SlideShare uma empresa Scribd logo
Expansão INDUSTRIAL
Introdução Por que motivo os países europeus criaram conflitos à escala mundial?  Para entendermos esses motivos temos que compreender como tudo começou. Para isso, temos de situar no espaço e no tempo os acontecimento que ocorreram nos finais do século XIX e início do século XX.
A Expansão Industrial Com o desenvolvimento industrial dos países europeus, no século XIX, os mercados ficaram saturados. Para manter o mesmo nível de lucros era necessário continuar com essa grande produção e conseguir vendê-la.  Mas o principal problema era: para onde exportar?
Era necessário encontrar terras para manter os níveis de exportação pois para uma potência permanecer grande e com uma indústria sempre a produzir, necessário encontrar outros locais para não desperdiçar o capital investido.  É desta forma que, os países industrializados da Europa, vão iniciar uma verdadeira corrida à partilha de terras no continente africano. Só desta forma se conseguiria manter os mesmos níveis de produção. Interesses Económicos
Outros interesses que não apenas os económicos levaram ao desenvolvimento de conflitos à escala mundial. Também interesses políticos, culturais e ideológicos estiveram na base do primeiro conflito à escala mundial. Que outros interesses?
Interesses Políticos Cada país, para afirmar que é grande aos outros, tinha que mostrar o seu poder. Todos se achavam poderosos, mas era preciso que fossem reconhecidos pelos restantes. Para isso, as colónias mostravam capacidade de aproveitamento do território que cada país. Ou seja, se possuíam muitas terras era sinal de que eram uma grande força política.
Culturais e Ideológicos Os grandes países, economicamente e politicamente mais bem sucedidas, tinham em mente o direito de civilizar os que são economicamente e politicamente mais atrasados (missão civilizadora). Então eles ao expandirem a sua língua, religião, estilo de vida, costumes e tradições tornavam-se mais conhecidos por todo o mundo afirmando assim a sua nacionalidade perante as outras potências.
Conclusão Foi com a competição, para decidir quem é mais forte, que se começaram os primeiros desentendimentos europeus que acabaram por originar a 1ª Guerra Mundial.
TIC Trabalho realizado por:  20/11/2008 João Alberto Tomás Costa Para a Professora: Sónia Cruz Esperemos que goste

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Paises de dificil industrialização
Paises de dificil industrializaçãoPaises de dificil industrialização
Paises de dificil industrialização
Dora Alexandra Batista de Sousa Rocha
 
A TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na Maquinofactura
A TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na MaquinofacturaA TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na Maquinofactura
A TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na Maquinofactura
Sílvia Mendonça
 
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso PortuguêsO Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
Carlos Vieira
 
A Civilização Industrial no século XIX
A Civilização Industrial no século XIXA Civilização Industrial no século XIX
A Civilização Industrial no século XIX
Nuno Eusébio
 
A civilização industrial
A civilização industrialA civilização industrial
A civilização industrial
cattonia
 
revolução agrícola
revolução agrícolarevolução agrícola
revolução agrícola
Ana Batista
 
Hegemonia Inglesa
Hegemonia InglesaHegemonia Inglesa
Hegemonia Inglesa
Margarida Moreira
 
segunda revolução industrial a 1 guerra
  segunda revolução industrial a 1 guerra  segunda revolução industrial a 1 guerra
segunda revolução industrial a 1 guerra
Marcelo Ferreira Boia
 
37 o mundo industrializado no século xix
37   o mundo industrializado no século xix37   o mundo industrializado no século xix
37 o mundo industrializado no século xix
Carla Freitas
 
G1 a revolução agricola e arranque industrial
G1 a revolução agricola e arranque industrialG1 a revolução agricola e arranque industrial
G1 a revolução agricola e arranque industrial
Vítor Santos
 
Hegemonia britânica.
Hegemonia britânica.Hegemonia britânica.
Hegemonia britânica.
barbarafixe
 
Segunda Revolução Industrial
Segunda Revolução IndustrialSegunda Revolução Industrial
Segunda Revolução Industrial
Francisco Neto
 
Revolução Agrícola
Revolução AgrícolaRevolução Agrícola
Revolução Agrícola
Carlos Vieira
 
Formação do espaço geográfico mundial
Formação do espaço geográfico mundialFormação do espaço geográfico mundial
Formação do espaço geográfico mundial
karolpoa
 
Segunda revolução industrial e imperialismo
Segunda revolução industrial e imperialismoSegunda revolução industrial e imperialismo
Segunda revolução industrial e imperialismo
Daniel Correia
 
As fases da revolução industrial
As fases  da revolução industrialAs fases  da revolução industrial
As fases da revolução industrial
Nelia Salles Nantes
 
O mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xixO mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xix
maria40
 
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso PortuguêsO Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
Carlos Vieira
 
Revolucao industrial editado 2
Revolucao industrial editado 2Revolucao industrial editado 2
Revolucao industrial editado 2
Carla Prestes
 
As transformações do século xix
As transformações do século xixAs transformações do século xix
As transformações do século xix
profnelton
 

Mais procurados (20)

Paises de dificil industrialização
Paises de dificil industrializaçãoPaises de dificil industrialização
Paises de dificil industrialização
 
A TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na Maquinofactura
A TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na MaquinofacturaA TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na Maquinofactura
A TransformaçãO Na Agricultura, Demografia E Na Maquinofactura
 
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso PortuguêsO Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
 
A Civilização Industrial no século XIX
A Civilização Industrial no século XIXA Civilização Industrial no século XIX
A Civilização Industrial no século XIX
 
A civilização industrial
A civilização industrialA civilização industrial
A civilização industrial
 
revolução agrícola
revolução agrícolarevolução agrícola
revolução agrícola
 
Hegemonia Inglesa
Hegemonia InglesaHegemonia Inglesa
Hegemonia Inglesa
 
segunda revolução industrial a 1 guerra
  segunda revolução industrial a 1 guerra  segunda revolução industrial a 1 guerra
segunda revolução industrial a 1 guerra
 
37 o mundo industrializado no século xix
37   o mundo industrializado no século xix37   o mundo industrializado no século xix
37 o mundo industrializado no século xix
 
G1 a revolução agricola e arranque industrial
G1 a revolução agricola e arranque industrialG1 a revolução agricola e arranque industrial
G1 a revolução agricola e arranque industrial
 
Hegemonia britânica.
Hegemonia britânica.Hegemonia britânica.
Hegemonia britânica.
 
Segunda Revolução Industrial
Segunda Revolução IndustrialSegunda Revolução Industrial
Segunda Revolução Industrial
 
Revolução Agrícola
Revolução AgrícolaRevolução Agrícola
Revolução Agrícola
 
Formação do espaço geográfico mundial
Formação do espaço geográfico mundialFormação do espaço geográfico mundial
Formação do espaço geográfico mundial
 
Segunda revolução industrial e imperialismo
Segunda revolução industrial e imperialismoSegunda revolução industrial e imperialismo
Segunda revolução industrial e imperialismo
 
As fases da revolução industrial
As fases  da revolução industrialAs fases  da revolução industrial
As fases da revolução industrial
 
O mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xixO mundo industrializado no século xix
O mundo industrializado no século xix
 
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso PortuguêsO Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
 
Revolucao industrial editado 2
Revolucao industrial editado 2Revolucao industrial editado 2
Revolucao industrial editado 2
 
As transformações do século xix
As transformações do século xixAs transformações do século xix
As transformações do século xix
 

Destaque

Expansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrialExpansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrial
maria40
 
Expansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrialExpansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrial
maria40
 
1a RevoluçãO Industrial
1a RevoluçãO Industrial1a RevoluçãO Industrial
1a RevoluçãO Industrial
Sílvia Mendonça
 
Expansão e mudanças do capitalismo
Expansão e mudanças do capitalismoExpansão e mudanças do capitalismo
Expansão e mudanças do capitalismo
Elton Zanoni
 
Slides revolução industrial
Slides revolução industrialSlides revolução industrial
Slides revolução industrial
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Processo da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundoProcesso da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundo
Erika Renata
 
O Brasil chega ao século XX
O Brasil chega ao século XXO Brasil chega ao século XX
O Brasil chega ao século XX
Débora Morais
 
RevoluçAo Industrial
RevoluçAo IndustrialRevoluçAo Industrial
RevoluçAo Industrial
Ana Batista
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Antonio Iacono
 
O novo espaço industrial
O novo espaço industrialO novo espaço industrial
O novo espaço industrial
Rodrigo Costa
 
Industrial capitalism
Industrial capitalismIndustrial capitalism
Industrial capitalism
Gines García
 
Espaço industrial novo
Espaço industrial   novoEspaço industrial   novo
Espaço industrial novo
Péricles Penuel
 
Unit 5 the industrial revolution
Unit 5 the industrial revolution Unit 5 the industrial revolution
Unit 5 the industrial revolution
almusociales
 
Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.
Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.
Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.
Edu Gonzaga
 
A revolução industrial
A revolução industrialA revolução industrial
A revolução industrial
Jeferson Pereira
 
1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial
Antonio Carlos da Silva
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Bianca Spaler
 
Industrialização mundial
Industrialização mundialIndustrialização mundial
Industrialização mundial
Evandro Santos
 
Industrializacao mundo
Industrializacao mundoIndustrializacao mundo
Industrializacao mundo
Ademir Aquino
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
Mikael Cipriano
 

Destaque (20)

Expansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrialExpansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrial
 
Expansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrialExpansão da revolução industrial
Expansão da revolução industrial
 
1a RevoluçãO Industrial
1a RevoluçãO Industrial1a RevoluçãO Industrial
1a RevoluçãO Industrial
 
Expansão e mudanças do capitalismo
Expansão e mudanças do capitalismoExpansão e mudanças do capitalismo
Expansão e mudanças do capitalismo
 
Slides revolução industrial
Slides revolução industrialSlides revolução industrial
Slides revolução industrial
 
Processo da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundoProcesso da industrialização no mundo
Processo da industrialização no mundo
 
O Brasil chega ao século XX
O Brasil chega ao século XXO Brasil chega ao século XX
O Brasil chega ao século XX
 
RevoluçAo Industrial
RevoluçAo IndustrialRevoluçAo Industrial
RevoluçAo Industrial
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
O novo espaço industrial
O novo espaço industrialO novo espaço industrial
O novo espaço industrial
 
Industrial capitalism
Industrial capitalismIndustrial capitalism
Industrial capitalism
 
Espaço industrial novo
Espaço industrial   novoEspaço industrial   novo
Espaço industrial novo
 
Unit 5 the industrial revolution
Unit 5 the industrial revolution Unit 5 the industrial revolution
Unit 5 the industrial revolution
 
Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.
Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.
Industrias Professor Edu Gonzaga 2015.
 
A revolução industrial
A revolução industrialA revolução industrial
A revolução industrial
 
1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial1ª Guerra Mundial
1ª Guerra Mundial
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Industrialização mundial
Industrialização mundialIndustrialização mundial
Industrialização mundial
 
Industrializacao mundo
Industrializacao mundoIndustrializacao mundo
Industrializacao mundo
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 

Semelhante a Expansão Industrial

Historia 1ª guerra mundial
Historia 1ª guerra mundialHistoria 1ª guerra mundial
Historia 1ª guerra mundial
Suzy Bastos
 
Imperialismo e Colonialismo
Imperialismo e ColonialismoImperialismo e Colonialismo
Imperialismo e Colonialismo
ricardup
 
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
isameucci
 
9.1.pptx
9.1.pptx9.1.pptx
9.1.pptx
RutePinho6
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Alexia 14
 
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
Vítor Santos
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
José Gomes
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MaO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
ProfMario De Mori
 
Aula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo defAula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo def
CarlosNazar1
 
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptxAula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
MarceloDosSantosSoar3
 
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
isameucci
 
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIALVIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
Márcia Diniz
 
Aula sobre imperialismo
Aula sobre imperialismoAula sobre imperialismo
Aula sobre imperialismo
CarlosNazar1
 
Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)
Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)
Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)
Alex Pinheiro
 
Hegemonia e Declineo da Influência Europeia
Hegemonia e Declineo da Influência EuropeiaHegemonia e Declineo da Influência Europeia
Hegemonia e Declineo da Influência Europeia
Francisco Teixeira
 
A europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XXA europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XX
esa9b
 
A europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XXA europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XX
esa9b
 
Neocolonialismo e a opressão cultural (2)
Neocolonialismo e a opressão cultural (2)Neocolonialismo e a opressão cultural (2)
Neocolonialismo e a opressão cultural (2)
Andre Lucas
 
Aula sobre Imperialismo
Aula sobre ImperialismoAula sobre Imperialismo
Aula sobre Imperialismo
Educandário Santa Cecília
 
39 imperialismo e colonialismo
39   imperialismo e colonialismo39   imperialismo e colonialismo
39 imperialismo e colonialismo
Carla Freitas
 

Semelhante a Expansão Industrial (20)

Historia 1ª guerra mundial
Historia 1ª guerra mundialHistoria 1ª guerra mundial
Historia 1ª guerra mundial
 
Imperialismo e Colonialismo
Imperialismo e ColonialismoImperialismo e Colonialismo
Imperialismo e Colonialismo
 
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
Imperialismo e Neocolonialismo (parte1e2)
 
9.1.pptx
9.1.pptx9.1.pptx
9.1.pptx
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
9 ano 9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia_blogue
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx   2º MaO Mundo No Breve SéCulo Xx   2º Ma
O Mundo No Breve SéCulo Xx 2º Ma
 
Aula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo defAula sobre imperialismo def
Aula sobre imperialismo def
 
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptxAula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
Aula 6 - O Imperialismo e seu discurso civilizatório.pptx
 
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
 
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIALVIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
 
Aula sobre imperialismo
Aula sobre imperialismoAula sobre imperialismo
Aula sobre imperialismo
 
Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)
Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)
Vestibular Furg: Exercícios de História 2000 - 2010 (211 slides)
 
Hegemonia e Declineo da Influência Europeia
Hegemonia e Declineo da Influência EuropeiaHegemonia e Declineo da Influência Europeia
Hegemonia e Declineo da Influência Europeia
 
A europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XXA europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XX
 
A europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XXA europa e o mundo no limiar do sec XX
A europa e o mundo no limiar do sec XX
 
Neocolonialismo e a opressão cultural (2)
Neocolonialismo e a opressão cultural (2)Neocolonialismo e a opressão cultural (2)
Neocolonialismo e a opressão cultural (2)
 
Aula sobre Imperialismo
Aula sobre ImperialismoAula sobre Imperialismo
Aula sobre Imperialismo
 
39 imperialismo e colonialismo
39   imperialismo e colonialismo39   imperialismo e colonialismo
39 imperialismo e colonialismo
 

Último

Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 

Último (20)

Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 

Expansão Industrial

  • 2. Introdução Por que motivo os países europeus criaram conflitos à escala mundial? Para entendermos esses motivos temos que compreender como tudo começou. Para isso, temos de situar no espaço e no tempo os acontecimento que ocorreram nos finais do século XIX e início do século XX.
  • 3. A Expansão Industrial Com o desenvolvimento industrial dos países europeus, no século XIX, os mercados ficaram saturados. Para manter o mesmo nível de lucros era necessário continuar com essa grande produção e conseguir vendê-la. Mas o principal problema era: para onde exportar?
  • 4. Era necessário encontrar terras para manter os níveis de exportação pois para uma potência permanecer grande e com uma indústria sempre a produzir, necessário encontrar outros locais para não desperdiçar o capital investido. É desta forma que, os países industrializados da Europa, vão iniciar uma verdadeira corrida à partilha de terras no continente africano. Só desta forma se conseguiria manter os mesmos níveis de produção. Interesses Económicos
  • 5. Outros interesses que não apenas os económicos levaram ao desenvolvimento de conflitos à escala mundial. Também interesses políticos, culturais e ideológicos estiveram na base do primeiro conflito à escala mundial. Que outros interesses?
  • 6. Interesses Políticos Cada país, para afirmar que é grande aos outros, tinha que mostrar o seu poder. Todos se achavam poderosos, mas era preciso que fossem reconhecidos pelos restantes. Para isso, as colónias mostravam capacidade de aproveitamento do território que cada país. Ou seja, se possuíam muitas terras era sinal de que eram uma grande força política.
  • 7. Culturais e Ideológicos Os grandes países, economicamente e politicamente mais bem sucedidas, tinham em mente o direito de civilizar os que são economicamente e politicamente mais atrasados (missão civilizadora). Então eles ao expandirem a sua língua, religião, estilo de vida, costumes e tradições tornavam-se mais conhecidos por todo o mundo afirmando assim a sua nacionalidade perante as outras potências.
  • 8. Conclusão Foi com a competição, para decidir quem é mais forte, que se começaram os primeiros desentendimentos europeus que acabaram por originar a 1ª Guerra Mundial.
  • 9. TIC Trabalho realizado por: 20/11/2008 João Alberto Tomás Costa Para a Professora: Sónia Cruz Esperemos que goste