SlideShare uma empresa Scribd logo
Roteiros Turísticos
Douro Vinhateiro e Vale do
Côa
1
EscolaSecundáriadeVilaVerde
Índice
 Introdução__________________________________________________________3
 Caraterização geográfica - douro vinhateiro_________________________4
 Gastronomia _______________________________________________________ 5 - 12
 Monumentos _______________________________________________________ 13 – 16
 Atrações turísticas __________________________________________________ 17 – 18
 Hábitos dos habitantes _____________________________________________ 19
 Onde ficar _________________________________________________________ 20
 Onde comer _______________________________________________________ 21
 Onde ir ____________________________________________________________ 22
 Motivos para visitar a região ________________________________________ 23
 Conclusão _________________________________________________________ 24
 Bibliografia e Webgrafia_____________________________________________ 25
Escola Secundária de Vila Verde
2
Introdução
 O Douro é conhecido pelas suas ricas paisagens naturais, onde prevalecem as
vinhas, nas margens do rio.
 Vamos dar maior destaque propriamente aos monumentos, gastronomia,
atrações turísticas, produtos típicos e hábitos dos habitantes.
 Também iremos incluir o Vale do Côa como região e atração turística.
Escola Secundária de Vila Verde
3
Caraterização geográfica – Douro Vinhateiro
 Situado no distrito do Porto, nas margens do rio Douro, este é um dos locais que
produz o melhor vinho de Portugal, ainda considerado Património Mundial da
UNESCO em dezembro de 2001, ficando então conhecido como Região
Vinhateira do Alto Douro.
 O Douro vinhateiro, é uma região que foi sujeita a erosão ao longo de milhões de
anos, que como consequência moldou este território de modo que a sua
aparência originou a possibilidade de fazer cultivo de vinhas.
Escola Secundária de Vila Verde
4
Gastronomia
 Os restaurantes na região do Douro, servem essencialmente comida típica
portuguesa onde esta é muito apreciada, tanto como pelos turistas
portugueses como estrangeiros.
 Maioria dos alimentos são produzidos na região, por eles próprios,
agricultores e / ou pastores da zona.
Escola Secundária de Vila Verde
5
Gastronomia – Principais pratos
 Carne:
 Cabrito assado no forno acompanhado com arroz e batatas;
 Javali estufado;
 Posta mirandesa;
 Perdiz assada no espeto;
 Arroz de cabidela; e,
 Feijoada à transmontana.
Escola Secundária de Vila Verde
6
Gastronomia – Principais pratos
 Peixe:
 Em escabeche;
 Assado na brasa; e,
 Bacalhau.
Escola Secundária de Vila Verde
7
Gastronomia – Principais pratos
 Doces:
 Peixinhos de chila; e,
 Biscoito da Teixeira.
Escola Secundária de Vila Verde
8
Gastronomia – Principais
acompanhamentos
 Pão tradicional:
 Com carne;
 Com azeite;
 Com mel regional; e/ou,
 Com compotas caseiras.
Escola Secundária de Vila Verde
9
Gastronomia – Principais frutos
 Meses mais frios:
 Castanhas assadas;
 Nozes;
 Dióspiros; e,
 Tangerinas.
 Principais frutos da região
 Azeitonas; e,
 Uvas.
Escola Secundária de Vila Verde
10
Gastronomia – Principais temperos
 Ervas aromáticas:
 Alecrim;
 Salsa; e,
 Loureiro.
 Azeite;
 Sal.
Escola Secundária de Vila Verde
11
Gastronomia – Principais bebidas
 Cálice de Vinho do Porto;
 Vinho de Favaios;
 Licores de região;
 Sumos naturais; e,
 Chás de ervas naturais.
Escola Secundária de Vila Verde
12
Monumentos
 Nestas terras encontra-se história por tudo o que são cantos, sendo que os
vestígios, de outras épocas, são abundantes.
 De há milhões de anos até aos tempos modernos, as civilizações e os povos que
por aqui passaram deixaram o seu depoimento.
Escola Secundária de Vila Verde
13
Monumentos religiosos
 Sé de Miranda do Douro:
 Igreja matriz da cidade
 Fundada em 1552 por D.João III
 Santuário de Nossa Senhora dos Remédios:
 Imóvel de Interesse público
 1ª reconstrução: 1568
 2ª reconstrução: 1750-1905
Escola Secundária de Vila Verde
14
Monumentos de pedra
 Ponte sobre o Tua:
 20 arcos desiguais;
 323 metros de comprimento;
 Reconstruída no século XVI.
 Torre e Ponte de Ucanha:
 Construção: século XII;
 1645 – torre e reedificação ponte;
 Monumento nacional – 1910 – IPPAR.
Escola Secundária de Vila Verde
15
Monumentos arqueológicos
 Parque arqueológico do Vale do Côa:
 Arte rupestre;
 Património da Humanidade da UNESCO.
 Museu do Côa:
 Inaugurado em 2010;
 Rochas mais importantes.
Escola Secundária de Vila Verde
16
Atrações turísticas
 Amendoeiras em flor:
 Época perto da Primavera
 Muitas festividades
 Vindimas
 Pisa da Uva
 Pipas do vinho:
 Porto Branco;
 Porto Ruby; e,
 Porto Tawny.
Escola Secundária de Vila Verde
17
Atrações turísticas
 Cruzeiros no Douro:
 Observação das paisagens;
 Guia turístico.
Escola Secundária de Vila Verde
18
Hábitos dos habitantes
 Durienses:
 Simples
 Preservam tradições
 Pacatos e hospitaleiros
 Lavoura das terras:
 Métodos tradicionais
 https://www.youtube.com/watch?v=P_nWrrmQjhw
Escola Secundária de Vila Verde
19
Onde ficar..
 Casa cimeira:
 Preço quarto single: 30-35€
 Preço quarto duplo: 55€
 Quinta de Tourais:
 Preço quarto duplo: 60-75€
 Hotel Rural Quinta do Pêgo:
 Preço quarto duplo: 150€
Escola Secundária de Vila Verde
20
Onde comer..
 Terra da Montanha:
 Preço: 15€ (entradas, carne ou peixe,
sobremesa).
 Flôr de Sal:
 Preço: 35€ (entradas, carne ou peixe,
sobremesa).
 Adega Regional Passos Perdidos:
 Preço: 15€ (entradas, carne ou peixe,
sobremesa).
Escola Secundária de Vila Verde
21
Onde ir..
 Comboio Histórico da Linha do Douro:
 Preço adulto: 35€;
 Preço dos 5 aos 12 anos: 12€.
 Rota do vinho do Porto:
 Preço variável.
 Cruzeiro no Douro:
 Preço variável.
Escola Secundária de Vila Verde
22
Motivos para visitar a região
 Paisagens naturais fantásticas;
 Diversas atividades existentes ao longo do ano;
 Possibilidade de participação nas atividades;
 Hospitalidade da população Duriense; e,
 Possibilidade de conhecer outras regiões.
Escola Secundária de Vila Verde
23
Conclusão
 Com este trabalho, foi possível concluir, que o Douro é um destino turístico com
bastantes atividades, em que de certo modo se torna chamativo, de forma que as
pessoas querem voltar.
Escola Secundária de Vila Verde
24
Bibliografia e Webgrafia
 www.wikipedia.com
 Livro: “Roteiros Turisticos do Património Mundial – No Norte de Portugal”
 www.dourovalley.eu
Escola Secundária de Vila Verde
25

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais
profcarladias
 
Regras para-a-elaboracao-pap
Regras para-a-elaboracao-papRegras para-a-elaboracao-pap
Regras para-a-elaboracao-pap
profcarladias
 
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas UrbanasGeografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Raffaella Ergün
 
Atividade piscatória
Atividade piscatóriaAtividade piscatória
Atividade piscatória
Ilda Bicacro
 
Região vinhateira do alto douro
Região vinhateira do alto douroRegião vinhateira do alto douro
Região vinhateira do alto douro
Tina Lima
 
Ue
UeUe
A Pesca
A PescaA Pesca
A Pesca
Diogo Mateus
 
Segmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o MercadoSegmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o Mercado
Secretaria de Município de Turismo - Santa Maria / RS
 
Módulo 6
Módulo 6Módulo 6
Módulo 6
Daniela Ramalho
 
FunçõEs Urbanas
FunçõEs UrbanasFunçõEs Urbanas
FunçõEs Urbanas
Maria Adelaide
 
Características da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesaCaracterísticas da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesa
Fernando Branco_Geografia
 
Espaço urbano cidades
Espaço urbano cidadesEspaço urbano cidades
Espaço urbano cidades
Idalina Leite
 
Procura e Motivações Turísticas
Procura e Motivações TurísticasProcura e Motivações Turísticas
Procura e Motivações Turísticas
kyzinha
 
Identidade regional
Identidade regionalIdentidade regional
Identidade regional
cattonia
 
Empreendimentos turísticos
Empreendimentos turísticosEmpreendimentos turísticos
Empreendimentos turísticos
bruno oliveira
 
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comumA agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
Ilda Bicacro
 
Classificações do turismo
Classificações do turismoClassificações do turismo
Classificações do turismo
Carlos Henrique Tavares
 
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Sónia Araújo
 
Pp a pesca em portugal
Pp a pesca em portugalPp a pesca em portugal
Pp a pesca em portugal
mariasilva3851
 
11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?
11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?
11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?
Idalina Leite
 

Mais procurados (20)

27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais
 
Regras para-a-elaboracao-pap
Regras para-a-elaboracao-papRegras para-a-elaboracao-pap
Regras para-a-elaboracao-pap
 
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas UrbanasGeografia A 11 ano - Áreas Urbanas
Geografia A 11 ano - Áreas Urbanas
 
Atividade piscatória
Atividade piscatóriaAtividade piscatória
Atividade piscatória
 
Região vinhateira do alto douro
Região vinhateira do alto douroRegião vinhateira do alto douro
Região vinhateira do alto douro
 
Ue
UeUe
Ue
 
A Pesca
A PescaA Pesca
A Pesca
 
Segmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o MercadoSegmentação do Turismo e o Mercado
Segmentação do Turismo e o Mercado
 
Módulo 6
Módulo 6Módulo 6
Módulo 6
 
FunçõEs Urbanas
FunçõEs UrbanasFunçõEs Urbanas
FunçõEs Urbanas
 
Características da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesaCaracterísticas da agricultura portuguesa
Características da agricultura portuguesa
 
Espaço urbano cidades
Espaço urbano cidadesEspaço urbano cidades
Espaço urbano cidades
 
Procura e Motivações Turísticas
Procura e Motivações TurísticasProcura e Motivações Turísticas
Procura e Motivações Turísticas
 
Identidade regional
Identidade regionalIdentidade regional
Identidade regional
 
Empreendimentos turísticos
Empreendimentos turísticosEmpreendimentos turísticos
Empreendimentos turísticos
 
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comumA agricultura portuguesa e a política agrícola comum
A agricultura portuguesa e a política agrícola comum
 
Classificações do turismo
Classificações do turismoClassificações do turismo
Classificações do turismo
 
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
Módulo 2 - procura e motivações turísticas.
 
Pp a pesca em portugal
Pp a pesca em portugalPp a pesca em portugal
Pp a pesca em portugal
 
11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?
11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?
11ºano _Espaço Urbano/Espaço rural, o que distingue?
 

Semelhante a Douro Vinhateiro e Vale do Côa

Foz Coa Power Point
Foz Coa Power PointFoz Coa Power Point
Foz Coa Power Point
mega
 
Gastronomia de portugal prezentare
Gastronomia de portugal prezentareGastronomia de portugal prezentare
Gastronomia de portugal prezentare
Sinziana Socol
 
Cozinha Internacional
Cozinha InternacionalCozinha Internacional
Cozinha Internacional
MaisVitamina
 
Gastronomia e vinhos pedro calado (2)
Gastronomia e vinhos pedro calado (2)Gastronomia e vinhos pedro calado (2)
Gastronomia e vinhos pedro calado (2)
Pedro Calado
 
Autoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhasAutoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhas
Teresa Pinto
 
Autoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhasAutoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhas
Manuel Silva
 
Dossier de produção
Dossier de produçãoDossier de produção
Dossier de produção
Filipe_Carvalho
 
Trabalho final(power point)
Trabalho final(power point)Trabalho final(power point)
Trabalho final(power point)
I_Moreira
 

Semelhante a Douro Vinhateiro e Vale do Côa (8)

Foz Coa Power Point
Foz Coa Power PointFoz Coa Power Point
Foz Coa Power Point
 
Gastronomia de portugal prezentare
Gastronomia de portugal prezentareGastronomia de portugal prezentare
Gastronomia de portugal prezentare
 
Cozinha Internacional
Cozinha InternacionalCozinha Internacional
Cozinha Internacional
 
Gastronomia e vinhos pedro calado (2)
Gastronomia e vinhos pedro calado (2)Gastronomia e vinhos pedro calado (2)
Gastronomia e vinhos pedro calado (2)
 
Autoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhasAutoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhas
 
Autoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhasAutoscopia inicial francesinhas
Autoscopia inicial francesinhas
 
Dossier de produção
Dossier de produçãoDossier de produção
Dossier de produção
 
Trabalho final(power point)
Trabalho final(power point)Trabalho final(power point)
Trabalho final(power point)
 

Último

Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

Douro Vinhateiro e Vale do Côa

  • 1. Roteiros Turísticos Douro Vinhateiro e Vale do Côa 1 EscolaSecundáriadeVilaVerde
  • 2. Índice  Introdução__________________________________________________________3  Caraterização geográfica - douro vinhateiro_________________________4  Gastronomia _______________________________________________________ 5 - 12  Monumentos _______________________________________________________ 13 – 16  Atrações turísticas __________________________________________________ 17 – 18  Hábitos dos habitantes _____________________________________________ 19  Onde ficar _________________________________________________________ 20  Onde comer _______________________________________________________ 21  Onde ir ____________________________________________________________ 22  Motivos para visitar a região ________________________________________ 23  Conclusão _________________________________________________________ 24  Bibliografia e Webgrafia_____________________________________________ 25 Escola Secundária de Vila Verde 2
  • 3. Introdução  O Douro é conhecido pelas suas ricas paisagens naturais, onde prevalecem as vinhas, nas margens do rio.  Vamos dar maior destaque propriamente aos monumentos, gastronomia, atrações turísticas, produtos típicos e hábitos dos habitantes.  Também iremos incluir o Vale do Côa como região e atração turística. Escola Secundária de Vila Verde 3
  • 4. Caraterização geográfica – Douro Vinhateiro  Situado no distrito do Porto, nas margens do rio Douro, este é um dos locais que produz o melhor vinho de Portugal, ainda considerado Património Mundial da UNESCO em dezembro de 2001, ficando então conhecido como Região Vinhateira do Alto Douro.  O Douro vinhateiro, é uma região que foi sujeita a erosão ao longo de milhões de anos, que como consequência moldou este território de modo que a sua aparência originou a possibilidade de fazer cultivo de vinhas. Escola Secundária de Vila Verde 4
  • 5. Gastronomia  Os restaurantes na região do Douro, servem essencialmente comida típica portuguesa onde esta é muito apreciada, tanto como pelos turistas portugueses como estrangeiros.  Maioria dos alimentos são produzidos na região, por eles próprios, agricultores e / ou pastores da zona. Escola Secundária de Vila Verde 5
  • 6. Gastronomia – Principais pratos  Carne:  Cabrito assado no forno acompanhado com arroz e batatas;  Javali estufado;  Posta mirandesa;  Perdiz assada no espeto;  Arroz de cabidela; e,  Feijoada à transmontana. Escola Secundária de Vila Verde 6
  • 7. Gastronomia – Principais pratos  Peixe:  Em escabeche;  Assado na brasa; e,  Bacalhau. Escola Secundária de Vila Verde 7
  • 8. Gastronomia – Principais pratos  Doces:  Peixinhos de chila; e,  Biscoito da Teixeira. Escola Secundária de Vila Verde 8
  • 9. Gastronomia – Principais acompanhamentos  Pão tradicional:  Com carne;  Com azeite;  Com mel regional; e/ou,  Com compotas caseiras. Escola Secundária de Vila Verde 9
  • 10. Gastronomia – Principais frutos  Meses mais frios:  Castanhas assadas;  Nozes;  Dióspiros; e,  Tangerinas.  Principais frutos da região  Azeitonas; e,  Uvas. Escola Secundária de Vila Verde 10
  • 11. Gastronomia – Principais temperos  Ervas aromáticas:  Alecrim;  Salsa; e,  Loureiro.  Azeite;  Sal. Escola Secundária de Vila Verde 11
  • 12. Gastronomia – Principais bebidas  Cálice de Vinho do Porto;  Vinho de Favaios;  Licores de região;  Sumos naturais; e,  Chás de ervas naturais. Escola Secundária de Vila Verde 12
  • 13. Monumentos  Nestas terras encontra-se história por tudo o que são cantos, sendo que os vestígios, de outras épocas, são abundantes.  De há milhões de anos até aos tempos modernos, as civilizações e os povos que por aqui passaram deixaram o seu depoimento. Escola Secundária de Vila Verde 13
  • 14. Monumentos religiosos  Sé de Miranda do Douro:  Igreja matriz da cidade  Fundada em 1552 por D.João III  Santuário de Nossa Senhora dos Remédios:  Imóvel de Interesse público  1ª reconstrução: 1568  2ª reconstrução: 1750-1905 Escola Secundária de Vila Verde 14
  • 15. Monumentos de pedra  Ponte sobre o Tua:  20 arcos desiguais;  323 metros de comprimento;  Reconstruída no século XVI.  Torre e Ponte de Ucanha:  Construção: século XII;  1645 – torre e reedificação ponte;  Monumento nacional – 1910 – IPPAR. Escola Secundária de Vila Verde 15
  • 16. Monumentos arqueológicos  Parque arqueológico do Vale do Côa:  Arte rupestre;  Património da Humanidade da UNESCO.  Museu do Côa:  Inaugurado em 2010;  Rochas mais importantes. Escola Secundária de Vila Verde 16
  • 17. Atrações turísticas  Amendoeiras em flor:  Época perto da Primavera  Muitas festividades  Vindimas  Pisa da Uva  Pipas do vinho:  Porto Branco;  Porto Ruby; e,  Porto Tawny. Escola Secundária de Vila Verde 17
  • 18. Atrações turísticas  Cruzeiros no Douro:  Observação das paisagens;  Guia turístico. Escola Secundária de Vila Verde 18
  • 19. Hábitos dos habitantes  Durienses:  Simples  Preservam tradições  Pacatos e hospitaleiros  Lavoura das terras:  Métodos tradicionais  https://www.youtube.com/watch?v=P_nWrrmQjhw Escola Secundária de Vila Verde 19
  • 20. Onde ficar..  Casa cimeira:  Preço quarto single: 30-35€  Preço quarto duplo: 55€  Quinta de Tourais:  Preço quarto duplo: 60-75€  Hotel Rural Quinta do Pêgo:  Preço quarto duplo: 150€ Escola Secundária de Vila Verde 20
  • 21. Onde comer..  Terra da Montanha:  Preço: 15€ (entradas, carne ou peixe, sobremesa).  Flôr de Sal:  Preço: 35€ (entradas, carne ou peixe, sobremesa).  Adega Regional Passos Perdidos:  Preço: 15€ (entradas, carne ou peixe, sobremesa). Escola Secundária de Vila Verde 21
  • 22. Onde ir..  Comboio Histórico da Linha do Douro:  Preço adulto: 35€;  Preço dos 5 aos 12 anos: 12€.  Rota do vinho do Porto:  Preço variável.  Cruzeiro no Douro:  Preço variável. Escola Secundária de Vila Verde 22
  • 23. Motivos para visitar a região  Paisagens naturais fantásticas;  Diversas atividades existentes ao longo do ano;  Possibilidade de participação nas atividades;  Hospitalidade da população Duriense; e,  Possibilidade de conhecer outras regiões. Escola Secundária de Vila Verde 23
  • 24. Conclusão  Com este trabalho, foi possível concluir, que o Douro é um destino turístico com bastantes atividades, em que de certo modo se torna chamativo, de forma que as pessoas querem voltar. Escola Secundária de Vila Verde 24
  • 25. Bibliografia e Webgrafia  www.wikipedia.com  Livro: “Roteiros Turisticos do Património Mundial – No Norte de Portugal”  www.dourovalley.eu Escola Secundária de Vila Verde 25