SlideShare uma empresa Scribd logo
Bibliotecas Municipais de Oeiras
No contexto da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas em Portugal




II Fórum sobre Bibliotecas Públicas | Maceió-AL | 8 e 9 de Agosto de 2011
Há que perspectivar o futuro para construir o presente…
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
estamos perante a tão anunciada

morte do livro ?
podemos falar de uma

crise da leitura ?
as bibliotecas vão

desaparecer ?
vamos transformar-nos em

bibliosaurus ?
gostava de sublinhar que não tenho uma


      Visão Apocalíptica
sobre o futuro do livro, da leitura, das bibliotecas e da profissão

       o livro irá adquirir novas formas e funcionalidades
a leitura irá transformar-se enquanto processo, prática e hábito
     as bibliotecas vão responder às transformações sociais
 os bibliotecários desempenham um papel social fundamental
estou profundamente convicto que a


  Biblioteca Pública
desempenha um papel social extremamente importante

  numa sociedade em que o conhecimento e a cultura
   são factores determinantes no desenvolvimento
     dos países, das comunidades, dos indivíduos
como podemos modernamente caracterizar a


Biblioteca Pública
de um ponto de vista conceptual e programático ?
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
características tradicionais
        : instituição de cultura e de conhecimento
        : serviço público para todos os cidadãos
        : livre acesso aos espaços, documentos, serviços
        : funcionamento em horário alargado e adequado
        : colecções genéricas, diversificadas, actualizadas
        : serviço empréstimo domiciliário documentos
        : equipa com formação técnica especializada
        : articulação em rede (nível local e nível nacional)
        : programas de desenvolvimento das literacias
características emergentes
        : glocal
        : híbrida
        : multicultural
        : mediadora
        : proactiva
        : inovadora
        : participada
        : qualificada
        : sustentável
matriz estratégica
        : Biblioteca Pública – centrada nos livros
             : missão: adquirir, tratar, organizar e disponibilizar livros
             : organização colecções: sistemas disciplinares saberes
             : perspectivação dos serviços em função dos livros
             : pouca segmentação (serviços /públicos genéricos)
             : pouca utilização TIC funcionamento/acesso informação
             : concentração esforços pessoal no tratamento documental
             : gestão burocrática e administrativa (rotinas técnicas)
             : forte hierarquia vertical separa decisores/executantes)


             : (em suma): BP = instituição neutra, estática e reactiva
matriz estratégica
        : Biblioteca Pública – centrada nas pessoas
            : missão: identificar e satisfazer necessidades comunidade
            : organização colecções: interesses e perfil utilizadores
            : perspectivação serviços função necessidades utilizadores
            : grande segmentação (serviços/públicos específicos)
            : uso privilegiado TIC funcionamento/acesso informação
            : concentração esforços pessoal na prestação serviços
            : gestão por objectivos e projectos (prestação serviços)
            : constituição equipas pluridisciplinares especializadas


            : (em suma): BP = instituição interventiva, viva e proactiva
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
RNBP - contexto
       : Alterações profundas sociedade portuguesa
           : instauração regime democrático (25 de Abril de 1974)
           : autonomização administração municipal (autarquias)
           : alteração vocação geopolítica (Império -> Europa)
           : adesão à Comunidade Económica Europeia (1986)
           : utilização fundos financeiros (programas estruturais CEE)
           : modernização país (infra-estruturas, saúde, educação, etc.)

       : Desafios colocados à RNBP nos últimos 25 anos
           : 1º desafio : mudar radicalmente situação do sector
           : 2º desafio : massificar acesso à leitura e ao livro
           : 3º desafio : responder oportunidades / ameaças internet
BM Beja
RNBP - criação
       : Manifesto da Leitura Pública em Portugal (1982)
       : Relatório Grupo Trabalho SEC (1986)
           : traça panorama negro situação bibliotecas municipais
           : identifica a necessidade intervenção estatal no sector
           : propõe criação Rede Nacional de Leitura Pública
           : inspira-se no modelo francês de biblioteca leitura pública
           : assume pressupostos Manifesto Unesco Biblioteca Pública
           : propõe que a base rede sejam as bibliotecas municipais

       : Relatório Grupo Trabalho SEC (1987)
           : define tipologias de BM segundo a população do concelho
           : define modelos de organização espaço-funcionais para BM
BM Porto
RNBP – tipologias
       : BM1   : concelhos com menos de 20.000 habitantes
               : área pública edifício = 480 m2
               : fundo documental mínimo = 15.750 documentos
               : quadro pessoal mínimo = 10 (1 TS + 4 TP)
       : BM2   : concelhos entre 20.000 a 50.000 habitantes
               : área pública edifício = 1.040 m2
               : fundo documental mínimo = 37.000 documentos
               : quadro pessoal mínimo = 18 (2 TS + 6 TP)
       : BM3   : concelhos com mais de 50.000 habitantes
               : área pública edifício = 1.980 m2
               : fundo documental mínimo = 51.500 documentos
               : quadro pessoal mínimo = 26 (4 TS + 12 TP)
BM Vila Real
RNBP - modelo
       : Modelo sectorial organização espaço-funcional
           : Átrio Central
           : Sector Adultos
           : Sector Infanto-Juvenil
           : Sector Audiovisuais
           : Sector Polivalente
           : Sector Serviços Técnicos

       : Cruza duas lógicas: públicos / documentos
       : Aplicação modelo sectorial
           : Todas as tipologias BM existentes
           : Novo edifício / edifício reabilitado
BM Tavira
RNBP - concretização
       : Instituto Português do Livro e da Leitura (1987)
       : Programa Apoio Bibliotecas Municipais (1987)
       : Celebração contratos-programa
            : Estado   : administra programa (através IPLL)
                       : selecciona candidaturas municípios
                       : aprova projecto construção / reabilitação
                       : financia 50 %     construção edifício
                                           fundos documentais
                                           mobiliário e equipamento
                       : fiscaliza cumprimento contrato-programa
                       : fiscaliza observância pressupostos programa
BM Viana do Castelo
RNBP - concretização
       : Celebração contratos-programa
            : Município : apresenta candidatura ao programa
                        : apresenta projecto construção / reabilitação
                        : financia 50 %     construção edifício
                                            fundos documentais
                                            mobiliário e equipamento
                        : contratação quadro mínimo pessoal
                        : implementa integral pressupostos programa

       : Contrato-programa tem duração de cinco anos
       : Município fica proprietário biblioteca municipal
       : Município assegura totalmente funcionamento
BM Vendas Novas
RNBP - actualização
       : Relatório Grupo Trabalho MC (1996)
           : necessidade rever programa função experiência adquirida
           : integração conceitos novo Manifesto Unesco (1994)
           : integração recomendações da IFLA bibliotecas públicas
           : aproximação à visão europeísta das BP (UK + DK + CE)
           : adaptação ao impacto do surgimento da internet
           : a informação torna-se no conceito-chave
           : a leitura sai do discurso sobre as bibliotecas públicas
           : revisão das tipologias de construção nas novas BM
           : adopção de políticas de modernização tecnológica
BM Seixal
RNBP - balanço
       : Aspectos positivos
           : alteração profunda panorama BP em Portugal

           : renovação da imagem tradicional de biblioteca

           : criação de uma moderna BP na maioria concelhos

           : cooperação histórica entre Estado / Municípios

           : adesão massiva das comunidades às BP

           : articulação com as escolas via bibliotecas escolares

           : profissionalização da gestão das bibliotecas municipais
BM Torres Novas
RNBP - balanço
       : Aspectos negativos
           : BM encaradas como obras regime (municípios)

           : incumprimento das especificações da RNBP

           : importação acrítica de modelos estrangeiros

           : inexistência quadro legislativo específico

           : exclusividade da tutela municipal sob BP

           : desinvestimento nos recursos estratégicos

           : inexistência de uma rede cooperativa nacional
BM Moita
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
Oeiras marca o ritmo
       : Oeiras é um concelho desenvolvido
           : reorganização estratégica território (PDM)
           : irradicação dos bairros de barracas
           : instalação de parques empresariais
           : requalificação do espaço urbano
           : promoção da integração social
           : fixação população altamente qualificada
           : recuperação património histórico
           : construção de equipamentos sociais
           : construção de equipamentos culturais

       : Oeiras é um concelho líder em Portugal
Oeiras marca o ritmo
       : População origens diversas
            : anos 50-70 - migrações campo -> cidade
            : anos 70     - retornados ex-colónias (Angola, Maçambique)
            : anos 80     - migração cabo-verdianos
            : anos 90/00 - atracção / fixação quadros

       : Forte integração social
            : coexistência diferentes comunidades (multiculturalismo)
            : politicas sociais específicas: crianças, seniores, imigrantes

       : População altamente qualificada
            : maior % nível nacional licenciados, mestres e doutorados
            : quadros técnicos, científicos, empresas, administração
rede municipal - oeiras
BMO – rede municipal
       : Biblioteca Municipal de Oeiras
           : tipologia RNBP: BM3 (cerca 2.000 m2)
           : edifício novo construído para o efeito
           : funciona como biblioteca central da rede municipal
           : espaços    : átrio central
                        : sector de adultos
                        : sector infantil
                        : sector multimédia
                        : sector serviços técnicos
                        : auditório com 110 lugares
                        : depósito com cerca 1.000 m2
rede municipal - algés
BMO – rede municipal
       : Biblioteca Municipal de Algés
           : tipologia RNBP: BM1 (cerca 800 m2)
           : edifício antigo adaptado para o efeito
           : funciona como biblioteca anexa
           : espaços    : átrio central
                        : sector de adultos
                        : sector infantil
                        : sector multimédia
                        : salas formação (COL)
rede municipal - carnaxide
BMO – rede municipal
       : Biblioteca Municipal de Carnaxide
           : tipologia RNBP: BM1 (cerca 500 m2)
           : edifício novo construído para o efeito
           : funciona como biblioteca anexa
           : espaços    : átrio central
                        : sector de adultos
                        : sector infantil
                        : sector multimédia
BMO – matriz estratégica
       : Manifesto de Oeiras (2003)
        Ministros, decisores políticos e profissionais de 36 países
        Europeus, acordaram as seguintes prioridades na conferência
        política PULMAN em Oeiras, Portugal, 13-14 de Março 2003:


            : Democracia e cidadania
            : Aprendizagem ao longo da vida
            : Desenvolvimento económico e social
            : Diversidade cultural


            : o manifesto tem agregado um plano de acção
BMO – matriz estratégica
       : visão estratégica
        Espaços de Cultura e Conhecimento ao serviço de todos
        munícipes de Oeiras



       : valores organizacionais
            : pertinência
            : proactividade
            : qualidade
            : inovação
            : envolvimento
BMO – matriz estratégica
       : valor acrescentado
           : Livre acesso, garantindo igualdade de oportunidades
             para todos os munícipes no acesso ao conhecimento;
           : Abordagem integrada, complementando os documentos
             impressos e os documentos digitais;
           : Selecção recursos, organizando colecções documentos
             com critérios de diversidade, qualidade e actualidade;
           : Renovação permanente, garantido a actualidade dos
             documentos, das tecnologias e dos serviços prestados;
           : Atendimento qualificado, assegurando a mediação entre
             as necessidades dos leitores e as fontes de informação.
BMO – características
        : fundos documentais
            : diversidade dos documentos disponibilizados (120.000)
            : selecção efectuada bibliotecários e c/ sugestões leitores
            : permanente actualização das colecções (aquisição)
            : circulação documentos entre as três BMO
            : organização segundo centros de interesse

        : tratamento documental
            : catalogação (ISBD)
            : indexação por assuntos
            : classificação CDU
            : MARC 21
BMO – características
        : SIGB Millenium
             : Sistema Integrado Gestão Bibliotecas (Innovative)
             : gestão em rede do funcionamento das BMO
                   : constituição catálogo
                   : base dados leitores
                   : empréstimos, devoluções, renovações, reservas
                   : disponibilização webOPAC

        : pc’s self-service
             : sector multimédia: BMO, 15; BMA, 8; BMC, 8
             : sector infantil: BMO, 4; BMA, 4, BMC, 4
             : consulta rápida: BMO, 5; BMA, 5, BMC, 5
BMO – características
        : serviços tradicionais
             : consulta local de documentos
             : empréstimo domiciliário de documentos
             : referência e informação bibliográfica

        : serviços inovadores
             : acesso à internet
             : pesquisa assistida
             : apoio ao leitor
             : SABE – serviço de apoio à bibliotecas escolares
             : centro oeiras a ler
BMO – características
        : recursos humanos
            : 50 pessoas (maioritariamente com menos 40 anos)
            : formação especifica na área das bibliotecas
                  : TS   - licenciatura e pós-graduação (CECD)
                  : TP   - profissional (= 12º ano)

        : recursos financeiros
            : BMO são integralmente financiadas pela CMO
            : orçamento gerido pelo dirigente (c/ autorização despesa)
            : dotação despesas funcionamento: 400.000 € em 2011
                  : aquisição de fundos documentais
                  : aquisição serviços externos (programas/projectos)
BMO – factores de sucesso
        : empenho político e institucional CMO
             : implantação da rede municipal de bibliotecas
             : disponibilização recursos estratégicos
             : não ingerência nas opções gestionários
             : carácter apartidário da gestão da instituição

        : estabilidade matriz estratégica
             : cumplicidade entre dirigentes e políticos
             : implementação das directrizes internacionais
             : entroncamento no programa da RNBP
             : visão estratégica partilhada pelos diversos dirigentes
             : filosofia de organização e funcionamento consistente
BMO – factores de sucesso
        : enfoque colocado nas pessoas
            : organização dos espaços
            : disponibilização das colecções
            : prestação de serviços
            : realização de actividades

        : modelo de gestão adoptado
            : rentabilização recursos estratégicos
            : atitude proactiva e inovadora
            : aposta na certificação da qualidade
            : auscultação munícipes (avaliação, sugestões
            : envolvimento toda a equipa na gestão
BMO – factores de sucesso
        : investimento recursos estratégicos
            : espaços e mobiliário
            : fundos documentais
            : tecnologias de informação
            : recursos humanos

        : equipa de trabalho excepcional
            : equipa altamente qualificada
            : equipa jovem e dinâmica
            : equipa espírito de serviço público
            : equipa elevado saber-fazer
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
Programa Oeiras a Ler
       : objectivos explícitos
            : criar e fortalecer o gosto pela leitura nas crianças
            : consolidar as práticas de leitura nos jovens
            : diversificar as práticas de leitura nos adultos
            : constituir um corpus teórico-prático de suporte

       : objectivo implícito
            : fazer da promoção da leitura uma prioridade estratégica

       : exemplos do projectos
            : Pijama às Letras
            : Histórias de Ida e Volta
            : Café com Letras
Programa Oeiras a Ler

Pijama às Letras
caracterização projecto
        : objectivo: transformar imagem da biblioteca
        : público: crianças 4 aos 10 anos e seus familiares
        : actividades: dormir na biblioteca
             : transformação dos espaços
             : acolhimento famílias
             : espectáculo de teatro
             : ceia temática
             : estórias de embalar
             : João Pestana
             : despedida das famílias
             : arrumação dos espaços
transformação dos espaços
acolhimento das famílias
espectáculo de teatro
ceia temática
estórias
de
embalar
sono ?
o João Pestana
está para chegar…
0 João Pestana já chegou
Bom-Dia
Despedidas

Lembranças

Arrumação espaços
resultados projecto
        : realiza-se desde 2004
        : três sessões/ano = 22 sessões
        : resultados alcançados
             : forte adesão famílias (crianças e adultos)
             : inscrição da maioria famílias nas BMO
             : realização de outros projectos famílias
                   : sábados animados
                   : canto de colo
                   : oeiras a ler em família
             : grande cobertura comunicação social
             : modelo copiado por dezenas de BM
Programa Oeiras a Ler

Histórias de Ida e Volta
caracterização projecto
        : objectivo: promover tradição oral
        : público: crianças, jovens, adultos, seniores
        : actividades: conta contos
             : formação de contadores
             : sessões de contos
             : noites de contos
             : recolha de contos
             : edição de contos


             : Festival Ondas de Contos
             : Festival Histórias de Ida e Volta
formação de contadores
sessões de contos
A-braços com Contos
Maraton de los Cuentos
Noites de Contos
Recolha de Contos
edição de contos
Festival Ondas de Contos
Festival Internacional
Histórias de Ida e Volta
resultados projecto
        : Set 2004 / Jun 2005 = projecto Cultura 2000 (EU)
        : desde Set 2005 até hoje = projecto exclusivo BMO
        : resultados alcançados
             : formação inicial de contadores (cerca 250 participantes)
             : realização sessões de contos nas BMO (mais de 200)
             : mais de 30 contadores profissionais nas Noites de Contos
             : 5 edições do Festival Ondas de Contos (Praia da Torre)
             : 1 edição do Festival Histórias de Ida e Volta
             : dinamização pelos contadores formados no projecto:
                    : sessões de contos nas escolas
                    : sessões de contos em lares e prisões
Programa Oeiras a Ler

Café com Letras
caracterização projecto
        : objectivo: dar grande notoriedade às BMO
        : público: jovens, adultos
        : actividades: promoção de um autor
             : grupos de leitores
             : mostras bibliográficas
             : exposições de originais
             : encontro com o autor
             : performances artísticas
             : venda de livros
             : sessões de autógrafos

        : moderador: Carlos Vaz Marques (tsf)
José Saramago
Lobo Antunes
Manuel Alegre
nova geração
resultados projecto
        : realiza-se desde 2004
        : dez sessões/ano = mais de setenta sessões
        : fortíssima adesão do público
        : realização alternada nas três BMO
        : centenas de convidados:
             : romancistas, poetas, cronistas, jornalistas
             : músicos, actores, cantores, pintores

        : passagem 0brigatório dos autores
        : forte cobertura comunicação social
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
Programa Copérnico
       : objectivos explícitos
            : criar serviços inovadores com base TIC
            : disponibilizar conteúdos para a Web
            : desenvolver literacia de informação
            : debater temas ciência & tecnologia

       : objectivo implícito
            : responder aos desafios colocados pela internet

       : exemplos do projectos
            : InfoLiteracia
            : Oeiras Internet Challenge
Programa Copérnico

InfoLiteracia
caracterização projecto
        : objectivo: desenvolver literacia de informação
        : público: crianças, jovens e adultos
        : actividades: cursos de formação
             : sessões Enigma
             : sessões Darwin 200
             : sessões para seniores


             : cursos desenvolvidos por técnicos das BMO
InfoLiteracia
sessões Enigma
InfoLitercacia
tutorial Enigma
InfoLiteracia
sessões Darwin 200
InfoLiteracia
sessões para seniores
resultados projecto
        : realiza-se desde 2004
        : dezenas de sessões realizadas
        : milhares de pessoas envolvidas
        : diversos subprojectos desenvolvidos
        : forte ligação às escolas (grupos alunos)
        : projectos realizados pelos técnicos BMO
             : conceptualização
             : conteúdos
             : dinamização
Programa Copérnico

Oeiras Internet Challenge
caracterização projecto
        : objectivo: atrair jovens para as BMO
        : público: jovens com mais de 15 anos (equipas 2)
        : actividades: realização de um torneio
             : acolhimento das equipas
             : realização eliminatórias
             : actividades paralelas
             : jantar convívio
             : grande final


             : animador: João Manzarra (sic)
             : blog torneio: oeirasinternetchallenge.blogspot.com
eliminatórias
actividades paralelas
convívio entre concorrentes
Grande final
pesquisar
depressa
e bem…
hora da verdade
a melhor de entre 98 equipas concorrentes
resultados projecto
        : realiza-se desde 2006
        : equipas      inscritas participantes
             2006      43         32
             2007      62         56
             2008      66         61
             2009      119        70
             2010      153        98

        : crescente sofisticação dos meios envolvidos
        : projecto desligado do resto trabalho das BMO
        : necessidade repensar o projecto
Índice
    : Questões Prévias
    : Conceito de Biblioteca Pública
    : Rede Nacional Bibliotecas Públicas
    : Bibliotecas Municipais de Oeiras
    : Programa Oeiras a Ler
    : Programa Copérnico
    : Questões Finais
no contexto da actual crise europeia, quais vão ser os


Recursos Financeiros
que irão ser disponibilizados para o desenvolvimento
      da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e
        das Bibliotecas Municipais de Oeiras ?
será que poderá estar em perigo a vocação de


    Serviço Público
      das bibliotecas públicas portuguesas
perante as políticas neoliberais do novo governo ?
quando e como é que será assegurado efectivamente o


Funcionamento em Rede
  da Rede Nacional de Bibliotecas públicas em Portugal
    rentabilizando recursos e maximizando esforços ?
como poderá ser assegurado o adequado


        Perfil Profissional
         dos técnicos especializados que trabalham nas
                bibliotecas públicas portuguesas
perante a nova legislação das carreiras da administração pública ?
quando será implementado um novo


Enquadramento Legal
que defina os modelos de organização e de funcionamento
        para as bibliotecas públicas portuguesas ?
O presente é dos pragmáticos, o futuro é dos utópicos…
: Filipe Leal
 [ Câmara Municipal de Oeiras ]


 : fleal@cm-oeiras-pt
 : +351 914.391.824
 : www.cm-oeiras.pt
 : oeiras-a-ler.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da LeituraPrograma Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
bmoeiras
 
Construir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentesConstruir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentes
Maria Jose Vitorino
 
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Maria Jose Vitorino
 
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Abraão Antunes da Silva
 
Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...
Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...
Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...
Pedro Príncipe
 
Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2
antoniojosetavares
 
Encontros universitários 2013
Encontros universitários 2013Encontros universitários 2013
Encontros universitários 2013
Camila Vasconcelos
 
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas PúblicasO Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
BibliotecAtiva
 
Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...
Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...
Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...
Sofia Pinto
 
A literacia digital como um serviço da função social da biblioteca pública
A literacia digital como um serviço da função social da biblioteca públicaA literacia digital como um serviço da função social da biblioteca pública
A literacia digital como um serviço da função social da biblioteca pública
Luísa Alvim
 
Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...
Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...
Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...
Luísa Alvim
 
O Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas Escolares
O Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas EscolaresO Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas Escolares
O Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas Escolares
Luísa Alvim
 
Apresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMB
Apresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMBApresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMB
Apresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMB
Sistema Municipal de Bibliotecas
 
1º trabalho
1º trabalho1º trabalho
1º trabalho
Deco10
 
Redes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigos
Redes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigosRedes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigos
Redes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigos
Luísa Alvim
 
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Monitor Científico FaBCI
 
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SPApresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Abraão Antunes da Silva
 
Caderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJ
Caderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJCaderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJ
Caderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJ
seperiodasostrasecasimiro
 
Encontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBC
Encontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBCEncontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBC
Encontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBC
Abraão Antunes da Silva
 
O Trabalho colaborativo SABE/BE
O Trabalho colaborativo SABE/BEO Trabalho colaborativo SABE/BE
O Trabalho colaborativo SABE/BE
António Pires
 

Mais procurados (20)

Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da LeituraPrograma Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
 
Construir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentesConstruir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentes
 
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
 
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
 
Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...
Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...
Cooperação e Redes de Bibliotecas - Apresentação do Grupo de Trabalho das Bib...
 
Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2
 
Encontros universitários 2013
Encontros universitários 2013Encontros universitários 2013
Encontros universitários 2013
 
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas PúblicasO Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
 
Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...
Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...
Literacia Emergente e Aprendizagem: os Caminhos Cruzados da Escola e das Bibl...
 
A literacia digital como um serviço da função social da biblioteca pública
A literacia digital como um serviço da função social da biblioteca públicaA literacia digital como um serviço da função social da biblioteca pública
A literacia digital como um serviço da função social da biblioteca pública
 
Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...
Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...
Aplicação do modelo de análise de conteúdo para leitura de facetas da missão ...
 
O Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas Escolares
O Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas EscolaresO Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas Escolares
O Cubo mágico Web Social nas Bibliotecas Escolares
 
Apresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMB
Apresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMBApresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMB
Apresentação da Coordenadoria do Sistema Municipal de Bibliotecas - CSMB
 
1º trabalho
1º trabalho1º trabalho
1º trabalho
 
Redes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigos
Redes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigosRedes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigos
Redes sociais e a leitura: livros, autores, editoras, histórias e amigos
 
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
 
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SPApresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
 
Caderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJ
Caderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJCaderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJ
Caderno de Teses Específicas do XIV Congresso do Sepe/RJ
 
Encontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBC
Encontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBCEncontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBC
Encontro Programa Prazer em Ler 2013 - RBBC
 
O Trabalho colaborativo SABE/BE
O Trabalho colaborativo SABE/BEO Trabalho colaborativo SABE/BE
O Trabalho colaborativo SABE/BE
 

Semelhante a Maceió 2011

Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Semana Biblioteconomia
 
BibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptx
BibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptxBibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptx
BibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptx
ssuser2f6dd81
 
Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...
Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...
Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...
João Henriques
 
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
AcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperiorAcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
zildasilva
 
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
AcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperiorAcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
zildasilva
 
Projeto 10 Doc
Projeto 10 DocProjeto 10 Doc
Projeto 10 Doc
Inova Gestão
 
Apresentacao programas prioritarios 2012 Minc
Apresentacao programas prioritarios 2012 MincApresentacao programas prioritarios 2012 Minc
Apresentacao programas prioritarios 2012 Minc
Felipe Cabral
 
CBBD OCLC RelatóRio De ParticipaçãO
CBBD OCLC  RelatóRio De ParticipaçãOCBBD OCLC  RelatóRio De ParticipaçãO
CBBD OCLC RelatóRio De ParticipaçãO
OCLC LAC
 
Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de Ensino Superior 2014 na re...
Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de  Ensino Superior 2014 na re...Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de  Ensino Superior 2014 na re...
Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de Ensino Superior 2014 na re...
Pedro Príncipe
 
Tp1 FAB-Plano de Marketing
Tp1 FAB-Plano de MarketingTp1 FAB-Plano de Marketing
Tp1 FAB-Plano de Marketing
Cristiana
 
Peso da régua. 2012
Peso da régua.  2012Peso da régua.  2012
Peso da régua. 2012
Maria Baleiro
 
2a edição das metas do plano nacional de cultura terceira parte
2a edição das metas do plano nacional de cultura   terceira parte2a edição das metas do plano nacional de cultura   terceira parte
2a edição das metas do plano nacional de cultura terceira parte
Claudia Morais
 
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Maria Jose Vitorino
 
Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.
Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.
Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.
Marta C Correia
 
Plano Anual de Actividades do CR/BE
Plano Anual de Actividades do CR/BEPlano Anual de Actividades do CR/BE
Plano Anual de Actividades do CR/BE
Vale Rodrigues
 
Documento do Eixo Memoria Digital
Documento do Eixo Memoria DigitalDocumento do Eixo Memoria Digital
Documento do Eixo Memoria Digital
Gabriela Agustini
 
Ppt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumidoPpt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumido
Rosemary Batista
 
Cidades sustentáveis
Cidades sustentáveis  Cidades sustentáveis
Cidades sustentáveis
PrefeituraBombinhas
 
Bibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o Concelho
Bibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o ConcelhoBibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o Concelho
Bibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o Concelho
António Pires
 
Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013
Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013
Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013
João Henriques
 

Semelhante a Maceió 2011 (20)

Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
 
BibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptx
BibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptxBibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptx
BibliografiaNacionaltecnologiasdifusopatrimniobibliogrfico.pptx
 
Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...
Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...
Apresentação de Prova Mestrado em Ciências da Informação e Documentação, Área...
 
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
AcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperiorAcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
 
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
AcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperiorAcooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
Acooperacaooentreasbibliotecasdoensinosuperior
 
Projeto 10 Doc
Projeto 10 DocProjeto 10 Doc
Projeto 10 Doc
 
Apresentacao programas prioritarios 2012 Minc
Apresentacao programas prioritarios 2012 MincApresentacao programas prioritarios 2012 Minc
Apresentacao programas prioritarios 2012 Minc
 
CBBD OCLC RelatóRio De ParticipaçãO
CBBD OCLC  RelatóRio De ParticipaçãOCBBD OCLC  RelatóRio De ParticipaçãO
CBBD OCLC RelatóRio De ParticipaçãO
 
Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de Ensino Superior 2014 na re...
Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de  Ensino Superior 2014 na re...Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de  Ensino Superior 2014 na re...
Apresentação Grupo de trabalho das Bibliotecas de Ensino Superior 2014 na re...
 
Tp1 FAB-Plano de Marketing
Tp1 FAB-Plano de MarketingTp1 FAB-Plano de Marketing
Tp1 FAB-Plano de Marketing
 
Peso da régua. 2012
Peso da régua.  2012Peso da régua.  2012
Peso da régua. 2012
 
2a edição das metas do plano nacional de cultura terceira parte
2a edição das metas do plano nacional de cultura   terceira parte2a edição das metas do plano nacional de cultura   terceira parte
2a edição das metas do plano nacional de cultura terceira parte
 
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
 
Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.
Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.
Literacia da Informação e Formação de Utilizadores.
 
Plano Anual de Actividades do CR/BE
Plano Anual de Actividades do CR/BEPlano Anual de Actividades do CR/BE
Plano Anual de Actividades do CR/BE
 
Documento do Eixo Memoria Digital
Documento do Eixo Memoria DigitalDocumento do Eixo Memoria Digital
Documento do Eixo Memoria Digital
 
Ppt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumidoPpt art poder_publico_junho2016_resumido
Ppt art poder_publico_junho2016_resumido
 
Cidades sustentáveis
Cidades sustentáveis  Cidades sustentáveis
Cidades sustentáveis
 
Bibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o Concelho
Bibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o ConcelhoBibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o Concelho
Bibliotecas na Trofa: Uma Estratégia para o Concelho
 
Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013
Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013
Encontro de Bibliotecas itinerantes em Montalegre, 8 Junho 2013
 

Mais de BibliotecAtiva

Equinócio da Primavera
Equinócio da PrimaveraEquinócio da Primavera
Equinócio da Primavera
BibliotecAtiva
 
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de SucessoBibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
BibliotecAtiva
 
Pelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamosPelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamos
BibliotecAtiva
 
Repensar a RNBP
Repensar a RNBPRepensar a RNBP
Repensar a RNBP
BibliotecAtiva
 
Transformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas MunicipaisTransformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas Municipais
BibliotecAtiva
 
Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?
BibliotecAtiva
 
Carta Aberta Bibliotecários
Carta Aberta BibliotecáriosCarta Aberta Bibliotecários
Carta Aberta Bibliotecários
BibliotecAtiva
 
Carta Aberta aos Bibliotecários
Carta Aberta aos BibliotecáriosCarta Aberta aos Bibliotecários
Carta Aberta aos Bibliotecários
BibliotecAtiva
 
Programa Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtivaPrograma Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtiva
BibliotecAtiva
 
Fórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - ProgramaFórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - Programa
BibliotecAtiva
 
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - AlmereBibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
BibliotecAtiva
 
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - AlmereInspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
BibliotecAtiva
 
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe LealEspiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
BibliotecAtiva
 
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas PortuguesasTransformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
BibliotecAtiva
 
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticasPlano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
BibliotecAtiva
 
Entre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontadeEntre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontade
BibliotecAtiva
 
RNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do serRNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do ser
BibliotecAtiva
 
BibViva 2011 - Filipe Leal
BibViva 2011 - Filipe LealBibViva 2011 - Filipe Leal
BibViva 2011 - Filipe Leal
BibliotecAtiva
 

Mais de BibliotecAtiva (18)

Equinócio da Primavera
Equinócio da PrimaveraEquinócio da Primavera
Equinócio da Primavera
 
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de SucessoBibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
 
Pelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamosPelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamos
 
Repensar a RNBP
Repensar a RNBPRepensar a RNBP
Repensar a RNBP
 
Transformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas MunicipaisTransformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas Municipais
 
Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?
 
Carta Aberta Bibliotecários
Carta Aberta BibliotecáriosCarta Aberta Bibliotecários
Carta Aberta Bibliotecários
 
Carta Aberta aos Bibliotecários
Carta Aberta aos BibliotecáriosCarta Aberta aos Bibliotecários
Carta Aberta aos Bibliotecários
 
Programa Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtivaPrograma Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtiva
 
Fórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - ProgramaFórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - Programa
 
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - AlmereBibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
 
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - AlmereInspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
 
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe LealEspiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
 
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas PortuguesasTransformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
 
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticasPlano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
 
Entre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontadeEntre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontade
 
RNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do serRNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do ser
 
BibViva 2011 - Filipe Leal
BibViva 2011 - Filipe LealBibViva 2011 - Filipe Leal
BibViva 2011 - Filipe Leal
 

Maceió 2011

  • 1. Bibliotecas Municipais de Oeiras No contexto da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas em Portugal II Fórum sobre Bibliotecas Públicas | Maceió-AL | 8 e 9 de Agosto de 2011
  • 2. Há que perspectivar o futuro para construir o presente…
  • 3. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 4. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 5. estamos perante a tão anunciada morte do livro ?
  • 6. podemos falar de uma crise da leitura ?
  • 9. gostava de sublinhar que não tenho uma Visão Apocalíptica sobre o futuro do livro, da leitura, das bibliotecas e da profissão o livro irá adquirir novas formas e funcionalidades a leitura irá transformar-se enquanto processo, prática e hábito as bibliotecas vão responder às transformações sociais os bibliotecários desempenham um papel social fundamental
  • 10. estou profundamente convicto que a Biblioteca Pública desempenha um papel social extremamente importante numa sociedade em que o conhecimento e a cultura são factores determinantes no desenvolvimento dos países, das comunidades, dos indivíduos
  • 11. como podemos modernamente caracterizar a Biblioteca Pública de um ponto de vista conceptual e programático ?
  • 12. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 13. características tradicionais : instituição de cultura e de conhecimento : serviço público para todos os cidadãos : livre acesso aos espaços, documentos, serviços : funcionamento em horário alargado e adequado : colecções genéricas, diversificadas, actualizadas : serviço empréstimo domiciliário documentos : equipa com formação técnica especializada : articulação em rede (nível local e nível nacional) : programas de desenvolvimento das literacias
  • 14. características emergentes : glocal : híbrida : multicultural : mediadora : proactiva : inovadora : participada : qualificada : sustentável
  • 15. matriz estratégica : Biblioteca Pública – centrada nos livros : missão: adquirir, tratar, organizar e disponibilizar livros : organização colecções: sistemas disciplinares saberes : perspectivação dos serviços em função dos livros : pouca segmentação (serviços /públicos genéricos) : pouca utilização TIC funcionamento/acesso informação : concentração esforços pessoal no tratamento documental : gestão burocrática e administrativa (rotinas técnicas) : forte hierarquia vertical separa decisores/executantes) : (em suma): BP = instituição neutra, estática e reactiva
  • 16. matriz estratégica : Biblioteca Pública – centrada nas pessoas : missão: identificar e satisfazer necessidades comunidade : organização colecções: interesses e perfil utilizadores : perspectivação serviços função necessidades utilizadores : grande segmentação (serviços/públicos específicos) : uso privilegiado TIC funcionamento/acesso informação : concentração esforços pessoal na prestação serviços : gestão por objectivos e projectos (prestação serviços) : constituição equipas pluridisciplinares especializadas : (em suma): BP = instituição interventiva, viva e proactiva
  • 17. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 18. RNBP - contexto : Alterações profundas sociedade portuguesa : instauração regime democrático (25 de Abril de 1974) : autonomização administração municipal (autarquias) : alteração vocação geopolítica (Império -> Europa) : adesão à Comunidade Económica Europeia (1986) : utilização fundos financeiros (programas estruturais CEE) : modernização país (infra-estruturas, saúde, educação, etc.) : Desafios colocados à RNBP nos últimos 25 anos : 1º desafio : mudar radicalmente situação do sector : 2º desafio : massificar acesso à leitura e ao livro : 3º desafio : responder oportunidades / ameaças internet
  • 20. RNBP - criação : Manifesto da Leitura Pública em Portugal (1982) : Relatório Grupo Trabalho SEC (1986) : traça panorama negro situação bibliotecas municipais : identifica a necessidade intervenção estatal no sector : propõe criação Rede Nacional de Leitura Pública : inspira-se no modelo francês de biblioteca leitura pública : assume pressupostos Manifesto Unesco Biblioteca Pública : propõe que a base rede sejam as bibliotecas municipais : Relatório Grupo Trabalho SEC (1987) : define tipologias de BM segundo a população do concelho : define modelos de organização espaço-funcionais para BM
  • 22. RNBP – tipologias : BM1 : concelhos com menos de 20.000 habitantes : área pública edifício = 480 m2 : fundo documental mínimo = 15.750 documentos : quadro pessoal mínimo = 10 (1 TS + 4 TP) : BM2 : concelhos entre 20.000 a 50.000 habitantes : área pública edifício = 1.040 m2 : fundo documental mínimo = 37.000 documentos : quadro pessoal mínimo = 18 (2 TS + 6 TP) : BM3 : concelhos com mais de 50.000 habitantes : área pública edifício = 1.980 m2 : fundo documental mínimo = 51.500 documentos : quadro pessoal mínimo = 26 (4 TS + 12 TP)
  • 24. RNBP - modelo : Modelo sectorial organização espaço-funcional : Átrio Central : Sector Adultos : Sector Infanto-Juvenil : Sector Audiovisuais : Sector Polivalente : Sector Serviços Técnicos : Cruza duas lógicas: públicos / documentos : Aplicação modelo sectorial : Todas as tipologias BM existentes : Novo edifício / edifício reabilitado
  • 26. RNBP - concretização : Instituto Português do Livro e da Leitura (1987) : Programa Apoio Bibliotecas Municipais (1987) : Celebração contratos-programa : Estado : administra programa (através IPLL) : selecciona candidaturas municípios : aprova projecto construção / reabilitação : financia 50 % construção edifício fundos documentais mobiliário e equipamento : fiscaliza cumprimento contrato-programa : fiscaliza observância pressupostos programa
  • 27. BM Viana do Castelo
  • 28. RNBP - concretização : Celebração contratos-programa : Município : apresenta candidatura ao programa : apresenta projecto construção / reabilitação : financia 50 % construção edifício fundos documentais mobiliário e equipamento : contratação quadro mínimo pessoal : implementa integral pressupostos programa : Contrato-programa tem duração de cinco anos : Município fica proprietário biblioteca municipal : Município assegura totalmente funcionamento
  • 30. RNBP - actualização : Relatório Grupo Trabalho MC (1996) : necessidade rever programa função experiência adquirida : integração conceitos novo Manifesto Unesco (1994) : integração recomendações da IFLA bibliotecas públicas : aproximação à visão europeísta das BP (UK + DK + CE) : adaptação ao impacto do surgimento da internet : a informação torna-se no conceito-chave : a leitura sai do discurso sobre as bibliotecas públicas : revisão das tipologias de construção nas novas BM : adopção de políticas de modernização tecnológica
  • 32. RNBP - balanço : Aspectos positivos : alteração profunda panorama BP em Portugal : renovação da imagem tradicional de biblioteca : criação de uma moderna BP na maioria concelhos : cooperação histórica entre Estado / Municípios : adesão massiva das comunidades às BP : articulação com as escolas via bibliotecas escolares : profissionalização da gestão das bibliotecas municipais
  • 34. RNBP - balanço : Aspectos negativos : BM encaradas como obras regime (municípios) : incumprimento das especificações da RNBP : importação acrítica de modelos estrangeiros : inexistência quadro legislativo específico : exclusividade da tutela municipal sob BP : desinvestimento nos recursos estratégicos : inexistência de uma rede cooperativa nacional
  • 36. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 37. Oeiras marca o ritmo : Oeiras é um concelho desenvolvido : reorganização estratégica território (PDM) : irradicação dos bairros de barracas : instalação de parques empresariais : requalificação do espaço urbano : promoção da integração social : fixação população altamente qualificada : recuperação património histórico : construção de equipamentos sociais : construção de equipamentos culturais : Oeiras é um concelho líder em Portugal
  • 38. Oeiras marca o ritmo : População origens diversas : anos 50-70 - migrações campo -> cidade : anos 70 - retornados ex-colónias (Angola, Maçambique) : anos 80 - migração cabo-verdianos : anos 90/00 - atracção / fixação quadros : Forte integração social : coexistência diferentes comunidades (multiculturalismo) : politicas sociais específicas: crianças, seniores, imigrantes : População altamente qualificada : maior % nível nacional licenciados, mestres e doutorados : quadros técnicos, científicos, empresas, administração
  • 40. BMO – rede municipal : Biblioteca Municipal de Oeiras : tipologia RNBP: BM3 (cerca 2.000 m2) : edifício novo construído para o efeito : funciona como biblioteca central da rede municipal : espaços : átrio central : sector de adultos : sector infantil : sector multimédia : sector serviços técnicos : auditório com 110 lugares : depósito com cerca 1.000 m2
  • 42. BMO – rede municipal : Biblioteca Municipal de Algés : tipologia RNBP: BM1 (cerca 800 m2) : edifício antigo adaptado para o efeito : funciona como biblioteca anexa : espaços : átrio central : sector de adultos : sector infantil : sector multimédia : salas formação (COL)
  • 43. rede municipal - carnaxide
  • 44. BMO – rede municipal : Biblioteca Municipal de Carnaxide : tipologia RNBP: BM1 (cerca 500 m2) : edifício novo construído para o efeito : funciona como biblioteca anexa : espaços : átrio central : sector de adultos : sector infantil : sector multimédia
  • 45. BMO – matriz estratégica : Manifesto de Oeiras (2003) Ministros, decisores políticos e profissionais de 36 países Europeus, acordaram as seguintes prioridades na conferência política PULMAN em Oeiras, Portugal, 13-14 de Março 2003: : Democracia e cidadania : Aprendizagem ao longo da vida : Desenvolvimento económico e social : Diversidade cultural : o manifesto tem agregado um plano de acção
  • 46. BMO – matriz estratégica : visão estratégica Espaços de Cultura e Conhecimento ao serviço de todos munícipes de Oeiras : valores organizacionais : pertinência : proactividade : qualidade : inovação : envolvimento
  • 47. BMO – matriz estratégica : valor acrescentado : Livre acesso, garantindo igualdade de oportunidades para todos os munícipes no acesso ao conhecimento; : Abordagem integrada, complementando os documentos impressos e os documentos digitais; : Selecção recursos, organizando colecções documentos com critérios de diversidade, qualidade e actualidade; : Renovação permanente, garantido a actualidade dos documentos, das tecnologias e dos serviços prestados; : Atendimento qualificado, assegurando a mediação entre as necessidades dos leitores e as fontes de informação.
  • 48. BMO – características : fundos documentais : diversidade dos documentos disponibilizados (120.000) : selecção efectuada bibliotecários e c/ sugestões leitores : permanente actualização das colecções (aquisição) : circulação documentos entre as três BMO : organização segundo centros de interesse : tratamento documental : catalogação (ISBD) : indexação por assuntos : classificação CDU : MARC 21
  • 49. BMO – características : SIGB Millenium : Sistema Integrado Gestão Bibliotecas (Innovative) : gestão em rede do funcionamento das BMO : constituição catálogo : base dados leitores : empréstimos, devoluções, renovações, reservas : disponibilização webOPAC : pc’s self-service : sector multimédia: BMO, 15; BMA, 8; BMC, 8 : sector infantil: BMO, 4; BMA, 4, BMC, 4 : consulta rápida: BMO, 5; BMA, 5, BMC, 5
  • 50. BMO – características : serviços tradicionais : consulta local de documentos : empréstimo domiciliário de documentos : referência e informação bibliográfica : serviços inovadores : acesso à internet : pesquisa assistida : apoio ao leitor : SABE – serviço de apoio à bibliotecas escolares : centro oeiras a ler
  • 51. BMO – características : recursos humanos : 50 pessoas (maioritariamente com menos 40 anos) : formação especifica na área das bibliotecas : TS - licenciatura e pós-graduação (CECD) : TP - profissional (= 12º ano) : recursos financeiros : BMO são integralmente financiadas pela CMO : orçamento gerido pelo dirigente (c/ autorização despesa) : dotação despesas funcionamento: 400.000 € em 2011 : aquisição de fundos documentais : aquisição serviços externos (programas/projectos)
  • 52. BMO – factores de sucesso : empenho político e institucional CMO : implantação da rede municipal de bibliotecas : disponibilização recursos estratégicos : não ingerência nas opções gestionários : carácter apartidário da gestão da instituição : estabilidade matriz estratégica : cumplicidade entre dirigentes e políticos : implementação das directrizes internacionais : entroncamento no programa da RNBP : visão estratégica partilhada pelos diversos dirigentes : filosofia de organização e funcionamento consistente
  • 53. BMO – factores de sucesso : enfoque colocado nas pessoas : organização dos espaços : disponibilização das colecções : prestação de serviços : realização de actividades : modelo de gestão adoptado : rentabilização recursos estratégicos : atitude proactiva e inovadora : aposta na certificação da qualidade : auscultação munícipes (avaliação, sugestões : envolvimento toda a equipa na gestão
  • 54. BMO – factores de sucesso : investimento recursos estratégicos : espaços e mobiliário : fundos documentais : tecnologias de informação : recursos humanos : equipa de trabalho excepcional : equipa altamente qualificada : equipa jovem e dinâmica : equipa espírito de serviço público : equipa elevado saber-fazer
  • 55. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 56. Programa Oeiras a Ler : objectivos explícitos : criar e fortalecer o gosto pela leitura nas crianças : consolidar as práticas de leitura nos jovens : diversificar as práticas de leitura nos adultos : constituir um corpus teórico-prático de suporte : objectivo implícito : fazer da promoção da leitura uma prioridade estratégica : exemplos do projectos : Pijama às Letras : Histórias de Ida e Volta : Café com Letras
  • 57. Programa Oeiras a Ler Pijama às Letras
  • 58. caracterização projecto : objectivo: transformar imagem da biblioteca : público: crianças 4 aos 10 anos e seus familiares : actividades: dormir na biblioteca : transformação dos espaços : acolhimento famílias : espectáculo de teatro : ceia temática : estórias de embalar : João Pestana : despedida das famílias : arrumação dos espaços
  • 64. sono ? o João Pestana está para chegar…
  • 65. 0 João Pestana já chegou
  • 67. resultados projecto : realiza-se desde 2004 : três sessões/ano = 22 sessões : resultados alcançados : forte adesão famílias (crianças e adultos) : inscrição da maioria famílias nas BMO : realização de outros projectos famílias : sábados animados : canto de colo : oeiras a ler em família : grande cobertura comunicação social : modelo copiado por dezenas de BM
  • 68. Programa Oeiras a Ler Histórias de Ida e Volta
  • 69. caracterização projecto : objectivo: promover tradição oral : público: crianças, jovens, adultos, seniores : actividades: conta contos : formação de contadores : sessões de contos : noites de contos : recolha de contos : edição de contos : Festival Ondas de Contos : Festival Histórias de Ida e Volta
  • 73. Maraton de los Cuentos
  • 79. resultados projecto : Set 2004 / Jun 2005 = projecto Cultura 2000 (EU) : desde Set 2005 até hoje = projecto exclusivo BMO : resultados alcançados : formação inicial de contadores (cerca 250 participantes) : realização sessões de contos nas BMO (mais de 200) : mais de 30 contadores profissionais nas Noites de Contos : 5 edições do Festival Ondas de Contos (Praia da Torre) : 1 edição do Festival Histórias de Ida e Volta : dinamização pelos contadores formados no projecto: : sessões de contos nas escolas : sessões de contos em lares e prisões
  • 80. Programa Oeiras a Ler Café com Letras
  • 81. caracterização projecto : objectivo: dar grande notoriedade às BMO : público: jovens, adultos : actividades: promoção de um autor : grupos de leitores : mostras bibliográficas : exposições de originais : encontro com o autor : performances artísticas : venda de livros : sessões de autógrafos : moderador: Carlos Vaz Marques (tsf)
  • 86. resultados projecto : realiza-se desde 2004 : dez sessões/ano = mais de setenta sessões : fortíssima adesão do público : realização alternada nas três BMO : centenas de convidados: : romancistas, poetas, cronistas, jornalistas : músicos, actores, cantores, pintores : passagem 0brigatório dos autores : forte cobertura comunicação social
  • 87. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 88. Programa Copérnico : objectivos explícitos : criar serviços inovadores com base TIC : disponibilizar conteúdos para a Web : desenvolver literacia de informação : debater temas ciência & tecnologia : objectivo implícito : responder aos desafios colocados pela internet : exemplos do projectos : InfoLiteracia : Oeiras Internet Challenge
  • 90. caracterização projecto : objectivo: desenvolver literacia de informação : público: crianças, jovens e adultos : actividades: cursos de formação : sessões Enigma : sessões Darwin 200 : sessões para seniores : cursos desenvolvidos por técnicos das BMO
  • 95. resultados projecto : realiza-se desde 2004 : dezenas de sessões realizadas : milhares de pessoas envolvidas : diversos subprojectos desenvolvidos : forte ligação às escolas (grupos alunos) : projectos realizados pelos técnicos BMO : conceptualização : conteúdos : dinamização
  • 97. caracterização projecto : objectivo: atrair jovens para as BMO : público: jovens com mais de 15 anos (equipas 2) : actividades: realização de um torneio : acolhimento das equipas : realização eliminatórias : actividades paralelas : jantar convívio : grande final : animador: João Manzarra (sic) : blog torneio: oeirasinternetchallenge.blogspot.com
  • 103. hora da verdade a melhor de entre 98 equipas concorrentes
  • 104. resultados projecto : realiza-se desde 2006 : equipas inscritas participantes 2006 43 32 2007 62 56 2008 66 61 2009 119 70 2010 153 98 : crescente sofisticação dos meios envolvidos : projecto desligado do resto trabalho das BMO : necessidade repensar o projecto
  • 105. Índice : Questões Prévias : Conceito de Biblioteca Pública : Rede Nacional Bibliotecas Públicas : Bibliotecas Municipais de Oeiras : Programa Oeiras a Ler : Programa Copérnico : Questões Finais
  • 106. no contexto da actual crise europeia, quais vão ser os Recursos Financeiros que irão ser disponibilizados para o desenvolvimento da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e das Bibliotecas Municipais de Oeiras ?
  • 107. será que poderá estar em perigo a vocação de Serviço Público das bibliotecas públicas portuguesas perante as políticas neoliberais do novo governo ?
  • 108. quando e como é que será assegurado efectivamente o Funcionamento em Rede da Rede Nacional de Bibliotecas públicas em Portugal rentabilizando recursos e maximizando esforços ?
  • 109. como poderá ser assegurado o adequado Perfil Profissional dos técnicos especializados que trabalham nas bibliotecas públicas portuguesas perante a nova legislação das carreiras da administração pública ?
  • 110. quando será implementado um novo Enquadramento Legal que defina os modelos de organização e de funcionamento para as bibliotecas públicas portuguesas ?
  • 111. O presente é dos pragmáticos, o futuro é dos utópicos…
  • 112. : Filipe Leal [ Câmara Municipal de Oeiras ] : fleal@cm-oeiras-pt : +351 914.391.824 : www.cm-oeiras.pt : oeiras-a-ler.blogspot.com