A alma lusa

703 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
703
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A alma lusa

  1. 1. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Luísa Arez
  2. 2. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique 13 de Novembro de 2010 Há 550 anos 13 de Novembro de 146013 de Novembro de 1460 Vila do InfanteVila do Infante SagresSagres
  3. 3. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique 4 de Março 13944 de Março 1394 PortoPorto
  4. 4. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Um homem de visão voltada para o futuro, um mecenas do inicio da nova era ,que trouxe novas luzes ao conhecimento e à cultura humana. De rígida formação moral e religiosa, era sóbrio e austero e praticava o jejum. D. HENRIQUE, O NAVEGADOR ASPECTOS BIOGRÁFICOS E GENEALÓGICOS
  5. 5. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Apesar de ter vivido na Idade Média era um homem à frente do seu tempo, um homem da Idade Moderna. Enfim, um precursor do Renascimento Um mecenas das viagens marítimas… D. HENRIQUE, O NAVEGADOR ASPECTOS BIOGRÁFICOS E GENEALÓGICOS
  6. 6. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique A praia de Lagos onde acabava a terra e começava o mar a descobrir O Segredo da Rainha Velha -- Fina d’ Armada
  7. 7. Onde o Rei Luso foi coroadoOnde o Rei Luso foi coroado Um local sagrado dos Cónios,Um local sagrado dos Cónios, dos Fenícios, dos Celtas e dosdos Fenícios, dos Celtas e dos RomanosRomanos O Segredo da Rainha Velha -- Fina d’ Armada A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Promontorium Sacrum
  8. 8. Escola Náutica de Sagres Era um centro onde se reuniam, e estudavam astrólogos e astrónomos, navegantes e cartógrafos. CTEN António Manuel Gonçalves SÍMBOLOS DO NRP “SAGRES” Legado da Expansão e dos Descobrimentos Portugueses Revista da Marinha Nº 412 SET / OUT – 2007 A Alma Lusa e o Infante D. Henrique
  9. 9. O Segredo da Rainha Velha -- Fina d’ Armada A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Não te resignes Henrique “O Sonho do Infante”. 1906 José Malhoa, Pintura no tecto do Museu Militar de Lisboa
  10. 10. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Só as tempestades é que os arrastam para o largo do Atlântico. Golpes de vento, golpes de azar... É assim que, por mero acaso, é descoberto o arquipélago dos Açores Fernando Correia da Silva 1427
  11. 11. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique 1433 Gil Eanes desembarca em Lagos os primeiros cativos negros. O Infante ,embora de maneira branda admoestou-o. Não queria que trouxesse naturais queria que ultrapassa-se o Cabo Bojador O Segredo da Rainha Velha -- Fina d’ Armada
  12. 12. Welcome ,Janeiro 2008 A História Universal atribui- lhe a responsabilidade da escravatura negra A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Mãe Preta 1912 Lucilio de Albuquerque Museu de Salvador da Bahia 1443 Chama a si o monopólio do mercado de escravos
  13. 13. O Segredo da Rainha Velha -- Fina d’ Armada Se passardes além do cabo Bojador, não sereis só vós a passar, será um feito de Portugal, de toda a cristandade e do mundo inteiro A Alma Lusa e o Infante D. Henrique
  14. 14. O Segredo da Rainha Velha -- Fina d’ Armada A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Com as cartas de marear que temos em segredo e com ensinamentos e instrumentos que vos dei em segredo, fazei mais uma vez essa viagem.
  15. 15. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique 1434
  16. 16. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Em cerca de trinta anos, foram descobertos, descritos e cartografados 20 graus da Terra. Fernando Correia da Silva 1448 André de Branco traça um mapa que mencionava uma região fronteira à África
  17. 17. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Em 1458 participa activamente da tomada de Alcácer Ceguer … Mostra-se benevolente com os derrotados, permitindo que abandonem a cidade. D. HENRIQUE, O NAVEGADOR ASPECTOS BIOGRÁFICOS E GENEALÓGICOS
  18. 18. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique
  19. 19. Mensageiro de Jesus encarregado dos problemas sociológicos da Terra, Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, Humberto de Campos A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Helil
  20. 20. Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, Humberto de Campos Jesus escolheu o Brasil para novamente semear o Evangelho . A Alma Lusa e o Infante D. Henrique
  21. 21. Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos Tu Helil, te corporificarás na Terra, no seio do povo mais pobre e mais trabalhador do Ocidente. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique
  22. 22. Deus quer, o homem sonha, a obra nasce. Deus quis que a terra fosse toda uma, Que o mar unisse, já não separasse. Sagrou-te, e foste desvendando a espuma, E a orla branca foi de ilha em continente, Clareou, correndo, até ao fim do mundo, E viu-se a terra inteira, de repente, Surgir, redonda, do azul profundo. Quem te sagrou criou-te português. Do mar e nós em ti nos deu sinal. Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez. Senhor, falta cumprir-se Portugal! O Infante - Mensagem Fernando Pessoa A Alma Lusa e o Infante D. Henrique
  23. 23. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, Humberto de Campos Guia espiritual do Povo Português
  24. 24. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique O mundo espiritual proporciona à história humana a caracterização da alma colectiva dos povos. A Caminho da Luz-- Emmanuel
  25. 25. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Cada nação, como cada individuo ,tem a sua tarefa a desempenhar no conserto dos povos Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos
  26. 26. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique O destino de um povo está marcado desde o inicio. A evolução dependerá das suas acções colectivas. Portugal tem a sua missão desde os primórdios da formação. Unir os povos, unir o Mundo no amor de Cristo. . Mensagem psicografada na A.E.L. 5-8- 2008
  27. 27. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Como os indivíduos as colectividades também voltam ao mundo pela reencarnação A Caminho da Luz-- Emmanuel
  28. 28. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Nação porque reincarnaste Povo porque ressuscitou Ou tu, ou o que era a haste Assim se Portugal formou Viriato –Mensagem Fernando Pessoa
  29. 29. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Lusitanos filhos da luz Na Cortina do Tempo --Edgard Armond
  30. 30. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique A Alma lusa é grande ,agrupa todos os povos que viveram nesta região desde a antiguidade até à fundação de Portugal Mas, dela fazem parte também os árabes, aqueles que ficaram e contribuíram para orientar as caravelas e orientar o mundo para novos mundos Mensagem psicografada na A.E.L.18-9-2010
  31. 31. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Todo começo é involuntário Deus é o agente O herói a si assiste, vário E inconsciente O Conde D.Henrique–Mensagem Fernando Pessoa
  32. 32. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Pai, foste cavaleiro… A bênção como espada A espada como bênção D. Afonso Henriques –Mensagem Fernando Pessoa
  33. 33. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Afonso Henriques recebia orientações do plano espiritual para alargar o território e obter a independência Afonso Henriques o Homem - Cristina Torrão
  34. 34. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Afonso Henriques o Homem - Cristina Torrão 1143 Tratado de Zamora
  35. 35. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Com uma missão a cumprir A Alma Lusa e o Infante D. Henrique País mais antigo da Europa e um dos mais antigos do Mundo
  36. 36. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique A Lusitânia é a força de uma alma que nasceu e viveu para mais tarde nascer Portugal. Orientado por Helil as almas fundiram-se e deram um povo que ansiava crescer e ser independente. Mensagem psicografada na A.E.L. 14-8-2010
  37. 37. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Helil desceu e cria a grande nação, aquela que um dia dará novos mundos ao mundo. É Afonso I o homem que anseia a terra, o homem que sabe o que fazer e como fazer. Mensagem psicografada na A.E.L. 14-8-2010 Do mar e nós em ti nos deu sinal
  38. 38. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Helil volta ,então, mais tarde, com outra grande missão. Neto de Afonso ,neto de si próprio ,depois da Pátria, levar ao mundo os outros mundos onde o Evangelho nascerá. Entre uma e outra vida é necessário orientar o povo, guiá-lo para que não se perca, e não saia do seu rumo. Mensagem psicografada na A.E.L. 14-8-2010
  39. 39. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique É necessário actuar nos campos de batalha, para obter a independência e continuar um povo livre. Orientados por Helil ,os portugueses criam o quadrado, e a padeira ganha com pão uma guerra. Mensagem psicografada na A.E.L. 14-8-2010
  40. 40. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique A história faz-se de pequenas coisas, os homens são pequenos no Universo e nas mãos de Deus. Os homens não conseguem fazer a alma de um povo. A alma colectiva do povo é gerida . Helil é o guia da alma colectiva do povo luso Mensagem psicografada na A.E.L. 14-8-2010
  41. 41. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique 13 de Novembro de 1460
  42. 42. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique E, no além, o mensageiro do Mestre continua a trabalhar na causa do Evangelho. Mas encontra fraco eco na sua terra e é o povo de Castela que começa a motivar-se pelas descobertas Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos,
  43. 43. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Eleva-se ao poder D. João II O Príncipe Perfeito torna-se dócil instrumento de Helil ,a mesma sede de além lhe devora o pensamento… Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos,
  44. 44. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Tratado de Tordesilhas As Principais Viagens das Descobertas 370 léguas
  45. 45. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Entidades atrasadas unem-se contra as realizações do rei… E D. João II morre envenenado em Alvor em 1495 Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos,
  46. 46. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, D. Manuel I Nada mais se fez do que atingir o fim de longa e laboriosa preparação
  47. 47. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, 1498 Vasco da Gama descobre o caminho marítimo das Índias
  48. 48. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Parte da praia do Restelo a armada de Pedro Alvares Cabral 7 de Março de 1500
  49. 49. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique A viagem foi muito semelhante à de Vasco da Gama, mas após a escala em Cabo Verde a rota desviou-se acentuadamente para sudoeste, sem motivo aparente. As Principais Viagens das Descobertas 22 de Abril de 1500 Estava oficialmente descoberto o Brasil
  50. 50. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Em Cabo Verde, Cabral pensa no desejo de alcançar a terra desconhecida do hemisfério sul, criando assim a sintonia necessária com os planos do mundo invisível. Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, Humberto de Campos
  51. 51. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Henrique de Sagres aproveita essa oportunidade ,falanges de navegadores do infinito desdobram-se nas caravelas Aproveitam-se todos os ascendentes mediúnicos Sob a sua influência, as noites de Cabral são repletas de sonhos reveladores e, sob o impulso de uma orientação imperceptível, as caravelas abandonam o caminho das Índias. Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos,
  52. 52. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Os tesouros das Índias levaram o povo português à luxúria e à ostentação, tendo como consequência a decadência e a miséria moral Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos
  53. 53. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique 1536 D. João III Permite a entrada da Inquisição em Portugal
  54. 54. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Escravatura NegraEscravatura Negra Livre ArbítrioLivre Arbítrio
  55. 55. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Ordenei que fosse imediatamente repatriados Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos,
  56. 56. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Eles terão a liberdade de humilhar os seus irmãos sem limite ? O Livre Arbítrio é ilimitado?O Livre Arbítrio é ilimitado?
  57. 57. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Se não é possível cercear o livre arbítrio das almas, poderemos mudar o curso dos acontecimentos, a fim de que o povo lusitano aprenda, na dor e na miséria.
  58. 58. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Os homens têm responsabilidade pessoal nos feitos que realizam nas suas existências isoladas e colectivas .
  59. 59. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Teias das Almas ,João ,espírito Lei de causa e efeito Alcança os singulares ou colectivos de almas como : cidades ,países ,continentes e mundos
  60. 60. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Escravatura Negra luxúria e ostentação Inquisição Ganhou débitos para o futuro
  61. 61. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique D. João III Prematuramente morrem os seus filhos. Morre 3 semanas antes do filho nascer Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos,
  62. 62. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Aos 14 anos assume a governação. Sebastião de Portugal Nomeado Rei aos 3 anos Cristóvão de Morais -Museu Nacional de Arte Antiga
  63. 63. 1573 Cidade de Lagos A Alma Lusa e o Infante D. Henrique
  64. 64. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Convicto que tinha uma missão a cumprir Começou a preparar a expedição contra os marroquinos apesar da oposição dos conselheiros Sebastião de Portugal
  65. 65. 4 de Agosto de 1578… tinha 24 anos de idade… O exército português cerca de 15 000 homens desembarcou em Marrocos A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Batalha de Alcácer-Quibir
  66. 66. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Teias das Almas ,João ,espírito Desencarnes colectivos são expiações em conjunto que se acertam com as necessidades evolutivas Lei de causa e efeito
  67. 67. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, 1580 A Casa de Avis, onde a escravatura negra tinha tido inicio, desaparece para sempre . Ninguém foge à Lei de Causa e Efeito.
  68. 68. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, 1580 Portugal entrega-se ao domínio de Felipe II ,o mais fanático e cruel de todos os príncipes da Europa no século XVI...
  69. 69. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Tratado de Tordesilhas
  70. 70. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Através das linhas tortuosas dos homens, realizou Jesus os seus grandes e benditos objectivos, formar o Brasil Coração do Mundo
  71. 71. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique A minha loucura outros que a tomem Mensagem--Fernando Pessoa D. Sebastião Foi considerado louco
  72. 72. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Sob o domínio Espanhol… Portugal achava-se em profunda decadência... …reduzido à quase penúria .
  73. 73. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos “Mestre venho pedir o vosso auxilio paternal para a terra portuguesa, humilhada e vencida ,ela implora a vossa Divina providência” Rogou a Jesus pelo minúsculo Portugal. “Helil - sabes que a minha piedade não se reveste de excessivas exigências…
  74. 74. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, O luxo das conquistas lhes amoleceu as fibras criadoras. …Introduziram o tráfego dos homens livres…
  75. 75. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, …Permitiram a entrada da Inquisição ,que comete no Mundo todos os crimes em meu Nome…
  76. 76. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, É verdade Senhor ! Mas a grande Pátria que me confiaste ,muito tem aprendido no caminho das experiências dolorosas…
  77. 77. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Permiti que possamos restaurar as forças politicas a afim de que ela cumpra as vossas determinações na terra do evangelho
  78. 78. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Helil quem queres utilizar na Restauração? Os descendentes do Duque de Bragança
  79. 79. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Não acho que a casa de Bragança esteja preparada espiritualmente para a sublime realização
  80. 80. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, Pesadas trevas invadem a actividade politica na Terra e tu a ampararás nos deveres que assumirá
  81. 81. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos, 1 de Dezembro de 1640 Helil organizou as suas falanges e Portugal foi restaurado, subindo ao trono D. João IV.
  82. 82. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos Esbanjador e arbitrário e sem respeito pelo povo D. João V
  83. 83. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos 1750 D. José Marquês de Pombal Escolhido no plano espiritual para a reconstrução das energias da Pátria dos desvarios anteriores
  84. 84. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos 1 de Novembro de 1755 Lei de causa e efeito
  85. 85. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos O Marquês de Pombal não soube corresponder às expectativas dos génios espirituais de Portugal Foi um ditador Perseguiu e expulsou os jesuítas Perseguiu e condenou à morte os Távoras
  86. 86. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos 1782 O Marquês de Pombal desencarnou humilhado e esquecido ,sob o jugo dos mais pungentes desgostos Lei de causa e efeito
  87. 87. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos 1807 As invasões francesas
  88. 88. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Brasíl,Coração do Mundo, Pátria do Evangelho, do autor espiritual Humberto de Campos Os génios espirituais velavam pelos vencidos e humilhados As falanges espirituais de Henrique de Sagres reuniam-se em Portugal revigorando as forças lusitanas
  89. 89. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique 1910 A Republica 1926 O Estado Novo
  90. 90. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Nem Rei nem lei, nem Paz nem Guerra… Que é Portugal a entristecer… Ó Portugal, hoje és nevoeiro… Nevoeiro–Mensagem Fernando Pessoa
  91. 91. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique É a Hora! 1974 Nevoeiro–Mensagem Fernando Pessoa
  92. 92. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Abril não aconteceu por acaso. Helil há muito programava a revolução. Não podia ter luta, nem dor nem sofrimento, o povo muito já tinha sofrido. Abril nasceu na noite e nos sonhos dos homens que conseguiram captar os pensamentos de Helil e dos seus guerreiros de Paz. A revolução fez-se com flores, porque Isabel tocou na mão da idosa que as distribuiu. Mensagem psicografada na A.E.Lagos em 26 -6-2010
  93. 93. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Helil cumpriu a missão que o Mestre lhe abdicou . Cumpriu e continua a cumprir, orientar o povo luso no caminho do bem, no caminho de Cristo. Mensagem psicografada na A.E.L.18-9-2010
  94. 94. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique A sua missão é fazer perceber que a grandeza está na alma e não na dimensão. Mensagem psicografada na A.E.L.25-9-2010 Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez. Senhor, falta cumprir-se Portugal! …Quando a Alma não é pequena
  95. 95. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Espíritas de hoje, espíritas lusos estais a cumprir a vossa majestosa missão? Portugueses espíritas cumpri os ensinamentos do Mestre e divulgai-os ao mundo Mensagem psicografada na A.E.L.18-9-2010
  96. 96. A Alma Lusa e o Infante D. Henrique Unir os povos, unir o Mundo no amor de Cristo. . Mensagem psicografada na A.E.L. 5-8- 2008

×