Abril

4.540 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
2 comentários
13 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Gostaria que lessem o que escrevi na descrição de minha maneira de ser, em minha página. Tudo o que faço é pra ser compartilhado. Afinal, com certeza, o conteúdo está sempre disponível, assim como as fotos e a formatação de tantos outros estudos. A gente cria, copia, partilha e compartilha. Como diz nossa querida Joanna de Ângelis, quanto mais você retém, menos você tem. Abraços fraternais
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • Muito bom! Só lamento que a autora não o disponibiliza para download.As boas obras devem ser difundidas e partilhadas, assim nos ensina o Mestre.
    Com um abraço fraterno desde Olhão.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.540
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
13
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Abril

  1. 1. Abril e a Nova Era Luísa Arez
  2. 2. Abril e a Nova Era A.C . o D.C.
  3. 3. Amai os vossos inimigos Abril e a Nova Era Amai-vos uns aos outros
  4. 4. Abril e a Nova Era
  5. 5. Cartas e Crónicas,– Irmão X --psicografia- Francisco Cândido Xavier
  6. 6. <ul><li>“ A minha paz está contigo… </li></ul>Eusébio de Cesaréia 312 D.C.
  7. 7. IMPÉRIO ROMANO 313 … A IDADE MÉDIA O livre arbítrio do Papado A Caminho da Luz, Emmanuel
  8. 8. Idade Média (476-1453) A instituição sinistra da igreja ia cobrir a estrada evolutiva do homem com um sudário de trevas espessas A Caminho da Luz, Emmanuel
  9. 9. 538 D.C. Imperador Justiniano <ul><li>Decreta que a reencarnação acabe </li></ul>
  10. 10. Reencarnam espíritos que fazem progredir a Humanidade A Caminho da Luz, Emmanuel A Nova Era
  11. 11. Reimplantar o Evangelho Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, Humberto de Campos Abril e a Nova Era
  12. 12. Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, Humberto de Campos Jesus escolheu o Brasil para novamente semear o Evangelho . Abril e a Nova Era
  13. 13. Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos Tu Helil, te corporificarás na Terra, no seio do povo mais pobre e mais trabalhador do Ocidente. Abril e a Nova Era
  14. 14. Helil 4 de Março 1394 Porto
  15. 15. <ul><li>7 de Março de 1500 </li></ul><ul><li>Lisboa </li></ul>
  16. 17. Abril e a Nova Era <ul><li>Em Cabo Verde, Cabral pensa no desejo de alcançar a terra desconhecida do hemisfério sul, criando assim a sintonia necessária com os planos do mundo invisível. </li></ul>Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, Humberto de Campos
  17. 18. Abril e a Nova Era <ul><li>Henrique de Sagres aproveita essa oportunidade falanges de navegadores do infinito desdobram-se nas caravelas </li></ul><ul><li>Aproveitam todos os ascendentes mediúnicos </li></ul><ul><li>Sob a sua influência, as noites de Cabral são repletas de sonhos reveladores e, </li></ul><ul><li>sob o impulso de uma orientação imperceptível, as caravelas abandonam o caminho das Índias. </li></ul>Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos,
  18. 19. 22 de Abril de 1500 Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Brasil
  19. 20. Abril e a Nova Era (João, 14, 15, 16) Tenho ainda muito que lhes dizer, mas vocês não o podem suportar agora
  20. 21. Abril e a Nova Era Quando vier, porém, o Espírito da Verdade, ele os guiará a toda verdade (João, 14, 15, 16)
  21. 22. Abril e a Nova Era 31 de Dezembro de 1799 Reuniu uma assembleia de Espíritos para marcarem a entrada do Século XIX. Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier
  22. 23. Abril e a Nova Era 31 de Dezembro de 1799 Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier
  23. 24. 31 de Dezembro de 1799 Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier Vasta convocação de forças da ciência e da cultura da Humanidade. Abril e a Nova Era
  24. 25. Almas encarnadas para reafirmação de compromissos. 31 de Dezembro de 1799 Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier
  25. 26. Uma estrada de luz de inúmeras estrelas resplandecentes. 31 de Dezembro de 1799 Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier
  26. 27. No solo ,esses astros transformavam-se em seres humanos cheios de claridade celestial. 31 de Dezembro de 1799 Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier
  27. 28. O Espírito da Verdade Dentro do novo século, começaremos a preparação do Terceiro Milénio do Cristianismo na Terra. Abril e a Nova Era Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier
  28. 29. Terceiro Milénio Transformações e renovações gigantescas: política, religião, ciência, economia, sociologia artes Séc XIX
  29. 30.   3 de Outubro de 1804, Lyon 31 de Março de 1869 Hippolyte Léon Denizard Rivail Allan Kardec Abril e a Nova Era Cartas e Crónicas,– Irmão X psicografia- Francisco Cândido Xavier
  30. 31. Abril e a Nova Era Pedirei a meu Pai e ele lhes enviará outro Consolador   (Actos, cap. II, vs. 17-18)
  31. 32. A Era Espírita-cristã Abril e a Nova Era
  32. 33.   Ditada a Allan Kardec pelos Espíritos Diversos médiuns responderam isoladamente, e em datas diferentes às perguntas do Codificador, seguindo um processo científico. A Doutrina Espírita
  33. 34. &quot;Nos últimos tempos, derramarei o meu espírito sobre toda a carne;os vossos filhos e filhas profetizarão, os jovens terão visões e os velhos, sonhos.&quot;   (Actos, cap. II, vs. 17-18) A Era Espírita-cristã
  34. 35. Abril e a Nova Era 18 de Abril de 1857 A filosofia Espírita
  35. 36. A Era Espírita-cristã “ O Que É o Espiritismo”,1858 &quot;O Livro dos Médiuns&quot;, para a parte experimental e científica   (Janeiro de 1861); &quot;O Evangelho Segundo o Espiritismo&quot;, para a parte moral (Abril de 1864); &quot;O Céu e o Inferno&quot;, ou &quot;A Justiça de Deus segundo o Espiritismo&quot; (Agosto de 1865); &quot;A Gênese, os Milagres e as Predições (Janeiro de 1868); &quot;A Revista Espírita&quot;, jornal de estudos psicológicos.    O estudo é fundamental para o correcto conhecimento da Doutrina Espírita.
  36. 37. A Era Espírita-cristã Paris, 1º de Abril de 1858 &quot;Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas&quot;. 1 de Abril de 1858 Abril e a Nova Era &quot;Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas&quot;.
  37. 38. Abril e a Nova Era <ul><li>Brasil </li></ul>Bahia—Primeiro Centro Espírita 1865
  38. 39. 2 de Abril 1910 Francisco Cândido Xavier Abril e a Nova Era
  39. 40. <ul><li>Francisco Cândido Xavier </li></ul>400 livros publicados O português é a língua do espiritismo
  40. 41. Abril e a Nova Era
  41. 42. Revolução dos cravos de 1974
  42. 43. 1913 A Associação mais antiga de Portugal em actividade Abril e a Nova Era
  43. 44. D. Fortunata Rua Infante de Sagres
  44. 45. Julieta Marques Presidente da Direcção durante 39 anos Abril
  45. 46. 30 de Abril de 2005 Abril e a Nova Era
  46. 47. Palestras Doutrinárias ao Sábado às 16h
  47. 48. Reuniões de estudo em horário nocturno
  48. 49. Reuniões Extraordinárias
  49. 50. Pintura Mediúnica
  50. 51. Atendimento fraterno 150 Atendimentos em 2009
  51. 52. Preces para os doentes e locais de conflito Reunião pública à tarde 2 vezes por semana Irradiação mental
  52. 53. ± 30 pessoas por secção Passe magnético
  53. 54. Reuniões Mediúnicas 3 por semana
  54. 55. Evangelização Infantil e juvenil 3 classes
  55. 56. Tempo de Antena Algarve fm Sábado às 10H Página internet
  56. 57. Atendimento social Apoiamos diariamente 6 famílias
  57. 58. Atendimento social Distribuídos 26 cabazes de Natal em 2009
  58. 59. Actividades sociais Integramos a Rede Social do Conselho Lagos Solidário Refeitório social Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Lagos
  59. 60. Presidente da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Lagos Isabel Martins
  60. 61. Actividades sociais Campanhas do Banco alimentar contra a fome
  61. 62. Outras actividades sociais Peditório da Liga portuguesa contra o cancro Campanha do “pijama para o I.P.O. Lisboa” Colaboração com o Serviço de Medicina da U. H. Lagos
  62. 63. Outras actividades sociais Voluntariado no Hospital Voluntariado nos Lares de Idosos
  63. 64. Actividades sociais Estão todos convidados a colaborar Ajude-nos a ajudar
  64. 65. Actividades culturais Grupo Coral Helil Festival Nacional de Musica Espírita 2008
  65. 66. Actividades culturais Profª Leonor Cruz
  66. 67. Todo o nosso trabalho é voluntário Estamos unidos pela Doutrina Espírita
  67. 68. Doutrina Espírita <ul><li>Filosofia com vertente cientifica, religiosa e moral, ditada a </li></ul><ul><li>Allan Kardec pelos Espíritos. </li></ul><ul><li>Espíritos de planos superiores, orientados pelo Espírito da Verdade </li></ul>O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  68. 69. Doutrina Espírita <ul><li>    Revela o que somos </li></ul><ul><li>De onde viemos e para onde vamos. </li></ul><ul><li>Qual o objectivo da nossa existência. </li></ul><ul><li>Qual a razão da dor e do sofrimento. </li></ul>O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  69. 70. Não impõe os seus princípios. Convida os interessados ao estudo, à analise cientifica submetendo os seus ensinamentos ao crivo da razão, antes de aceita-los. Doutrina Espírita O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  70. 71. Doutrina Espírita Respeita todas as religiões, valoriza todos os esforços para a prática do bem e trabalha pela confraternização entre todos os homens, independentemente de sua cor, nacionalidade, crença, nível cultural ou social. O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  71. 72. Doutrina Espírita O Espiritismo: não tem corpo sacerdotal Não tem sacramentos : baptismo, casamento não usa: altares, imagens, procissões
  72. 73. Não É Doutrina Espírita
  73. 74. Não É Doutrina Espírita
  74. 75. Não É Doutrina Espírita
  75. 76. Não É Doutrina Espírita
  76. 77. Não É Doutrina Espírita
  77. 78. Não É Doutrina Espírita
  78. 79. Não É Doutrina Espírita
  79. 80. Não É Doutrina Espírita
  80. 81. Não É Doutrina Espírita
  81. 82. Não é Doutrina Espírita
  82. 83. Não É Doutrina Espírita
  83. 84.       6-09-2008 Existe um Deus único criador do universo e de todos os seres animados e inanimados. Doutrina Espírita O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  84. 85.       Doutrina Espírita Mundo espiritual O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  85. 86.       Livro dos Espíritos –Allan Kardec Doutrina Espírita Na existência e imortalidade do espírito
  86. 87.       Livro dos Espíritos –Allan Kardec Doutrina Espírita Criado simples e ignorante e destinado à perfeição.
  87. 88. Na Reencarnação , como o mecanismo natural de aperfeiçoamento dos espíritos . ·        Doutrina Espírita O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  88. 89. Doutrina Espírita Corpo fisico Perispírito Espírito Composição do “corpo ” O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  89. 90. Livre-arbitrío escolher o caminho evolutivo Doutrina Espírita O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  90. 91. Doutrina Espírita O Livro dos Espíritos - Allan Kardec Lei de Causa e Efeito , em que todo o efeito tem uma causa anterior, pois Deus é justo e bom.
  91. 92. Doutrina Espirita Na pluralidade dos mundos habitados, com seres em diferentes graus de evolução. O Livro dos Espíritos - Allan Kardec
  92. 93. Doutrina Espírita Na comunicabilidade dos espíritos desencarnados através dos médiuns. Livro dos Médiuns Allan Kardec
  93. 94. Doutrina Espírita   ·   A mediunidade é uma faculdade inata. Não é sinónimo de espiritismo Prática mediúnica é aquela que trabalha para o BEM e para a AJUDA FRATERNA Livro dos Médiuns Allan Kardec
  94. 95. Doutrina Espírita <ul><li>Prática mediúnica obrigatoriamente </li></ul><ul><li>é </li></ul>Completamente Gratuita Livro dos Médiuns Allan Kardec
  95. 96.     Doutrina Espírita “ Daí de graça o que de graça recebeste”.
  96. 97. A Nova Era

×