SlideShare uma empresa Scribd logo
Carta Aberta aos Bibliotecários
e aos demais profissionais que trabalham nas bibliotecas municipais portuguesas
Colegas,
Estamos a cincos dias da realização do Fórum BibliotecAtiva, na novíssima Biblioteca Municipal de Vila
Franca de Xira e tenho que vos confessar o meu desapontamento: não chegam a duas dezenas as
inscrições de participantes.
Perante este cenário desolador dou comigo a pensar nas causas diretas desta falta de adesão a um
evento que procura ser o primeiro passo para um movimento de transformação das bibliotecas públicas
portuguesas: Será que o local (Vila Franca de Xira) não é geograficamente central? Será que a data (31 de
Janeiro) e o dia (sábado) não são os mais adequados? Será que o tema (Reorganizar os espaços das
bibliotecas públicas) não é suficientemente interessante e atual? Será que a divulgação do evento não
foi a mais adequada? Será que o valor da inscrição (25 €) não é acessível?
Podemos responder que sim a cada uma destas questões. Todavia, nenhuma delas é suficientemente
forte para ser a causa profunda desta falta de adesão. Na verdade, sou de opinião que o que melhor
explica a desmobilização dos milhares de profissionais que trabalham nas duas centenas de bibliotecas
municipais que integram a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas (RNBP) é o seu isolamento. Este
isolamento não é geográfico é institucional. Cada biblioteca municipal relaciona-se com a sua
comunidade mas precisa também relacionar-se com as outras bibliotecas municipais, tanto a nível
regional como nacional. O isolamento institucional não é propício à transformação.
Hoje, mais do que nunca, vivemos em rede. As bibliotecas públicas podem ser nós estratégicos dessa
rede. Torna-se pois fundamental uma mudança de paradigma conceptual e de modelo de gestão: Há que
quebrar o isolamento; Há que potenciar a rede. Mais do que nunca as bibliotecas públicas devem unir
esforços, gerar sinergias, partilhar recursos, aprender entre si. Hoje, mais do que nunca, os profissionais
são os motores da transformação. Para isso, devemos afirmar o nosso estatuto de técnicos
especializados, dotados com conhecimentos e competências específicas, embebidos de espirito de
missão e geradores de dinâmicas socioculturais. Só assim podemos combater a inércia institucional e
reavivar a visão fundadora das bibliotecas públicas: espaços democráticos de cultura, conhecimento e
cidadania, ao serviço de toda a comunidade.
Resta-me fazer-vos um apelo:
Quebrem o isolamento! Juntem-se a Nós! Venham participar no Fórum BibliotecAtiva!
Abraço
Filipe Leal

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Carta Aberta Bibliotecários

Transformar as bibliotecas públicas portuguesas
Transformar as bibliotecas públicas portuguesasTransformar as bibliotecas públicas portuguesas
Transformar as bibliotecas públicas portuguesas
BibliotecAtiva
 
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Semana Biblioteconomia
 
Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas
Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesasSeminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas
Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas
BibliotecAtiva
 
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Abraão Antunes da Silva
 
Bibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamento
Bibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamentoBibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamento
Bibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamento
Ronaldo Araújo
 
Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2
antoniojosetavares
 
Implanta o_de_bibliotecas_comunit_rias
Implanta  o_de_bibliotecas_comunit_riasImplanta  o_de_bibliotecas_comunit_rias
Implanta o_de_bibliotecas_comunit_rias
Priscila Costa
 
Nazare 2011
Nazare 2011Nazare 2011
Nazare 2011
Maria Jose Vitorino
 
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Maria Jose Vitorino
 
A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...
A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...
A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...
Luísa Alvim
 
Burgos. apresentação.docx
Burgos. apresentação.docxBurgos. apresentação.docx
Burgos. apresentação.docx
Nuno Marçal
 
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Maria Jose Vitorino
 
Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"
Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"
Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"
Pedro Príncipe
 
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Monitor Científico FaBCI
 
Roma Uwbd Maio 2008
Roma Uwbd Maio 2008Roma Uwbd Maio 2008
Roma Uwbd Maio 2008
Maria Jose Vitorino
 
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SPApresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Abraão Antunes da Silva
 
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da LeituraPrograma Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
bmoeiras
 
Nazare 2011
Nazare 2011Nazare 2011
Nazare 2011
Maria Jose Vitorino
 
Construir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentesConstruir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentes
Maria Jose Vitorino
 
Aula 3 biblioteca publica
Aula 3 biblioteca publicaAula 3 biblioteca publica
Aula 3 biblioteca publica
Biblio 2010
 

Semelhante a Carta Aberta Bibliotecários (20)

Transformar as bibliotecas públicas portuguesas
Transformar as bibliotecas públicas portuguesasTransformar as bibliotecas públicas portuguesas
Transformar as bibliotecas públicas portuguesas
 
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
Bibliotecas Comunitárias em Rede - Abraão Antunes da Silva
 
Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas
Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesasSeminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas
Seminário BibliotecAtiva 2014 - Reinventar as bibliotecas públicas portuguesas
 
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
Apresentação sobre a RBBC para as Jornadas Virtuales...
 
Bibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamento
Bibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamentoBibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamento
Bibliotecnologia e Sociedade: da infraestrutura ao engajamento
 
Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2Flyer bib a4 2017 p2
Flyer bib a4 2017 p2
 
Implanta o_de_bibliotecas_comunit_rias
Implanta  o_de_bibliotecas_comunit_riasImplanta  o_de_bibliotecas_comunit_rias
Implanta o_de_bibliotecas_comunit_rias
 
Nazare 2011
Nazare 2011Nazare 2011
Nazare 2011
 
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
Escolas, bibliotecas públicas : integração com 3 C. S. Paulo (Brasil) 22.11.2012
 
A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...
A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...
A Missão social da biblioteca pública na rede social Facebook: Análise dos re...
 
Burgos. apresentação.docx
Burgos. apresentação.docxBurgos. apresentação.docx
Burgos. apresentação.docx
 
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
Redes de bibliotecas = Reti di biblioteche Bologna 2018
 
Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"
Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"
Debate sobre Bibliotecas Universitárias na Conferência "Advocacy for Libraries"
 
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
Rede brasil de bibliotecas comunitárias uma rede social criada para aproximar...
 
Roma Uwbd Maio 2008
Roma Uwbd Maio 2008Roma Uwbd Maio 2008
Roma Uwbd Maio 2008
 
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SPApresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
Apresentação sobre Bibliotecas Comunitárias e o PMLLLB/SP
 
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da LeituraPrograma Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
Programa Oeiras a Ler - Programa Municipal de Promoção da Leitura
 
Nazare 2011
Nazare 2011Nazare 2011
Nazare 2011
 
Construir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentesConstruir comunidades inteligentes
Construir comunidades inteligentes
 
Aula 3 biblioteca publica
Aula 3 biblioteca publicaAula 3 biblioteca publica
Aula 3 biblioteca publica
 

Mais de BibliotecAtiva

Equinócio da Primavera
Equinócio da PrimaveraEquinócio da Primavera
Equinócio da Primavera
BibliotecAtiva
 
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de SucessoBibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
BibliotecAtiva
 
Pelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamosPelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamos
BibliotecAtiva
 
Transformar as bibliotecas municipais portuguesas
Transformar as bibliotecas municipais portuguesasTransformar as bibliotecas municipais portuguesas
Transformar as bibliotecas municipais portuguesas
BibliotecAtiva
 
Transformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas MunicipaisTransformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas Municipais
BibliotecAtiva
 
Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?
BibliotecAtiva
 
O futuro da rnbp filipe leal
O futuro da rnbp filipe lealO futuro da rnbp filipe leal
O futuro da rnbp filipe leal
BibliotecAtiva
 
Programa Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtivaPrograma Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtiva
BibliotecAtiva
 
Fórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - ProgramaFórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - Programa
BibliotecAtiva
 
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - AlmereBibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
BibliotecAtiva
 
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - AlmereInspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
BibliotecAtiva
 
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe LealEspiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
BibliotecAtiva
 
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas PortuguesasTransformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
BibliotecAtiva
 
Programa Oeiras a Ler - Balanço & Desafios
Programa Oeiras a Ler - Balanço & DesafiosPrograma Oeiras a Ler - Balanço & Desafios
Programa Oeiras a Ler - Balanço & Desafios
BibliotecAtiva
 
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticasPlano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
BibliotecAtiva
 
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas PúblicasO Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
BibliotecAtiva
 
Programa oeiras a ler
Programa oeiras a lerPrograma oeiras a ler
Programa oeiras a ler
BibliotecAtiva
 
Entre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontadeEntre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontade
BibliotecAtiva
 
RNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do serRNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do ser
BibliotecAtiva
 
Maceió 2011
Maceió 2011Maceió 2011
Maceió 2011
BibliotecAtiva
 

Mais de BibliotecAtiva (20)

Equinócio da Primavera
Equinócio da PrimaveraEquinócio da Primavera
Equinócio da Primavera
 
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de SucessoBibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
Bibliotecas Públicas Portuguesas - 10 Condições de Sucesso
 
Pelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamosPelo sonho é que vamos
Pelo sonho é que vamos
 
Transformar as bibliotecas municipais portuguesas
Transformar as bibliotecas municipais portuguesasTransformar as bibliotecas municipais portuguesas
Transformar as bibliotecas municipais portuguesas
 
Transformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas MunicipaisTransformar as Bibliotecas Municipais
Transformar as Bibliotecas Municipais
 
Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?Saramago tinha razão?
Saramago tinha razão?
 
O futuro da rnbp filipe leal
O futuro da rnbp filipe lealO futuro da rnbp filipe leal
O futuro da rnbp filipe leal
 
Programa Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtivaPrograma Fórum BibliotecAtiva
Programa Fórum BibliotecAtiva
 
Fórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - ProgramaFórum BibliotecAtiva - Programa
Fórum BibliotecAtiva - Programa
 
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - AlmereBibliotecas Inovadoras 01 - Almere
Bibliotecas Inovadoras 01 - Almere
 
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - AlmereInspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
Inspirações BibliotecAtiva 01 - Almere
 
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe LealEspiral 01 - Discursos sobre a leitura  |  Filipe Leal
Espiral 01 - Discursos sobre a leitura | Filipe Leal
 
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas PortuguesasTransformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
Transformar as Bibliotecas Públicas Portuguesas
 
Programa Oeiras a Ler - Balanço & Desafios
Programa Oeiras a Ler - Balanço & DesafiosPrograma Oeiras a Ler - Balanço & Desafios
Programa Oeiras a Ler - Balanço & Desafios
 
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticasPlano Nacional de Leitura: discursos & práticas
Plano Nacional de Leitura: discursos & práticas
 
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas PúblicasO Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
O Futuro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas
 
Programa oeiras a ler
Programa oeiras a lerPrograma oeiras a ler
Programa oeiras a ler
 
Entre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontadeEntre a paixão e a vontade
Entre a paixão e a vontade
 
RNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do serRNBP - A insustentável leveza do ser
RNBP - A insustentável leveza do ser
 
Maceió 2011
Maceió 2011Maceió 2011
Maceió 2011
 

Carta Aberta Bibliotecários

  • 1. Carta Aberta aos Bibliotecários e aos demais profissionais que trabalham nas bibliotecas municipais portuguesas Colegas, Estamos a cincos dias da realização do Fórum BibliotecAtiva, na novíssima Biblioteca Municipal de Vila Franca de Xira e tenho que vos confessar o meu desapontamento: não chegam a duas dezenas as inscrições de participantes. Perante este cenário desolador dou comigo a pensar nas causas diretas desta falta de adesão a um evento que procura ser o primeiro passo para um movimento de transformação das bibliotecas públicas portuguesas: Será que o local (Vila Franca de Xira) não é geograficamente central? Será que a data (31 de Janeiro) e o dia (sábado) não são os mais adequados? Será que o tema (Reorganizar os espaços das bibliotecas públicas) não é suficientemente interessante e atual? Será que a divulgação do evento não foi a mais adequada? Será que o valor da inscrição (25 €) não é acessível? Podemos responder que sim a cada uma destas questões. Todavia, nenhuma delas é suficientemente forte para ser a causa profunda desta falta de adesão. Na verdade, sou de opinião que o que melhor explica a desmobilização dos milhares de profissionais que trabalham nas duas centenas de bibliotecas municipais que integram a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas (RNBP) é o seu isolamento. Este isolamento não é geográfico é institucional. Cada biblioteca municipal relaciona-se com a sua comunidade mas precisa também relacionar-se com as outras bibliotecas municipais, tanto a nível regional como nacional. O isolamento institucional não é propício à transformação. Hoje, mais do que nunca, vivemos em rede. As bibliotecas públicas podem ser nós estratégicos dessa rede. Torna-se pois fundamental uma mudança de paradigma conceptual e de modelo de gestão: Há que quebrar o isolamento; Há que potenciar a rede. Mais do que nunca as bibliotecas públicas devem unir esforços, gerar sinergias, partilhar recursos, aprender entre si. Hoje, mais do que nunca, os profissionais são os motores da transformação. Para isso, devemos afirmar o nosso estatuto de técnicos especializados, dotados com conhecimentos e competências específicas, embebidos de espirito de missão e geradores de dinâmicas socioculturais. Só assim podemos combater a inércia institucional e reavivar a visão fundadora das bibliotecas públicas: espaços democráticos de cultura, conhecimento e cidadania, ao serviço de toda a comunidade. Resta-me fazer-vos um apelo: Quebrem o isolamento! Juntem-se a Nós! Venham participar no Fórum BibliotecAtiva! Abraço Filipe Leal