Oculares Ampliam a imagem fornecida pelo sistema de objectivas.
  • 9. Page  9 Canhão ou tubo Serve de suporte ao sistema ocular
  • 10. Page  10 Braço Serve de suporte à platina e ao revólver.
  • 11. Page  11 Revólver Serve de suporte às objectivas e permite a sua mudança.
  • 12. Page  12 Objectivas Amplia a imagem do objecto que está a ser observado.
  • 13. Page  13 Platina Serve de suporte à preparação a observar. Tem uma abertura na pane central (janela da platina).
  • 14. Page  14 Condensador Distribui regularmente no campo da preparação a luz que atravessa o diafragma
  • 15. Page  15 Diafragma Regula a intensidade da luz captada pelo espelho e que incide na preparação.
  • 17. Page  17 Parafusos Macrométrico e Micrométrico Permite movimentos (de maior ou menor amplitude) de aproximação ou afastamento entre a preparação e as objectivas.
  • 18. Page  18 Base ou pé Constitui a base de suporte de todos os elementos do microscópio.
  • 19. Page  19  Transportá-lo com ambas as mãos, apoiando a base numa delas e segurando o braço com a outra.  Ao colocá-lo sobre a mesa, mantê-lo a alguma distância do bordo.  Evitar molhá-lo ao usar preparações temporárias.  As lentes são peças muito caras. Para as limpar, deve usar a flanela que normalmente acompanha o aparelho.  Após a utilização, encaixar a objectiva de menor ampliação alinhada com a ocular. Cuidados a ter com o Microscópio
  • 20. Page  20 CARACTERÍSTICAS DA IMAGEM Antes Depois Ampliada Simétrica Invertida Virtual
  • 21. Page  21 OBSERVAÇÕES AO M.O.C. Diatomáceas Ameba Volvox Ovo em desenvolvimento Protozoários Raiz de um cabelo