SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Laboratório de Química 1
Lei de Lavoisiere Estequiometriade
Reações Químicas
Nome: Fabio santos nery
Matricula: 130109371 turma: “B”
Nome
Matricula:
Experimento 3
Introdução
Apresentamosaseguirosresultados experiênciasparaa discussão daLei de Lavoisiere
Estequiometriade ReaçõesQuímicas. Desenvolvemos doisexperimentos,noqual deveríamos
observara Lei de Lavoisier(Lei daconservaçãodamassa) durante a ocorrênciada reação
químicaentre as soluçõesaquosas,e entre reagentesemdiferentesestadosfísicose Calcularo
rendimentodareaçãoe o rendimentoteórico.
MATERIAS UTILIZADOS
1. Balança
2. Erlenmeyer de 100 mL
3. Solução de HCl 3 mol/L
4. Giz em pedaços
5. Balão de festa
6. Béquer 250 mL
7. Solução de Nitrato de Chumbo II 0,5 mol/L
8. Solução de Iodeto de potássio 0,5 mol/L
9. 2 tubos de ensaio
10. Proveta 25 ou 50 ml
TESTE-A
Colocamos, cerca de um dedodasoluçãoaquosa de Nitratode ChumboII emum tubode
ensaioe emseguidapegamosoutrotubo de ensaioe tambémcolocamoscercade um dedode
Iodetode potássio.
Colocamosostubos de ensaiocom suas soluções,dentrode um Béquer250 Ml, pesamosa
massa dasduas soluçõesdentrodobéquerque ficoucomopeso: 26.097 gramas
Logo emseguida,misturamos assoluções incolores:Nitratode ChumboII + Iodetode
potássionomesmotubode ensaio, ao reagirem entre si, deixaram de ser uma solução
incolor e ficaram com uma cor: amarelo
Nitrato de chumbo + iodeto de potássio → iodeto de chumbo+ nitrato de
potássio
Depois pesamos essa reação Pb(NO3)2 + 2 KI e ficou com um peso: 26.109 g
notamos que a massa das duas soluções, misturadas aumentou. Com tempo a
reação ficou amarelo concentrado no fundo, e a parte aquoso na parte de
cima.
Quando se mistura nitrato de chumbo II e iodeto de potássio ocorre uma
reação de precipitação, onde, o precipitado formado é o iodeto de chumbo II:
Pb(NO3)2 + 2 KI = PbI2(s) + 2 KNO3
Esta reação de precipitação é comum a três cátions: chumbo II (Pb2+),
prata (Ag+) e Mercúro I (Hg2)2+, por isso e, por causa de outras
características, estes três cátions são agregados em um grupo, conhecidos
como Cátions do Grupo Cinco.
Equação química balanceada:
2 KI (aq) + Pb(NO3)2 (aq) ---> PbI2 (s) + 2 KNO3 (aq)
Segundo a Lei da Conservação das Massas, introduzida por Lavoisier em
1774, estabelecia que: “numa reação química, a soma das massas dos
reagentes é igual à soma das massas dos produtos.”
Com isso, deduzimos que o número de átomos de um determinado elemento
dos reagentes tem que ser igual ao número de átomos deste mesmo elemento
dos produtos.
TESTE-B
Colocamos, com o auxílio da pipeta, cerca de 20 ml de solução aquosa de
ácido clorídrico 3 mol/L no interior da Proveta, depois colocamos a solução no
erlenmeyer. E em seguida pesamos a solução HCℓ = 52,97 gramas.
Pegamos um giz da cor: AMARELA e colocamos dentro de um balão, e com
todo cuidado adaptamos o balão para encaixar na boca do erlenmeyer, sem
deixa o giz cair dentro da solução e registramos a massa do conjunto que ficou
com o peso = 52,504 gramas.
Reagentes Descrição dos
reagentes
Massa do conjunto
reagentes(g)
Solução aquosa de
ácido clorídrico
Solução incolor 52,504
Carbonato de cálcio do
pedaço de Giz
Sólido de cor
amarelo
52,504
Colocamos, o giz dentro da solução de ácido clorídrico, e observamos a
seguintes reação, liberou-se um gás que foi enchendo o balão a medida que
reação decorresse, a massa vario um pouco durante o processo 52,514
gramas, mas com um tempinho a massa da reação ficou com seus
52,504 gramas. Sendo o HCl mais volátil que o Ac. Sulfurico a reação só
ocorreria com o CaCO3 liberando CO2 deixando CaCl2 em solução.
.
1CaCO3 + 2HCl ------------> 1CaCl2 + 1H2O + 1CO2
Massa giz= 0,065g
1 mol CO2------- 44g
X --------------- 0,065
X=0,065/44 = 0,0014 mol

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

aula-6-titulação-de-precipitação.pptx
aula-6-titulação-de-precipitação.pptxaula-6-titulação-de-precipitação.pptx
aula-6-titulação-de-precipitação.pptxSilvaAdrianny
 
Apostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionicoApostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionicoAnderson Lino
 
Cinetica quimica
Cinetica quimicaCinetica quimica
Cinetica quimicaLiana Maia
 
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoRosbergue Lúcio
 
Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoFelipe Italo
 
Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)
Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)
Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)Cybele Sobrenome
 
Experimento 7 Equilíbrio químico
Experimento 7   Equilíbrio químicoExperimento 7   Equilíbrio químico
Experimento 7 Equilíbrio químicoSilvanildo Macário
 
Termodinâmica primeira lei
Termodinâmica   primeira leiTermodinâmica   primeira lei
Termodinâmica primeira leiPaula Fabiana
 
Aula sobre tcc estágio a docência mestrado
Aula sobre tcc estágio a docência mestradoAula sobre tcc estágio a docência mestrado
Aula sobre tcc estágio a docência mestradoJuno Dio
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética QuímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética QuímicaTurma Olímpica
 
Grupo I ao VI (Identificação de ânions)
Grupo I ao VI (Identificação de ânions)Grupo I ao VI (Identificação de ânions)
Grupo I ao VI (Identificação de ânions)Sarah Ornellas
 
Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoVinny Silva
 

Mais procurados (20)

Sais
SaisSais
Sais
 
Cinética Química
Cinética QuímicaCinética Química
Cinética Química
 
Entalpia
EntalpiaEntalpia
Entalpia
 
aula-6-titulação-de-precipitação.pptx
aula-6-titulação-de-precipitação.pptxaula-6-titulação-de-precipitação.pptx
aula-6-titulação-de-precipitação.pptx
 
Apostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionicoApostila equilibrio quimico e ionico
Apostila equilibrio quimico e ionico
 
Equilibrio Quimico I
Equilibrio Quimico IEquilibrio Quimico I
Equilibrio Quimico I
 
Cinética Química
Cinética QuímicaCinética Química
Cinética Química
 
Cinética Química
Cinética QuímicaCinética Química
Cinética Química
 
Cinetica quimica
Cinetica quimicaCinetica quimica
Cinetica quimica
 
Relatório exp. 01
Relatório exp. 01Relatório exp. 01
Relatório exp. 01
 
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
 
Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio Químico
 
Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)
Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)
Síntese e caracterização do cloreto de hexaamminníquel (ii)
 
Experimento 7 Equilíbrio químico
Experimento 7   Equilíbrio químicoExperimento 7   Equilíbrio químico
Experimento 7 Equilíbrio químico
 
Termodinâmica primeira lei
Termodinâmica   primeira leiTermodinâmica   primeira lei
Termodinâmica primeira lei
 
Aula sobre tcc estágio a docência mestrado
Aula sobre tcc estágio a docência mestradoAula sobre tcc estágio a docência mestrado
Aula sobre tcc estágio a docência mestrado
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética QuímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
 
TEORIA da ELETROQUÍMICA
TEORIA da ELETROQUÍMICATEORIA da ELETROQUÍMICA
TEORIA da ELETROQUÍMICA
 
Grupo I ao VI (Identificação de ânions)
Grupo I ao VI (Identificação de ânions)Grupo I ao VI (Identificação de ânions)
Grupo I ao VI (Identificação de ânions)
 
Equilíbrio Químico
Equilíbrio QuímicoEquilíbrio Químico
Equilíbrio Químico
 

Semelhante a Lei de Lavoisiere Estequiometriade Reações Químicas

11ºano - Quimica Exercícios
11ºano - Quimica Exercícios11ºano - Quimica Exercícios
11ºano - Quimica Exercíciosadelinoqueiroz
 
Prática equilibrio químico
Prática   equilibrio químicoPrática   equilibrio químico
Prática equilibrio químicoDiego Simões
 
Plano de aula estequiometria
Plano de aula estequiometriaPlano de aula estequiometria
Plano de aula estequiometriawilso saggiori
 
Equilibrio quimico
Equilibrio quimicoEquilibrio quimico
Equilibrio quimicocaetano01
 
Reações químicas - ppt livro jogo partículas
Reações químicas - ppt livro jogo partículasReações químicas - ppt livro jogo partículas
Reações químicas - ppt livro jogo partículasaninhafq
 
Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015
Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015
Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015anabela explicaexplica
 
Balanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptx
Balanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptxBalanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptx
Balanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptxMARCELADEFATIMAVILA
 
Lista de exercícios 02 2014
Lista de exercícios 02   2014Lista de exercícios 02   2014
Lista de exercícios 02 2014professoraludmila
 
Reações químicas lei de lavoisier
Reações químicas lei de lavoisierReações químicas lei de lavoisier
Reações químicas lei de lavoisierPiedade Alves
 
LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................GracyPacheco1
 

Semelhante a Lei de Lavoisiere Estequiometriade Reações Químicas (20)

Leis ponderais 2014 v2
Leis ponderais 2014 v2Leis ponderais 2014 v2
Leis ponderais 2014 v2
 
Lavoisier e proust
Lavoisier e proustLavoisier e proust
Lavoisier e proust
 
11ºano - Quimica Exercícios
11ºano - Quimica Exercícios11ºano - Quimica Exercícios
11ºano - Quimica Exercícios
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Prática equilibrio químico
Prática   equilibrio químicoPrática   equilibrio químico
Prática equilibrio químico
 
Plano de aula estequiometria
Plano de aula estequiometriaPlano de aula estequiometria
Plano de aula estequiometria
 
Equilibrio quimico
Equilibrio quimicoEquilibrio quimico
Equilibrio quimico
 
Estequiometria
EstequiometriaEstequiometria
Estequiometria
 
Reações químicas
Reações químicasReações químicas
Reações químicas
 
Lei de lavoisier
Lei de lavoisierLei de lavoisier
Lei de lavoisier
 
Ferramentas Da Quimica Ii Em
Ferramentas Da Quimica Ii EmFerramentas Da Quimica Ii Em
Ferramentas Da Quimica Ii Em
 
Lista equilíbrio
Lista equilíbrioLista equilíbrio
Lista equilíbrio
 
Reações químicas - ppt livro jogo partículas
Reações químicas - ppt livro jogo partículasReações químicas - ppt livro jogo partículas
Reações químicas - ppt livro jogo partículas
 
Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015
Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015
Lei de lavoiser, e acerto de equações, 8º ano, 2014 2015
 
"Somos Físicos" Transformações Químicas
"Somos Físicos" Transformações Químicas"Somos Físicos" Transformações Químicas
"Somos Físicos" Transformações Químicas
 
Balanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptx
Balanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptxBalanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptx
Balanceamento, acerto de coeficientes - método das tentativas.pptx
 
Lista de exercícios 02 2014
Lista de exercícios 02   2014Lista de exercícios 02   2014
Lista de exercícios 02 2014
 
Reações químicas lei de lavoisier
Reações químicas lei de lavoisierReações químicas lei de lavoisier
Reações químicas lei de lavoisier
 
LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................LEIS PONDERAIS.pptx....................................
LEIS PONDERAIS.pptx....................................
 
4a aulaQuímica Gerla.pptx
4a aulaQuímica Gerla.pptx4a aulaQuímica Gerla.pptx
4a aulaQuímica Gerla.pptx
 

Mais de Fabio Santos Nery (19)

Protozoa
ProtozoaProtozoa
Protozoa
 
Mollusca
MolluscaMollusca
Mollusca
 
Metazoa
MetazoaMetazoa
Metazoa
 
Arthropoda 2
Arthropoda 2Arthropoda 2
Arthropoda 2
 
Animais primitivos
Animais primitivosAnimais primitivos
Animais primitivos
 
Arthropoda 1
Arthropoda 1Arthropoda 1
Arthropoda 1
 
fusão nuclear
fusão nuclearfusão nuclear
fusão nuclear
 
universo
universouniverso
universo
 
O universo
O universo O universo
O universo
 
curva de aquecimento do naftaleno
 curva de aquecimento do naftaleno curva de aquecimento do naftaleno
curva de aquecimento do naftaleno
 
calcular a concentração e preparo de uma solução
calcular a concentração e preparo de uma soluçãocalcular a concentração e preparo de uma solução
calcular a concentração e preparo de uma solução
 
Teste cálculo 1
Teste cálculo 1Teste cálculo 1
Teste cálculo 1
 
Teste calculo 1
Teste calculo 1Teste calculo 1
Teste calculo 1
 
filo molusca
filo moluscafilo molusca
filo molusca
 
Teste calculo
Teste calculoTeste calculo
Teste calculo
 
Teste calculo1
Teste calculo1Teste calculo1
Teste calculo1
 
Teste calculo
Teste calculoTeste calculo
Teste calculo
 
Limite
LimiteLimite
Limite
 
reptios escamados
reptios escamadosreptios escamados
reptios escamados
 

Último

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 

Último (20)

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 

Lei de Lavoisiere Estequiometriade Reações Químicas

  • 1. Laboratório de Química 1 Lei de Lavoisiere Estequiometriade Reações Químicas Nome: Fabio santos nery Matricula: 130109371 turma: “B” Nome Matricula: Experimento 3
  • 2. Introdução Apresentamosaseguirosresultados experiênciasparaa discussão daLei de Lavoisiere Estequiometriade ReaçõesQuímicas. Desenvolvemos doisexperimentos,noqual deveríamos observara Lei de Lavoisier(Lei daconservaçãodamassa) durante a ocorrênciada reação químicaentre as soluçõesaquosas,e entre reagentesemdiferentesestadosfísicose Calcularo rendimentodareaçãoe o rendimentoteórico. MATERIAS UTILIZADOS 1. Balança 2. Erlenmeyer de 100 mL 3. Solução de HCl 3 mol/L 4. Giz em pedaços 5. Balão de festa 6. Béquer 250 mL 7. Solução de Nitrato de Chumbo II 0,5 mol/L 8. Solução de Iodeto de potássio 0,5 mol/L 9. 2 tubos de ensaio 10. Proveta 25 ou 50 ml TESTE-A Colocamos, cerca de um dedodasoluçãoaquosa de Nitratode ChumboII emum tubode ensaioe emseguidapegamosoutrotubo de ensaioe tambémcolocamoscercade um dedode Iodetode potássio.
  • 3. Colocamosostubos de ensaiocom suas soluções,dentrode um Béquer250 Ml, pesamosa massa dasduas soluçõesdentrodobéquerque ficoucomopeso: 26.097 gramas Logo emseguida,misturamos assoluções incolores:Nitratode ChumboII + Iodetode potássionomesmotubode ensaio, ao reagirem entre si, deixaram de ser uma solução incolor e ficaram com uma cor: amarelo Nitrato de chumbo + iodeto de potássio → iodeto de chumbo+ nitrato de potássio Depois pesamos essa reação Pb(NO3)2 + 2 KI e ficou com um peso: 26.109 g notamos que a massa das duas soluções, misturadas aumentou. Com tempo a reação ficou amarelo concentrado no fundo, e a parte aquoso na parte de cima. Quando se mistura nitrato de chumbo II e iodeto de potássio ocorre uma reação de precipitação, onde, o precipitado formado é o iodeto de chumbo II: Pb(NO3)2 + 2 KI = PbI2(s) + 2 KNO3 Esta reação de precipitação é comum a três cátions: chumbo II (Pb2+), prata (Ag+) e Mercúro I (Hg2)2+, por isso e, por causa de outras características, estes três cátions são agregados em um grupo, conhecidos como Cátions do Grupo Cinco. Equação química balanceada: 2 KI (aq) + Pb(NO3)2 (aq) ---> PbI2 (s) + 2 KNO3 (aq) Segundo a Lei da Conservação das Massas, introduzida por Lavoisier em 1774, estabelecia que: “numa reação química, a soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos.” Com isso, deduzimos que o número de átomos de um determinado elemento dos reagentes tem que ser igual ao número de átomos deste mesmo elemento dos produtos. TESTE-B Colocamos, com o auxílio da pipeta, cerca de 20 ml de solução aquosa de ácido clorídrico 3 mol/L no interior da Proveta, depois colocamos a solução no erlenmeyer. E em seguida pesamos a solução HCℓ = 52,97 gramas. Pegamos um giz da cor: AMARELA e colocamos dentro de um balão, e com todo cuidado adaptamos o balão para encaixar na boca do erlenmeyer, sem deixa o giz cair dentro da solução e registramos a massa do conjunto que ficou com o peso = 52,504 gramas. Reagentes Descrição dos reagentes Massa do conjunto reagentes(g) Solução aquosa de ácido clorídrico Solução incolor 52,504 Carbonato de cálcio do pedaço de Giz Sólido de cor amarelo 52,504
  • 4. Colocamos, o giz dentro da solução de ácido clorídrico, e observamos a seguintes reação, liberou-se um gás que foi enchendo o balão a medida que reação decorresse, a massa vario um pouco durante o processo 52,514 gramas, mas com um tempinho a massa da reação ficou com seus 52,504 gramas. Sendo o HCl mais volátil que o Ac. Sulfurico a reação só ocorreria com o CaCO3 liberando CO2 deixando CaCl2 em solução. . 1CaCO3 + 2HCl ------------> 1CaCl2 + 1H2O + 1CO2 Massa giz= 0,065g 1 mol CO2------- 44g X --------------- 0,065 X=0,065/44 = 0,0014 mol