Fernando Pessoa
Introdução <ul><li>Fernando Pessoa nasceu em Lisboa em 1888 (onde virá a falecer) e aos 7 anos partiu para a África do Sul...
Heteronimia <ul><li>A constituição psíquica de Pessoa, instável nos sentimentos e falho de vontade, teria gerado a multipl...
Heterónimos <ul><li>Álvaro de Campos </li></ul><ul><li>Alberto Caeiro </li></ul><ul><li>Ricardo Reis </li></ul>
Álvaro de Campos <ul><li>Álvaro de Campos  nasceu em 1890 em Tavira e é engenheiro de profissão. Estudou engenharia na Esc...
Alberto Caeiro <ul><li>Alberto Caeiro nasceu em 1889 em Lisboa e morreu em 1915, mas viveu quase toda a sua vida no campo....
Ricardo Reis <ul><li>Ricardo Reis nasceu no porto em 1887. educado por jesuítas, era medico e foi expatriado em 1919, para...
Bibliografia <ul><li>http://www.ufp.pt/page.php?intPageObjId=10296 </li></ul><ul><li>Santillana Constância, Dimensões da P...
<ul><li>Trabalho elaborado por: </li></ul><ul><li>Cristiana Cruz nº7 </li></ul><ul><li>Vanessa Castro nº20 </li></ul><ul><...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fernando Pessoa

2.760 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.760
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fernando Pessoa

  1. 1. Fernando Pessoa
  2. 2. Introdução <ul><li>Fernando Pessoa nasceu em Lisboa em 1888 (onde virá a falecer) e aos 7 anos partiu para a África do Sul com a sua mãe e o padrasto, que foi cônsul em Durban. Aqui fez os estudos secundários, obtendo resultados brilhantes, e redigiu alguns dos seus primeiros textos poéticos, atribuídos a pseudónimos, entre os quais se salienta o de Alexander Search. Em fins de 1903 faz o exame de admissão à Universidade do Cabo. Com esta idade (15 anos) é já surpreendente a variedade das suas leituras literárias e filosóficas. Em 1905 regressa definitivamente a Portugal; no ano seguinte matricula-se, em Lisboa, no Curso Superior de Letras, mas abandona-o em 1907. Decide depois trabalhar como &quot;correspondente estrangeiro&quot; e dedica-se a uma vida literária intensa. </li></ul>
  3. 3. Heteronimia <ul><li>A constituição psíquica de Pessoa, instável nos sentimentos e falho de vontade, teria gerado a multiplicação em personalidades ou personagens do drama em gente. </li></ul><ul><li>Pessoa explica o aparecimento dos heterónimos dizendo que a origem destes reside na sua histeria, provavelmente histeroneurastenia, logo numa &quot;tendência orgânica e constante para a despersonalização e para a simulação&quot;. </li></ul>
  4. 4. Heterónimos <ul><li>Álvaro de Campos </li></ul><ul><li>Alberto Caeiro </li></ul><ul><li>Ricardo Reis </li></ul>
  5. 5. Álvaro de Campos <ul><li>Álvaro de Campos nasceu em 1890 em Tavira e é engenheiro de profissão. Estudou engenharia na Escócia, formou-se em Glasgow, em engenharia naval. Visitou o Oriente e durante essa visita, a bordo, no Canal do Suez, escreve o poema Opiário , dedicado a Mário de Sá-Carneiro. Desiludido dessa visita, regressa a Portugal onde o espera o encontro com o mestre Caeiro, e o início de um intenso percurso pelos trilhos do sensacionismo e do futurismo ou do interseccionismo. Espera-o ainda um cansaço e um sonambulismo poético como ele prevê no poema Opiário: Volto à Europa descontente, e em sortes / De vir a ser um poeta sonambólico . </li></ul>
  6. 6. Alberto Caeiro <ul><li>Alberto Caeiro nasceu em 1889 em Lisboa e morreu em 1915, mas viveu quase toda a sua vida no campo. não teve profissão nem educação quase alguma. Este era de estatura média. </li></ul><ul><li>Alberto Caeiro apresenta-se como um simples guardador de rebanhos, que só se importa em ver de forma objectiva e natural a realidade. </li></ul>
  7. 7. Ricardo Reis <ul><li>Ricardo Reis nasceu no porto em 1887. educado por jesuítas, era medico e foi expatriado em 1919, para o Brasil. </li></ul><ul><li>Este procura serenidade, livre de afectos e de tudo o que possa perturbar o seu espírito. Este tem uma atitude vital na busca do entendimento da felicidade e da liberdade a que tende o homem, obrigado a viver num meio social adverso. </li></ul>
  8. 8. Bibliografia <ul><li>http://www.ufp.pt/page.php?intPageObjId=10296 </li></ul><ul><li>Santillana Constância, Dimensões da Palavra, Hilário Pimenta, Vasco Moreira, 12º ano. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Trabalho elaborado por: </li></ul><ul><li>Cristiana Cruz nº7 </li></ul><ul><li>Vanessa Castro nº20 </li></ul><ul><li>12º08 </li></ul>

×