SlideShare uma empresa Scribd logo
Leitura: o jogo das entrelinhas e os gêneros textuais
Tipos e Gêneros textuais
Tipos e Gêneros textuais
Os textos, independentemente do gênero a que pertencem, se constituem de
sequências com determinadas características linguísticas, como classe gramatical
predominante, estrutura sintática, predomínio de determinados tempos e modos
verbais, relações lógicas. Assim, dependendo dessas características, temos os
diferentes tipos textuais.
Se os gêneros textuais são inúmeros, os tipos textuais são limitados: Narrativo,
descritivo, argumentativo, explicativo ou expositivo, injuntivo ou instrucional.
Narrativo
tipo textual predominante em gêneros como crônica, romance, fábula, piada,
novela, conto de fadas etc.
Tipos e Gêneros textuais
Descritivo
tipo textual predominante em gêneros como retrato, anúncio classificado, lista de
ingredientes de uma receita, guias turísticos, listas de compras, legenda, cardápio,
entre outros.
Tipos e Gêneros textuais
Argumentativo
tipo textual predominante em gêneros como manifesto, sermão, ensaio, editorial
de um jornal, crítica, monografia, redações dissertativas, tese de doutorado etc.
Tipos e Gêneros textuais
Explicativo ou expositivo
tipo textual predominante em gêneros como aulas expositivas, conferências,
capítulo de livro didático, verbetes de dicionários, enciclopédias, entre outros.
Tipos e Gêneros textuais
Instrucional ou injuntivo
tipo textual predominante em gêneros como horóscopo, propaganda, bula,
receita culinária, manual de instruções de um aparelho, livros de autoajuda etc.
Tipos e Gêneros textuais
Ao se falar em tipo textual , costuma-se utilizar o adjetivo predominante.
Observe:
• gênero romance - tipo textual predominante: narrativo
• carta de opinião - tipo textual predominante: argumentativo
• manual de instruções - tipo textual predominante: injuntivo
Sequências textuais
Sequência narrativa
é marcada pela temporalidade; como seu material é o fato e a ação, a progressão
temporal é essencial para seu desenrolar, ou seja, desenvolve-se necessariamente
numa linha e num determinado espaço.
Sequências textuais
Sequência descritiva
nesse tipo de sequência, marcada pela espacialidade, não há sucessão de
acontecimentos no tempo,mas sim a apresentação de uma imagem que busca
reproduzir o estado do ser descrito, em um determinado momento.
Sequências textuais
Sequência argumentativa
é aquela em que se faz a defesa de um ponto de vista, de uma ideia, ou em que
se questiona algum fato. Intenta-se persuadir o leitor ou ouvinte, fundamentando
o que se diz com argumentos de acordo com o assunto ou tema, a situação ou o
contexto e o interlocutor; Caracteriza-se pela progressão lógica de ideias e requer
uma linguagem mais sóbria, objetiva, denotativa.
Sequências textuais
Sequência explicativa ou expositiva
intenta explicar dar informações a respeito de alguma coisa. O objetivo é fazer
com que o interlocutor/ adquira um saber, um conhecimento que até então não
tinha. É fundamental destacar que, nos textos explicativos, não se faz defesa de
uma ideia, de um ponto de vista, - características básicas do texto argumentativo.
Os textos explicativos tratam da identificação de fenômenos, de conceitos, de
definições.
Sequências textuais
Sequência injuntiva ou instrucional
a marca fundamental da sequência injuntiva ou instrucional é o verbo no
imperativo ( injuntivo é sinônimo de "obrigatório", "imperativo"), ou outras
formas que indicam ordem, orientação. Lembre-se de que o texto injuntivo é
aquele no qual predomina a função conativa/apelativa, e tenta convencer o
receptor (quem ouve) a atender a vontade do emissor(quem fala).
Sequências textuais
Terra, Ernani.Práticas de linguagem: leitura & produção de textos/ Ernani Terra, José De Nicola. - São Paulo:Scipione, 2008.
Fonte: http://helenaconectada.blogspot.com.br/2012/08/os-tipos-textuais.html

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
GoisBemnoEnem
 
14. elementos da textualidade nos textos - aula 16
14. elementos da textualidade   nos textos - aula 1614. elementos da textualidade   nos textos - aula 16
14. elementos da textualidade nos textos - aula 16
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Resenha.
Resenha.Resenha.
Resenha.
Renally Arruda
 
Recursos morfossintáticos, lexicais,semânticos
Recursos morfossintáticos, lexicais,semânticosRecursos morfossintáticos, lexicais,semânticos
Recursos morfossintáticos, lexicais,semânticos
Marcia Oliveira
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Gêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticosGêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticos
Renally Arruda
 
Linguística textual
Linguística textualLinguística textual
Linguística textual
Fernanda Câmara
 
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃOTipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Sônia Maciel Alves
 
Texto Argumentativo
Texto Argumentativo Texto Argumentativo
Texto Argumentativo
Fernanda Monteiro
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
Andreia Jaqueline Bach
 
Romance
RomanceRomance
Romance
Mara Virginia
 
Resenha
ResenhaResenha
Tipos de texto
Tipos de textoTipos de texto
Tipos de texto
Paulo Iapeter
 
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Luis Lacerda
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
Ana Claudia André
 
Texto informativo 1
Texto informativo 1Texto informativo 1
Texto informativo 1
Ana Arminda Moreira
 
Aguns tipos de texto
Aguns tipos de textoAguns tipos de texto
Aguns tipos de texto
Josete Perdigao
 
Inferência
InferênciaInferência
Inferência
Marilia Teddy
 
O texto descritivo
O texto descritivoO texto descritivo
Artigo de opinião
Artigo de opiniãoArtigo de opinião
Artigo de opinião
Kátia Silva da Costa
 

Mais procurados (20)

LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
 
14. elementos da textualidade nos textos - aula 16
14. elementos da textualidade   nos textos - aula 1614. elementos da textualidade   nos textos - aula 16
14. elementos da textualidade nos textos - aula 16
 
Resenha.
Resenha.Resenha.
Resenha.
 
Recursos morfossintáticos, lexicais,semânticos
Recursos morfossintáticos, lexicais,semânticosRecursos morfossintáticos, lexicais,semânticos
Recursos morfossintáticos, lexicais,semânticos
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Gêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticosGêneros jornalísticos
Gêneros jornalísticos
 
Linguística textual
Linguística textualLinguística textual
Linguística textual
 
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃOTipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
 
Texto Argumentativo
Texto Argumentativo Texto Argumentativo
Texto Argumentativo
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 
Resenha
ResenhaResenha
Resenha
 
Tipos de texto
Tipos de textoTipos de texto
Tipos de texto
 
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
Reportagem ( Gênero textual - conceitos)
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Texto informativo 1
Texto informativo 1Texto informativo 1
Texto informativo 1
 
Aguns tipos de texto
Aguns tipos de textoAguns tipos de texto
Aguns tipos de texto
 
Inferência
InferênciaInferência
Inferência
 
O texto descritivo
O texto descritivoO texto descritivo
O texto descritivo
 
Artigo de opinião
Artigo de opiniãoArtigo de opinião
Artigo de opinião
 

Semelhante a Tipos e gêneros textuais

Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
Lorena Carvalho
 
Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
Lorena Carvalho
 
Gêneros e Tipos Textuais.pdf
Gêneros e Tipos Textuais.pdfGêneros e Tipos Textuais.pdf
Gêneros e Tipos Textuais.pdf
JliaRamosVieira1
 
Apostila tipologia textual
Apostila tipologia textualApostila tipologia textual
Apostila tipologia textual
VERA OLIVEIRA
 
Tipos textuais
Tipos textuaisTipos textuais
Tipos textuais
Tiago Silva
 
Slides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptx
Slides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptxSlides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptx
Slides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptx
MauricioOliveira258223
 
E book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pubE book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pub
Hilsa Mota
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
Clarice Escouto Santos
 
AULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptx
AULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptxAULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptx
AULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptx
RuanM1
 
Tipologias textuais-aula-pibid-2017
Tipologias textuais-aula-pibid-2017Tipologias textuais-aula-pibid-2017
Tipologias textuais-aula-pibid-2017
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
Natália Moura
 
Ponto 6 tipologia textual
Ponto 6   tipologia  textualPonto 6   tipologia  textual
Ponto 6 tipologia textual
Guilherme Antony
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
ClversonAlves
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
Marta Rocha
 
Gêneros do discurso e tipologia textual
Gêneros do discurso e tipologia textualGêneros do discurso e tipologia textual
Gêneros do discurso e tipologia textual
Fabricio Souza
 
Portugues ufpe
Portugues ufpePortugues ufpe
Portugues ufpe
Gilson Araújo
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
vitaoloureiro
 
Generosetipostextuais
GenerosetipostextuaisGenerosetipostextuais
Generosetipostextuais
bumomi
 
Generosetipostextuais
GenerosetipostextuaisGenerosetipostextuais
Generosetipostextuais
bumomi
 
_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf
_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf
_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf
Eliane Regis
 

Semelhante a Tipos e gêneros textuais (20)

Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
 
Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
 
Gêneros e Tipos Textuais.pdf
Gêneros e Tipos Textuais.pdfGêneros e Tipos Textuais.pdf
Gêneros e Tipos Textuais.pdf
 
Apostila tipologia textual
Apostila tipologia textualApostila tipologia textual
Apostila tipologia textual
 
Tipos textuais
Tipos textuaisTipos textuais
Tipos textuais
 
Slides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptx
Slides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptxSlides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptx
Slides sobre a Tipologia Textual da Língua Portuguesa.pptx
 
E book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pubE book - gêneros textuais - com-pub
E book - gêneros textuais - com-pub
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 
AULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptx
AULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptxAULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptx
AULA - 2 - GÊNEROS TEXTUAIS.pptx
 
Tipologias textuais-aula-pibid-2017
Tipologias textuais-aula-pibid-2017Tipologias textuais-aula-pibid-2017
Tipologias textuais-aula-pibid-2017
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
 
Ponto 6 tipologia textual
Ponto 6   tipologia  textualPonto 6   tipologia  textual
Ponto 6 tipologia textual
 
Gêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.pptGêneros Textuais.ppt
Gêneros Textuais.ppt
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Gêneros do discurso e tipologia textual
Gêneros do discurso e tipologia textualGêneros do discurso e tipologia textual
Gêneros do discurso e tipologia textual
 
Portugues ufpe
Portugues ufpePortugues ufpe
Portugues ufpe
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Generosetipostextuais
GenerosetipostextuaisGenerosetipostextuais
Generosetipostextuais
 
Generosetipostextuais
GenerosetipostextuaisGenerosetipostextuais
Generosetipostextuais
 
_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf
_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf
_GENEROS_E_TIPOS_TEXTUAIS_FIGURAS_DE_LINGUAGEM_COESÃO_E_COERENCIA.pdf
 

Mais de Mande Bem no ENEM

Conclusão: como salvar o mundo em um parágrafo
Conclusão: como salvar o mundo em um parágrafoConclusão: como salvar o mundo em um parágrafo
Conclusão: como salvar o mundo em um parágrafo
Mande Bem no ENEM
 
Qual é a chance de ganhar na mega-sena?
Qual é a chance de ganhar na mega-sena?Qual é a chance de ganhar na mega-sena?
Qual é a chance de ganhar na mega-sena?
Mande Bem no ENEM
 
Desenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do texto
Desenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do textoDesenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do texto
Desenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do texto
Mande Bem no ENEM
 
Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?
Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?
Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?
Mande Bem no ENEM
 
Ditadura militar: uma verdade incoveniente
Ditadura militar: uma verdade incovenienteDitadura militar: uma verdade incoveniente
Ditadura militar: uma verdade incoveniente
Mande Bem no ENEM
 
Existe ser humano transgênico?
Existe ser humano transgênico?Existe ser humano transgênico?
Existe ser humano transgênico?
Mande Bem no ENEM
 
Redação: Proposta, planejamento e introdução
Redação: Proposta, planejamento e introduçãoRedação: Proposta, planejamento e introdução
Redação: Proposta, planejamento e introdução
Mande Bem no ENEM
 
O Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3D
O Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3DO Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3D
O Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3D
Mande Bem no ENEM
 
Dissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileiros
Dissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileirosDissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileiros
Dissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileiros
Mande Bem no ENEM
 
Constituição das Estrelas
Constituição das EstrelasConstituição das Estrelas
Constituição das Estrelas
Mande Bem no ENEM
 
Os gráficos de intenção de voto mentem?
Os gráficos de intenção de voto mentem?Os gráficos de intenção de voto mentem?
Os gráficos de intenção de voto mentem?
Mande Bem no ENEM
 
Por que o álccol embriaga?
Por que o álccol embriaga?Por que o álccol embriaga?
Por que o álccol embriaga?
Mande Bem no ENEM
 
Como calcular o imposto por serviço
Como calcular o imposto por serviçoComo calcular o imposto por serviço
Como calcular o imposto por serviço
Mande Bem no ENEM
 
O câncer e o DNA
O câncer e o DNAO câncer e o DNA
O câncer e o DNA
Mande Bem no ENEM
 
Era Vargas: mudando os rumos da história
Era Vargas: mudando os rumos da históriaEra Vargas: mudando os rumos da história
Era Vargas: mudando os rumos da história
Mande Bem no ENEM
 
Sólidos Geométricos
Sólidos GeométricosSólidos Geométricos
Sólidos Geométricos
Mande Bem no ENEM
 
Eletrostatica
EletrostaticaEletrostatica
Eletrostatica
Mande Bem no ENEM
 
Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.
Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.
Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.
Mande Bem no ENEM
 
Antiguidade Oriental
Antiguidade OrientalAntiguidade Oriental
Antiguidade Oriental
Mande Bem no ENEM
 

Mais de Mande Bem no ENEM (19)

Conclusão: como salvar o mundo em um parágrafo
Conclusão: como salvar o mundo em um parágrafoConclusão: como salvar o mundo em um parágrafo
Conclusão: como salvar o mundo em um parágrafo
 
Qual é a chance de ganhar na mega-sena?
Qual é a chance de ganhar na mega-sena?Qual é a chance de ganhar na mega-sena?
Qual é a chance de ganhar na mega-sena?
 
Desenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do texto
Desenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do textoDesenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do texto
Desenvolver-se e desenvolver: como puxar o fio do texto
 
Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?
Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?
Como saber quantas pessoas estão em uma manifestação?
 
Ditadura militar: uma verdade incoveniente
Ditadura militar: uma verdade incovenienteDitadura militar: uma verdade incoveniente
Ditadura militar: uma verdade incoveniente
 
Existe ser humano transgênico?
Existe ser humano transgênico?Existe ser humano transgênico?
Existe ser humano transgênico?
 
Redação: Proposta, planejamento e introdução
Redação: Proposta, planejamento e introduçãoRedação: Proposta, planejamento e introdução
Redação: Proposta, planejamento e introdução
 
O Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3D
O Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3DO Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3D
O Processo da Visão, Ilusão de Optica e Cinema 3D
 
Dissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileiros
Dissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileirosDissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileiros
Dissertar é preciso! A redação do ENEM e os temas brasileiros
 
Constituição das Estrelas
Constituição das EstrelasConstituição das Estrelas
Constituição das Estrelas
 
Os gráficos de intenção de voto mentem?
Os gráficos de intenção de voto mentem?Os gráficos de intenção de voto mentem?
Os gráficos de intenção de voto mentem?
 
Por que o álccol embriaga?
Por que o álccol embriaga?Por que o álccol embriaga?
Por que o álccol embriaga?
 
Como calcular o imposto por serviço
Como calcular o imposto por serviçoComo calcular o imposto por serviço
Como calcular o imposto por serviço
 
O câncer e o DNA
O câncer e o DNAO câncer e o DNA
O câncer e o DNA
 
Era Vargas: mudando os rumos da história
Era Vargas: mudando os rumos da históriaEra Vargas: mudando os rumos da história
Era Vargas: mudando os rumos da história
 
Sólidos Geométricos
Sólidos GeométricosSólidos Geométricos
Sólidos Geométricos
 
Eletrostatica
EletrostaticaEletrostatica
Eletrostatica
 
Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.
Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.
Mundo Romano: Da cidade-estado a formação do império.
 
Antiguidade Oriental
Antiguidade OrientalAntiguidade Oriental
Antiguidade Oriental
 

Último

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 

Tipos e gêneros textuais

  • 1. Leitura: o jogo das entrelinhas e os gêneros textuais Tipos e Gêneros textuais
  • 2. Tipos e Gêneros textuais Os textos, independentemente do gênero a que pertencem, se constituem de sequências com determinadas características linguísticas, como classe gramatical predominante, estrutura sintática, predomínio de determinados tempos e modos verbais, relações lógicas. Assim, dependendo dessas características, temos os diferentes tipos textuais. Se os gêneros textuais são inúmeros, os tipos textuais são limitados: Narrativo, descritivo, argumentativo, explicativo ou expositivo, injuntivo ou instrucional.
  • 3. Narrativo tipo textual predominante em gêneros como crônica, romance, fábula, piada, novela, conto de fadas etc. Tipos e Gêneros textuais
  • 4. Descritivo tipo textual predominante em gêneros como retrato, anúncio classificado, lista de ingredientes de uma receita, guias turísticos, listas de compras, legenda, cardápio, entre outros. Tipos e Gêneros textuais
  • 5. Argumentativo tipo textual predominante em gêneros como manifesto, sermão, ensaio, editorial de um jornal, crítica, monografia, redações dissertativas, tese de doutorado etc. Tipos e Gêneros textuais
  • 6. Explicativo ou expositivo tipo textual predominante em gêneros como aulas expositivas, conferências, capítulo de livro didático, verbetes de dicionários, enciclopédias, entre outros. Tipos e Gêneros textuais
  • 7. Instrucional ou injuntivo tipo textual predominante em gêneros como horóscopo, propaganda, bula, receita culinária, manual de instruções de um aparelho, livros de autoajuda etc. Tipos e Gêneros textuais
  • 8. Ao se falar em tipo textual , costuma-se utilizar o adjetivo predominante. Observe: • gênero romance - tipo textual predominante: narrativo • carta de opinião - tipo textual predominante: argumentativo • manual de instruções - tipo textual predominante: injuntivo Sequências textuais
  • 9. Sequência narrativa é marcada pela temporalidade; como seu material é o fato e a ação, a progressão temporal é essencial para seu desenrolar, ou seja, desenvolve-se necessariamente numa linha e num determinado espaço. Sequências textuais
  • 10. Sequência descritiva nesse tipo de sequência, marcada pela espacialidade, não há sucessão de acontecimentos no tempo,mas sim a apresentação de uma imagem que busca reproduzir o estado do ser descrito, em um determinado momento. Sequências textuais
  • 11. Sequência argumentativa é aquela em que se faz a defesa de um ponto de vista, de uma ideia, ou em que se questiona algum fato. Intenta-se persuadir o leitor ou ouvinte, fundamentando o que se diz com argumentos de acordo com o assunto ou tema, a situação ou o contexto e o interlocutor; Caracteriza-se pela progressão lógica de ideias e requer uma linguagem mais sóbria, objetiva, denotativa. Sequências textuais
  • 12. Sequência explicativa ou expositiva intenta explicar dar informações a respeito de alguma coisa. O objetivo é fazer com que o interlocutor/ adquira um saber, um conhecimento que até então não tinha. É fundamental destacar que, nos textos explicativos, não se faz defesa de uma ideia, de um ponto de vista, - características básicas do texto argumentativo. Os textos explicativos tratam da identificação de fenômenos, de conceitos, de definições. Sequências textuais
  • 13. Sequência injuntiva ou instrucional a marca fundamental da sequência injuntiva ou instrucional é o verbo no imperativo ( injuntivo é sinônimo de "obrigatório", "imperativo"), ou outras formas que indicam ordem, orientação. Lembre-se de que o texto injuntivo é aquele no qual predomina a função conativa/apelativa, e tenta convencer o receptor (quem ouve) a atender a vontade do emissor(quem fala). Sequências textuais
  • 14. Terra, Ernani.Práticas de linguagem: leitura & produção de textos/ Ernani Terra, José De Nicola. - São Paulo:Scipione, 2008. Fonte: http://helenaconectada.blogspot.com.br/2012/08/os-tipos-textuais.html