SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Exercícios de Genética – Sistema ABO e 2ª Lei de Mendel

1. Qual é o grupo sanguíneo cujas hemácias não aglutinam com nenhum dos dois tipos de soro, anti-A e
   anti-B?

2. Hemácias que aglutinam tanto com soro anti-A como com anti-B pertencem a que grupo sanguíneo?

3. A que grupo sanguíneo pertencem as hemácias que aglutinam com soro anti-A, mas não com soro
   anti-B?

4. A que grupo sanguíneo pertencem as hemácias que aglutinam com o soro anti-B, mas não com soro
   anti-A?

    Considere as alternativas a seguir para responder às questões de 6 a 9.
    a) Pode receber de A, B, AB e O, e doar apenas para AB.
    b) Pode receber de A e O, e doar para A e AB.
    c) Pode receber de B e O, e doar pra B e AB.
    d) Pode receber apenas de O, e doar para A, B, AB e O.

5. Uma pessoa do grupo sanguíneo A pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para
   pessoas de que grupos?

6. Uma pessoa do grupo sanguíneo B pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para
   pessoas de que grupos?

7. Uma pessoa do grupo sanguíneo AB pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para
   pessoas de que grupos?

8. Uma pessoa do grupo sanguíneo O pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para
   pessoas de que grupos?

9. Qual das alternativas que melhor expressa a relação de dominância entre os alelos que condicionam
   os grupos sanguíneos A, B, AB e O?
   a) IA > IB > i                             c) IA = IB > i
       A    B
   b) I > I = i                               d) IA = IB = i

10. Duas pessoas, uma do grupo sanguíneo AB e outra do grupo sanguíneo O, podem ter apenas filhos
    de sangue do tipo:
    a) AB                                  c) A e B
    b) O                                   d) A, B e O

11. Duas pessoas do grupo sanguíneo AB podem ter apenas filhos de sangue tipo:
    a) AB                                  c) A e B
    b) O                                   d) A, B e O
12. Considere as seguintes situações:

   I.        Mãe Rh positiva e pai Rh negativo
   II.       Mãe Rh negativo e pai Rh positivo
   III.      Mãe e pai Rh positivos
   IV.       Mãe e pai Rh negativos

   Pode acontecer a eritroblastose fetal apenas:

   a)     Na situação I
   b)     Na situação II
   c)     Na situação I e II
   d)     Na situação III e IV

13. Em um banco de sangue havia à disposição sangue nas seguintes quantidades:

   A = 12 litros                 AB = 4 litros
   B = 10 litros                 O = 20 litros

   Uma ocasião de emergência fez com que não se pudesse seguir à risca a regar de aplicar transfusões
   de sangue idêntico. Tendo em vista seu conhecimento sobre o sistema ABO, responda: quantos litros
   de sangue estariam disponíveis, sem incluir transfusão idêntica, para indivíduos que têm ambos os
   fatores aglutinogênicos nas hemácias?

14. Considere que os tipos sanguíneos de uma criança e de sua mãe são: criança A, Rh + e mãe B, Rh -.
    Qual (ou quais) dos homens, cujos tipos sanguíneos estão representados a seguir, poderia(m) ser o
    pai da criança? Justifique sua resposta, representando esquematicamente o tipo de cruzamento
    sugerido com os genótipos dos três indivíduos envolvidos:
    a) O, Rh+                           d) O, Rh-
    b) AB, Rh-                          e) AB, Rh+
    c) B, Rh-

15. O pronto-socorro de um hospital recebeu dois pacientes necessitando de transfusão de sangue. O
    paciente I possui os dois tipos de aglutininas no plasma, enquanto o paciente II possui apenas um
    tipo de aglutinogênio nas hemáceas e apenas aglutinina anti-B no plasma. No banco de sangue do
    hospital havia 3 litros do grupo AB, 6 litros do grupo A, 2 litros do grupo B e 8 litros do grupo O.
    Quantos litros de sangue estavam disponíveis para os pacientes I e II, respectivamente?


16. O heredograma a seguir mostra os tipos sanguíneos dos indivíduos de uma família. Com base nessas
    informações:

   a) Determine os genótipos dos diversos indivíduos.
   b) Calcule a probabilidade de um descendente do casal 12 X 13 ser do sangue tipo O.
17. Segundo a lei da segregação independente ou 2ª Lei de Mendel:
    a) Dois ou mais genes determinam cada característica de um ser vivo
    b) O fenótipo resulta da interação entre o genótipo e o meio.
    c) Os organismos diplóides possuem duas cópias de cada gene.
    d) A separação dos alelos de um gene na meiose não interfere na separação dos alelos de genes
       localizados em outros pares de cromossomos homólogos.

18. Uma célula duplo-heterozigótica quanto a dois pares de alelos, Aa e Bb, localizados em pares
    diferentes de cromossomos homólogos, formará por meiose 4 células, sendo:
    a) Uma portadora de A, outra portadora de a, outra de B e outra de b.
    b) Uma portadora de AB, outra de Ab, outra de aB e outra de ab.
    c) Uma portadora de AA, outra de Ab, outra de aB e outra de aa.
    d) Duas portadoras de AB e duas portadoras de ab, ou duas portadoras de Ab e duas portadoras e
        aB.

19. Nos suínos existem cascos indivisos (F_) e cascos fendidos (ff). Outro loco, situado em outro par
    cromossômico, determina a cor dos pelos, que pode ser branca (P_) ou preta (pp). Um porco branco e
    de cascos indivisos foi cruzado com porcas genotipicamente iguais entre si e fenotipicamente iguais
    a ele. Entre as várias ninhadas, foram vendidos apenas os porquinhos pretos de cascos fendidos, uqe
    eram em número de 9.
    Pergunta-se:
    a) Quantos porquinhos espera-se que tenham nascido ao todo?
    b) Quantos porquinhos, do total nascido nas ninhadas, espera-se que sejam genotipicamente
        idênticos ao pai, quanto aos genes aqui considerados?

20. Considere que a diferença entre uma planta de milho de 100 cm de altura e uma de 260 cm é devida a
    4 pares de fatores de efeitos iguais e cumulativos, tendo a planta de 260 cm genótipo AABBCCDD e
    a de 100 cm, aabbccdd. Qual a altura e o respectivo genótipo das plantas F1 resultantes do
    cruzamento entre as duas linhagens puras?
21. Com base nas informações da questão anterior, calcule as alturas de cada indivíduo cujos genótipos
    são dados a seguir e determine em cada cruzamento quais serão as alturas do indivíduo mais alto e do
    indivíduo mais baixo produzidos.

   a)   AaBBccdd x AabbCcdd
   b)   aaBBccdd x aaBBccdd
   c)   AaBbCcDd x AabbCcDd
   d)   AABBCcDD x aaBBccDd

22. Em cobaias, a cor da pelagem é determinada por um par de genes, sendo a cor preta condicionada
    pelo alelo dominante (M) e a cor marrom pelo alelo recessivo (m). O comprimento dos pêlos curto
    ou longo é determinado pelos alelos dominante (L) e recessivo (l), respectivamente. Os dois genes,
    cor e comprimento, se segregam independentemente. Do cruzamento entre cobaias pretas e de pelo
    curto, heterozigotas para os dois genes, qual a probabilidade de nascerem filhotes com o mesmo
    genótipo dos pais?


23. Ana possui olhos amendoados e cílios compridos e um charmoso “furinho” no queixo, que deixam o
    seu rosto bastante atraente. Estas características fenotípicas são as mesmas da sua mãe. Já o seu pai
    tem olhos arredondados, cílios curtos e não tem “furinho” no queixo. Ana está grávida e o pai da
    criança possui olhos arredondados, cílios curtos e com um “furinho” no queixo. Estas características
    são controladas por genes com segregação independente. Os alelos dominantes: A controla o formato
    de olhos amendoados, C os cílios compridos e F a ausência do “furinho”. Qual é o genótipo da Ana e
    a probabilidade de que ela tenha uma filha com olhos arredondados, cílios compridos e “furinho” no
    queixo?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
cristiana Leal
 
Teste noções basicas_hereditariedade
Teste noções basicas_hereditariedadeTeste noções basicas_hereditariedade
Teste noções basicas_hereditariedade
Sofia Ribeiro
 
Caracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivosCaracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivos
César Milani
 
19 bases da hereditariedade
19   bases da hereditariedade19   bases da hereditariedade
19 bases da hereditariedade
Rebeca Vale
 
Estudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celular
Estudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celularEstudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celular
Estudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celular
Ronaldo Santana
 
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Waldir Montenegro
 
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e GenéticaExercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Luis Silva
 
Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
César Milani
 
Atividade mitose e meiose
Atividade mitose e meioseAtividade mitose e meiose
Atividade mitose e meiose
julianapbicalho
 
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comumAula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Leonardo Kaplan
 

Mais procurados (20)

96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
 
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 anoAvaliação diagnóstica ciencias 9 ano
Avaliação diagnóstica ciencias 9 ano
 
Teste noções basicas_hereditariedade
Teste noções basicas_hereditariedadeTeste noções basicas_hereditariedade
Teste noções basicas_hereditariedade
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
 
Caracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivosCaracteristicas gerais dos seres vivos
Caracteristicas gerais dos seres vivos
 
19 bases da hereditariedade
19   bases da hereditariedade19   bases da hereditariedade
19 bases da hereditariedade
 
Atividade tabela periódica
Atividade   tabela periódicaAtividade   tabela periódica
Atividade tabela periódica
 
Estudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celular
Estudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celularEstudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celular
Estudo dirigido de Biologia: citologia e divisão celular
 
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônicaLista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
Lista de exercícios - estrutura atômica e distribuição eletrônica
 
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
 
Exercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e GenéticaExercícios de Hereditariedade e Genética
Exercícios de Hereditariedade e Genética
 
BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3
BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3
BIOLOGIA - 2ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT206) D3
 
Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
 
Atividade mitose e meiose
Atividade mitose e meioseAtividade mitose e meiose
Atividade mitose e meiose
 
Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
 
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
8ano exercicio doencas_sexualmente_transmissiveis
 
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
1capitulo 1-primeira-lei-de-mendel
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comumAula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
Aula 6º ano - Introdução às ciências, método científico, ciências e senso comum
 

Destaque

Lista exercicios genética maio_2012
Lista  exercicios  genética maio_2012Lista  exercicios  genética maio_2012
Lista exercicios genética maio_2012
Ionara Urrutia Moura
 
Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.
Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.
Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.
José Antonio Paniagua
 
PARA 3S_ LISTA COMPLETA DE EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTA
PARA 3S_ LISTA COMPLETA DE  EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTAPARA 3S_ LISTA COMPLETA DE  EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTA
PARA 3S_ LISTA COMPLETA DE EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTA
Ionara Urrutia Moura
 
Exercícios de genética
Exercícios de genéticaExercícios de genética
Exercícios de genética
hipaciabio
 
Segundaleidemendel raquel
Segundaleidemendel raquelSegundaleidemendel raquel
Segundaleidemendel raquel
Raquel Freiry
 
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungiLista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Carlos Priante
 
Exercícios resolvidos
Exercícios resolvidosExercícios resolvidos
Exercícios resolvidos
Egas Armando
 

Destaque (20)

Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista  2 exercicios_genetica_ com respostaLista  2 exercicios_genetica_ com resposta
Lista 2 exercicios_genetica_ com resposta
 
Lista exercicios genética maio_2012
Lista  exercicios  genética maio_2012Lista  exercicios  genética maio_2012
Lista exercicios genética maio_2012
 
Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.
Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.
Apostila Genética para o 3º ano do Ensino Médio 64 pag.
 
Exercícios de genética 3º
Exercícios de genética 3ºExercícios de genética 3º
Exercícios de genética 3º
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
PARA 3S_ LISTA COMPLETA DE EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTA
PARA 3S_ LISTA COMPLETA DE  EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTAPARA 3S_ LISTA COMPLETA DE  EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTA
PARA 3S_ LISTA COMPLETA DE EXERCÍCIOS DE GENÉTICA _ COM RESPOSTA
 
Exercícios de genética
Exercícios de genéticaExercícios de genética
Exercícios de genética
 
Segundaleidemendel raquel
Segundaleidemendel raquelSegundaleidemendel raquel
Segundaleidemendel raquel
 
Genética mendeliana básica
Genética mendeliana básicaGenética mendeliana básica
Genética mendeliana básica
 
Genética 1 aula
Genética 1 aulaGenética 1 aula
Genética 1 aula
 
2a lei de mendel
2a lei de mendel2a lei de mendel
2a lei de mendel
 
Genética Introdução
Genética   IntroduçãoGenética   Introdução
Genética Introdução
 
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungiLista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
 
Bio 12 genética - exercícios
Bio 12   genética - exercíciosBio 12   genética - exercícios
Bio 12 genética - exercícios
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
 
Lei da Segregação Independente (Segunda Lei de Mendel)
Lei da Segregação Independente (Segunda Lei de Mendel)Lei da Segregação Independente (Segunda Lei de Mendel)
Lei da Segregação Independente (Segunda Lei de Mendel)
 
Exercícios resolvidos
Exercícios resolvidosExercícios resolvidos
Exercícios resolvidos
 
1a e 2a Leis de Mendel - Ensino Médio
1a e 2a Leis de Mendel - Ensino Médio1a e 2a Leis de Mendel - Ensino Médio
1a e 2a Leis de Mendel - Ensino Médio
 
Aula Grupos Sangíneos
Aula Grupos SangíneosAula Grupos Sangíneos
Aula Grupos Sangíneos
 
Sistema abo e fator rh
Sistema abo e fator rhSistema abo e fator rh
Sistema abo e fator rh
 

Semelhante a Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel

Alelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABOAlelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABO
Rafael Portela
 
Lista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo jamesLista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo james
James Martins
 
Lista de exercícios - Genética I - Profo James Martins
Lista de exercícios  - Genética I - Profo James MartinsLista de exercícios  - Genética I - Profo James Martins
Lista de exercícios - Genética I - Profo James Martins
James Martins
 

Semelhante a Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel (20)

Biologia herança quantitativa
Biologia herança quantitativa Biologia herança quantitativa
Biologia herança quantitativa
 
Exercícios genética 4
Exercícios genética 4Exercícios genética 4
Exercícios genética 4
 
Genética exercícios 2
Genética exercícios 2Genética exercícios 2
Genética exercícios 2
 
Lista de genética resolvida
Lista  de genética resolvidaLista  de genética resolvida
Lista de genética resolvida
 
Lista de genética
Lista de genéticaLista de genética
Lista de genética
 
alelos multiplos.pptx
alelos multiplos.pptxalelos multiplos.pptx
alelos multiplos.pptx
 
Sistema ABO
Sistema ABOSistema ABO
Sistema ABO
 
Revisão+g..
Revisão+g..Revisão+g..
Revisão+g..
 
Exercícios de genética – 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – 2ª lei de mendelExercícios de genética – 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – 2ª lei de mendel
 
Exercícios genética 3
Exercícios genética 3Exercícios genética 3
Exercícios genética 3
 
Alelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABOAlelos multiplos e SISTEMA ABO
Alelos multiplos e SISTEMA ABO
 
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdfAUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
AUSENCIA DOM E GRUPOS SANG.pdf
 
Lista de exercícios genetica I - 3º ano 2016 - profo james martins com gaba...
Lista de exercícios   genetica I - 3º ano 2016 - profo james martins com gaba...Lista de exercícios   genetica I - 3º ano 2016 - profo james martins com gaba...
Lista de exercícios genetica I - 3º ano 2016 - profo james martins com gaba...
 
Prova de biologia 3º ano
Prova de biologia 3º anoProva de biologia 3º ano
Prova de biologia 3º ano
 
Prova de biologia da I unidade, 3 ano
Prova de biologia da I unidade, 3 anoProva de biologia da I unidade, 3 ano
Prova de biologia da I unidade, 3 ano
 
Lista de exercícios genetica I - 3º ano 2016 - profo james martins
Lista de exercícios   genetica I - 3º ano 2016 - profo james martinsLista de exercícios   genetica I - 3º ano 2016 - profo james martins
Lista de exercícios genetica I - 3º ano 2016 - profo james martins
 
Lista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo jamesLista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio 2ºano 4ºbim - colégio domínius -profo james
 
Lista de exercícios - Genética I - Profo James Martins
Lista de exercícios  - Genética I - Profo James MartinsLista de exercícios  - Genética I - Profo James Martins
Lista de exercícios - Genética I - Profo James Martins
 
Exercícios genética 5
Exercícios genética 5Exercícios genética 5
Exercícios genética 5
 
Tipos sanguineos
Tipos sanguineosTipos sanguineos
Tipos sanguineos
 

Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel

  • 1. Exercícios de Genética – Sistema ABO e 2ª Lei de Mendel 1. Qual é o grupo sanguíneo cujas hemácias não aglutinam com nenhum dos dois tipos de soro, anti-A e anti-B? 2. Hemácias que aglutinam tanto com soro anti-A como com anti-B pertencem a que grupo sanguíneo? 3. A que grupo sanguíneo pertencem as hemácias que aglutinam com soro anti-A, mas não com soro anti-B? 4. A que grupo sanguíneo pertencem as hemácias que aglutinam com o soro anti-B, mas não com soro anti-A? Considere as alternativas a seguir para responder às questões de 6 a 9. a) Pode receber de A, B, AB e O, e doar apenas para AB. b) Pode receber de A e O, e doar para A e AB. c) Pode receber de B e O, e doar pra B e AB. d) Pode receber apenas de O, e doar para A, B, AB e O. 5. Uma pessoa do grupo sanguíneo A pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para pessoas de que grupos? 6. Uma pessoa do grupo sanguíneo B pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para pessoas de que grupos? 7. Uma pessoa do grupo sanguíneo AB pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para pessoas de que grupos? 8. Uma pessoa do grupo sanguíneo O pode receber sangue de pessoas de que grupos e doar para pessoas de que grupos? 9. Qual das alternativas que melhor expressa a relação de dominância entre os alelos que condicionam os grupos sanguíneos A, B, AB e O? a) IA > IB > i c) IA = IB > i A B b) I > I = i d) IA = IB = i 10. Duas pessoas, uma do grupo sanguíneo AB e outra do grupo sanguíneo O, podem ter apenas filhos de sangue do tipo: a) AB c) A e B b) O d) A, B e O 11. Duas pessoas do grupo sanguíneo AB podem ter apenas filhos de sangue tipo: a) AB c) A e B b) O d) A, B e O
  • 2. 12. Considere as seguintes situações: I. Mãe Rh positiva e pai Rh negativo II. Mãe Rh negativo e pai Rh positivo III. Mãe e pai Rh positivos IV. Mãe e pai Rh negativos Pode acontecer a eritroblastose fetal apenas: a) Na situação I b) Na situação II c) Na situação I e II d) Na situação III e IV 13. Em um banco de sangue havia à disposição sangue nas seguintes quantidades: A = 12 litros AB = 4 litros B = 10 litros O = 20 litros Uma ocasião de emergência fez com que não se pudesse seguir à risca a regar de aplicar transfusões de sangue idêntico. Tendo em vista seu conhecimento sobre o sistema ABO, responda: quantos litros de sangue estariam disponíveis, sem incluir transfusão idêntica, para indivíduos que têm ambos os fatores aglutinogênicos nas hemácias? 14. Considere que os tipos sanguíneos de uma criança e de sua mãe são: criança A, Rh + e mãe B, Rh -. Qual (ou quais) dos homens, cujos tipos sanguíneos estão representados a seguir, poderia(m) ser o pai da criança? Justifique sua resposta, representando esquematicamente o tipo de cruzamento sugerido com os genótipos dos três indivíduos envolvidos: a) O, Rh+ d) O, Rh- b) AB, Rh- e) AB, Rh+ c) B, Rh- 15. O pronto-socorro de um hospital recebeu dois pacientes necessitando de transfusão de sangue. O paciente I possui os dois tipos de aglutininas no plasma, enquanto o paciente II possui apenas um tipo de aglutinogênio nas hemáceas e apenas aglutinina anti-B no plasma. No banco de sangue do hospital havia 3 litros do grupo AB, 6 litros do grupo A, 2 litros do grupo B e 8 litros do grupo O. Quantos litros de sangue estavam disponíveis para os pacientes I e II, respectivamente? 16. O heredograma a seguir mostra os tipos sanguíneos dos indivíduos de uma família. Com base nessas informações: a) Determine os genótipos dos diversos indivíduos. b) Calcule a probabilidade de um descendente do casal 12 X 13 ser do sangue tipo O.
  • 3. 17. Segundo a lei da segregação independente ou 2ª Lei de Mendel: a) Dois ou mais genes determinam cada característica de um ser vivo b) O fenótipo resulta da interação entre o genótipo e o meio. c) Os organismos diplóides possuem duas cópias de cada gene. d) A separação dos alelos de um gene na meiose não interfere na separação dos alelos de genes localizados em outros pares de cromossomos homólogos. 18. Uma célula duplo-heterozigótica quanto a dois pares de alelos, Aa e Bb, localizados em pares diferentes de cromossomos homólogos, formará por meiose 4 células, sendo: a) Uma portadora de A, outra portadora de a, outra de B e outra de b. b) Uma portadora de AB, outra de Ab, outra de aB e outra de ab. c) Uma portadora de AA, outra de Ab, outra de aB e outra de aa. d) Duas portadoras de AB e duas portadoras de ab, ou duas portadoras de Ab e duas portadoras e aB. 19. Nos suínos existem cascos indivisos (F_) e cascos fendidos (ff). Outro loco, situado em outro par cromossômico, determina a cor dos pelos, que pode ser branca (P_) ou preta (pp). Um porco branco e de cascos indivisos foi cruzado com porcas genotipicamente iguais entre si e fenotipicamente iguais a ele. Entre as várias ninhadas, foram vendidos apenas os porquinhos pretos de cascos fendidos, uqe eram em número de 9. Pergunta-se: a) Quantos porquinhos espera-se que tenham nascido ao todo? b) Quantos porquinhos, do total nascido nas ninhadas, espera-se que sejam genotipicamente idênticos ao pai, quanto aos genes aqui considerados? 20. Considere que a diferença entre uma planta de milho de 100 cm de altura e uma de 260 cm é devida a 4 pares de fatores de efeitos iguais e cumulativos, tendo a planta de 260 cm genótipo AABBCCDD e a de 100 cm, aabbccdd. Qual a altura e o respectivo genótipo das plantas F1 resultantes do cruzamento entre as duas linhagens puras?
  • 4. 21. Com base nas informações da questão anterior, calcule as alturas de cada indivíduo cujos genótipos são dados a seguir e determine em cada cruzamento quais serão as alturas do indivíduo mais alto e do indivíduo mais baixo produzidos. a) AaBBccdd x AabbCcdd b) aaBBccdd x aaBBccdd c) AaBbCcDd x AabbCcDd d) AABBCcDD x aaBBccDd 22. Em cobaias, a cor da pelagem é determinada por um par de genes, sendo a cor preta condicionada pelo alelo dominante (M) e a cor marrom pelo alelo recessivo (m). O comprimento dos pêlos curto ou longo é determinado pelos alelos dominante (L) e recessivo (l), respectivamente. Os dois genes, cor e comprimento, se segregam independentemente. Do cruzamento entre cobaias pretas e de pelo curto, heterozigotas para os dois genes, qual a probabilidade de nascerem filhotes com o mesmo genótipo dos pais? 23. Ana possui olhos amendoados e cílios compridos e um charmoso “furinho” no queixo, que deixam o seu rosto bastante atraente. Estas características fenotípicas são as mesmas da sua mãe. Já o seu pai tem olhos arredondados, cílios curtos e não tem “furinho” no queixo. Ana está grávida e o pai da criança possui olhos arredondados, cílios curtos e com um “furinho” no queixo. Estas características são controladas por genes com segregação independente. Os alelos dominantes: A controla o formato de olhos amendoados, C os cílios compridos e F a ausência do “furinho”. Qual é o genótipo da Ana e a probabilidade de que ela tenha uma filha com olhos arredondados, cílios compridos e “furinho” no queixo?