SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
1
Nome: Daniela Correia de Almeida
Turma:12ºI
Professora: Fátima Fonseca
Ano:2015/2016
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
2
Capa……………………………………………………………1
Índice…………………………………………………………...2
Introdução……………………………………………………..3
Biografia………………………………………………………..4Heterónimos
de Fernando Pessoa……………………..5-8
Conclusão……………………………………………………..9
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
3
Este trabalho tem como tema “Fernando Pessoa e Heterónimos de Fernando
Pessoa.”
A escolha deste tema resulta a pedido da professora de Língua Portuguesa para
conhecer e explorar os diversos aspectos da vida de Fernando Pessoa,
aprofundando os conhecimentos iniciais apresentados na aula sobre o mesmo.
Com esta pesquisa, desejamos atingir os seguintes objectivos:
-conhecer melhor Fernando Pessoa;
-conhecer os seus heterónimos;
Tendo em atenção este objectivo, o trabalho divide-se em duas partes.
Na primeira, vou falar um pouco sobre Fernando Pessoa e sobre a vida dele, o
que ele fez, os estudos dele, os pais dele, a relação dele. A segunda parte
aborda os seus heterónimos, uma pequena informação de cada um.
Vejamos então a informação pesquisada e os resultados obtidos.
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
4
Fernando António Nogueira Pessoa foi um grande poeta, ficcionista,
dramaturgo, filósofo, prosador português que viveu entre os séculos XIX e XX.
Nasceu a 13 de Junho, numa casa do Largo de São Carlos, em Lisboa.
Pessoa era um poeta introvertido, meditativo, anti-sentimental, sensível, não
acreditava em Deus e, que reflectia as inquietações e estranhezas que
questionam os limites da realidade da sua existência e do mundo.
Aos cinco anos morreu-lhe o pai, vítima de tuberculose e, no ano seguinte, o
seu irmão. Devido ao segundo casamento da mãe, em 1896, com o cônsul
português em Durban, na África do Sul, viveu nesse país entre 1895 e 1905,
onde seguiu os estudos secundários. Frequentou ainda, durante um ano, a
escola comercial e a Universidade do Cabo.
Em 1905 regressou definitivamente a Lisboa, frequentou por um período breve
(1906-1907), o Curso Superior de Letras. A partir de 1908, dedicou-se à
tradução de correspondência estrangeira de várias casas comerciais e, nos seus
tempos livres dedicava-se à escrita e ao estudo de Filosofia (grega e alemã),
ciências humanas e políticas, teosofia e literatura moderna.
Em 1920, ano em que a mãe, viúva, regressou a Portugal com os irmãos e em
que Fernando Pessoa foi viver de novo com a família, iniciou uma relação
sentimental com Ophélia Queiroz.
Este namoro, parece ter conseguido que Pessoa deixasse, por momentos, o
isolamento e descobrisse a sua capacidade de viver uma verdadeira relação
afectiva. Como Fernando Pessoa não confiava na sinceridade da amada,
terminou a relação em 1929, a qual foi testemunhada pelas cartas de amor de
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
5
Pessoa, emitidas em 1978. Em 1925, ocorreu a morte da mãe. Fernando Pessoa
morreu uma década depois, a 30 de Novembro de 1935, de uma cólica
hepática, causada provavelmente pelo consumo excessivo de álcool. Fernando
Pessoa segue, formalmente, os modelos da poesia tradicional Portuguesa, em
textos de grande suavidade rítmica e musical. Devido à grande importância
deste escritor, existe actualmente em Lisboa, na última morada do autor, a Casa
de Fernando Pessoa.
Através dos seus heterónimos, Pessoa ortónimo questiona o conceito metafísico
da tradição romântica da unidade do sujeito e da sinceridade da expressão da
sua emotividade, através da linguagem. Em cada heterónimo, Fernando Pessoa
dá a conhecer várias emoções e perspectivas sobre os sentimentos, emoções e
desejos, e é a espécie da representação irónica da sua inteligência. Concebidos
como individualidades distintas do autor, este criou-lhes uma biografia e até um
horóscopo próprio. Em 1914 surge o aparecimento dos seus três principais
heterónimos, eles são Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos.
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
6
Alberto Caeiro
 Data de Nascimento: 1885, em Lisboa.
 Local de Residência: Viveu maior parte da sua vida numa Quinta do
Ribatejo.
 Profissão: Não exercia qualquer profissão, o que faz com que fosse
pouco instruído, isto nota-se nos seus poemas por escrever mal o
Português.
 Data de Falecimento: 1915 É o “mestre” dos outros, até do próprio
Fernando Pessoa. Caeiro tinha uma visão instintiva e ingénua da
natureza, procurando assim viver a exterioridade das sensações e
recusando a metafísica.
 Poema: Não Tenho Pressa
Não tenho pressa. Pressa de quê?
Não têm pressa o sol e a lua: estão certos.
Ter pressa é crer que a gente passa adiante das pernas,
Ou que, dando um pulo, salta por cima da sombra.
Não; não sei ter pressa.
Se estendo o braço, chego exactamente aonde o meu braço chega -
Nem um centímetro mais longe.
Toco só onde toco, não aonde penso.
Só me posso sentar aonde estou.
E isto faz rir como todas as verdades absolutamente verdadeiras,
Mas o que faz rir a valer é que nós pensamos sempre noutra coisa,
E vivemos vadios da nossa realidade.
E estamos sempre fora dela porque estamos aqui.
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
7
Ricardo Reis
 Data de nascimento: 1887, no Porto.
 Profissão: Médico, mas no entanto não exercia. Foi educado no colégio
de jesuítas, recebeu uma educação clássica (latina). Era um pagão
intelectual, lúcido e consciente.
 Poema: Amo o que Vejo
Amo o que vejo porque deixarei
Qualquer dia de o ver.
Amo-o também porque é.
No plácido intervalo em que me sinto,
Do amar, mais que ser,
Amo o haver tudo e a mim.
Melhor me não dariam, se voltassem,
Os primitivos deuses,
Que também, nada sabem.
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
8
Álvaro de Campos
 Data de nascimento: 1890, em Tavira.
 Profissão: Engenheiro mecânico e naval Local de residência: Lisboa. Era
um homem muito viajado. De entre outros, de menor importância,
destaca-se ainda o semi-heterónimo Bernardo Soares, ajudante de
guarda-livros que sempre viveu sozinho em Lisboa e revela, no seu Livro
do Desassossego, uma lucidez extrema na análise e na capacidade de
exploração da alma humana.
 Poema: A Praça
A praça da Figueira de manhã,
Quando o dia é de sol (como acontece Sempre em Lisboa),
nunca em mim esquece, Embora seja uma memória vã.
Há tanta coisa mais interessante
Que aquele lugar lógico e plebeu,
Mas amo aquilo, mesmo aqui...
Sei eu Por que o amo? Não importa.
Adiante... Isto de sensações só vale a pena
Se a gente se não põe a olhar para elas.
Nenhuma delas em mim serenas...
De resto, nada em mim é certo e está
De acordo comigo próprio. As horas belas
São as dos outros ou as que não há.
Escola Secundária Manuel Cargaleiro
Curso Profissional Técnico de Multimédia
Língua Portuguesa
9
A realização deste trabalho permitiu-nos chegar às seguintes conclusões:
 Fernando Pessoa foi um grande poeta, ficcionista, dramaturgo, filósofo,
prosador português.
 Pessoa era um poeta introvertido, meditativo, anti-sentimental, sensível,
não acreditava em Deus, reflectia as inquietações e estranhezas que
questionam os limites da realidade da sua existência e do mundo.
 Teve uma relação com Ophélia Queiroz, mas infelizmente não foi “bem
realizada”.
 Através dos seus heterónimos, Pessoa questiona o conceito metafísico da
tradição romântica da unidade do sujeito e da sinceridade da expressão
da sua emotividade, através da linguagem. Em cada heterónimo, Pessoa
dá a conhecer várias emoções e perspectivas sobre os sentimentos,
emoções e desejos, e é a espécie da representação irónica da sua
inteligência.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Carolina Loçasso Pereira
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Maria da Paz
 
F.Pessoa
F.PessoaF.Pessoa
F.Pessoa
Razze
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Colégio Santa Luzia
 
Tr...pesquisa
Tr...pesquisaTr...pesquisa
Tr...pesquisa
Elisa Dias
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
nanasimao
 
Fernando Pessoa
Fernando  PessoaFernando  Pessoa
Fernando Pessoa
guest3b6ed8
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Paula Oliveira Cruz
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
guest68b877
 
Fernando pessoa (portugues)
Fernando pessoa (portugues)Fernando pessoa (portugues)
Fernando pessoa (portugues)
beatriz tavares
 
Fernando Pessoa 1888 A 1935
Fernando Pessoa   1888 A 1935Fernando Pessoa   1888 A 1935
Fernando Pessoa 1888 A 1935
guestcb6e5a
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
Ana Tapadas
 
Fernando Pessoa
Fernando Pessoa Fernando Pessoa
Fernando pessoa carateristicas heteronimos
Fernando pessoa carateristicas heteronimosFernando pessoa carateristicas heteronimos
Fernando pessoa carateristicas heteronimos
Daniela Costa
 
Fernando Pessoa - Dia Triunfal
Fernando Pessoa - Dia TriunfalFernando Pessoa - Dia Triunfal
Fernando Pessoa - Dia Triunfal
Maria Pereira
 
Entrevista a Fernando Pessoa
Entrevista a Fernando Pessoa Entrevista a Fernando Pessoa
Entrevista a Fernando Pessoa
bedjoaoii
 
Biografia de Fernando Pessoa
Biografia de Fernando PessoaBiografia de Fernando Pessoa
Biografia de Fernando Pessoa
Maria
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Josi Motta
 
Bernardo soares
Bernardo soaresBernardo soares
Bernardo soares
Lucas Queiroz
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Bruno Soares
 

Mais procurados (20)

Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
F.Pessoa
F.PessoaF.Pessoa
F.Pessoa
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Tr...pesquisa
Tr...pesquisaTr...pesquisa
Tr...pesquisa
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Fernando Pessoa
Fernando  PessoaFernando  Pessoa
Fernando Pessoa
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Fernando pessoa (portugues)
Fernando pessoa (portugues)Fernando pessoa (portugues)
Fernando pessoa (portugues)
 
Fernando Pessoa 1888 A 1935
Fernando Pessoa   1888 A 1935Fernando Pessoa   1888 A 1935
Fernando Pessoa 1888 A 1935
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Fernando Pessoa
Fernando Pessoa Fernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Fernando pessoa carateristicas heteronimos
Fernando pessoa carateristicas heteronimosFernando pessoa carateristicas heteronimos
Fernando pessoa carateristicas heteronimos
 
Fernando Pessoa - Dia Triunfal
Fernando Pessoa - Dia TriunfalFernando Pessoa - Dia Triunfal
Fernando Pessoa - Dia Triunfal
 
Entrevista a Fernando Pessoa
Entrevista a Fernando Pessoa Entrevista a Fernando Pessoa
Entrevista a Fernando Pessoa
 
Biografia de Fernando Pessoa
Biografia de Fernando PessoaBiografia de Fernando Pessoa
Biografia de Fernando Pessoa
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Bernardo soares
Bernardo soaresBernardo soares
Bernardo soares
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 

Semelhante a Fernando Pessoa

Fernandoppppppp ..
Fernandoppppppp ..Fernandoppppppp ..
Fernandoppppppp ..
Ana Tapadas
 
Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013
Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013
Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013
Alessandra Zuliani
 
Fernando Pessoa e os seus Heterónimos
Fernando Pessoa e os seus HeterónimosFernando Pessoa e os seus Heterónimos
Fernando Pessoa e os seus Heterónimos
guest432a8f
 
Fernando Pessoa e seus heterónimos
Fernando Pessoa e seus heterónimosFernando Pessoa e seus heterónimos
Fernando Pessoa e seus heterónimos
guest40b640
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
vanda300
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
vanda300
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
vanda300
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
vanda300
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
vanda300
 
Fernandopessoa1
Fernandopessoa1 Fernandopessoa1
Fernandopessoa1
satense
 
Pessoa
PessoaPessoa
Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
Rosário Cunha
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Alexandra Canané
 
Antologia Poética
Antologia PoéticaAntologia Poética
Antologia Poética
Francisco Simões
 
Síntese fp
Síntese fpSíntese fp
Síntese fp
lenaeira
 
Unidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docx
Unidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docxUnidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docx
Unidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docx
BeatrizBorges179576
 
Alberto caeiro
Alberto caeiroAlberto caeiro
Alberto caeiro
Maria da Paz
 
Alberto caeiro
Alberto caeiroAlberto caeiro
Alberto caeiro
Maria da Paz
 
Fernando Pessoa
Fernando Pessoa   Fernando Pessoa
Fernando Pessoa
guest5761d7
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
Giuliane Alves Berchele
 

Semelhante a Fernando Pessoa (20)

Fernandoppppppp ..
Fernandoppppppp ..Fernandoppppppp ..
Fernandoppppppp ..
 
Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013
Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013
Newsletter Gulbenkian Fevereiro 2013
 
Fernando Pessoa e os seus Heterónimos
Fernando Pessoa e os seus HeterónimosFernando Pessoa e os seus Heterónimos
Fernando Pessoa e os seus Heterónimos
 
Fernando Pessoa e seus heterónimos
Fernando Pessoa e seus heterónimosFernando Pessoa e seus heterónimos
Fernando Pessoa e seus heterónimos
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
 
Pessoa ppt
Pessoa pptPessoa ppt
Pessoa ppt
 
Fernandopessoa1
Fernandopessoa1 Fernandopessoa1
Fernandopessoa1
 
Pessoa
PessoaPessoa
Pessoa
 
Trabalho de portugues
Trabalho de portuguesTrabalho de portugues
Trabalho de portugues
 
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/PoéticoFernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
Fernando Pessoa - Fingimento Artístico/Poético
 
Antologia Poética
Antologia PoéticaAntologia Poética
Antologia Poética
 
Síntese fp
Síntese fpSíntese fp
Síntese fp
 
Unidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docx
Unidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docxUnidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docx
Unidade 1 - Fernando Pessoa, Poesia do ort¢nimo.docx
 
Alberto caeiro
Alberto caeiroAlberto caeiro
Alberto caeiro
 
Alberto caeiro
Alberto caeiroAlberto caeiro
Alberto caeiro
 
Fernando Pessoa
Fernando Pessoa   Fernando Pessoa
Fernando Pessoa
 
Fernando Pessoa
Fernando PessoaFernando Pessoa
Fernando Pessoa
 

Mais de Nome Sobrenome

PAP
PAPPAP
Arte urbana
Arte urbanaArte urbana
Arte urbana
Nome Sobrenome
 
Future Career
Future CareerFuture Career
Future Career
Nome Sobrenome
 
Glossário
GlossárioGlossário
Glossário
Nome Sobrenome
 
Luís de Miranda Pereira de Meneses
Luís de Miranda Pereira de MenesesLuís de Miranda Pereira de Meneses
Luís de Miranda Pereira de Meneses
Nome Sobrenome
 
Interação sol terra
Interação sol terraInteração sol terra
Interação sol terra
Nome Sobrenome
 
Constituição da república portuguesa e leis da família
Constituição da república portuguesa e leis da famíliaConstituição da república portuguesa e leis da família
Constituição da república portuguesa e leis da família
Nome Sobrenome
 
Trabalho final do tema 2.1 do módulo 6
Trabalho final  do tema 2.1 do módulo 6Trabalho final  do tema 2.1 do módulo 6
Trabalho final do tema 2.1 do módulo 6
Nome Sobrenome
 
Dimensão média das famílias em portugal
Dimensão média das famílias em portugalDimensão média das famílias em portugal
Dimensão média das famílias em portugal
Nome Sobrenome
 
Empreendedorismo jovem
Empreendedorismo jovemEmpreendedorismo jovem
Empreendedorismo jovem
Nome Sobrenome
 
Taxa bruta de natalidade
Taxa bruta de natalidadeTaxa bruta de natalidade
Taxa bruta de natalidade
Nome Sobrenome
 
Famílias clássicas total e por tipo de famílias
Famílias clássicas total e por tipo de famíliasFamílias clássicas total e por tipo de famílias
Famílias clássicas total e por tipo de famílias
Nome Sobrenome
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Nome Sobrenome
 
Poster
PosterPoster
Realizador
RealizadorRealizador
Realizador
Nome Sobrenome
 
Projeto de tic
Projeto de ticProjeto de tic
Projeto de tic
Nome Sobrenome
 
Diagrama e esquema
Diagrama e esquema Diagrama e esquema
Diagrama e esquema
Nome Sobrenome
 
Sumol
SumolSumol
Sumol
SumolSumol
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Nome Sobrenome
 

Mais de Nome Sobrenome (20)

PAP
PAPPAP
PAP
 
Arte urbana
Arte urbanaArte urbana
Arte urbana
 
Future Career
Future CareerFuture Career
Future Career
 
Glossário
GlossárioGlossário
Glossário
 
Luís de Miranda Pereira de Meneses
Luís de Miranda Pereira de MenesesLuís de Miranda Pereira de Meneses
Luís de Miranda Pereira de Meneses
 
Interação sol terra
Interação sol terraInteração sol terra
Interação sol terra
 
Constituição da república portuguesa e leis da família
Constituição da república portuguesa e leis da famíliaConstituição da república portuguesa e leis da família
Constituição da república portuguesa e leis da família
 
Trabalho final do tema 2.1 do módulo 6
Trabalho final  do tema 2.1 do módulo 6Trabalho final  do tema 2.1 do módulo 6
Trabalho final do tema 2.1 do módulo 6
 
Dimensão média das famílias em portugal
Dimensão média das famílias em portugalDimensão média das famílias em portugal
Dimensão média das famílias em portugal
 
Empreendedorismo jovem
Empreendedorismo jovemEmpreendedorismo jovem
Empreendedorismo jovem
 
Taxa bruta de natalidade
Taxa bruta de natalidadeTaxa bruta de natalidade
Taxa bruta de natalidade
 
Famílias clássicas total e por tipo de famílias
Famílias clássicas total e por tipo de famíliasFamílias clássicas total e por tipo de famílias
Famílias clássicas total e por tipo de famílias
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Poster
PosterPoster
Poster
 
Realizador
RealizadorRealizador
Realizador
 
Projeto de tic
Projeto de ticProjeto de tic
Projeto de tic
 
Diagrama e esquema
Diagrama e esquema Diagrama e esquema
Diagrama e esquema
 
Sumol
SumolSumol
Sumol
 
Sumol
SumolSumol
Sumol
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 

Último

MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 

Último (20)

MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 

Fernando Pessoa

  • 1. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 1 Nome: Daniela Correia de Almeida Turma:12ºI Professora: Fátima Fonseca Ano:2015/2016
  • 2. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 2 Capa……………………………………………………………1 Índice…………………………………………………………...2 Introdução……………………………………………………..3 Biografia………………………………………………………..4Heterónimos de Fernando Pessoa……………………..5-8 Conclusão……………………………………………………..9
  • 3. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 3 Este trabalho tem como tema “Fernando Pessoa e Heterónimos de Fernando Pessoa.” A escolha deste tema resulta a pedido da professora de Língua Portuguesa para conhecer e explorar os diversos aspectos da vida de Fernando Pessoa, aprofundando os conhecimentos iniciais apresentados na aula sobre o mesmo. Com esta pesquisa, desejamos atingir os seguintes objectivos: -conhecer melhor Fernando Pessoa; -conhecer os seus heterónimos; Tendo em atenção este objectivo, o trabalho divide-se em duas partes. Na primeira, vou falar um pouco sobre Fernando Pessoa e sobre a vida dele, o que ele fez, os estudos dele, os pais dele, a relação dele. A segunda parte aborda os seus heterónimos, uma pequena informação de cada um. Vejamos então a informação pesquisada e os resultados obtidos.
  • 4. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 4 Fernando António Nogueira Pessoa foi um grande poeta, ficcionista, dramaturgo, filósofo, prosador português que viveu entre os séculos XIX e XX. Nasceu a 13 de Junho, numa casa do Largo de São Carlos, em Lisboa. Pessoa era um poeta introvertido, meditativo, anti-sentimental, sensível, não acreditava em Deus e, que reflectia as inquietações e estranhezas que questionam os limites da realidade da sua existência e do mundo. Aos cinco anos morreu-lhe o pai, vítima de tuberculose e, no ano seguinte, o seu irmão. Devido ao segundo casamento da mãe, em 1896, com o cônsul português em Durban, na África do Sul, viveu nesse país entre 1895 e 1905, onde seguiu os estudos secundários. Frequentou ainda, durante um ano, a escola comercial e a Universidade do Cabo. Em 1905 regressou definitivamente a Lisboa, frequentou por um período breve (1906-1907), o Curso Superior de Letras. A partir de 1908, dedicou-se à tradução de correspondência estrangeira de várias casas comerciais e, nos seus tempos livres dedicava-se à escrita e ao estudo de Filosofia (grega e alemã), ciências humanas e políticas, teosofia e literatura moderna. Em 1920, ano em que a mãe, viúva, regressou a Portugal com os irmãos e em que Fernando Pessoa foi viver de novo com a família, iniciou uma relação sentimental com Ophélia Queiroz. Este namoro, parece ter conseguido que Pessoa deixasse, por momentos, o isolamento e descobrisse a sua capacidade de viver uma verdadeira relação afectiva. Como Fernando Pessoa não confiava na sinceridade da amada, terminou a relação em 1929, a qual foi testemunhada pelas cartas de amor de
  • 5. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 5 Pessoa, emitidas em 1978. Em 1925, ocorreu a morte da mãe. Fernando Pessoa morreu uma década depois, a 30 de Novembro de 1935, de uma cólica hepática, causada provavelmente pelo consumo excessivo de álcool. Fernando Pessoa segue, formalmente, os modelos da poesia tradicional Portuguesa, em textos de grande suavidade rítmica e musical. Devido à grande importância deste escritor, existe actualmente em Lisboa, na última morada do autor, a Casa de Fernando Pessoa. Através dos seus heterónimos, Pessoa ortónimo questiona o conceito metafísico da tradição romântica da unidade do sujeito e da sinceridade da expressão da sua emotividade, através da linguagem. Em cada heterónimo, Fernando Pessoa dá a conhecer várias emoções e perspectivas sobre os sentimentos, emoções e desejos, e é a espécie da representação irónica da sua inteligência. Concebidos como individualidades distintas do autor, este criou-lhes uma biografia e até um horóscopo próprio. Em 1914 surge o aparecimento dos seus três principais heterónimos, eles são Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos.
  • 6. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 6 Alberto Caeiro  Data de Nascimento: 1885, em Lisboa.  Local de Residência: Viveu maior parte da sua vida numa Quinta do Ribatejo.  Profissão: Não exercia qualquer profissão, o que faz com que fosse pouco instruído, isto nota-se nos seus poemas por escrever mal o Português.  Data de Falecimento: 1915 É o “mestre” dos outros, até do próprio Fernando Pessoa. Caeiro tinha uma visão instintiva e ingénua da natureza, procurando assim viver a exterioridade das sensações e recusando a metafísica.  Poema: Não Tenho Pressa Não tenho pressa. Pressa de quê? Não têm pressa o sol e a lua: estão certos. Ter pressa é crer que a gente passa adiante das pernas, Ou que, dando um pulo, salta por cima da sombra. Não; não sei ter pressa. Se estendo o braço, chego exactamente aonde o meu braço chega - Nem um centímetro mais longe. Toco só onde toco, não aonde penso. Só me posso sentar aonde estou. E isto faz rir como todas as verdades absolutamente verdadeiras, Mas o que faz rir a valer é que nós pensamos sempre noutra coisa, E vivemos vadios da nossa realidade. E estamos sempre fora dela porque estamos aqui.
  • 7. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 7 Ricardo Reis  Data de nascimento: 1887, no Porto.  Profissão: Médico, mas no entanto não exercia. Foi educado no colégio de jesuítas, recebeu uma educação clássica (latina). Era um pagão intelectual, lúcido e consciente.  Poema: Amo o que Vejo Amo o que vejo porque deixarei Qualquer dia de o ver. Amo-o também porque é. No plácido intervalo em que me sinto, Do amar, mais que ser, Amo o haver tudo e a mim. Melhor me não dariam, se voltassem, Os primitivos deuses, Que também, nada sabem.
  • 8. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 8 Álvaro de Campos  Data de nascimento: 1890, em Tavira.  Profissão: Engenheiro mecânico e naval Local de residência: Lisboa. Era um homem muito viajado. De entre outros, de menor importância, destaca-se ainda o semi-heterónimo Bernardo Soares, ajudante de guarda-livros que sempre viveu sozinho em Lisboa e revela, no seu Livro do Desassossego, uma lucidez extrema na análise e na capacidade de exploração da alma humana.  Poema: A Praça A praça da Figueira de manhã, Quando o dia é de sol (como acontece Sempre em Lisboa), nunca em mim esquece, Embora seja uma memória vã. Há tanta coisa mais interessante Que aquele lugar lógico e plebeu, Mas amo aquilo, mesmo aqui... Sei eu Por que o amo? Não importa. Adiante... Isto de sensações só vale a pena Se a gente se não põe a olhar para elas. Nenhuma delas em mim serenas... De resto, nada em mim é certo e está De acordo comigo próprio. As horas belas São as dos outros ou as que não há.
  • 9. Escola Secundária Manuel Cargaleiro Curso Profissional Técnico de Multimédia Língua Portuguesa 9 A realização deste trabalho permitiu-nos chegar às seguintes conclusões:  Fernando Pessoa foi um grande poeta, ficcionista, dramaturgo, filósofo, prosador português.  Pessoa era um poeta introvertido, meditativo, anti-sentimental, sensível, não acreditava em Deus, reflectia as inquietações e estranhezas que questionam os limites da realidade da sua existência e do mundo.  Teve uma relação com Ophélia Queiroz, mas infelizmente não foi “bem realizada”.  Através dos seus heterónimos, Pessoa questiona o conceito metafísico da tradição romântica da unidade do sujeito e da sinceridade da expressão da sua emotividade, através da linguagem. Em cada heterónimo, Pessoa dá a conhecer várias emoções e perspectivas sobre os sentimentos, emoções e desejos, e é a espécie da representação irónica da sua inteligência.