SlideShare uma empresa Scribd logo
Budismo
Um pouco de história: a origem
        do Budismo

 ●   Fundador: Siddhartha Gautama (Buda)

              ●   País de origem: Índia

     ●   Período: Por volta do século VI a.C.
De origem real, o príncipe Siddhartha Gautama, que ficou
conhecido como Buda, fundou essa religião com o objetivo de
ensinar uma forma de superar o sofrimento para que se possa
levar uma vida agradável e iluminada.
Como foi fundada?
   Segundo a lenda, o príncipe Gautama se deparou
com quatro situações que o fizeram refletir sobre a
condição da vida humana. Esse contato com a
realidade ficou conhecido pela cultura budista como
“os quatro pontos”. Nessas situações, Siddhartha se
deparou com um idoso, um doente, um cadáver e um
asceta. A partir desses encontros, o mesmo refletiu
sobre a transitividade da vida e o sofrimento,
exemplificados pela imagem dos três primeiros
homens. Contudo, na imagem do asceta, o príncipe
percebeu que só o abandono físico e mental de uma
vida baseada em valores materiais garantiria um
estado de abandono do sofrimento.
Após essa análise, sua decisão foi abandonar sua vida luxuosa, suas pretensões a
herdeiro do trono, sua família e se entregar a busca do fim do sofrimento. Se juntou a um
grupo de ascetas por seis anos, jejuando e meditando. Após esse período, cansado dos
ensinos do Hinduísmo e sem encontrar as respostas que procurava, separou-se do grupo.
Depois dessa tentativa, concentrou-se na meditação anapanasati, através da qual
descobriu “o caminho do meio”: um caminho que se afasta dos extremos, não passando
pelos prazeres mundanos e nem pela mortificação severa do corpo.

     Ainda segundo a lenda, Siddhartha, aos 35 anos, sentou-se debaixo de uma figueira,
hoje conhecida como árvore de Bodhi, e prometeu não sair dali até conseguir atingir a
'iluminação', ou seja, até encontrar sua resposta para o fim do sofrimento. Passaram-se 49
dias até que conseguisse atingir o Nirvana e se tornasse o Buda (o Iluminado).
A partir de então, passou o resto de sua vida ensinando o dharma ("caminho para a
verdade superior"). Morreu aos 80 anos, por volta de 483 a. C., porém sua doutrina perdura
até os dias de hoje, não se limitando mais ao Oriente. Foi introduzida no Brasil por
imigrantes japoneses, que chegaram em 1908. A partir de 1951, começaram a vir
missionários ao país e foram fundadas as primeiras organizações budistas.
A partir de então, passou o resto de sua vida ensinando o dharma ("caminho para a
verdade superior"). Morreu aos 80 anos, por volta de 483 a. C., porém sua doutrina perdura
até os dias de hoje, não se limitando mais ao Oriente. Foi introduzida no Brasil por
imigrantes japoneses, que chegaram em 1908. A partir de 1951, começaram a vir
missionários ao país e foram fundadas as primeiras organizações budistas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Hinduismo
HinduismoHinduismo
Hinduismo
Júpiter Morais
 
Estoicismo
EstoicismoEstoicismo
Filosofia Ocidental e Oriental
Filosofia Ocidental e OrientalFilosofia Ocidental e Oriental
Filosofia Ocidental e Oriental
José Mario da Silva
 
Judaísmo
JudaísmoJudaísmo
Judaísmo
Suelen Edinger
 
Trabalho de Hinduísmo
Trabalho de HinduísmoTrabalho de Hinduísmo
Trabalho de Hinduísmo
brancatemer
 
Ética para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e AristótelesÉtica para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e Aristóteles
Amanda Almeida Matos
 
Budismo
BudismoBudismo
FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]
FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]
FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]
Arlindo Nascimento Rocha - "Oficina Acadêmica"
 
As religiões orientais
As religiões orientaisAs religiões orientais
As religiões orientais
Espaço Emrc
 
Capítulo 8 Filosofando - Aprender a morrer
Capítulo 8 Filosofando - Aprender a morrerCapítulo 8 Filosofando - Aprender a morrer
Capítulo 8 Filosofando - Aprender a morrer
Athirson Downloadz
 
JUDAÍSMO
JUDAÍSMOJUDAÍSMO
Hinduísmo
HinduísmoHinduísmo
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religiãoFé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Leandro Nazareth Souto
 
Cap 7 Entre a Patrística e a Escolástica
Cap 7   Entre a Patrística e a EscolásticaCap 7   Entre a Patrística e a Escolástica
Cap 7 Entre a Patrística e a Escolástica
José Ferreira Júnior
 
Fanatismo religioso
Fanatismo religiosoFanatismo religioso
Fanatismo religioso
Espaço Emrc
 
O Problema Religioso e a Origem da religião
O Problema Religioso e a Origem da religiãoO Problema Religioso e a Origem da religião
O Problema Religioso e a Origem da religião
Silas Bruno Mps
 
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
moniqueyael
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
Espaço Emrc
 
Quadro religião comparadas
Quadro religião comparadasQuadro religião comparadas
Quadro religião comparadas
Vítor Santos
 
A Origem Das Religiões
A Origem Das ReligiõesA Origem Das Religiões
A Origem Das Religiões
Alexandre Ernest
 

Mais procurados (20)

Hinduismo
HinduismoHinduismo
Hinduismo
 
Estoicismo
EstoicismoEstoicismo
Estoicismo
 
Filosofia Ocidental e Oriental
Filosofia Ocidental e OrientalFilosofia Ocidental e Oriental
Filosofia Ocidental e Oriental
 
Judaísmo
JudaísmoJudaísmo
Judaísmo
 
Trabalho de Hinduísmo
Trabalho de HinduísmoTrabalho de Hinduísmo
Trabalho de Hinduísmo
 
Ética para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e AristótelesÉtica para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e Aristóteles
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]
FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]
FILOSOFIA DA RELIGIÃO - [PAINE, Scott Randall]
 
As religiões orientais
As religiões orientaisAs religiões orientais
As religiões orientais
 
Capítulo 8 Filosofando - Aprender a morrer
Capítulo 8 Filosofando - Aprender a morrerCapítulo 8 Filosofando - Aprender a morrer
Capítulo 8 Filosofando - Aprender a morrer
 
JUDAÍSMO
JUDAÍSMOJUDAÍSMO
JUDAÍSMO
 
Hinduísmo
HinduísmoHinduísmo
Hinduísmo
 
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religiãoFé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
 
Cap 7 Entre a Patrística e a Escolástica
Cap 7   Entre a Patrística e a EscolásticaCap 7   Entre a Patrística e a Escolástica
Cap 7 Entre a Patrística e a Escolástica
 
Fanatismo religioso
Fanatismo religiosoFanatismo religioso
Fanatismo religioso
 
O Problema Religioso e a Origem da religião
O Problema Religioso e a Origem da religiãoO Problema Religioso e a Origem da religião
O Problema Religioso e a Origem da religião
 
Confucionismo
ConfucionismoConfucionismo
Confucionismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Quadro religião comparadas
Quadro religião comparadasQuadro religião comparadas
Quadro religião comparadas
 
A Origem Das Religiões
A Origem Das ReligiõesA Origem Das Religiões
A Origem Das Religiões
 

Destaque

Budismo
BudismoBudismo
Budismo
Carol Pires
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
infoAndreia
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
Budismo Budismo
Budismo
VanessaGPita16
 
Budismo na china
Budismo na chinaBudismo na china
Budismo na china
Jessyca Maia
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
BudismoBudismo
Hinduísmo
HinduísmoHinduísmo
Hinduísmo
Espaço Emrc
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
Aida Morais
 
Ritos funebres
Ritos funebresRitos funebres
Ritos funebres
Chicielly
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
Maria André
 
Religiões da humanidade.
Religiões da humanidade.Religiões da humanidade.
Religiões da humanidade.
Over Lane
 
O budismo
O budismoO budismo
O budismo
Lino Barbosa
 
Judaismo
JudaismoJudaismo
Judaismo
guestcace43
 
Judaismo
JudaismoJudaismo
Judaismo
Aida Morais
 
Aula EBD - Budismo
Aula EBD - BudismoAula EBD - Budismo
Aula EBD - Budismo
Dilsilei Monteiro
 

Destaque (17)

Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo
Budismo Budismo
Budismo
 
Budismo na china
Budismo na chinaBudismo na china
Budismo na china
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Hinduísmo
HinduísmoHinduísmo
Hinduísmo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Ritos funebres
Ritos funebresRitos funebres
Ritos funebres
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Religiões da humanidade.
Religiões da humanidade.Religiões da humanidade.
Religiões da humanidade.
 
O budismo
O budismoO budismo
O budismo
 
Judaismo
JudaismoJudaismo
Judaismo
 
Judaismo
JudaismoJudaismo
Judaismo
 
Aula EBD - Budismo
Aula EBD - BudismoAula EBD - Budismo
Aula EBD - Budismo
 

Semelhante a Histórico budismo 1ª parte dos slides

Budismo
BudismoBudismo
Budismo Rita 9 A
Budismo Rita 9 ABudismo Rita 9 A
Sobre o budismo
Sobre o budismoSobre o budismo
Sobre o budismo
nefer_amarna
 
Budismo
BudismoBudismo
O budismo
O budismoO budismo
O budismo
lucasschneider
 
Buda
BudaBuda
Atividade avaliativa budismo
Atividade avaliativa budismoAtividade avaliativa budismo
Atividade avaliativa budismo
Beatriz Costa
 
Sidarta Gautama
Sidarta GautamaSidarta Gautama
Sidarta Gautama
rodrigodalri
 
Silde do budismo da UFPB 2024 em ética m
Silde do budismo da UFPB 2024 em ética mSilde do budismo da UFPB 2024 em ética m
Silde do budismo da UFPB 2024 em ética m
IaDalves
 
budismo-110303044051-phpapp02.pptx
budismo-110303044051-phpapp02.pptxbudismo-110303044051-phpapp02.pptx
budismo-110303044051-phpapp02.pptx
AnnaVittoria1
 
Vitor portela nº25 9ºd emrc
Vitor portela nº25 9ºd emrcVitor portela nº25 9ºd emrc
Vitor portela nº25 9ºd emrc
Vitor Portela
 
HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
Aida Morais
 
O papel da mulher na cultura e filosofia budista
O papel da mulher na cultura e filosofia budistaO papel da mulher na cultura e filosofia budista
O papel da mulher na cultura e filosofia budista
Sociedade Budista do Brasil
 
Budismo (síntese)
Budismo (síntese)Budismo (síntese)
Budismo (síntese)
Fernando Emídio
 
Sidarta
SidartaSidarta
Budismo
BudismoBudismo
Dzongsar jamyang khyentse o que faz você ser budista
Dzongsar jamyang khyentse   o que faz você ser budistaDzongsar jamyang khyentse   o que faz você ser budista
Dzongsar jamyang khyentse o que faz você ser budista
topografialima
 
Budismo Lição 12
Budismo Lição 12Budismo Lição 12
Budismo Lição 12
Escol Dominical
 

Semelhante a Histórico budismo 1ª parte dos slides (20)

Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo Rita 9 A
Budismo Rita 9 ABudismo Rita 9 A
Budismo Rita 9 A
 
Sobre o budismo
Sobre o budismoSobre o budismo
Sobre o budismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
O budismo
O budismoO budismo
O budismo
 
Buda
BudaBuda
Buda
 
Atividade avaliativa budismo
Atividade avaliativa budismoAtividade avaliativa budismo
Atividade avaliativa budismo
 
Sidarta Gautama
Sidarta GautamaSidarta Gautama
Sidarta Gautama
 
Silde do budismo da UFPB 2024 em ética m
Silde do budismo da UFPB 2024 em ética mSilde do budismo da UFPB 2024 em ética m
Silde do budismo da UFPB 2024 em ética m
 
budismo-110303044051-phpapp02.pptx
budismo-110303044051-phpapp02.pptxbudismo-110303044051-phpapp02.pptx
budismo-110303044051-phpapp02.pptx
 
Vitor portela nº25 9ºd emrc
Vitor portela nº25 9ºd emrcVitor portela nº25 9ºd emrc
Vitor portela nº25 9ºd emrc
 
HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)
HERESIOLOGIA (AULA 05 - BÁSICO - IBADEP)
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
O papel da mulher na cultura e filosofia budista
O papel da mulher na cultura e filosofia budistaO papel da mulher na cultura e filosofia budista
O papel da mulher na cultura e filosofia budista
 
Budismo (síntese)
Budismo (síntese)Budismo (síntese)
Budismo (síntese)
 
Sidarta
SidartaSidarta
Sidarta
 
Budismo
BudismoBudismo
Budismo
 
Dzongsar jamyang khyentse o que faz você ser budista
Dzongsar jamyang khyentse   o que faz você ser budistaDzongsar jamyang khyentse   o que faz você ser budista
Dzongsar jamyang khyentse o que faz você ser budista
 
Budismo Lição 12
Budismo Lição 12Budismo Lição 12
Budismo Lição 12
 

Histórico budismo 1ª parte dos slides

  • 2. Um pouco de história: a origem do Budismo ● Fundador: Siddhartha Gautama (Buda) ● País de origem: Índia ● Período: Por volta do século VI a.C.
  • 3. De origem real, o príncipe Siddhartha Gautama, que ficou conhecido como Buda, fundou essa religião com o objetivo de ensinar uma forma de superar o sofrimento para que se possa levar uma vida agradável e iluminada.
  • 4. Como foi fundada? Segundo a lenda, o príncipe Gautama se deparou com quatro situações que o fizeram refletir sobre a condição da vida humana. Esse contato com a realidade ficou conhecido pela cultura budista como “os quatro pontos”. Nessas situações, Siddhartha se deparou com um idoso, um doente, um cadáver e um asceta. A partir desses encontros, o mesmo refletiu sobre a transitividade da vida e o sofrimento, exemplificados pela imagem dos três primeiros homens. Contudo, na imagem do asceta, o príncipe percebeu que só o abandono físico e mental de uma vida baseada em valores materiais garantiria um estado de abandono do sofrimento.
  • 5. Após essa análise, sua decisão foi abandonar sua vida luxuosa, suas pretensões a herdeiro do trono, sua família e se entregar a busca do fim do sofrimento. Se juntou a um grupo de ascetas por seis anos, jejuando e meditando. Após esse período, cansado dos ensinos do Hinduísmo e sem encontrar as respostas que procurava, separou-se do grupo. Depois dessa tentativa, concentrou-se na meditação anapanasati, através da qual descobriu “o caminho do meio”: um caminho que se afasta dos extremos, não passando pelos prazeres mundanos e nem pela mortificação severa do corpo. Ainda segundo a lenda, Siddhartha, aos 35 anos, sentou-se debaixo de uma figueira, hoje conhecida como árvore de Bodhi, e prometeu não sair dali até conseguir atingir a 'iluminação', ou seja, até encontrar sua resposta para o fim do sofrimento. Passaram-se 49 dias até que conseguisse atingir o Nirvana e se tornasse o Buda (o Iluminado).
  • 6. A partir de então, passou o resto de sua vida ensinando o dharma ("caminho para a verdade superior"). Morreu aos 80 anos, por volta de 483 a. C., porém sua doutrina perdura até os dias de hoje, não se limitando mais ao Oriente. Foi introduzida no Brasil por imigrantes japoneses, que chegaram em 1908. A partir de 1951, começaram a vir missionários ao país e foram fundadas as primeiras organizações budistas.
  • 7. A partir de então, passou o resto de sua vida ensinando o dharma ("caminho para a verdade superior"). Morreu aos 80 anos, por volta de 483 a. C., porém sua doutrina perdura até os dias de hoje, não se limitando mais ao Oriente. Foi introduzida no Brasil por imigrantes japoneses, que chegaram em 1908. A partir de 1951, começaram a vir missionários ao país e foram fundadas as primeiras organizações budistas.