SlideShare uma empresa Scribd logo
06-09-2009  José António
“ Na planta, a inteligência dormita; no animal, sonha;  só no homem acorda, conhece-se, possui-se e  torna-se consciente.” 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
As primeiras formas de vida no planeta são os unicelulares – células albuminóides, amebas, etc. 06-09-2009  José António
Na escala dos seres orgânicos após as amebas aparecem os helmintos ( vermes), os moluscos, os crustáceos, os insectos, os vertebrados, como répteis, peixes, aves e os mamíferos de organização mais completa. 06-09-2009  José António
Finalmente o homem que representa o último elo da cadeia e o ser de maior evolução. 06-09-2009  José António
A escala dos seres é contínua; antes de ser o que somos, passamos por todos os graus da escala, que estão abaixo de nós, e continuaremos a subir os que estão acima. 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],A evolução do princípio inteligente 06-09-2009  José António
Espíritos são os seres inteligentes da Criação 06-09-2009  José António
Um das leis que o Espiritismo prega é a sublime LEI da EVOLUÇÃO: Todos os seres evoluem permanentemente, desde a ameba até ao homem; 06-09-2009  José António
Contínua   evolução 06-09-2009  José António
Universo 06-09-2009  José António
Mundos 06-09-2009  José António
Orgânicos Inorgânicos 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],06-09-2009  José António
O progresso dos espíritos Simples ignorantes            Imperfeitos                                               Bons                                                 Puros Todos se melhoram pela reencarnação Passam pelos diferentes graus da hierarquia espírita 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],Escala espírita 06-09-2009  José António
O progresso moral é uma consequência do progresso intelectual, mas nem sempre o segue imediatamente. 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
Progresso intelectual Progresso moral 06-09-2009  José António
Humanidade representa  um esforço  evolutivo  de milénios 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
“ Ninguém poderá ver o reino de DEUS se não nascer de novo.” 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
O que é a reencarnação? A reencarnação é a volta do espírito à vida corpórea, mas em outro corpo especialmente formado para ele e que nada tem em comum com o antigo. 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
A reencarnação, afirmada pelas vozes de além-túmulo, é a única forma racional por que se pode admitir a reparação das faltas cometidas e a evolução gradual dos seres. Leon Denis – O problema do ser, do destino, e da dor. 06-09-2009  José António
Qual é a finalidade da reencarnação? ,[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
Expiando nossas faltas, aprendendo com as provas a que somos submetidos, cumprindo rigorosamente a missão a que nos propomos na pátria espiritual, colaborando na grande obra da criação e desenvolvendo nossa inteligência, estaremos dando largos passos a caminho da evolução e, consequentemente, da nossa própria felicidade. 06-09-2009  José António
- Nova existência; - Na senda do progresso; - Despojou de todas as impurezas; 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
Espírito Puro 06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
Os planeamentos reencarnatórios são muito diversificados, porque diversas são as necessidades humanas.  06-09-2009  José António
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António
Ninguém foge à lei da reencarnação.  Ontem, atraiçoamos a confiança de um companheiro, induzindo-o à derrocada moral.  06-09-2009  José António
Hoje, guardamo-lo na condição do parente difícil, que nos pede sacrifício incessante.  Ontem, abandonamos a jovem que nos amava, inclinando-a ao mergulho na lagoa do vício.  06-09-2009  José António
Hoje, temo-la de volta por filha incompreendida, necessitada do nosso amor.  Ontem, colocamos o orgulho e a vaidade no peito de um irmão que nos seguia os exemplos menos felizes. Hoje, partilhamos com ele, à feição de esposo despótico ou de filho - problema, o cálice amargo da redenção. Ontem, esquecemos compromissos veneráveis, arrastando alguém para o suicídio. Hoje, reencontramos esse mesmo alguém na pessoa de um filhinho, portador de moléstia irreversível, tutelando-lhe, à custa de lágrimas, o trabalho de reajuste.  06-09-2009  José António
Ontem, abandonamos a companheira inexperiente, à míngua de todo auxílio, situando-a nas garras da delinquência. Hoje, achamo-la ao nosso lado, na presença da esposa conturbada e doente, a exigir-nos a permanência no curso infatigável da tolerância.   06-09-2009  José António
Ontem, dilaceramos a alma sensível de pais afectuosos e devotados, sangrando-lhes o espírito, a punhaladas de ingratidão. Hoje, moramos no espinheiro, em forma de lar, carregando fardos de angústia, a fim de aprender a plantar carinho e fidelidade.  06-09-2009  José António
À frente de toda dificuldade e de toda prova, abençoa sempre e faze o melhor que possas.  Ajuda aos que te partilham a experiência, ora pelos que te perseguem, sorri para os que te ferem e desculpa todos aqueles que te injuriam...  06-09-2009  José António
A humildade é a chave da nossa libertação.  E, sejam quais sejam os teus obstáculos na família, é preciso reconhecer que toda construção moral do Reino de Deus, perante o mundo, começa nos alicerces invisíveis da luta em casa.  06-09-2009  José António
Bibliografia ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],06-09-2009  José António

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Tiburcio Santos
 
Atributos da divindade
Atributos da divindadeAtributos da divindade
Atributos da divindade
Denise Aguiar
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
CEVP - Divulgação
 
Da encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritosDa encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritos
Marcos Antônio Alves
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
Graça Maciel
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
paikachambi
 
Separação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpoSeparação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpo
Izabel Cristina Fonseca
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
paikachambi
 
Aula espiritos errantes
Aula espiritos errantesAula espiritos errantes
Aula espiritos errantes
Oribes Teixeira
 
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRetorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Rosimeire Alves
 
Elementos gerais do universo
Elementos gerais do universoElementos gerais do universo
Elementos gerais do universo
KATIA MARIA FARAH V DA SILVA
 
090520 da criação – livro i, cap 3
090520 da criação – livro i, cap 3090520 da criação – livro i, cap 3
090520 da criação – livro i, cap 3
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Trabalhador espírita
Trabalhador espíritaTrabalhador espírita
Trabalhador espírita
Norberto Tomasini Jr
 
Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
igmateus
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Fatima Carvalho
 
Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores
Daniane Bornea Friedl
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
Izabel Cristina Fonseca
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
Jorge Luiz dos Santos
 
Livre arbítrio na ótica espírita
Livre arbítrio na ótica espíritaLivre arbítrio na ótica espírita
Livre arbítrio na ótica espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 

Mais procurados (20)

Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
 
Atributos da divindade
Atributos da divindadeAtributos da divindade
Atributos da divindade
 
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoIntroducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Introducao ao Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Da encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritosDa encarnação dos espíritos
Da encarnação dos espíritos
 
A terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiaçõesA terra planeta de provas e expiações
A terra planeta de provas e expiações
 
Reencarnação
ReencarnaçãoReencarnação
Reencarnação
 
Separação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpoSeparação da alma e do corpo
Separação da alma e do corpo
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
 
Aula espiritos errantes
Aula espiritos errantesAula espiritos errantes
Aula espiritos errantes
 
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptxRetorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
Retorno à Vida Corporal - planejamento reencarnatório.pptx
 
Elementos gerais do universo
Elementos gerais do universoElementos gerais do universo
Elementos gerais do universo
 
090520 da criação – livro i, cap 3
090520 da criação – livro i, cap 3090520 da criação – livro i, cap 3
090520 da criação – livro i, cap 3
 
Trabalhador espírita
Trabalhador espíritaTrabalhador espírita
Trabalhador espírita
 
Fluidos e Perispírito
Fluidos e PerispíritoFluidos e Perispírito
Fluidos e Perispírito
 
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOSAllan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
Allan Kardec 150 Anos LIVRO DOS ESPÍRITOS
 
Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores Sócrates e platão, precursores
Sócrates e platão, precursores
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Sede perfeitos
 
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMOMEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
MEDIUNIDADE E ESPIRITISMO
 
Livre arbítrio na ótica espírita
Livre arbítrio na ótica espíritaLivre arbítrio na ótica espírita
Livre arbítrio na ótica espírita
 

Semelhante a evolução e reencarnação

Como mudar
Como mudarComo mudar
Como mudar
Victor Passos
 
Como mudar
Como mudarComo mudar
Como mudar
Victor Passos
 
Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40
Candice Gunther
 
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Patricia Farias
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundasEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Jose Luiz Maio
 
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptA Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
EdsonAguiar30
 
Baixar livro o livro do ego osho
Baixar livro o livro do ego   oshoBaixar livro o livro do ego   osho
Baixar livro o livro do ego osho
Instituto UniSer - Universo do Ser
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
Ponte de Luz ASEC
 
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
dijfergs
 

Semelhante a evolução e reencarnação (9)

Como mudar
Como mudarComo mudar
Como mudar
 
Como mudar
Como mudarComo mudar
Como mudar
 
Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40Estudo do livro Roteiro lição 40
Estudo do livro Roteiro lição 40
 
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundasEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
 
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.pptA Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
A Felicidade, As Leis Divinas e A Reforma Íntima.ppt
 
Baixar livro o livro do ego osho
Baixar livro o livro do ego   oshoBaixar livro o livro do ego   osho
Baixar livro o livro do ego osho
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
 
Nova geraçao
Nova geraçaoNova geraçao
Nova geraçao
 

Mais de Associação Espirita Lagos

Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010
Associação Espirita Lagos
 
Reencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vidaReencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vida
Associação Espirita Lagos
 
Solidariedade
SolidariedadeSolidariedade
Kardec e o princípio da doutrina espírita
Kardec e o princípio da doutrina espíritaKardec e o princípio da doutrina espírita
Kardec e o princípio da doutrina espírita
Associação Espirita Lagos
 
Rosemary Brown e os mestres da música
Rosemary Brown e os mestres da músicaRosemary Brown e os mestres da música
Rosemary Brown e os mestres da música
Associação Espirita Lagos
 
Rebeldia, matriz de distúrbios
Rebeldia, matriz de distúrbiosRebeldia, matriz de distúrbios
Rebeldia, matriz de distúrbios
Associação Espirita Lagos
 
O filho perdido
O filho perdidoO filho perdido
A alma lusa
A alma lusaA alma lusa
Baccelli
BaccelliBaccelli
Abril
AbrilAbril
O fim do mundo
O fim do mundoO fim do mundo
Sherazade o valor do amor palestra
Sherazade o valor do amor  palestraSherazade o valor do amor  palestra
Sherazade o valor do amor palestra
Associação Espirita Lagos
 
Apresentaoacredita nos seres elementais
Apresentaoacredita nos seres elementaisApresentaoacredita nos seres elementais
Apresentaoacredita nos seres elementais
Associação Espirita Lagos
 
Reencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vidaReencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vida
Associação Espirita Lagos
 
Arte
Arte Arte
Barrabás palestra
Barrabás palestraBarrabás palestra
Barrabás palestra
Associação Espirita Lagos
 
Jesus e simão pedro
Jesus e simão pedroJesus e simão pedro
Jesus e simão pedro
Associação Espirita Lagos
 
Livre-arbítrio e Determinismo
Livre-arbítrio e DeterminismoLivre-arbítrio e Determinismo
Livre-arbítrio e Determinismo
Associação Espirita Lagos
 
Porque vim a este planeta
Porque vim a este planetaPorque vim a este planeta
Porque vim a este planeta
Associação Espirita Lagos
 
Semeia e Viverás
Semeia e ViverásSemeia e Viverás
Semeia e Viverás
Associação Espirita Lagos
 

Mais de Associação Espirita Lagos (20)

Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010
 
Reencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vidaReencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vida
 
Solidariedade
SolidariedadeSolidariedade
Solidariedade
 
Kardec e o princípio da doutrina espírita
Kardec e o princípio da doutrina espíritaKardec e o princípio da doutrina espírita
Kardec e o princípio da doutrina espírita
 
Rosemary Brown e os mestres da música
Rosemary Brown e os mestres da músicaRosemary Brown e os mestres da música
Rosemary Brown e os mestres da música
 
Rebeldia, matriz de distúrbios
Rebeldia, matriz de distúrbiosRebeldia, matriz de distúrbios
Rebeldia, matriz de distúrbios
 
O filho perdido
O filho perdidoO filho perdido
O filho perdido
 
A alma lusa
A alma lusaA alma lusa
A alma lusa
 
Baccelli
BaccelliBaccelli
Baccelli
 
Abril
AbrilAbril
Abril
 
O fim do mundo
O fim do mundoO fim do mundo
O fim do mundo
 
Sherazade o valor do amor palestra
Sherazade o valor do amor  palestraSherazade o valor do amor  palestra
Sherazade o valor do amor palestra
 
Apresentaoacredita nos seres elementais
Apresentaoacredita nos seres elementaisApresentaoacredita nos seres elementais
Apresentaoacredita nos seres elementais
 
Reencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vidaReencarnação; esperança de uma nova vida
Reencarnação; esperança de uma nova vida
 
Arte
Arte Arte
Arte
 
Barrabás palestra
Barrabás palestraBarrabás palestra
Barrabás palestra
 
Jesus e simão pedro
Jesus e simão pedroJesus e simão pedro
Jesus e simão pedro
 
Livre-arbítrio e Determinismo
Livre-arbítrio e DeterminismoLivre-arbítrio e Determinismo
Livre-arbítrio e Determinismo
 
Porque vim a este planeta
Porque vim a este planetaPorque vim a este planeta
Porque vim a este planeta
 
Semeia e Viverás
Semeia e ViverásSemeia e Viverás
Semeia e Viverás
 

Último

Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 

Último (18)

Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 

evolução e reencarnação

  • 1. 06-09-2009 José António
  • 2. “ Na planta, a inteligência dormita; no animal, sonha; só no homem acorda, conhece-se, possui-se e torna-se consciente.” 06-09-2009 José António
  • 3.
  • 4. As primeiras formas de vida no planeta são os unicelulares – células albuminóides, amebas, etc. 06-09-2009 José António
  • 5. Na escala dos seres orgânicos após as amebas aparecem os helmintos ( vermes), os moluscos, os crustáceos, os insectos, os vertebrados, como répteis, peixes, aves e os mamíferos de organização mais completa. 06-09-2009 José António
  • 6. Finalmente o homem que representa o último elo da cadeia e o ser de maior evolução. 06-09-2009 José António
  • 7. A escala dos seres é contínua; antes de ser o que somos, passamos por todos os graus da escala, que estão abaixo de nós, e continuaremos a subir os que estão acima. 06-09-2009 José António
  • 8.
  • 9.
  • 10. Espíritos são os seres inteligentes da Criação 06-09-2009 José António
  • 11. Um das leis que o Espiritismo prega é a sublime LEI da EVOLUÇÃO: Todos os seres evoluem permanentemente, desde a ameba até ao homem; 06-09-2009 José António
  • 12. Contínua evolução 06-09-2009 José António
  • 13. Universo 06-09-2009 José António
  • 14. Mundos 06-09-2009 José António
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. O progresso dos espíritos Simples ignorantes            Imperfeitos                                              Bons                                                Puros Todos se melhoram pela reencarnação Passam pelos diferentes graus da hierarquia espírita 06-09-2009 José António
  • 22.
  • 23. O progresso moral é uma consequência do progresso intelectual, mas nem sempre o segue imediatamente. 06-09-2009 José António
  • 24.
  • 25. Progresso intelectual Progresso moral 06-09-2009 José António
  • 26. Humanidade representa um esforço evolutivo de milénios 06-09-2009 José António
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31. “ Ninguém poderá ver o reino de DEUS se não nascer de novo.” 06-09-2009 José António
  • 32.
  • 33. O que é a reencarnação? A reencarnação é a volta do espírito à vida corpórea, mas em outro corpo especialmente formado para ele e que nada tem em comum com o antigo. 06-09-2009 José António
  • 34.
  • 35.
  • 36. A reencarnação, afirmada pelas vozes de além-túmulo, é a única forma racional por que se pode admitir a reparação das faltas cometidas e a evolução gradual dos seres. Leon Denis – O problema do ser, do destino, e da dor. 06-09-2009 José António
  • 37.
  • 38.
  • 39. Expiando nossas faltas, aprendendo com as provas a que somos submetidos, cumprindo rigorosamente a missão a que nos propomos na pátria espiritual, colaborando na grande obra da criação e desenvolvendo nossa inteligência, estaremos dando largos passos a caminho da evolução e, consequentemente, da nossa própria felicidade. 06-09-2009 José António
  • 40. - Nova existência; - Na senda do progresso; - Despojou de todas as impurezas; 06-09-2009 José António
  • 41.
  • 42. Espírito Puro 06-09-2009 José António
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47. Os planeamentos reencarnatórios são muito diversificados, porque diversas são as necessidades humanas. 06-09-2009 José António
  • 48.
  • 49. Ninguém foge à lei da reencarnação. Ontem, atraiçoamos a confiança de um companheiro, induzindo-o à derrocada moral. 06-09-2009 José António
  • 50. Hoje, guardamo-lo na condição do parente difícil, que nos pede sacrifício incessante. Ontem, abandonamos a jovem que nos amava, inclinando-a ao mergulho na lagoa do vício. 06-09-2009 José António
  • 51. Hoje, temo-la de volta por filha incompreendida, necessitada do nosso amor. Ontem, colocamos o orgulho e a vaidade no peito de um irmão que nos seguia os exemplos menos felizes. Hoje, partilhamos com ele, à feição de esposo despótico ou de filho - problema, o cálice amargo da redenção. Ontem, esquecemos compromissos veneráveis, arrastando alguém para o suicídio. Hoje, reencontramos esse mesmo alguém na pessoa de um filhinho, portador de moléstia irreversível, tutelando-lhe, à custa de lágrimas, o trabalho de reajuste. 06-09-2009 José António
  • 52. Ontem, abandonamos a companheira inexperiente, à míngua de todo auxílio, situando-a nas garras da delinquência. Hoje, achamo-la ao nosso lado, na presença da esposa conturbada e doente, a exigir-nos a permanência no curso infatigável da tolerância. 06-09-2009 José António
  • 53. Ontem, dilaceramos a alma sensível de pais afectuosos e devotados, sangrando-lhes o espírito, a punhaladas de ingratidão. Hoje, moramos no espinheiro, em forma de lar, carregando fardos de angústia, a fim de aprender a plantar carinho e fidelidade. 06-09-2009 José António
  • 54. À frente de toda dificuldade e de toda prova, abençoa sempre e faze o melhor que possas. Ajuda aos que te partilham a experiência, ora pelos que te perseguem, sorri para os que te ferem e desculpa todos aqueles que te injuriam... 06-09-2009 José António
  • 55. A humildade é a chave da nossa libertação. E, sejam quais sejam os teus obstáculos na família, é preciso reconhecer que toda construção moral do Reino de Deus, perante o mundo, começa nos alicerces invisíveis da luta em casa. 06-09-2009 José António
  • 56.