SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 49
Baixar para ler offline
Genética
Conceitos Básicos
O que é Genética?
• É o estudo dos genes e de sua transmissão
para as gerações futuras.
• É dividida em:
- Genética Clássica  Mendel (1856 – 1865)
- Genética Moderna  Watson e Crick (1953)
Gene
- Genética Clássica  unidade fundamental da
hereditariedade.
- Genética Moderna  pedaço de DNA que
codifica uma proteína.
(sequência de nucleotídeos de DNA que pode ser
transcrita em uma versão de RNA)
Proteína
Genótipo
• Constituição gênica do indivíduo, isto é, são os
genes que ele possui em suas células, relativa aos
tipos de alelos que possui.
• Representado por letras.
• Ex.: A, z, b, AA, Aa, aa...
Fenótipo
• São as características manifestadas por um
indivíduo - morfológicas, fisiológicas ou
comportamentais.
• É determinado pelo genótipo, mas pode ser
modificado pelo ambiente.
• Ex: lisa ou rugosa
Fenótipo
F = G + A
(Fenótipo é igual ao genótipo do indivíduo mais a
ação do ambiente).
• Ex.: cor de pele, textura do cabelo, tipo
sanguíneo, etc.
Cromossomo
• Filamento nuclear (de DNA) no decorrer da
divisão de uma célula.
Cromossomos Homólogos
• São cromossomos que apresentam genes para as
mesmas características e nas mesmas posições.
• Um homólogo veio do pai e outro da mãe.
Óvulo  n
Espermatozoide  n
Zigoto  2n
Tamanho
do Pé
Cor de
Cabelo
Tipo
Sanguíneo
Estatura
Tamanho
do Pé
Cor de
Cabelo
Tipo
Sanguíneo
Estatura
P
c
IA
a
P
C
IB
a
Genes alelos
Genes Alelos
• Genes presentes nos mesmos locais nos
cromossomos homólogos.
Haploide
• Seres haploides ou células haploides (n)
apresentam uma cópia de cada gene.
Diploide
• Seres diploides (2n) apresentam duas cópias de
cada gene  cada um em um cromossomo
homólogo.
Homozigose
• O indivíduo homozigoto apresenta dois alelos de
um gene iguais, sejam eles genes dominantes ou
recessivos.
• Ex: AA, aa, bb, ZZ....
Heterozigose
• Indivíduos que apresentam dois alelos diferentes
de um gene são chamados heterozigotos.
• Ex.: Aa, Bb, Pp, IA IB, Zz...
Dominância
• Alelos que se expressam da mesma forma nas
condições homozigótica e heterozigótica são
chamados dominantes.
• (AA ou Aa)
Recessividade
• Alelos que não se expressam na condição
heterozigótica são denominados recessivos (só
se expressam na condição homozigótica).
• (aa)
Genética
Leis de Mendel
Gregor Johann Mendel (1822 —1884)
Monge agostiniano austríaco.
ervilha Pisum sativum:
• planta de fácil cultivo;
• ciclo de vida curto;
• flores hermafroditas e que reproduzem por
autofecundação;
• várias características possíveis de serem
estudadas;
• características contrastantes, sem
intermediários: amarelas ou verdes; lisas ou
rugosas; altas ou baixas; flores púrpuras ou
brancas, dentre outras.
Grão de
pólen
Oosfera
Produção de Gametas
Que tipo de gametas um indivíduo Aa pode
produzir?
A a
Ovogônia (2n)
A
a
Que tipo de gametas os indivíduos abaixo
podem produzir?
• AA
• Bb
• bb
• AABB
• AAbb
• AaBb
Cruzamentos
• A partir dos cruzamentos os geneticistas podem
prever a transmissão dos genes em uma família.
• É utilizado o “quadro de Punnett”.
Gametas
produzidos
pelo pai
Gametas
produzidos
pela mãe
Cruzamento
Exercício
• O gene A determina cor de olho castanho e o
gene a determina cor de olho azul. Um homem
de olho azul se casa com uma mulher
heterozigota de olhos castanhos. Qual é a
probabilidade deste casal ter filhos de olhos
azuis?
Pai:
aa
Mãe:
AaA a
a
a
Aa aa
Aa aa
50% Aa – castanhos
50% aa - azuis
• Um homem normal, filho de pai normal e mãe
albina, casou-se com uma mulher normal
heterozigota. Qual a probabilidade de nascerem
filhos albinos nesse casamento?
Qual fenótipo é dominante?
Qual é recessivo?
Pais: A_ x aa
Homem: Aa
Mulher: Aa
Aa x Aa
RESULTADOS:
Genótipo:
25% AA
50% Aa
25% aa
Fenótipo:
75% - normal
25% - albino
A a
A AA Aa
a Aa aa
Heredogramas
O que é um heredograma?
• Representa as relações de parentesco entre
indivíduos.
• Representa o padrão de certa herança em uma
família.
Símbolos
Homem normal
Mulher normal
Homem afetado
Mulher afetada
Casamento
Filhos
Sexo
indeterminado
Gêmeos
verdadeiros
Gêmeos falsos
ou dizigóticos
Como montar um heredograma?
Como fica esse heredograma?
• Um homem normal, cujo pai era afetado e a mãe
era normal, casa-se com uma mulher normal
cujos pais também eram normais. Esse casal tem
seis filhos: duas mulheres e um homem
afetados, uma mulher normal, um homem e uma
mulher afetados nessa ordem.
Afetados
Normais
Genética conceitos básicos genes hereditariedade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Interaçao genica
Interaçao genica Interaçao genica
Interaçao genica UERGS
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introduçãoDalu Barreto
 
Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomosHamilton Nobrega
 
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelFelipe Haeberlin
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em geneticaAdrianne Mendonça
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaTurma Olímpica
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaAdriano Muniz
 
As leis de mendel
As leis de mendelAs leis de mendel
As leis de mendelAline Silva
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologiaemanuel
 
Genética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slidesGenética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slidesFabiano Reis
 
Teoria sintética da evolução
Teoria sintética da evoluçãoTeoria sintética da evolução
Teoria sintética da evoluçãoFelipe Haeberlin
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelmainamgar
 
DeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do SexoDeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do SexoNuno Correia
 

Mais procurados (20)

Interaçao genica
Interaçao genica Interaçao genica
Interaçao genica
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Aula 07 núcleo e cromossomos
Aula 07   núcleo e cromossomosAula 07   núcleo e cromossomos
Aula 07 núcleo e cromossomos
 
Herança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexoHerança ligada ao sexo
Herança ligada ao sexo
 
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de MendelGenética: introdução e 1ª lei de Mendel
Genética: introdução e 1ª lei de Mendel
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
Segunda Lei de Mendel
Segunda Lei de MendelSegunda Lei de Mendel
Segunda Lei de Mendel
 
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre GenéticaSlides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
Slides da aula de Biologia (Marcelo) sobre Genética
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de Genética
 
As leis de mendel
As leis de mendelAs leis de mendel
As leis de mendel
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
 
Genetica hereditariedade
Genetica hereditariedadeGenetica hereditariedade
Genetica hereditariedade
 
Genética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de HereditariedadeGenética: Noções de Hereditariedade
Genética: Noções de Hereditariedade
 
Genética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slidesGenética – leis de mendel slides
Genética – leis de mendel slides
 
Teoria sintética da evolução
Teoria sintética da evoluçãoTeoria sintética da evolução
Teoria sintética da evolução
 
A primeira lei de mendel
A primeira lei de mendelA primeira lei de mendel
A primeira lei de mendel
 
DeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do SexoDeterminaçãO Do Sexo
DeterminaçãO Do Sexo
 
2ª lei de mendel
2ª lei de mendel2ª lei de mendel
2ª lei de mendel
 

Destaque

Introduçao a genetica
Introduçao a geneticaIntroduçao a genetica
Introduçao a geneticaemibio
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genéticaAndrey Moreira
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularKristian Wessman
 
Introdução genética 2013
Introdução   genética  2013Introdução   genética  2013
Introdução genética 2013Simone Maia
 
Introdução á genética
Introdução á genéticaIntrodução á genética
Introdução á genéticaThais Benicio
 
Conceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genéticaConceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genéticaDouglas Barreto
 
Manual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI
Manual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRIManual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI
Manual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRIPaulo Tiago Oliveira Alves
 
História do Brasil II
História do Brasil IIHistória do Brasil II
História do Brasil IIBetiatim
 
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelExercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelHindria Guimarães
 
Aula Fundamentos Engenharia Genetica
Aula Fundamentos Engenharia GeneticaAula Fundamentos Engenharia Genetica
Aula Fundamentos Engenharia Geneticalidypvh
 
A4 bioquímica celular.citoquimica
A4 bioquímica celular.citoquimicaA4 bioquímica celular.citoquimica
A4 bioquímica celular.citoquimicaSimone Costa
 
Introdução à genética mendeliana
Introdução à genética mendelianaIntrodução à genética mendeliana
Introdução à genética mendelianaFelipe Cavalcante
 
Aula 1 para os segundos anos- Classificação e nomenclatura fev 2014
Aula 1  para os segundos anos- Classificação e nomenclatura  fev 2014 Aula 1  para os segundos anos- Classificação e nomenclatura  fev 2014
Aula 1 para os segundos anos- Classificação e nomenclatura fev 2014 Ionara Urrutia Moura
 
Introdução linguísitca aplicada
Introdução linguísitca aplicadaIntrodução linguísitca aplicada
Introdução linguísitca aplicadamarumbi
 

Destaque (20)

Genética 3 ano
Genética   3 anoGenética   3 ano
Genética 3 ano
 
Conceitos básicos em genetica
Conceitos básicos em geneticaConceitos básicos em genetica
Conceitos básicos em genetica
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Introduçao a genetica
Introduçao a geneticaIntroduçao a genetica
Introduçao a genetica
 
Introdução à genética
Introdução à genéticaIntrodução à genética
Introdução à genética
 
Aula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecularAula - introdução à genética molecular
Aula - introdução à genética molecular
 
Introdução genética 2013
Introdução   genética  2013Introdução   genética  2013
Introdução genética 2013
 
Introdução á genética
Introdução á genéticaIntrodução á genética
Introdução á genética
 
Conceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genéticaConceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genética
 
1 Leis De Mendel
1  Leis De Mendel1  Leis De Mendel
1 Leis De Mendel
 
004
004004
004
 
Manual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI
Manual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRIManual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI
Manual aluno URCA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI
 
História do Brasil II
História do Brasil IIHistória do Brasil II
História do Brasil II
 
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendelExercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
Exercícios de genética – sistema abo e 2ª lei de mendel
 
Aula Fundamentos Engenharia Genetica
Aula Fundamentos Engenharia GeneticaAula Fundamentos Engenharia Genetica
Aula Fundamentos Engenharia Genetica
 
A4 bioquímica celular.citoquimica
A4 bioquímica celular.citoquimicaA4 bioquímica celular.citoquimica
A4 bioquímica celular.citoquimica
 
Introdução à genética mendeliana
Introdução à genética mendelianaIntrodução à genética mendeliana
Introdução à genética mendeliana
 
Deriva Genetica
Deriva GeneticaDeriva Genetica
Deriva Genetica
 
Aula 1 para os segundos anos- Classificação e nomenclatura fev 2014
Aula 1  para os segundos anos- Classificação e nomenclatura  fev 2014 Aula 1  para os segundos anos- Classificação e nomenclatura  fev 2014
Aula 1 para os segundos anos- Classificação e nomenclatura fev 2014
 
Introdução linguísitca aplicada
Introdução linguísitca aplicadaIntrodução linguísitca aplicada
Introdução linguísitca aplicada
 

Semelhante a Genética conceitos básicos genes hereditariedade

Semelhante a Genética conceitos básicos genes hereditariedade (20)

3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica3 ano-aula-genetica
3 ano-aula-genetica
 
Genetica conceitos basicos
Genetica conceitos  basicosGenetica conceitos  basicos
Genetica conceitos basicos
 
Genética 01
Genética 01Genética 01
Genética 01
 
Definições de génetica
Definições de géneticaDefinições de génetica
Definições de génetica
 
Genetica 01- Introdução
Genetica 01- Introdução Genetica 01- Introdução
Genetica 01- Introdução
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Introdução à Genética.pptx
Introdução à Genética.pptxIntrodução à Genética.pptx
Introdução à Genética.pptx
 
genetica.ppt
genetica.pptgenetica.ppt
genetica.ppt
 
Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2
Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2
Transmisso de-caractersticas-hereditrias-1193889302144183-2
 
Introdução à Genética
Introdução à GenéticaIntrodução à Genética
Introdução à Genética
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Resolução exercícios genética
Resolução exercícios genéticaResolução exercícios genética
Resolução exercícios genética
 
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
Biologia - Genetica geral (Kleber Sales)
 
Genética introdução
Genética introduçãoGenética introdução
Genética introdução
 
Ppt Hereditariedade
Ppt   HereditariedadePpt   Hereditariedade
Ppt Hereditariedade
 
Conceitos básicos de genética aula 2 2012.2 eja
Conceitos básicos de genética   aula 2 2012.2 ejaConceitos básicos de genética   aula 2 2012.2 eja
Conceitos básicos de genética aula 2 2012.2 eja
 
Genética - introducão
Genética - introducãoGenética - introducão
Genética - introducão
 

Último

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 

Último (20)

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 

Genética conceitos básicos genes hereditariedade

  • 2. O que é Genética? • É o estudo dos genes e de sua transmissão para as gerações futuras. • É dividida em: - Genética Clássica  Mendel (1856 – 1865) - Genética Moderna  Watson e Crick (1953)
  • 3. Gene - Genética Clássica  unidade fundamental da hereditariedade. - Genética Moderna  pedaço de DNA que codifica uma proteína. (sequência de nucleotídeos de DNA que pode ser transcrita em uma versão de RNA)
  • 5. Genótipo • Constituição gênica do indivíduo, isto é, são os genes que ele possui em suas células, relativa aos tipos de alelos que possui. • Representado por letras. • Ex.: A, z, b, AA, Aa, aa...
  • 6. Fenótipo • São as características manifestadas por um indivíduo - morfológicas, fisiológicas ou comportamentais. • É determinado pelo genótipo, mas pode ser modificado pelo ambiente. • Ex: lisa ou rugosa
  • 7. Fenótipo F = G + A (Fenótipo é igual ao genótipo do indivíduo mais a ação do ambiente). • Ex.: cor de pele, textura do cabelo, tipo sanguíneo, etc.
  • 8. Cromossomo • Filamento nuclear (de DNA) no decorrer da divisão de uma célula.
  • 9. Cromossomos Homólogos • São cromossomos que apresentam genes para as mesmas características e nas mesmas posições. • Um homólogo veio do pai e outro da mãe.
  • 10. Óvulo  n Espermatozoide  n Zigoto  2n
  • 11. Tamanho do Pé Cor de Cabelo Tipo Sanguíneo Estatura Tamanho do Pé Cor de Cabelo Tipo Sanguíneo Estatura
  • 13. Genes Alelos • Genes presentes nos mesmos locais nos cromossomos homólogos.
  • 14. Haploide • Seres haploides ou células haploides (n) apresentam uma cópia de cada gene.
  • 15. Diploide • Seres diploides (2n) apresentam duas cópias de cada gene  cada um em um cromossomo homólogo.
  • 16. Homozigose • O indivíduo homozigoto apresenta dois alelos de um gene iguais, sejam eles genes dominantes ou recessivos. • Ex: AA, aa, bb, ZZ....
  • 17. Heterozigose • Indivíduos que apresentam dois alelos diferentes de um gene são chamados heterozigotos. • Ex.: Aa, Bb, Pp, IA IB, Zz...
  • 18. Dominância • Alelos que se expressam da mesma forma nas condições homozigótica e heterozigótica são chamados dominantes. • (AA ou Aa)
  • 19. Recessividade • Alelos que não se expressam na condição heterozigótica são denominados recessivos (só se expressam na condição homozigótica). • (aa)
  • 20.
  • 21. Genética Leis de Mendel Gregor Johann Mendel (1822 —1884) Monge agostiniano austríaco.
  • 22. ervilha Pisum sativum: • planta de fácil cultivo; • ciclo de vida curto; • flores hermafroditas e que reproduzem por autofecundação; • várias características possíveis de serem estudadas; • características contrastantes, sem intermediários: amarelas ou verdes; lisas ou rugosas; altas ou baixas; flores púrpuras ou brancas, dentre outras.
  • 23.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35. Produção de Gametas Que tipo de gametas um indivíduo Aa pode produzir? A a Ovogônia (2n) A a
  • 36. Que tipo de gametas os indivíduos abaixo podem produzir? • AA • Bb • bb • AABB • AAbb • AaBb
  • 37. Cruzamentos • A partir dos cruzamentos os geneticistas podem prever a transmissão dos genes em uma família. • É utilizado o “quadro de Punnett”.
  • 39. Exercício • O gene A determina cor de olho castanho e o gene a determina cor de olho azul. Um homem de olho azul se casa com uma mulher heterozigota de olhos castanhos. Qual é a probabilidade deste casal ter filhos de olhos azuis?
  • 40. Pai: aa Mãe: AaA a a a Aa aa Aa aa 50% Aa – castanhos 50% aa - azuis
  • 41. • Um homem normal, filho de pai normal e mãe albina, casou-se com uma mulher normal heterozigota. Qual a probabilidade de nascerem filhos albinos nesse casamento? Qual fenótipo é dominante? Qual é recessivo?
  • 42. Pais: A_ x aa Homem: Aa Mulher: Aa Aa x Aa RESULTADOS: Genótipo: 25% AA 50% Aa 25% aa Fenótipo: 75% - normal 25% - albino A a A AA Aa a Aa aa
  • 44. O que é um heredograma? • Representa as relações de parentesco entre indivíduos. • Representa o padrão de certa herança em uma família.
  • 45. Símbolos Homem normal Mulher normal Homem afetado Mulher afetada Casamento Filhos Sexo indeterminado Gêmeos verdadeiros Gêmeos falsos ou dizigóticos
  • 46. Como montar um heredograma? Como fica esse heredograma? • Um homem normal, cujo pai era afetado e a mãe era normal, casa-se com uma mulher normal cujos pais também eram normais. Esse casal tem seis filhos: duas mulheres e um homem afetados, uma mulher normal, um homem e uma mulher afetados nessa ordem.
  • 47.