SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
FERRAMENTAS DIGITAIS PARA
GESTÃO DE INDICADORES E RISCOS
EM LOGÍSTICA
Minhas metas:
- Introdução à Transformação Digital na Logística:
- Principais Ferramentas Tecnológicas para Otimização de Processos.
- Plataformas Digitais Baseadas em Nuvem para Gestão Logística.
- Indicadores de Desempenho Logístico.
- Ferramentas de Análise de Risco em Operações Empresariais.
- Dashboard Logístico e seus Indicadores-Chave.
- Aplicações Práticas e Tendências Futuras na Logística Digital.
"Transforme seu futuro financeiro! Aprenda
a investir em Fundos de Investimento
Imobiliários com nosso curso detalhado.
Comece agora e torne-se um
investidor experiente!"
Click aqui 🔗
INICIE SUA JORNADA
No ambiente empresarial contemporâneo, a logística desempenha um papel
crucial, sendo vital compreender e incorporar as ferramentas digitais que
impulsionam essa área em constante transformação. Para os profissionais em
ascensão na carreira logística, a questão central é como navegar
eficientemente nesse cenário complexo, capitalizando as oportunidades
proporcionadas pela revolução digital.
A problematização inicial nos leva a refletir sobre os desafios enfrentados pelos
profissionais logísticos e como as ferramentas digitais podem ser aliadas
estratégicas nesse contexto. O cenário demanda uma abordagem tecnológica
para otimizar processos e mitigar riscos. A verdadeira compreensão desse
tema está na significação atribuída às ferramentas digitais. Elas vão além de
simples recursos tecnológicos, representando verdadeiros pilares para a
excelência na entrega de serviços logísticos.
A experimentação prática é a etapa crucial desse processo de aprendizagem.
A teoria se encontra com a prática quando os estudantes interagem
diretamente com ferramentas como ERP, CRM, TMS e plataformas em nuvem.
A aplicação prática desses softwares em ambientes reais ou simulados
proporciona uma compreensão mais profunda de suas funcionalidades e
impactos na resolução de desafios logísticos cotidianos.
A reflexão subsequente torna-se essencial. Após a experimentação, os
profissionais em formação precisam refletir sobre suas experiências, avaliando
não apenas o desempenho das ferramentas, mas também sua adequação aos
objetivos estratégicos da empresa. Essa análise crítica é fundamental para
ajustes, identificação de benefícios tangíveis e extração de lições valiosas,
consolidando não apenas o conhecimento prático, mas também uma visão
estratégica da aplicação das ferramentas digitais na gestão logística.
Portanto, esse ciclo de aprendizado, que começa com a problematização,
passa pela significação, experimentação e reflexão, prepara os futuros
profissionais da logística para enfrentar os desafios complexos da era digital.
Ao integrar as ferramentas digitais de maneira estratégica, esses profissionais
estarão mais bem equipados para impulsionar a eficiência operacional e
conduzir as empresas logísticas rumo ao sucesso nesse novo paradigma
empresarial.
VAMOS RECORDAR (Obrigatório)
Em busca de aprimorar seu entendimento sobre as "Ferramentas Digitais para
Gestão de Indicadores e Riscos em Logística"? Não perca a oportunidade de
assistir ao nosso vídeo exclusivo no YouTube. Este conteúdo oferece uma
abordagem visual e dinâmica para complementar seus estudos,
proporcionando uma compreensão mais aprofundada e prática. Ao acessar o
link do vídeo.
L082 - APLICANDO MELHORES PRÁTICAS NA GESTÃO LOGÍSTICA
DESENVOLVA SEU POTENCIAL
FERRAMENTAS DIGITAIS PARA GESTÃO DE INDICADORES
Vivenciamos uma revolução impulsionada por ferramentas digitais que
desempenham um papel fundamental na gestão eficaz de indicadores. Nesse
cenário, os sistemas de Enterprise Resource Planning (ERP) se destacam
como uma abordagem integrada, permitindo que as organizações centralizem
dados de diferentes áreas, como finanças, operações e recursos humanos.
Essa integração proporciona uma visão holística, facilitando a identificação de
padrões, tendências e áreas de aprimoramento, elementos essenciais para a
tomada de decisões estratégicas embasadas.
Adicionalmente, as plataformas de Customer Relationship Management (CRM)
desempenham um papel crucial na compreensão das interações com os
clientes. Ao coletar e analisar dados sobre comportamentos, preferências e
histórico de compras, as organizações conseguem ajustar suas estratégias de
vendas e marketing. Essas ferramentas digitais não se limitam à automação de
processos, economizando tempo e recursos, mas também contribuem para
aprimorar a experiência do cliente. Esse aprimoramento é essencial para a
fidelização do cliente e o sucesso a longo prazo nos negócios. Em síntese, as
ferramentas digitais para gestão de indicadores são não apenas instrumentos
tecnológicos, mas verdadeiros aliados estratégicos na busca pela eficiência
operacional e competitividade no mercado.
Para orientar a otimização dos processos logísticos, destacamos as principais
soluções tecnológicas disponíveis, incluindo softwares, sistemas e plataformas
digitais que se tornaram fundamentais para empresas em diversos segmentos.
A seguir, apresentamos as 10 ferramentas digitais essenciais, (Fonte: agiliza.ai,
2024):
● ERP (Enterprise Resource Planning): Aprimoramento de processos
internos e integração de atividades. Monitoramento de processos como
emissão de documentos e gestão de custos.
● CRM (Customer Relationship Management): Influência nas
estratégias de vendas e experiência do cliente.
● TMS (Transportation Management System): Indispensável para a
distribuição de produtos. Cadastro de transportadoras, controle de
fretes, monitoramento em tempo real.
● WMS (Warehouse Management System): Gerenciamento da logística
inbound e integração com o ERP. Eficiência na gestão de estoque e
otimização de armazenagem.
● Software de Gestão de Estoque: Ferramentas para redução de
produtos obsoletos e furtos.
● Software de Rastreamento de Carga: Identificação da localização em
tempo real e atualização de status.
● Marketplace de Cargas: Aprimoramento da capacidade produtiva da
frota nacional.
● As Plataforma digitais para Gestão logística: baseadas em nuvem
oferecem uma operação totalmente online, permitindo uma gestão
logística eficiente de qualquer lugar ea qualquer hora. algumas opções
incluem:
● Evernote: auxiliar na organização com recursos para registo de
anotações, ideias, lembretes, separação de arquivos em fichários e
registro de imagens.
● Scanbot: Permite o escaneamento de documentos por meio de
smartphones, convertendo imagens em arquivos JPEG ou PDF,
facilitando o envio para a nuvem.
● Quickoffice: Permite a edição de documentos, como planilhas e slides,
com integração ao Google Drive para facilitar o compartilhamento na
nuvem.
"Aprimore suas habilidades em gestão de
riscos com este livro essencial. Ideal para
estudantes e profissionais. Adquira já o seu
na Amazon e eleve seu conhecimento!"
Compre aqui! 🔗
Importância dos Indicadores de Desempenho Logístico
A compreensão da importância dos indicadores de desempenho logístico
é fundamental para a eficiência operacional de qualquer empresa. Esses
indicadores, como prazo de entrega, eficácia na distribuição e controle de
estoque, oferecem insights valiosos sobre a saúde geral dos processos
logísticos. Ao monitorar e analisar essas métricas, as organizações podem
identificar áreas de melhoria, otimizar operações e garantir a satisfação do
cliente. Portanto, os indicadores de desempenho logístico não apenas medem
o sucesso operacional, mas também orientam estratégias para aprimoramento
contínuo.
Os indicadore desempenham um papel vital, fornecendo informações cruciais
para gestor tomar decisões assertivas. ao monitorar Key Performance
Indicators (KPIs) com base em dados confiáveis, o administrador pode:
Identificar falhas e causas de quedas na qualidade:
● Aumentar a produtividade em setores específicos.
● Tomar decisões mais assertivas.
● Garantir a segurança dos dados.
● Proporcionar um nível superior de satisfação ao cliente.
● Fidelizar consumidores por meio de um padrão de qualidade no
atendimento.
Principais Indicadores de Desempenho Logístico
Os Principais Indicadores de Desempenho Logístico que podem
revolucionar a eficiência, a confiabilidade e a satisfação do cliente em seus
processos.
Prazos de Entrega: O indicador de "Prazos de Entrega" revela desafios no
atendimento de pedidos. Baixas pontuações indicam a necessidade de
atualizações no planejamento, sistema de ordens de serviço ou treinamento da
equipe.
On-Time e In-Full (OTIF): Este indicador mensura a eficiência da entrega ao
considerar tanto os prazos quanto à eficácia no atendimento, priorizando
entregas sem danos ao produto. Sua aplicação reflete diretamente na
qualidade do processo logístico, minimizando devoluções e trocas.
Custos de Transporte e Armazenagem: Essencial na era da logística 4.0,
este indicador analisa despesas em diversas etapas do processo logístico,
desde o processamento de pedidos até custos finais. Sua avaliação criteriosa
contribui para a redução de custos operacionais.
Perfect Order Rate: Focado na eficiência da cadeia de suprimentos, o Perfect
Order Rate examina pedidos desde o recebimento até a entrega, buscando
garantir que cada etapa ocorra sem incidentes. Uma cadeia eficiente resulta
em clientes mais satisfeitos e redução de devoluções.
Lead Time: Medindo o tempo total entre o pedido do cliente e a entrega do
produto, o Lead Time influencia diretamente na agilidade e satisfação do
cliente. Sua redução contribui para um serviço mais rápido e eficaz.
Order Cycle Time (OCT): Este indicador avalia o tempo de processamento de
um pedido, desde sua recepção até a expedição. Sua medição está
intrinsecamente ligada à eficiência do atendimento ao cliente, sendo
influenciada por fatores como disponibilidade de estoque e qualidade da
informação.
On-Time Delivery (OTD): O OTD representa o percentual de pedidos
entregues no prazo acordado com o cliente. Essencial para avaliar a
confiabilidade e pontualidade do serviço de entrega, contribuindo para a
satisfação do cliente.
Acuracidade do Inventário: Este indicador mede a precisão entre o estoque
físico e o registrado no sistema, evitando rupturas ou excessos de estoque e
garantindo um serviço ao cliente livre de contratempos.
Percentual de Notas de Transporte com Erro: Avaliando a qualidade das
informações fiscais em notas de transporte, como CT-e e NFS-e, este indicador
é crucial para evitar problemas fiscais, multas e retrabalhos.
Índice de Ocorrências: Medindo a frequência e gravidade de ocorrências que
afetam o transporte, como avarias, extravios e acidentes, este índice auxilia na
identificação de causas e na implementação de medidas preventivas ou
corretivas.
Percentual de Cargas Rastreáveis: Monitorando a capacidade da empresa
de rastrear e informar a localização e status das cargas em trânsito, contribui
para a segurança, pontualidade e satisfação do cliente.
Nível Médio de Estoque: Este indicador mede a quantidade média de
mercadorias armazenadas em um período determinado, indicando equilíbrio
entre demanda e oferta para evitar rupturas ou excessos de estoque.
Em resumo, a gestão eficaz desses indicadores de desempenho logístico
não apenas permite uma visão holística dos processos, mas também
impulsiona a eficiência operacional, proporcionando uma vantagem competitiva
no cenário empresarial moderno.
Ferramentas de Análise de Risco em Operações Empresariais:
Salvaguardando o Caminho para o Sucesso
A gestão empresarial eficiente requer não apenas o reconhecimento, mas
também a mitigação de riscos. Todos os processos organizacionais estão
suscetíveis a diversos tipos de riscos, desde operacionais até financeiros, e a
prevenção é a chave para garantir que esses riscos não se transformem em
realidades prejudiciais. Nesse contexto, as ferramentas de análise de risco
desempenham um papel vital, oferecendo metodologias e técnicas para avaliar
e controlar possíveis ameaças. Vamos explorar algumas dessas ferramentas
essenciais para a gestão de riscos em operações empresariais.
#CAIXA DE TEXTO#
#SUBTÍTULO#
Importância das Ferramentas de Análise de Risco:
#SUBTÍTULO#
#CAIXA DE TEXTO#
A gestão de riscos é uma parte integral do planejamento estratégico em
qualquer organização. Além de garantir a segurança no trabalho da equipe, o
gerenciamento de riscos visa proteger a empresa contra uma variedade de
ameaças, incluindo roubos, penalidades legais e prejuízos financeiros. A
segurança digital também é considerada, especialmente em um cenário onde
ameaças virtuais, como fraudes no e-commerce, podem impactar
significativamente as operações.
Quais são as ferramentas de Análise de Risco?
Ferramentas de análise de risco são metodologias e técnicas projetadas para
auxiliar profissionais responsáveis pelo gerenciamento de riscos a tomar
decisões informadas para mitigá-los. Essas ferramentas servem para avaliar a
probabilidade e gravidade dos riscos, evitando impactos negativos em pessoas,
equipamentos, processos, instalações e ativos da empresa. A gestão de riscos,
em última análise, visa garantir o sucesso dos projetos organizacionais,
minimizando as chances de que os riscos se materializem.
Dashboard Logístico: Desvendando a Inteligência dos Dados em
Processos Organizados
No dinâmico cenário empresarial contemporâneo, a gestão logística é um
elemento crucial para o sucesso de uma empresa. Os processos logísticos
geram uma quantidade massiva de dados diariamente, tornando essencial a
capacidade de transformar essas informações em insights acionáveis. É nesse
contexto que o dashboard logístico emerge como uma ferramenta poderosa,
oferecendo uma visão consolidada e visualmente acessível das operações
logísticas de uma empresa.
Neste artigo, exploraremos o que é um dashboard logístico, seus
indicadores-chave e os benefícios significativos que ele proporciona. Na era
digital, a gestão eficaz de indicadores e riscos logísticos demanda a adoção de
ferramentas tecnológicas avançadas. Conforme afirmou Christopher et al.
(2019), a aplicação inteligente dessas ferramentas impulsiona a eficiência
operacional e a tomada de decisões informadas na logística moderna."
Para adotar o dashboard logístico de maneira prática e eficiente, é
recomendável investir em um software logístico capaz de gerar painéis
automaticamente. Ferramentas como o sistema Comprovei, por exemplo,
alimentam o dashboard com dados em tempo real, oferecendo uma solução
integrada e eficaz para a gestão logística.
Ao discutir a relevância das ferramentas digitais na gestão de indicadores
logísticos e riscos associados, Lee (2020) destaca que a integração tecnológica
não apenas otimiza processos, mas também oferece uma abordagem proativa
para identificar e mitigar riscos em tempo real.
Em resumo, o dashboard logístico não é apenas uma ferramenta de
visualização de dados; é um aliado estratégico para empresas que buscam
otimizar suas operações, melhorar a eficiência e manter a competitividade no
mercado dinâmico de hoje.
O que é um Dashboard Logístico?
Um dashboard logístico é um painel que centraliza dados sobre as operações
logísticas de uma empresa, apresentando métricas e informações cruciais de
forma visualmente compreensível. Sua função primordial é transformar dados
brutos, provenientes de fontes como sistemas de gestão de entregas, em
métricas organizadas e de fácil interpretação. Esse processo permite que
gestores tomem decisões informadas, identifiquem padrões, antecipem
problemas e otimizem processos, contribuindo para uma gestão logística mais
eficiente.
ERP (Enterprise Resource Planning): Significa, Planejamento de Recursos
Empresariais. Função: Um ERP é um sistema integrado que visa consolidar
todas as operações internas de uma empresa em um único sistema.
CRM (Customer Relationship Management): Significa, Gestão de
Relacionamento com o Cliente. Função: O CRM é projetado para gerenciar as
interações e o relacionamento da empresa com os clientes.
TMS (Transportation Management System): Significa, Sistema de
Gerenciamento de Transporte. Função: Um TMS é específico para a gestão de
atividades relacionadas ao transporte e logística.
WMS (Warehouse Management System): Sistema de Gestão de Armazém,
responsável por controlar e otimizar todas as operações relacionadas ao
estoque em um armazém, desde recebimento até expedição.
Scanbot: Aplicativo que permite escanear documentos usando smartphones,
convertendo imagens em formatos como JPEG ou PDF, facilitando o envio para
a nuvem.
Quickoffice: Aplicativo que possibilita a edição de documentos, como planilhas
e slides, com integração ao Google Drive para compartilhamento na nuvem.
NOVOS DESAFIOS
Ao concluirmos esta jornada de aprendizado, quero destacar como as
informações que absorvemos estão intrinsecamente conectadas ao mundo
profissional que você, estudante, está prestes a explorar. O conhecimento
robusto que adquirimos sobre as ferramentas digitais para gestão de
indicadores e riscos em logística não é apenas teórico; é uma ferramenta
valiosa que você utilizará no seu futuro ambiente de trabalho.
Nos dias de hoje, as empresas estão buscando profissionais que entendam
não apenas a teoria, mas também saibam aplicar as ferramentas tecnológicas
disponíveis para melhorar os processos logísticos. Os indicadores de
desempenho logístico serão seus aliados nesse caminho, guiando suas
decisões e proporcionando eficácia nas operações. Ao integrar o conhecimento
teórico à prática, você estará se preparando para enfrentar desafios reais,
contribuindo diretamente para o sucesso das organizações.
Quando você entrar no ambiente profissional, perceberá que as habilidades
que adquiriu aqui vão além do entendimento teórico. Você estará apto a aplicar
estrategicamente as ferramentas digitais e utilizar indicadores de desempenho
logístico de maneira eficiente. Essas não são apenas habilidades, são
competências essenciais que permitirão que você não só gerencie operações
de forma eficaz, mas também apresenta soluções inovadoras para os desafios
logísticos modernos.
Em resumo, o conhecimento que compartilhamos aqui não é apenas para a
sala de aula, é para a sua futura carreira. Ao compreender a aplicabilidade
prática dessas ferramentas, você se torna um agente de mudança, contribuindo
para a evolução e eficiência no emocionante cenário da logística empresarial.
Espero que este aprendizado o capacite e inspire a alcançar grandes
conquistas em sua trajetória profissional.
“Acadêmicos, elevem suas habilidades
em gerenciamento! Confiram nosso
curso de Implantação de Gestão de
Riscos e se destaquem na área”.
Acessem agora!" 🔗
Referências
DIAS SANTOS , Roberto. 10 Ferramentas Digitais para o Setor Logístico.
Agiliza.aí. 2022. 1 p. Disponível em:
https://agiliza.ai/10-ferramentas-digitais-para-o-setor-logistico/. Acesso em: 19
jan. 2024.
DIAS SANTOS , Roberto. 12 indicadores de desempenho logístico para
você acompanhar. Equipe Totvs . 2023. 1 p. Disponível em:
https://www.totvs.com/blog/gestao-logistica/indicadores-de-desempenho-logistic
o/. Acesso em: 18 jan. 2024.
DIAS SANTOS , Roberto. Dashboard logístico: A inteligência dos dados em
um processo organizado. Comprovei By Nstech. 2023. 1 p. Disponível em:
https://comprovei.com/logistica/dashboard-logistico-a-inteligencia-dos-dados-e
m-um-processo-organizado/. dados. Acesso em: 18 jan. 2024.
TOTVS , Equipe. 12 indicadores de desempenho logístico para você
acompanhar. Equipe Totvs . 2023. 1 p. Disponível em:
https://www.totvs.com/blog/gestao-logistica/indicadores-de-desempenho-logistic
o/. Acesso em: 18 jan. 2024.
Questão 1:
Texto:
O menciona que o CRM (Customer Relationship Management) é projetado
para gerenciar as interações e o relacionamento da empresa com os clientes.
Comando:
Qual é a função do CRM (Customer Relationship Management) baseado no
contexto logístico do tema de aprendizagem?
a) Controle de custos operacionais.
b) Gerenciamento de relacionamento com o cliente.
c) Aprimoramento de processos internos.
d) Cadastro de transportadoras.
e) Monitoramento em tempo real.
Feedback:
Resposta Correta: B. Gerenciamento de relacionamento com o cliente. As
demais alternativas estão incorretas pois não contribui com a função de
gerenciamento de relacionamento com o cliente.
Questão 2:
Texto:
O indicador "Perfect Order Rate" examina pedidos desde o recebimento até a
entrega, buscando garantir que cada etapa ocorra sem incidentes.
Comando:
O que o indicador "Perfect Order Rate" busca avaliar?
a) Custos de Transporte e Armazenagem.
b) Acuracidade do Inventário.
c) On-Time e In-Full (OTIF).
d) Percentual de Cargas Rastreáveis.
e) Lead Time.
Feedback:
Resposta Correta: C On-Time e In-Full (OTIF). As demais estão incorretas
pois são outro indicadores de gerenciamento de risco na logística.
Questão 3:
Texto:
O dashboard logístico é uma ferramenta que oferece uma visão consolidada e
visualmente acessível das operações logísticas de uma empresa,
transformando dados brutos em métricas organizadas e de fácil interpretação.
Comando;
Qual é a principal função de um Dashboard Logístico?
a) Gerenciar interações com os clientes.
b) Aprimorar processos internos.
c) Transformar dados brutos em insights acionáveis.
d) Monitorar custos operacionais.
e) Cadastrar transportadoras.
Feedback:
Resposta Correta: C. Transformar dados brutos em insights acionáveis. logo
as demais questões estão incorretas, devido não mostrar dados suficientes
para colher valioso dados.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a FERRAMENTAS DIGITAIS PARA GESTÃO DE INDICADORES E RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf

[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...EloGroup
 
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...EloGroup
 
Gestão de resultados ga telecom
Gestão de resultados   ga telecomGestão de resultados   ga telecom
Gestão de resultados ga telecomAntonio Moreira
 
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21Claudio Seixas
 
Ebook Processos Poderosos de Negócios
Ebook Processos Poderosos de NegóciosEbook Processos Poderosos de Negócios
Ebook Processos Poderosos de NegóciosIdeia Consultoria
 
Logística Aula 10
Logística Aula 10Logística Aula 10
Logística Aula 10robsonnasc
 
Contabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo iContabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo iAriovaldo Silva
 
Mapeamento de processos
Mapeamento de processosMapeamento de processos
Mapeamento de processosFabio Baccoli
 
Apresentação 9In Solutions
Apresentação 9In SolutionsApresentação 9In Solutions
Apresentação 9In Solutions9In solutions
 
14987568107 coisas-software-gestao-projetos
14987568107 coisas-software-gestao-projetos14987568107 coisas-software-gestao-projetos
14987568107 coisas-software-gestao-projetosMagnolia Barbosa
 
03 pág cópia blog como executar o planejamento logístico operacional
03 pág  cópia blog como executar o planejamento logístico operacional03 pág  cópia blog como executar o planejamento logístico operacional
03 pág cópia blog como executar o planejamento logístico operacionaldelano chaves gurgel do amaral
 
BPM Day Rio de Janeiro_Case Globalsat
BPM Day Rio de Janeiro_Case GlobalsatBPM Day Rio de Janeiro_Case Globalsat
BPM Day Rio de Janeiro_Case GlobalsatDC-DinsmoreCompass
 
Modelagem De Processos
Modelagem De ProcessosModelagem De Processos
Modelagem De ProcessosOsmar Calado
 

Semelhante a FERRAMENTAS DIGITAIS PARA GESTÃO DE INDICADORES E RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf (20)

[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
 
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
[BPM DAY RJ 2013] Globosat – Negociação e desenvolvimento do conceito e da co...
 
Gestão de resultados ga telecom
Gestão de resultados   ga telecomGestão de resultados   ga telecom
Gestão de resultados ga telecom
 
Benchmarking e resultados
Benchmarking e resultadosBenchmarking e resultados
Benchmarking e resultados
 
Apresentação GRS-CONSULTORIA
Apresentação GRS-CONSULTORIAApresentação GRS-CONSULTORIA
Apresentação GRS-CONSULTORIA
 
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
Painel Inde sistemas-de-gestão-empresarial-2011-06-21
 
Managing-SOX.pdf
Managing-SOX.pdfManaging-SOX.pdf
Managing-SOX.pdf
 
11 slideshare a inteligência logística
11 slideshare  a inteligência  logística11 slideshare  a inteligência  logística
11 slideshare a inteligência logística
 
Ebook Processos Poderosos de Negócios
Ebook Processos Poderosos de NegóciosEbook Processos Poderosos de Negócios
Ebook Processos Poderosos de Negócios
 
Logística Aula 10
Logística Aula 10Logística Aula 10
Logística Aula 10
 
Contabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo iContabilidade gerencial capitulo i
Contabilidade gerencial capitulo i
 
Mapeamento de processos
Mapeamento de processosMapeamento de processos
Mapeamento de processos
 
Daniel R D Lopes - CV Português
Daniel R D Lopes - CV PortuguêsDaniel R D Lopes - CV Português
Daniel R D Lopes - CV Português
 
Tecnologia gerando valor para o Negocio
Tecnologia gerando valor para o NegocioTecnologia gerando valor para o Negocio
Tecnologia gerando valor para o Negocio
 
Transição ágil do SERPRO
Transição ágil do SERPROTransição ágil do SERPRO
Transição ágil do SERPRO
 
Apresentação 9In Solutions
Apresentação 9In SolutionsApresentação 9In Solutions
Apresentação 9In Solutions
 
14987568107 coisas-software-gestao-projetos
14987568107 coisas-software-gestao-projetos14987568107 coisas-software-gestao-projetos
14987568107 coisas-software-gestao-projetos
 
03 pág cópia blog como executar o planejamento logístico operacional
03 pág  cópia blog como executar o planejamento logístico operacional03 pág  cópia blog como executar o planejamento logístico operacional
03 pág cópia blog como executar o planejamento logístico operacional
 
BPM Day Rio de Janeiro_Case Globalsat
BPM Day Rio de Janeiro_Case GlobalsatBPM Day Rio de Janeiro_Case Globalsat
BPM Day Rio de Janeiro_Case Globalsat
 
Modelagem De Processos
Modelagem De ProcessosModelagem De Processos
Modelagem De Processos
 

Mais de megaacaipb

Monitoramento e Avaliação de Indicadores em Logística
Monitoramento e Avaliação de Indicadores em LogísticaMonitoramento e Avaliação de Indicadores em Logística
Monitoramento e Avaliação de Indicadores em Logísticamegaacaipb
 
PERFORMANCE INDICATORS
PERFORMANCE INDICATORSPERFORMANCE INDICATORS
PERFORMANCE INDICATORSmegaacaipb
 
INTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptx
INTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptxINTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptx
INTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptxmegaacaipb
 
Analise-de-Riscos-em-Logistica.pptx
Analise-de-Riscos-em-Logistica.pptxAnalise-de-Riscos-em-Logistica.pptx
Analise-de-Riscos-em-Logistica.pptxmegaacaipb
 
Medidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptx
Medidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptxMedidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptx
Medidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptxmegaacaipb
 
ANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf
ANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdfANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf
ANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdfmegaacaipb
 
APLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOS
APLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOSAPLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOS
APLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOSmegaacaipb
 
INTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOS
INTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOSINTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOS
INTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOSmegaacaipb
 

Mais de megaacaipb (8)

Monitoramento e Avaliação de Indicadores em Logística
Monitoramento e Avaliação de Indicadores em LogísticaMonitoramento e Avaliação de Indicadores em Logística
Monitoramento e Avaliação de Indicadores em Logística
 
PERFORMANCE INDICATORS
PERFORMANCE INDICATORSPERFORMANCE INDICATORS
PERFORMANCE INDICATORS
 
INTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptx
INTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptxINTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptx
INTRODUÇÃO A MENSURAÇÃO DE INDICADORES LOGISTICOS.pptx
 
Analise-de-Riscos-em-Logistica.pptx
Analise-de-Riscos-em-Logistica.pptxAnalise-de-Riscos-em-Logistica.pptx
Analise-de-Riscos-em-Logistica.pptx
 
Medidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptx
Medidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptxMedidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptx
Medidas-preventivas-e-corretivas-para-reducao-de-riscos-em-logistica.pptx
 
ANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf
ANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdfANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf
ANÁLISE DE RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf
 
APLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOS
APLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOSAPLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOS
APLICAÇÃO DE INDICADORES DE RISCOS EM CADEIAS DE SUPRIMENTOS
 
INTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOS
INTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOSINTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOS
INTRODUÇÃO EM GERENCIAMENTO DE RISCOS
 

Último

Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergBrenda Fritz
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 

Último (20)

Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 

FERRAMENTAS DIGITAIS PARA GESTÃO DE INDICADORES E RISCOS EM LOGÍSTICA.docx.pdf

  • 1. FERRAMENTAS DIGITAIS PARA GESTÃO DE INDICADORES E RISCOS EM LOGÍSTICA Minhas metas: - Introdução à Transformação Digital na Logística: - Principais Ferramentas Tecnológicas para Otimização de Processos. - Plataformas Digitais Baseadas em Nuvem para Gestão Logística. - Indicadores de Desempenho Logístico. - Ferramentas de Análise de Risco em Operações Empresariais. - Dashboard Logístico e seus Indicadores-Chave. - Aplicações Práticas e Tendências Futuras na Logística Digital.
  • 2. "Transforme seu futuro financeiro! Aprenda a investir em Fundos de Investimento Imobiliários com nosso curso detalhado. Comece agora e torne-se um investidor experiente!" Click aqui 🔗 INICIE SUA JORNADA No ambiente empresarial contemporâneo, a logística desempenha um papel crucial, sendo vital compreender e incorporar as ferramentas digitais que impulsionam essa área em constante transformação. Para os profissionais em ascensão na carreira logística, a questão central é como navegar eficientemente nesse cenário complexo, capitalizando as oportunidades proporcionadas pela revolução digital. A problematização inicial nos leva a refletir sobre os desafios enfrentados pelos profissionais logísticos e como as ferramentas digitais podem ser aliadas estratégicas nesse contexto. O cenário demanda uma abordagem tecnológica para otimizar processos e mitigar riscos. A verdadeira compreensão desse tema está na significação atribuída às ferramentas digitais. Elas vão além de simples recursos tecnológicos, representando verdadeiros pilares para a excelência na entrega de serviços logísticos. A experimentação prática é a etapa crucial desse processo de aprendizagem. A teoria se encontra com a prática quando os estudantes interagem diretamente com ferramentas como ERP, CRM, TMS e plataformas em nuvem. A aplicação prática desses softwares em ambientes reais ou simulados proporciona uma compreensão mais profunda de suas funcionalidades e impactos na resolução de desafios logísticos cotidianos.
  • 3. A reflexão subsequente torna-se essencial. Após a experimentação, os profissionais em formação precisam refletir sobre suas experiências, avaliando não apenas o desempenho das ferramentas, mas também sua adequação aos objetivos estratégicos da empresa. Essa análise crítica é fundamental para ajustes, identificação de benefícios tangíveis e extração de lições valiosas, consolidando não apenas o conhecimento prático, mas também uma visão estratégica da aplicação das ferramentas digitais na gestão logística. Portanto, esse ciclo de aprendizado, que começa com a problematização, passa pela significação, experimentação e reflexão, prepara os futuros profissionais da logística para enfrentar os desafios complexos da era digital. Ao integrar as ferramentas digitais de maneira estratégica, esses profissionais estarão mais bem equipados para impulsionar a eficiência operacional e conduzir as empresas logísticas rumo ao sucesso nesse novo paradigma empresarial. VAMOS RECORDAR (Obrigatório) Em busca de aprimorar seu entendimento sobre as "Ferramentas Digitais para Gestão de Indicadores e Riscos em Logística"? Não perca a oportunidade de assistir ao nosso vídeo exclusivo no YouTube. Este conteúdo oferece uma abordagem visual e dinâmica para complementar seus estudos, proporcionando uma compreensão mais aprofundada e prática. Ao acessar o link do vídeo. L082 - APLICANDO MELHORES PRÁTICAS NA GESTÃO LOGÍSTICA
  • 4. DESENVOLVA SEU POTENCIAL FERRAMENTAS DIGITAIS PARA GESTÃO DE INDICADORES Vivenciamos uma revolução impulsionada por ferramentas digitais que desempenham um papel fundamental na gestão eficaz de indicadores. Nesse cenário, os sistemas de Enterprise Resource Planning (ERP) se destacam como uma abordagem integrada, permitindo que as organizações centralizem dados de diferentes áreas, como finanças, operações e recursos humanos. Essa integração proporciona uma visão holística, facilitando a identificação de padrões, tendências e áreas de aprimoramento, elementos essenciais para a tomada de decisões estratégicas embasadas. Adicionalmente, as plataformas de Customer Relationship Management (CRM) desempenham um papel crucial na compreensão das interações com os clientes. Ao coletar e analisar dados sobre comportamentos, preferências e histórico de compras, as organizações conseguem ajustar suas estratégias de
  • 5. vendas e marketing. Essas ferramentas digitais não se limitam à automação de processos, economizando tempo e recursos, mas também contribuem para aprimorar a experiência do cliente. Esse aprimoramento é essencial para a fidelização do cliente e o sucesso a longo prazo nos negócios. Em síntese, as ferramentas digitais para gestão de indicadores são não apenas instrumentos tecnológicos, mas verdadeiros aliados estratégicos na busca pela eficiência operacional e competitividade no mercado. Para orientar a otimização dos processos logísticos, destacamos as principais soluções tecnológicas disponíveis, incluindo softwares, sistemas e plataformas digitais que se tornaram fundamentais para empresas em diversos segmentos. A seguir, apresentamos as 10 ferramentas digitais essenciais, (Fonte: agiliza.ai, 2024): ● ERP (Enterprise Resource Planning): Aprimoramento de processos internos e integração de atividades. Monitoramento de processos como emissão de documentos e gestão de custos. ● CRM (Customer Relationship Management): Influência nas estratégias de vendas e experiência do cliente. ● TMS (Transportation Management System): Indispensável para a distribuição de produtos. Cadastro de transportadoras, controle de fretes, monitoramento em tempo real. ● WMS (Warehouse Management System): Gerenciamento da logística inbound e integração com o ERP. Eficiência na gestão de estoque e otimização de armazenagem. ● Software de Gestão de Estoque: Ferramentas para redução de produtos obsoletos e furtos. ● Software de Rastreamento de Carga: Identificação da localização em tempo real e atualização de status. ● Marketplace de Cargas: Aprimoramento da capacidade produtiva da frota nacional. ● As Plataforma digitais para Gestão logística: baseadas em nuvem oferecem uma operação totalmente online, permitindo uma gestão
  • 6. logística eficiente de qualquer lugar ea qualquer hora. algumas opções incluem: ● Evernote: auxiliar na organização com recursos para registo de anotações, ideias, lembretes, separação de arquivos em fichários e registro de imagens. ● Scanbot: Permite o escaneamento de documentos por meio de smartphones, convertendo imagens em arquivos JPEG ou PDF, facilitando o envio para a nuvem. ● Quickoffice: Permite a edição de documentos, como planilhas e slides, com integração ao Google Drive para facilitar o compartilhamento na nuvem.
  • 7. "Aprimore suas habilidades em gestão de riscos com este livro essencial. Ideal para estudantes e profissionais. Adquira já o seu na Amazon e eleve seu conhecimento!" Compre aqui! 🔗 Importância dos Indicadores de Desempenho Logístico A compreensão da importância dos indicadores de desempenho logístico é fundamental para a eficiência operacional de qualquer empresa. Esses indicadores, como prazo de entrega, eficácia na distribuição e controle de estoque, oferecem insights valiosos sobre a saúde geral dos processos logísticos. Ao monitorar e analisar essas métricas, as organizações podem identificar áreas de melhoria, otimizar operações e garantir a satisfação do cliente. Portanto, os indicadores de desempenho logístico não apenas medem o sucesso operacional, mas também orientam estratégias para aprimoramento contínuo. Os indicadore desempenham um papel vital, fornecendo informações cruciais para gestor tomar decisões assertivas. ao monitorar Key Performance Indicators (KPIs) com base em dados confiáveis, o administrador pode: Identificar falhas e causas de quedas na qualidade: ● Aumentar a produtividade em setores específicos. ● Tomar decisões mais assertivas. ● Garantir a segurança dos dados. ● Proporcionar um nível superior de satisfação ao cliente.
  • 8. ● Fidelizar consumidores por meio de um padrão de qualidade no atendimento. Principais Indicadores de Desempenho Logístico Os Principais Indicadores de Desempenho Logístico que podem revolucionar a eficiência, a confiabilidade e a satisfação do cliente em seus processos. Prazos de Entrega: O indicador de "Prazos de Entrega" revela desafios no atendimento de pedidos. Baixas pontuações indicam a necessidade de atualizações no planejamento, sistema de ordens de serviço ou treinamento da equipe. On-Time e In-Full (OTIF): Este indicador mensura a eficiência da entrega ao considerar tanto os prazos quanto à eficácia no atendimento, priorizando entregas sem danos ao produto. Sua aplicação reflete diretamente na qualidade do processo logístico, minimizando devoluções e trocas.
  • 9. Custos de Transporte e Armazenagem: Essencial na era da logística 4.0, este indicador analisa despesas em diversas etapas do processo logístico, desde o processamento de pedidos até custos finais. Sua avaliação criteriosa contribui para a redução de custos operacionais. Perfect Order Rate: Focado na eficiência da cadeia de suprimentos, o Perfect Order Rate examina pedidos desde o recebimento até a entrega, buscando garantir que cada etapa ocorra sem incidentes. Uma cadeia eficiente resulta em clientes mais satisfeitos e redução de devoluções. Lead Time: Medindo o tempo total entre o pedido do cliente e a entrega do produto, o Lead Time influencia diretamente na agilidade e satisfação do cliente. Sua redução contribui para um serviço mais rápido e eficaz. Order Cycle Time (OCT): Este indicador avalia o tempo de processamento de um pedido, desde sua recepção até a expedição. Sua medição está intrinsecamente ligada à eficiência do atendimento ao cliente, sendo influenciada por fatores como disponibilidade de estoque e qualidade da informação. On-Time Delivery (OTD): O OTD representa o percentual de pedidos entregues no prazo acordado com o cliente. Essencial para avaliar a confiabilidade e pontualidade do serviço de entrega, contribuindo para a satisfação do cliente. Acuracidade do Inventário: Este indicador mede a precisão entre o estoque físico e o registrado no sistema, evitando rupturas ou excessos de estoque e garantindo um serviço ao cliente livre de contratempos. Percentual de Notas de Transporte com Erro: Avaliando a qualidade das informações fiscais em notas de transporte, como CT-e e NFS-e, este indicador é crucial para evitar problemas fiscais, multas e retrabalhos. Índice de Ocorrências: Medindo a frequência e gravidade de ocorrências que afetam o transporte, como avarias, extravios e acidentes, este índice auxilia na
  • 10. identificação de causas e na implementação de medidas preventivas ou corretivas. Percentual de Cargas Rastreáveis: Monitorando a capacidade da empresa de rastrear e informar a localização e status das cargas em trânsito, contribui para a segurança, pontualidade e satisfação do cliente. Nível Médio de Estoque: Este indicador mede a quantidade média de mercadorias armazenadas em um período determinado, indicando equilíbrio entre demanda e oferta para evitar rupturas ou excessos de estoque. Em resumo, a gestão eficaz desses indicadores de desempenho logístico não apenas permite uma visão holística dos processos, mas também impulsiona a eficiência operacional, proporcionando uma vantagem competitiva no cenário empresarial moderno. Ferramentas de Análise de Risco em Operações Empresariais: Salvaguardando o Caminho para o Sucesso A gestão empresarial eficiente requer não apenas o reconhecimento, mas também a mitigação de riscos. Todos os processos organizacionais estão suscetíveis a diversos tipos de riscos, desde operacionais até financeiros, e a prevenção é a chave para garantir que esses riscos não se transformem em realidades prejudiciais. Nesse contexto, as ferramentas de análise de risco desempenham um papel vital, oferecendo metodologias e técnicas para avaliar e controlar possíveis ameaças. Vamos explorar algumas dessas ferramentas essenciais para a gestão de riscos em operações empresariais. #CAIXA DE TEXTO# #SUBTÍTULO# Importância das Ferramentas de Análise de Risco: #SUBTÍTULO#
  • 11. #CAIXA DE TEXTO# A gestão de riscos é uma parte integral do planejamento estratégico em qualquer organização. Além de garantir a segurança no trabalho da equipe, o gerenciamento de riscos visa proteger a empresa contra uma variedade de ameaças, incluindo roubos, penalidades legais e prejuízos financeiros. A segurança digital também é considerada, especialmente em um cenário onde ameaças virtuais, como fraudes no e-commerce, podem impactar significativamente as operações. Quais são as ferramentas de Análise de Risco? Ferramentas de análise de risco são metodologias e técnicas projetadas para auxiliar profissionais responsáveis pelo gerenciamento de riscos a tomar decisões informadas para mitigá-los. Essas ferramentas servem para avaliar a probabilidade e gravidade dos riscos, evitando impactos negativos em pessoas, equipamentos, processos, instalações e ativos da empresa. A gestão de riscos, em última análise, visa garantir o sucesso dos projetos organizacionais, minimizando as chances de que os riscos se materializem. Dashboard Logístico: Desvendando a Inteligência dos Dados em Processos Organizados No dinâmico cenário empresarial contemporâneo, a gestão logística é um elemento crucial para o sucesso de uma empresa. Os processos logísticos geram uma quantidade massiva de dados diariamente, tornando essencial a capacidade de transformar essas informações em insights acionáveis. É nesse contexto que o dashboard logístico emerge como uma ferramenta poderosa, oferecendo uma visão consolidada e visualmente acessível das operações logísticas de uma empresa.
  • 12. Neste artigo, exploraremos o que é um dashboard logístico, seus indicadores-chave e os benefícios significativos que ele proporciona. Na era digital, a gestão eficaz de indicadores e riscos logísticos demanda a adoção de ferramentas tecnológicas avançadas. Conforme afirmou Christopher et al. (2019), a aplicação inteligente dessas ferramentas impulsiona a eficiência operacional e a tomada de decisões informadas na logística moderna." Para adotar o dashboard logístico de maneira prática e eficiente, é recomendável investir em um software logístico capaz de gerar painéis automaticamente. Ferramentas como o sistema Comprovei, por exemplo, alimentam o dashboard com dados em tempo real, oferecendo uma solução integrada e eficaz para a gestão logística. Ao discutir a relevância das ferramentas digitais na gestão de indicadores logísticos e riscos associados, Lee (2020) destaca que a integração tecnológica não apenas otimiza processos, mas também oferece uma abordagem proativa para identificar e mitigar riscos em tempo real. Em resumo, o dashboard logístico não é apenas uma ferramenta de visualização de dados; é um aliado estratégico para empresas que buscam otimizar suas operações, melhorar a eficiência e manter a competitividade no mercado dinâmico de hoje. O que é um Dashboard Logístico? Um dashboard logístico é um painel que centraliza dados sobre as operações logísticas de uma empresa, apresentando métricas e informações cruciais de forma visualmente compreensível. Sua função primordial é transformar dados brutos, provenientes de fontes como sistemas de gestão de entregas, em métricas organizadas e de fácil interpretação. Esse processo permite que gestores tomem decisões informadas, identifiquem padrões, antecipem problemas e otimizem processos, contribuindo para uma gestão logística mais eficiente.
  • 13. ERP (Enterprise Resource Planning): Significa, Planejamento de Recursos Empresariais. Função: Um ERP é um sistema integrado que visa consolidar todas as operações internas de uma empresa em um único sistema. CRM (Customer Relationship Management): Significa, Gestão de Relacionamento com o Cliente. Função: O CRM é projetado para gerenciar as interações e o relacionamento da empresa com os clientes. TMS (Transportation Management System): Significa, Sistema de Gerenciamento de Transporte. Função: Um TMS é específico para a gestão de atividades relacionadas ao transporte e logística. WMS (Warehouse Management System): Sistema de Gestão de Armazém, responsável por controlar e otimizar todas as operações relacionadas ao estoque em um armazém, desde recebimento até expedição. Scanbot: Aplicativo que permite escanear documentos usando smartphones, convertendo imagens em formatos como JPEG ou PDF, facilitando o envio para a nuvem. Quickoffice: Aplicativo que possibilita a edição de documentos, como planilhas e slides, com integração ao Google Drive para compartilhamento na nuvem. NOVOS DESAFIOS
  • 14. Ao concluirmos esta jornada de aprendizado, quero destacar como as informações que absorvemos estão intrinsecamente conectadas ao mundo profissional que você, estudante, está prestes a explorar. O conhecimento robusto que adquirimos sobre as ferramentas digitais para gestão de indicadores e riscos em logística não é apenas teórico; é uma ferramenta valiosa que você utilizará no seu futuro ambiente de trabalho. Nos dias de hoje, as empresas estão buscando profissionais que entendam não apenas a teoria, mas também saibam aplicar as ferramentas tecnológicas disponíveis para melhorar os processos logísticos. Os indicadores de desempenho logístico serão seus aliados nesse caminho, guiando suas decisões e proporcionando eficácia nas operações. Ao integrar o conhecimento teórico à prática, você estará se preparando para enfrentar desafios reais, contribuindo diretamente para o sucesso das organizações. Quando você entrar no ambiente profissional, perceberá que as habilidades que adquiriu aqui vão além do entendimento teórico. Você estará apto a aplicar estrategicamente as ferramentas digitais e utilizar indicadores de desempenho
  • 15. logístico de maneira eficiente. Essas não são apenas habilidades, são competências essenciais que permitirão que você não só gerencie operações de forma eficaz, mas também apresenta soluções inovadoras para os desafios logísticos modernos. Em resumo, o conhecimento que compartilhamos aqui não é apenas para a sala de aula, é para a sua futura carreira. Ao compreender a aplicabilidade prática dessas ferramentas, você se torna um agente de mudança, contribuindo para a evolução e eficiência no emocionante cenário da logística empresarial. Espero que este aprendizado o capacite e inspire a alcançar grandes conquistas em sua trajetória profissional. “Acadêmicos, elevem suas habilidades em gerenciamento! Confiram nosso curso de Implantação de Gestão de Riscos e se destaquem na área”. Acessem agora!" 🔗
  • 16. Referências DIAS SANTOS , Roberto. 10 Ferramentas Digitais para o Setor Logístico. Agiliza.aí. 2022. 1 p. Disponível em: https://agiliza.ai/10-ferramentas-digitais-para-o-setor-logistico/. Acesso em: 19 jan. 2024. DIAS SANTOS , Roberto. 12 indicadores de desempenho logístico para você acompanhar. Equipe Totvs . 2023. 1 p. Disponível em: https://www.totvs.com/blog/gestao-logistica/indicadores-de-desempenho-logistic o/. Acesso em: 18 jan. 2024. DIAS SANTOS , Roberto. Dashboard logístico: A inteligência dos dados em um processo organizado. Comprovei By Nstech. 2023. 1 p. Disponível em: https://comprovei.com/logistica/dashboard-logistico-a-inteligencia-dos-dados-e m-um-processo-organizado/. dados. Acesso em: 18 jan. 2024. TOTVS , Equipe. 12 indicadores de desempenho logístico para você acompanhar. Equipe Totvs . 2023. 1 p. Disponível em: https://www.totvs.com/blog/gestao-logistica/indicadores-de-desempenho-logistic o/. Acesso em: 18 jan. 2024. Questão 1: Texto:
  • 17. O menciona que o CRM (Customer Relationship Management) é projetado para gerenciar as interações e o relacionamento da empresa com os clientes. Comando: Qual é a função do CRM (Customer Relationship Management) baseado no contexto logístico do tema de aprendizagem? a) Controle de custos operacionais. b) Gerenciamento de relacionamento com o cliente. c) Aprimoramento de processos internos. d) Cadastro de transportadoras. e) Monitoramento em tempo real. Feedback: Resposta Correta: B. Gerenciamento de relacionamento com o cliente. As demais alternativas estão incorretas pois não contribui com a função de gerenciamento de relacionamento com o cliente. Questão 2: Texto: O indicador "Perfect Order Rate" examina pedidos desde o recebimento até a entrega, buscando garantir que cada etapa ocorra sem incidentes. Comando: O que o indicador "Perfect Order Rate" busca avaliar? a) Custos de Transporte e Armazenagem. b) Acuracidade do Inventário. c) On-Time e In-Full (OTIF). d) Percentual de Cargas Rastreáveis. e) Lead Time.
  • 18. Feedback: Resposta Correta: C On-Time e In-Full (OTIF). As demais estão incorretas pois são outro indicadores de gerenciamento de risco na logística. Questão 3: Texto: O dashboard logístico é uma ferramenta que oferece uma visão consolidada e visualmente acessível das operações logísticas de uma empresa, transformando dados brutos em métricas organizadas e de fácil interpretação. Comando; Qual é a principal função de um Dashboard Logístico? a) Gerenciar interações com os clientes. b) Aprimorar processos internos. c) Transformar dados brutos em insights acionáveis. d) Monitorar custos operacionais. e) Cadastrar transportadoras. Feedback:
  • 19. Resposta Correta: C. Transformar dados brutos em insights acionáveis. logo as demais questões estão incorretas, devido não mostrar dados suficientes para colher valioso dados.